SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 62
CONVITE
AO
VALOR
VALOR
• qualidade humana física, intelectual ou moral, que desperta admiração ou
respeito.
– "o v. inestimável daquele cientista"
• utilidade, préstimo, serventia.
• "sua ajuda foi de grande v."
• reconhecimento, importância, consideração.
• "dar v. aos amigos"
• série de traços culturais, ideológicos, institucionais, morais etc. definidos de
maneira sistemática ou em sua coerência interna.
• "valores da família, da tradição, da vida militar"
• conjunto de princípios ou normas que, por corporificar um ideal de perfeição ou
plenitude moral, deve ser buscado pelos seres humanos.
Fonte: www.google.com.br
Convite ao Valor
Sem qualquer demérito para esses lídimos construtores do progresso e do bem, o
valor é um estado de ânimo alentado, a prolongar-se paulatinamente cada dia e a
toda hora, com firmeza no ideal do bem, embora as dificuldades a vencer e os óbices
a transpor.
Todavia, permanecer fiel no mundo de turbações, enfrentando acrimônias e torpezas
com elevação de espírito, somente será possível se dotado do valor da fé para não
desanimar nem se corromper.
O valor é disposição conscientemente adotada para o sacrifício.
Convite ao Valor
Revela-se na intimidade do lar, onde se caldeiam necessidades espirituais, no
ajustamento familial, entre espíritos díspares; no labor da oficina onde se adquire o
pão, mediante a firmeza nos atos de austeridade moral, em cujo convívio se
arregimentam ou exteriorizam paixões; nas relações sociais, em cuja esfera se
cruzam interesses nem sempre elevados, mantendo continência e fraternidade; nas
atividades religiosas e comunitárias sob a égide da caridade, sem descer aos
melindres, nem tricas mui comuns, que engendram infelizes processos de desgastes
de forças e desagregação do trabalho...
A coragem de vencer-se antes que pretender vencer o próximo,
de desculpar antes que esperar desculpado e de amar não obstante desaires e
desencantos, revela o cristão, o legítimo homem de valor.
VALORES
• Quais os valores vigentes e quais os valores espirituais ou transcendentes?
• O que é uma pessoa de valor?
• Quais os exemplos destas pessoas? Por que eles tem valor?
• O que são valores para você?
• Por que desenvolver valores?
• Como desenvolver valores?
• O que valorizamos e o que precisamos valorizar? E como valorizar?
A arte como veículo de transformação
Um toque de humor
Vídeo do Youtube
Canal Amigos da Luz
Reflexão
Quem somos nós?
Onde estamos?
Por que estamos aqui?
Qual o objetivo de tudo isto?
O que é um espírito de valor?
Reflexão
Valores que são predominantes em nossa sociedade hoje
Aparência, Fama, Prazer (Poder)
Valores para o espírito
Sabedoria - Valorizar o nosso processo de auto-desenvolvimento
Sabedoria - Valorizar nossa realidade espiritual essencial
Sabedoria - Valorizar o fato de a matéria ser energia
Amor - A energia que vibramos
Amor - Atitude amorosa
Por que cultivar valores?
Para reduzir o sofrimento
Para aprender a amar
Para evoluir
Como cultivar valores?
Nutrindo nossa presença espiritual
Colocando nosso autodesenvolvimento em primeiro plano
Agindo com empatia
Evangelho
segundo o Espiritismo
Valores nas Parábolas
Meu reino não é deste mundo
Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo
Bem aventurados os aflitos
O Cristo consolador
Bem aventurados os pobres de espírito
Bem-aventurados os que tem puro o coração
Bem-aventurados os brandos e pacíficos
Bem-aventurados os que são misericordiosos
Amar o próximo como a si mesmo
Amar os vossos inimigos
Valores nas Parábolas
Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a direita
Honrai a vosso pai e a vossa mãe
Fora da caridade não há salvação
Não se pode servir a Deus e a Mamon
Sede perfeitos como perfeito é o vosso Pai
Os trabalhadores da última hora
Haverá falsos Cristos e falsos profetas
Não ponhais a candeia debaixo do alqueire
Buscai e achareis – Pedi e obtereis
Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes
II – Meu reino não é deste mundo
Uma realeza terrestre
8. Quem melhor do que eu pode compreender a verdade destas palavras
de Nosso Senhor: "O meu reino não é deste mundo"? O orgulho me perdeu
na Terra. Quem, pois, compreenderia o nenhum valor dos reinos da Terra,
se eu o não compreendia? Que trouxe eu comigo da minha realeza terrena?
Nada, absolutamente nada.
Fonte: Evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec
XVI – Não podeis servir a
Deus e a Mamon
O desapego aos bens terrenos consiste em apreciá-los no seu justo
valor, em saber servir-se deles em benefício dos outros e não apenas
em benefício próprio, em não sacrificar por eles os interesses da vida
