SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
Baixar para ler offline
Pnaic
uFscar
FORMAÇÃO PRESENCIAL
NOV/016
PAUTA: MATEMÁTICA
Pnaic
uFscar
contatos
SECRETARIA
secretariapnaicufscar@hotmail.com
SUPORTE
suporte.pnaic.ufscar@gmail.com
MARIANA FARIA (RESPONSÁVEL PELO MOODLE)
ma.ofaria9@gmail.com
SITE
www.pnaic.ufscar.br
FACEBOOK
www.facebook.com/pnaicufscar/
VÍDEO DELEITE
Música: 8 anos – Adriana Partimpim
https://www.youtube.com/watch?v=1ACVnOEoKtE
DISCUSSÃO
TRÊS GERAÇÕES DE AVALIAÇÃO DA
EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL
Síntese das respostas dos OE’s sobre o artigo “três gerações de
avaliação da educação básica no Brasil”
Módulo 4 - Moodle
REFLETINDO SOBRE O EIXO:
GRANDEZAS E MEDIDAS
•	Objetivo do trabalho: analisar os itens referentes ao Tempo e
suas medidas que estão presentes na Provinha Brasil de Matemá-
tica entre 2011 e 2014;
•	8 itens alusivos ao Tempo e suas medidas, cada uma das questões
foi aplicada para 40 crianças a fim de evidenciar os significados
que se constroem.
•	Característica da provinha: os itens da provinha são lidos e os
enunciados, muitas vezes, não aparecem escritos nas questões
apresentadas aos estudantes;
•	Para análise foram consideradas: 7 edições: 2011, 2012 (teste 1
e 2), 2013 (teste 1 e 2), 2014 (teste 1 e 2). Cada edição tinha 20
itens. 27 das 140 questões tratavam do eixo grandezas e medidas.
8 itens tratam da duração do tempo e suas medidas.
O TEMPO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO
•	As grandezas podem ser vistas como propriedades de objetos ou
fenômenos que podem ser comparadas e medidas;
•	Medir o tempo: duração dos intervalos de Tempo;
•	O Tempo que a Provinha Brasil de Matemática aborda é o nor-
mativo, com o uso de unidades de medida padronizadas. Em suas
diferentes possibilidades, a grandeza é tratada na leitura de reló-
gios digitais e analógicos, nas conversões de dias em semanas ou
meses ou na ordenação entre ontem, hoje e amanhã.
A maior dificuldade das crianças está na noção de tempo ou na leitura
de seus instrumentos?
item 2012-1-20
40%
item 2014-2-20
15%
Quais alternativas que podem ser descartadas de imediato?
item 2014-1-20
70%
Questões que demandam conversões
item 2011-1-19 e 2014-2-14
65% 55%
Sucessão de dias da semana
item 2012-2-13 e 2013-2-13
70% 95%
Instrumento de medição
item 2013-1-16
100%
CONSIDERAÇÃO DOS AUTORES
•	Os itens focam-se nos aspectos mais superficiais da habilidade,
sem adentrarem-se nas dificuldades que costumam ser o nó dos
processos de ensino e de aprendizagem;
•	O Tempo é abordado a partir da leitura pontual em instrumentos
de medida ou na conversão entre dias/meses/anos, sem adentrar
na questão dos intervalos, que é a maior dificuldade evidenciada
pela literatura.
REFLETINDO SOBRE O EIXO
GEOMETRIA
•	Objetivo: analisar o que vem sendo exigido de habilidades geo-
métricas pela Provinha Brasil.
•	Base da construção do pensamento geométrico: habilidades de
percepção espacial;
