Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano

1.744 visualizações

Publicada em

Plano de Curso de Filosfia 3º ano do Ensino Médio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.744
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
101
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de Ensino de Filosofia - Ensino Médio - 3º ano

  1. 1. Plano de Ensino INSTITUIÇÃO ESCOLAR: Centro de Ensino Urbano Rocha ETAPA DE ENSINO: Ensino Médio Nº de aulas: 40 DISCIPLINA: Filosofia TURNO: matutino , vespertino e noturno PROFESSORAS: Mary Alvarenga, Glória Lago, Vanúsia e Sobrinha IBIMSTRE ETAPA DE ENSINO: ENSINO MÉDIO SÉRIE: 3º ANO DISCIPLINA: FILOSFIA APRENDIZAGEMS ESPERADAS POR PERIODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER APRENDIDO) CONTEÚDOS ESTRUTURANTES CONTEÚDOS BÁSICOS POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER ENSINADO) METODOLOGIA POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO) PROCESSO AVALIATIVO POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER AVALIADO) AVALIAÇÃO POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO)  Identificar a diferença entre Ética e Moral.  Definir a origem da Moral e sua importância para as sociedades humanas.  Compreender e distinguir juízos de realidade e juízos de valor.  Discernir e relacionar os conceitos de liberdade e de determinismo.  Elaborar por escrito o que foi apropriado de modo reflexivo.  Debater, tomando uma posição, defendendo-a argumentando e mudando de posição em face de argumentos mais conscientes  Construir sínteses e generalizações, a partir da observação, leitura, interpretação e discussão coletiva de textos. O processo de investigação filosófica; Linguagens filosóficas e suas relações socioculturais. Unidade 4 – Grandes áreas do filosofar Capitulo 18 - A ética  Ética e moral – O problema da ação e dos valores  Ética na história – Algumas concepções da filosofia moral. Exposição e explicação de conteúdo. Aulas expositivas e dialogadas, propiciando discussões, debates numa expectativa de uma maior participação do aluno. Leitura compartilhada e discussões em grupo Leitura e discussão de textos filosóficos e complementares de diferentes fontes com diferentes estratégias de leitura (roda de conversa, leitura compartilhada...) Problematização de situações da prática social para um diálogo investigativo. Avaliar a capacidade argumentativa, a participação em debates. Avaliar se o aluno é capaz de compreender, problematizar e interpretar os textos, bem como elaborar dissertações estruturadas de maneira lógica e coerente. A participação ativa, interesse, organização e o desenvolvimento do aluno Análise das questões relacionadas aos temas em estudo.  Forma:  Observação  Em grupos  Auto avaliação  Produções individuais e em grupo  Auto correção nas discussões e debates  Avaliação contínua através da participação em discussões e debates, produção textual e apresentação de trabalhos além de avaliações e simulados.
  2. 2.  Demonstrar capacidade de análise, interpretação e problematização de textos filosóficos.  Demonstrar capacidade argumentativa coerente e rigorosa, apresentando boas razões na exposição de defesa do discurso, em debates, e aceitação de posição contrária face a argumentos mais consistentes. Trabalhar com textos que incluam termos e conceitos cotidianos que facilitem a interação no contexto social. Formulação de questões- problema que sejam, ao mesmo tempo, vinculadas à realidade presente e ao conteúdo filosófico em questão. Incentivar os alunos a questionarem, a indagarem, a fim de adotarem uma atitude crítica diante da realidade; Elaboração e registro de sínteses/resumo do conteúdo exposto. Socialização de ideias e questionamentos. Exibição, análise e debates de vídeos que trate do assunto abordado. Organização de seminário e exposição oral Estudos dirigidos em sala de aula Resolução de exercícios Avaliar mediante a capacidade de trabalhar e criar conceitos dos temas em estudo Capacidade criativa na organização das ideias.  Instrumentos:  Trabalho em grupo.  Debates.  Seminário.  Pesquisas  Avaliação escrita  Produção textual  Apresentação dos temas (oral ou escrita) em estudo.  Registro das aulas, conforme a necessidade.  Atividades individuais e em grupo