futura, em perdê-los sem murmurar, caso apraza a Deus retirá-los.
Livro
dos Espíritos
Livro dos Espíritos
914. Fundando-se o egoísmo no sentimento do interesse pessoal, bem difícil
parece extirpá-lo inteiramente do coração humano. Chegar-se-á a consegui-lo?
“À medida que os homens se instruem acerca das coisas espirituais, menos
valor dão às coisas materiais. Depois, necessário é que se reformem as
instituições humanas que o entretêm e excitam. Isso depende da educação.”
O Problema do Ser
do Destino e da Dor
Léon Denis
VALORES
Numa sociedade bem organizada, cada
cidadão classificar-se-á de acordo com o seu
valor pessoal e o grau de sua evolução, em
proporção com sua cota social.
O ser deve aperfeiçoar, embelezar
incessantemente sua natureza íntima,
aumentar o valor próprio, construir o edifício
da consciência – tal é o fim de sua elevação.
Saí para sempre do estado inferior do ser
ignorante, inconsciente de seu valor e poder;
“O homem é o obreiro de sua libertação.” Ele
atinge o estado completo de liberdade pelo
cultivo íntimo e pela valorização de suas
potências ocultas.
Fonte: O Problema do Ser do Destino e da Dor – Leon Denis
O homem só é grande, só tem valor pelo seu
pensamento; por ele suas obras irradiam e se
perpetuam através dos séculos.
Pedagogia
Espírita
José Herculano Pires
VALORES
O educador oferece ao educando os elementos de
que ele necessita para integrar-se no meio cultural e
poder experimentar por si mesmo os valores vigentes,
rejeitando-os, aceitando-os ou reformulando-os mais
tarde, quando amadurecer para isso.
O fenômeno de transmissão da cultura através das
gerações explica as metamorfoses educacionais. A
reelaboração da experiência, segundo a tese de Dewey,
implica o aproveitamento dos valores adquiridos pela
cultura anterior.
Fonte: Pedagogia Espírita – José Herculano Pires
Evangelho
e
autodescobrimento
VALORES
A necessidade do Autodescobrimento
torna-se inadiável, favorecendo a
recuperação para o estado de harmonia,
crescimento dos valores intrínsecos
latentes, facultando identificar-lhe os
limites e as dependências, as aspirações
verdadeiras e as falsas, os embustes do
ego e as imposturas da ilusão.
A consciência condutora é o Si eterno, o
espírito imortal, preexistente e
sobrevivente, realizando inúmeras
experiências da evolução, trabalhando em
cada uma, os valores que lhe jazem
adormecidos – Deus em nós.
Fonte: Evangelho e auto-descobrimento – José Luiz Maio - pdf
Pessoa de Valor
Valoriza as coisas espirituais
sua natureza espiritual
a energia que vibra
seu processo de auto-educação
a natureza espiritual das outras
pessoas e dos outros seres
a relação com o plano espiritual
o apoio espiritual as pessoas
sabe que a matéria é energia
Dá o valor adequado as coisas materiais
cuidado com a saúde do corpo
(alimentação, higiene, exercícios,…)
cuidado com a sobrevivência
administra o poder e a riqueza a
serviço da evolução da sociedade
Harmonia com
a criação, com Deus
Harmonia
com o outro
Harmonia
consigo mesmo
Harmonia
com a natureza
Pessoa de Valor
REFLEXÃO SOBRE O
MECANISMO DE APRENDIZADO
COM OS ERROS PARA ELIMINAÇÃO
DOS VÍCIOS
ERRO
ciclo
InconscientePERCEPÇÃO
ciclo de percepção
consciente
REMORSO &
ARREPENDIMENTO
ciclo de sentimento
consciente
REPARAÇÃO
ciclo de ação consciente
Para cada padrão de comportamento
vicioso passamos por estes ciclos
até a completa aprendizagem
Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas
APRENDIZADO
superação
dos ciclos
REFLEXÃO SOBRE O
MECANISMO DE APRENDIZADO
DAS VIRTUDES
VIRTUDE
ciclo
inconscientePERCEPÇÃO
ciclo de percepção
consciente
INSPIRAÇÃO
ciclo de sentimento
consciente
REALIZAÇÃO
ciclo de ação consciente
Para cada padrão de comportamento
virtuoso passamos por estes ciclos
até a completa aprendizagem
Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas
APRENDIZADO
incorporação
da virtude
O programa de educação em valores
humanos
O que são?
Transformação da Sociedade pela Educação da
Cultura do Caráter
Fonte: Dalila Melo – Slide Share
SUB-VALORES DO AMOR:
• O Amor pressupõe:
Amizade
Dedicação
Generosidade
Caridade
Gratidão
Perdão
Compaixão
Compreensão
Simpatia.
Alegria
Comprometimento
Fonte: Evangelho e auto-descobrimento – José Luiz Maio - pdf
Exercício Pessoal
O que, o por que e o como estão claros.
Então vamos à prática!
Que valores são predominantes em minha vida? O que eu mais valorizo hoje?
(3 a 5 itens no máximo)
Que mudanças nestes valores eu percebo que são importantes fazer?
(reduzir, reforçar, incluir)
Exercício para casa:
Que estratégias eu vou utilizar para realizar esta mudança?
Obrigado
pela
oportunidade de reflexão!
