SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Naturalismo
O que é? 
• O Naturalismo foi um movimento cultural relacionado 
às artes plásticas, literatura e teatro. 
• Surgiu na França, na segunda metade do século XIX. 
Este movimento foi uma radicalização do Realismo. 
• No romance naturalista a abordagem é extremamente 
aberta do sexo aparece, o que resultou em algo muito 
chocante para a sociedade conservadora da época. 
• Naturalistas escreviam sobre o instinto fisiológico e 
natural, retratando a agressividade, a violência e o 
erotismo como elementos que simplesmente fazem 
parte da personalidade do ser humano.
Contexto histórico do Naturalismo 
• 1881: Início do Naturalismo brasileiro com a 
publicação do livro O Mulato de Aluísio de 
Azevedo; 
• 1884: Início da Conferência de Berlim, discutindo 
a partilha da África pelas potências europeias; 
• 1885: Pasteur aplica a vacina antirrábica em um 
ser humano; 
• 1888: Abolição da escravatura no Brasil; 
• 1889: Proclamação da República no Brasil.
• 1881: Início do Naturalismo brasileiro com a 
publicação do livro O Mulato de Aluísio de 
Azevedo; 
• 1884: Início da Conferência de Berlim, 
discutindo a partilha da África pelas potências 
européias; 
• 1885: Pasteur aplica a vacina anti-rábica em 
um ser humano; 
• 1888: Abolição da escravatura no Brasil; 
• 1889: Proclamação da República no Brasil.
Principais características do 
Naturalismo 
• O mundo pode ser explicado através das 
forças da natureza; 
• O ser humano está condicionado às suas 
características biológicas (hereditariedade) e 
ao meio social em que vive; 
• Forte influência do evolucionismo de Charles 
Darwin; 
• A realidade é mostrada através de uma forma 
científica (influência do positivismo);
Principais características do 
Naturalismo 
• Nas artes plásticas, por exemplo, os pintores 
enfatizam cenas do mundo real em suas obras. 
Pintavam aquilo que observavam; 
• Na literatura, ocorre muito o uso de descrições 
de ambientes e de pessoas; 
• Ainda na literatura, a linguagem é coloquial; 
• Os principais temas abordados nas obras 
literárias naturalistas são: desejos humanos, 
instintos, loucura, violência, traição, miséria, 
exploração social, etc.
Naturalismo no Brasil 
• Este movimento chegou ao Brasil no final do 
século XIX. 
• Os escritores brasileiros abordaram a 
realidade social brasileira, destacando a vida 
nos cortiços, o preconceito, a diferenciação 
social, entre outros temas. 
• O tipo de texto usado pelos escritores no 
Naturalismo era a prosa.
Naturalismo no Brasil 
• Autores brasileiros do Naturalismo foram: 
Aluísio de Azevedo, Adolfo Caminha, Pápi 
Júnior, Rodolfo Teófilo, Horácio de Carvalho, 
Inglês de Souza, Emília Bandeira de Melo, 
Carneiro Vilela, Manoel Arão, Júlio Ribeiro, 
Faria Neves Sobrinho. 
• O Pioneiro do Naturalismo no Brasil foi Aluísio 
de Azevedo.
Aluísio de Azevedo
Aluísio de Azevedo 
• Considerado o pioneiro do naturalismo no Brasil, 
o romancista Aluísio de Azevedo nasceu em São 
Luís, Maranhão em 14 de abril de 1857. 
• Fundador da cadeira número quatro 
da Academia Brasileira de Letras e crítico social 
• Autor de diversos livros, entre eles estão: O 
Mulato, que provocou escândalo na época de seu 
lançamento, Casa de Pensão, que o consagrou e 
O Cortiço, conhecido com sua obra mais 
importante.
Aluísio de Azevedo 
• Não escondia seu inconformismo com a 
sociedade brasileira e com suas regras. 
• Aluísio de Azevedo viveu daquilo que ganhava 
como escritor, mas ao entrar para a vida 
diplomática ele abandonou a produção 
literária. 
• Faleceu em Buenos Aires, Argentina, no dia 21 
de janeiro de 1913.
Obras 
O Mulato, romance (1881).
O Cortiço, romance 
(1890), Editora 
moderna, São Paulo, 
1991.
Casa de Pensão, 
romance (1884).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Parnasianismo'
Parnasianismo'Parnasianismo'
Parnasianismo'
 
Realismo no brasil
Realismo no brasilRealismo no brasil
Realismo no brasil
 
Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Naturalismo no Brasil
Naturalismo no BrasilNaturalismo no Brasil
Naturalismo no Brasil
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
3ª geração do romantismo no brasil
3ª geração do romantismo no brasil3ª geração do romantismo no brasil
3ª geração do romantismo no brasil
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
Quinhentismo
Quinhentismo Quinhentismo
Quinhentismo
 
Parnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiroParnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiro
 
Slide realismo naturalismo 09 ago 13
Slide realismo  naturalismo 09 ago 13Slide realismo  naturalismo 09 ago 13
Slide realismo naturalismo 09 ago 13
 
Romantismo No Brasil
Romantismo No BrasilRomantismo No Brasil
Romantismo No Brasil
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIASLITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
 

Semelhante a Naturalismo

Semelhante a Naturalismo (20)

Realismo e naturalismo flavia
Realismo e naturalismo flaviaRealismo e naturalismo flavia
Realismo e naturalismo flavia
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
Ideologia mais escolas literarias
Ideologia mais  escolas literariasIdeologia mais  escolas literarias
Ideologia mais escolas literarias
 