  3. 3. IIBIMSTRE ETAPA DE ENSINO: ENSINO MÉDIO SÉRIE: 3º ANO DISCIPLINA: FILOSFIA APRENDIZAGEMS ESPERADAS POR PERIODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER APRENDIDO) CONTEÚDOS ESTRUTURANTES CONTEÚDOS BÁSICOS POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER ENSINADO) METODOLOGIA POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO) PROCESSO AVALIATIVO POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER AVALIADO) AVALIAÇÃO POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO)  Comparar as concepções antiga (bem comum) e moderna (poder) da atividade politica.  Examinar o fenômeno do poder e suas principais formas de expressão.  Analisar a instituição Estado, suas origens e funções, contrapondo as concepções liberal e marxista.  Abordar o relacionamento entre a sociedade civil e o Estado, bem como o lugar dos partidos políticos nesse relacionamento.  Compreender o que é regime politico e confrontar as características fundamentais da democracia e da ditadura, destacando o papel dos movimentos sociais.  Investigar algumas das principais concepções da politica e questões filosóficas em torno do fenômeno do poder proposto pelos principais pensadores ao longo da história.  Elaborar por escrito o que foi apropriado de modo reflexivo O processo de investigação filosófica; Linguagens filosóficas e suas relações socioculturais. Unidade 4 – Grandes áreas do filosofar Capitulo 19 – A política  Politica – Bem comum ou exercício do poder?  Estado – A instituição que detém o poder politico  Politica na história – Principais reflexões filosóficas Valores: Preconceito/ discriminação Exposição e explicação de conteúdo. Aulas expositivas e dialogadas, propiciando discussões, debates numa expectativa de uma maior participação do aluno. Leitura compartilhada e discussões em grupo Leitura e discussão de textos filosóficos e complementares de diferentes fontes com diferentes estratégias de leitura (roda de conversa, leitura compartilhada...) Problematização de situações da prática social para um diálogo investigativo. Trabalhar com textos que incluam termos e conceitos cotidianos que facilitem a interação no contexto social. Avaliar a capacidade argumentativa, a participação em debates. Avaliar se o aluno é capaz de compreender, problematizar e interpretar os textos, bem como elaborar dissertações estruturadas de maneira lógica e coerente. A participação ativa, interesse, organização e o desenvolvimento do aluno Análise das questões relacionadas aos temas em estudo. Avaliar mediante a capacidade de trabalhar e criar conceitos dos temas em estudo Capacidade criativa na organização das ideias.  Forma:  Observação  Em grupos  Auto avaliação  Produções individuais e em grupo  Auto correção nas discussões e debates  Avaliação contínua através da participação em discussões e debates, produção textual e apresentação de trabalhos além de avaliações e simulados.  Instrumentos:  Trabalho em grupo.  Debates.  Seminário.  Pesquisas
  4. 4.  Discutir e pesquisar a problemática do preconceito e discriminação enfatizando s questão racial.  Construir sínteses e generalizações, a partir da observação, leitura, interpretação e discussão coletiva de textos.  Demonstrar capacidade de análise, interpretação e problematização de textos filosóficos.  Demonstrar capacidade argumentativa coerente e rigorosa, apresentando boas razões na exposição de defesa do discurso, em debates, e aceitação de posição contrária face a argumentos mais consistentes.  Formulação de questões- problema que sejam, ao mesmo tempo, vinculadas à realidade presente e ao conteúdo filosófico em questão. Incentivar os alunos a questionarem, a indagarem, a fim de adotarem uma atitude crítica diante da realidade; Elaboração e registro de sínteses/resumo do conteúdo exposto. Socialização de ideias e questionamentos. Exibição, análise e debates de vídeos que trate do assunto abordado. Organização de seminário e exposição oral Estudos dirigidos em sala de aula Resolução de exercícios  Avaliação escrita  Produção textual  Apresentação dos temas (oral ou escrita) em estudo.  Registro das aulas, conforme a necessidade.  Atividades individuais e em grupo