Histórico
2015 – Estudo conduzido na SER
03/2016 – Palestra no CE Allan Kardec
EDUCAÇÃO
EM
VALORES HUMANOS
É UM PROCESSO DE DESPERTAR OÉ UM PROCESSO DE DESPERTAR O
DESENVOLVIMENTO CONSCIENTE DODESENVOLVIMENTO CONSCIENTE DO
POTENCIAL CRIATIVO, TRANSFORMADORPOTENCIAL CRIATIVO, TRANSFORMADOR
E AMOROSO DO SER HUMANO INTEGRALE AMOROSO DO SER HUMANO INTEGRAL
– CORPO, MENTE E ESPÍRITO –– CORPO, MENTE E ESPÍRITO –
QUE SOMOS.QUE SOMOS.
VALORES
VALORES
VALORES
O programa de educação em valores
humanos
O que são?
Transformação da Sociedade pela Educação da
Cultura do Caráter
Fonte: Dalila Melo – Slide Share
Descontração
“Tirando da gaveta”
• O que são valores para você?
• Que valores materiais o impedem de vivenciar
os verdadeiros valores?
• Que valor você quer levar em sua viagem ao
findar o seu tempo na Terra?
Educação do nível físico- Ação correta
A determinação para o bem é a ação correta.
Não há luta nem julgamentos.
O sol não luta com a escuridão.
Ele simplesmente vai iluminando e faz raiar o dia.
Ação correta é diferente de ação certa. Esta última nos
mantém presos aos julgamentos, pois, se existe a certa, a
ação errada continua focada pela nossa mente e pela nossa
atenção. A ação correta não é um ato isolado, é um processo
que vai permeando a nossa vida.
“Agir corretamente é capacitar o ser para que se manifeste
plenamente no mundo externo.”
SUB-VALORES DA AÇÃO CORRETA:
• Ação correta pressupõe:
Dever
Ética
Honradez
Responsabilidade
Respeito
Esforço
Simplicidade
Coragem
Integridade
Iniciativa
Perseverança
Educação do nível emocional- Paz
Aprenda com o coelho a sua agilidade e não a sua
timidez
Aprenda com a tartaruga a sua persistência
e não a sua vagareza
Aprenda com a ovelha a sua ingenuidade
e não a sua covardia
Aprenda com o gato a sua independência e não
A sua deslealdade
O respeito pela diferença é a raiz da integração
e o caminho para a Paz.
A paz é o resultado da harmonia na diversidade. É a substituição do
julgamento pelo discernimento.
SUB-VALORES DA PAZ:
• Paz inclui:
Calma
Silêncio interior
Tranqüilidade
Paciência
Tolerância
Auto -controle
Contentamento
Educação do nível intelectual- Verdade
A verdade não é algo que eu sei.
É aquilo que plenamente eu sou.
Verdade é a expressão integra das minhas potencialidades.
Não é aquilo que eu expresso como verdadeiro, mas sim
aquilo que verdadeiramente sou e expresso.
A verdade é o primeiro valor que desperta em nosso ser.
Quando descobrimos a verdade sobre nós mesmos, quem
somos, e sobre o mundo, é que os demais valores são
ativados.
A verdade não tem limites de tempo e espaço. Para todos os
climas, para todos os países, para todos os tempos, a verdade
é a mesma
SUB-VALORES DA VERDADE:
• A Verdade inclui :
Honestidade
Justiça
Interesse pelo conhecimento
Auto análise
Sinceridade
Coerência
Exatidão
Imparcialidade
Discernimento
Integridade
Educação do nível psíquico - Amor
O amor como pensamento é verdade.
O amor como ação é Ação-correta
O amor como sentimento é Paz
O amor como compreensão é
Não-Violência
O amor é o impulso que nos mobiliza para a
criação. O conhecimento sem amor gera
preconceitos e antagonismos, e nos leva ao
confronto e à destruição..
SUB-VALORES DO AMOR:
• O Amor pressupõe:
Amizade
Dedicação
Generosidade
Caridade
Gratidão
Perdão
Compaixão
Compreensão
Simpatia.
Alegria
Comprometimento
Educação do nível espiritual- Não violência
O propósito da criação é o amor.
Se olho e não vejo,
Se ouço e não escuto,
Se toco e não sinto,
Se conheço e não sei,
Já matei a mim e ao mundo.
Já cometi a violência de ignorar a criação e o amor.
A não – violência é a combinação de todos os valores. É a conquista do ser
humano que ama e não fere, não magoa, não machuca, como ação,
reação ou proteção. A violência não é só um ato físico.
Saber ver, ouvir, compreender, sentir, são todos atos não violentos,
embasados na prática dos VALORES HUMANOS.
SUB-VALORES DA NÃO-VIOLÊNCIA:
• A Não Violência exige:
Fraternidade
Cooperação
Respeito à cidadania
Respeito à natureza
Respeito pelas diferenças raciais, religiosas,
culturais
Solidariedade.
Perdão.
Objetivos: que a escola possa resgatar na
criança certos valores como:
• COLABORAÇÃO – "QUER UMA MÃOZINHA"?
• CONVIVÊNCIA _ " COM LICENÇA?"
• ATENÇÃO _ " FALOU COMIGO?"
• HONESTIDADE _ "NÃO FUI EU."
• RESPEITO _ "E EU COM ISSO?"
• NUTRIÇÃO _ "VERDURA? SIM!"
• RESPONSABILIDADE _ " DEIXA QUE EU FAÇO!"
• GENEROSIDADE _ " É MEU, MAS EMPRESTO!"
Aprender a se amar para amar o mundo
Esta é a base da educação em valores humanos
Convite ao valor
Convite ao valor
Convite ao valor
Convite ao valor
Convite ao valor
Convite ao valor
Convite ao valor
Convite ao valor

