SlideShare uma empresa Scribd logo
Aprendizagem baseada em problemas: Adaptações
ao ensino remoto
Prof. Dr. Caio Maximino
IESB/Unifesspa
2
Programa
●
O que é aprendizagem baseada em problemas?
●
Características fundamentais de um bom design de APB
●
Ferramentas online
3
O que é aprendizagem baseada em problemas?
●
Metodologia de ensino-aprendizagem voltada para a construção de
conhecimento por meio da resolução de situações
●
Proposta pedagógica de ensino ativo: através do engajamento com problemas
(reais ou simulados), fomenta-se a autonomia da/os estudantes
●
Estrutura de “sala de aula invertida”: As/os estudantes precisam utilizar seu
espaço/tempo externo à aula para estudar e construir as respostas ao
problema, que serão discutidos em aula
●
Existe uma ordem temporal dos processos: primeiro contata-se o problema, depois estuda-
se o que é necessário para resolvê-lo, e só então se produz a solução do problema
4
Princípios fundamentais (Ribeiro, 2008)
Ensino centrado em alune e visando ao seu processo de aprender;
Responsabilização del alune por sua aprendizagem;
Consideração de aprendizagens anteriores;
Aprendizagem ativa, interativa, e colaborativa;
Contextualização do ensino;
O papel principal de professore é criar situações-problema e
coordenar sua solução;
O problema ou situação-problema sempre antecede a teoria;
Avaliação por pares.
RIBEIRO, L. R. C. Aprendizagem baseada em problema (PBL): uma experiência no En-sino
Superior. São Carlos: EduFSCar, 2008.
5
Características fundamentais de um bom design de
APB
●
Um bom problema ou questão é desafiador
●
Os estudantes se envolvem em um processo rigoroso e prolongado de fazer perguntas, encontrar recursos e aplicar
informações.
●
O problema envolve o contexto, tarefas, e ferramentas do mundo real, ou fala a preocupações, interesses, e questões pessoais
da vida dos estudantes.
●
É preciso, acima de tudo, dar voz às/aos estudantes, sugerindo maneiras de trabalhar e responder ao problema, mas permitindo
diferentes soluções e maneiras de trabalhar.
●
Estudantes e professores refletem sobre o processo de aprendizagem, a eficácia de suas pesquisas e atividades, a qualidade do
trabalho dos estudantes, os obstáculos que surgem e as estratégias para superá-los.
●
Les estudantes dão, recebem e aplicam retorno para melhorar seus processos de aprendizagem.
●
Les alunes tornam público seu trabalho de projeto explicando, exibindo e/ou apresentando-o ao público além da sala de aula.l
6
Dinâmica dos “8 passos”
1. Ler atentamente o problema e esclarecer os termos desconhecidos.
2. Identificar as questões (problemas) propostas pelo enunciado.
3. Oferecer explicações para estas questões com base no conhecimento
prévio que o grupo tem sobre o assunto.
4. Resumir estas explicações.
5. Estabelecer objetivos de aprendizagem que levem o aluno ao
aprofundamento e complementação destas explicações.
6. Estudo individual respeitando os objetivos alcançados.
7. Rediscussão no grupo tutorial dos avanços do conhecimento obtidos pelo
grupo.
8. Avaliação formativa.
7
A criação dos problemas
●
Envolve a integralização do currículo/ementa
●
Uma sugestão: transformar os conteúdos da ementa em palavras-
chave e as combinar, de maneira a verificar quais tópicos
conversam entre si
8
Um exemplo da Psicologia
●
Componente Curricular: Alcoolismo Drogadição e Práticas Interdisciplinares
●
Ementa: O uso de droga e a relação com o mal-estar e a cultura: toxicomania
generalizada. Definição e caracterização de dependência e abstinência. Diferentes
modelos de compreensão da dependência de substâncias; concepção de uso
abusivo e nocivo; fatores de risco e de proteção; diagnóstico e caracterização das
síndromes de dependência e abstinência. Sistema de recompensa cerebral e
neuroadaptação; principais drogas de abuso e seus efeitos biopsicosociais: tabaco,
álcool, cocaína, drogas sintéticas, opiáceos, etc. Abordagens de tratamento
individual, familiar e institucional: a redução de danos e a prevenção de recaída.
Alcoolismo, drogadição, e populações vulneráveis: O caso dos indígenas e dos
negros. Organização de políticas públicas e serviços preventivos e de tratamento.
Dimensões éticas no cuidado ao usuário de drogas.
9
Um exemplo da Psicologia
●
Componente Curricular: Alcoolismo Drogadição e Práticas Interdisciplinares
●
Ementa: O uso de droga e a relação com o mal-estar e a cultura: toxicomania
generalizada. Definição e caracterização de dependência e abstinência. Diferentes
modelos de compreensão da dependência de substâncias; concepção de uso
abusivo e nocivo; fatores de risco e de proteção; diagnóstico e caracterização das
síndromes de dependência e abstinência. Sistema de recompensa cerebral e
neuroadaptação; principais drogas de abuso e seus efeitos biopsicosociais: tabaco,
álcool, cocaína, drogas sintéticas, opiáceos, etc. Abordagens de tratamento
individual, familiar e institucional: a redução de danos e a prevenção de recaída.
Alcoolismo, drogadição, e populações vulneráveis: O caso dos indígenas e dos
negros. Organização de políticas públicas e serviços preventivos e de tratamento.
Dimensões éticas no cuidado ao usuário de drogas.
10
O problema
Uma mulher de 29 anos é levada pela polícia ao CAPS depois que eles a pegaram
