SlideShare uma empresa Scribd logo
Pureza
Centro Espírita Paz
Eduardo Manoel Araujo
13/04/2020
Conceito de pureza
Pureza
Virtude do que não tem maldade nem malícia, candura,
sinceridade.
inocência – transparência – honestidade –
Integridade – sinceridade – virtude - claridade
Fonte: Definições do google
A pureza do coração é inseparável da
simplicidade e da humildade.
Exclui toda idéia de egoísmo e de orgulho.
Por isso é que Jesus toma a infância
como emblema dessa pureza,
do mesmo modo que a tomou
como o da humildade.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 3
O processo da pureza
Puro não é o ignorante da realidade da vida,
mas o que muito conhece e
opta pelo bem, pelo belo, pelo justo.
Fonte: Pureza - Momento espírtia
A verdadeira pureza não está somente nos atos;
está também no pensamento,
porquanto aquele que tem puro o coração,
nem sequer pensa no mal.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 6
Esferas de atuação
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis
Há em toda alma humana
duas esferas de ação e expressão.
Enquanto ela for a reguladora
de nosso proceder,
teremos a vida inferior,
semeada de provações e males.
interna, profunda, imutável,
é, ao mesmo tempo,
a sede da consciência,
a fonte da vida espiritual,
o templo de Deus em nós
Quando esse centro de ação
domina o outro,
quando suas impulsões nos dirigem,
que se
revelam nossas potências ocultas
e que o Espírito se afirma
em seu brilho e beleza.
É por ele que estamos em comunhão
com “o Pai que habita em nós”.
a exterior
manifesta
a personalidade
o “eu”,
com suas paixões,
suas fraquezas,
sua mobilidade,
sua insuficiência.
EGO Vida inferior
ESPÍRITO Potências da alma
Sepulcros caiados
“sepulcros branqueados por fora,
mas cheios, por dentro, de podridões;
vasos limpos no exterior e
sujos no interior"
Fonte: Mateus 23:25, 27 e O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 12
Ego
Espírito Consciência
Amar Pensar
Vontade Livre-arbítrio
potências
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Wikipédia – Mecanismos de Defesa do Ego
Recalque
Regressão
Projeção
Racionalização
Sublimação
Substituição
Fantasia
Compensação
Sentido de humor
Mecanismos de defesa
Isolamento
Identificação
Negação
Anulação
Idealização
Exemplos de Pureza
Jesus, embora na Terra,
sabia encontrar a Presença Divina
em todas as situações e
em todas as criaturas
Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
Manjedoura
Maria de Magdala
Simão Pedro
Judas
Saulo de Tarso
Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
Jesus via Deus
Poema
Servidora
Pedra angular
Apoia até o fim
Expansão do cristianismo
Se purificares, assim, o coração,
identificarás a presença de Deus
em toda parte
Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
perceberás que a maldade e o crime
são apenas espinheiro e lama
que envolvem o campo da alma —
o brilhante divino que virá fatalmente à luz...
Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
Bem-aventurados os que têm puro o coração,
porquanto verão a Deus. (Mateus, cap. V, v. 8.)
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 1
Como cultivar a pureza?
Caminho da dor
espiritualmente inconsciente
Ego
Espírito Consciência
Amar Pensar
Vontade Livre-arbítrio
potências
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Wikipédia – Mecanismos de Defesa do Ego
Recalque
Regressão
Projeção
Racionalização
Sublimação
Substituição
Fantasia
Compensação
Sentido de humor
Mecanismos de defesa
Isolamento
Identificação
Negação
Anulação
Idealização
os homens se punem a si mesmos
pelo contacto de seus vícios,
cujas primeiras vitimas são eles próprios e
cujos inconvenientes acabam por compreender.
Quando estiverem cansados de sofrer
devido ao mal,
procurarão remédio no bem.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 14
Caminho do amor
O amor é a alma
do
universo.
Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis
Ego
Espírito Consciência
Amar Pensar
Vontade Livre-arbítrio
potências
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Wikipédia – Mecanismos de Defesa do Ego
Recalque
Regressão
Projeção
Racionalização
Sublimação
Substituição
Fantasia
Compensação
Sentido de humor
Mecanismos de defesa
Isolamento
Identificação
Negação
Anulação
Idealização
A pureza é algo a ser conquistado.
Viver puramente é uma opção que se faz.
Fonte: Pureza - Momento espírtia
Reconhece-se o verdadeiro espírita
pela sua
transformação moral
e
pelos esforços que emprega
para domar suas inclinações más.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo XVII – Sede perfeitos– item 4. Os bons espíritas.
Leon Denis
O objetivo da evolução,
a razão de ser da vida
não é a felicidade terrestre,
como muitos erradamente crêem,
mas o aperfeiçoamento de cada um de nós.
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis
Como a criança que, crescendo,
deixa de lado os brinquedos que a cativaram,
a alma que se eleva procura satisfações
cada vez mais nobres, graves e profundas.
Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis
Leon Denis
o verdadeiro espírita vê as coisas deste mundo
de um ponto de vista tão elevado;
elas lhe parecem tão pequenas, tão mesquinhas,
a par do futuro que o aguarda;
a vida se lhe mostra tão curta, tão fugaz, que,
aos seus olhos, as tribulações não passam de
incidentes desagradáveis, no curso de uma viagem.
O que, em outro, produziria violenta emoção,
mediocremente o afeta.
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec– Introdução
“Quando o uso dos sentimentos é purificado,
o coração se purifica.
Quando o coração é purificado,
existe uma constante lembrança do Eu superior.
Quando existe uma constante lembrança do Eu superior,
todos os vínculos são desfeitos e
a liberdade espiritual é alcançada”.
Fonte: Upanishads – Escrituras sagradas dos Vedas
Caminho da dor
espiritualmente consciente
arrancar do coração
todo sentimento impuro
e toda tendência viciosa.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 17
"Meu Pai, cura-me, mas faze que
minha alma enferma se cure antes que o meu corpo;
que a minha carne seja castigada, se necessário,
para que minha alma se eleve ao teu seio,
com a brancura que possuía quando a criaste."
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 20 - IE
aprendendo e servindo,
ajudando e amando
passarás, na Terra,
por mensagem incessante de amor,
ensinando os homens que te rodeiam
a converter o charco em berço de pão e
a entender que,
mesmo nas profundezas do pântano,
podem surgir lírios perfumados e puros
para exaltar a glória de Deus.
Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
Gratidão
pela oportunidade
de reflexão!
Palestra disponível no slideshare de Eduardo Manoel Araujo
“Deixai que venham a mim as criancinhas e não as impeçais,
porquanto o reino dos céus é para os que se lhes assemelham.
- Digo-vos, em verdade, que aquele que não receber
o reino de Deus como uma criança, nele não entrará.”
– E, depois de as abraçar, abençoou-as, impondo-lhes as mãos.
(S. MARCOS, cap. X, vv. 13 a 16.)
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 2
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – Baseado no item 4
Etapa
Parte
Gestação Infância Juventude Maturi
dade
Desen
carne
Espírito Entorpe
cido
Sono
Começa a
manifestar
suas
tendências
Mostra seu
caráter
e sua
vontade
Pleno e
mais
consciente e
intuitivo
Liberto e
consciente
Corpo Formação Frágil
Se desen
volvendo
Pronto
Em pleno
vigor
Desgastado
Perde o
vigor Reciclagem
Ligação Integração
Ingenuidade
Exploração
Curiosidade
Fraqueza
Maleável
Impulsivo
Ação
Ilusão
Seletivo
Legado
O que sai da boca procede do coração e é o que
torna impuro o homem;
- porquanto do coração é que partem
- os maus pensamentos, os assassínios, os adultérios,
- as fornicações, os latrocínios, os falsos-testemunhos,
