SlideShare uma empresa Scribd logo
Panorama do Antigo Testamento
Amós
Introdução
Amós foi profeta durante o reinado de
Jeroboão II e é conhecido como o profeta que
fala contra a injustiça social. Mais do que
qualquer convicção pessoal ou compaixão
pelos pobres, esse profeta denunciou a
injustiça de uma nação em resposta ao
chamado do próprio Deus.
Informações Básicas
● Data: 760 a.C.
● Autor: Amós
● Local: Nasceu em Tecoa, perto de Belém, mas seu ministério
foi no Reino do Norte.
● Alvo: Povo, sacerdotes e soberano do Reino do Norte
● Versículo-chave: Am 2.4
● Palavra-chave: Juízo de Deus
Informações Básicas
● Conteúdo: em um período de rara prosperidade econônima e
força política em Israel, Javé anuncia a sua ruína, porque os
israelitas deixaram de guardar sua aliança com ele.
● Ênfases: Javé é Deus sobre todas as nações e todo o universo;
ele trará a ruína total a Israel por sua deslealdade à aliança; a
religião sincretista é anátema para ele; Deus exige justiça para
o inocente e misericórdia para com o pobre; as observâncias
religiosas não substituem de forma alguma as boas obras e a
prática da compaixão.
Informações Básicas
● Propósito: Amós é um pastor e apanhador de frutas da
aldeia judaica de Tecoa quando Deus o chama, embora
não tenha uma educação ou conhecimento sacerdotal. A
missão de Amós foi direcionada para o seu vizinho do
norte, Israel. Suas mensagens de iminente ruína e
cativeiro para a nação por causa de seus pecados foram
amplamente impopulares e ignoradas, porque estavam
vivendo os melhores tempos desde os dias de Salomão.
O ministério de Amós ocorre enquanto Jeroboão II reina
sobre Israel e Uzias reina sobre Judá.
Esboço
Amós em uma sentença: Amós profetiza, prega e tem visões a
respeito de quão longe o povo de Israel estava de Deus, e
como Deus iria discipliná-lo.
Profecias do julgamento vindouro
sobre as nações
Sermões Visões
Am 1.2-2.16 Am 3.1-6.14 Am 7.1-9.15
Personagens Principais
● Amós
– Profeta de origem judaica que advertiu Israel a respeito
do juízo de Deus (1.1 – 9.15).
● Amazias
– Sacerdote de Betel (7.10-17).
● Jeroboão II
– Rei perverso de Israel após seu pai, Jeoás (7.7-13)
Amós Contra o Mundo
● Amós declara que não era discípulo de profeta, nem
profeta “profissional”, mas pregava porque Deus o havia
chamado (Am 7.14). Ele era boieiro e colhedor de
sicômoros.
● Esse profeta deixou sua profissão e sua terra para cumprir
o chamado de Deus. Amós era de uma cidade próxima a
Belém chamada Tecoa, em Judá (Am 1.1), e foi pregar em
Israel, na cidade de Betel (Am 7.13).
Amós Contra o Mundo
● Amós era homem comum e ouviu o chamado de Deus para confrontar a
injustiça de sua época, profetizando em uma terra que não era sua (Am
7.15). Homem de convicção e firmeza. Quando foi confrontado por Amazias,
não cedeu.
Amós Amazias
Am 7.14 Não era profissional da religião Am 7.10 Sacerdote de Betel, profissional
Am 7.15 Obedecia a Deus sem pensar
em agradar a ninguém
Am 7.13 Serviano santuário do rei e no
templo do reino
Am 7.17 Dominado pela coragem e
ousadia do Senhor e queria
agradar somente a Deus
Am 7.11 Totalmente dominado pela
vontade do rei e fazendo tudo
para agradar-lhe
Amós Contra o Mundo
● O debate entre Amós e Amazias (Am 7.10-17) é um alerta
para nós: Devemos ouvir homens que mantém o
compromisso de pregar apenas a mensagem de Deus,
sem autopromoção ou vanglória e sem comprometer o
evangelho em troca de qualquer favor ou benefício.
Amós Contra a Religião
● Amós, mais do que qualquer outro profeta, clamou contra a injustiça
social do reino que deveria ser exemplo para as nações. O fato de a
cruzada desse profeta ter acontecido em Betel, centro do culto
idólatra de Israel (Am 3.14), é significativo. Os centros da injustiça
contra os pobres (Am 2.7; 4.1; 5.11; 8.6) são locais de práticas
idólatras (Am 4.4; 5.5; 7.13).
● A expressão “por três transgressões (...) e por quatro” indica o grande
número de pecados cometidos pelas nações (Am 1.3, 6, 9, 11, 13;
2.1). Dentre essas nações que chegaram ao limite de transgressões
toleráveis, encontra-se o povo que deveria ser diferente, mas que
abandonou a Deus (Am 2.4,6).
Deus Contra Israel
● Na mensagem profética de Amós, Deus concede ao
profeta cinco visões que expressam o caráter do seu
julgamento sobre Israel, por meio de analogias.
– Misericórdia – As duas primeiras visões: do gafanhoto (Am 7.1-3)
e do fogo (Am 7.4-6).
– Justiça – A terceira visão: do prumo (Am 7.7-9).
– Iminência – A quarta visão: da cesta de frutos (Am 8.1-3).
– Inevitável – A quinta visão: de Deus junto ao altar (Am 9.1-10)
Doutrinas
● A palavra de Deus
– A palavra de Deus é poderosa e eficaz. Amós destaca