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimirO homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
Antonio SSantos
 
Educação e Espiritismo
Educação e EspiritismoEducação e Espiritismo
Educação e Espiritismo
grupodepaisceb
 
Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco espírito joanna d...
Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco   espírito joanna d...Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco   espírito joanna d...
Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco espírito joanna d...
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Evoluindo sempre 2
Evoluindo sempre 2Evoluindo sempre 2
Evoluindo sempre 2
jomeara
 

Mais procurados (20)

4ª Oficina dos sentimentos
4ª  Oficina dos sentimentos 4ª  Oficina dos sentimentos
4ª Oficina dos sentimentos
 
3ª Oficina dos sentimentos
3ª Oficina dos sentimentos 3ª Oficina dos sentimentos
3ª Oficina dos sentimentos
 
Segunda parte v evolução - virtude
Segunda parte   v evolução - virtudeSegunda parte   v evolução - virtude
Segunda parte v evolução - virtude
 
Amor e auto amor
Amor e auto amorAmor e auto amor
Amor e auto amor
 
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimirO homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
 
O homem integral fatores de perturbação
O homem integral   fatores de perturbaçãoO homem integral   fatores de perturbação
O homem integral fatores de perturbação
 
Estranhos rumos seguros roteiros - O Homem Integral - Cap II
Estranhos rumos seguros roteiros  - O Homem Integral - Cap IIEstranhos rumos seguros roteiros  - O Homem Integral - Cap II
Estranhos rumos seguros roteiros - O Homem Integral - Cap II
 
6 ª Oficina dos sentimentos
6 ª Oficina dos sentimentos 6 ª Oficina dos sentimentos
6 ª Oficina dos sentimentos
 
Segunda parte iv iluminação - realização
Segunda parte   iv iluminação - realizaçãoSegunda parte   iv iluminação - realização
Segunda parte iv iluminação - realização
 
Educação e Espiritismo
Educação e EspiritismoEducação e Espiritismo
Educação e Espiritismo
 
Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco espírito joanna d...
Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco   espírito joanna d...Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco   espírito joanna d...
Momentos de meditação (psicografia divaldo pereira franco espírito joanna d...
 
Palestra Espírita - O espiritismo como educação
Palestra Espírita - O espiritismo como educaçãoPalestra Espírita - O espiritismo como educação
Palestra Espírita - O espiritismo como educação
 
Juventude unidade ii
Juventude unidade iiJuventude unidade ii
Juventude unidade ii
 
A virtude no seu grau mais elevado
A virtude no seu grau mais elevadoA virtude no seu grau mais elevado
A virtude no seu grau mais elevado
 
( Espiritismo) # - a e e - 3º p e e
( Espiritismo)   # - a e e - 3º p e e( Espiritismo)   # - a e e - 3º p e e
( Espiritismo) # - a e e - 3º p e e
 
A mediunidade em época de transição (saara nousiainen)
A mediunidade em época de transição (saara nousiainen)A mediunidade em época de transição (saara nousiainen)
A mediunidade em época de transição (saara nousiainen)
 
Mediunidade o que é isso apostila 022
Mediunidade o que é isso   apostila 022Mediunidade o que é isso   apostila 022
Mediunidade o que é isso apostila 022
 
Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40
 
Evoluindo sempre 2
Evoluindo sempre 2Evoluindo sempre 2
Evoluindo sempre 2
 
Evoluindo sempre 2
Evoluindo sempre 2Evoluindo sempre 2
Evoluindo sempre 2
 

Semelhante a Convite ao valor

Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010
Dalila Melo
 
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
Artomy Jado
 

Semelhante a Convite ao valor (20)

7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos 7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos
 
Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010
 
Roteiro lição 31
Roteiro lição 31Roteiro lição 31
Roteiro lição 31
 
O valor do tempo
O valor do tempoO valor do tempo
O valor do tempo
 
( Espiritismo) # - a e e - 3º p e e
( Espiritismo)   # - a e e - 3º p e e( Espiritismo)   # - a e e - 3º p e e
( Espiritismo) # - a e e - 3º p e e
 
A Educação da Criança e do Adolescente para a Prática das Virtudes no Lar e n...
A Educação da Criança e do Adolescente para a Prática das Virtudes no Lar e n...A Educação da Criança e do Adolescente para a Prática das Virtudes no Lar e n...
A Educação da Criança e do Adolescente para a Prática das Virtudes no Lar e n...
 
