ESCOLA BÍBLICA
07/04/13

Os Profetas Menores
Advertências e consolações para a
santificação da Igreja de Cristo
LIÇÃO 3
Lição 3: Joel — O derramamento do
Espírito Santo
Lição 3: Joel — O derramamento do
Espírito Santo
Lição 3: Joel — O derramamento do
Espírito Santo
LEITURA DIÁRIA
•
•
•
•
•
•

Isaías 4.43 - O derramamento do Espírito Sant...
Lição 3: Joel — O derramamento do
Espírito Santo
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Joel 1.1 e 2.28-32
Lição 3: Joel — O derramamento do
Espírito Santo
QUEM ERA JOEL
• Joel é considerado por alguns, como um dos
mais antigos profetas, cujos escritos chegaram
até nós. Segundo...
QUEM ERA JOEL
• Apesar de não haver informações diretas
sobre a localização geográfica em que vivia
Joel, sabe-se que era ...
QUEM ERA JOEL
• Ministrou talvez no reinado de Joás (2Cr 24).

• Predisse a era do Evangelho e o
derramamento do Espírito ...
DATA
• O livro não contém referencia a
acontecimentos históricos que possam ser
identificados, mas há argumentos sólidos q...
PROPÓSITO E MENSAGEM
• O interesse de Joel em todo o livro foi falar
do “dia do Senhor”. Ele começou
relacionando a praga ...
PROPÓSITO E MENSAGEM
• Os gafanhotos que menciona em 1.4 e
em 2.25 são literais e não uma
representação alegórica dos babi...
PROPÓSITO E MENSAGEM
• Refere-se aos gafanhotos como exército
do Senhor e vê na chegada deles uma
lembrança de que o dia d...
PROPÓSITO E MENSAGEM
• Não manifesta a crença popular de que esse
dia será de juízo contra as nações, mas de
livramento e ...
CARACTERÍSTICAS LITERÁRIAS
• Um manuscrito interpretou os quatro
tipos de gafanhotos com símbolos dos
egípcios, assírios, ...
ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO
• Como Ageu, Joel foi inspirado pela crise
identificada profeticamente com juízo
divino contra a c...
ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO
• A resposta favorável do Senhor é o ponto
culminante desse trecho no contexto de
Joel. A parte co...
A PROMESSA DO PENTECOSTE
• O profeta assegura ao povo que Deus
realmente vai derramar tanto bênçãos
temporais (2.18-27) co...
A PROMESSA DO PENTECOSTE
• “E há de ser que, depois derramarei o
meu Espírito sobre toda a carne, e vossos
filhos e vossas...
A PROMESSA DO PENTECOSTE
• Libertação espiritual é a grande promessa
central do livro de Joel. Outros profetas
predisseram...
A PROMESSA DO PENTECOSTE
• Ele diz que essa benção emanará de
Jerusalém (2.32; 3.18). Temos a afirmação
clara de que essa ...
CONCLUSÃO
• O derramamento do Espírito Santo inaugura a
dispensação da Igreja.
• A Igreja continua recebendo o poder do al...
CURIOSIDADE
O provável túmulo de Joel
CURIOSIDADE
O provável túmulo de Joel
CURIOSIDADE
O provável túmulo de Joel
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Profetas menores lição 3 - Joel

3.109 visualizações

Publicada em

Aula ministrada por Eduardo Paixão na Igreja Evangélica Sem Fronteiras - Escola Bíblica (Série Profetas Menores)

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.109
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
87
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Profetas menores lição 3 - Joel

