SlideShare uma empresa Scribd logo
BACTÉRIAS
professora : Adrianne
Mendonça
CARACTERIZAÇÃO GERAL
 O Reino
Monera é
formado por
organismos
procariontes,
como as
bactérias e
cianobactérias
(cianoficeas ou
algas azuis )
CARACTERIZAÇÃO GERAL
 As bactérias são os menores e mais simples seres
vivos que primeiro habitaram o planeta há cerca
de 2 bilhões de anos, originando todos os demais
seres vivos.
 Notoriamente conhecidas como causadoras de
doenças, em um grande número de situações
contradizem essa impressão, mostrando-se úteis
quimica e ecologicamente.
 Seres vivos mais adaptados da Biologia, vivem em todos
os habitats conhecidos, tendo vasta distribuição, podendo
ser encontradas desde os pólos até as fossas abissais, em
cima dos objetos, na superfície da pele, nos corpos em
decomposição ou no interior dos organismos vivos.
 Em cada grama de solo cultivável existem de 100.000.000
a 2.500.000.000 bactérias vivas.
 No interior do intestino humano encontra-se uma flora
bacteriana que nos auxilia na síntese de vitamina K e do
complexo B. Cerca de 70% do peso seco das fezes
humanas é constituído por esporos de bactérias.
ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL
As bactérias são unicelulares procariontes ( ausência de
organização nuclear e complexidade citoplasmática)
Elementos Genéticos em Staphylococcus aureus.
Bacterias
Bacterias
METABOLISMO DAS BACTÉRIAS
 NUTRIÇÃO
Maioria são heterótrofas: Decompositoras ou Parasitas.
Algumas realizam:
FOTOSSÍNTESE BACTERIANA
6CO2
+ 12H2
S (LUZ) C6
H12
O6
+ 6H2
O + 6S2
QUIMIOSSÍNTESE (Síntese de matéria orgânica a partir de reações químicas)
6CO2
+ 12H2
O ------ C6
H12
O6
+ 6H2
O + 6O2
 RESPIRAÇÃO
- Aeróbia: Só vivem na presença de O2
livre.
- Anaeróbia: Não necessitam de O2,
realizam fermentação ou
putrefação Ex.: Clostridium tetani (Bactéria do tétano).
- Facultativos: Vivem a presença ou ausência de oxigênio
IMPORTÂNCIA DAS BACTÉRIAS
 DECOMPOSITORAS: devolvendo ao meio ambiente as
moléculas que estavam na estrutura dos seres vivos e na
composição de seus dejetos, reciclam e fertilizam o solo,
garantindo a continuidade da vida.
 FIXAÇÃO DO NITROGÊNIO ATMOSFÉRICO (N2
) em suas
estruturas celulares. Outras liberam nitratos (NO-
3
) no solo,
fertilizando-o.
 ALIMENTOS - na produção de iogurtes, queijos, leites
fermentados, vinagre e bebidas.
 PRODUZEM antibióticos, vitaminas, acetona, metanol,
butanol e outros.
IMPORTÂNCIA DAS BACTÉRIAS
 TRATAMENTO DE ESGOTOS na degradação dos resíduos
orgânicos. Nas usinas de reciclagem de lixo, são utilizadas
na produção de adubos de compostagem.
 BIOTECNOLOGIA : São as principais ferramentas da
engenharia genética
 CIRURGIA PLÁSTICA :A toxina botulínica, produzida pelas
bactérias da espécie Clostridium botulinum tem a capacidade
de paralisar a musculatura, relaxando-a. É conhecida pelo
nome comercial de Botox, muito usada pelos cirurgiões
plásticos, em pequenas quantidades, para a atenuação de
rugas e marcas de expressão .
•Antraz
•Botulismo
•Cárie
•Cólera
•Coqueluche
•Disenteria bacilar
•Doença Periodontal
•Febre Tifóide
•Gangrena Gasosa
•Gastroenterites
•Gonorréia
•Hanseníase (Lepra)
•Intoxicação Alimentar
•Meningite
•Pneumonia
•Sífilis
•Tétano
•Tuberculose
PRINCIPAIS BACTERIOSES HUMANAS
•Medicamentos produzidos
especificamente para atuar nas
células bacterianas, impedindo sua
reprodução (bacteriostáticos) ou
destruindo-as (bactericida).
•O exame para a definição do
tratamento de uma doença
bacteriana é o antibiograma, que
consiste em cultivar as bactérias
que causam a doença na pessoa e
testar qual antibiótico é mais
efetivo para o tratamento.
ANTIBIÓTICOS
Bactérias - Reprodução Assexuada
Bactérias - Reprodução Sexuada
CIANOBACTÉRIAS
http://www.iie.com.br/bacterias.htm
.
As cianobactérias podem
ser encontradas na água
doce, salgada ou salobra,
no solo úmido, sobre a
casca de árvores, rochas ou
até mesmo em fontes
termais com temperatura
superior a 80ºC!
CIANOBACTÉRIAS
Nutrição( fotossíntese)
6 CO2
+ 12 H2
0 + energia da luz -> C6
H12
O6
+ 6 O2
Reprodução
Na assexuada, por bipartição ou cissiparidade.
As colônias filamentosas de algas podem reproduzir-se
assexuadamente por um processo chamado de hormogonia:
pequenos fragmentos da colônia se separam, formando novos
filamentos coloniais.Em condições desfavoráveis as
cianofíceas formam os acinetos, semelhantes aos esporos das
bactérias.
.
IMPORTÂNCIA
Assim como certas bactérias, elas
possuem a capacidade de fixar o
nitrogênio (N2
) do ar transformando
em nitratos (NO-
3
), fertilizando o
solo, oceanos, rios e lagos.
Têm extraordinária capacidade de
adaptação aos mais diversos tipos
de ambientes, por isso constituem-
se em excelentes colonizadores
(pioneiras na sucessão ecológica) e
indicadores de poluição.
.
Obrigada