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
 
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
 
Capitulo IV Pluralidade das existencias
Capitulo IV   Pluralidade das existenciasCapitulo IV   Pluralidade das existencias
Capitulo IV Pluralidade das existencias
 
Reecarnacao e evolucao
Reecarnacao e evolucaoReecarnacao e evolucao
Reecarnacao e evolucao
 
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
A109 EAE DM - RECURSOS DO CRISTÃO - 20200604v2
 
( Espiritismo) # - abrade - conclave de lideres espiritas
( Espiritismo)   # - abrade - conclave de lideres espiritas( Espiritismo)   # - abrade - conclave de lideres espiritas
( Espiritismo) # - abrade - conclave de lideres espiritas
 
Xxv encontro educação do espirito - 01
Xxv encontro   educação do espirito - 01Xxv encontro   educação do espirito - 01
Xxv encontro educação do espirito - 01
 
Xxv encontro educação do espirito - 01
Xxv encontro   educação do espirito - 01Xxv encontro   educação do espirito - 01
Xxv encontro educação do espirito - 01
 
Xxv encontro educação do espirito
Xxv encontro   educação do espiritoXxv encontro   educação do espirito
Xxv encontro educação do espirito
 
teologia moral
teologia moralteologia moral
teologia moral
 
Educacao
EducacaoEducacao
Educacao
 
Educacao
EducacaoEducacao
Educacao
 
Mereça ser feliz!
Mereça ser feliz!Mereça ser feliz!
Mereça ser feliz!
 
Portfólio Digital - Ultimatom Cursos & Palestras
Portfólio Digital - Ultimatom Cursos & PalestrasPortfólio Digital - Ultimatom Cursos & Palestras
Portfólio Digital - Ultimatom Cursos & Palestras
 

Mais de Eduardo Manoel Araujo

Mais de Eduardo Manoel Araujo (20)

Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
Queremos realmente evitar 80% das mortes por Covid19?
 
O que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasilO que mata hoje no brasil
O que mata hoje no brasil
 
Pureza
PurezaPureza
Pureza
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
 
Ecologia integral enciclica do papa francisco
Ecologia integral   enciclica do papa franciscoEcologia integral   enciclica do papa francisco
Ecologia integral enciclica do papa francisco
 
Termo de referencia vivendo com jesus
Termo de referencia   vivendo com jesusTermo de referencia   vivendo com jesus
Termo de referencia vivendo com jesus
 
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa FranciscoTeses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
Teses da encíclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Conduta evangelica
Conduta evangelicaConduta evangelica
Conduta evangelica
 
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espiritoEsperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
Esperanca - sementeira de coragem no solo do espirito
 
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viiiQuadro comparativo dos espiritos em expiacao   o ceu e o inferno - viii
Quadro comparativo dos espiritos em expiacao o ceu e o inferno - viii
 
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestresO céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
 
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII  de: O céu e o infernoDinâmica - capitulo VII  de: O céu e o inferno
Dinâmica - capitulo VII de: O céu e o inferno
 
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
O Céu e o Inferno - capítulo VII - Código penal da vida futura 1 a 8
 
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terraA carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
A carta magna da paz - Cap II - regiões de reequilíbrio na terra
 
Vivência com consciência espírita
Vivência com consciência espíritaVivência com consciência espírita
Vivência com consciência espírita
 
Bem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansosBem aventurados os mansos
Bem aventurados os mansos
 
Atitude Espírita
Atitude EspíritaAtitude Espírita
Atitude Espírita
 
Nossos filhos
Nossos filhosNossos filhos
Nossos filhos
 
Orgulho e humildade
Orgulho e humildadeOrgulho e humildade
Orgulho e humildade
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 

Último (8)

