SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 89
Como a PNL Pode Melhorar a Sua Vida
Sejam bem Vindos !!! ,[object Object],www.fredgraef.com.br
Saber para que serve a PNL Conhecer e aplicar os principais conceitos  Conhecer o histórico  Conhecer e aplicar o Modelo de Comunicação  Conhecer e aplicar os Pressupostos Básicos Conhecer a aplicar as Modalidades em Comunicação  www.fredgraef.com.br Objetivos do Treinamento
Conhecer e aplicar as Pistas de Acesso dos Movimentos dos Olhos Tomarconsciência e aprimorar as habilidades de Rapport  Conhecer e aplicar a Boa Formulação de Objetivos e Metas em PNL  Submodalidades – como mudar uma experiência e controlar estados emocionais  Conhecer e aplicar Âncoras www.fredgraef.com.br Objetivos do Treinamento
Que vocês possam aplicar com vocês O hardware é igual para todos  A diferença está no software que criamos  O cérebro é um telefone e a mente é a seqüência dos números que discamos  www.fredgraef.com.br Objetivos - Comentários
Depende do empenho de cada um  Depende já da programação mental de cada um  Antes de fazermos um exercício … Processo de apendizado de adultos  Aplicação prática  Estados emocionais  Exercício  www.fredgraef.com.br Aproveitamento de Cada Um
Aprendizado e eficácia deste treinamento está na mão de cada um  Quanto mais se dedicar, mais vai retirar  Saibam o que desejam … Entrem de coração e alma … Estejam curiosos … Se divirtam …  Participem ativamente dos exercícios …  Embarquem no vôo … www.fredgraef.com.br Resumo da Eficácia
SINTA-SE BEM !!! www.fredgraef.com.br
Noite – teoria – entendimento dos modelos e técnicas que vamos trabalhar amanhã Sábado – técnicas, modelos e prática  www.fredgraef.com.br Estrutura do Treinamento
Melhorar a comunicação conosco e com os outros Melhor definir nossos objetivos  Aumentar nossa eficácia na conquista de nossos objetivos Terapia  Ferramenta para aumentar nossos resultados em relacionamentos humanos, negociações, liderança www.fredgraef.com.br Para que serve a PNL?
Melhorar a qualidade de vida  Mudar a nossa forma de pensar … O que muda a nossa forma de sentir … O que muda o que fazemos – nosso comportamento … E portanto, mudar nossos resultados …  Qualquer atividade que desejamos realizar, depende de como controlamos o nosso sistema nervoso e o nosso processamento www.fredgraef.com.br Para que serve a PNL?
www.fredgraef.com.br
Mudança – resultados – objetivos  Pensar sobre soluções  Aprender a influenciar a si próprio e nossas relações  Administrar estados emocionais Livrar-se de maus hábitos  Transformar o pensamento para resolver qualquer situação  SER ÚTIL – É PRÁTICA – não conceitual  www.fredgraef.com.br Qual o foco da PNL?
Tenhamos em mente que a PNL não quer explicar nem provar nada O convite é para experimentarem e testarem por vocês mesmos  Com relação aos pontos que forem apresentados, perguntas úteis …  Onde posso aplicar isso? Em que circunstância posso aplicar? Como faço?  www.fredgraef.com.br Recomendações
Perguntas que não ajudam … Por quê? Qual a prova disso?  Como se explica?  Qual o significado? Você prefere ter razão ou ser feliz? www.fredgraef.com.br Recomendações
Experimentando, treinando e praticando É como andar de bicicleta ou jogar futebol  A essência da PNL é uma atitude perante a vida  Pratiquem com vocês e utilizem no maior laboratório … VIDA !!! www.fredgraef.com.br Como você aplica o que aprende aqui?
Neuro Lingüístico – linguagem e emoção – reflexo da fala na emoção … Programação  Estudo da estrutura subjetiva  Ciência da Excelência  Histórico … Dúvidas … www.fredgraef.com.br Conceitos
O que explica os resultados de algumas pessoas na vida? Bandler e Grinder, Satir, Pearls, Erickson, 1970, Califórnia  Mescla deste estudo e de comunicadores de sucesso Depois, estruturam respostas para as seguintes perguntas: www.fredgraef.com.br Histórico
[1] como o homem codifica em seu cérebro a experiência da realidade exterior? [2] como se pode conhecer e transferir a excelência humana? Modelagem  “A Estrutura da Magia” Modelo de Comunicação e Metamodelo  Antes, diferenciação útil … www.fredgraef.com.br Histórico
Cérebro – Mente: Hardware e Software Consciente e Inconsciente  Consciente – RAM  Inconsciente – processador + “”HD” ilimitado 2 MM de bits por segundo  90% dos comportamentos são inconscientes  Em resumo, o melhor e mais completo computador do mundo  www.fredgraef.com.br Cérebro/Mente e Consciente/Inconsciente
www.fredgraef.com.br
Ele quer o nosso bem  Ogro ou criança de 2 anos  Às vezes produz comportamentos que nós (consciente) não gostamos  O inconsciente SEMPRE trabalha a nosso favor …  www.fredgraef.com.br Características do Inconsciente
“Estrutura da Magia” – Metamodelo  Intuitivamente grandes comunicadores procuravam entender o Modelo de Comunicação das Pessoas Toda a realidade externa é captada através de nosso Aparato Sensorial  www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
Podemos aprender, estudar e reproduzir o modelo de pensamento e comportamento de qualquer pessoa  Grande parte das técnicas de PNL, é a reprodução de Modelos (MODELAGEM)  Antes vamos falar de “realidade” Filtramos a realidade  Não temos acesso a 100% da realidade externa …  www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
Filtrosneurológicos Filtrosculturaisousociais Filtrospessoais – memórias, crenças, valores Além dos filtros, 3 sub gerentes do cérebro Generalização Omissão Distorção  Vídeo – Poder da Crença (3 sub gerentes) www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
O cérebro, para ser eficiente, precisa generalizar, omitir e distorcer Só que ele não é eficaz neste processo  Os filtros e processamentos são úteis mas podem limitar muito o nosso modelo de realidade  Quanto mais amplo e expandido for o nosso modelo, melhor funcionamos – melhores os nossos resultados Mapas de alguns ... www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação - Considerações
www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
Rua Garibaldi, 153 - Pio XCaxias do Sul - RS, 95080-190(0xx)              54 3289-2000        www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
Qual o endereço que quero chegar?  Cérebro é uma máquina de eficiência, rapidez e automação  Precisa de controle, monitoramento e questionamento da máquina – o Consciente é o Auditor  www.fredgraef.com.br Considerações sobre o Modelo de Comunicação
www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