  1. 1. ESCOLA BÍBLICA 07/04/13 Os Profetas Menores Advertências e consolações para a santificação da Igreja de Cristo
  2. 2. LIÇÃO 3
  3. 3. Lição 3: Joel — O derramamento do Espírito Santo
  4. 4. Lição 3: Joel — O derramamento do Espírito Santo
  5. 5. Lição 3: Joel — O derramamento do Espírito Santo LEITURA DIÁRIA • • • • • • Isaías 4.43 - O derramamento do Espírito Santo Mateus 3.11 - Jesus batiza com o Espírito Santo João 14.16 - O Consolador está sempre conosco João 14.26 - O Espírito Santo ensina a Igreja Atos 2.4 - As línguas e o batismo com o Espírito Santo At 11.15,16 - Os gentios e o batismo com o Espírito Santo
  6. 6. Lição 3: Joel — O derramamento do Espírito Santo LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Joel 1.1 e 2.28-32
  7. 7. Lição 3: Joel — O derramamento do Espírito Santo
  8. 8. QUEM ERA JOEL • Joel é considerado por alguns, como um dos mais antigos profetas, cujos escritos chegaram até nós. Segundo esses estudiosos, é possível que quando jovem Joel tenha conhecido tanto Elias como Eliseu. Sua história pessoal aparece num versículo: “Palavra do Senhor, que foi dirigida a Joel, filho de Petuel” (1.1). Seu nome significa “Jeová é meu Deus”. Seu ministério foi para Judá. Joel costuma ser chamado “o profeta do avivamento religioso”.
  9. 9. QUEM ERA JOEL • Apesar de não haver informações diretas sobre a localização geográfica em que vivia Joel, sabe-se que era de Judá. O interesse aguçado por Jerusalém e pelos que trabalhavam no Templo, sugere que ele tenha vivido em Jerusalém e tenha ministrado como um profeta do Templo. Embora nada indique que ele tenha sido sacerdote, Joel orava em favor do povo (1.19,20).
  10. 10. QUEM ERA JOEL • Ministrou talvez no reinado de Joás (2Cr 24). • Predisse a era do Evangelho e o derramamento do Espírito Santo. • Foi o primeiro a profetizar o derramamento do Espírito Santo sobre toda a terra (2.28). • Sua mensagem continua atual.
  11. 11. DATA • O livro não contém referencia a acontecimentos históricos que possam ser identificados, mas há argumentos sólidos que permitem ligar sua composição ao século IX a.C. Muitos intérpretes, no entanto, atribuem ao livro datas tardias, mesmo no período pósexílico (Sec. VI), depois de Ageu e de Zacarias. Seja como for sua mensagem não é alterada no modo relevante em razão da data.
  12. 12. PROPÓSITO E MENSAGEM • O interesse de Joel em todo o livro foi falar do “dia do Senhor”. Ele começou relacionando a praga de gafanhotos com o início do dia do Senhor, prevendo que o julgamento se agravaria. Em decorrência disso, ele convocou o povo a se arrepender. Como nenhuma acusação é mencionada, a ofensa é desconhecida. Quando o povo atendeu, o favor do Senhor foi proclamado e a futura prosperidade foi anunciada (2.18,19).
  13. 13. PROPÓSITO E MENSAGEM • Os gafanhotos que menciona em 1.4 e em 2.25 são literais e não uma representação alegórica dos babilônios e medo-persas, dos gregos e dos romanos, como defendem alguns intérpretes. Diante dessa crise, conclama todos ao arrependimento: velhos e jovens (1.2,3), bêbados (1.5), agricultores (1.11) e sacerdotes (1.13).
  14. 14. PROPÓSITO E MENSAGEM • Refere-se aos gafanhotos como exército do Senhor e vê na chegada deles uma lembrança de que o dia do Senhor está próximo.
  15. 15. PROPÓSITO E MENSAGEM • Não manifesta a crença popular de que esse dia será de juízo contra as nações, mas de livramento e de benção para Israel, pelo contrário, junto com Isaías (2.10-21), Jeremias (4.6), Amós (5.18-20) e Sofonias (1.7-18), refere-se a esse dia como dia de castigo também para o infiel Israel. A restauração e a benção virão somente depois do juízo e do arrependimento.
  16. 16. CARACTERÍSTICAS LITERÁRIAS • Um manuscrito interpretou os quatro tipos de gafanhotos com símbolos dos egípcios, assírios, gregos e romanos. Contudo, estudiosos de hoje veem essas criaturas, pelo menos no capítulo 1, como gafanhotos reais.
  17. 17. ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO • Como Ageu, Joel foi inspirado pela crise identificada profeticamente com juízo divino contra a comunidade. Logo, ele interpretou a situação atual como julgamento, em vez de projetar situação futura de castigo, como os profetas faziam. Ele estimulou o povo a agir, sugerindo que a situação pioraria.
  18. 18. ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO • A resposta favorável do Senhor é o ponto culminante desse trecho no contexto de Joel. A parte contemporânea teve dois ciclos de descrição de juízo, instrução e identificação do papel do Senhor. O contraste é que no primeiro ciclo o Senhor julgava Israel, enquanto no segundo, o fez prosperar.
  19. 19. A PROMESSA DO PENTECOSTE • O profeta assegura ao povo que Deus realmente vai derramar tanto bênçãos temporais (2.18-27) como espirituais (2.28-32) e mandará libertação do céu.
  20. 20. A PROMESSA DO PENTECOSTE • “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito” (2.28-29). Esta é a profecia do Pentecoste.
  21. 21. A PROMESSA DO PENTECOSTE • Libertação espiritual é a grande promessa central do livro de Joel. Outros profetas predisseram pormenores a respeito da vida de Jesus na terra e até mesmo do seu reino futuro. A Joel coube o privilégio de predizer que o Senhor iria derramar do seu Espírito sobre toda a carne.
  22. 22. A PROMESSA DO PENTECOSTE • Ele diz que essa benção emanará de Jerusalém (2.32; 3.18). Temos a afirmação clara de que essa profecia se cumpriu no Pentecoste.
  23. 23. CONCLUSÃO • O derramamento do Espírito Santo inaugura a dispensação da Igreja. • A Igreja continua recebendo o poder do alto e prossegue anunciando a salvação a todos os povos. Nisso, vemos a múltipla operação do Espírito Santo, revestindo de poder os crentes em Jesus e convencendo o pecador de seus pecados (At 1.8; Jo 16.7-11).
  24. 24. CURIOSIDADE O provável túmulo de Joel
  25. 25. CURIOSIDADE O provável túmulo de Joel
  26. 26. CURIOSIDADE O provável túmulo de Joel

×