- as blasfêmias e
- as maledicências.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 8
O objetivo da religião é conduzir a Deus o homem.
Ora, este não chega a Deus senão quando se torna perfeito.
Logo, toda religião que não torna melhor o homem,
não alcança o seu objetivo.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 10
é tudo o que resulta
dos vícios e das imperfeições humanas,
toda reação má de um indivíduo para outro,
com ou sem repercussão.
O escândalo, neste caso, é o resultado efetivo do mal moral.
Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 12
Os Espíritos superiores,
que se distinguem dos outros pela sua perfeição,
seus conhecimentos, sua proximidade de Deus,
pela pureza de seus sentimentos e
por seu amor do bem:
são os anjos ou puros Espíritos.
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec– Introdução
Se a vossa mão ou o vosso pé vos é objeto de escândalo,
...
Se o vosso olho vos é objeto de escândalo,
arrancai-o e lançai-o longe de vós;
melhor para vós será que entreis na vida tendo um só olho,
do que terdes dois e serdes precipitados no fogo do inferno.
(S. MATEUS, cap. XVIII, vv. 6 a 11; V, vv. 29 e 30.)
arrancar do coraçãoFonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 11
92. a) - Todos os Espíritos irradiam com igual força?
“Longe disso.
Essa força depende
do grau de pureza de cada um.”
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
181. Os seres que habitam os diferentes mundos têm corpos
semelhantes aos nossos?
“É fora de dúvida que têm corpos, porque
o Espírito precisa estar revestido de matéria
para atuar sobre a matéria.
Esse envoltório, porém, é mais ou menos material,
conforme o grau de pureza
a que chegaram os Espíritos.
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
239. Conhecem os Espíritos o princípio das coisas?
“Conforme a elevação e a pureza
que hajam atingido.
Os de ordem inferior
não sabem mais do que os homens.”
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
556. Têm algumas pessoas, verdadeiramente, o poder de curar
pelo simples contacto?
A força magnética pode chegar até aí,
quando secundada pela pureza dos sentimentos e
por um ardente desejo de fazer o bem,
porque então
os bons Espíritos lhe vêm em auxílio.
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
879. Qual seria o caráter do homem que praticasse a justiça em
toda a sua pureza?
O do verdadeiro justo, a exemplo de Jesus,
porquanto praticaria também
o amor do próximo e a caridade,
sem os quais não há verdadeira justiça.
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
918. Por que indícios se pode reconhecer em um homem o
progresso real que lhe elevará o Espírito na hierarquia espírita?
“O espírito prova a sua elevação,
quando todos os atos de sua vida corporal
representam a prática da lei de Deus e
quando antecipadamente compreende a vida espiritual.”
Verdadeiramente, homem de bem é o que
pratica a lei de justiça, amor e caridade,
na sua maior pureza.
Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
Armadilha
Mêdo
Alimenta a escuridão
Falta de confiança em Deus
Visão material mais restrita
Atração de companhias espirituais
Perturbações
Isolamento
A menos que … coloquemos luz sobre nossos medos
Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas
Possibilidade
Amor
Alimenta a luz
Confiança em Deus com prudência
Harmonia com a criação divina
Visão espiritual mais abrangente
Atração de companhias espirituais
Inspirações
Percepção das múltiplas possibilidades
Paz
Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas
Brilhe a vossa luz!
Este meu pensamento …
Esta minha fala …
Este meu sentimento …
Esta minha escolha …
Esta minha atitude …
Acende uma luz ou alimenta a escuridão?
Que companhias espirituais atrai?
É uma armadilha ou possibilidade de co-criação?
Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Tiburcio Santos
 