Pense nos problemas de comunicação entre as pessoas …  PNL é um modelo dos modelos de realidade existentes que visa trazer mais resultados e excelência para nossas vidas  PNL se incumbe de expandir os modelos das pessoas fazendo com que as limitações sejam superadas, até porque as limitações só existem no modelo, e não na realidade  www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
www.fredgraef.com.br
www.fredgraef.com.br Lado de Fora e Lado de Dentro
Ter mais modelos na cabeça? Ter modelos mais completos na cabeça? Ter modelos de outros comportamentos possíveis? O que vocês acham que pode começar a acontecer com os seus resultados pessoais e profissionais?  Mapas/Programações … Pressupostos www.fredgraef.com.br O que vocês acham de … ???
Extratos dos mapas de pessoas com resultados  São crenças, entendimentos de mundo, pilares Convite – praticá-los … [1] O Mapa não é o Território Pense no mapa do Brasil …  Pergunta: meus mapas para as diveresas áreas da minha vida são úteis ? www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
Um mapa é uma impressão digital Apenas ter esta consciência já produz mudanças, percebem?  Quando mudamos o mapa, mudamos o comportamento Uma das formas de mudar um mapa – perguntas  Sejamos curiosos em vez de sermos juízes www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
Como o MODELO reagiria a esta situação … [2] As Pessoas Fazem sempre a Melhor Escolha que Podem  Caminho das Índias, mundo árabe etc  [3] Não existem falhas nem fracassos, apenas aprendizados e resultados  Edison não falhou 1.000 vezes  O medo pode paralisar … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
'Errei mais de 9.000 cestas e perdi quase 300 jogos. Em 26 diferentes finais de partidas fui encarregado de jogar a bola que venceria o jogo... e falhei.  Eu tenho uma história repleta de falhas e fracassos em minha vida.E é exatamente por isso que sou um sucesso.'  www.fredgraef.com.br Pressupostos – Michael Jordan
Quando você achar que cometeu um “erro”’, faça as seguintes perguntas a você: Que lições aprendi? Qual o meu objetivo nesta situação?  O que alcancei até aqui? Que resultados produzi?  Como posso direcionar as lições positivamente?  O que vou fazer de diferente? Desde Sócrates, grande parte das mudanças ocorre via perguntas …  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
[4] O Resultado da Nossa Comunicação é o que foi Percebido, não o que Falamos  A responsabilidade da comunicação é sempre do emitente  Troquemos o “estás me entendo?” ou “entendeu?” pelo “estou conseguindo me fazer entender?” Não existem pessoas com dificuldade de entendimento, e sim comunicadores inflexíveis …  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
[5] Se o que você está fazendo não está funcionando, faça diferente  Einstein  É sempre mais fácil os outros mudarem  Quando você aceita e pratica este presuposto, você deixa de perder tempo se lamentando ou batendo a cabeça contra a parede  Se eu quero que alguma mudança ocorra, eu mudo … Gandhi …  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
[6] É Impossível não se comunicar a todo o instante (nem que seja com você mesmo)  nosso corpo, nossa atitude estão sempre comunicando 55% - 38% - 7%  Na comunicação, a forma é mais importante que o conteúdo …  [7] Temos todos os recursos que precisamos  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
Quais são os recursos que dispomos? Modelos Richard Bach e o livro “Ilusões”  Imagens – sensações – palavras – processamento mental – como – sabemos onde buscar ou a quem perguntar …  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos - Recursos
www.fredgraef.com.br
[8] Todo o Comportamento tem uma Intenção Positiva  Lembram da conversa sobre o inconsciente … Ganho secundário – benefício inconsciente  Ex.: gritar para ser ouvido …  [9] As Pessoas não são seus Comportamentos  Ex.: comportamento estúpido ou idiota … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
[10] Mente e Corpo são um Único Sistema  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
[10] Corpo e Mente são um único sistema www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
Pensamentos podem causar doenças ou curas Primeiro exercício para controle de emoções – mude a fisiologia  R E S P I R A Ç Ã O ! ! ! ! …  [11] Modelar um Desempenho de Sucesso conduz à Excelência – se uma pessoa pode fazer algo, qualquer um pode  Tempo e treino (modelos, fisiologia etc) www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
e aqui gente, fica um outro convite para nós todos ... quando notamos alguma pessoa fazer algo bacana ou extraordinário, em vez de criticarmos ou ficarmos com ciúmes, podemos ficar entusiasmados e procurar aprender, modelar com esta pessoa, como ela faz ...  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
[12] A Parte mais Flexível de um Sistema Lidera o Sistema  O que é um sistema? Notamos isso quando falamos que o mapa não é o território … Por sabermos que as pessoas não são seus comportamentos …  Por sabermos que todo o comportamento tem uma intenção positiva …  Por sabermos que uma pessoa não pode não se comunicar …  (… / …. / …)  www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
O que o Praticante de PNL faz com este conhecimento?  www.fredgraef.com.br Conclusões dos Pressupostos
www.fredgraef.com.br Pressupostos – Treino
É uma das ferramentas mais importantes  Motores, Software e Pelé  O cérebro não separa direito “fora” e “dentro” É uma forma de ensaiar resultados e comportamentos  Vamos usar a Ponte para o Futuro com os Pressupostos  www.fredgraef.com.br Ponte para o Futuro – Visulização – Ensaio Mental
Faça as perguntas para você mesmo … Aprendizados  O que fazer de diferente daqui para a frente? Receita de Bolo – 21   www.fredgraef.com.br Exercício – Pressupostos e Ponte ao Futuro
Utilidade Aplicação Conceito Histórico Modelo de Comunicação Pressupostos Ponte ao Futuro Exercícios Dúvidas ???  www.fredgraef.com.br Resumo e Ferramentas
Pistas do que uma pessoa está pensando? Pistas da forma que uma pessoa opera seu modelo mental?  Conhecimento e entendimento de como a outra pessoa pensa … www.fredgraef.com.br Modalidades
Aparato sensorial Visual, auditivo, cinestésico e digital Nenhum é melhor que o outro  As pessoas possuem diferentes preferências Podemos desenvolver habilidade em outro canal sensorial  Ok, e qual a utilidade? www.fredgraef.com.br Modalidades
Falar o dialeto da pessoa Ajuda a “melhor falarmos com a outra pessoa?”  Uma das maiores competências em PNL é falar no sistema representacional do interlocutor Vocês acham que isso pode ajudar no melhor entendimento e melhor negociação e persuasão de outras pessoas? Ajuda muito no RAPPORT – Satir – Casal … www.fredgraef.com.br Modalidades – Utilidade
