SlideShare uma empresa Scribd logo
Os Inimigos do Cristão
Lições Bíblicas Adultos 2° Trimestre 2024
CPAD, Revista: A CARREIRA QUE NOS
ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da salvação,
santidade e perseverança para chegar ao céu.
Comentarista: Pr. Osiel Gomes
Apresentação: Missionário Celso Napoleon
5 de maio de 2024
Lição 5
“Se vivemos no Espírito, andemos
também no Espírito. Não sejamos
cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns
aos outros, invejando-nos uns aos outros.”
(Gl 5.25,26)
TEXTO ÁUREO
2
Na jornada da fé há inimigos que
tentam nos atrapalhar: o Diabo, a
Carne e o Mundo; mas em Cristo
somos mais que vencedores.
VERDADE PRÁTICA
3
Segunda - Mt 13.39; Lc 11.18 A realidade bíblica do Inimigo de nossas
almas
Terça - Mt 4.1-12 Como tentador, o Diabo atua para desestabilizar o
crente
Quarta - Gl 5.19; 6.8 A realidade bíblica da Carne como inimiga da
jornada
Quinta - 1 Jo 2.16 Concupiscência da carne, dos olhos e soberba da
vida
Sexta - Jo 12.31; 15.18 O mundo como sistema que procurar oprimir o
crente
Sábado - Tg 5.7 É preciso sujeitar-se a Deus e resistir o Diabo
LEITURA DIÁRIA
4
LEITURA BÍBLICA
EM CLASSE
5
• LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Romanos 6.11-14; 1 João 2.15-17
Romanos 6
11 - Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas
vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor.
12 - Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe
obedecerdes em suas concupiscências;
13 - nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por
instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos
dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de
justiça.
14 - Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais
debaixo da lei, mas debaixo da graça. 6
1 João 2
15 - Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o
mundo, o amor do Pai não está nele.
16 - Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a
concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do
mundo.
17 - E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a
vontade de Deus permanece para sempre.
7
• INTRODUÇÃO
Na jornada da vida cristã nos deparamos com perigos que
ameaçam a trajetória do nosso caminho para o céu. Nela,
encontraremos três inimigos que buscam nos atrapalhar: o
Diabo, a carne e o mundo. O Diabo e mundo estão do
lado externo de nossa trajetória; a carne, porém, está do
lado de dentro: é a nossa natureza pecaminosa. Por isso,
nesta lição, estudaremos esses três inimigos da Jornada da
Vida Cristã.
8
PALAVRA-CHAVE:
Inimigos
9
10
I – O PRIMEIRO INIMIGO DO
CRISTÃO: O DIABO
• I – O PRIMEIRO INIMIGO DO CRISTÃO:
O DIABO
1. O Diabo é real. A existência do Diabo como pessoa é
descrita desde o primeiro livro da Bíblia. No Antigo
Testamento, as ações de Satanás são descritas em Gênesis,
1 Crônicas, Jó, Salmos, Isaías, Ezequiel e Zacarias. O
Novo Testamento mostra a atuação do Diabo por cerca
de 25 vezes das 29 passagens dos Evangelhos em que
Jesus o menciona. Em seu ministério, nosso Senhor atesta
a realidade de Satanás (Mt 13.39; Lc 11.18).
11
2. A descrição de Satanás. As Escrituras Sagradas descrevem Satanás
como um ser espiritual que pertencia a uma ordem angelical dos
querubins, sendo o mais exaltado deles (Ez 28.12,14). Em Judas 9, por
ele pertencer a uma ordem elevada, está registrado que o Arcanjo Miguel
contendeu com Satanás a respeito do corpo de Moisés, mas não ousou
pronunciar juízo de maldição contra ele. De fato, Satanás é o chefe dos
anjos caídos. Ele possui poder, porém, suas ações estão limitadas, mas é
visto como o deus deste século, o príncipe da potestade do ar (2 Co 4.4;
Ef 2.2). Também podemos afirmar que Satanás é um ser que possui
personalidade, ou seja, ele tem inteligência (2 Co 11.3), raiva (Ap 12.17),
desejos (Lc 22.31) e vontade própria (Is 14.13,14; 2 Tm 2.26). Nosso
Senhor considerava Satanás como uma pessoa e, por isso, usou
pronomes pessoais para se referir a ele (Mt 4.1-12; cf. Jó 1.6-12; 2.1-4).
12
3. A identidade do Inimigo. Podemos conhecer o Inimigo por
meio dos nomes que a Bíblia usa para descrevê-lo: Serpente,
refere-se a sua sagacidade e astúcia (Gn 3.1; Ap 12.9); Satanás,
mencionado 52 vezes, adversário ou opositor (Zc 3.1; Mt 4.10;
Ap 20.2); Diabo, aparece 35 vezes, acusador (Mt 4.1; Ef 4.27);
Maligno, revela o seu caráter (1 Jo 5.18,19); Dragão Vermelho,