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 

Convite ao valor

  • 2. VALOR • qualidade humana física, intelectual ou moral, que desperta admiração ou respeito. – "o v. inestimável daquele cientista" • utilidade, préstimo, serventia. • "sua ajuda foi de grande v." • reconhecimento, importância, consideração. • "dar v. aos amigos" • série de traços culturais, ideológicos, institucionais, morais etc. definidos de maneira sistemática ou em sua coerência interna. • "valores da família, da tradição, da vida militar" • conjunto de princípios ou normas que, por corporificar um ideal de perfeição ou plenitude moral, deve ser buscado pelos seres humanos. Fonte: www.google.com.br
  • 3. Convite ao Valor Sem qualquer demérito para esses lídimos construtores do progresso e do bem, o valor é um estado de ânimo alentado, a prolongar-se paulatinamente cada dia e a toda hora, com firmeza no ideal do bem, embora as dificuldades a vencer e os óbices a transpor. Todavia, permanecer fiel no mundo de turbações, enfrentando acrimônias e torpezas com elevação de espírito, somente será possível se dotado do valor da fé para não desanimar nem se corromper. O valor é disposição conscientemente adotada para o sacrifício.
  • 4. Convite ao Valor Revela-se na intimidade do lar, onde se caldeiam necessidades espirituais, no ajustamento familial, entre espíritos díspares; no labor da oficina onde se adquire o pão, mediante a firmeza nos atos de austeridade moral, em cujo convívio se arregimentam ou exteriorizam paixões; nas relações sociais, em cuja esfera se cruzam interesses nem sempre elevados, mantendo continência e fraternidade; nas atividades religiosas e comunitárias sob a égide da caridade, sem descer aos melindres, nem tricas mui comuns, que engendram infelizes processos de desgastes de forças e desagregação do trabalho... A coragem de vencer-se antes que pretender vencer o próximo, de desculpar antes que esperar desculpado e de amar não obstante desaires e desencantos, revela o cristão, o legítimo homem de valor.
  • 5. VALORES • Quais os valores vigentes e quais os valores espirituais ou transcendentes? • O que é uma pessoa de valor? • Quais os exemplos destas pessoas? Por que eles tem valor? • O que são valores para você? • Por que desenvolver valores? • Como desenvolver valores? • O que valorizamos e o que precisamos valorizar? E como valorizar?
  • 6. A arte como veículo de transformação Um toque de humor Vídeo do Youtube Canal Amigos da Luz
  • 7.
  • 8. Reflexão Quem somos nós? Onde estamos? Por que estamos aqui? Qual o objetivo de tudo isto?
  • 9. O que é um espírito de valor?
  • 10. Reflexão Valores que são predominantes em nossa sociedade hoje Aparência, Fama, Prazer (Poder) Valores para o espírito Sabedoria - Valorizar o nosso processo de auto-desenvolvimento Sabedoria - Valorizar nossa realidade espiritual essencial Sabedoria - Valorizar o fato de a matéria ser energia Amor - A energia que vibramos Amor - Atitude amorosa Por que cultivar valores? Para reduzir o sofrimento Para aprender a amar Para evoluir Como cultivar valores? Nutrindo nossa presença espiritual Colocando nosso autodesenvolvimento em primeiro plano Agindo com empatia
  • 12. Valores nas Parábolas Meu reino não é deste mundo Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo Bem aventurados os aflitos O Cristo consolador Bem aventurados os pobres de espírito Bem-aventurados os que tem puro o coração Bem-aventurados os brandos e pacíficos Bem-aventurados os que são misericordiosos Amar o próximo como a si mesmo Amar os vossos inimigos
  • 13. Valores nas Parábolas Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a direita Honrai a vosso pai e a vossa mãe Fora da caridade não há salvação Não se pode servir a Deus e a Mamon Sede perfeitos como perfeito é o vosso Pai Os trabalhadores da última hora Haverá falsos Cristos e falsos profetas Não ponhais a candeia debaixo do alqueire Buscai e achareis – Pedi e obtereis Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes
  • 14. II – Meu reino não é deste mundo Uma realeza terrestre 8. Quem melhor do que eu pode compreender a verdade destas palavras de Nosso Senhor: "O meu reino não é deste mundo"? O orgulho me perdeu na Terra. Quem, pois, compreenderia o nenhum valor dos reinos da Terra, se eu o não compreendia? Que trouxe eu comigo da minha realeza terrena? Nada, absolutamente nada. Fonte: Evangelho segundo o espiritismo – Allan Kardec
  • 15. XVI – Não podeis servir a Deus e a Mamon O desapego aos bens terrenos consiste em apreciá-los no seu justo valor, em saber servir-se deles em benefício dos outros e não apenas em benefício próprio, em não sacrificar por eles os interesses da vida futura, em perdê-los sem murmurar, caso apraza a Deus retirá-los.
  • 17. Livro dos Espíritos 914. Fundando-se o egoísmo no sentimento do interesse pessoal, bem difícil parece extirpá-lo inteiramente do coração humano. Chegar-se-á a consegui-lo? “À medida que os homens se instruem acerca das coisas espirituais, menos valor dão às coisas materiais. Depois, necessário é que se reformem as instituições humanas que o entretêm e excitam. Isso depende da educação.”
  • 18. O Problema do Ser do Destino e da Dor Léon Denis
  • 19. VALORES Numa sociedade bem organizada, cada cidadão classificar-se-á de acordo com o seu valor pessoal e o grau de sua evolução, em proporção com sua cota social. O ser deve aperfeiçoar, embelezar incessantemente sua natureza íntima, aumentar o valor próprio, construir o edifício da consciência – tal é o fim de sua elevação. Saí para sempre do estado inferior do ser ignorante, inconsciente de seu valor e poder; “O homem é o obreiro de sua libertação.” Ele atinge o estado completo de liberdade pelo cultivo íntimo e pela valorização de suas potências ocultas. Fonte: O Problema do Ser do Destino e da Dor – Leon Denis O homem só é grande, só tem valor pelo seu pensamento; por ele suas obras irradiam e se perpetuam através dos séculos.
  • 21. VALORES O educador oferece ao educando os elementos de que ele necessita para integrar-se no meio cultural e poder experimentar por si mesmo os valores vigentes, rejeitando-os, aceitando-os ou reformulando-os mais tarde, quando amadurecer para isso. O fenômeno de transmissão da cultura através das gerações explica as metamorfoses educacionais. A reelaboração da experiência, segundo a tese de Dewey, implica o aproveitamento dos valores adquiridos pela cultura anterior. Fonte: Pedagogia Espírita – José Herculano Pires
  • 23. VALORES A necessidade do Autodescobrimento torna-se inadiável, favorecendo a recuperação para o estado de harmonia, crescimento dos valores intrínsecos latentes, facultando identificar-lhe os limites e as dependências, as aspirações verdadeiras e as falsas, os embustes do ego e as imposturas da ilusão. A consciência condutora é o Si eterno, o espírito imortal, preexistente e sobrevivente, realizando inúmeras experiências da evolução, trabalhando em cada uma, os valores que lhe jazem adormecidos – Deus em nós. Fonte: Evangelho e auto-descobrimento – José Luiz Maio - pdf