Habilidades requeridas: percepção de figuras em campo e reconhecer um objeto
tridimensional na representação bidimensional.
As crianças deveriam ter vivenciados tarefas em que pudessem “ler” o que as
representações bidimensionais traduzem além de identificar os elementos que compõe
esse objeto.
•	 Habilidades requeridas: percepção de figuras em campo.
•	 Tubos de cola sempre são cilindros?
•	 Qual a imagem mental da criança para um tubo de cola?
Questões desse tipo podem confundir o aluno: caderno
(representa um retângulo)
Nessa questão já não há esse problema, dado que não há interferências
de outros desenhos, porém a circunferência foi considerada como
círculo (não está hachurada)
Nessa questão as figuras já estão hachuradas, indicando
figuras planas contínuas
Da maneira em que o paralelepípedo se apresenta pode dar a impressão
de que a criança desenha um triângulo
“Enquanto a face do objeto carimbado está representada
por um retângulo com seu interior preenchido, ou seja como
uma superfície, o conjunto dos sólidos geométricos, no qual
a criança deverá relacionar a figura dada, está desenhado em
perspectiva, porém sem o preenchimento de suas faces, o
que não implica que o objeto utilizado para fazer o carimbo
tenha superfícies planas – pode ser apenas a estrutura de um
objeto tridimensional.”
O aluno conhece a brincadeira?
O formato da brincadeira representa uma circunferência e
não um círculo
CONSIDERAÇÕES DAS AUTORAS
•	Há de se ter maior cuidado com os aspectos visuais e conceituais,
visto que estamos assumindo que os conceitos geométricos são
figurais;
•	Imprecisão das figuras;
•	em muitas questões, o que se exige é apenas o nome da figura;
•	há que se ter o devido cuidado com as palavras, visto que elas são
os próprios conceitos em construção e, com os desenhos, visto
que as imagens mentais estão em processo também de construção
e a representação e nomeação equivocada de uma figura poderá
comprometer a elaboração conceitual do aluno;
•	Questão: se os conteúdos cobrados nessas avaliações nortearem
as práticas do professor, a geometria continuará sendo ensinada
de forma mecânica?
ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS
Questão central: Como a análise de tarefas matemáticas, em uma
proposta de formação continuada, pode auxiliar professores que
ensinam matemática, nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a (re)
pensar a sua prática pedagógica?
Neste estudo, assumimos tarefa como uma proposição feita pelo
professor em sala de aula, cujo objetivo é concentrar a atenção dos
alunos em uma determinada ideia matemática (STEIN et al., 2009).
Texto: Análise de tarefas matemáticas em uma proposta de formação
continuada de professoras que ensinam matemática
DINÂMICA
•	Grupo de 5 pessoas;
•	A partir da tabela sobre os níveis de demanda cognitiva categori-
zar, em grupo, as tarefas distribuídas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
 Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica♥Marcinhatinelli♥
 