tentando invadir uma mercearia. Quando a prenderam, notaram que ela "parecia
drogada", e que estava suando com as pupilas dilatadas. A paciente afirma que ela tem
fumado crack diariamente durante a maior parte do ano passado, perdendo 13 kg nos
últimos 6 meses. Ela afirma que seu agora gasta quase 30 reais por dia com o uso,
embora antes costumasse alcançar o mesmo estado por menos de 5 reais. Quando ela
não usa, ela anseia pela droga, fica com muito sono, sente-se deprimida e tem um
grande apetite. Ao usar a droga, ela descreve seu humor como "muito bom" e tem
muita energia. Ela tentou parar em inúmeras ocasiões, até mesmo entrando em um
programa de tratamento hospitalar em um determinado momento, mas ela sempre
começava a usar de novo rapidamente. A paciente costumava trabalhar em meio
período como secretária, mas perdeu seu emprego por ter sempre se atrasar atrasar e
por ter roubado dinheiro do trabalho. Ela admite que estava tentando roubar a
mercearia para sustentar seu hábito.
11
O problema
●
A partir desse problema, podemos levantar diversos objetivos de aprendizagem:
●
Características farmacológicas da cocaína e do crack
●
Aspectos sociológicos e econômicos
●
Características diagnósticas
●
Modelos de compreensão da dependência de cocaína e crack
●
&c
●
A partir da abertura do problema, os alunos estudam por conta própria
(idealmente em grupos) e, na próxima sessão tutorial, trazem o resultado de seu
estudo
●
O processo de abertura e fechamento do problema compõem a avaliação formativa
12
Um exemplo das Ciências Sociais
Componente curricular: Teoria Sociológica III
Ementa: Fontes constitutivas do materialismo histórico dialético.
A constituição da sociedade em classes, os processos sociais de
conflito e antagonismo, as relações entre Estado e classes
sociais. Crítica marxista ao modo de produção e reprodução
social da sociedade capitalista. A concepção do Estado no
materialismo histórico e dialético.
13
O problema
“Apesar da escassez de recursos a que a pobreza costuma ser associada, a
obesidade vem aumentando também nas populações mais carentes,
sobretudo entre as mulheres. Mesmo com o crescimento do país,
especialistas alertam que o problema não será sanado apenas pelo
aumento da renda.
De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares, do IBGE, entre os 20%
mais pobres da população, o excesso de peso entre as mulheres adultas
pulou de 14,6%, em 1974, para 45%, em 2009. Já entre os homens, a
variação foi de 5,5% para 36,9% (no caso masculino, o excesso de peso
aumenta conforme a renda, e hoje atinge 61,8% da população mais rica.”
http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/26862
14
O problema
●
A partir desse problema, podemos levantar diversos objetivos de
aprendizagem:
●
Como as teorias marxianas definem classe?
●
O que é reprodução social?
●
Qual a relação entre produção e reprodução social?
●
Qual a relação entre organização econômica (infraestrutura) e organização da
vida cotidiana e da saúde (superestrutura)?
15
Para lembrar
●
Nenhum problema sozinho dará conta de todos os conteúdos da
ementa
●
Muitas vezes, um mesmo conteúdo aparece em mais de um
problema, em diferentes níveis de aprofundamento
●
Se o grupo não alcança todos os objetivos, ou não alcança o nível
de aprofundamento que le professore deseja, aquele objetivo
sempre pode aparecer em um problema futuro
16
Competências del professore na educação à
distância (Lima & Rosatelli, 2005)
●
Apresentar atitude crítica, pesquisadora e criativa.
●
Estimular a resolução de problemas.
●
Proporcionar uma aprendizagem dinâmica.
●
Facilitar a expressão e a comunicação.
●
Fundamentar-se na produção e facilitar a construção de
conhecimentos.
●
Possuir uma clara concepção de aprendizagem e capacidade de
inovação.
●
Estabelecer relações empáticas com discentes.
LIMA, D. R.; ROSATELLI, M. C. Um sistema de tutor inteligente para um ambiente virtual de ensino-
aprendizagem. Módulo Tutoria. Programa de Formação Continua-da em Mídias na Educação. Brasília: MEC/
SEED, 2005.
17
Algumas ferramentas
●
A abertura e o fechamento podem ser feitas de forma síncrona ou assíncrona
●
Se for feita de forma síncrona, ferramentas de vídeoconferência podem ser usadas
●
Usar um documento compartilhado (pad, tópico no fórum do SIGAA) para
registrar as hipóteses e contribuições que são levantadas
●
O produto final da abertura e/ou do fechamento pode ser feito através de
ferramentas de junção de conteúdos (p. ex., um grupo pode apresentar suas
hipóteses em um padlet ou flipgrid), que serão compartilhadas com todos
antes da sessão tutorial
●
O fechamento pode ser adaptado para uma maneira assíncrona
18
A pergunta que não quer calar na Unifesspa: A
questão da equidade e do acesso
●
Muito do que estamos discutindo aqui e durante todo o
#UnifesspaOnline assume que estudantes têm acesso de Internet
via wi-fi ou 3G, o que nem sempre é o caso
●
Como podemos prover objetivos mínimos de aprendizagem para
estudantes que não tem acesso constante?
●
Ensinar habilidades assíncronas (principalmente buscas avançadas)
●
Receber resultados de pesquisa e estudo de maneira também assíncrona (i.e.,
áudio de WhatsApp, texto enviado para plataforma/email/zap, etc.)
●
Reforçar com os grupos a necessidade de incluir essas contribuições