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
profatatiana
 
Reino protista protozoarios
Reino protista protozoariosReino protista protozoarios
Reino protista protozoarios
Iuri Fretta Wiggers
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
Evandro Batista
 
Fungos
FungosFungos
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
Juliana Mendes
 
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidadeAula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Hamilton Nobrega
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
Raphaell Garcia
 
Doenças causadas por bacterias
Doenças  causadas por bacteriasDoenças  causadas por bacterias
Doenças causadas por bacterias
Adrianne Mendonça
 
Aula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia BactériasAula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia Bactérias
Tiago da Silva
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
Elizabete Costa
 
Fungos
FungosFungos
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Silvana Sanches
 
Doenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosDoenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoários
Marcos Santos
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
Gabriela de Lima
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
DeaaSouza
 
Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano
guest3519e1
 
Algas aula
Algas aulaAlgas aula
Algas aula
Marcos Santos
 
Doenças Causadas Por Bactérias
Doenças Causadas Por BactériasDoenças Causadas Por Bactérias
Doenças Causadas Por Bactérias
Simone Miranda
 
Células
CélulasCélulas
Células
Killer Max
 
Aula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaAula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia Básica
Jaqueline Almeida
 

Mais procurados (20)

Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Reino protista protozoarios
Reino protista protozoariosReino protista protozoarios
Reino protista protozoarios
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidadeAula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
 
Doenças causadas por bacterias
Doenças  causadas por bacteriasDoenças  causadas por bacterias
Doenças causadas por bacterias
 
Aula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia BactériasAula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia Bactérias
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
 
Doenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosDoenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoários
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano
 
Algas aula
Algas aulaAlgas aula
Algas aula
 
Doenças Causadas Por Bactérias
Doenças Causadas Por BactériasDoenças Causadas Por Bactérias
Doenças Causadas Por Bactérias
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Aula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaAula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia Básica
 

Destaque

Slide bacterias
Slide bacteriasSlide bacterias
Slide bacterias
Jordan Rodrigues
 
Bactérias
BactériasBactérias
Fungos
FungosFungos
Caracteristica gerais dos fungos
Caracteristica gerais dos fungosCaracteristica gerais dos fungos
Caracteristica gerais dos fungos
FATEC Cariri
 