  5. 5. IIIBIMSTRE ETAPA DE ENSINO: ENSINO MÉDIO SÉRIE: 3º ANO DISCIPLINA: FILOSFIA APRENDIZAGEMS ESPERADAS POR PERIODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER APRENDIDO) CONTEÚDOS ESTRUTURANTES CONTEÚDOS BÁSICOS POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER ENSINADO) METODOLOGIA POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO) PROCESSO AVALIATIVO POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER AVALIADO) AVALIAÇÃO POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO)  Analisar o conceito de ciências e algumas de suas características básicas.  Situar o papel da epistemologia e o papel da ciência.  Examinar a historia da ciência, seus desenvolvimentos e revoluções, com destaque para aspectos das ciências modernas e pós-moderna.  Investigar alguns dos principais problemas e conceitos epistemológicos abordados pelos filósofos da ciência.  Abordar a relação problemática da sociedade como ciência ( o mito do cientificismo) e desta com aquela (dominação ideológica)  Desenvolver experiências de pensamento que o torne competente para uma leitura critica e criativa da realidade que nos cerca ao longo do tempo.  Reconhecer a relevância da reflexão filosófica para a análise dos temas que emergem dos problemas das sociedades contemporâneas. O processo de investigação filosófica; Linguagens filosóficas e suas relações socioculturais. Unidade 4 – Grandes áreas do filosofar  Capitulo 20 – A ciência  O que é ciência - do método às leis cientificas.  Ciência na história - A razão cientifica através do tempo.  Epistemologia – A investigação filosófica da ciência.  Ciência e sociedade – As relações entre essas duas esferas.  Arte e cultura afro-brasileira (música, dança, artes plásticas, culinária, religião, vestimentas e indumentárias, linguagens etc) Exposição e explicação de conteúdo. Aulas expositivas e dialogadas, propiciando discussões, debates numa expectativa de uma maior participação do aluno. Leitura compartilhada e discussões em grupo Leitura e discussão de textos filosóficos e complementares de diferentes fontes com diferentes estratégias de leitura (roda de conversa, leitura compartilhada...) Problematização de situações da prática social para um diálogo investigativo. Trabalhar com textos que incluam termos e conceitos cotidianos que facilitem a interação no contexto social. . Avaliar a capacidade argumentativa, a participação em debates. Avaliar se o aluno é capaz de compreender, problematizar e interpretar os textos, bem como elaborar dissertações estruturadas de maneira lógica e coerente. A participação ativa, interesse, organização e o desenvolvimento do aluno Análise das questões relacionadas aos temas em estudo. Avaliar mediante a capacidade de trabalhar e criar conceitos dos temas em estudo Capacidade criativa na organização das ideias.  Forma:  Observação  Em grupos  Auto avaliação  Produções individuais e em grupo  Auto correção nas discussões e debates  Avaliação contínua através da participação em discussões e debates, produção textual e apresentação de trabalhos além de avaliações e simulados.  Instrumentos:  Trabalho em grupo.
  6. 6.  Organizar e comunicar ideias oralmente e por meio de textos escritos.  Construir sínteses e generalizações, a partir da observação, leitura, interpretação e discussão coletiva de textos.  Demonstrar capacidade de análise, interpretação e problematização de textos filosóficos.  Demonstrar capacidade argumentativa coerente e rigorosa, apresentando boas razões na exposição de defesa do discurso, em debates, e aceitação de posição contrária face a argumentos mais consistentes. Formulação de questões- problema que sejam, ao mesmo tempo, vinculadas à realidade presente e ao conteúdo filosófico em questão. Incentivar os alunos a questionarem, a indagarem, a fim de adotarem uma atitude crítica diante da realidade; Elaboração e registro de sínteses/resumo do conteúdo exposto. Socialização de ideias e questionamentos. Exibição, análise e debates de vídeos que trate do assunto abordado. Organização de seminário e exposição oral Estudos dirigidos em sala de aula Resolução de exercícios  Debates.  Seminário.  Pesquisas  Avaliação escrita  Produção textual  Apresentação dos temas (oral ou escrita) em estudo.  Registro das aulas, conforme a necessidade.  Atividades individuais e em grupo