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

educação financeira
educação financeiraeducação financeira
Aula empreendedorismo
Aula empreendedorismoAula empreendedorismo
Aula empreendedorismo
José Marques Pereira Junior
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
Celso Alfaia Barbosa
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Nyedson Barbosa
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
Gerisval Pessoa
 
Inteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalhoInteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalho
Celso Stumpo de Oliveira
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
Fabrício Ottoni
 
Metodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos speMetodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos spe
Alinebrauna Brauna
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em Equipe
Vinicius Souza
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
Luis Davi Salomao
 
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadoresPlano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Letícia Vilela de Aquino
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
Rosario Cação
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
Wandick Rocha de Aquino
 
Etica profissional
Etica profissionalEtica profissional
Etica profissional
Fatima Silva
 
Gestão do Tempo
Gestão do TempoGestão do Tempo
Gestão do Tempo
Antonino Silva
 
Aula de gestão empresarial 11 01-2014
Aula de gestão empresarial 11 01-2014Aula de gestão empresarial 11 01-2014
Aula de gestão empresarial 11 01-2014
Professora Patricia Lima
 
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividadeDinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
André Augusto Toneti
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
António Moreira
 
Grupos e Equipes
Grupos e EquipesGrupos e Equipes
Grupos e Equipes
JOSUE DIAS
 
Técnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideiasTécnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideias
José Henrique Lopes
 

Mais procurados (20)

educação financeira
educação financeiraeducação financeira
educação financeira
 
Aula empreendedorismo
Aula empreendedorismoAula empreendedorismo
Aula empreendedorismo
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Inteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalhoInteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalho
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Metodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos speMetodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos spe
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em Equipe
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadoresPlano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadores
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Etica profissional
Etica profissionalEtica profissional
Etica profissional
 
Gestão do Tempo
Gestão do TempoGestão do Tempo
Gestão do Tempo
 
Aula de gestão empresarial 11 01-2014
Aula de gestão empresarial 11 01-2014Aula de gestão empresarial 11 01-2014
Aula de gestão empresarial 11 01-2014
 
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividadeDinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
 
Grupos e Equipes
Grupos e EquipesGrupos e Equipes
Grupos e Equipes
 
Técnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideiasTécnicas para geração de ideias
Técnicas para geração de ideias
 

Semelhante a Aprendizagem baseada em problemas: Adaptações ao ensino remoto

Introdução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptx
Introdução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptxIntrodução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptx
Introdução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptx
psicologafernandacs
 