  • 24.
  • 25. Pessoa de Valor Valoriza as coisas espirituais sua natureza espiritual a energia que vibra seu processo de auto-educação a natureza espiritual das outras pessoas e dos outros seres a relação com o plano espiritual o apoio espiritual as pessoas sabe que a matéria é energia Dá o valor adequado as coisas materiais cuidado com a saúde do corpo (alimentação, higiene, exercícios,…) cuidado com a sobrevivência administra o poder e a riqueza a serviço da evolução da sociedade
  • 26. Harmonia com a criação, com Deus Harmonia com o outro Harmonia consigo mesmo Harmonia com a natureza Pessoa de Valor
  • 27. REFLEXÃO SOBRE O MECANISMO DE APRENDIZADO COM OS ERROS PARA ELIMINAÇÃO DOS VÍCIOS ERRO ciclo InconscientePERCEPÇÃO ciclo de percepção consciente REMORSO & ARREPENDIMENTO ciclo de sentimento consciente REPARAÇÃO ciclo de ação consciente Para cada padrão de comportamento vicioso passamos por estes ciclos até a completa aprendizagem Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas APRENDIZADO superação dos ciclos
  • 28. REFLEXÃO SOBRE O MECANISMO DE APRENDIZADO DAS VIRTUDES VIRTUDE ciclo inconscientePERCEPÇÃO ciclo de percepção consciente INSPIRAÇÃO ciclo de sentimento consciente REALIZAÇÃO ciclo de ação consciente Para cada padrão de comportamento virtuoso passamos por estes ciclos até a completa aprendizagem Fonte: Eduardo Manoel Araujo – palestras em casas espíritas APRENDIZADO incorporação da virtude
  • 29. O programa de educação em valores humanos O que são? Transformação da Sociedade pela Educação da Cultura do Caráter Fonte: Dalila Melo – Slide Share
  • 30.
  • 31. SUB-VALORES DO AMOR: • O Amor pressupõe: Amizade Dedicação Generosidade Caridade Gratidão Perdão Compaixão Compreensão Simpatia. Alegria Comprometimento
  • 32. Fonte: Evangelho e auto-descobrimento – José Luiz Maio - pdf
  • 33. Exercício Pessoal O que, o por que e o como estão claros. Então vamos à prática! Que valores são predominantes em minha vida? O que eu mais valorizo hoje? (3 a 5 itens no máximo) Que mudanças nestes valores eu percebo que são importantes fazer? (reduzir, reforçar, incluir) Exercício para casa: Que estratégias eu vou utilizar para realizar esta mudança?
  • 35. Histórico 2015 – Estudo conduzido na SER 03/2016 – Palestra no CE Allan Kardec
  • 37. É UM PROCESSO DE DESPERTAR OÉ UM PROCESSO DE DESPERTAR O DESENVOLVIMENTO CONSCIENTE DODESENVOLVIMENTO CONSCIENTE DO POTENCIAL CRIATIVO, TRANSFORMADORPOTENCIAL CRIATIVO, TRANSFORMADOR E AMOROSO DO SER HUMANO INTEGRALE AMOROSO DO SER HUMANO INTEGRAL – CORPO, MENTE E ESPÍRITO –– CORPO, MENTE E ESPÍRITO – QUE SOMOS.QUE SOMOS.
  • 41. O programa de educação em valores humanos O que são? Transformação da Sociedade pela Educação da Cultura do Caráter Fonte: Dalila Melo – Slide Share
  • 42. Descontração “Tirando da gaveta” • O que são valores para você? • Que valores materiais o impedem de vivenciar os verdadeiros valores? • Que valor você quer levar em sua viagem ao findar o seu tempo na Terra?
  • 43. Educação do nível físico- Ação correta A determinação para o bem é a ação correta. Não há luta nem julgamentos. O sol não luta com a escuridão. Ele simplesmente vai iluminando e faz raiar o dia. Ação correta é diferente de ação certa. Esta última nos mantém presos aos julgamentos, pois, se existe a certa, a ação errada continua focada pela nossa mente e pela nossa atenção. A ação correta não é um ato isolado, é um processo que vai permeando a nossa vida. “Agir corretamente é capacitar o ser para que se manifeste plenamente no mundo externo.”
  • 44. SUB-VALORES DA AÇÃO CORRETA: • Ação correta pressupõe: Dever Ética Honradez Responsabilidade Respeito Esforço Simplicidade Coragem Integridade Iniciativa Perseverança
  • 45. Educação do nível emocional- Paz Aprenda com o coelho a sua agilidade e não a sua timidez Aprenda com a tartaruga a sua persistência e não a sua vagareza Aprenda com a ovelha a sua ingenuidade e não a sua covardia Aprenda com o gato a sua independência e não A sua deslealdade O respeito pela diferença é a raiz da integração e o caminho para a Paz. A paz é o resultado da harmonia na diversidade. É a substituição do julgamento pelo discernimento.
  • 46. SUB-VALORES DA PAZ: • Paz inclui: Calma Silêncio interior Tranqüilidade Paciência Tolerância Auto -controle Contentamento
  • 47. Educação do nível intelectual- Verdade A verdade não é algo que eu sei. É aquilo que plenamente eu sou. Verdade é a expressão integra das minhas potencialidades. Não é aquilo que eu expresso como verdadeiro, mas sim aquilo que verdadeiramente sou e expresso. A verdade é o primeiro valor que desperta em nosso ser. Quando descobrimos a verdade sobre nós mesmos, quem somos, e sobre o mundo, é que os demais valores são ativados. A verdade não tem limites de tempo e espaço. Para todos os climas, para todos os países, para todos os tempos, a verdade é a mesma
  • 48. SUB-VALORES DA VERDADE: • A Verdade inclui : Honestidade Justiça Interesse pelo conhecimento Auto análise Sinceridade Coerência Exatidão Imparcialidade Discernimento Integridade
  • 49. Educação do nível psíquico - Amor O amor como pensamento é verdade. O amor como ação é Ação-correta O amor como sentimento é Paz O amor como compreensão é Não-Violência O amor é o impulso que nos mobiliza para a criação. O conhecimento sem amor gera preconceitos e antagonismos, e nos leva ao confronto e à destruição..
  • 50. SUB-VALORES DO AMOR: • O Amor pressupõe: Amizade Dedicação Generosidade Caridade Gratidão Perdão Compaixão Compreensão Simpatia. Alegria Comprometimento
  • 51. Educação do nível espiritual- Não violência O propósito da criação é o amor. Se olho e não vejo, Se ouço e não escuto, Se toco e não sinto, Se conheço e não sei, Já matei a mim e ao mundo. Já cometi a violência de ignorar a criação e o amor. A não – violência é a combinação de todos os valores. É a conquista do ser humano que ama e não fere, não magoa, não machuca, como ação, reação ou proteção. A violência não é só um ato físico. Saber ver, ouvir, compreender, sentir, são todos atos não violentos, embasados na prática dos VALORES HUMANOS.
  • 52. SUB-VALORES DA NÃO-VIOLÊNCIA: • A Não Violência exige: Fraternidade Cooperação Respeito à cidadania Respeito à natureza Respeito pelas diferenças raciais, religiosas, culturais Solidariedade. Perdão.
  • 53. Objetivos: que a escola possa resgatar na criança certos valores como: • COLABORAÇÃO – "QUER UMA MÃOZINHA"? • CONVIVÊNCIA _ " COM LICENÇA?" • ATENÇÃO _ " FALOU COMIGO?" • HONESTIDADE _ "NÃO FUI EU." • RESPEITO _ "E EU COM ISSO?" • NUTRIÇÃO _ "VERDURA? SIM!" • RESPONSABILIDADE _ " DEIXA QUE EU FAÇO!" • GENEROSIDADE _ " É MEU, MAS EMPRESTO!"
  • 54. Aprender a se amar para amar o mundo Esta é a base da educação em valores humanos

