Sistema Imunitário - defesa não específica

28.552 visualizações

Publicada em

Sistema imunitário, breve descrição dos mecanismos de defesa não específicos

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
28.552
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17.079
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
525
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema Imunitário - defesa não específica

  1. 1. Sistema Imunitário Isabel Lopes
  2. 2. Sistema Imunitário  Cada individuo é bioquimicamente único  Moléculas identificadoras do individuo  MHC (major histocompatibility complex = complexo principal de histocompatibilidade)  Antigénios principais de histocompatibilidade (codificados por genes localizados no cromossoma 6)  Imunidade  Diferentes processos fisiológicos que permitem reconhecer corpos estranhos ou anormais  neutralização e eliminação  Imunidade Inata: mecanismos de defesa não específica que funcionam sempre da mesma maneira independentemente do agente invasor  Imunidade Adaptativa: mecanismo de defesa específico IL 2010
  3. 3. Principais tipos de Leucócitos  Circulam no sangue e os linfócitos tb circulam na linfa  Capacidade de diapedese  Possuem receptores na membrana Ver manual (glicoproteínas  pág. 141 específicas) IL 2010
  4. 4. Mecanismos de Defesa não específicos  Impedem a entrada  Barreiras  Secreções e Enzimas 1ª Linha de defesa  Limitam a proliferação de microrganismos ou outra substância  Resposta Inflamatória 2ª Linha de defesa  Fagocitose  Interferão IL 2010
  5. 5. Pele e Mucosas Secreções (1ª linha de defesa) IL 2010
  6. 6. Secreções e Enzimas IL 2010
  7. 7. Resposta Inflamatória Mastócitos (resultantes da diferenciação de basófilos)  Histaminas Provoca a dilatação dos capilares (>permeabili//) e a saída de plasma Calor Rubor Sensibilidade Edema Exercício … e os macrófagos* manual pág. 144 Dor Quimiotaxia: acumulação de substâncias químicas que activam o sistema imunitário *resultam da transformação dos monócitos (“actores”) IL 2010
  8. 8. Resposta Inflamatória IL 2010
  9. 9. Fagocitose Destruição de:  bactérias e outros corpos estranhos  células infectadas ou mortas. Neutrófilo fagocitando uma Neutrófilo bactéria (vídeo com migrando aceleração). A célula do para o sistema imunitário localiza a local da bactéria usando quimiotaxia. infecção. Neutrófilo fagocita bactéria e liberta citocinas IL 2010
  10. 10. Interferão  O vírus, ao infectar uma célula e replicar-se, vai activar o gene que codifica o interferão (proteína).  Após a síntese proteica, a proteína sai da célula e entra na corrente sanguínea, até chegar às células vizinhas que ainda não foram atacadas.  A proteína liga-se à membrana celular dessas células e activa o gene que codifica as proteínas antivirais.  Estas proteínas por sua vez, vão impedir a replicação do vírus, quando este tentar replicar-se nessas células. IL 2010
  11. 11. Interferão IL 2010
  12. 12. Dúvidas? Dúvidas IL 2010

×