Palestra beneficência
Palestra beneficênciaPalestra beneficência
Palestra beneficência
Denise Tamaê
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos InimigosCap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
gmo1973
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
umecamaqua
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Silvânio Barcelos
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
Ricardo Azevedo
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
grupodepaisceb
 
O perdão
O perdãoO perdão
A Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra EspíritaA Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra Espírita
Thiago Garcia
 
Palestra 22 a força do perdão
Palestra 22 a força do perdãoPalestra 22 a força do perdão
Palestra 22 a força do perdão
Jose Ferreira Almeida
 
VIVÊNCIA ESPÍRITA
VIVÊNCIA ESPÍRITAVIVÊNCIA ESPÍRITA
VIVÊNCIA ESPÍRITA
Jorge Luiz dos Santos
 
Evangelho cap8 item11
Evangelho cap8 item11Evangelho cap8 item11
Evangelho cap8 item11
Patricia Farias
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
Marcos Accioly
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
JulianoCarvalho29
 

Mais procurados (20)

Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
 
Palestra beneficência
Palestra beneficênciaPalestra beneficência
Palestra beneficência
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
 
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos InimigosCap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
 
O perdão
O perdãoO perdão
O perdão
 
A Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra EspíritaA Beneficência - Palestra Espírita
A Beneficência - Palestra Espírita
 
Palestra 22 a força do perdão
Palestra 22 a força do perdãoPalestra 22 a força do perdão
Palestra 22 a força do perdão
 
VIVÊNCIA ESPÍRITA
VIVÊNCIA ESPÍRITAVIVÊNCIA ESPÍRITA
VIVÊNCIA ESPÍRITA
 
Evangelho cap8 item11
Evangelho cap8 item11Evangelho cap8 item11
Evangelho cap8 item11
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
 

Semelhante a Pureza

A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
Eduardo Manoel Araujo
 
LE - 186 Evangelho cap13 item 12
LE - 186 Evangelho cap13 item 12LE - 186 Evangelho cap13 item 12
LE - 186 Evangelho cap13 item 12
Patricia Farias
 
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terraBem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
msdbiasi
 
Os Mensageiros Cap.10
Os Mensageiros Cap.10Os Mensageiros Cap.10
Os Mensageiros Cap.10
Patricia Farias
 
A cura de uma mulher encurvada
A cura de uma mulher encurvadaA cura de uma mulher encurvada
A cura de uma mulher encurvada
Eduardo Henrique Marçal
 
Capitulo 17 – Doutrinação.pptx
Capitulo 17 – Doutrinação.pptxCapitulo 17 – Doutrinação.pptx
Capitulo 17 – Doutrinação.pptx
AndraCristinaDavid
 
Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17
Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17
Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17
Patricia Farias
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom JesusSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Ricardo Azevedo
 
Evangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorEvangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de Amor
Antonino Silva
 
Evolução e o Sermão da Montanha
Evolução e o Sermão da MontanhaEvolução e o Sermão da Montanha
Evolução e o Sermão da Montanha
Antonio Chaves
 
Atitude Espírita
Atitude EspíritaAtitude Espírita
Atitude Espírita
Eduardo Manoel Araujo
 
as_bases_do_transformar-se
as_bases_do_transformar-seas_bases_do_transformar-se
as_bases_do_transformar-se
Ari Carrasco
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
Henrique Vieira
 
Propósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de BemPropósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de Bem
Ricardo Azevedo
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eduardo Manoel Araujo
 
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Patricia Farias
 
Estudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - RenunciaEstudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - Renuncia
Patricia Farias
 
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vidaCampanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
Eduardo Manoel Araujo
 
Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26
Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26
Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26
Patricia Farias
 
A Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com JesusA Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com Jesus
Eduardo Henrique Marçal
 

Semelhante a Pureza (20)

A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
 
LE - 186 Evangelho cap13 item 12
LE - 186 Evangelho cap13 item 12LE - 186 Evangelho cap13 item 12
LE - 186 Evangelho cap13 item 12
 
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terraBem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
 
Os Mensageiros Cap.10
Os Mensageiros Cap.10Os Mensageiros Cap.10
Os Mensageiros Cap.10
 
A cura de uma mulher encurvada
A cura de uma mulher encurvadaA cura de uma mulher encurvada
A cura de uma mulher encurvada
 
Capitulo 17 – Doutrinação.pptx
Capitulo 17 – Doutrinação.pptxCapitulo 17 – Doutrinação.pptx
Capitulo 17 – Doutrinação.pptx
 
Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17
Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17
Livro dos Espiritos Q192 Evangelho Cap 13 item 17
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom JesusSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
 
Evangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorEvangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de Amor
 
Evolução e o Sermão da Montanha
Evolução e o Sermão da MontanhaEvolução e o Sermão da Montanha
Evolução e o Sermão da Montanha
 
Atitude Espírita
Atitude EspíritaAtitude Espírita
Atitude Espírita
 
as_bases_do_transformar-se
as_bases_do_transformar-seas_bases_do_transformar-se
as_bases_do_transformar-se
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Propósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de BemPropósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de Bem
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
 
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
 
Estudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - RenunciaEstudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - Renuncia
 
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vidaCampanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
 
Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26
Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26
Livro dos Espíritos Q.366 ESE cap28 item26
 
A Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com JesusA Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com Jesus
 

Mais de Eduardo Manoel Araujo

Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Eduardo Manoel Araujo
 
O que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasilO que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasil
Eduardo Manoel Araujo
 
Ecologia integral enciclica do papa francisco
Ecologia integral   enciclica do papa franciscoEcologia integral   enciclica do papa francisco
Ecologia integral enciclica do papa francisco
Eduardo Manoel Araujo
 
Termo de referencia vivendo com jesus
Termo de referencia   vivendo com jesusTermo de referencia   vivendo com jesus
Termo de referencia vivendo com jesus
Eduardo Manoel Araujo
 
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa FranciscoTeses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Eduardo Manoel Araujo
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Eduardo Manoel Araujo
 
Conduta evangelica
Conduta evangelicaConduta evangelica
Conduta evangelica
Eduardo Manoel Araujo
 
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espiritoEsperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Eduardo Manoel Araujo
 
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viiiQuadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
Eduardo Manoel Araujo
 
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestresO céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
Eduardo Manoel Araujo
 
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII  de: O céu e o infernoDinâmica - capitulo VII  de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
Eduardo Manoel Araujo
 
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
Eduardo Manoel Araujo
 
Convite ao valor
Convite ao valorConvite ao valor
Convite ao valor
Eduardo Manoel Araujo
 
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terraA carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
Eduardo Manoel Araujo
 
Vivência com consciência espírita
Vivência com consciência espíritaVivência com consciência espírita
Vivência com consciência espírita
Eduardo Manoel Araujo
 
Bem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansosBem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansos
Eduardo Manoel Araujo
 
Nossos filhos
Nossos filhosNossos filhos
Nossos filhos
Eduardo Manoel Araujo
 
Orgulho e humildade
Orgulho e humildadeOrgulho e humildade
Orgulho e humildade
Eduardo Manoel Araujo
 
Caridade e amor ao próximo
Caridade e amor ao próximoCaridade e amor ao próximo
Caridade e amor ao próximo
Eduardo Manoel Araujo
 
2017 09 21 vivendo com jesus
2017 09 21 vivendo com jesus2017 09 21 vivendo com jesus
2017 09 21 vivendo com jesus
Eduardo Manoel Araujo
 

Mais de Eduardo Manoel Araujo (20)

Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
 
O que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasilO que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasil
 
Ecologia integral enciclica do papa francisco
Ecologia integral   enciclica do papa franciscoEcologia integral   enciclica do papa francisco
Ecologia integral enciclica do papa francisco
 
Termo de referencia vivendo com jesus
Termo de referencia   vivendo com jesusTermo de referencia   vivendo com jesus
Termo de referencia vivendo com jesus
 
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa FranciscoTeses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Conduta evangelica
Conduta evangelicaConduta evangelica
Conduta evangelica
 
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espiritoEsperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
 
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viiiQuadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
 
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestresO céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
 
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII  de: O céu e o infernoDinâmica - capitulo VII  de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
 
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
 
Convite ao valor
Convite ao valorConvite ao valor
Convite ao valor
 
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terraA carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
 