  7. 7. IVBIMSTRE ETAPA DE ENSINO: ENSINO MÉDIO SÉRIE: 3º ANO DISCIPLINA: FILOSFIA APRENDIZAGEMS ESPERADAS POR PERIODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER APRENDIDO) CONTEÚDOS ESTRUTURANTES CONTEÚDOS BÁSICOS POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER ENSINADO) METODOLOGIA POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO) PROCESSO AVALIATIVO POR PERÍODO ESCOLAR (O QUE DEVERÁ SER AVALIADO) AVALIAÇÃO POR PERÍODO ESCOLAR (COMO DEVERÁ SER ENSINADO)  Compreender as origens da estética e circunscrever seu objeto de estudo.  Investigar o problema a respeito do belo, sua fonte ou origem e função, destacando as respostas idealistas e empirista, bem como algumas concepções de Kant, Hegel e Schopenhauer.  Examinar a questão da arte, abordando algumas das principais concepções a seu respeito seja como fenômeno social ou universal.  Analisar a possível relação entre o belo e o bom e entre a arte e a educação.  Discutir a relação problemática entre a arte e a indústria cultural.  Construir sínteses e generalizações, a partir da observação, leitura, interpretação e discussão coletiva de textos.  Demonstrar capacidade de análise, interpretação e problematização de textos filosóficos. O processo de investigação filosófica; Linguagens filosóficas e suas relações socioculturais. Unidade 4 – Grandes áreas do filosofar Capitulo 21 – A estética  Beleza – A experiência do prazer  Arte – A expressão criativa da sensibilidade. Exposição e explicação de conteúdo. Aulas expositivas e dialogadas, propiciando discussões, debates numa expectativa de uma maior participação do aluno. Leitura compartilhada e discussões em grupo Leitura e discussão de textos filosóficos e complementares de diferentes fontes com diferentes estratégias de leitura (roda de conversa, leitura compartilhada...) Problematização de situações da prática social para um diálogo investigativo. Trabalhar com textos que incluam termos e conceitos cotidianos que facilitem a interação no contexto social. Avaliar a capacidade argumentativa, a participação em debates. Avaliar se o aluno é capaz de compreender, problematizar e interpretar os textos, bem como elaborar dissertações estruturadas de maneira lógica e coerente. A participação ativa, interesse, organização e o desenvolvimento do aluno Análise das questões relacionadas aos temas em estudo. Avaliar mediante a capacidade de trabalhar e criar conceitos dos temas em estudo Capacidade criativa na organização das ideias.  Forma:  Observação  Em grupos  Auto avaliação  Produções individuais e em grupo  Auto correção nas discussões e debates  Avaliação contínua através da participação em discussões e debates, produção textual e apresentação de trabalhos além de avaliações e simulados.  Instrumentos:  Trabalho em grupo.  Debates.  Seminário.
  8. 8.  Demonstrar capacidade argumentativa coerente e rigorosa, apresentando boas razões na exposição de defesa do discurso, em debates, e aceitação de posição contrária face a argumentos mais consistentes.  Compreender e distinguir o belo natural e o belo artístico.  Construir sínteses e generalizações, a partir da observação, leitura, interpretação e discussão coletiva de textos.  Demonstrar capacidade de análise, interpretação e problematização de textos filosóficos.  Demonstrar capacidade argumentativa coerente e rigorosa, apresentando boas razões na exposição de defesa do discurso, em debates, e aceitação de posição contrária face a argumentos mais consistentes. Formulação de questões- problema que sejam, ao mesmo tempo, vinculadas à realidade presente e ao conteúdo filosófico em questão. Incentivar os alunos a questionarem, a indagarem, a fim de adotarem uma atitude crítica diante da realidade; Elaboração e registro de sínteses/resumo do conteúdo exposto. Socialização de ideias e questionamentos. Exibição, análise e debates de vídeos que trate do assunto abordado. Organização de seminário e exposição oral Estudos dirigidos em sala de aula Resolução de exercícios  Pesquisas  Avaliação escrita  Produção textual  Apresentação dos temas (oral ou escrita) em estudo.  Registro das aulas, conforme a necessidade.  Atividades individuais e em grupo
  9. 9.  Recursos: Textos, slides, data show , vídeos, música, quadro, pincel, computador, internet, projetor multimídia, livro didático, material impresso,  TEMAS TRANSVERSAIS QUE POSSO INCLUIR.  Ética, Saúde, Meio Ambiente, Orientação Sexual e Pluralidade Cultural.  BIBLIOGRAFIA CONSULTADA Diretrizes Curriculares / Secretaria de Estado da Educação do Maranhão, SEDUC, 3 ed. São Luís. COTRIM, Gilberto Fundamentos de filosofia / Gilberto Cotrim , Mirna Fernandes – 2. ed – São Paulo: Saraiva 2013. ARANHA, Maria Lúcia de Arruda Filosofando: Introdução à Filosofia / Maria Lúcia de Arruda Aranha, Maria Helena Pires Martins.- 4.ed.- São Paulo : Moderna, 2009. CHAUI, Marilena – Novo Ensino Médio Filosofia. São Paulo: Ática, 2004 Revista Mundo Jovem: um jornal de ideias. Porto Alegre – UCBC

×