ver imagem claro ponto de vista brilhante quadro luz aparência observar obscuro www.fredgraef.com.br Palavras Visuais
ouvir dizer falar perguntar explicar estalo comentário boato tom barulho www.fredgraef.com.br Palavras Auditivas
aconchegante confortável sentir sensação gosto cheiro pesado macio doce bloqueio www.fredgraef.com.br Palavras Cinestésicas
acreditar aprender estimular “sacar” estudar saber igualar detalhe decidir pensar www.fredgraef.com.br Palavras Inespecíficas ou Digitais
Além das palavras, movimentos dos olhos Velocidade da fala Fisiologia  Respiração  Utilidade – como aprendem e gostam de receber informações …  Como apresentar projetos para pessoas ? Vamos parar com os julgamentos e preconceitos …  www.fredgraef.com.br Modalidades – Outras Pistas
Não existe um canal melhor do que outro As pessoas possuem apenas preferências  A principal vantagem é poder se comunicar no “dialeto” da pessoa  Ajudar outras pessoas a encontrar opções – perguntar em outros canais sensoriais  Ajuda a pessoa a expandir seus mapas  Faça perguntas a você mesmo a partir de seus mapas …  www.fredgraef.com.br Considerações sobre Pistas de Acesso
www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos
Utilidade ???  Podemos nos comunicar melhor – dialeto  Ajudar uma pessoa a expandir seu mapa – perguntas que estimulam outro canal  Quando queres lembrar, criar, sentir  Exceções … www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos
Lembranças Visuais Qual é a cor do banheiro de sua casa? Em que sentido são as listras de uma zebra? Qual dos seus amigos tem o cabelo mais claro? Construções Visuais Como ficaria sua cozinha se a parede fosse laranja com bolinhas roxas? Imagine um triângulo vermelho dentro de um quadrado amarelo ... Como você ficaria com um nariz de palhaço e peruca verde? www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos
Lembrança Auditiva Qual é o som do toque do seu celular? Escute agora na sua cabeça uma música que você gosta ... Qual das portas da sua casa faz mais barulho? Construção Auditiva Como seria a sua voz debaixo d’água? Como seria o Mickey falando com a voz do Pato Donald? Como seria um cachorro falando com a voz do Lula? www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos
Diálogo Interno Quando você fala com você mesmo, de onde vem o som? O que você está dizendo para você agora mesmo? Cinestésico  Qual a sensação de comer algo extremamente ácido? Qual a sensação de entrar numa banheira de água quase fervendo? www.fredgraef.com.br Movimento dos Olhos
Canhotos País Basco Nível dos Olhos Alguns destros Identificar padrão Dúvidas ??? www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos - Comentários
Aprendizados  Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Modalidades - Exercício
[1] Saber o que você quer [2] Ter a acuidade e a sensibilidade de perceber os resultados que estamos obtendo [3] Ter a flexibilidade para mudar caso não estejamos alcançando os resultados que desejamos [4] Ter a habilidade de se comunicar  RESUMO – Pressupostos (comunicação e flexibilidade), Modalidades e Pistas de acesso (comunicação) ... www.fredgraef.com.br Pilares da PNL
Habilidade natural Exemplos Utilidade Castelo Reptiliano, Límbico, Córtex Um dos principais tópicos da PNL ...   www.fredgraef.com.br Rapport
Convite – maior consciência  Espelhamento e Acompanhamento  Fisiologia, Voz e Palavras – além disto, visualês, auditivês e cinetiquês  + que 50% de um relacionamento  Dúvidas ... Exercício ... Aprendizados  Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Rapport
Modelo de Comunicação – flexibilidade, comunicação, compreensão Pressupostos – flexibilidade, comunicação, compreensão  Ponte para o Futuro – metas e objetivos  Modalidades – comunicação e Rapport Pistas de Acesso – comunicação e Rapport  Rapport – comunicação  www.fredgraef.com.br Revisão ...
[1] Saber o que você quer [2] Ter a acuidade e a sensibilidade de perceber os resultados que estamos obtendo  [3] Ter a flexibilidade para mudar caso não estejamos alcançando os resultados que desejamos [4] Ter a habilidade de se comunicar  Dúvidas ??? ... www.fredgraef.com.br Pilares da PNL
[1] positivos – expresso positivamente [2] específicos – o que, quando, quem, onde? [3] verificáveis – representação – V A C  [4] relevantes – o que ganho? Por que?  [5] ecológicos – causa mal a alguém? [6] que dependam de mim  [7] possíveis  [8] que eu me sinta capaz – possível para mim [9] que eu me sinta merecedor www.fredgraef.com.br Boa Formulação de Objetivos
Dúvidas ??? ... Exercício ... Aprendizados  Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Boa Formulação de Objetivos
Mudo a experiência, mudo o mapa Controle emocional Volume, cor, brilho, contraste Sintonia fina Mexer na sintonia é mexer na estrutura Ajuda demais na Ponte para o Futuro  Memórias  Auto conhecimento e treino ...  www.fredgraef.com.br Submodalidades
www.fredgraef.com.br Submodalidades – Quadro
associação / dissociação  proximidade / afastamento cor / preto e branco luz / menos luz som / sem som  Opção para ser mais racional e menos emocional  Constituem a estrutura da experiência interna de uma pessoa ...  www.fredgraef.com.br Submodalidades de Maior Impacto
Dúvidas ??? Exercício ...  Aprendizados  Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Submodalidades
Exemplos ... Nossa vida é regida por âncoras  Vocês já utilizam âncoras ...  Utilidade?  Isto é tecnologia pessoal  Variáveis críticas do processo: [1] unicidade do estímulo  [2] intensidade do estado ancorado  [3] pureza do estado ou congruência  [4] repetição ...  www.fredgraef.com.br Âncoras
Reforço – não duram para sempre  Âncoras são aprendizados  Esta é uma das ferramentas mais poderosas da PNL, mas depende de treino ... Dúvidas ??? Exercício …  Aprendizados  Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Âncoras – Comentários
Para que serve a PNL Conceito  Inconsciente e Consciente Ponte para o Futuro – Visualização  Modelo de Comunicação  Pressupostos Básicos – Praticar o 21…   www.fredgraef.com.br Finalizando … Resumo …
Fisiologia – Emoções – Respiração  Modalidades e Pistas de Acesso  Boa Formulação de Objetivos – Metas  Submodalidades  Âncoras Auto Desenvolvimento … www.fredgraef.com.br Finalizando … Resumo …
1 semana para cada ponto [1] rapport  [2] fisiologia [3] ponte para o futuro [4] modalidades e submodalidades  [5] âncoras [6] metas – BFO  www.fredgraef.com.br Auto Desenvolvimento  –  Apêndice D
A V A L I A Ç Ã O       www.fredgraef.com.br
Palavra ou Frase … Obrigado !!! www.fredgraef.com.br Final

