Realismo e naturalismo

703 visualizações

Publicada em

Prosa realista

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
703
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
94
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Realismo e naturalismo

  1. 1. 1 REALISMO / NATURALISMO NO BRASIL (2º metade do séc. XIX) Professora Luciene Gomes
  2. 2. 2 REALISMO – Início em 1881, com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis. NATURALISMO – Início em 1881, com a publicação de O Mulato, de Aluísio de Azevedo.
  3. 3. 3 MACHADO DE ASSIS ALUÍSIO DE AZEVEDO
  4. 4. 4 Na segunda metade do século XIX, a ciência impõe-se como única explicação para todos os problemas da humanidade. A visão idealizada do mundo e da sociedade é substituída por uma concepção de vida pautada em atitudes materialistas e cientificistas. Época de mudanças
  5. 5. 5 Desenvolvem-se novas correntes filosóficas e científicas e disseminam as ideias liberais, socialistas e anarquistas. A literatura, como expressão do homem em seu tempo, torna-se analista: a pena, transformada em bisturi, corta e recorta o comportamento humano em busca de uma explicação metódica. Época de mudanças
  6. 6. 6 Num momento de efervescências científicas e filosóficas, acompanhadas de convulsões sociais e de profundas mudanças econômicas, era natural que a arte não permanecesse atada à subjetividade romântica. Era necessário um compromisso maior com a realidade objetiva, para combater o idealismo da escola antecessora Peneiradoras de trigo, de Gustave Courbert, iniciador da pintura realista.
  7. 7. 7A carruagem de terceira classe(1863-65) Daumier, Honoré (1808-1879)
  8. 8. 8 “As Respigadoras”, 1857.Neste quadro, Jean François Millet representou três camponesas a recolher restos de trigo deixado pelo trabalho da ceifa nas terras de um rico agricultor. A cena das mulheres em primeiro plano que recolhem os parcos grãos para alimentar as suas famílias, deixados para trás pelos ceifeiro, contrasta com a fartura dos ricos em último plano.
  9. 9. 9 CONTEXTO HISTÓRICO DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL; SEGUNDO REINADO (D. PEDRO II); CAPITAL: RIO DE JANEIRO; ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA (1888) PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA (1889)
  10. 10. 10 VALORES ENGAJAMENTO SOCIAL E POLÍTICO; NOVAS IDEOLOGIAS; RETRATO FIEL DA SOCIEDADE; TEORIAS CIENTÍFICAS; CRÍTICA ÀS INSTITUIÇÕES; A LITERATURA TRANSFORMA A REALIDADE.
  11. 11. TEORIAS E CORRENTES DO REALISMO E PRINCIPALMENTE DONATURALISMO O POSITIVISMO DE AUGUSTE COMTE (SISTEMA DE FILOSOFIA POSITIVA – 1850); O DETERMINISMO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DE HIPPOLYTE ADOLPHE TAINE; O EVOLUCIONISMO DE CHARLES DARWIN (A ORIGEM DAS ESPÉCIES – 1859); O SOCIALISMO UTÓPICO DE PIERRE-JOSEPH PROUDHON E O SOCIALISMO CIENTÍFICO DE KARL MARX E FRIEDRICH ENGELS; A NEGAÇÃO DO CRISTIANISMO DE ERNEST RENAN. A PSICANÁLISE DE FREUD
  12. 12. O quadro abaixo mostra as principais oposições entre: ROMANTISMO REALISMO / NATURALISMO subjetividade objetividade imaginação realidade circundante sentimento inteligência , razão verdade individual verdade universal fantasia , devaneio fatos observáveis homem = centro do mundo homem = uma peça do mundo volta ao passado crítica do presente
  13. 13. Head of a peasant woman George Clausen - pintura realista Pintura romântica
  14. 14. 14 REALISMO CARACTERÍSTICAS RESGATE DA OBJETIVIDADE; COMBATE AO ROMANTISMO; GOSTO PELAS DESCRIÇÕES OBJETIVAS(fotográficas); RAZÃO, OBSERVAÇÃO E ANÁLISE; UNIVERSALISMO; RETRATO FIEL DAS PERSONAGENS; ANÁLISE PSICOLÓGICA DAS PERSONAGENS (CLASSES MAIS ALTAS – APARÊNCIA X ESSÊNCIA); NOVOS TIPOS DE ENREDO: IMPESSOALIDADE NARRADOR EM 3ª PESSOA (ONISCIENTE)
  15. 15. 15 Belmiro de Almeida (1858-1935), autor de Arrufos, que retrata a discussão de um casal,
  16. 16. 16
  17. 17. 17 PRINCIPAL AUTOR - MACHADO DE ASSIS APROFUNDAMENTO PSICOLÓGICO; ANÁLISE DO COMPORTAMENTO; CRÍTICA E IRONIA; PERSONAGENS METAFÍSICOS; CAPÍTULOS CURTOS; TEMPO PSICOLÓGICO (QUEBRA DA LINEARIDADE DO ENREDO); REFERÊNCIA AO ROMANTISMO(DE MANEIRA IRÔNICA); VISÃO PESSIMISTA ACERCA DO HOMEM; LINGUAGEM AMBÍGUA; NARRADORES EM 1ª PESSOA; DIGRESSÃO (INTERROMPER A NARRATIVA) FALAR COM O LEITOR REFERENCIAR A PRÓPRIA NARRATIVA; METALINGUAGEM.
  18. 18. 18 1ª FASE – ROMÂNTICA – PREPARATÓRIA RESSURREIÇÃO (1872) A MÃO E A LUVA (1874) HELENA (1876) IAIÁ GARCIA (1878) 2ª FASE – REALISTA – MATURIDADE – principais obras: MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS (1881) QUINCAS BORBA (1899) DOM CASMURRO (1904) MEMORIAL DE AIRES(1908)
  19. 19. 19 NATURALISMO (REALISMO CIENTÍFICO) CARACTERÍSTICAS RESGATE DA OBJETIVIDADE; COMBATE AO ROMANTISMO; GOSTO PELAS DESCRIÇÕES OBJETIVAS(fotográficas);; RAZÃO, OBSERVAÇÃO E ANÁLISE; UNIVERSALISMO; RETRATO FIEL DAS PERSONAGENS; INFLUÊNCIAS DIRETAS DAS CORRENTES MATERIALISTAS; ROMANCES DE TESES(preocupação em comprovar as teses científicas); RETRATAÇÃO DO COLETIVO(personagens tipos) CLASSES BAIXAS(análise patológica do comportamento humano – instintos - animalização)
  20. 20. 20 Os bêbados – José Malhoa – Pintura Naturalista
  21. 21. William Bell Scott_-_Iron and Coal - ferro e carvão
  22. 22. 22 AUTOR NATURALISTA ALUÍSIO DE AZEVEDO CARACTERÍSTICAS ROMANCE DE TESE E/OU EXPERIMENTAL; INSTINTO; COLETIVO; PATOLOGIAS; HOMOSSEXUALIDADE. OBRA: O CORTIÇO
  23. 23. 23
  24. 24. 24 AUTOR IMPRESSIONISTA RAUL POMPÉIA REFLEXOS SUBJETIVOS; MEMÓRIA; VINGANÇA; SÁTIRA; HOMOSSEXUALIDADE. OBRA: O ATENEU(impressões memorialistas do autor)
  25. 25. 25
  26. 26. 26

×