revela sua ferocidade (Ap 12.3,7,9,10); Tentador, ação tentadora
no campo da mentira e da imoralidade (At 5.3; 1 Co 7.5);
Enganador (Ap 12.9; 20.2,3); Belzebu, chefe dos demônios (Lc
11.15); Belial, pessoa má, sem valor (Jz 19.22; 1 Sm 30.22; 2 Co
6.15). Esses nomes revelam uma natureza cruel, perversa e
destruidora do nosso Inimigo.
13
O primeiro inimigo do cristão, o Diabo, é
descrito na Bíblia como um ser real.
• SINOPSE I
14
15
II – O SEGUNDO INIMIGO
DO CRISTÃO: A CARNE
16
• II – O SEGUNDO INIMIGO DO CRISTÃO:
A CARNE
1. Conceito bíblico de carne. Há quatro definições para a palavra
“carne” na Bíblia: 1) o tecido muscular do corpo humano e dos animais
(Gn 2.21); 2) o corpo humano inteiro (Êx 4.7); 3) o ser humano segundo
a sua fragilidade e mortalidade (Sl 78.39); 4) a natureza humana
pecaminosa (Gl 5.19; 6.8). Dentre muitas perspectivas da palavra carne
na Bíblia, a expressão “concupiscência da carne” tem grande relevância
(1 Jo 2.16). Quando o apóstolo João usa esse termo, ele se refere à
satisfação carnal em todas as suas dimensões: glutonarias, sensualidade,
bebedeira, relações sexuais ilícitas. A expressão revela que não há critério
ou norma moral num contexto em que a busca pelo prazer individual
dita a tendência. É o egoísmo em grau elevado.
17
2. A Carne no Novo Testamento. Na perspectiva do Novo
Testamento, o termo grego sárx, isto é, “carne”, é uma
referência direta à totalidade da natureza humana pecaminosa, à
parte de Deus, degradada, sem a presença do Espírito Santo. Em
suas cartas, o apóstolo Paulo evidencia o que uma natureza
dominada pela carne pode produzir (Gl 5.19-21; Cl 3.5,9). A
carne opõe-se a Deus e aos seus propósitos, pois ela tenciona
caminhar de modo independente do Altíssimo; seu desejo e
vontade estão fora dos planos divinos, ela faz com que o ser
humano aja como se fosse o próprio Deus.
18
3. A perspectiva doutrinária da palavra carne.
Doutrinariamente, a “carne” é a natureza humana depois da
queda de Adão. Como vimos, a expressão “carne” pode ser
usada para se referir ao corpo humano (1 Co 15.39), mas
também à natureza pecaminosa (Rm 8.6). Nesse sentido, embora
uma mesma palavra possa trazer sentidos diferentes, não há
razão de confundir-se entre “carne” como corpo e “carne”
como natureza pecaminosa, pois o que é produzido pela
natureza pecaminosa, logo, é reconhecido; como por exemplo: a
idolatria é uma obra da carne, ou seja, da natureza humana
pecaminosa (Gl 5.20).
O segundo inimigo do cristão, a Carne,
pode se referir ao corpo, mas também a
natureza humana caída.
• SINOPSE II
19
20
III – O TERCEIRO INIMIGO
DO CRISTÃO: O MUNDO
21
• III – O TERCEIRO INIMIGO DO CRISTÃO:
O MUNDO
1. Perspectivas bíblicas da palavra “mundo”. Há cinco conotações
bíblicas para a palavra mundo: 1) a terra (Sl 24.1); 2) o conjunto das
nações conhecidas (1 Rs 10.23); 3) a raça humana (Sl 9.8; Jo 3.16); 4) o
universo (Rm 1.20); 5) os que se opõem a Deus. Esses têm o Diabo
como chefe e vivem na impiedade (Jo 12.31; 15.18). De modo geral, a
Bíblia usa a palavra “mundo” para descrever duas grandes realidades: a)
o planeta Terra em que habitamos (Sl 19.4); b) as pessoas que vivem de
maneira independentes de Deus. A passagem de 1 João 2.15, quando diz
para “não amarmos o mundo”, a ideia é a de uma sociedade separada de
Cristo e que se manifesta contrariamente a Deus, pois está dominada
pelos vícios mais infames, e cujas ações não condizem com a vontade de
Deus. Na epístola, esses vícios são classificados em três níveis:
concupiscência da carne, concupiscência dos olhos e a soberba da vida.
22
2. Três níveis de vícios infames. As concupiscências da carne, dos
olhos e a soberba da vida são níveis de vícios infames que todo cristão
encontrará diante de sua jornada:
a) A concupiscência da carne. A concupiscência da carne tem a ver
com a natureza humana completamente dominada pelo pecado,
corrompida, decaída, todo ato do corpo para fins maléficos e imorais.
b) A concupiscência dos olhos. A concupiscência dos olhos tem a ver
com tudo o que envolve a mente e a imaginação. Ela cria o desejo pelas
coisas pecaminosas oferecidas pela mídia, música, filmes, literatura, a arte
para ceder aos desejos carnais.
c) A soberba da vida. Esse nível de vício expressa a autoglorificação do
homem no pecado, denotando seu egoísmo, vanglória e ateísmo. É o
