HISTÓRIA
ANO LETIVO - 2016
Guia do Estudante
REFLEXÃO
“É importante ter metas, mas também é fundamental
planejar cuidadosamente cada passo para atingi-las.”
Bernardinh...
OBJETIVO – META
PLANEJAMENTO - PROJETO
 Objetivo
Descrição daquilo que se pretende alcançar.
 Meta
Definição em termos q...
Combinados de Sala
de Aula
2016
1 - Hora da Entrada
a) Fevereiro – mês de adaptação
b) Entrada – tolerância de 5 minutos.
c) Não existe tolerância após o ...
3 - Conversas Paralelas
a) Não será permitido conversar em momentos de explicação de
conteúdos.
b) As conversas paralelas ...
5 - Desrespeito ao professor e aos colegas
“Tolerância ZERO”– Será encaminhado para a OE
6 - Tarefa de casa/ trabalho em g...
7 - Falta de material
a) A falta de material será registrada no portal.
b) A falta de material implicará perda de nota de ...
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
PORTFÓLIO
 Portfólio é um conjunto organizado de trabalhos
produzidos pelo aluno ao longo de determinado
período. O uso d...
ESTRUTURA DO PORTFÓLIO
A. Pasta do portfólio precisa ser identificada com Nome,
N° e o Ano do estudante.
B. O portfólio é ...
ESTRUTURA PORTFÓLIO
1) Protótipos: antes de produzir as atividades do portfólio, é
fundamental elaborar protótipos dessas ...
INDICADORES DE AVALIAÇÃO – I.A.
 Os Indicadores de Avaliação que forem assinalados
irão demonstrar mais precisamente aos ...
Sigla Indicadores Históricos Descrição
E.C. Erro Conceitual Conceito histórico equivocado / errado
I. Incompleto Falta de ...
Os I. A. também serão utilizados na avaliação das
atividades desenvolvidas para o Portfólio em conjunto
com os Indicadores...
RECUPERAÇÃO CONTÍNUA (RC)
A recuperação contínua é um conjunto de estratégias
elaboradas pelo professor com o objetivo de ...
Estratégias - RC
 “Relembrando”.
 ERC - Exercícios de Recuperação Contínua.
 Gráficos
 Roteiro de Estudo
 Aulas de re...
Relembrando
(1,0)
Exercícios que retomam conteúdos importantes que já foram abordados
anteriormente.
Exercício tipo Relemb...
Ao final do trimestre, o estudante terá como bonificação de
Recuperação Contínua, a média (arredondada para cima) de todas...
1º 2º 3º Somatória
Anual
Participação (1,0)
Prova Trimestral (4,0)
Simulado (2,0)
Portfólio (3,0)
Média – RC (1,0)
MÉDIA
T...
1º 2º 3º Somatória
Anual
Relembrando (1,0)
ERC (1,0)
Roteiro de Estudo (1,0)
Gráfico (* Bonus)
Soma
MÉDIA – RC (soma÷3)
Ta...
Data Atividade
Data de
Entrega Situação Obs.
HISTÓRIA - CRONOGRAMA 2016
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Guia do estudante 2016

1.063 visualizações

Publicada em

Guia do estudante 2016

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.063
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
656
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia do estudante 2016

  1. 1. HISTÓRIA ANO LETIVO - 2016 Guia do Estudante
  2. 2. REFLEXÃO “É importante ter metas, mas também é fundamental planejar cuidadosamente cada passo para atingi-las.” Bernardinho “Você nunca sabe que resultados virão da sua ação, mas se você não fizer nada, não existirão resultados.” Mahatma Gandhi “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferente.” Albert Einstein
  3. 3. OBJETIVO – META PLANEJAMENTO - PROJETO  Objetivo Descrição daquilo que se pretende alcançar.  Meta Definição em termos quantitativos, e com um prazo determinado.  Planejamento Significa organizar as ações de modo racional. Não basta ter metas valiosas, é preciso planejar o que deve ser feito. Todo planejamento refere-se a um projeto, sem o qual não passa de burocracia sem valor. Planejar é construir um mapa do que deve ser realizado, distinguindo-se o que é relevante do que é irrelevante.  Projeto É lançar-se para o futuro, com orientação. É a busca pelo que se pretende ser e conhecer. É a procura por respostas para uma interrogação que provoca interesse e incomoda.
  4. 4. Combinados de Sala de Aula 2016
  5. 5. 1 - Hora da Entrada a) Fevereiro – mês de adaptação b) Entrada – tolerância de 5 minutos. c) Não existe tolerância após o intervalo. 2 - Uso do celular a) É expressamente proibido o uso do celular em sala de aula. b) Caso o estudante insista em utilizar o celular, para qualquer finalidade, o celular será retirado e o estudante será encaminhado à OE. c) Se houver uma emergência, comunicar à OE.
  6. 6. 3 - Conversas Paralelas a) Não será permitido conversar em momentos de explicação de conteúdos. b) As conversas paralelas implicarão perda de nota de participação. c) Se houver persistência, o aluno será encaminhado à OE. 4 - Saídas ao banheiro/encher garrafinha. a) 1ª aula e 4ª aula não será permitido (salvo exceção). b) Durante uma explicação, não será permitido sair. c) Evitar sair da sala, nos minutos finais de cada aula. d) Não correr (principalmente nos horários de entrada, intervalo e saída).
  7. 7. 5 - Desrespeito ao professor e aos colegas “Tolerância ZERO”– Será encaminhado para a OE 6 - Tarefa de casa/ trabalho em grupo. a) A falta da lição será registrada no portal. b) A falta da lição implicará perda de nota de participação. c) Na persistência em não fazer a tarefa, o estudante será encaminhado para a OE. d) O professor tem autonomia para gerenciar os grupos de trabalho.
  8. 8. 7 - Falta de material a) A falta de material será registrada no portal. b) A falta de material implicará perda de nota de participação. c) Na persistência em não trazer o material, o estudante será encaminhado para a OE.
  9. 9. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
  10. 10. PORTFÓLIO  Portfólio é um conjunto organizado de trabalhos produzidos pelo aluno ao longo de determinado período. O uso de portfólios na educação constitui uma estratégia que tem procurado corresponder às necessidades de aprofundar o conhecimento sobre a relação ensino-aprendizagem, de modo a assegurar-lhe, a cada vez, melhor compreensão e mais elevados índices de qualidade.  Exemplos de trabalhos / atividades desenvolvidas com o uso do portfólio: tabelas; resumos; mapas conceituais; desenhos; história em quadrinhos; esquemas, jogos.
  11. 11. ESTRUTURA DO PORTFÓLIO A. Pasta do portfólio precisa ser identificada com Nome, N° e o Ano do estudante. B. O portfólio é uma ferramenta de estudo individual. Eventualmente algumas atividades que irão compor o portfólio poderão ser desenvolvidas em grupo. C. O portfólio conta como um instrumento de avaliação com o valor de 3,0 pontos (30% do média trimestral). D. Por trimestre serão produzidos aproximadamente 4 atividades que irão compor o portfólio. E. Cada estudante terá liberdade escolher as estratégias e quais atividades irão para o portfólio. O professor terá o papel de orientador e facilitador no desenvolvimento das atividades.
  12. 12. ESTRUTURA PORTFÓLIO 1) Protótipos: antes de produzir as atividades do portfólio, é fundamental elaborar protótipos dessas atividades no caderno como forma de estudo / planejamento/ teste. 2) Capa: com as informações fundamentais (nome / número/ ano / etc.). É obrigatório colocar todas as atividades de maneira organizada em um saco plástico transparente(o mesmo do portfólio). 3) Título – em poucas palavras deve expressar a ideia central da atividade. 4) Estratégia – a forma escolhida de como desenvolver a atividade. Ex.: História em quadrinhos sobre a sociedade medieval. 5) Desenvolvimento – parte principal da atividade onde o estudante irá desenvolver o assunto através da estratégia escolhida. 6) Considerações Finais – no final do trabalho e em poucas palavras o estudante deve se expressar suas opiniões a respeito do desenvolvimento do trabalho, suas dificuldades e seu aprendizado.