Leveduras trabalho
Leveduras trabalhoLeveduras trabalho
Leveduras trabalho
Aline Sousa
 
Bacterias
BacteriasBacterias
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de AlimentosMicrobiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Carlos Arroxelas
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
FungosFungos
Fungos
profatatiana
 
Biologia bactérias
Biologia   bactériasBiologia   bactérias
Biologia bactérias
Filho João Evangelista
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
Jô Darc Feitosa
 
Introdução às algas
Introdução às algas Introdução às algas
Introdução às algas
Nome Sobrenome
 
Aula algas (21 04-12)
Aula algas (21 04-12)Aula algas (21 04-12)
Aula algas (21 04-12)
BotanicaCPVA
 
Slide e resumo: Reino monera
Slide e resumo: Reino moneraSlide e resumo: Reino monera
Slide e resumo: Reino monera
Ronanzito
 
Trabalho Riscos BiolóGicos
Trabalho Riscos BiolóGicosTrabalho Riscos BiolóGicos
Trabalho Riscos BiolóGicos
Cintia Rocha de Alvarenga
 
II.2 Reino Morena
II.2 Reino MorenaII.2 Reino Morena
II.2 Reino Morena
Rebeca Vale
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
Nati2011Ferrazza
 
Bacterias
BacteriasBacterias
Bacterias
Verónica Rosso
 
Superbactérias 1
Superbactérias 1Superbactérias 1
Superbactérias 1
manoelzito
 
Algas
AlgasAlgas

Destaque (20)

Slide bacterias
Slide bacteriasSlide bacterias
Slide bacterias
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Caracteristica gerais dos fungos
Caracteristica gerais dos fungosCaracteristica gerais dos fungos
Caracteristica gerais dos fungos
 
Leveduras trabalho
Leveduras trabalhoLeveduras trabalho
Leveduras trabalho
 
Bacterias
BacteriasBacterias
Bacterias
 
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de AlimentosMicrobiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Biologia bactérias
Biologia   bactériasBiologia   bactérias
Biologia bactérias
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Introdução às algas
Introdução às algas Introdução às algas
Introdução às algas
 
Aula algas (21 04-12)
Aula algas (21 04-12)Aula algas (21 04-12)
Aula algas (21 04-12)
 
Slide e resumo: Reino monera
Slide e resumo: Reino moneraSlide e resumo: Reino monera
Slide e resumo: Reino monera
 
Trabalho Riscos BiolóGicos
Trabalho Riscos BiolóGicosTrabalho Riscos BiolóGicos
Trabalho Riscos BiolóGicos
 
II.2 Reino Morena
II.2 Reino MorenaII.2 Reino Morena
II.2 Reino Morena
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Bacterias
BacteriasBacterias
Bacterias
 
Superbactérias 1
Superbactérias 1Superbactérias 1
Superbactérias 1
 
Algas
AlgasAlgas
Algas
 

Semelhante a Bacterias

APOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdf
APOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdfAPOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdf
APOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdf
ProfFelipeSoaresQumi
 
14816 aula 01-a_ciência_microbiologia
14816 aula 01-a_ciência_microbiologia14816 aula 01-a_ciência_microbiologia
14816 aula 01-a_ciência_microbiologia
Hamilton Aguiar
 
Biologia: Bactérias
Biologia: BactériasBiologia: Bactérias
Biologia: Bactérias
Estude Mais
 
Resumo sobre seres microscópicos
Resumo sobre seres microscópicosResumo sobre seres microscópicos
Resumo sobre seres microscópicos
ladyacp
 
REINOMonera2020.pptx
REINOMonera2020.pptxREINOMonera2020.pptx
REINOMonera2020.pptx
MarinaAndrade100
 
Aula de bacterias pdf104201112530
Aula de bacterias pdf104201112530Aula de bacterias pdf104201112530
Aula de bacterias pdf104201112530
Jerson Dos Santos
 
Microbiologia
MicrobiologiaMicrobiologia
Microbiologia
Claudio Ribeiro
 
BactéRias
BactéRiasBactéRias
BactéRias
guestbe7346
 
Reino monera prof Ivanise Meyer
Reino monera prof Ivanise MeyerReino monera prof Ivanise Meyer
Reino monera prof Ivanise Meyer
Ivanise Meyer
 
REINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO
REINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIOREINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO
REINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO
gbast3
 
Fungos apresentação para você fazer paro
Fungos apresentação para você fazer paroFungos apresentação para você fazer paro
Fungos apresentação para você fazer paro
MarcosOntonio
 
BactéRias..
BactéRias..BactéRias..
BactéRias..
guestbe7346
 
Bactérias
BactériasBactérias
Slide microbiologia2 2
Slide microbiologia2  2Slide microbiologia2  2
Slide microbiologia2 2
Inês Santos
 
Slide microbiologia2 2
Slide microbiologia2  2Slide microbiologia2  2
Slide microbiologia2 2
Inês Santos
 
Microbiologia modulo1
Microbiologia modulo1Microbiologia modulo1
Microbiologia modulo1
Terceiro Calhau
 
Moneras
MonerasMoneras
A microbiologia dos alimentos e a
A microbiologia dos alimentos e aA microbiologia dos alimentos e a
A microbiologia dos alimentos e a
Catarina Schmidt
 
Microbiologia
MicrobiologiaMicrobiologia
Microbiologia
Joana_Vilela
 
Microbiologia
MicrobiologiaMicrobiologia
Microbiologia
Joana_Vilela
 

Semelhante a Bacterias (20)

APOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdf
APOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdfAPOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdf
APOSTILÃO MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA PROF FELIPE.pdf
 
14816 aula 01-a_ciência_microbiologia
14816 aula 01-a_ciência_microbiologia14816 aula 01-a_ciência_microbiologia
14816 aula 01-a_ciência_microbiologia
 
Biologia: Bactérias
Biologia: BactériasBiologia: Bactérias
Biologia: Bactérias
 
Resumo sobre seres microscópicos
Resumo sobre seres microscópicosResumo sobre seres microscópicos
Resumo sobre seres microscópicos
 
REINOMonera2020.pptx
REINOMonera2020.pptxREINOMonera2020.pptx
REINOMonera2020.pptx
 
Aula de bacterias pdf104201112530
Aula de bacterias pdf104201112530Aula de bacterias pdf104201112530
Aula de bacterias pdf104201112530
 
Microbiologia
MicrobiologiaMicrobiologia
Microbiologia
 
BactéRias
BactéRiasBactéRias
BactéRias
 
Reino monera prof Ivanise Meyer
Reino monera prof Ivanise MeyerReino monera prof Ivanise Meyer
Reino monera prof Ivanise Meyer
 
REINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO
REINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIOREINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO
REINO MONERA - ASSUNTO DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO
 
Fungos apresentação para você fazer paro
Fungos apresentação para você fazer paroFungos apresentação para você fazer paro
Fungos apresentação para você fazer paro
 
BactéRias..
BactéRias..BactéRias..
BactéRias..
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Slide microbiologia2 2
Slide microbiologia2  2Slide microbiologia2  2
Slide microbiologia2 2
 
Slide microbiologia2 2
Slide microbiologia2  2Slide microbiologia2  2
Slide microbiologia2 2
 
Microbiologia modulo1
Microbiologia modulo1Microbiologia modulo1
Microbiologia modulo1
 
Moneras
MonerasMoneras
Moneras
 
A microbiologia dos alimentos e a
A microbiologia dos alimentos e aA microbiologia dos alimentos e a
A microbiologia dos alimentos e a
 
Microbiologia
MicrobiologiaMicrobiologia
Microbiologia
 
Microbiologia
MicrobiologiaMicrobiologia
Microbiologia
 

Mais de Adrianne Mendonça

Lei de hess
Lei de hessLei de hess
Lei de hess
Adrianne Mendonça
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
Adrianne Mendonça
 
Ponto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivávelPonto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivável
Adrianne Mendonça
 
Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)
Adrianne Mendonça
 
Alzheimer ppt
Alzheimer pptAlzheimer ppt
Alzheimer ppt
Adrianne Mendonça
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
Adrianne Mendonça
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTA
Adrianne Mendonça
 