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Técnica da Escuta Ativa
Técnica da Escuta AtivaTécnica da Escuta Ativa
Técnica da Escuta Ativapsimais
 
Crescimento pessoal e propósito
Crescimento pessoal e propósitoCrescimento pessoal e propósito
Crescimento pessoal e propósitoEduardo Klein
 
A importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalhoA importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalhoinovaDay .
 
Pnl – aplicada à educação
Pnl – aplicada à educaçãoPnl – aplicada à educação
Pnl – aplicada à educaçãoAndré Stanley
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalCintia Meneghini
 
Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceGrupo E. Fabris
 
Reprogramação da mente para o Sucesso
Reprogramação da mente para o SucessoReprogramação da mente para o Sucesso
Reprogramação da mente para o SucessoRodrigo Telles
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalKarol Oliveira
 
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipeApresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipeEly Moraes Bisso
 
Liderança com foco em resultados palestra
Liderança com foco em resultados   palestraLiderança com foco em resultados   palestra
Liderança com foco em resultados palestraDaniel de Carvalho Luz
 
Liderança e Comunicação - Maurício Andrade
Liderança e Comunicação - Maurício AndradeLiderança e Comunicação - Maurício Andrade
Liderança e Comunicação - Maurício AndradeMaurício Andrade
 
Processos de comunicação
Processos de comunicaçãoProcessos de comunicação
Processos de comunicaçãoCarina Duarte
 

Mais procurados (20)

Falar em publico
Falar em publicoFalar em publico
Falar em publico
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
 
Palestra Inteligência Emocional
Palestra Inteligência EmocionalPalestra Inteligência Emocional
Palestra Inteligência Emocional
 
As Emoções e a Inteligência Emocional
As Emoções e a Inteligência EmocionalAs Emoções e a Inteligência Emocional
As Emoções e a Inteligência Emocional
 
Técnica da Escuta Ativa
Técnica da Escuta AtivaTécnica da Escuta Ativa
Técnica da Escuta Ativa
 
Crescimento pessoal e propósito
Crescimento pessoal e propósitoCrescimento pessoal e propósito
Crescimento pessoal e propósito
 
A importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalhoA importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalho
 
Pnl – aplicada à educação
Pnl – aplicada à educaçãoPnl – aplicada à educação
Pnl – aplicada à educação
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocional
 
Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta Performance
 
Palestra Pnl
Palestra PnlPalestra Pnl
Palestra Pnl
 
Reprogramação da mente para o Sucesso
Reprogramação da mente para o SucessoReprogramação da mente para o Sucesso
Reprogramação da mente para o Sucesso
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
 
Comunicação eficaz
Comunicação eficazComunicação eficaz
Comunicação eficaz
 
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipeApresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
Apresentação: Feedback para melhorar o desempenho da equipe
 
Comunicação eficaz jeff
Comunicação  eficaz jeffComunicação  eficaz jeff
Comunicação eficaz jeff
 
Liderança com foco em resultados palestra
Liderança com foco em resultados   palestraLiderança com foco em resultados   palestra
Liderança com foco em resultados palestra
 
Liderança e Comunicação - Maurício Andrade
Liderança e Comunicação - Maurício AndradeLiderança e Comunicação - Maurício Andrade
Liderança e Comunicação - Maurício Andrade
 
Feedback
FeedbackFeedback
Feedback
 
Processos de comunicação
Processos de comunicaçãoProcessos de comunicação
Processos de comunicação
 

Semelhante a Como a PNL Melhora Vida com Comunicação e Objetivos

Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016.add
 
Negociação e Administração de Conflitos
Negociação e Administração de ConflitosNegociação e Administração de Conflitos
Negociação e Administração de ConflitosVictor Gonçalves
 
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de ProjetosCurso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de ProjetosJulien Condamines
 
Aula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptx
Aula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptxAula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptx
Aula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptxProfessor SOUZA
 
Arquivo Curso Marketing Pessoal.pdf
Arquivo Curso Marketing Pessoal.pdfArquivo Curso Marketing Pessoal.pdf
Arquivo Curso Marketing Pessoal.pdfAlcidesTiago2
 
Treinamento de Design Thinking
Treinamento de Design ThinkingTreinamento de Design Thinking
Treinamento de Design ThinkingVictor Gonçalves
 
pnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdf
pnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdfpnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdf
pnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdfCarmito Aires
 
Time Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home Office
Time Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home OfficeTime Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home Office
Time Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home OfficeEduardo Freire
 
Por que planejar é preciso?
Por que planejar é preciso? Por que planejar é preciso?
Por que planejar é preciso? Adriana Ferreira
 
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoCurso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoSummo_Consultoria
 
Curso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisCurso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisSaulo Veríssimo
 
Palestra Adriana Torres
Palestra Adriana TorresPalestra Adriana Torres
Palestra Adriana Torresquintadigital
 
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03Fred Graef
 
Microinovação - Fabricar Ideias, Rui Marques
Microinovação - Fabricar Ideias, Rui MarquesMicroinovação - Fabricar Ideias, Rui Marques
Microinovação - Fabricar Ideias, Rui Marquescomunidades@ina
 
Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos para crescer pessoalmente ...
Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos  para crescer pessoalmente ...Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos  para crescer pessoalmente ...
Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos para crescer pessoalmente ...Gláuber Guilherme Signori
 

Semelhante a Como a PNL Melhora Vida com Comunicação e Objetivos (20)

Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016
 
Negociação e Administração de Conflitos
Negociação e Administração de ConflitosNegociação e Administração de Conflitos
Negociação e Administração de Conflitos
 
A pnl de a a z
A pnl de a a zA pnl de a a z
A pnl de a a z
 
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de ProjetosCurso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
 
Aula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptx
Aula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptxAula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptx
Aula 1 - Introdução à Programação Neurolíguistica ajustado.pptx
 
Arquivo Curso Marketing Pessoal.pdf
Arquivo Curso Marketing Pessoal.pdfArquivo Curso Marketing Pessoal.pdf
Arquivo Curso Marketing Pessoal.pdf
 
Treinamento de Design Thinking
Treinamento de Design ThinkingTreinamento de Design Thinking
Treinamento de Design Thinking
 
Tdc2019 teambuilding3tecnicasv03
Tdc2019 teambuilding3tecnicasv03Tdc2019 teambuilding3tecnicasv03
Tdc2019 teambuilding3tecnicasv03
 
pnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdf
pnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdfpnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdf
pnl_coletnea_-formadora_-wania_andrade.pdf
 
Time Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home Office
Time Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home OfficeTime Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home Office
Time Now TALKS - Gestão, Ágil e All Home Office
 
Prototipação
PrototipaçãoPrototipação
Prototipação
 
Ferramentas de gestao
Ferramentas de gestaoFerramentas de gestao
Ferramentas de gestao
 
Por que planejar é preciso?
Por que planejar é preciso? Por que planejar é preciso?
Por que planejar é preciso?
 