Notas do Editor

  1. Começar contando a estória do pai que estava tentando trabalhar e a criança lhe rodeando e “perturbando”, ele pega uma página de uma revista que contém um mapa do mundo e pica em pedacinhos e dá para a criança o desafio de montar o quebra-cabeça. O pai fica surpreso quando em poucos instantes a criança volta mostrando a figura montada. Como fez isso? Foi fácil, do outro lado tinha a figura de um homem, eu consertei o homem e o mundo estava consertado. Fazer interação com o público para que venham exemplos da realidade deles.
  2. Verdade - é a verdade absoluta, eterna e imutável (Deus). A purificação da mente, o controle dos sentidos, a pesquisa interior e a harmonização das emoções nos capacitam a reconhercer o quantum de energia cósmica que vibra em nós, mostrando-nos a comunhão com o todo e a verdade. A intuição e a inspiração nos põem em contato com o absoluto. A verdade relativa é aquela que se percebe através dos sentidos físicos e sobre a qual se emite julgamento, sendo portanto variável conforme as experiências. O julgamento depende do meu conceito de bem e mal. Assim o que é bom para mim pode não ser bom para o outro. O que devemos desenvolver é o discernimento e evitar o julgamento. O discernimento procura compreender. Em uma postura de aprendizado diante da diversidade está a nossa real possibilidade crescimento.
  3. Ação correta - nossa personalidade assume papéis, e assim enfrenta forças opostas e conflitantes ao viver a natureza sensorial em busca da vivência divina. Descobrir quem somos é a razão da nossa vida. Agir corretamente é ouvir a voz interna que contribui para o crescimento da criatividade e do talento em busca do autoconhecimento e do bem comum. Consumir x comungar (Jean Yves Leloup) Integridade: Pensar / Sentir / Falar / Agir
  4. Amor - é a energia inesgotável que move o mundo, os universos e os seres. É a força de criação, coesão e sustentação da vida. O amor é a energia de unidade e transformação. Vivemos num universo dual entre pares de opostos e a relatividade; o amor é o impulso da integração.
  5. Paz - é a base da felicidade humana. A eliminação da desordem interior criada pelas emoções em ondas sucessivas e pela formação incessante de pensamentos e desejos permite a experiência da paz. A mente disciplinada é o elo de ligação entre a personalidade e o espírito. Exercício: Relaxamento, Meditação, Lembrança boa, Sensações, Volta > contar para a pessoa do lado como foi.
  6. Mansuetude, Não violência - é a mais elevada conquista da personalidade humana. O ser humano que conquistou a si mesmo é manso de coração, incapaz de ferir algo ou alguém, por pensamentos, palavras ou atitudes. Respeitar as leis naturais, os seres e coisas criadas com humildade e sabedoria é vivenciar a não-violência como valor absoluto. Respeito ao outro e a tudo na criação.