Auto imunidade

31.664 visualizações

Publicada em

Aula teórica ICS Imunologia : UFBA - Auto Imunidade

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
31.664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
220
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
664
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auto imunidade

  1. 1. Prfª Patrícia Cisneiros
  2. 3. <ul><li>Auto-imunidade é uma falha de tolerância! </li></ul><ul><li>Conhecer os mecanismos utilizados pelo sistema imunológico , vai nos ajudar a entender melhor as doenças auto-imunes. </li></ul>
  3. 4. Tolerância Imunológica <ul><li>Mecanismo que garante a capacidade de reagir contra uma enorme variedade de microorganismos, mas não contra os antígenos próprios. </li></ul>
  4. 5. Auto-imunidade
  5. 6. Fatores
  6. 7. <ul><ul><li>Fatores Genéticos </li></ul></ul><ul><ul><li>Certos genes HLA estão associados com doenças autoimunes e certos haplótipos HLA com o risco de estas se desenvolverem. O polimorfismo genético e/ou as mutações também tem um papel preponderante nesta relação. </li></ul></ul>
  7. 8. Fatores Ambientais <ul><li>Hormônios , drogas , Radiação UV e patógenos são algumas fromas que de contribuição do ambiente para provocar a autoimunidade. </li></ul>
  8. 9. Infecções EBV, micoplasmas, malária e doença de Lyme estão ligadas com DA particulares, devido á semelhança de algumas estruturas antigénicas microbianas a antigénios self.
  9. 10. Exemplo de mimetismo e doença autoimune
  10. 11. Fatores Hormonais: <ul><li>As fêmeas são muito mais propensos a desenvolver doenças auto-imunes. </li></ul><ul><li>Aumento nos hormônios associados à gravidez podem até mesmo causar aborto do feto (RSA). </li></ul>
  11. 12. Nature Immunology   2 , 777 - 780 (2001) Diferenças entre os gêneros
  12. 13. Estrogeno e autoimunidade
  13. 14. Regulação Imunológica Um defeito em qualquer dos ramos do sistema imunológico pode desencadear a auto-imunidade Complement T cells B cells
  14. 15. Deficiências da regulação do Complemento <ul><li>CD59 or CD55 – </li></ul><ul><ul><li>Hemoglobinúria paroxística noturna- HPN </li></ul></ul><ul><ul><li>Anemia auto-hemolíica </li></ul></ul><ul><ul><li>lupus </li></ul></ul><ul><li>Deficiência da via clássica levam formação de imunocomplexos e desenvolvimento de autoimunidade. </li></ul><ul><ul><li>SLE </li></ul></ul><ul><ul><li>RA </li></ul></ul>
  15. 16. Patogênese da Autoimunidade <ul><li>Os mecanismos de destruição tecidual por autoanticorpos são os mesmos que acontecem na resposta imune protetora. </li></ul><ul><li>Ambas as células T e B estão envolvidas neste processo assim como citocinas inflamatórias, complexos imunes, fagócitos e factores de complemento. </li></ul><ul><li>A principal diferença entre respostas anti-microbianas e respostas autoimunes é que nestas últimas autoantigénios estão sempre presentes e não podem ser removidos do corpo </li></ul>
  16. 17. Patogênese da Autoimunidade (autoanticorpos e imunidade celular) ) <ul><li>Autoanticorpos </li></ul><ul><li>Autoanticorpos podem mediar diretamente a destruição celular </li></ul><ul><li>Autoanticorpos podem modular a função celular </li></ul><ul><ul><li>Miastenia Gravis </li></ul></ul><ul><li>Autoanticorpos podem formar complexos imunes danificadores </li></ul><ul><ul><li>activação de complemento, libertação de mediadores (hipersensibilidade tipo III, acumulação e depósito em orgãos) </li></ul></ul><ul><li>A imunidade celular </li></ul><ul><li>apesar do papel central dos autoanticorpos nestas doenças infiltrados inflamatórios T são também característicos </li></ul>
  17. 18. O Espectro das doenças autoimunológicas
  18. 19. Doenças mediadas por dano celular direto Doenças Autoimunes Órgão-Específicas
  19. 20. Tireoidite de Hashimoto (HT) <ul><li>Doença mediada por células T específicas que infiltram a tireóide causando a destruição glandular resultando no hipotireoidismo </li></ul><ul><li>Mais comum </li></ul><ul><li>Ac Antitiroperoxidase = 90% </li></ul><ul><li>Ac antitiroglobulina = 20 a 50% </li></ul><ul><li>Hipotireoidismo subclínico </li></ul><ul><li>Bócio </li></ul>
  20. 21. Tireoidite de Hashimoto a) Tireóide - Normal b) Tireóide - T. Hashimoto Stress, cigarro, drogas, excesso de iodo. O stress pode levar a lesão tecidual
  21. 22. Diabetes Mellitus Insulina-Dependente IDDM
  22. 23. Diabetes Mellitus Insulina-Dependente IDDM 1 ) Ilhotas de Langerhans - Pâncreas Normal 2 ) Ilhotas de Langerhans - Pâncreas IDDM
  23. 24. Doenças mediadas por Anticorpos Bloqueadores ou Estimuladores Doenças Autoimunes Órgão-Específicas
  24. 25. Doença de Graves Auto-Anticorpos anti-Receptor de TSH
  25. 26. Hipertireoidismo, oftalmopatia e dermopatia inflitrativa. Doença de Graves
  26. 27. Auto-Anticorpos anti-receptor de Acetil-Colina interferem com a transmissão neuromuscular e provocam lesão na placa motora. Miastenia Graves
  27. 28. Miastenia Graves Doença marcada pela fraqueza progressiva e perda do controle muscular Classificada como uma doença da célula &quot;B&quot; . Pode surgir após evento estressante, como infecção e anestesia.
  28. 29. <ul><li>Ac bloqueador: liga-se ao fator intrínseco (IF) impedindo a ligação da B12. </li></ul><ul><li>Pacientes podem desenvolver pólipos gástricos e neoplasia gástrica. </li></ul><ul><li>Em 90% dos pacientes a deficiência da absorção ocorre por Acs anti-IF </li></ul>Anemia perniciosa
  29. 30. Doenças Autoimunes Sistêmicas Doenças Autoimunes Órgão-Inespecíficas
  30. 31. Lupus Eritematoso Sistêmico (LES) Anti-IgM e anti-C3b
  31. 32. <ul><li>Anticorpos auto-reativos contra constituintes nucleares: DNA, ribonucleoproteínas, histonas e antígenos de nucléolos </li></ul><ul><li>Imune-complexos se depositam nos glomérulos renais, articulações, pele e vasos sangüíneos </li></ul>
  32. 33. Lupus Eritematoso Sistêmico <ul><li>Doença crônica e multisistêmica </li></ul><ul><li>Desenvolve-se na dependência de: </li></ul><ul><ul><li>Fatores genéticos (HLA DR3, deficiência de C2 e C4) </li></ul></ul><ul><ul><li>Fatores hormonais (razão mulher/homem =10:1 entre 20 e 60 anos) </li></ul></ul><ul><ul><li>Fatores ambientais (exposição a Uv-B e medicamentos como procainamida, hidralazina, clorpromazina, isoniazinas, practolol e metildopa). </li></ul></ul>
  33. 34. Artrite Reumatóide Plasmócitos no líquido sinovial de um paciente com AR (Anti-IgM)
  34. 35. Artrite Reumatóide <ul><li>Líquido sinovial fica cheio de neutrófilos, macrófagos, LTh-1 e células dendríticas. </li></ul><ul><li>Produção de metaloproteínases pelos macrófagos ativados por IL-1 e TNF-  , clivando colágeno e proteoglicanos. </li></ul>
  35. 36. Febre Reumática <ul><li>Síndrome inflamatória </li></ul><ul><li>Pode surgir após as infecções faríngeas estreptocócicas do grupo A beta- hemolítico </li></ul>articulação Infecção anticorpos coração (Estreptococos específicos cérebro “ reumatogênicos”) ( semelhança antigênica)
  36. 37. Febre Reumática
  37. 38. IL-17: A Citocina da autoimunidade ??? *Camundongos deficienttes em IL-17 foram menos suscetíveis a autoimunidade especialmente RA.
  38. 39. Obrigada!!!!! [email_address]

×