homem da atualidade desprezando o Criador em oposição deliberada.
23
3. Vencendo o mundo. Há um sistema carnal que age sob o
controle do Maligno, que busca nos remover do caminho que
leva ao céu por meio de ideologias anticristãs, estilos de vidas
que não glorificam a Deus e formas contrárias aos valores do
Evangelho. Para vencer essas investidas é preciso ter uma vida
cheia do Espírito (Ef 5.18). É preciso também viver plenamente
em Cristo Jesus, fazendo a vontade de Deus (Mt 7.21). Sendo
assim, precisamos nos sujeitar a Ele, resistir ao Diabo, pois
temos a sublime promessa: “ele fugirá de vós” (Tg 5.7).
O terceiro inimigo do cristão, o Mundo, apresenta
três níveis de vícios infames: a concupiscência da
carne, dos olhos e a soberba da vida.
• SINOPSE III
24
25
• CONCLUSÃO
O apóstolo Pedro nos adverte a respeito do plano do Inimigo
em nos tragar (1 Pe 5.8) com o objetivo de destruir a obra
realizada por Cristo em nossas vidas. Ele quer enfraquecer a
nossa caminhada rumo aos céus. A ação diabólica é feita
mediante aos ataques do Inimigo. Então, para não ceder aos seus
ardis, precisamos viver constantemente sob a presença do
Espírito Santo, preparados e fortalecidos em Deus (Gl 5.16; Ef
6.10).
1. O que o Senhor Jesus atestou em seu ministério?
Em seu ministério, nosso Senhor atesta a realidade de
Satanás (Mt 13.39; Lc 11.18).
2. Cite ao menos três nomes em que podemos conhecer o
Inimigo na Bíblia.
Serpente, adversário e Maligno.
3. O que a expressão “concupiscência da carne” revela?
A expressão revela que não há critério ou norma moral
num contexto em que a busca pelo prazer individual dita a
tendência. É o egoísmo em grau elevado.
Revisando o conteúdo
26
4. Qual a perspectiva do Novo Testamento em relação a
palavra grega sárx, ou seja, carne?
Na perspectiva do Novo Testamento, o termo grego sárx,
isto é, “carne”, é uma referência direta à totalidade da
natureza humana pecaminosa, à parte de Deus,
degradada, sem a presença do Espírito Santo.
5. De acordo com a lição, quais são os três níveis de vícios
infames?
A concupiscência da carne, concupiscência dos olhos e a
soberba da vida.
27
28
• Referências
CPAD. A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da
Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu. Rio de
Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2024.
(Lições Bíblicas, Adultos CPAD).
EDINBURGH SCRIPTURE. KJV Pew Bible. Nashville, TN: Thomas
Nelson, 2017.
KAPLAN, Aryeh (ORG.). Bíblia Antigo Testamento: A Torá Viva -
Os cinco livros de Moisés e as Haftarot: uma tradução baseada
em fontes judaicas tradicionais, com comentários, introdução,
mapas, tabelas, gravuras, bibliografia e índice remissivo. 3a ed.
São Paulo: Maayanot, 2000.
29
SANDALOVA, Galina. Women’s hands chained in a dark forest. ,
2019. Disponível em:
https://www.istockphoto.com/br/foto/m%C3%A3os-das-
mulheres-acorrentadas-em-uma-floresta-escura-gm1162467343-
318867517. Acesso em: 30 abr. 2024.Foto
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (ORG.). Bíblia De Estudo
Pentecostal - Almeida Revista e Corrigida. 6a ed. Rio de Janeiro,
RJ: SBB, 2014.
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (org.). Bíblia De Estudo
Plenitude Revista E Atualizada. Barueri, SP: SBB, 2005.
LIÇÕES:
• Lição 1- O Início da Caminhada
• Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga
• Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão
• Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada
• Lição 5 - Os Inimigos do Cristão
• Lição 6 - As nossas Armas Espirituais
• Lição 7 - O Perigo da Murmuração
• Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado
• Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho
• Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade
• Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno
• Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão
• Lição 13 – A Cidade Celestial
30
EBD – Escola Bíblica
Dominical
Lições Bíblicas Adultos 2° trimestre 2024
CPAD
REVISTA: A CARREIRA QUE NOS
ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da
Salvação, Santidade e Perseverança para
Chegar ao Céu
Comentarista: Pr. Osiel Gomes
Apresentação: Missionário Celso
Napoleon
Renovados na Graça
OBRIGADO
Celso Napoleon
31
• renovadosnagraca@gmail.com
• https://www.facebook.com/renovadosnagraca
• Renovados na Graça

