Redação ENEM

769 visualizações

Publicada em

passos para a redação do ENEM

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Redação ENEM

  1. 1. PASSOS PARA A REDAÇÃO DO ENEM - 2016 PROFESSORA LUCIENE GOMES
  2. 2. O TEXTO DISSERTATIVO - ARGUMENTATIVO É o tipo textual cobrado pelo ENEM. • É um texto opinativo que se organiza na defesa de um ponto de vista sobre determinado assunto. Nele, a opinião é fundamentada com explicações e argumentos, para formar a opinião do leitor, tentando convencê-lo de que a ideia defendida é correta. • É argumentativo porque defende uma tese, uma opinião, e é dissertativo porque se utiliza de explicações para justificá-la. • Procure ter sequência nos parágrafos para que o texto seja de fácil leitura e não escreva como você fala; A linguagem escrita é diferente da linguagem falada; não use termos, expressões ou regionalismos da língua coloquial. • Um parágrafo é uma unidade textual formada por uma ideia principal à qual se ligam ideias secundárias. • Não exponha um aspecto relacionado ao tema, sem
  3. 3. ESQUEMA DE REDAÇÃO - ENEM  Tema – os temas da redação do ENEM são de ordem social, científica, cultural ou política. Na prova, há textos motivadores que direcionam e orientam o aluno sobre o tema.  Tese – é a ideia que você vai defender no seu texto. Ela deve estar relacionada ao tema e deve estar apoiada em argumentos ao longo da redação. Procure colocá-la no 1º parágrafo.  Argumentos - É a justificativa utilizada por você para convencer o leitor a concordar com a tese defendida. Cada argumento deve responder à pergunta “por quê?”em relação à tese defendida.  Proposta de intervenção – uma solução para o problema; deve respeitar os direitos humanos.
  4. 4. COMPETÊNCIAS A SEREM AVALIADAS Competência 01 • Domínio padrão da língua escrita.  Evite marcas da oralidade – palavras como “tipo”, “curtir”, verbo ter no lugar do verbo haver(exemplo: “tem pessoas”... o correto é “há pessoas...), “daí”, “né” etc. Evite o emprego repetido de palavras. Prefira marcadores da língua padrão: “após esse instante”, “depois disso”, “além disso”.  Não escreva frases com informações incompletas.  Tenha precisão vocabular.  Obedeça às regras gramaticais.
  5. 5. Observe sempre:  Concordância nominal e verbal;  Regência nominal e verbal;  Crase;  Pontuação;  Flexão de nomes e verbos;  Colocação de pronomes átonos;  Grafia das palavras;  Acentuação gráfica;  Emprego de letras maiúsculas e minúsculas;  Divisão silábica na mudança de linha (translineação);  Uso das palavras; mas/mais – mal/mau – senão/ se não – há/a – onde/aonde – a ver/haver.
  6. 6. Competência 02 • Compreender a proposta de redação e obedecer ao gênero dissertativo argumentativo.  Entenda os textos motivadores e não os copie;  Evite recorrer a reflexões previsíveis e preso às ideias desenvolvidas nos textos motivadores;  Cada parágrafo deve desenvolver um tópico frasal (o porquê de seu ponto de vista);  Desenvolva o tema de forma consistente, de modo que o leitor possa acompanhar o seu raciocínio facilmente, o que significa que a progressão textual é fluente e articulada com o projeto do texto;  Mantenha-se dentro dos limites do tema proposto, tomando o cuidado para não se afastar do seu foco – fuga ao tema ou fuga parcial ao tema.
  7. 7. ESTRATÉGIAS ARGUMENTATIVAS • São recursos utilizados para desenvolver os argumentos, de modo a convencer o leitor:  exemplos;  dados estatísticos;  pesquisas;  fatos comprováveis;  Citações ou depoimentos de pessoas especializadas no assunto;  Alusões históricas; e  Comparações entre fatos, situações, épocas ou lugares distintos.
  8. 8. Um texto dissertativo difere de um texto dissertativo-argumentativo por não haver a necessidade de demonstrar a verdade de uma ideia, ou tese, mas apenas de expô-la. Você deve evitar elaborar um texto de caráter apenas dissertativo, ou seja, expor um aspecto relacionado ao tema sem defender uma posição, sem defender uma tese. Isso não atenderá às exigências para avaliação dessa competência.
  9. 9. Competência 03 • Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.  Essa competência trata da possibilidade do texto ser entendido pelo leitor, da sua coerência, correspondendo ao seu conhecimento do mundo.  Relação lógica entre as partes do texto, criando unidade de sentido.  Precisão vocabular.  Progressão temática.  Adequação entre o conteúdo e o mundo real.
