Lição 16 Livro Apocalipse

596 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
596
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Beginning course details and/or books/materials needed for a class/project.
  • Lição 16 Livro Apocalipse

    1. 1. ESCOLA BÍBLICA IGREJA EVANGÉLICA SEM FRONTEIRAS APOCALIPSE A mensagem final de Cristo à greja
    2. 2. LIÇÃO A MEDIÇÃO DO TEMPLO, AS DUAS TESTEMUNHAS, A SÉTIMA TROMBETA E A MULHER E O DRAGÃO (CAPÍTULOS 11 & 12)
    3. 3. LIÇÃO 16: A MEDIÇÃO DO TEMPLO (Ap 11. 1-2) Há nessa primeira metade do cap. 11 de Apocalipse, a continuidade do intervalo dado no capítulo 10, para demonstrar alguns fatos importantes. Ordens para medir o templo: 1 Foi-me dado um caniço semelhante a uma vara, e também me foi dito: Dispõe-te e mede o santuário de Deus, o seu altar e os que naquele adoram; 2 mas deixa de parte o átrio exterior do santuário e não o meças, porque foi ele dado aos gentios; estes, por quarenta e dois meses, calcarão aos pés a cidade santa.
    4. 4. LIÇÃO 16: A MEDIÇÃO DO TEMPLO (Ap 11. 1-2) A medição é necessária para fazer separação entre o santo e o profano, ou seja, aqueles que são gentios, não estarão dentro do santuário de Deus e sim no átrio externo. Esses que são chamados gentios, não são aqueles não judeus, mas sim aqueles que não participaram da circuncisão espiritual segundo Romanos 2:29. O altar pode ser entendido como a própria oração dos justos, os que naquele adoram são os próprios justos. Quanto ao período de quarenta e dois meses, pode ser dito o mesmo que vem sendo dito em todo o decorrer de Apocalipse: possivelmente se trata de um período determinado
    5. 5. Lição 16: AS DUAS TESTEMUNHAS (Ap 11.3-14) As duas testemunhas são descritas com detalhes em Apocalipse 11:3- 6: "E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra. E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto. Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para
    6. 6. Estes dois profetas sobrenaturais entrarão em cena nos primeiros 1260 dias (3 anos e meio iniciais) do período de Tribulação. Eles serão muito poderosos, fazendo com que não chova em Israel por 1260 dias. Também terão o poder de transformar água em sangue. Por esta razão, existem hipóteses de que eles serão Moisés e Elias, pois ambos já realizaram estes milagres descritos em Apocalipse 11:6. Eles colherão MUITAS almas, assim como as 144 mil testemunhas judaicas em Apocalipse 7. Isto despertará a ira do anticristo, que tentará matá-los de qualquer maneira. Porém, todos aqueles que se atreverem a matar as duas testemunhas durante os Lição 16: AS DUAS TESTEMUNHAS (Ap 11.3-14)
    7. 7. Apenas ao final dos 1260 dias, o anticristo pessoalmente conseguirá matar as duas testemunhas. Os corpos delas ficarão expostos durante três dias e meio. O povo que ama ao anticristo se alegrará com este acontecimento. Isto está em Apocalipse 11:7-10: E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará. E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado. E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcros. E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas Lição 16: AS DUAS TESTEMUNHAS (Ap 11.3-14)
    8. 8. Mas depois disto, Deus as ressuscitará e as fará ascender aos céus. E logo em seguida, um violento terremoto acontecerá em Israel. Muitos, aterrorizados com estes milagres, se rendem e se convertem a Deus. Está em Apocalipse 11:11-13: "E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram. E naquela mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorizados, e deram Lição 16: AS DUAS TESTEMUNHAS (Ap 11.3-14)
    9. 9. 15 O sétimo anjo tocou a trombeta, e houve no céu grandes vozes, dizendo: O reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos. 16 E os vinte e quatro anciãos que se encontram sentados no seu trono, diante de Deus, prostraram-se sobre o seu rosto e adoraram a Deus, 17 dizendo: Graças te damos, Senhor Deus, Todo-Poderoso, que és e que eras, porque assumiste o teu grande poder e passaste a reinar. 18 Na verdade, as nações se enfureceram; chegou, porém, a tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar o galardão aos teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o teu nome, tanto aos pequenos como aos grandes, e para destruíres os que destroem a terra. 19 Abriu-se, então, o santuário de Deus, que se acha no céu, e foi Lição 16: A Sétima Trombeta (Ap 11.15-19)
    10. 10. Há certo consenso quanto à interpretação desse texto, após todo o período de tribulação, em que Satanás, a besta e o anticristo reinarão sobre a terra, em que as pessoas sofrerão todo tipo de dificuldade, haverá um período pré-julgamento, em que o Senhor reinará sobre a terra. Trata-se do período de mil anos, em que Satanás ficará preso e haverá o período do reino do Senhor (Ap. 20). Tudo isso será melhor explicado nos capítulos seguintes, culminando no capítulo 20, ensejando a prisão de Satanás por mil anos. Lição 16: A Sétima Trombeta (Ap 11.15-19)
    11. 11. Para muitos esse texto faz uma descrição do plano de salvação, nessa interpretação desse texto, a mulher representa os remanescentes da tribo de Israel, aqueles que não deixaram se contaminar pelo mal ao final do antigo testamento, as dores de parto, seria o sofrimento que eles passavam por causa do pecado daqueles que praticavam o mal. O dragão é identificado no ver. 9 desse mesmo texto como sendo Satanás, possivelmente esse é o mesmo dragão ao qual é feita referência em Isaías 27:1. A cor vermelha representa ira, raiva, as suas sete cabeças representam plenitude de algumas habilidades, exceto Lição 16: A mulher e o dragão (Ap 12.1-6)
    12. 12. De fato, Satanás tem muitas habilidades, como a astúcia, inteligência, capacidade de observação, dentre outros, mas ele não detém a sabedoria plena, pois essa emana de Deus e é fruto da justificação. Os seus dez chifres representam a sua autoridade terrena, portanto limitada e a sua força física, isso em conjunto com os sete Lição 16: A mulher e o dragão (Ap 12.1-6)
    13. 13. A afirmação de que a sua cauda arrastava a terça parte das estrelas do céu, é interpretada como sendo a terça parte dos anjos, sendo arrastadas pela rebelião de Satanás. No momento inicial, ou seja, no ato da sua rebelião, Satanás tinha o intuito de elevar seu trono a altura do trono de Deus, tendo esse plano frustrado, Satanás passou a atacar o homem, obra prima de Deus. Considerando, ainda, a luz dessa interpretação de que esse seria um relato do plano de salvação e que a mulher seria o povo de Israel que permaneceu fiel a Deus, o filho varão que nasceria para reger todas as nações seria Jesus Cristo, que veio para vencer e posteriormente reinar com os seus santos, sendo então arrebatado até o seu trono. A mulher, que ficou, seria a própria nação de Israel e os Santos de Deus, que estariam sendo protegidos por Deus. Lição 16: A mulher e o dragão (Ap 12.1-6)
    14. 14. Uma outra interpretação possível, essa já defendida por uma minoria, seria de que a mulher é a igreja do Senhor que habita na terra, sendo perseguida por Satanás. O filho varão, que seria arrebatado, seria a parte da igreja que seria arrebatada, ficando aqui a grande maioria daqueles ditos cristãos. Esses, que não foram arrebatados, ficariam na terra, sendo protegidos da grande tribulação por um dado período, de mil duzentos e sessenta dias, ou seja, três anos e meio. Considerando essa interpretação dessa linha minoritária, poderíamos conceber que apenas uma pequena parte da igreja de Cristo na terra será Lição 16: A mulher e o dragão (Ap 12.1-6)
    15. 15. Para alguns poucos, esse texto de Apocalipse 12 nos vers. 7 a 9 seria um relato do que aconteceu no momento em que Satanás se rebelou contra Deus. Todavia, a interpretação mais aceita que é feita para essa parte do capítulo 12 de Apocalipse, é de que Satanás e seus anjos, após terem sido derrotados na sua perseguição contra a mulher, teriam avançado contra o céu, no intuito de insurgir contra a sua iminente derrota, nesse Anjos pelejam no céu contra o dragão (Ap. 12 7-12)
    16. 16. Nessa peleja, Satanás foi derrotado por Miguel e os anjos que estão sobre o seu comando, por sua vez, Satanás e seus anjos, a terça parte dos anjos do céu, foram atirados a terra e derrotados. Note-se que apesar de Satanás se achar poderoso e em um dado momento, tentar erguer-se e subir a altura de Deus, ele é tão fraco em relação aos exércitos celestes que Deus nem toca nele, quem o derrota nas Anjos pelejam no céu contra o dragão (Ap. 12 7-12)
    17. 17. Deus só vai se erguer para derrotá-lo definitivamente, e ainda assim, nem vai tocá-lo (Ap. 21). A partir da derrota de Satanás, os céus proclamaram a glória do Senhor e a importância da sua vitória. Continua falando a respeito da igreja, que venceu pelo sangue de Cristo e que não teve medo de permanecer. Por fim, declara que há festa no céu, contudo, ai daqueles que ficaram na terra, porque terão que lidar com a cólera de Satanás. Conjugando essa interpretação, com a que diz que o filho varão, arrebatado da mulher, seria parte da igreja arrebatada antes da grande tribulação, podemos considerar que o ai para aqueles Anjos pelejam no céu contra o dragão (Ap. 12. 7-12)
    18. 18. Temos que entender essa parte final do capítulo 12 segundo as duas interpretações relatadas nos vers. 1-6. Para aqueles que entendem que a mulher seria a remanescente de Israel, que o filho varão é Cristo, que foi arrebatado após o seu ministério na terra, a mulher que permaneceu na terra seria o conjunto daqueles remanescentes citados antes, com aqueles que por adoção receberam também O dragão persegue a mulher (Ap. 12. 13-17)
    19. 19. Sendo assim, após sua derrota no céu, Satanás volta à terra para perseguir a igreja, igreja essa que por sua vez é protegida por Deus para não ser atingida por Satanás (asas de água, para voar ao deserto para ficar fora da vista da serpente. Ver. 14) durante um tempo, tempos e metade de um tempo. O rio, usado para tentar atingir a mulher, seria as correntes mundanas, usadas para tentar atingir o povo de Deus, que está na terra. Contudo, Deus faria com que essas correntes fossem engolidas pela terra, para O dragão persegue a mulher (Ap. 12. 13-17)
    20. 20. Para esses, portanto, só nesse momento aconteceria o arrebatamento, ou seja, a mulher que é a igreja, seria levada para um lugar que não onde não poderia ser atingida por Satanás. Por sua vez, Satanás perseguiria os restantes da descendência da mulher, que seriam aqueles dentre a igreja que estavam dispersos por sobre a terra, ou seja, que não subiram, mas que ainda O dragão persegue a mulher (Ap. 12. 13-17)
    21. 21. Para aqueles que entendem que o filho varão que foi arrebatado é a igreja, a mulher que ficou na terra seria a parte que não subiu, sendo que, os selados (Ap. 7:1-8), é a aquela parte da mulher a quem seria dada as asas de águia e a proteção em um lugar fora da vista da serpente. A descendência que seria perseguida, é aquela que não possui o selo, mas que ainda permanece guardando o testemunho de Cristo. O dragão persegue a mulher (Ap. 12. 13-17)
    22. 22. Embora, o dragão (inimigo) seja grande, vermelho, sedutor, temido, ele está derrotado. A vitória está assegurada. Caminhamos não para um final trágico ou incerto. Caminhamos para a consumação gloriosa de Cristo e da sua noiva. Que Deus seja louvado! Conclusão

    ×