Vivência com consciência espírita
Vivência com consciência espíritaVivência com consciência espírita
Vivência com consciência espírita
 
Bem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansosBem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansos
 
Nossos filhos
Nossos filhosNossos filhos
Nossos filhos
 
Orgulho e humildade
Orgulho e humildadeOrgulho e humildade
Orgulho e humildade
 
Caridade e amor ao próximo
Caridade e amor ao próximoCaridade e amor ao próximo
Caridade e amor ao próximo
 
2017 09 21 vivendo com jesus
2017 09 21 vivendo com jesus2017 09 21 vivendo com jesus
2017 09 21 vivendo com jesus
 

Último

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 

Último (14)

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 

Pureza

  • 1. Pureza Centro Espírita Paz Eduardo Manoel Araujo 13/04/2020
  • 3. Pureza Virtude do que não tem maldade nem malícia, candura, sinceridade. inocência – transparência – honestidade – Integridade – sinceridade – virtude - claridade Fonte: Definições do google
  • 4. A pureza do coração é inseparável da simplicidade e da humildade. Exclui toda idéia de egoísmo e de orgulho. Por isso é que Jesus toma a infância como emblema dessa pureza, do mesmo modo que a tomou como o da humildade. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 3
  • 5. O processo da pureza
  • 6. Puro não é o ignorante da realidade da vida, mas o que muito conhece e opta pelo bem, pelo belo, pelo justo. Fonte: Pureza - Momento espírtia
  • 7. A verdadeira pureza não está somente nos atos; está também no pensamento, porquanto aquele que tem puro o coração, nem sequer pensa no mal. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 6
  • 9. Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis Há em toda alma humana duas esferas de ação e expressão. Enquanto ela for a reguladora de nosso proceder, teremos a vida inferior, semeada de provações e males. interna, profunda, imutável, é, ao mesmo tempo, a sede da consciência, a fonte da vida espiritual, o templo de Deus em nós Quando esse centro de ação domina o outro, quando suas impulsões nos dirigem, que se revelam nossas potências ocultas e que o Espírito se afirma em seu brilho e beleza. É por ele que estamos em comunhão com “o Pai que habita em nós”. a exterior manifesta a personalidade o “eu”, com suas paixões, suas fraquezas, sua mobilidade, sua insuficiência. EGO Vida inferior ESPÍRITO Potências da alma
  • 10. Sepulcros caiados “sepulcros branqueados por fora, mas cheios, por dentro, de podridões; vasos limpos no exterior e sujos no interior" Fonte: Mateus 23:25, 27 e O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 12
  • 11. Ego Espírito Consciência Amar Pensar Vontade Livre-arbítrio potências Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Wikipédia – Mecanismos de Defesa do Ego Recalque Regressão Projeção Racionalização Sublimação Substituição Fantasia Compensação Sentido de humor Mecanismos de defesa Isolamento Identificação Negação Anulação Idealização
  • 13. Jesus, embora na Terra, sabia encontrar a Presença Divina em todas as situações e em todas as criaturas Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
  • 14. Manjedoura Maria de Magdala Simão Pedro Judas Saulo de Tarso Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier Jesus via Deus Poema Servidora Pedra angular Apoia até o fim Expansão do cristianismo
  • 15. Se purificares, assim, o coração, identificarás a presença de Deus em toda parte Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
  • 16. perceberás que a maldade e o crime são apenas espinheiro e lama que envolvem o campo da alma — o brilhante divino que virá fatalmente à luz... Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
  • 17. Bem-aventurados os que têm puro o coração, porquanto verão a Deus. (Mateus, cap. V, v. 8.) Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 1
  • 18. Como cultivar a pureza?
  • 20. Ego Espírito Consciência Amar Pensar Vontade Livre-arbítrio potências Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Wikipédia – Mecanismos de Defesa do Ego Recalque Regressão Projeção Racionalização Sublimação Substituição Fantasia Compensação Sentido de humor Mecanismos de defesa Isolamento Identificação Negação Anulação Idealização