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoCurso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
 
Curso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisCurso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentais
 
Palestra Adriana Torres
Palestra Adriana TorresPalestra Adriana Torres
Palestra Adriana Torres
 
Coaching
CoachingCoaching
Coaching
 
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
 
Microinovação - Fabricar Ideias, Rui Marques
Microinovação - Fabricar Ideias, Rui MarquesMicroinovação - Fabricar Ideias, Rui Marques
Microinovação - Fabricar Ideias, Rui Marques
 
Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos para crescer pessoalmente ...
Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos  para crescer pessoalmente ...Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos  para crescer pessoalmente ...
Como desenvolver os seus pontos fortes e talentos para crescer pessoalmente ...
 

Mais de Fred Graef

7 Passos para Desenvolver sua Autodisciplina
7 Passos para Desenvolver sua Autodisciplina7 Passos para Desenvolver sua Autodisciplina
7 Passos para Desenvolver sua AutodisciplinaFred Graef
 
7 Dicas de Como Delegar em Vendas
7 Dicas de Como Delegar em Vendas7 Dicas de Como Delegar em Vendas
7 Dicas de Como Delegar em VendasFred Graef
 
Como ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as Interrupções
Como ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as InterrupçõesComo ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as Interrupções
Como ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as InterrupçõesFred Graef
 
12 Pilares do Empreendedor de Sucesso
12 Pilares do Empreendedor de Sucesso12 Pilares do Empreendedor de Sucesso
12 Pilares do Empreendedor de SucessoFred Graef
 
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o SucessoIniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o SucessoFred Graef
 
Engajando Mentes e Corações
Engajando Mentes e CoraçõesEngajando Mentes e Corações
Engajando Mentes e CoraçõesFred Graef
 
Dicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua Equipe
Dicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua EquipeDicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua Equipe
Dicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua EquipeFred Graef
 
Como Vender Valor
Como Vender ValorComo Vender Valor
Como Vender ValorFred Graef
 
Como Manter a Mente e a Energia Positiva
Como Manter a Mente e a Energia PositivaComo Manter a Mente e a Energia Positiva
Como Manter a Mente e a Energia PositivaFred Graef
 
Como Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPE
Como Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPEComo Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPE
Como Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPEFred Graef
 
Metas sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sample
Metas   sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sampleMetas   sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sample
Metas sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sampleFred Graef
 
Exemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pdaExemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pdaFred Graef
 
Palestra Aumente as Vendas com Coaching
Palestra Aumente as Vendas com CoachingPalestra Aumente as Vendas com Coaching
Palestra Aumente as Vendas com CoachingFred Graef
 
Seminário Norte Profissional
Seminário Norte ProfissionalSeminário Norte Profissional
Seminário Norte ProfissionalFred Graef
 
Venda Valor e não Preço
Venda Valor e não PreçoVenda Valor e não Preço
Venda Valor e não PreçoFred Graef
 

Mais de Fred Graef (15)

7 Passos para Desenvolver sua Autodisciplina
7 Passos para Desenvolver sua Autodisciplina7 Passos para Desenvolver sua Autodisciplina
7 Passos para Desenvolver sua Autodisciplina
 
7 Dicas de Como Delegar em Vendas
7 Dicas de Como Delegar em Vendas7 Dicas de Como Delegar em Vendas
7 Dicas de Como Delegar em Vendas
 
Como ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as Interrupções
Como ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as InterrupçõesComo ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as Interrupções
Como ser Produtivo em Vendas - Cuidado com as Interrupções
 
12 Pilares do Empreendedor de Sucesso
12 Pilares do Empreendedor de Sucesso12 Pilares do Empreendedor de Sucesso
12 Pilares do Empreendedor de Sucesso
 
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o SucessoIniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
 
Engajando Mentes e Corações
Engajando Mentes e CoraçõesEngajando Mentes e Corações
Engajando Mentes e Corações
 
Dicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua Equipe
Dicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua EquipeDicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua Equipe
Dicas Práticas para Infliuenciar a Atitude da Sua Equipe
 
Como Vender Valor
Como Vender ValorComo Vender Valor
Como Vender Valor
 
Como Manter a Mente e a Energia Positiva
Como Manter a Mente e a Energia PositivaComo Manter a Mente e a Energia Positiva
Como Manter a Mente e a Energia Positiva
 
Como Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPE
Como Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPEComo Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPE
Como Fortalecer sua Mentalidade Empreendedora - Palestra CECOMPE
 
Metas sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sample
Metas   sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sampleMetas   sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sample
Metas sonhos em realidade - ver c 1 - jan 2012 - sample
 
Exemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pdaExemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pda
 
Palestra Aumente as Vendas com Coaching
Palestra Aumente as Vendas com CoachingPalestra Aumente as Vendas com Coaching
Palestra Aumente as Vendas com Coaching
 
Seminário Norte Profissional
Seminário Norte ProfissionalSeminário Norte Profissional
Seminário Norte Profissional
 
Venda Valor e não Preço
Venda Valor e não PreçoVenda Valor e não Preço
Venda Valor e não Preço
 

Último

Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 

Último (20)

Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 

Como a PNL Melhora Vida com Comunicação e Objetivos

  • 1. Como a PNL Pode Melhorar a Sua Vida
  • 2.
  • 3. Saber para que serve a PNL Conhecer e aplicar os principais conceitos Conhecer o histórico Conhecer e aplicar o Modelo de Comunicação Conhecer e aplicar os Pressupostos Básicos Conhecer a aplicar as Modalidades em Comunicação www.fredgraef.com.br Objetivos do Treinamento
  • 4. Conhecer e aplicar as Pistas de Acesso dos Movimentos dos Olhos Tomarconsciência e aprimorar as habilidades de Rapport Conhecer e aplicar a Boa Formulação de Objetivos e Metas em PNL Submodalidades – como mudar uma experiência e controlar estados emocionais Conhecer e aplicar Âncoras www.fredgraef.com.br Objetivos do Treinamento
  • 5. Que vocês possam aplicar com vocês O hardware é igual para todos A diferença está no software que criamos O cérebro é um telefone e a mente é a seqüência dos números que discamos www.fredgraef.com.br Objetivos - Comentários
  • 6. Depende do empenho de cada um Depende já da programação mental de cada um Antes de fazermos um exercício … Processo de apendizado de adultos Aplicação prática Estados emocionais Exercício www.fredgraef.com.br Aproveitamento de Cada Um
  • 7. Aprendizado e eficácia deste treinamento está na mão de cada um Quanto mais se dedicar, mais vai retirar Saibam o que desejam … Entrem de coração e alma … Estejam curiosos … Se divirtam … Participem ativamente dos exercícios … Embarquem no vôo … www.fredgraef.com.br Resumo da Eficácia
  • 8. SINTA-SE BEM !!! www.fredgraef.com.br
  • 9. Noite – teoria – entendimento dos modelos e técnicas que vamos trabalhar amanhã Sábado – técnicas, modelos e prática www.fredgraef.com.br Estrutura do Treinamento
  • 10. Melhorar a comunicação conosco e com os outros Melhor definir nossos objetivos Aumentar nossa eficácia na conquista de nossos objetivos Terapia Ferramenta para aumentar nossos resultados em relacionamentos humanos, negociações, liderança www.fredgraef.com.br Para que serve a PNL?
  • 11. Melhorar a qualidade de vida Mudar a nossa forma de pensar … O que muda a nossa forma de sentir … O que muda o que fazemos – nosso comportamento … E portanto, mudar nossos resultados … Qualquer atividade que desejamos realizar, depende de como controlamos o nosso sistema nervoso e o nosso processamento www.fredgraef.com.br Para que serve a PNL?
  • 13. Mudança – resultados – objetivos Pensar sobre soluções Aprender a influenciar a si próprio e nossas relações Administrar estados emocionais Livrar-se de maus hábitos Transformar o pensamento para resolver qualquer situação SER ÚTIL – É PRÁTICA – não conceitual www.fredgraef.com.br Qual o foco da PNL?
  • 14. Tenhamos em mente que a PNL não quer explicar nem provar nada O convite é para experimentarem e testarem por vocês mesmos Com relação aos pontos que forem apresentados, perguntas úteis … Onde posso aplicar isso? Em que circunstância posso aplicar? Como faço? www.fredgraef.com.br Recomendações
  • 15. Perguntas que não ajudam … Por quê? Qual a prova disso? Como se explica? Qual o significado? Você prefere ter razão ou ser feliz? www.fredgraef.com.br Recomendações
  • 16. Experimentando, treinando e praticando É como andar de bicicleta ou jogar futebol A essência da PNL é uma atitude perante a vida Pratiquem com vocês e utilizem no maior laboratório … VIDA !!! www.fredgraef.com.br Como você aplica o que aprende aqui?
  • 17. Neuro Lingüístico – linguagem e emoção – reflexo da fala na emoção … Programação Estudo da estrutura subjetiva Ciência da Excelência Histórico … Dúvidas … www.fredgraef.com.br Conceitos
  • 18. O que explica os resultados de algumas pessoas na vida? Bandler e Grinder, Satir, Pearls, Erickson, 1970, Califórnia Mescla deste estudo e de comunicadores de sucesso Depois, estruturam respostas para as seguintes perguntas: www.fredgraef.com.br Histórico
  • 19. [1] como o homem codifica em seu cérebro a experiência da realidade exterior? [2] como se pode conhecer e transferir a excelência humana? Modelagem “A Estrutura da Magia” Modelo de Comunicação e Metamodelo Antes, diferenciação útil … www.fredgraef.com.br Histórico
  • 20. Cérebro – Mente: Hardware e Software Consciente e Inconsciente Consciente – RAM Inconsciente – processador + “”HD” ilimitado 2 MM de bits por segundo 90% dos comportamentos são inconscientes Em resumo, o melhor e mais completo computador do mundo www.fredgraef.com.br Cérebro/Mente e Consciente/Inconsciente
  • 22. Ele quer o nosso bem Ogro ou criança de 2 anos Às vezes produz comportamentos que nós (consciente) não gostamos O inconsciente SEMPRE trabalha a nosso favor … www.fredgraef.com.br Características do Inconsciente
  • 23. “Estrutura da Magia” – Metamodelo Intuitivamente grandes comunicadores procuravam entender o Modelo de Comunicação das Pessoas Toda a realidade externa é captada através de nosso Aparato Sensorial www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
  • 24. Podemos aprender, estudar e reproduzir o modelo de pensamento e comportamento de qualquer pessoa Grande parte das técnicas de PNL, é a reprodução de Modelos (MODELAGEM) Antes vamos falar de “realidade” Filtramos a realidade Não temos acesso a 100% da realidade externa … www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
  • 25. Filtrosneurológicos Filtrosculturaisousociais Filtrospessoais – memórias, crenças, valores Além dos filtros, 3 sub gerentes do cérebro Generalização Omissão Distorção Vídeo – Poder da Crença (3 sub gerentes) www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
  • 26. O cérebro, para ser eficiente, precisa generalizar, omitir e distorcer Só que ele não é eficaz neste processo Os filtros e processamentos são úteis mas podem limitar muito o nosso modelo de realidade Quanto mais amplo e expandido for o nosso modelo, melhor funcionamos – melhores os nossos resultados Mapas de alguns ... www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação - Considerações
  • 28. Rua Garibaldi, 153 - Pio XCaxias do Sul - RS, 95080-190(0xx)              54 3289-2000        www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
  • 29. Qual o endereço que quero chegar? Cérebro é uma máquina de eficiência, rapidez e automação Precisa de controle, monitoramento e questionamento da máquina – o Consciente é o Auditor www.fredgraef.com.br Considerações sobre o Modelo de Comunicação
  • 31. Pense nos problemas de comunicação entre as pessoas … PNL é um modelo dos modelos de realidade existentes que visa trazer mais resultados e excelência para nossas vidas PNL se incumbe de expandir os modelos das pessoas fazendo com que as limitações sejam superadas, até porque as limitações só existem no modelo, e não na realidade www.fredgraef.com.br Modelo de Comunicação