o chamado a ouvir a palavra de Deus para juízo,
correção e condenação (Am 3.1; 4.1; 5.1; 7.16). Ele
denuncia o povo de Israel, que decidiu ignorar a
palavra revelada pelos servos e profetas de Deus (Am
2.12; 7.12-13,16).
Doutrinas
● A responsabilidade da Aliança
– Os pecados do povo estão vinculados a questões sociais estabelecidas na
lei, que visavam o cuidado pelos pobres e necessitados (Am 8.4), a
administração da justiça social (Am 5.11) e até mesmo o uso de pesos justos
no comércio (Am 8.5-6). Tais transgressões violavam as menores leis de
convívio social prescritas pela Lei, como a lei de não reter vestes penhoradas
(Êx 22.26; violada conforme Am 2.8), até as leis pela santidade (Nm 6.2-3;
violada conforme Am 2.12) e para a manutenção dos sacerdotes (Dt 14.28;
violada conforme Am 4.4). Apesar disso, Deus cumpriu Sua parte da aliança,
ao suscitar remanescentes (Am 9.8-10), dos quais Ele reergueria Seu povo
eleito (Am 9.11-15).
O Caráter de Deus em Amós
● Deus é santo: 4.2
● Deus é providente: 3.6
Amós e o Novo Testamento
● Preocupação Social
– A preocupação social com os pobres e necessitados,
assim como em Amós, é alvo de constantes exortações
pelos apóstolos e líderes da igreja no Novo
Testamento. Era preciso recordar os cristãos que não
deveria haver diferenciação no tratamento a pobres e
ricos (1Co 11.21; Tg 2.1-9; 5.1-6), bem como frisar que
a precoupação social é indispensável aos seguidores
de Cristo (Tg 1.27).
Amós e o Novo Testamento
● Referências messiânicas
– A principal referência messiânica em Amós diz respeito
à restauração de Israel por meio da linhagem de Judá,
pelo próprio Senhor, abrangendo todo tabernáculo-
cidade-campo e estabelecendo o Seu povo
definitivamente na terra (Am 9.11-15). Destaque a
esses versos é a possível citação deles em Atos 15.16-
18.
Prenúncios
● O livro de Amós termina com uma gloriosa promessa para
o futuro. "Plantá-los-ei na sua terra, e, dessa terra que
lhes dei, já não serão arrancados, diz o SENHOR, teu
Deus" (9.15). O cumprimento final da promessa de terra
por parte de Deus para Abraão (Gn 12.7; 15.7; 17.8)
ocorrerá durante o reino milenar de Cristo na terra (ver
Joel 2.26,27). Apocalipse 20 descreve o reinado de mil
anos de Cristo sobre a terra, um tempo de paz e alegria
sob o governo perfeito do próprio Salvador. Naquela
época, crédula Israel e os Cristãos gentios serão
combinados na Igreja e viverão e reinarão com Cristo.
Aplicação Prática
● Às vezes pensamos que somos um "apenas"! Somos apenas um
vendedor, apenas um funcionário, apenas uma dona de casa. Amós seria
considerado um "apenas". Ele não era um profeta, um sacerdote ou um
filho de um dos dois. Ele era apenas um pastor, um pequeno empresário
em Judá. Quem iria escutá-lo? No entanto, ao invés de inventar desculpas,
Amós obedeceu e tornou-se a voz poderosa de Deus para mudança.
● Deus tem usado vários "apenas" como pastores, carpinteiros e pescadores
em toda a Bíblia. Independente do que você seja nesta vida, Deus pode
usar você. Amós não era muito. Ele era um "apenas". "Apenas" um servo
de Deus. É bom ser um "apenas" de Deus.
Conclusão
● O livro de Amós exprime uma dimensão
importante da história bíblica, e de maneira
enfática: a verdadeira religião e a justiça social
andam de mãos dadas; de outro modo, a
aliança com Deus está sendo violada.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do AT - Salmos
Panorama do AT - SalmosPanorama do AT - Salmos
Panorama do AT - Salmos
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Habacuque
Panorama do AT - HabacuquePanorama do AT - Habacuque
Panorama do AT - Habacuque
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - MiqueiasPanorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - Miqueias
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Josué
Panorama do AT - JosuéPanorama do AT - Josué
Panorama do AT - Josué
Respirando Deus
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Joel
Panorama do AT - JoelPanorama do AT - Joel
Panorama do AT - Joel
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - EclesiastesPanorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - Eclesiastes
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Daniel
Panorama do AT - DanielPanorama do AT - Daniel
Panorama do AT - Daniel
Respirando Deus
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Jonas
Panorama do AT - JonasPanorama do AT - Jonas
Panorama do AT - Jonas
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Levítico
Panorama do AT - LevíticoPanorama do AT - Levítico
Panorama do AT - Levítico
Respirando Deus
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
Ricardo Gondim
 