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
Moisés Sampaio
 
A armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completaA armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completa
Anderson Silvério
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Éder Tomé
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
Rogério Nunes
 
Lição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptx
Lição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptxLição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptx
Lição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptx
Celso Napoleon
 
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Lição 13 a ressurreição de jesus
Lição 13   a ressurreição de jesusLição 13   a ressurreição de jesus
Lição 13 a ressurreição de jesus
Regio Davis
 
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Lição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptx
Lição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptxLição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptx
Lição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Slides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptx
Slides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptxSlides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptx
Slides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretasLição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Éder Tomé
 
Estudo do evangelho de João
Estudo do evangelho de JoãoEstudo do evangelho de João
Estudo do evangelho de João
RODRIGO FERREIRA
 
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptxLição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Celso Napoleon
 
Slides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptxLição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Celso Napoleon
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Ricardo Gondim
 
Slides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptxSlides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 

Mais procurados (20)

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
 
A armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completaA armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completa
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
 
Lição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptx
Lição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptxLição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptx
Lição 11 – Cultivando a Convicção Cristã.pptx
 
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Lição 13 a ressurreição de jesus
Lição 13   a ressurreição de jesusLição 13   a ressurreição de jesus
Lição 13 a ressurreição de jesus
 
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
Lição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptx
Lição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptxLição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptx
Lição 13 O Propósito de Missões - CPAD.pptx
 
Slides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptx
Slides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptxSlides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptx
Slides Lição 2, CPAD, A Predileção dos Pais por um dos Filhos.pptx
 
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretasLição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
Lição 6 - O temor a Deus e as atitudes corretas
 
Estudo do evangelho de João
Estudo do evangelho de JoãoEstudo do evangelho de João
Estudo do evangelho de João
 
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptxLição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
Lição 1 - Duas Importantes Mulheres na História de um Povo.pptx
 
Slides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 5, O Casamento é Para Sempre, 2Tr22, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptxLição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
 
Slides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptxSlides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 9, CPAD, O Avivamento Pentecostal no Brasil, Pr Henrique.pptx
 

Semelhante a Lição 5 - Os Inimigos do Cristão - EBD.pptx

Apostila 34
Apostila 34Apostila 34
Apostila 34
Omar Gebara
 
Teologia 34
Teologia 34Teologia 34
Teologia 34
marcelo olegario
 
Apostila 34
Apostila 34Apostila 34
Apostila 34
amaildo pereira
 
Lição 3 aluno
Lição 3 alunoLição 3 aluno
Lição 3 aluno
Demerval Fernandes
 
escola-de-batismo-2021.pdf
escola-de-batismo-2021.pdfescola-de-batismo-2021.pdf
escola-de-batismo-2021.pdf
JooAlbertoSoaresdaSi
 
apostila-escola-de-batismo-2021.pdf
apostila-escola-de-batismo-2021.pdfapostila-escola-de-batismo-2021.pdf
apostila-escola-de-batismo-2021.pdf
Mário Renato Mariano Mariano
 
escola-de-batismo-2021 (1).pdf
escola-de-batismo-2021 (1).pdfescola-de-batismo-2021 (1).pdf
escola-de-batismo-2021 (1).pdf
JooAlbertoSoaresdaSi
 
2 romanos.pptx
2 romanos.pptx2 romanos.pptx
2 romanos.pptx
PIB Penha - SP
 
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdfLição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
DigenesSoares3
 
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdfLição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
DigenesSoares3
 
EBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdf
EBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdfEBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdf
EBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdf
ssuser615052
 
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
RAIMUNDO NONATO DA S AMORA
 
Lição 05 B- 03-05-20.pptx
Lição 05 B- 03-05-20.pptxLição 05 B- 03-05-20.pptx
Lição 05 B- 03-05-20.pptx
BrunoFelix51
 
Arrogância.pdf
Arrogância.pdfArrogância.pdf
Arrogância.pdf
Pastor Robson Colaço
 
quando a criatura vale mais que o criador.pdf
quando a criatura vale mais que o criador.pdfquando a criatura vale mais que o criador.pdf
quando a criatura vale mais que o criador.pdf
LuizFerreira221547
 
Lição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptx
Lição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptxLição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptx
Lição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptx
Celso Napoleon
 
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentadaAula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
luizribeiro1000
 
Lição 8 A natureza do caráter cristão
Lição 8   A natureza do caráter cristãoLição 8   A natureza do caráter cristão
Lição 8 A natureza do caráter cristão
Wander Sousa
 
07 doutrina cristã do pecado
07   doutrina cristã do pecado07   doutrina cristã do pecado
07 doutrina cristã do pecado
Luiz Ferreira
 
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano AComentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
José Lima
 

Semelhante a Lição 5 - Os Inimigos do Cristão - EBD.pptx (20)

Apostila 34
Apostila 34Apostila 34
Apostila 34
 
Teologia 34
Teologia 34Teologia 34
Teologia 34
 
Apostila 34
Apostila 34Apostila 34
Apostila 34
 
Lição 3 aluno
Lição 3 alunoLição 3 aluno
Lição 3 aluno
 
escola-de-batismo-2021.pdf
escola-de-batismo-2021.pdfescola-de-batismo-2021.pdf
escola-de-batismo-2021.pdf
 
apostila-escola-de-batismo-2021.pdf
apostila-escola-de-batismo-2021.pdfapostila-escola-de-batismo-2021.pdf
apostila-escola-de-batismo-2021.pdf
 
escola-de-batismo-2021 (1).pdf
escola-de-batismo-2021 (1).pdfescola-de-batismo-2021 (1).pdf
escola-de-batismo-2021 (1).pdf
 
2 romanos.pptx
2 romanos.pptx2 romanos.pptx
2 romanos.pptx
 
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdfLição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
 
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdfLição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
Lição 4 - Quando a Criatura Vale mais que o Criador - Pr. Elso Rodrigues.pdf
 
EBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdf
EBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdfEBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdf
EBD Domingo Apontamentos Do LIVRO.pptx.pdf
 
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
 
Lição 05 B- 03-05-20.pptx
Lição 05 B- 03-05-20.pptxLição 05 B- 03-05-20.pptx
Lição 05 B- 03-05-20.pptx
 
Arrogância.pdf
Arrogância.pdfArrogância.pdf
Arrogância.pdf
 
quando a criatura vale mais que o criador.pdf
quando a criatura vale mais que o criador.pdfquando a criatura vale mais que o criador.pdf
quando a criatura vale mais que o criador.pdf
 
Lição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptx
Lição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptxLição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptx
Lição 04: Quando a Criatura vale mais que o Criador.pptx
 
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentadaAula 3  a a queda do homem-21-01-18-apresentada
Aula 3 a a queda do homem-21-01-18-apresentada
 
Lição 8 A natureza do caráter cristão
Lição 8   A natureza do caráter cristãoLição 8   A natureza do caráter cristão
Lição 8 A natureza do caráter cristão
 
07 doutrina cristã do pecado
07   doutrina cristã do pecado07   doutrina cristã do pecado
07 doutrina cristã do pecado
 
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano AComentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
 

Mais de Celso Napoleon

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptxLesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Celso Napoleon
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptxLesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptxLesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptxLesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptxLesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptxLesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptxLesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptxLesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptxLesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptxLesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptxLesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptxLesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptxLição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptxLesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxLesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Celso Napoleon
 
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxLesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 

Mais de Celso Napoleon (19)

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptxLesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
Lesson 2 The Book of Ruth - Sunday Bible School .pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptxLesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
Lesson 1 Two Important Women in the History of a People.pptx
 
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptxLesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
Lesson 13 – The Celestial City - CPAD.pptx
 
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptxLesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
Lesson 12 - The Blessed Hope: The Mark of the Christian.pptx
 
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptxLesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
Lesson 11 - The Biblical Reality of Hell.pptx
 
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptxLesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
Lesson 10 - Developing a Consciousness of Holiness.pptx
 
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptxLesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
Lesson 9 - Resisting Temptation Along the Way.pptx
 
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptxLesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
Lesson 8 - Confessing and Forsaking Sin.pptx
 
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptxLesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
 
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptxLesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
 
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptxLesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
 
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptxLesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
 
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptxLição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
 
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptxLesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
 
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxLesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
 
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxLesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 

Último

6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
EzeirAlvesdaSilva
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
OBrasilParaCristoRad
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
luartfelt
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 

Último (20)

6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 

Lição 5 - Os Inimigos do Cristão - EBD.pptx

  • 1. Os Inimigos do Cristão Lições Bíblicas Adultos 2° Trimestre 2024 CPAD, Revista: A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da salvação, santidade e perseverança para chegar ao céu. Comentarista: Pr. Osiel Gomes Apresentação: Missionário Celso Napoleon 5 de maio de 2024 Lição 5
  • 2. “Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.” (Gl 5.25,26) TEXTO ÁUREO 2
  • 3. Na jornada da fé há inimigos que tentam nos atrapalhar: o Diabo, a Carne e o Mundo; mas em Cristo somos mais que vencedores. VERDADE PRÁTICA 3
  • 4. Segunda - Mt 13.39; Lc 11.18 A realidade bíblica do Inimigo de nossas almas Terça - Mt 4.1-12 Como tentador, o Diabo atua para desestabilizar o crente Quarta - Gl 5.19; 6.8 A realidade bíblica da Carne como inimiga da jornada Quinta - 1 Jo 2.16 Concupiscência da carne, dos olhos e soberba da vida Sexta - Jo 12.31; 15.18 O mundo como sistema que procurar oprimir o crente Sábado - Tg 5.7 É preciso sujeitar-se a Deus e resistir o Diabo LEITURA DIÁRIA 4
  • 6. • LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Romanos 6.11-14; 1 João 2.15-17 Romanos 6 11 - Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor. 12 - Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; 13 - nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. 14 - Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça. 6
  • 7. 1 João 2 15 - Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16 - Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. 17 - E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. 7
  • 8. • INTRODUÇÃO Na jornada da vida cristã nos deparamos com perigos que ameaçam a trajetória do nosso caminho para o céu. Nela, encontraremos três inimigos que buscam nos atrapalhar: o Diabo, a carne e o mundo. O Diabo e mundo estão do lado externo de nossa trajetória; a carne, porém, está do lado de dentro: é a nossa natureza pecaminosa. Por isso, nesta lição, estudaremos esses três inimigos da Jornada da Vida Cristã. 8
  • 10. 10 I – O PRIMEIRO INIMIGO DO CRISTÃO: O DIABO
  • 11. • I – O PRIMEIRO INIMIGO DO CRISTÃO: O DIABO 1. O Diabo é real. A existência do Diabo como pessoa é descrita desde o primeiro livro da Bíblia. No Antigo Testamento, as ações de Satanás são descritas em Gênesis, 1 Crônicas, Jó, Salmos, Isaías, Ezequiel e Zacarias. O Novo Testamento mostra a atuação do Diabo por cerca de 25 vezes das 29 passagens dos Evangelhos em que Jesus o menciona. Em seu ministério, nosso Senhor atesta a realidade de Satanás (Mt 13.39; Lc 11.18). 11
  • 12. 2. A descrição de Satanás. As Escrituras Sagradas descrevem Satanás como um ser espiritual que pertencia a uma ordem angelical dos querubins, sendo o mais exaltado deles (Ez 28.12,14). Em Judas 9, por ele pertencer a uma ordem elevada, está registrado que o Arcanjo Miguel contendeu com Satanás a respeito do corpo de Moisés, mas não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele. De fato, Satanás é o chefe dos anjos caídos. Ele possui poder, porém, suas ações estão limitadas, mas é visto como o deus deste século, o príncipe da potestade do ar (2 Co 4.4; Ef 2.2). Também podemos afirmar que Satanás é um ser que possui personalidade, ou seja, ele tem inteligência (2 Co 11.3), raiva (Ap 12.17), desejos (Lc 22.31) e vontade própria (Is 14.13,14; 2 Tm 2.26). Nosso Senhor considerava Satanás como uma pessoa e, por isso, usou pronomes pessoais para se referir a ele (Mt 4.1-12; cf. Jó 1.6-12; 2.1-4). 12
  • 13. 3. A identidade do Inimigo. Podemos conhecer o Inimigo por meio dos nomes que a Bíblia usa para descrevê-lo: Serpente, refere-se a sua sagacidade e astúcia (Gn 3.1; Ap 12.9); Satanás, mencionado 52 vezes, adversário ou opositor (Zc 3.1; Mt 4.10; Ap 20.2); Diabo, aparece 35 vezes, acusador (Mt 4.1; Ef 4.27); Maligno, revela o seu caráter (1 Jo 5.18,19); Dragão Vermelho, revela sua ferocidade (Ap 12.3,7,9,10); Tentador, ação tentadora no campo da mentira e da imoralidade (At 5.3; 1 Co 7.5); Enganador (Ap 12.9; 20.2,3); Belzebu, chefe dos demônios (Lc 11.15); Belial, pessoa má, sem valor (Jz 19.22; 1 Sm 30.22; 2 Co 6.15). Esses nomes revelam uma natureza cruel, perversa e destruidora do nosso Inimigo. 13
  • 14. O primeiro inimigo do cristão, o Diabo, é descrito na Bíblia como um ser real. • SINOPSE I 14
  • 15. 15 II – O SEGUNDO INIMIGO DO CRISTÃO: A CARNE
  • 16. 16 • II – O SEGUNDO INIMIGO DO CRISTÃO: A CARNE 1. Conceito bíblico de carne. Há quatro definições para a palavra “carne” na Bíblia: 1) o tecido muscular do corpo humano e dos animais (Gn 2.21); 2) o corpo humano inteiro (Êx 4.7); 3) o ser humano segundo a sua fragilidade e mortalidade (Sl 78.39); 4) a natureza humana pecaminosa (Gl 5.19; 6.8). Dentre muitas perspectivas da palavra carne na Bíblia, a expressão “concupiscência da carne” tem grande relevância (1 Jo 2.16). Quando o apóstolo João usa esse termo, ele se refere à satisfação carnal em todas as suas dimensões: glutonarias, sensualidade, bebedeira, relações sexuais ilícitas. A expressão revela que não há critério ou norma moral num contexto em que a busca pelo prazer individual dita a tendência. É o egoísmo em grau elevado.
  • 17. 17 2. A Carne no Novo Testamento. Na perspectiva do Novo Testamento, o termo grego sárx, isto é, “carne”, é uma referência direta à totalidade da natureza humana pecaminosa, à parte de Deus, degradada, sem a presença do Espírito Santo. Em suas cartas, o apóstolo Paulo evidencia o que uma natureza dominada pela carne pode produzir (Gl 5.19-21; Cl 3.5,9). A carne opõe-se a Deus e aos seus propósitos, pois ela tenciona caminhar de modo independente do Altíssimo; seu desejo e vontade estão fora dos planos divinos, ela faz com que o ser humano aja como se fosse o próprio Deus.
  • 18. 18 3. A perspectiva doutrinária da palavra carne. Doutrinariamente, a “carne” é a natureza humana depois da queda de Adão. Como vimos, a expressão “carne” pode ser usada para se referir ao corpo humano (1 Co 15.39), mas também à natureza pecaminosa (Rm 8.6). Nesse sentido, embora uma mesma palavra possa trazer sentidos diferentes, não há razão de confundir-se entre “carne” como corpo e “carne” como natureza pecaminosa, pois o que é produzido pela natureza pecaminosa, logo, é reconhecido; como por exemplo: a idolatria é uma obra da carne, ou seja, da natureza humana pecaminosa (Gl 5.20).
  • 19. O segundo inimigo do cristão, a Carne, pode se referir ao corpo, mas também a natureza humana caída. • SINOPSE II 19
  • 20. 20 III – O TERCEIRO INIMIGO DO CRISTÃO: O MUNDO
  • 21. 21 • III – O TERCEIRO INIMIGO DO CRISTÃO: O MUNDO 1. Perspectivas bíblicas da palavra “mundo”. Há cinco conotações bíblicas para a palavra mundo: 1) a terra (Sl 24.1); 2) o conjunto das nações conhecidas (1 Rs 10.23); 3) a raça humana (Sl 9.8; Jo 3.16); 4) o universo (Rm 1.20); 5) os que se opõem a Deus. Esses têm o Diabo como chefe e vivem na impiedade (Jo 12.31; 15.18). De modo geral, a Bíblia usa a palavra “mundo” para descrever duas grandes realidades: a) o planeta Terra em que habitamos (Sl 19.4); b) as pessoas que vivem de maneira independentes de Deus. A passagem de 1 João 2.15, quando diz para “não amarmos o mundo”, a ideia é a de uma sociedade separada de Cristo e que se manifesta contrariamente a Deus, pois está dominada pelos vícios mais infames, e cujas ações não condizem com a vontade de Deus. Na epístola, esses vícios são classificados em três níveis: concupiscência da carne, concupiscência dos olhos e a soberba da vida.
  • 22. 22 2. Três níveis de vícios infames. As concupiscências da carne, dos olhos e a soberba da vida são níveis de vícios infames que todo cristão encontrará diante de sua jornada: a) A concupiscência da carne. A concupiscência da carne tem a ver com a natureza humana completamente dominada pelo pecado, corrompida, decaída, todo ato do corpo para fins maléficos e imorais. b) A concupiscência dos olhos. A concupiscência dos olhos tem a ver com tudo o que envolve a mente e a imaginação. Ela cria o desejo pelas coisas pecaminosas oferecidas pela mídia, música, filmes, literatura, a arte para ceder aos desejos carnais. c) A soberba da vida. Esse nível de vício expressa a autoglorificação do homem no pecado, denotando seu egoísmo, vanglória e ateísmo. É o homem da atualidade desprezando o Criador em oposição deliberada.
  • 23. 23 3. Vencendo o mundo. Há um sistema carnal que age sob o controle do Maligno, que busca nos remover do caminho que leva ao céu por meio de ideologias anticristãs, estilos de vidas que não glorificam a Deus e formas contrárias aos valores do Evangelho. Para vencer essas investidas é preciso ter uma vida cheia do Espírito (Ef 5.18). É preciso também viver plenamente em Cristo Jesus, fazendo a vontade de Deus (Mt 7.21). Sendo assim, precisamos nos sujeitar a Ele, resistir ao Diabo, pois temos a sublime promessa: “ele fugirá de vós” (Tg 5.7).
  • 24. O terceiro inimigo do cristão, o Mundo, apresenta três níveis de vícios infames: a concupiscência da carne, dos olhos e a soberba da vida. • SINOPSE III 24
  • 25. 25 • CONCLUSÃO O apóstolo Pedro nos adverte a respeito do plano do Inimigo em nos tragar (1 Pe 5.8) com o objetivo de destruir a obra realizada por Cristo em nossas vidas. Ele quer enfraquecer a nossa caminhada rumo aos céus. A ação diabólica é feita mediante aos ataques do Inimigo. Então, para não ceder aos seus ardis, precisamos viver constantemente sob a presença do Espírito Santo, preparados e fortalecidos em Deus (Gl 5.16; Ef 6.10).
  • 26. 1. O que o Senhor Jesus atestou em seu ministério? Em seu ministério, nosso Senhor atesta a realidade de Satanás (Mt 13.39; Lc 11.18). 2. Cite ao menos três nomes em que podemos conhecer o Inimigo na Bíblia. Serpente, adversário e Maligno. 3. O que a expressão “concupiscência da carne” revela? A expressão revela que não há critério ou norma moral num contexto em que a busca pelo prazer individual dita a tendência. É o egoísmo em grau elevado. Revisando o conteúdo 26
  • 27. 4. Qual a perspectiva do Novo Testamento em relação a palavra grega sárx, ou seja, carne? Na perspectiva do Novo Testamento, o termo grego sárx, isto é, “carne”, é uma referência direta à totalidade da natureza humana pecaminosa, à parte de Deus, degradada, sem a presença do Espírito Santo. 5. De acordo com a lição, quais são os três níveis de vícios infames? A concupiscência da carne, concupiscência dos olhos e a soberba da vida. 27
  • 28. 28 • Referências CPAD. A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2024. (Lições Bíblicas, Adultos CPAD). EDINBURGH SCRIPTURE. KJV Pew Bible. Nashville, TN: Thomas Nelson, 2017. KAPLAN, Aryeh (ORG.). Bíblia Antigo Testamento: A Torá Viva - Os cinco livros de Moisés e as Haftarot: uma tradução baseada em fontes judaicas tradicionais, com comentários, introdução, mapas, tabelas, gravuras, bibliografia e índice remissivo. 3a ed. São Paulo: Maayanot, 2000.
  • 29. 29 SANDALOVA, Galina. Women’s hands chained in a dark forest. , 2019. Disponível em: https://www.istockphoto.com/br/foto/m%C3%A3os-das- mulheres-acorrentadas-em-uma-floresta-escura-gm1162467343- 318867517. Acesso em: 30 abr. 2024.Foto SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (ORG.). Bíblia De Estudo Pentecostal - Almeida Revista e Corrigida. 6a ed. Rio de Janeiro, RJ: SBB, 2014. SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (org.). Bíblia De Estudo Plenitude Revista E Atualizada. Barueri, SP: SBB, 2005.
  • 30. LIÇÕES: • Lição 1- O Início da Caminhada • Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga • Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão • Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada • Lição 5 - Os Inimigos do Cristão • Lição 6 - As nossas Armas Espirituais • Lição 7 - O Perigo da Murmuração • Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado • Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho • Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade • Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno • Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão • Lição 13 – A Cidade Celestial 30 EBD – Escola Bíblica Dominical Lições Bíblicas Adultos 2° trimestre 2024 CPAD REVISTA: A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu Comentarista: Pr. Osiel Gomes Apresentação: Missionário Celso Napoleon Renovados na Graça
  • 31. OBRIGADO Celso Napoleon 31 • renovadosnagraca@gmail.com • https://www.facebook.com/renovadosnagraca • Renovados na Graça