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicasAula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
Caroline Piske
 
Drogas cartilha para-educadores
Drogas   cartilha para-educadoresDrogas   cartilha para-educadores
Drogas cartilha para-educadores
José Ripardo
 
Andragogia
AndragogiaAndragogia
Andragogia
Betânia Rocha
 
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
Elisângela Feitosa
 
CARTILHA para educaderes.doc
CARTILHA para educaderes.docCARTILHA para educaderes.doc
CARTILHA para educaderes.doc
DjalmaHenares1
 
Projeto da unb ( drogas)
Projeto da unb (  drogas)Projeto da unb (  drogas)
Projeto da unb ( drogas)
Antonio Carneiro
 
Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014
Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014
Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014
Kelly Moreira
 
Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...
Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...
Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...
regianeaparecida
 
Histório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da PsicopedagogiaHistório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da Psicopedagogia
janpsicoped
 
Entrvista com zabala avaliação formativa
Entrvista com zabala   avaliação formativaEntrvista com zabala   avaliação formativa
Entrvista com zabala avaliação formativa
Maria José Bandeira
 
Artigo orientação da queixa escolar
Artigo orientação da queixa escolarArtigo orientação da queixa escolar
Artigo orientação da queixa escolar
Patricia Rodrigues
 
Aula De Pedagogia
Aula De PedagogiaAula De Pedagogia
Aula De Pedagogia
Silas Duarte Jr
 
Slides proinfantil claudia e elaine
Slides proinfantil claudia e elaineSlides proinfantil claudia e elaine
Slides proinfantil claudia e elaine
Educação Infantil
 
Deficiencia intelectual
Deficiencia intelectualDeficiencia intelectual
Deficiencia intelectual
Rosana Santos
 
01 psicologia da educação
01 psicologia da educação01 psicologia da educação
01 psicologia da educação
GLEYDSON ROCHA
 
metodologias ativas de ensino para formadores
metodologias ativas de ensino para formadoresmetodologias ativas de ensino para formadores
metodologias ativas de ensino para formadores
IsanaCarlaAmorimSouz
 
Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
Grasiela Dourado
 
Cartilha drogas - cartilha para educadores
Cartilha   drogas - cartilha para educadoresCartilha   drogas - cartilha para educadores
Cartilha drogas - cartilha para educadores
karol_ribeiro
 
Cartilha drogas - cartilha para educadores
Cartilha   drogas - cartilha para educadoresCartilha   drogas - cartilha para educadores
Cartilha drogas - cartilha para educadores
karol_ribeiro
 

Semelhante a Aprendizagem baseada em problemas: Adaptações ao ensino remoto (20)

Introdução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptx
Introdução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptxIntrodução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptx
Introdução a Teoria Cognitivo-Comportamental.pptx
 
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicasAula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
 
Drogas cartilha para-educadores
Drogas   cartilha para-educadoresDrogas   cartilha para-educadores
Drogas cartilha para-educadores
 
Andragogia
AndragogiaAndragogia
Andragogia
 
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
DISCALCULIA NO ENSINO MÉDIO: DAS CONDIÇÕES DE CONTORNAR O DISTÚRBIO - Relatório
 
CARTILHA para educaderes.doc
CARTILHA para educaderes.docCARTILHA para educaderes.doc
CARTILHA para educaderes.doc
 
Projeto da unb ( drogas)
Projeto da unb (  drogas)Projeto da unb (  drogas)
Projeto da unb ( drogas)
 
Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014
Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014
Parceria CAPPE Universidade Estácio de Sá 2013 - 2014
 
Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...
Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...
Cdocumentsandsettingssungamesmeusdocumentosminhasmsicas2275psicopedagogiaclin...
 
Histório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da PsicopedagogiaHistório e contextualização da Psicopedagogia
Histório e contextualização da Psicopedagogia
 
Entrvista com zabala avaliação formativa
Entrvista com zabala   avaliação formativaEntrvista com zabala   avaliação formativa
Entrvista com zabala avaliação formativa
 
Artigo orientação da queixa escolar
Artigo orientação da queixa escolarArtigo orientação da queixa escolar
Artigo orientação da queixa escolar
 
Aula De Pedagogia
Aula De PedagogiaAula De Pedagogia
Aula De Pedagogia
 
Slides proinfantil claudia e elaine
Slides proinfantil claudia e elaineSlides proinfantil claudia e elaine
Slides proinfantil claudia e elaine
 
Deficiencia intelectual
Deficiencia intelectualDeficiencia intelectual
Deficiencia intelectual
 