  13. 13. INDICADORES DE AVALIAÇÃO – I.A.  Os Indicadores de Avaliação que forem assinalados irão demonstrar mais precisamente aos estudantes no que eles precisam dedicar-se mais (estudos) ou naquilo que seja necessário ter mais foco durante o desenvolvimento do processo de avaliação.
  14. 14. Sigla Indicadores Históricos Descrição E.C. Erro Conceitual Conceito histórico equivocado / errado I. Incompleto Falta de um ou mais conceitos históricos T.E. Tempo e Espaço Época ou lugar descrito está equivocado / errado Sigla Indicadores de Linguagem Descrição C. Clareza Falta de sentido textual L.I. Ler e Interpretar Falta de compreensão da que questão. O.C. Ortografia e Caligrafia Erros ortográficos e/ou caligrafia incompreensível que comprometem o entendimento da resposta. Não Respondeu Questão não respondida / “Em Branco” I.A. E.C. C. I. L.I. T.E O.C. Não Respondeu Tabela de Registro
  15. 15. Os I. A. também serão utilizados na avaliação das atividades desenvolvidas para o Portfólio em conjunto com os Indicadores do Portfólio. Sigla Indicadores Históricos Descrição E.C. Erro Conceitual Conceito histórico equivocado / errado I. Incompleto Falta de um ou mais conceitos históricos T.E. Tempo e Espaço Época ou lugar descrito está equivocado / errado Sigla Indicadores de Linguagem Descrição C. Clareza Falta de sentido textual O.C. Ortografia e Caligrafia Erros ortográficos e/ou caligrafia incompreensível Sigla Indicadores – Portfólio (I.P.) Descrição M.O. Metodologia e Organização Falta de umas das etapas ou atividades. Falta de organização P.P. Pontualidade e Prazo Atividade entregue fora do prazo estabelecido C.O. Criatividade e Originalidade Falta de criatividade e originalidade
  16. 16. RECUPERAÇÃO CONTÍNUA (RC) A recuperação contínua é um conjunto de estratégias elaboradas pelo professor com o objetivo de recuperar conteúdos essenciais que não foram assimilados pelo estudante. Portanto, a recuperação contínua tem como foco a aprendizagem e não simplesmente a recuperação de notas.
  17. 17. Estratégias - RC  “Relembrando”.  ERC - Exercícios de Recuperação Contínua.  Gráficos  Roteiro de Estudo  Aulas de revisão e aulas adicionais. Ao final de cada trimestre, o estudante que apresentar bom desempenho nas atividades, exercícios e aulas de recuperação contínua terá uma bonificação na nota, ou seja, a bonificação está diretamente relacionada ao aprendizado do estudante.
  18. 18. Relembrando (1,0) Exercícios que retomam conteúdos importantes que já foram abordados anteriormente. Exercício tipo Relembrando na prova trimestral – (1,0) ERC Exercícios de Recuperação Contínua (1,0) Antes da Prova Trimestral os estudantes resolverão alguns exercícios como forma de estudo e preparação para a prova. ERC – Exercícios de Recuperação Contínua – (1,0) Roteiro de Estudo (1,0) Roteiro de estudo com os conteúdos específicos para a prova trimestral Gráfico* (Bônus) Gráficos com os indicadores de avaliação e os indicadores do portfólio
  19. 19. Ao final do trimestre, o estudante terá como bonificação de Recuperação Contínua, a média (arredondada para cima) de todas as atividades de recuperação que foram desenvolvidas no trimestre, ou seja, a soma dos resultados de todas as atividades, dividido pelo número de atividades que foram feitas. Exemplos: Relembrando (1,0) 0,6 ERC (1,0) 0,5 Roteiro de Estudo (1,0) 0,7 Soma 1,8 RC - Média 0,6 Relembrando (1,0) 0,8 ERC (1,0) 0,6 Roteiro de Estudo (1,0) 1 Gráfico* bônus Soma 2,4 RC - Média 0,8+0,2 = 1,0 Exemplo 1 Exemplo 2
  20. 20. 1º 2º 3º Somatória Anual Participação (1,0) Prova Trimestral (4,0) Simulado (2,0) Portfólio (3,0) Média – RC (1,0) MÉDIA Tabela de Acompanhamento de Desempenho Escolar
  21. 21. 1º 2º 3º Somatória Anual Relembrando (1,0) ERC (1,0) Roteiro de Estudo (1,0) Gráfico (* Bonus) Soma MÉDIA – RC (soma÷3) Tabela de Acompanhamento de Recuperação Contínua (RC)
  22. 22. Data Atividade Data de Entrega Situação Obs. HISTÓRIA - CRONOGRAMA 2016

×