Cnidários ou celenterados
Cnidários  ou  celenteradosCnidários  ou  celenterados
Cnidários ou celenterados
Adrianne Mendonça
 
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Adrianne Mendonça
 
Anagramas
AnagramasAnagramas
Produto de solubilidade
Produto de solubilidadeProduto de solubilidade
Produto de solubilidade
Adrianne Mendonça
 
Reaçoes quimicas
Reaçoes quimicasReaçoes quimicas
Reaçoes quimicas
Adrianne Mendonça
 
Matemática financeira
Matemática financeiraMatemática financeira
Matemática financeira
Adrianne Mendonça
 
Tecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdfTecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdf
Adrianne Mendonça
 
Ciclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdfCiclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdf
Adrianne Mendonça
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Adrianne Mendonça
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
Adrianne Mendonça
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
Adrianne Mendonça
 
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Adrianne Mendonça
 
Química orgânica módulo 2
Química  orgânica módulo 2Química  orgânica módulo 2
Química orgânica módulo 2
Adrianne Mendonça
 

Mais de Adrianne Mendonça (20)

Lei de hess
Lei de hessLei de hess
Lei de hess
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
 
Ponto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivávelPonto crítico de uma função derivável
Ponto crítico de uma função derivável
 
Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)Cálculo (DERIVADAS)
Cálculo (DERIVADAS)
 
Alzheimer ppt
Alzheimer pptAlzheimer ppt
Alzheimer ppt
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTA
 
Cnidários ou celenterados
Cnidários  ou  celenteradosCnidários  ou  celenterados
Cnidários ou celenterados
 
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)Biologia molecular   bioquímica (compostos inorgânicos)
Biologia molecular bioquímica (compostos inorgânicos)
 
Anagramas
AnagramasAnagramas
Anagramas
 
Produto de solubilidade
Produto de solubilidadeProduto de solubilidade
Produto de solubilidade
 
Reaçoes quimicas
Reaçoes quimicasReaçoes quimicas
Reaçoes quimicas
 
Matemática financeira
Matemática financeiraMatemática financeira
Matemática financeira
 
Tecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdfTecido ósseo pdf
Tecido ósseo pdf
 
Ciclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdfCiclos biogeoquímicos pdf
Ciclos biogeoquímicos pdf
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
 
Mruv – exercícios
Mruv – exercíciosMruv – exercícios
Mruv – exercícios
 
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS Nomenclatura dos COMPOSTOS  ORGÂNICOS
Nomenclatura dos COMPOSTOS ORGÂNICOS
 
Química orgânica módulo 2
Química  orgânica módulo 2Química  orgânica módulo 2
Química orgânica módulo 2
 