01 psicologia da educação
01 psicologia da educação01 psicologia da educação
01 psicologia da educação
 
metodologias ativas de ensino para formadores
metodologias ativas de ensino para formadoresmetodologias ativas de ensino para formadores
metodologias ativas de ensino para formadores
 
Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
 
Cartilha drogas - cartilha para educadores
Cartilha   drogas - cartilha para educadoresCartilha   drogas - cartilha para educadores
Cartilha drogas - cartilha para educadores
 
Cartilha drogas - cartilha para educadores
Cartilha   drogas - cartilha para educadoresCartilha   drogas - cartilha para educadores
Cartilha drogas - cartilha para educadores
 

Mais de Caio Maximino

Papel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebra
Papel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebraPapel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebra
Papel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebra
Caio Maximino
 
Efectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipo
Efectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipoEfectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipo
Efectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipo
Caio Maximino
 
Impacto del pez cebra en biología y neurociencias
Impacto del pez cebra en biología y neurocienciasImpacto del pez cebra en biología y neurociencias
Impacto del pez cebra en biología y neurociencias
Caio Maximino
 
El pez cebra en el estudio de psicofarmacos
El pez cebra en el estudio de psicofarmacosEl pez cebra en el estudio de psicofarmacos
El pez cebra en el estudio de psicofarmacos
Caio Maximino
 
Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"
Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"
Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"
Caio Maximino
 
A cerebralização do sofrimento psíquico
A cerebralização do sofrimento psíquicoA cerebralização do sofrimento psíquico
A cerebralização do sofrimento psíquico
Caio Maximino
 
Human physiological response in perspective: Focus on the capitalocene
Human physiological response in perspective: Focus on the capitaloceneHuman physiological response in perspective: Focus on the capitalocene
Human physiological response in perspective: Focus on the capitalocene
Caio Maximino
 
Vertebrate stress mechanisms under change
Vertebrate stress mechanisms under changeVertebrate stress mechanisms under change
Vertebrate stress mechanisms under change
Caio Maximino
 
The nervous system: an evolutionary approach
The nervous system: an evolutionary approachThe nervous system: an evolutionary approach
The nervous system: an evolutionary approach
Caio Maximino
 
O monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividade
O monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividadeO monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividade
O monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividade
Caio Maximino
 
Por um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência crítica
Por um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência críticaPor um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência crítica
Por um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência crítica
Caio Maximino
 
Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...
Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...
Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...
Caio Maximino
 
Métodos quantitativos na pesquisa em educação e ensino
Métodos quantitativos na pesquisa em educação e ensinoMétodos quantitativos na pesquisa em educação e ensino
Métodos quantitativos na pesquisa em educação e ensino
Caio Maximino
 
Aula 2: Um pouco de filosofia da ciência
Aula 2: Um pouco de filosofia da ciênciaAula 2: Um pouco de filosofia da ciência
Aula 2: Um pouco de filosofia da ciência
Caio Maximino
 
Inferência estatística nas ciências experimentais
Inferência estatística nas ciências experimentaisInferência estatística nas ciências experimentais
Inferência estatística nas ciências experimentais
Caio Maximino
 
A importância das práticas corporais para a saúde mental
A importância das práticas corporais para a saúde mentalA importância das práticas corporais para a saúde mental
A importância das práticas corporais para a saúde mental
Caio Maximino
 
Transtornos do neurodesenvolvimento
Transtornos do neurodesenvolvimentoTranstornos do neurodesenvolvimento
Transtornos do neurodesenvolvimento
Caio Maximino
 
Evidências científicas de eficácia em farmacoterapia
Evidências científicas de eficácia em farmacoterapiaEvidências científicas de eficácia em farmacoterapia
Evidências científicas de eficácia em farmacoterapia
Caio Maximino
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
Caio Maximino
 
Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...
Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...
Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...
Caio Maximino
 

Mais de Caio Maximino (20)

Papel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebra
Papel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebraPapel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebra
Papel de receptores 5-HT2CL en la socialidad del pez cebra
 
Efectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipo
Efectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipoEfectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipo
Efectos de fluoxetina sobre la agresión del pez cebra dependiente del fenotipo
 
Impacto del pez cebra en biología y neurociencias
Impacto del pez cebra en biología y neurocienciasImpacto del pez cebra en biología y neurociencias
Impacto del pez cebra en biología y neurociencias
 
El pez cebra en el estudio de psicofarmacos
El pez cebra en el estudio de psicofarmacosEl pez cebra en el estudio de psicofarmacos
El pez cebra en el estudio de psicofarmacos
 
Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"
Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"
Minicurso "Primeiros socorros: Em caso de ataque de pânico"
 
A cerebralização do sofrimento psíquico
A cerebralização do sofrimento psíquicoA cerebralização do sofrimento psíquico
A cerebralização do sofrimento psíquico
 
Human physiological response in perspective: Focus on the capitalocene
Human physiological response in perspective: Focus on the capitaloceneHuman physiological response in perspective: Focus on the capitalocene
Human physiological response in perspective: Focus on the capitalocene
 
Vertebrate stress mechanisms under change
Vertebrate stress mechanisms under changeVertebrate stress mechanisms under change
Vertebrate stress mechanisms under change
 
The nervous system: an evolutionary approach
The nervous system: an evolutionary approachThe nervous system: an evolutionary approach
The nervous system: an evolutionary approach
 
O monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividade
O monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividadeO monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividade
O monstruoso do capital: Ansiedades culturais e subjetividade
 
Por um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência crítica
Por um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência críticaPor um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência crítica
Por um cérebro histórico-cultural: Uma introdução à neurociência crítica
 
Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...
Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...
Genética dos transtornos mentais: Cultura, genética e epigenética em uma pers...
 
Métodos quantitativos na pesquisa em educação e ensino
Métodos quantitativos na pesquisa em educação e ensinoMétodos quantitativos na pesquisa em educação e ensino
Métodos quantitativos na pesquisa em educação e ensino
 
Aula 2: Um pouco de filosofia da ciência
Aula 2: Um pouco de filosofia da ciênciaAula 2: Um pouco de filosofia da ciência
Aula 2: Um pouco de filosofia da ciência
 
Inferência estatística nas ciências experimentais
Inferência estatística nas ciências experimentaisInferência estatística nas ciências experimentais
Inferência estatística nas ciências experimentais
 
A importância das práticas corporais para a saúde mental
A importância das práticas corporais para a saúde mentalA importância das práticas corporais para a saúde mental
A importância das práticas corporais para a saúde mental
 
Transtornos do neurodesenvolvimento
Transtornos do neurodesenvolvimentoTranstornos do neurodesenvolvimento
Transtornos do neurodesenvolvimento
 
Evidências científicas de eficácia em farmacoterapia
Evidências científicas de eficácia em farmacoterapiaEvidências científicas de eficácia em farmacoterapia
Evidências científicas de eficácia em farmacoterapia
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
 
Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...
Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...
Journal club: "Contextual fear learning and memory differ between stress copi...
 