  • 33. www.fredgraef.com.br Lado de Fora e Lado de Dentro
  • 34. Ter mais modelos na cabeça? Ter modelos mais completos na cabeça? Ter modelos de outros comportamentos possíveis? O que vocês acham que pode começar a acontecer com os seus resultados pessoais e profissionais? Mapas/Programações … Pressupostos www.fredgraef.com.br O que vocês acham de … ???
  • 35. Extratos dos mapas de pessoas com resultados São crenças, entendimentos de mundo, pilares Convite – praticá-los … [1] O Mapa não é o Território Pense no mapa do Brasil … Pergunta: meus mapas para as diveresas áreas da minha vida são úteis ? www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 36. Um mapa é uma impressão digital Apenas ter esta consciência já produz mudanças, percebem? Quando mudamos o mapa, mudamos o comportamento Uma das formas de mudar um mapa – perguntas Sejamos curiosos em vez de sermos juízes www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 37. Como o MODELO reagiria a esta situação … [2] As Pessoas Fazem sempre a Melhor Escolha que Podem Caminho das Índias, mundo árabe etc [3] Não existem falhas nem fracassos, apenas aprendizados e resultados Edison não falhou 1.000 vezes O medo pode paralisar … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 38. 'Errei mais de 9.000 cestas e perdi quase 300 jogos. Em 26 diferentes finais de partidas fui encarregado de jogar a bola que venceria o jogo... e falhei. Eu tenho uma história repleta de falhas e fracassos em minha vida.E é exatamente por isso que sou um sucesso.' www.fredgraef.com.br Pressupostos – Michael Jordan
  • 39. Quando você achar que cometeu um “erro”’, faça as seguintes perguntas a você: Que lições aprendi? Qual o meu objetivo nesta situação? O que alcancei até aqui? Que resultados produzi? Como posso direcionar as lições positivamente? O que vou fazer de diferente? Desde Sócrates, grande parte das mudanças ocorre via perguntas … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 40. [4] O Resultado da Nossa Comunicação é o que foi Percebido, não o que Falamos A responsabilidade da comunicação é sempre do emitente Troquemos o “estás me entendo?” ou “entendeu?” pelo “estou conseguindo me fazer entender?” Não existem pessoas com dificuldade de entendimento, e sim comunicadores inflexíveis … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 41. [5] Se o que você está fazendo não está funcionando, faça diferente Einstein É sempre mais fácil os outros mudarem Quando você aceita e pratica este presuposto, você deixa de perder tempo se lamentando ou batendo a cabeça contra a parede Se eu quero que alguma mudança ocorra, eu mudo … Gandhi … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 42. [6] É Impossível não se comunicar a todo o instante (nem que seja com você mesmo) nosso corpo, nossa atitude estão sempre comunicando 55% - 38% - 7% Na comunicação, a forma é mais importante que o conteúdo … [7] Temos todos os recursos que precisamos www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 43. Quais são os recursos que dispomos? Modelos Richard Bach e o livro “Ilusões” Imagens – sensações – palavras – processamento mental – como – sabemos onde buscar ou a quem perguntar … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos - Recursos
  • 45. [8] Todo o Comportamento tem uma Intenção Positiva Lembram da conversa sobre o inconsciente … Ganho secundário – benefício inconsciente Ex.: gritar para ser ouvido … [9] As Pessoas não são seus Comportamentos Ex.: comportamento estúpido ou idiota … www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 46. [10] Mente e Corpo são um Único Sistema www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 47. [10] Corpo e Mente são um único sistema www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 48. Pensamentos podem causar doenças ou curas Primeiro exercício para controle de emoções – mude a fisiologia R E S P I R A Ç Ã O ! ! ! ! … [11] Modelar um Desempenho de Sucesso conduz à Excelência – se uma pessoa pode fazer algo, qualquer um pode Tempo e treino (modelos, fisiologia etc) www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 49. e aqui gente, fica um outro convite para nós todos ... quando notamos alguma pessoa fazer algo bacana ou extraordinário, em vez de criticarmos ou ficarmos com ciúmes, podemos ficar entusiasmados e procurar aprender, modelar com esta pessoa, como ela faz ... www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 50. [12] A Parte mais Flexível de um Sistema Lidera o Sistema O que é um sistema? Notamos isso quando falamos que o mapa não é o território … Por sabermos que as pessoas não são seus comportamentos … Por sabermos que todo o comportamento tem uma intenção positiva … Por sabermos que uma pessoa não pode não se comunicar … (… / …. / …) www.fredgraef.com.br Pressupostos Básicos
  • 51. O que o Praticante de PNL faz com este conhecimento? www.fredgraef.com.br Conclusões dos Pressupostos
  • 53. É uma das ferramentas mais importantes Motores, Software e Pelé O cérebro não separa direito “fora” e “dentro” É uma forma de ensaiar resultados e comportamentos Vamos usar a Ponte para o Futuro com os Pressupostos www.fredgraef.com.br Ponte para o Futuro – Visulização – Ensaio Mental
  • 54. Faça as perguntas para você mesmo … Aprendizados O que fazer de diferente daqui para a frente? Receita de Bolo – 21 www.fredgraef.com.br Exercício – Pressupostos e Ponte ao Futuro
  • 55. Utilidade Aplicação Conceito Histórico Modelo de Comunicação Pressupostos Ponte ao Futuro Exercícios Dúvidas ??? www.fredgraef.com.br Resumo e Ferramentas
  • 56. Pistas do que uma pessoa está pensando? Pistas da forma que uma pessoa opera seu modelo mental? Conhecimento e entendimento de como a outra pessoa pensa … www.fredgraef.com.br Modalidades
  • 57. Aparato sensorial Visual, auditivo, cinestésico e digital Nenhum é melhor que o outro As pessoas possuem diferentes preferências Podemos desenvolver habilidade em outro canal sensorial Ok, e qual a utilidade? www.fredgraef.com.br Modalidades
  • 58. Falar o dialeto da pessoa Ajuda a “melhor falarmos com a outra pessoa?” Uma das maiores competências em PNL é falar no sistema representacional do interlocutor Vocês acham que isso pode ajudar no melhor entendimento e melhor negociação e persuasão de outras pessoas? Ajuda muito no RAPPORT – Satir – Casal … www.fredgraef.com.br Modalidades – Utilidade