  • 21. os homens se punem a si mesmos pelo contacto de seus vícios, cujas primeiras vitimas são eles próprios e cujos inconvenientes acabam por compreender. Quando estiverem cansados de sofrer devido ao mal, procurarão remédio no bem. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 14
  • 23. O amor é a alma do universo. Fonte: Segue em harmonia – cap 5 – Amor e saúde – Divaldo Franco pelo espírito Joana de Angelis
  • 24. Ego Espírito Consciência Amar Pensar Vontade Livre-arbítrio potências Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis e Wikipédia – Mecanismos de Defesa do Ego Recalque Regressão Projeção Racionalização Sublimação Substituição Fantasia Compensação Sentido de humor Mecanismos de defesa Isolamento Identificação Negação Anulação Idealização
  • 25. A pureza é algo a ser conquistado. Viver puramente é uma opção que se faz. Fonte: Pureza - Momento espírtia
  • 26. Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo XVII – Sede perfeitos– item 4. Os bons espíritas.
  • 27. Leon Denis O objetivo da evolução, a razão de ser da vida não é a felicidade terrestre, como muitos erradamente crêem, mas o aperfeiçoamento de cada um de nós. Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis
  • 28. Como a criança que, crescendo, deixa de lado os brinquedos que a cativaram, a alma que se eleva procura satisfações cada vez mais nobres, graves e profundas. Fonte: O problema do ser, do destino e da dor – Leon Denis Leon Denis
  • 29. o verdadeiro espírita vê as coisas deste mundo de um ponto de vista tão elevado; elas lhe parecem tão pequenas, tão mesquinhas, a par do futuro que o aguarda; a vida se lhe mostra tão curta, tão fugaz, que, aos seus olhos, as tribulações não passam de incidentes desagradáveis, no curso de uma viagem. O que, em outro, produziria violenta emoção, mediocremente o afeta. Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec– Introdução
  • 30. “Quando o uso dos sentimentos é purificado, o coração se purifica. Quando o coração é purificado, existe uma constante lembrança do Eu superior. Quando existe uma constante lembrança do Eu superior, todos os vínculos são desfeitos e a liberdade espiritual é alcançada”. Fonte: Upanishads – Escrituras sagradas dos Vedas
  • 32. arrancar do coração todo sentimento impuro e toda tendência viciosa. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 17
  • 33. "Meu Pai, cura-me, mas faze que minha alma enferma se cure antes que o meu corpo; que a minha carne seja castigada, se necessário, para que minha alma se eleve ao teu seio, com a brancura que possuía quando a criaste." Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 20 - IE
  • 34. aprendendo e servindo, ajudando e amando passarás, na Terra, por mensagem incessante de amor, ensinando os homens que te rodeiam a converter o charco em berço de pão e a entender que, mesmo nas profundezas do pântano, podem surgir lírios perfumados e puros para exaltar a glória de Deus. Fonte: Religião dos espíritos – Emmanuel através de Francisco Candido Xavier
  • 35. Gratidão pela oportunidade de reflexão! Palestra disponível no slideshare de Eduardo Manoel Araujo
  • 36. “Deixai que venham a mim as criancinhas e não as impeçais, porquanto o reino dos céus é para os que se lhes assemelham. - Digo-vos, em verdade, que aquele que não receber o reino de Deus como uma criança, nele não entrará.” – E, depois de as abraçar, abençoou-as, impondo-lhes as mãos. (S. MARCOS, cap. X, vv. 13 a 16.) Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 2
  • 37. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – Baseado no item 4 Etapa Parte Gestação Infância Juventude Maturi dade Desen carne Espírito Entorpe cido Sono Começa a manifestar suas tendências Mostra seu caráter e sua vontade Pleno e mais consciente e intuitivo Liberto e consciente Corpo Formação Frágil Se desen volvendo Pronto Em pleno vigor Desgastado Perde o vigor Reciclagem Ligação Integração Ingenuidade Exploração Curiosidade Fraqueza Maleável Impulsivo Ação Ilusão Seletivo Legado