Último

educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

Aprendizagem baseada em problemas: Adaptações ao ensino remoto

  • 1. Aprendizagem baseada em problemas: Adaptações ao ensino remoto Prof. Dr. Caio Maximino IESB/Unifesspa
  • 2. 2 Programa ● O que é aprendizagem baseada em problemas? ● Características fundamentais de um bom design de APB ● Ferramentas online
  • 3. 3 O que é aprendizagem baseada em problemas? ● Metodologia de ensino-aprendizagem voltada para a construção de conhecimento por meio da resolução de situações ● Proposta pedagógica de ensino ativo: através do engajamento com problemas (reais ou simulados), fomenta-se a autonomia da/os estudantes ● Estrutura de “sala de aula invertida”: As/os estudantes precisam utilizar seu espaço/tempo externo à aula para estudar e construir as respostas ao problema, que serão discutidos em aula ● Existe uma ordem temporal dos processos: primeiro contata-se o problema, depois estuda- se o que é necessário para resolvê-lo, e só então se produz a solução do problema
  • 4. 4 Princípios fundamentais (Ribeiro, 2008) Ensino centrado em alune e visando ao seu processo de aprender; Responsabilização del alune por sua aprendizagem; Consideração de aprendizagens anteriores; Aprendizagem ativa, interativa, e colaborativa; Contextualização do ensino; O papel principal de professore é criar situações-problema e coordenar sua solução; O problema ou situação-problema sempre antecede a teoria; Avaliação por pares. RIBEIRO, L. R. C. Aprendizagem baseada em problema (PBL): uma experiência no En-sino Superior. São Carlos: EduFSCar, 2008.
  • 5. 5 Características fundamentais de um bom design de APB ● Um bom problema ou questão é desafiador ● Os estudantes se envolvem em um processo rigoroso e prolongado de fazer perguntas, encontrar recursos e aplicar informações. ● O problema envolve o contexto, tarefas, e ferramentas do mundo real, ou fala a preocupações, interesses, e questões pessoais da vida dos estudantes. ● É preciso, acima de tudo, dar voz às/aos estudantes, sugerindo maneiras de trabalhar e responder ao problema, mas permitindo diferentes soluções e maneiras de trabalhar. ● Estudantes e professores refletem sobre o processo de aprendizagem, a eficácia de suas pesquisas e atividades, a qualidade do trabalho dos estudantes, os obstáculos que surgem e as estratégias para superá-los. ● Les estudantes dão, recebem e aplicam retorno para melhorar seus processos de aprendizagem. ● Les alunes tornam público seu trabalho de projeto explicando, exibindo e/ou apresentando-o ao público além da sala de aula.l
  • 6. 6 Dinâmica dos “8 passos” 1. Ler atentamente o problema e esclarecer os termos desconhecidos. 2. Identificar as questões (problemas) propostas pelo enunciado. 3. Oferecer explicações para estas questões com base no conhecimento prévio que o grupo tem sobre o assunto. 4. Resumir estas explicações. 5. Estabelecer objetivos de aprendizagem que levem o aluno ao aprofundamento e complementação destas explicações. 6. Estudo individual respeitando os objetivos alcançados. 7. Rediscussão no grupo tutorial dos avanços do conhecimento obtidos pelo grupo. 8. Avaliação formativa.
  • 7. 7 A criação dos problemas ● Envolve a integralização do currículo/ementa ● Uma sugestão: transformar os conteúdos da ementa em palavras- chave e as combinar, de maneira a verificar quais tópicos conversam entre si
  • 8. 8 Um exemplo da Psicologia ● Componente Curricular: Alcoolismo Drogadição e Práticas Interdisciplinares ● Ementa: O uso de droga e a relação com o mal-estar e a cultura: toxicomania generalizada. Definição e caracterização de dependência e abstinência. Diferentes modelos de compreensão da dependência de substâncias; concepção de uso abusivo e nocivo; fatores de risco e de proteção; diagnóstico e caracterização das síndromes de dependência e abstinência. Sistema de recompensa cerebral e neuroadaptação; principais drogas de abuso e seus efeitos biopsicosociais: tabaco, álcool, cocaína, drogas sintéticas, opiáceos, etc. Abordagens de tratamento individual, familiar e institucional: a redução de danos e a prevenção de recaída. Alcoolismo, drogadição, e populações vulneráveis: O caso dos indígenas e dos negros. Organização de políticas públicas e serviços preventivos e de tratamento. Dimensões éticas no cuidado ao usuário de drogas.
  • 9. 9 Um exemplo da Psicologia ● Componente Curricular: Alcoolismo Drogadição e Práticas Interdisciplinares ● Ementa: O uso de droga e a relação com o mal-estar e a cultura: toxicomania generalizada. Definição e caracterização de dependência e abstinência. Diferentes modelos de compreensão da dependência de substâncias; concepção de uso abusivo e nocivo; fatores de risco e de proteção; diagnóstico e caracterização das síndromes de dependência e abstinência. Sistema de recompensa cerebral e neuroadaptação; principais drogas de abuso e seus efeitos biopsicosociais: tabaco, álcool, cocaína, drogas sintéticas, opiáceos, etc. Abordagens de tratamento individual, familiar e institucional: a redução de danos e a prevenção de recaída. Alcoolismo, drogadição, e populações vulneráveis: O caso dos indígenas e dos negros. Organização de políticas públicas e serviços preventivos e de tratamento. Dimensões éticas no cuidado ao usuário de drogas.
  • 10. 10 O problema Uma mulher de 29 anos é levada pela polícia ao CAPS depois que eles a pegaram tentando invadir uma mercearia. Quando a prenderam, notaram que ela "parecia drogada", e que estava suando com as pupilas dilatadas. A paciente afirma que ela tem fumado crack diariamente durante a maior parte do ano passado, perdendo 13 kg nos últimos 6 meses. Ela afirma que seu agora gasta quase 30 reais por dia com o uso, embora antes costumasse alcançar o mesmo estado por menos de 5 reais. Quando ela não usa, ela anseia pela droga, fica com muito sono, sente-se deprimida e tem um grande apetite. Ao usar a droga, ela descreve seu humor como "muito bom" e tem muita energia. Ela tentou parar em inúmeras ocasiões, até mesmo entrando em um programa de tratamento hospitalar em um determinado momento, mas ela sempre começava a usar de novo rapidamente. A paciente costumava trabalhar em meio período como secretária, mas perdeu seu emprego por ter sempre se atrasar atrasar e por ter roubado dinheiro do trabalho. Ela admite que estava tentando roubar a mercearia para sustentar seu hábito.
  • 11. 11 O problema ● A partir desse problema, podemos levantar diversos objetivos de aprendizagem: ● Características farmacológicas da cocaína e do crack ● Aspectos sociológicos e econômicos ● Características diagnósticas ● Modelos de compreensão da dependência de cocaína e crack ● &c ● A partir da abertura do problema, os alunos estudam por conta própria (idealmente em grupos) e, na próxima sessão tutorial, trazem o resultado de seu estudo ● O processo de abertura e fechamento do problema compõem a avaliação formativa
  • 12. 12 Um exemplo das Ciências Sociais Componente curricular: Teoria Sociológica III Ementa: Fontes constitutivas do materialismo histórico dialético. A constituição da sociedade em classes, os processos sociais de conflito e antagonismo, as relações entre Estado e classes sociais. Crítica marxista ao modo de produção e reprodução social da sociedade capitalista. A concepção do Estado no materialismo histórico e dialético.
  • 13. 13 O problema “Apesar da escassez de recursos a que a pobreza costuma ser associada, a obesidade vem aumentando também nas populações mais carentes, sobretudo entre as mulheres. Mesmo com o crescimento do país, especialistas alertam que o problema não será sanado apenas pelo aumento da renda. De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares, do IBGE, entre os 20% mais pobres da população, o excesso de peso entre as mulheres adultas pulou de 14,6%, em 1974, para 45%, em 2009. Já entre os homens, a variação foi de 5,5% para 36,9% (no caso masculino, o excesso de peso aumenta conforme a renda, e hoje atinge 61,8% da população mais rica.” http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/26862
  • 14. 14 O problema ● A partir desse problema, podemos levantar diversos objetivos de aprendizagem: ● Como as teorias marxianas definem classe? ● O que é reprodução social? ● Qual a relação entre produção e reprodução social? ● Qual a relação entre organização econômica (infraestrutura) e organização da vida cotidiana e da saúde (superestrutura)?
  • 15. 15 Para lembrar ● Nenhum problema sozinho dará conta de todos os conteúdos da ementa ● Muitas vezes, um mesmo conteúdo aparece em mais de um problema, em diferentes níveis de aprofundamento ● Se o grupo não alcança todos os objetivos, ou não alcança o nível de aprofundamento que le professore deseja, aquele objetivo sempre pode aparecer em um problema futuro
  • 16. 16 Competências del professore na educação à distância (Lima & Rosatelli, 2005) ● Apresentar atitude crítica, pesquisadora e criativa. ● Estimular a resolução de problemas. ● Proporcionar uma aprendizagem dinâmica. ● Facilitar a expressão e a comunicação. ● Fundamentar-se na produção e facilitar a construção de conhecimentos. ● Possuir uma clara concepção de aprendizagem e capacidade de inovação. ● Estabelecer relações empáticas com discentes. LIMA, D. R.; ROSATELLI, M. C. Um sistema de tutor inteligente para um ambiente virtual de ensino- aprendizagem. Módulo Tutoria. Programa de Formação Continua-da em Mídias na Educação. Brasília: MEC/ SEED, 2005.
  • 17. 17 Algumas ferramentas ● A abertura e o fechamento podem ser feitas de forma síncrona ou assíncrona ● Se for feita de forma síncrona, ferramentas de vídeoconferência podem ser usadas ● Usar um documento compartilhado (pad, tópico no fórum do SIGAA) para registrar as hipóteses e contribuições que são levantadas ● O produto final da abertura e/ou do fechamento pode ser feito através de ferramentas de junção de conteúdos (p. ex., um grupo pode apresentar suas hipóteses em um padlet ou flipgrid), que serão compartilhadas com todos antes da sessão tutorial ● O fechamento pode ser adaptado para uma maneira assíncrona
  • 18. 18 A pergunta que não quer calar na Unifesspa: A questão da equidade e do acesso ● Muito do que estamos discutindo aqui e durante todo o #UnifesspaOnline assume que estudantes têm acesso de Internet via wi-fi ou 3G, o que nem sempre é o caso ● Como podemos prover objetivos mínimos de aprendizagem para estudantes que não tem acesso constante? ● Ensinar habilidades assíncronas (principalmente buscas avançadas) ● Receber resultados de pesquisa e estudo de maneira também assíncrona (i.e., áudio de WhatsApp, texto enviado para plataforma/email/zap, etc.) ● Reforçar com os grupos a necessidade de incluir essas contribuições