  10. 10. O QUE É COERÊNCIA? • A coerência é a relação que se estabelece entre o texto e os conhecimentos dos interlocutores, garantindo a construção do sentido de acordo com as expectativas do leitor. O leitor “processa” esse texto e é levado a refletir a respeito das ideias nele contidas.  Apresentação clara da tese e seleção dos argumentos que a sustentam;  Encadeamento lógico da ideias, de modo que cada parágrafo apresente informações novas, coerentes com o que foi apresentado anteriormente, sem repetições ou saltos temáticos;  Congruência entre as informações do texto e do mundo real; e  Precisão vocabular.
  11. 11. Competência 04 Coesão • Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários à construção da argumentação. • Períodos articulados - cada ideia nova precisa estabelecer relação com as anteriores. Procure utilizar as seguintes estratégias de coesão para se referir a elementos que já apareceram anteriormente no texto:  Substituição de termos ou expressões por pronomes pessoais, possessivos e demonstrativos, advérbios que indicam localização, artigos;  Substituição de termos ou expressões por sinônimos, antônimos, hipônimos, hiperônimos.  Substituição de substantivos, verbos, períodos ou fragmentos do texto por conectivos ou expressões que resumam e retomem o que já foi dito;  Elipse ou omissão de elementos que já tenham sido citados anteriormente
  12. 12. Competência 05 • proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.  A solução para o problema deve contemplar cada ponto abordado na argumentação. Assim, a proposta deve manter um vínculo direto com a tese desenvolvida no texto e manter coerência com os argumentos utilizados.  É necessário que respeite os direitos humanos, ou seja, não rompa com valores como cidadania, liberdade, solidariedade e diversidade cultural.  Responda: O que é possível fazer? Quem faz? Como faz? A proposta que pretendo fazer é viável?
  13. 13. Exemplos de proposta de intervenção TEMA: PUBLICIDADE INFANTIL “Em decorrência disso, cabe ao Governo Federal e ao terceiro setor a tarefa de reverter esse quadro. O terceiro setor – composto por associações que buscam se organizar para conseguir melhorias na sociedade – deve conscientizar, por meio de palestras e grupos de discussão, os pais e os familiares das crianças para que discutam com elas a respeito do consumismo e dos males disso. Por fim, o Estado deve regular os conteúdos veiculados nas campanhas publicitárias, para que essas não tentem convencer pessoas que ainda não têm o senso crítico desenvolvido. Além disso, ele deve multar as empresas publicitárias que não respeitarem suas determinações. Com esses atos, a publicidade infantil deixará de ser tão prejudicial e as crianças brasileiras poderão crescer e se desenvolver de forma mais saudável.” *trecho retirado de redação de candidato ao Enem 2014 – redação nota 1000
  14. 14. RECOMENDAÇÕES Ler com bastante atenção o tema e a tipologia textual (dissertativo argumentativo) propostos. Ler os textos motivadores, marcando as palavras ou os fragmentos que indicam o posicionamento dos autores. Identificar, em cada texto motivador, a tese e os argumentos apresentados pelos autores. Ler atentamente as instruções apresentadas após os textos
  15. 15. RAZÕES PARA NOTA ZERO Fuga total ao tema; Parte desconectada ao texto (escrever algo que não diz respeito ao tema ou ao assunto); Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa; Texto com até sete linhas; Impropérios, desenhos ou outras formas propositais de anulação; Desrespeito aos direitos humanos; Folha de redação em branco mesmo que tenha sido escrita no rascunho.
  16. 16. TEMAS DE REDAÇÃO 2015 – Persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira. 2014 - Publicidade infantil em questão no Brasil. 2013 - Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil. 2012 - Movimento imigratório para o Brasil no século 21. 2011 - Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado. 2010 - O trabalho na construção da dignidade humana. 2009 – O indivíduo frente à ética nacional - Valorização do idoso. 2008 - Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar. 2007 - O desafio de se conviver com as diferenças. 2006 - O poder de transformação da leitura. 2005 - O trabalho infantil na sociedade brasileira. 2004 - Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação? 2003 - A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo? 2002 - O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais que o Brasil necessita? 2001 - Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar os interesses em conflito?

×