Realismo; Natualismo; Parnasianismo Português
Realismo; Natualismo; Parnasianismo PortuguêsRealismo; Natualismo; Parnasianismo Português
Realismo; Natualismo; Parnasianismo Português
 
Trabalho portugues realismo naturalismo
Trabalho portugues realismo naturalismoTrabalho portugues realismo naturalismo
Trabalho portugues realismo naturalismo
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
O REALISMO NO BRASIL
 O REALISMO NO BRASIL O REALISMO NO BRASIL
O REALISMO NO BRASIL
 
Realismo
Realismo Realismo
Realismo
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
Realismo naturalismo
Realismo   naturalismoRealismo   naturalismo
Realismo naturalismo
 
Naturalismo pdf.pdf
Naturalismo pdf.pdfNaturalismo pdf.pdf
Naturalismo pdf.pdf
 
Literatura no ENEM
Literatura no ENEMLiteratura no ENEM
Literatura no ENEM
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Realismo e naturalismo
Realismo e naturalismoRealismo e naturalismo
Realismo e naturalismo
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
2ª série - LP 21.pptx
2ª série - LP 21.pptx2ª série - LP 21.pptx
2ª série - LP 21.pptx
 
Realismo narturalismo 2016
Realismo narturalismo 2016Realismo narturalismo 2016
Realismo narturalismo 2016
 
Realismo no brasil
Realismo no brasil  Realismo no brasil
Realismo no brasil
 
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida RomânticaTrabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
 

Último

Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 

Último (20)

Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 

Naturalismo

  • 2. O que é? • O Naturalismo foi um movimento cultural relacionado às artes plásticas, literatura e teatro. • Surgiu na França, na segunda metade do século XIX. Este movimento foi uma radicalização do Realismo. • No romance naturalista a abordagem é extremamente aberta do sexo aparece, o que resultou em algo muito chocante para a sociedade conservadora da época. • Naturalistas escreviam sobre o instinto fisiológico e natural, retratando a agressividade, a violência e o erotismo como elementos que simplesmente fazem parte da personalidade do ser humano.
  • 3. Contexto histórico do Naturalismo • 1881: Início do Naturalismo brasileiro com a publicação do livro O Mulato de Aluísio de Azevedo; • 1884: Início da Conferência de Berlim, discutindo a partilha da África pelas potências europeias; • 1885: Pasteur aplica a vacina antirrábica em um ser humano; • 1888: Abolição da escravatura no Brasil; • 1889: Proclamação da República no Brasil.
  • 4. • 1881: Início do Naturalismo brasileiro com a publicação do livro O Mulato de Aluísio de Azevedo; • 1884: Início da Conferência de Berlim, discutindo a partilha da África pelas potências européias; • 1885: Pasteur aplica a vacina anti-rábica em um ser humano; • 1888: Abolição da escravatura no Brasil; • 1889: Proclamação da República no Brasil.
  • 5. Principais características do Naturalismo • O mundo pode ser explicado através das forças da natureza; • O ser humano está condicionado às suas características biológicas (hereditariedade) e ao meio social em que vive; • Forte influência do evolucionismo de Charles Darwin; • A realidade é mostrada através de uma forma científica (influência do positivismo);
  • 6. Principais características do Naturalismo • Nas artes plásticas, por exemplo, os pintores enfatizam cenas do mundo real em suas obras. Pintavam aquilo que observavam; • Na literatura, ocorre muito o uso de descrições de ambientes e de pessoas; • Ainda na literatura, a linguagem é coloquial; • Os principais temas abordados nas obras literárias naturalistas são: desejos humanos, instintos, loucura, violência, traição, miséria, exploração social, etc.
  • 7. Naturalismo no Brasil • Este movimento chegou ao Brasil no final do século XIX. • Os escritores brasileiros abordaram a realidade social brasileira, destacando a vida nos cortiços, o preconceito, a diferenciação social, entre outros temas. • O tipo de texto usado pelos escritores no Naturalismo era a prosa.
  • 8. Naturalismo no Brasil • Autores brasileiros do Naturalismo foram: Aluísio de Azevedo, Adolfo Caminha, Pápi Júnior, Rodolfo Teófilo, Horácio de Carvalho, Inglês de Souza, Emília Bandeira de Melo, Carneiro Vilela, Manoel Arão, Júlio Ribeiro, Faria Neves Sobrinho. • O Pioneiro do Naturalismo no Brasil foi Aluísio de Azevedo.
  • 10. Aluísio de Azevedo • Considerado o pioneiro do naturalismo no Brasil, o romancista Aluísio de Azevedo nasceu em São Luís, Maranhão em 14 de abril de 1857. • Fundador da cadeira número quatro da Academia Brasileira de Letras e crítico social • Autor de diversos livros, entre eles estão: O Mulato, que provocou escândalo na época de seu lançamento, Casa de Pensão, que o consagrou e O Cortiço, conhecido com sua obra mais importante.
  • 11. Aluísio de Azevedo • Não escondia seu inconformismo com a sociedade brasileira e com suas regras. • Aluísio de Azevedo viveu daquilo que ganhava como escritor, mas ao entrar para a vida diplomática ele abandonou a produção literária. • Faleceu em Buenos Aires, Argentina, no dia 21 de janeiro de 1913.
  • 12. Obras O Mulato, romance (1881).
  • 13. O Cortiço, romance (1890), Editora moderna, São Paulo, 1991.
  • 14. Casa de Pensão, romance (1884).