A Matematica como um texto
A Matematica como um textoA Matematica como um texto
A Matematica como um textoDenise Oliveira
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantillucavao2010
 
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoPlano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoSHEILA MONTEIRO
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolarAnanda Lima
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolarJoao Balbi
 
Reforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolar
Reforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolarReforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolar
Reforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolarFatima Liutheviciene
 
Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?
Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?
Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?Mara Magalhaes
 
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)leisiv
 
Hipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua EscritaHipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua EscritaRayane Paula
 
Plano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médioPlano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médioTammi Kirk
 
Plano de ensino ciências
Plano de ensino   ciênciasPlano de ensino   ciências
Plano de ensino ciênciassimonclark
 

Mais procurados (20)

Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
 Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
 
A Matematica como um texto
A Matematica como um textoA Matematica como um texto
A Matematica como um texto
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantil
 
Alfabetização Matemática ll PNAIC
Alfabetização Matemática ll PNAIC Alfabetização Matemática ll PNAIC
Alfabetização Matemática ll PNAIC
 
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogicomodelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
 
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoPlano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
Reforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolar
Reforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolarReforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolar
Reforço escolar, alunos do 6 e 7 ano escolar
 
Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?
Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?
Por que o alfabeto é um sistema notacional e não um código?
 
Planejamento pedagógico
Planejamento pedagógicoPlanejamento pedagógico
Planejamento pedagógico
 
Metodos
MetodosMetodos
Metodos
 
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
Plano de aula e de ensino ( 1 aula)
 
Interdisciplinaridade
InterdisciplinaridadeInterdisciplinaridade
Interdisciplinaridade
 
Hipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua EscritaHipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua Escrita
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Plano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médioPlano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médio
 
Reforço escolar
Reforço escolarReforço escolar
Reforço escolar
 
Plano de ensino ciências
Plano de ensino   ciênciasPlano de ensino   ciências
Plano de ensino ciências
 

Destaque

3. sequencias e projetos didátic
3. sequencias e projetos didátic3. sequencias e projetos didátic
3. sequencias e projetos didáticntebrusque
 
1ª formação - Formação em Serviço
1ª formação - Formação em Serviço1ª formação - Formação em Serviço
1ª formação - Formação em ServiçoPNAIC UFSCar
 
Formação de professores alfabetizadores pnaic
Formação de professores alfabetizadores pnaicFormação de professores alfabetizadores pnaic
Formação de professores alfabetizadores pnaicRaquel Caparroz
 
1ª formação - Leitura e Escrita
1ª formação - Leitura e Escrita1ª formação - Leitura e Escrita
1ª formação - Leitura e EscritaPNAIC UFSCar
 
2ª formação formação em serviço
2ª formação   formação em serviço2ª formação   formação em serviço
2ª formação formação em serviçoPNAIC UFSCar
 
2ª formação leitura e escrita
2ª formação   leitura e escrita2ª formação   leitura e escrita
2ª formação leitura e escritaPNAIC UFSCar
 
1ª formação - Avaliação
1ª formação - Avaliação1ª formação - Avaliação
1ª formação - AvaliaçãoPNAIC UFSCar
 
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)educacaodetodos
 
1ª formação - Matemática
1ª formação - Matemática1ª formação - Matemática
1ª formação - MatemáticaPNAIC UFSCar
 
2ª formação - Avaliaçâo
2ª formação - Avaliaçâo2ª formação - Avaliaçâo
2ª formação - AvaliaçâoPNAIC UFSCar
 
Pacto nacional para a alfabetização na idade certa
Pacto nacional para a alfabetização na idade certaPacto nacional para a alfabetização na idade certa
Pacto nacional para a alfabetização na idade certaRaquel Caparroz
 
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Bete Feliciano
 
PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem
PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem
PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem Graça Sousa
 

Destaque (20)

3. sequencias e projetos didátic
3. sequencias e projetos didátic3. sequencias e projetos didátic
3. sequencias e projetos didátic
 
1ª formação - Formação em Serviço
1ª formação - Formação em Serviço1ª formação - Formação em Serviço
1ª formação - Formação em Serviço
 
Formação de professores alfabetizadores pnaic
Formação de professores alfabetizadores pnaicFormação de professores alfabetizadores pnaic
Formação de professores alfabetizadores pnaic
 
Redação 1 - gêneros e tipos textuais
Redação 1 - gêneros e tipos textuaisRedação 1 - gêneros e tipos textuais
Redação 1 - gêneros e tipos textuais
 
1ª formação - Leitura e Escrita
1ª formação - Leitura e Escrita1ª formação - Leitura e Escrita
1ª formação - Leitura e Escrita
 
2ª formação pnaic 2016
2ª formação pnaic 20162ª formação pnaic 2016
2ª formação pnaic 2016
 
2ª formação formação em serviço
2ª formação   formação em serviço2ª formação   formação em serviço
2ª formação formação em serviço
 
Pnaic – 2016 1 encontro
Pnaic – 2016   1 encontroPnaic – 2016   1 encontro
Pnaic – 2016 1 encontro
 
2ª formação leitura e escrita
2ª formação   leitura e escrita2ª formação   leitura e escrita
2ª formação leitura e escrita
 