Último

Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 

Bacterias

  • 2. CARACTERIZAÇÃO GERAL  O Reino Monera é formado por organismos procariontes, como as bactérias e cianobactérias (cianoficeas ou algas azuis )
  • 3. CARACTERIZAÇÃO GERAL  As bactérias são os menores e mais simples seres vivos que primeiro habitaram o planeta há cerca de 2 bilhões de anos, originando todos os demais seres vivos.  Notoriamente conhecidas como causadoras de doenças, em um grande número de situações contradizem essa impressão, mostrando-se úteis quimica e ecologicamente.
  • 4.  Seres vivos mais adaptados da Biologia, vivem em todos os habitats conhecidos, tendo vasta distribuição, podendo ser encontradas desde os pólos até as fossas abissais, em cima dos objetos, na superfície da pele, nos corpos em decomposição ou no interior dos organismos vivos.  Em cada grama de solo cultivável existem de 100.000.000 a 2.500.000.000 bactérias vivas.  No interior do intestino humano encontra-se uma flora bacteriana que nos auxilia na síntese de vitamina K e do complexo B. Cerca de 70% do peso seco das fezes humanas é constituído por esporos de bactérias.
  • 5. ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL As bactérias são unicelulares procariontes ( ausência de organização nuclear e complexidade citoplasmática) Elementos Genéticos em Staphylococcus aureus.
  • 8. METABOLISMO DAS BACTÉRIAS  NUTRIÇÃO Maioria são heterótrofas: Decompositoras ou Parasitas. Algumas realizam: FOTOSSÍNTESE BACTERIANA 6CO2 + 12H2 S (LUZ) C6 H12 O6 + 6H2 O + 6S2 QUIMIOSSÍNTESE (Síntese de matéria orgânica a partir de reações químicas) 6CO2 + 12H2 O ------ C6 H12 O6 + 6H2 O + 6O2  RESPIRAÇÃO - Aeróbia: Só vivem na presença de O2 livre. - Anaeróbia: Não necessitam de O2, realizam fermentação ou putrefação Ex.: Clostridium tetani (Bactéria do tétano). - Facultativos: Vivem a presença ou ausência de oxigênio
  • 9. IMPORTÂNCIA DAS BACTÉRIAS  DECOMPOSITORAS: devolvendo ao meio ambiente as moléculas que estavam na estrutura dos seres vivos e na composição de seus dejetos, reciclam e fertilizam o solo, garantindo a continuidade da vida.  FIXAÇÃO DO NITROGÊNIO ATMOSFÉRICO (N2 ) em suas estruturas celulares. Outras liberam nitratos (NO- 3 ) no solo, fertilizando-o.  ALIMENTOS - na produção de iogurtes, queijos, leites fermentados, vinagre e bebidas.  PRODUZEM antibióticos, vitaminas, acetona, metanol, butanol e outros.
  • 10. IMPORTÂNCIA DAS BACTÉRIAS  TRATAMENTO DE ESGOTOS na degradação dos resíduos orgânicos. Nas usinas de reciclagem de lixo, são utilizadas na produção de adubos de compostagem.  BIOTECNOLOGIA : São as principais ferramentas da engenharia genética  CIRURGIA PLÁSTICA :A toxina botulínica, produzida pelas bactérias da espécie Clostridium botulinum tem a capacidade de paralisar a musculatura, relaxando-a. É conhecida pelo nome comercial de Botox, muito usada pelos cirurgiões plásticos, em pequenas quantidades, para a atenuação de rugas e marcas de expressão .
  • 11. •Antraz •Botulismo •Cárie •Cólera •Coqueluche •Disenteria bacilar •Doença Periodontal •Febre Tifóide •Gangrena Gasosa •Gastroenterites •Gonorréia •Hanseníase (Lepra) •Intoxicação Alimentar •Meningite •Pneumonia •Sífilis •Tétano •Tuberculose PRINCIPAIS BACTERIOSES HUMANAS
  • 12. •Medicamentos produzidos especificamente para atuar nas células bacterianas, impedindo sua reprodução (bacteriostáticos) ou destruindo-as (bactericida). •O exame para a definição do tratamento de uma doença bacteriana é o antibiograma, que consiste em cultivar as bactérias que causam a doença na pessoa e testar qual antibiótico é mais efetivo para o tratamento. ANTIBIÓTICOS
  • 15. CIANOBACTÉRIAS http://www.iie.com.br/bacterias.htm . As cianobactérias podem ser encontradas na água doce, salgada ou salobra, no solo úmido, sobre a casca de árvores, rochas ou até mesmo em fontes termais com temperatura superior a 80ºC!
  • 16. CIANOBACTÉRIAS Nutrição( fotossíntese) 6 CO2 + 12 H2 0 + energia da luz -> C6 H12 O6 + 6 O2 Reprodução Na assexuada, por bipartição ou cissiparidade. As colônias filamentosas de algas podem reproduzir-se assexuadamente por um processo chamado de hormogonia: pequenos fragmentos da colônia se separam, formando novos filamentos coloniais.Em condições desfavoráveis as cianofíceas formam os acinetos, semelhantes aos esporos das bactérias. .
  • 17. IMPORTÂNCIA Assim como certas bactérias, elas possuem a capacidade de fixar o nitrogênio (N2 ) do ar transformando em nitratos (NO- 3 ), fertilizando o solo, oceanos, rios e lagos. Têm extraordinária capacidade de adaptação aos mais diversos tipos de ambientes, por isso constituem- se em excelentes colonizadores (pioneiras na sucessão ecológica) e indicadores de poluição. .