  • 38. O que sai da boca procede do coração e é o que torna impuro o homem; - porquanto do coração é que partem - os maus pensamentos, os assassínios, os adultérios, - as fornicações, os latrocínios, os falsos-testemunhos, - as blasfêmias e - as maledicências. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 8
  • 39. O objetivo da religião é conduzir a Deus o homem. Ora, este não chega a Deus senão quando se torna perfeito. Logo, toda religião que não torna melhor o homem, não alcança o seu objetivo. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 10
  • 40. é tudo o que resulta dos vícios e das imperfeições humanas, toda reação má de um indivíduo para outro, com ou sem repercussão. O escândalo, neste caso, é o resultado efetivo do mal moral. Fonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 12
  • 41. Os Espíritos superiores, que se distinguem dos outros pela sua perfeição, seus conhecimentos, sua proximidade de Deus, pela pureza de seus sentimentos e por seu amor do bem: são os anjos ou puros Espíritos. Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec– Introdução
  • 42. Se a vossa mão ou o vosso pé vos é objeto de escândalo, ... Se o vosso olho vos é objeto de escândalo, arrancai-o e lançai-o longe de vós; melhor para vós será que entreis na vida tendo um só olho, do que terdes dois e serdes precipitados no fogo do inferno. (S. MATEUS, cap. XVIII, vv. 6 a 11; V, vv. 29 e 30.) arrancar do coraçãoFonte: O evangelho segundo o espíritismo – Allan Kardec– Capítulo VIII – Bem aventurados os que tem puro o coração – item 11
  • 43. 92. a) - Todos os Espíritos irradiam com igual força? “Longe disso. Essa força depende do grau de pureza de cada um.” Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
  • 44. 181. Os seres que habitam os diferentes mundos têm corpos semelhantes aos nossos? “É fora de dúvida que têm corpos, porque o Espírito precisa estar revestido de matéria para atuar sobre a matéria. Esse envoltório, porém, é mais ou menos material, conforme o grau de pureza a que chegaram os Espíritos. Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
  • 45. 239. Conhecem os Espíritos o princípio das coisas? “Conforme a elevação e a pureza que hajam atingido. Os de ordem inferior não sabem mais do que os homens.” Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
  • 46. 556. Têm algumas pessoas, verdadeiramente, o poder de curar pelo simples contacto? A força magnética pode chegar até aí, quando secundada pela pureza dos sentimentos e por um ardente desejo de fazer o bem, porque então os bons Espíritos lhe vêm em auxílio. Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
  • 47. 879. Qual seria o caráter do homem que praticasse a justiça em toda a sua pureza? O do verdadeiro justo, a exemplo de Jesus, porquanto praticaria também o amor do próximo e a caridade, sem os quais não há verdadeira justiça. Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
  • 48. 918. Por que indícios se pode reconhecer em um homem o progresso real que lhe elevará o Espírito na hierarquia espírita? “O espírito prova a sua elevação, quando todos os atos de sua vida corporal representam a prática da lei de Deus e quando antecipadamente compreende a vida espiritual.” Verdadeiramente, homem de bem é o que pratica a lei de justiça, amor e caridade, na sua maior pureza. Fonte: O livro dos espíritos – Allan Kardec
  • 49. Armadilha Mêdo Alimenta a escuridão Falta de confiança em Deus Visão material mais restrita Atração de companhias espirituais Perturbações Isolamento A menos que … coloquemos luz sobre nossos medos Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas
  • 50. Possibilidade Amor Alimenta a luz Confiança em Deus com prudência Harmonia com a criação divina Visão espiritual mais abrangente Atração de companhias espirituais Inspirações Percepção das múltiplas possibilidades Paz Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas
  • 51. Brilhe a vossa luz! Este meu pensamento … Esta minha fala … Este meu sentimento … Esta minha escolha … Esta minha atitude … Acende uma luz ou alimenta a escuridão? Que companhias espirituais atrai? É uma armadilha ou possibilidade de co-criação? Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas