SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Avaliação de Sociologia 1º ano – Ensino Médio
Prof. Noe Assunção
O Sonho dos Adolescentes
"Ao Longo de 30 anos de clínica,encontrei várias gerações de adolescentes(a maioria,mas não todos,de classe
média) e,se tivesse que comparar os jovens de hoje com os de dez ou 20 anos atrás,resumiria assim:Eles
sonham pequeno.É curioso,pois pelo exemplo de pais,parentes e vizinhos,os jovens de hoje sabem que sua
origem não fecha seu destino:sua vida não tem que acontecer necessariamente no lugar onde nasceram,sua
profissão não tem que ser a continuação da de seus pais.Pelo acesso a uma proliferação extraordinária de
ficções e informações,eles conhecem uma pluralidade inédita de vidas possíveis.
Apesar disso ,em regra, os adolescentes e os pré-adolescentes de hoje tem devaneios sobre seu futuro muito
parecidos com a vida da gente:eles sonham com um dia a dia que,para nós,adultos,não é sonho algum,mas o
resultado(mais ou menos resignado) de compromissos e frustrações.
Um exemplo.Todos os jovens sabem que a Greenpeace é uma ONG que pratica ações duras e aventurosas em
defesa do meio ambiente.Alguns acham muito legal assistir,no noticiário,a intrépida abordagem de um baleeiro
por um barco inflável de ativistas.Mas,entre eles,não encontro ninguém(nem de 12 ou 13 anos)que sonhe em
ser militante do Greenpeace.Os mais entusiastas se propõem a estudar oceanografia ou veterinária,mas é para
ser professor, funcionário ou profissional liberal.Eles são 'razoáveis':seu sonho é um ajuste entre suas
aspirações heroico-ecológicas e as 'necessidades' concretas(segurança do emprego,plano de saúde e
aposentadoria).[...]
É possível que,por sua própria presença maciça em nossas telas,as ficções tenham perdido sua função essencial
e sejam contempladas não como um repertório arrebatador de vidas possíveis,mas como um caleidoscópio para
alegrar os olhos,um simples entretenimento.Os heróis percorrem o mundo matando dragões,defendo causas e
encontrando amores solares,mas eles nãos nos inspiram:eles nos
divertem,enquanto,comportadamente,aspiramos a um churrasco[...] com amigos.
É também possível (sem contradizer a hipótese anterior)que os adultos não saibam mais sonhar muito além de
seu nariz.Ora,a capacidade de os adolescentes inventarem seu futuro depende dos sonhos aos quais nós
renunciamos,Pode ser que,quando eles procuram,nas entrelinhas de nossas falas,as aspirações das quais
desistimos,eles se deparem apenas com versões melhoradas da mesma vida acomodada que,mal ou
bem,conseguimos arrumar.Cada época tem os adolescentes que merece."
Contardo Calligaris. Os sonhos dos adolescentes. Folha de S.Paulo, 11 jan.2007.
Contardo Calligaris (Milão, 1948) é um psicanalista italiano radicado no Brasil. É colunista da Folha de S.
Paulo. É casado desde maio de 2011 com a atriz Mônica Torres.
Questionamentos:
1) Será que o autor tem razão? Os jovens só querem um emprego seguro e bem pago e nada mais?
2) Os jovens têm a capacidade de reagir com vigor às injustiças, à degradação ambiental ou à morte de
pessoas cotidianamente, pela violência ou pela falta de assistência médica?

3) Conformismo ou resistência e ação alternativa: qual a bandeira a ser levantada?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades Diversas Cláudia
 
Banco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaBanco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaJosé Luiz Costa
 
Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1Miro Santos
 
Avaliação de filosofia 2° ano
Avaliação de filosofia   2° anoAvaliação de filosofia   2° ano
Avaliação de filosofia 2° anoananiasdoamaral
 
Artigo: O Mito na Sociedade Atual
Artigo: O Mito na Sociedade AtualArtigo: O Mito na Sociedade Atual
Artigo: O Mito na Sociedade AtualJOAO AURELIANO
 
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe AssunçãoAtividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Atividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º anoAtividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º anoThayro Soares da Paixão
 
Rev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptx
Rev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptxRev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptx
Rev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptxSoniaAparecidadeMede
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxProf. Noe Assunção
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaDarlan Campos
 
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAvaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAdriana Ruas Lacerda
 
A sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológicoA sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológicoAriella Araujo
 
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel FoucaultAula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel FoucaultProf. Noe Assunção
 
Exercício sobre a democracia no Brasil 3º ano
Exercício sobre a democracia no Brasil   3º anoExercício sobre a democracia no Brasil   3º ano
Exercício sobre a democracia no Brasil 3º anoAntônio Marques Sobrinho
 

Mais procurados (20)

Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
 
Banco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaBanco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologia
 
Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1
 
Avaliação de filosofia 2° ano
Avaliação de filosofia   2° anoAvaliação de filosofia   2° ano
Avaliação de filosofia 2° ano
 
Prova filosofia (1)
Prova filosofia (1)Prova filosofia (1)
Prova filosofia (1)
 
Artigo: O Mito na Sociedade Atual
Artigo: O Mito na Sociedade AtualArtigo: O Mito na Sociedade Atual
Artigo: O Mito na Sociedade Atual
 
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe AssunçãoAtividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
 
Atividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º anoAtividade subjetiva contratualismo 3º ano
Atividade subjetiva contratualismo 3º ano
 
Democracia.
Democracia.Democracia.
Democracia.
 
Rev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptx
Rev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptxRev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptx
Rev 1- Unesco Paraná - Projeto de Vida - Aula 01 - Projeto de Vida (1).pptx
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
 
indagar
indagarindagar
indagar
 
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
 
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAvaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
 
A sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológicoA sociologia e o olhar sociológico
A sociologia e o olhar sociológico
 
Atividades tres filtros de sócrates
Atividades tres filtros de sócratesAtividades tres filtros de sócrates
Atividades tres filtros de sócrates
 
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel FoucaultAula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
 
Exercício sobre a democracia no Brasil 3º ano
Exercício sobre a democracia no Brasil   3º anoExercício sobre a democracia no Brasil   3º ano
Exercício sobre a democracia no Brasil 3º ano
 

Destaque

Avaliação de língua portuguesa 9º ano
Avaliação de língua portuguesa 9º anoAvaliação de língua portuguesa 9º ano
Avaliação de língua portuguesa 9º anoRenata Volpe de Almeida
 
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Apostila Sociologia para adolescentes.
Apostila Sociologia para adolescentes.Apostila Sociologia para adolescentes.
Apostila Sociologia para adolescentes.pascoalnaib
 
A vida do homem no paleolítico
A vida do homem no paleolíticoA vida do homem no paleolítico
A vida do homem no paleolíticoamgmrodrigues
 
2012 prova vestibulinho
2012   prova vestibulinho2012   prova vestibulinho
2012 prova vestibulinhoDuda Campos
 
Plano do seminário -educação e tecnologia-
Plano do seminário   -educação e tecnologia-Plano do seminário   -educação e tecnologia-
Plano do seminário -educação e tecnologia-Prof. Noe Assunção
 
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe AssunçãoPREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Avaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 anoAvaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 anoProf. Noe Assunção
 
REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...
REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...
REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...Prof. Noe Assunção
 
REDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
REDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe AssunçãoREDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
REDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
O QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe Assunção
O QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe AssunçãoO QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe Assunção
O QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...Prof. Noe Assunção
 
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEI
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEICapítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEI
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEIProf. Noe Assunção
 
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2   Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Avaliação trabalho informal - pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Avaliação trabalho informal -  pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAvaliação trabalho informal -  pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Avaliação trabalho informal - pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAI
ATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAIATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAI
ATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAIProf. Noe Assunção
 
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROProf. Noe Assunção
 
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Atividade industria cultural 1 - Prof. Noe Assunção
Atividade industria cultural 1 - Prof. Noe AssunçãoAtividade industria cultural 1 - Prof. Noe Assunção
Atividade industria cultural 1 - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Avaliação conceito de trabalho sociologia 2 ano - Prof. Noe Assunção
Avaliação conceito de trabalho   sociologia 2 ano - Prof. Noe AssunçãoAvaliação conceito de trabalho   sociologia 2 ano - Prof. Noe Assunção
Avaliação conceito de trabalho sociologia 2 ano - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Destaque (20)

Avaliação de língua portuguesa 9º ano
Avaliação de língua portuguesa 9º anoAvaliação de língua portuguesa 9º ano
Avaliação de língua portuguesa 9º ano
 
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
 
Apostila Sociologia para adolescentes.
Apostila Sociologia para adolescentes.Apostila Sociologia para adolescentes.
Apostila Sociologia para adolescentes.
 
A vida do homem no paleolítico
A vida do homem no paleolíticoA vida do homem no paleolítico
A vida do homem no paleolítico
 
2012 prova vestibulinho
2012   prova vestibulinho2012   prova vestibulinho
2012 prova vestibulinho
 
Plano do seminário -educação e tecnologia-
Plano do seminário   -educação e tecnologia-Plano do seminário   -educação e tecnologia-
Plano do seminário -educação e tecnologia-
 
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe AssunçãoPREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
PREGÃO PRESENCIAL E ELETRÔNICO - Prof. Noe Assunção
 
Avaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 anoAvaliação de recuperação sociologia 2 ano
Avaliação de recuperação sociologia 2 ano
 
REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...
REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...
REFLEXÕES ACERCA DA FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EM PLATÃO, DESCARTES, ROUSSEAU, MAR...
 
REDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
REDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe AssunçãoREDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
REDE SOCIAL INTERNA E EXTERNA DA UNIDADE ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
 
O QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe Assunção
O QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe AssunçãoO QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe Assunção
O QUE SÃO DROGAS? Prof. Noe Assunção
 
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
 
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEI
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEICapítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEI
Capítulo I da Especialização em Designer Instrucional da UNIFEI
 
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2   Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades- 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Avaliação trabalho informal - pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Avaliação trabalho informal -  pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAvaliação trabalho informal -  pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Avaliação trabalho informal - pirataria - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
ATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAI
ATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAIATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAI
ATIVIDADE MÚSICA TERCEIRA NO PLURAL - ENGENHEIROS DO HAWAI
 
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
 
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 3   O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 3 O trabalho escravo no seculo xxi - 2º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Atividade industria cultural 1 - Prof. Noe Assunção
Atividade industria cultural 1 - Prof. Noe AssunçãoAtividade industria cultural 1 - Prof. Noe Assunção
Atividade industria cultural 1 - Prof. Noe Assunção
 
Avaliação conceito de trabalho sociologia 2 ano - Prof. Noe Assunção
Avaliação conceito de trabalho   sociologia 2 ano - Prof. Noe AssunçãoAvaliação conceito de trabalho   sociologia 2 ano - Prof. Noe Assunção
Avaliação conceito de trabalho sociologia 2 ano - Prof. Noe Assunção
 

Semelhante a Sonhos dos Adolescentes

Sofia pedroso nao ha becos sem saida
Sofia pedroso   nao ha becos sem saidaSofia pedroso   nao ha becos sem saida
Sofia pedroso nao ha becos sem saidaUnivesidadevida
 
Revista bem estar-20140316
Revista bem estar-20140316Revista bem estar-20140316
Revista bem estar-20140316Fernanda Caprio
 
Revista Trianons - Elo Edição 00 - Piloto
Revista Trianons - Elo Edição 00 - PilotoRevista Trianons - Elo Edição 00 - Piloto
Revista Trianons - Elo Edição 00 - PilotoTrianons
 
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasilBrincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasilartedepia
 
Ficção como forma de entender a adolescência
Ficção como forma de entender a adolescênciaFicção como forma de entender a adolescência
Ficção como forma de entender a adolescênciaVanessa Cardoso
 
A Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald ZolanA Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald Zolanjmeirelles
 
A Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald ZolanA Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald Zolanjmeirelles
 
Para ser Feliz
Para ser FelizPara ser Feliz
Para ser Felizzpizarro
 
Para ser feliz Um tratado sobre a felicidade
Para ser feliz  Um tratado sobre a felicidade Para ser feliz  Um tratado sobre a felicidade
Para ser feliz Um tratado sobre a felicidade Serginho Sucesso
 
Vestibulinho 2015-2016
Vestibulinho 2015-2016Vestibulinho 2015-2016
Vestibulinho 2015-2016casdinho
 
Como-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDF
Como-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDFComo-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDF
Como-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDFFernandoFrancoSerpa
 
TEXTO NORTEADOR 1º ENCONTRO
TEXTO NORTEADOR 1º ENCONTROTEXTO NORTEADOR 1º ENCONTRO
TEXTO NORTEADOR 1º ENCONTRO30071968
 
O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011
O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011
O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011Marcos Gimenes Salun
 
Jornal online - 4
Jornal   online - 4Jornal   online - 4
Jornal online - 4Fabio Rossi
 
De clara, nº7 novembro 2017
De clara, nº7 novembro 2017De clara, nº7 novembro 2017
De clara, nº7 novembro 2017IsabelPereira2010
 

Semelhante a Sonhos dos Adolescentes (20)

A arte de_donald_zolan
A arte de_donald_zolanA arte de_donald_zolan
A arte de_donald_zolan
 
Sofia pedroso nao ha becos sem saida
Sofia pedroso   nao ha becos sem saidaSofia pedroso   nao ha becos sem saida
Sofia pedroso nao ha becos sem saida
 
Revista bem estar-20140316
Revista bem estar-20140316Revista bem estar-20140316
Revista bem estar-20140316
 
Revista Maioridade
Revista MaioridadeRevista Maioridade
Revista Maioridade
 
Revista Trianons - Elo Edição 00 - Piloto
Revista Trianons - Elo Edição 00 - PilotoRevista Trianons - Elo Edição 00 - Piloto
Revista Trianons - Elo Edição 00 - Piloto
 
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasilBrincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
 
Ficção como forma de entender a adolescência
Ficção como forma de entender a adolescênciaFicção como forma de entender a adolescência
Ficção como forma de entender a adolescência
 
A Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald ZolanA Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald Zolan
 
A Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald ZolanA Arte De Donald Zolan
A Arte De Donald Zolan
 
Para ser Feliz
Para ser FelizPara ser Feliz
Para ser Feliz
 
Para ser feliz Um tratado sobre a felicidade
Para ser feliz  Um tratado sobre a felicidade Para ser feliz  Um tratado sobre a felicidade
Para ser feliz Um tratado sobre a felicidade
 
Para ser feliz
Para ser felizPara ser feliz
Para ser feliz
 
Vestibulinho 2015-2016
Vestibulinho 2015-2016Vestibulinho 2015-2016
Vestibulinho 2015-2016
 
Como-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDF
Como-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDFComo-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDF
Como-Educar-a-Imaginacao-Matheus-Araujo-PDF
 
Pensados - Pensamentos CCF
Pensados - Pensamentos CCFPensados - Pensamentos CCF
Pensados - Pensamentos CCF
 
TEXTO NORTEADOR 1º ENCONTRO
TEXTO NORTEADOR 1º ENCONTROTEXTO NORTEADOR 1º ENCONTRO
TEXTO NORTEADOR 1º ENCONTRO
 
O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011
O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011
O Bandeirante - n.224 - Julho de 2011
 
Jornal online - 4
Jornal   online - 4Jornal   online - 4
Jornal online - 4
 
De clara, nº7 novembro 2017
De clara, nº7 novembro 2017De clara, nº7 novembro 2017
De clara, nº7 novembro 2017
 
647 an 21 novembro_2017.ok
647 an 21 novembro_2017.ok647 an 21 novembro_2017.ok
647 an 21 novembro_2017.ok
 

Mais de Prof. Noe Assunção

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxProf. Noe Assunção
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxProf. Noe Assunção
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.Prof. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Reflexoes video maria da penha- prof. Noe Assunção
Reflexoes video maria da penha- prof. Noe AssunçãoReflexoes video maria da penha- prof. Noe Assunção
Reflexoes video maria da penha- prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais de Prof. Noe Assunção (20)

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
 
AULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docxAULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docx
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
 
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docxAVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
 
Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
 
Reflexoes video maria da penha- prof. Noe Assunção
Reflexoes video maria da penha- prof. Noe AssunçãoReflexoes video maria da penha- prof. Noe Assunção
Reflexoes video maria da penha- prof. Noe Assunção
 

Sonhos dos Adolescentes

  • 1. Avaliação de Sociologia 1º ano – Ensino Médio Prof. Noe Assunção O Sonho dos Adolescentes "Ao Longo de 30 anos de clínica,encontrei várias gerações de adolescentes(a maioria,mas não todos,de classe média) e,se tivesse que comparar os jovens de hoje com os de dez ou 20 anos atrás,resumiria assim:Eles sonham pequeno.É curioso,pois pelo exemplo de pais,parentes e vizinhos,os jovens de hoje sabem que sua origem não fecha seu destino:sua vida não tem que acontecer necessariamente no lugar onde nasceram,sua profissão não tem que ser a continuação da de seus pais.Pelo acesso a uma proliferação extraordinária de ficções e informações,eles conhecem uma pluralidade inédita de vidas possíveis. Apesar disso ,em regra, os adolescentes e os pré-adolescentes de hoje tem devaneios sobre seu futuro muito parecidos com a vida da gente:eles sonham com um dia a dia que,para nós,adultos,não é sonho algum,mas o resultado(mais ou menos resignado) de compromissos e frustrações. Um exemplo.Todos os jovens sabem que a Greenpeace é uma ONG que pratica ações duras e aventurosas em defesa do meio ambiente.Alguns acham muito legal assistir,no noticiário,a intrépida abordagem de um baleeiro por um barco inflável de ativistas.Mas,entre eles,não encontro ninguém(nem de 12 ou 13 anos)que sonhe em ser militante do Greenpeace.Os mais entusiastas se propõem a estudar oceanografia ou veterinária,mas é para ser professor, funcionário ou profissional liberal.Eles são 'razoáveis':seu sonho é um ajuste entre suas aspirações heroico-ecológicas e as 'necessidades' concretas(segurança do emprego,plano de saúde e aposentadoria).[...] É possível que,por sua própria presença maciça em nossas telas,as ficções tenham perdido sua função essencial e sejam contempladas não como um repertório arrebatador de vidas possíveis,mas como um caleidoscópio para alegrar os olhos,um simples entretenimento.Os heróis percorrem o mundo matando dragões,defendo causas e encontrando amores solares,mas eles nãos nos inspiram:eles nos divertem,enquanto,comportadamente,aspiramos a um churrasco[...] com amigos. É também possível (sem contradizer a hipótese anterior)que os adultos não saibam mais sonhar muito além de seu nariz.Ora,a capacidade de os adolescentes inventarem seu futuro depende dos sonhos aos quais nós renunciamos,Pode ser que,quando eles procuram,nas entrelinhas de nossas falas,as aspirações das quais desistimos,eles se deparem apenas com versões melhoradas da mesma vida acomodada que,mal ou bem,conseguimos arrumar.Cada época tem os adolescentes que merece." Contardo Calligaris. Os sonhos dos adolescentes. Folha de S.Paulo, 11 jan.2007. Contardo Calligaris (Milão, 1948) é um psicanalista italiano radicado no Brasil. É colunista da Folha de S. Paulo. É casado desde maio de 2011 com a atriz Mônica Torres. Questionamentos: 1) Será que o autor tem razão? Os jovens só querem um emprego seguro e bem pago e nada mais? 2) Os jovens têm a capacidade de reagir com vigor às injustiças, à degradação ambiental ou à morte de pessoas cotidianamente, pela violência ou pela falta de assistência médica? 3) Conformismo ou resistência e ação alternativa: qual a bandeira a ser levantada?