  • 59. ver imagem claro ponto de vista brilhante quadro luz aparência observar obscuro www.fredgraef.com.br Palavras Visuais
  • 60. ouvir dizer falar perguntar explicar estalo comentário boato tom barulho www.fredgraef.com.br Palavras Auditivas
  • 61. aconchegante confortável sentir sensação gosto cheiro pesado macio doce bloqueio www.fredgraef.com.br Palavras Cinestésicas
  • 62. acreditar aprender estimular “sacar” estudar saber igualar detalhe decidir pensar www.fredgraef.com.br Palavras Inespecíficas ou Digitais
  • 63. Além das palavras, movimentos dos olhos Velocidade da fala Fisiologia Respiração Utilidade – como aprendem e gostam de receber informações … Como apresentar projetos para pessoas ? Vamos parar com os julgamentos e preconceitos … www.fredgraef.com.br Modalidades – Outras Pistas
  • 64. Não existe um canal melhor do que outro As pessoas possuem apenas preferências A principal vantagem é poder se comunicar no “dialeto” da pessoa Ajudar outras pessoas a encontrar opções – perguntar em outros canais sensoriais Ajuda a pessoa a expandir seus mapas Faça perguntas a você mesmo a partir de seus mapas … www.fredgraef.com.br Considerações sobre Pistas de Acesso
  • 66. Utilidade ??? Podemos nos comunicar melhor – dialeto Ajudar uma pessoa a expandir seu mapa – perguntas que estimulam outro canal Quando queres lembrar, criar, sentir Exceções … www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos
  • 67. Lembranças Visuais Qual é a cor do banheiro de sua casa? Em que sentido são as listras de uma zebra? Qual dos seus amigos tem o cabelo mais claro? Construções Visuais Como ficaria sua cozinha se a parede fosse laranja com bolinhas roxas? Imagine um triângulo vermelho dentro de um quadrado amarelo ... Como você ficaria com um nariz de palhaço e peruca verde? www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos
  • 68. Lembrança Auditiva Qual é o som do toque do seu celular? Escute agora na sua cabeça uma música que você gosta ... Qual das portas da sua casa faz mais barulho? Construção Auditiva Como seria a sua voz debaixo d’água? Como seria o Mickey falando com a voz do Pato Donald? Como seria um cachorro falando com a voz do Lula? www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos
  • 69. Diálogo Interno Quando você fala com você mesmo, de onde vem o som? O que você está dizendo para você agora mesmo? Cinestésico Qual a sensação de comer algo extremamente ácido? Qual a sensação de entrar numa banheira de água quase fervendo? www.fredgraef.com.br Movimento dos Olhos
  • 70. Canhotos País Basco Nível dos Olhos Alguns destros Identificar padrão Dúvidas ??? www.fredgraef.com.br Movimentos dos Olhos - Comentários
  • 71. Aprendizados Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Modalidades - Exercício
  • 72. [1] Saber o que você quer [2] Ter a acuidade e a sensibilidade de perceber os resultados que estamos obtendo [3] Ter a flexibilidade para mudar caso não estejamos alcançando os resultados que desejamos [4] Ter a habilidade de se comunicar RESUMO – Pressupostos (comunicação e flexibilidade), Modalidades e Pistas de acesso (comunicação) ... www.fredgraef.com.br Pilares da PNL
  • 73. Habilidade natural Exemplos Utilidade Castelo Reptiliano, Límbico, Córtex Um dos principais tópicos da PNL ... www.fredgraef.com.br Rapport
  • 74. Convite – maior consciência Espelhamento e Acompanhamento Fisiologia, Voz e Palavras – além disto, visualês, auditivês e cinetiquês + que 50% de um relacionamento Dúvidas ... Exercício ... Aprendizados Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Rapport
  • 75. Modelo de Comunicação – flexibilidade, comunicação, compreensão Pressupostos – flexibilidade, comunicação, compreensão Ponte para o Futuro – metas e objetivos Modalidades – comunicação e Rapport Pistas de Acesso – comunicação e Rapport Rapport – comunicação www.fredgraef.com.br Revisão ...
  • 76. [1] Saber o que você quer [2] Ter a acuidade e a sensibilidade de perceber os resultados que estamos obtendo [3] Ter a flexibilidade para mudar caso não estejamos alcançando os resultados que desejamos [4] Ter a habilidade de se comunicar Dúvidas ??? ... www.fredgraef.com.br Pilares da PNL
  • 77. [1] positivos – expresso positivamente [2] específicos – o que, quando, quem, onde? [3] verificáveis – representação – V A C [4] relevantes – o que ganho? Por que? [5] ecológicos – causa mal a alguém? [6] que dependam de mim [7] possíveis [8] que eu me sinta capaz – possível para mim [9] que eu me sinta merecedor www.fredgraef.com.br Boa Formulação de Objetivos
  • 78. Dúvidas ??? ... Exercício ... Aprendizados Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Boa Formulação de Objetivos
  • 79. Mudo a experiência, mudo o mapa Controle emocional Volume, cor, brilho, contraste Sintonia fina Mexer na sintonia é mexer na estrutura Ajuda demais na Ponte para o Futuro Memórias Auto conhecimento e treino ... www.fredgraef.com.br Submodalidades
  • 81. associação / dissociação proximidade / afastamento cor / preto e branco luz / menos luz som / sem som Opção para ser mais racional e menos emocional Constituem a estrutura da experiência interna de uma pessoa ... www.fredgraef.com.br Submodalidades de Maior Impacto
  • 82. Dúvidas ??? Exercício ... Aprendizados Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Submodalidades
  • 83. Exemplos ... Nossa vida é regida por âncoras Vocês já utilizam âncoras ... Utilidade? Isto é tecnologia pessoal Variáveis críticas do processo: [1] unicidade do estímulo [2] intensidade do estado ancorado [3] pureza do estado ou congruência [4] repetição ... www.fredgraef.com.br Âncoras
  • 84. Reforço – não duram para sempre Âncoras são aprendizados Esta é uma das ferramentas mais poderosas da PNL, mas depende de treino ... Dúvidas ??? Exercício … Aprendizados Lições, insights, fichas O que fazer de diferente daqui para a frente? … www.fredgraef.com.br Âncoras – Comentários
  • 85. Para que serve a PNL Conceito Inconsciente e Consciente Ponte para o Futuro – Visualização Modelo de Comunicação Pressupostos Básicos – Praticar o 21… www.fredgraef.com.br Finalizando … Resumo …
  • 86. Fisiologia – Emoções – Respiração Modalidades e Pistas de Acesso Boa Formulação de Objetivos – Metas Submodalidades Âncoras Auto Desenvolvimento … www.fredgraef.com.br Finalizando … Resumo …
  • 87. 1 semana para cada ponto [1] rapport [2] fisiologia [3] ponte para o futuro [4] modalidades e submodalidades [5] âncoras [6] metas – BFO www.fredgraef.com.br Auto Desenvolvimento – Apêndice D
  • 88. A V A L I A Ç Ã O www.fredgraef.com.br
  • 89. Palavra ou Frase … Obrigado !!! www.fredgraef.com.br Final