Relatório PNAIC FRANCISCO
Relatório PNAIC FRANCISCORelatório PNAIC FRANCISCO
Relatório PNAIC FRANCISCO
 
1ª formação - Avaliação
1ª formação - Avaliação1ª formação - Avaliação
1ª formação - Avaliação
 
Livreto Pacto
Livreto PactoLivreto Pacto
Livreto Pacto
 
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
 
1ª formação - Matemática
1ª formação - Matemática1ª formação - Matemática
1ª formação - Matemática
 
3 formação pnaic
3 formação pnaic3 formação pnaic
3 formação pnaic
 
2ª formação - Avaliaçâo
2ª formação - Avaliaçâo2ª formação - Avaliaçâo
2ª formação - Avaliaçâo
 
Resumo das ações PNAIC 2015
Resumo das ações PNAIC 2015Resumo das ações PNAIC 2015
Resumo das ações PNAIC 2015
 
Pacto nacional para a alfabetização na idade certa
Pacto nacional para a alfabetização na idade certaPacto nacional para a alfabetização na idade certa
Pacto nacional para a alfabetização na idade certa
 
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
 
PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem
PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem
PNAIC-Tabelas com os Direitos de aprendizagem
 

Semelhante a 2ª formação - Matemática

Matemática matriz curricular
Matemática matriz curricularMatemática matriz curricular
Matemática matriz curricularNero Cachorro
 
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemáticaQuarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemáticaRosilane
 
2 aprender e-ensinar_matematica
2   aprender e-ensinar_matematica2   aprender e-ensinar_matematica
2 aprender e-ensinar_matematicaraks123
 
Estilos de aprendizagem palestra
Estilos de aprendizagem  palestraEstilos de aprendizagem  palestra
Estilos de aprendizagem palestraNewton Sérgio Lima
 
{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática final
{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática final{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática final
{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática finalSuellen Pessoa
 
APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...
APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...
APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...Daniel Raber
 
OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1
OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1
OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1Claudia Elisabete Silva
 
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfMaterial-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfGalbertoGomesOliveir1
 
2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napne2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napneMary Andrioli
 
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
Aula 2 didatica do ensino supeior   copiaAula 2 didatica do ensino supeior   copia
Aula 2 didatica do ensino supeior copiaMarluce Filipe
 
2. o planejamento do trabalho pedagógico
2. o planejamento do trabalho pedagógico2. o planejamento do trabalho pedagógico
2. o planejamento do trabalho pedagógicoClaudio Lima
 
2º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 2013
2º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 20132º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 2013
2º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 2013Ruanna Guido
 
Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014
Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014 Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014
Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014 Solange Goulart
 
Resolução SEE/MG nº 2197/12
Resolução SEE/MG nº 2197/12Resolução SEE/MG nº 2197/12
Resolução SEE/MG nº 2197/12Ruanna Guido
 
Lana de Souza Cavalcanti - Realidade Escolar
Lana de Souza Cavalcanti - Realidade EscolarLana de Souza Cavalcanti - Realidade Escolar
Lana de Souza Cavalcanti - Realidade EscolarPriscilla Abrantes
 

Semelhante a 2ª formação - Matemática (20)

Matemática matriz curricular
Matemática matriz curricularMatemática matriz curricular
Matemática matriz curricular
 
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemáticaQuarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
Quarto encontro PNAIC 2014 - sequencia didática com foco na matemática
 
2 aprender e-ensinar_matematica
2   aprender e-ensinar_matematica2   aprender e-ensinar_matematica
2 aprender e-ensinar_matematica
 
RelatóRio
RelatóRioRelatóRio
RelatóRio
 
Estilos de aprendizagem palestra
Estilos de aprendizagem  palestraEstilos de aprendizagem  palestra
Estilos de aprendizagem palestra
 
{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática final
{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática final{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática final
{4 da513b4 3453-4b47-a322-13cd37811a9c}-matemática final
 
Projeto gps 2
Projeto gps 2Projeto gps 2
Projeto gps 2
 
avaliação de matematica series iniciais
avaliação de matematica series iniciaisavaliação de matematica series iniciais
avaliação de matematica series iniciais
 
APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...
APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...
APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: Uma proposta com potencia...
 
OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1
OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1
OT Recuperação Intensiva 2013 - parte1
 
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfMaterial-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
 
2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napne2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napne
 
Material Formação Manhã
Material Formação ManhãMaterial Formação Manhã
Material Formação Manhã
 
Guia do estudante 2016
Guia do estudante 2016Guia do estudante 2016
Guia do estudante 2016
 
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
Aula 2 didatica do ensino supeior   copiaAula 2 didatica do ensino supeior   copia
Aula 2 didatica do ensino supeior copia
 
2. o planejamento do trabalho pedagógico
2. o planejamento do trabalho pedagógico2. o planejamento do trabalho pedagógico
2. o planejamento do trabalho pedagógico
 
2º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 2013
2º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 20132º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 2013
2º Encontro de Professores de Matemática da SRE de Caxambu - 2013
 
Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014
Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014 Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014
Sequencia didática. Encontro com dois grupos do PNAIC-2014
 
Resolução SEE/MG nº 2197/12
Resolução SEE/MG nº 2197/12Resolução SEE/MG nº 2197/12
Resolução SEE/MG nº 2197/12
 
Lana de Souza Cavalcanti - Realidade Escolar
Lana de Souza Cavalcanti - Realidade EscolarLana de Souza Cavalcanti - Realidade Escolar
Lana de Souza Cavalcanti - Realidade Escolar
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxMartin M Flynn
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 

2ª formação - Matemática

  • 2. Pnaic uFscar contatos SECRETARIA secretariapnaicufscar@hotmail.com SUPORTE suporte.pnaic.ufscar@gmail.com MARIANA FARIA (RESPONSÁVEL PELO MOODLE) ma.ofaria9@gmail.com SITE www.pnaic.ufscar.br FACEBOOK www.facebook.com/pnaicufscar/
  • 3. VÍDEO DELEITE Música: 8 anos – Adriana Partimpim https://www.youtube.com/watch?v=1ACVnOEoKtE
  • 4. DISCUSSÃO TRÊS GERAÇÕES DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL Síntese das respostas dos OE’s sobre o artigo “três gerações de avaliação da educação básica no Brasil” Módulo 4 - Moodle
  • 5. REFLETINDO SOBRE O EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS • Objetivo do trabalho: analisar os itens referentes ao Tempo e suas medidas que estão presentes na Provinha Brasil de Matemá- tica entre 2011 e 2014; • 8 itens alusivos ao Tempo e suas medidas, cada uma das questões foi aplicada para 40 crianças a fim de evidenciar os significados que se constroem.
  • 6. • Característica da provinha: os itens da provinha são lidos e os enunciados, muitas vezes, não aparecem escritos nas questões apresentadas aos estudantes; • Para análise foram consideradas: 7 edições: 2011, 2012 (teste 1 e 2), 2013 (teste 1 e 2), 2014 (teste 1 e 2). Cada edição tinha 20 itens. 27 das 140 questões tratavam do eixo grandezas e medidas. 8 itens tratam da duração do tempo e suas medidas.
  • 7. O TEMPO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO • As grandezas podem ser vistas como propriedades de objetos ou fenômenos que podem ser comparadas e medidas; • Medir o tempo: duração dos intervalos de Tempo; • O Tempo que a Provinha Brasil de Matemática aborda é o nor- mativo, com o uso de unidades de medida padronizadas. Em suas diferentes possibilidades, a grandeza é tratada na leitura de reló- gios digitais e analógicos, nas conversões de dias em semanas ou meses ou na ordenação entre ontem, hoje e amanhã.
  • 8.
  • 9. A maior dificuldade das crianças está na noção de tempo ou na leitura de seus instrumentos? item 2012-1-20 40% item 2014-2-20 15%
  • 10. Quais alternativas que podem ser descartadas de imediato? item 2014-1-20 70%
  • 11. Questões que demandam conversões item 2011-1-19 e 2014-2-14 65% 55%
  • 12. Sucessão de dias da semana item 2012-2-13 e 2013-2-13 70% 95%
  • 14. CONSIDERAÇÃO DOS AUTORES • Os itens focam-se nos aspectos mais superficiais da habilidade, sem adentrarem-se nas dificuldades que costumam ser o nó dos processos de ensino e de aprendizagem; • O Tempo é abordado a partir da leitura pontual em instrumentos de medida ou na conversão entre dias/meses/anos, sem adentrar na questão dos intervalos, que é a maior dificuldade evidenciada pela literatura.
  • 15. REFLETINDO SOBRE O EIXO GEOMETRIA • Objetivo: analisar o que vem sendo exigido de habilidades geo- métricas pela Provinha Brasil. • Base da construção do pensamento geométrico: habilidades de percepção espacial;
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19. Habilidades requeridas: percepção de figuras em campo e reconhecer um objeto tridimensional na representação bidimensional.
  • 20. As crianças deveriam ter vivenciados tarefas em que pudessem “ler” o que as representações bidimensionais traduzem além de identificar os elementos que compõe esse objeto.
  • 21. • Habilidades requeridas: percepção de figuras em campo. • Tubos de cola sempre são cilindros? • Qual a imagem mental da criança para um tubo de cola?
  • 22. Questões desse tipo podem confundir o aluno: caderno (representa um retângulo)
  • 23. Nessa questão já não há esse problema, dado que não há interferências de outros desenhos, porém a circunferência foi considerada como círculo (não está hachurada)
  • 24. Nessa questão as figuras já estão hachuradas, indicando figuras planas contínuas
  • 25. Da maneira em que o paralelepípedo se apresenta pode dar a impressão de que a criança desenha um triângulo
  • 26. “Enquanto a face do objeto carimbado está representada por um retângulo com seu interior preenchido, ou seja como uma superfície, o conjunto dos sólidos geométricos, no qual a criança deverá relacionar a figura dada, está desenhado em perspectiva, porém sem o preenchimento de suas faces, o que não implica que o objeto utilizado para fazer o carimbo tenha superfícies planas – pode ser apenas a estrutura de um objeto tridimensional.”
  • 27. O aluno conhece a brincadeira? O formato da brincadeira representa uma circunferência e não um círculo
  • 28. CONSIDERAÇÕES DAS AUTORAS • Há de se ter maior cuidado com os aspectos visuais e conceituais, visto que estamos assumindo que os conceitos geométricos são figurais; • Imprecisão das figuras; • em muitas questões, o que se exige é apenas o nome da figura;
  • 29. • há que se ter o devido cuidado com as palavras, visto que elas são os próprios conceitos em construção e, com os desenhos, visto que as imagens mentais estão em processo também de construção e a representação e nomeação equivocada de uma figura poderá comprometer a elaboração conceitual do aluno; • Questão: se os conteúdos cobrados nessas avaliações nortearem as práticas do professor, a geometria continuará sendo ensinada de forma mecânica?
  • 30. ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS Questão central: Como a análise de tarefas matemáticas, em uma proposta de formação continuada, pode auxiliar professores que ensinam matemática, nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a (re) pensar a sua prática pedagógica? Neste estudo, assumimos tarefa como uma proposição feita pelo professor em sala de aula, cujo objetivo é concentrar a atenção dos alunos em uma determinada ideia matemática (STEIN et al., 2009). Texto: Análise de tarefas matemáticas em uma proposta de formação continuada de professoras que ensinam matemática
  • 31.
  • 32.
  • 33. DINÂMICA • Grupo de 5 pessoas; • A partir da tabela sobre os níveis de demanda cognitiva categori- zar, em grupo, as tarefas distribuídas.