36. O profeta Amós
36. O profeta Amós36. O profeta Amós
Panorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e RutePanorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e Rute
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

Panorama do AT - Salmos
Panorama do AT - SalmosPanorama do AT - Salmos
Panorama do AT - Salmos
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Panorama do AT - Habacuque
Panorama do AT - HabacuquePanorama do AT - Habacuque
Panorama do AT - Habacuque
 
Panorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - MiqueiasPanorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - Miqueias
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
Panorama do AT - Josué
Panorama do AT - JosuéPanorama do AT - Josué
Panorama do AT - Josué
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
 
Panorama do AT - Joel
Panorama do AT - JoelPanorama do AT - Joel
Panorama do AT - Joel
 
Panorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - EclesiastesPanorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - Eclesiastes
 
Panorama do AT - Daniel
Panorama do AT - DanielPanorama do AT - Daniel
Panorama do AT - Daniel
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
Panorama do AT - Jonas
Panorama do AT - JonasPanorama do AT - Jonas
Panorama do AT - Jonas
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
 
Panorama do AT - Levítico
Panorama do AT - LevíticoPanorama do AT - Levítico
Panorama do AT - Levítico
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
 
36. O profeta Amós
36. O profeta Amós36. O profeta Amós
36. O profeta Amós
 
Panorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e RutePanorama do AT - Juízes e Rute
Panorama do AT - Juízes e Rute
 

Semelhante a Panorama do AT - Amós

panorama atamos ebd...-160609170428.pptx
panorama atamos ebd...-160609170428.pptxpanorama atamos ebd...-160609170428.pptx
panorama atamos ebd...-160609170428.pptx
RaphaelaSilva36
 
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS.""EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
Marcos Nascimento
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
Joao Franca
 
O Prumo De Deus
O Prumo De DeusO Prumo De Deus
O Prumo De Deus
Ramón Zazatt
 
1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael
cledsondrumms
 
Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013
Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013
Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013
Gerson G. Ramos
 
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.docLição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
cledsondrumms
 
Amós estudo 02
Amós   estudo 02Amós   estudo 02
Amós estudo 02
Joao Franca
 
Deuteronomio 5
Deuteronomio 5Deuteronomio 5
Deuteronomio 5
Elisa Schenk
 
Deuteronomio 4
Deuteronomio 4Deuteronomio 4
Deuteronomio 4
Elisa Schenk
 
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
boasnovassena
 
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.pptPANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
Lisanro Cronje
 
8 amos
8 amos8 amos
8 amos
PIB Penha
 
Amos traduzido
Amos traduzidoAmos traduzido
Amos traduzido
CETEPOL CENTRO TEOLOGICO
 
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
Tiago Silva
 
CETADEB. Lição 5 - O Ministro e sua Família
CETADEB.  Lição 5 -  O Ministro e sua FamíliaCETADEB.  Lição 5 -  O Ministro e sua Família
CETADEB. Lição 5 - O Ministro e sua Família
Ednilson do Valle
 
Lição(4)
Lição(4)Lição(4)
Lição(4)
cledsondrumms
 
PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_
PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_
PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_
irmaanaliaa
 
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04
Joel Silva
 
Mardoqueu
MardoqueuMardoqueu

Semelhante a Panorama do AT - Amós (20)

panorama atamos ebd...-160609170428.pptx
panorama atamos ebd...-160609170428.pptxpanorama atamos ebd...-160609170428.pptx
panorama atamos ebd...-160609170428.pptx
 
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS.""EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
"EU NÃO ERA PROFETA, MAS BOIADEIRO, E CULTIVADOR DE FIGOS."
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
 
O Prumo De Deus
O Prumo De DeusO Prumo De Deus
O Prumo De Deus
 
1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael
 
Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013
Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013
Busque o Senhor e viva!_Lição original com textos_522013
 
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.docLição 04   amós - a justiça social como parte da adoração.doc
Lição 04 amós - a justiça social como parte da adoração.doc
 
Amós estudo 02
Amós   estudo 02Amós   estudo 02
Amós estudo 02
 
Deuteronomio 5
Deuteronomio 5Deuteronomio 5
Deuteronomio 5
 
Deuteronomio 4
Deuteronomio 4Deuteronomio 4
Deuteronomio 4
 
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
 
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.pptPANORAMA_DO_AT_4.ppt
PANORAMA_DO_AT_4.ppt
 
8 amos
8 amos8 amos
8 amos
 
Amos traduzido
Amos traduzidoAmos traduzido
Amos traduzido
 
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
dokumen.tips_pentateuco-exodo-pr-erivelton-rodrigues-estivesse-no-pensamento-...
 
CETADEB. Lição 5 - O Ministro e sua Família
CETADEB.  Lição 5 -  O Ministro e sua FamíliaCETADEB.  Lição 5 -  O Ministro e sua Família
CETADEB. Lição 5 - O Ministro e sua Família
 
Lição(4)
Lição(4)Lição(4)
Lição(4)
 
PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_
PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_
PROFETAS__MAIORES__-__Aula__Primeira 01_
 
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d juvenis 1ºtrimestre 2017 lição 04
 
Mardoqueu
MardoqueuMardoqueu
Mardoqueu
 

Mais de Respirando Deus

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Respirando Deus
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
Respirando Deus
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
Respirando Deus
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
Respirando Deus
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
Respirando Deus
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
Respirando Deus
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
Respirando Deus
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
Respirando Deus
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
Respirando Deus
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
Respirando Deus
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
Respirando Deus
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
Respirando Deus
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
Respirando Deus
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
Respirando Deus
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
Respirando Deus
 

Mais de Respirando Deus (20)

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
 

Último

quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 

Último (14)

quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 

Panorama do AT - Amós

  • 1. Panorama do Antigo Testamento Amós
  • 2. Introdução Amós foi profeta durante o reinado de Jeroboão II e é conhecido como o profeta que fala contra a injustiça social. Mais do que qualquer convicção pessoal ou compaixão pelos pobres, esse profeta denunciou a injustiça de uma nação em resposta ao chamado do próprio Deus.
  • 3. Informações Básicas ● Data: 760 a.C. ● Autor: Amós ● Local: Nasceu em Tecoa, perto de Belém, mas seu ministério foi no Reino do Norte. ● Alvo: Povo, sacerdotes e soberano do Reino do Norte ● Versículo-chave: Am 2.4 ● Palavra-chave: Juízo de Deus
  • 4. Informações Básicas ● Conteúdo: em um período de rara prosperidade econônima e força política em Israel, Javé anuncia a sua ruína, porque os israelitas deixaram de guardar sua aliança com ele. ● Ênfases: Javé é Deus sobre todas as nações e todo o universo; ele trará a ruína total a Israel por sua deslealdade à aliança; a religião sincretista é anátema para ele; Deus exige justiça para o inocente e misericórdia para com o pobre; as observâncias religiosas não substituem de forma alguma as boas obras e a prática da compaixão.
  • 5. Informações Básicas ● Propósito: Amós é um pastor e apanhador de frutas da aldeia judaica de Tecoa quando Deus o chama, embora não tenha uma educação ou conhecimento sacerdotal. A missão de Amós foi direcionada para o seu vizinho do norte, Israel. Suas mensagens de iminente ruína e cativeiro para a nação por causa de seus pecados foram amplamente impopulares e ignoradas, porque estavam vivendo os melhores tempos desde os dias de Salomão. O ministério de Amós ocorre enquanto Jeroboão II reina sobre Israel e Uzias reina sobre Judá.
  • 6. Esboço Amós em uma sentença: Amós profetiza, prega e tem visões a respeito de quão longe o povo de Israel estava de Deus, e como Deus iria discipliná-lo. Profecias do julgamento vindouro sobre as nações Sermões Visões Am 1.2-2.16 Am 3.1-6.14 Am 7.1-9.15
  • 7. Personagens Principais ● Amós – Profeta de origem judaica que advertiu Israel a respeito do juízo de Deus (1.1 – 9.15). ● Amazias – Sacerdote de Betel (7.10-17). ● Jeroboão II – Rei perverso de Israel após seu pai, Jeoás (7.7-13)
  • 8. Amós Contra o Mundo ● Amós declara que não era discípulo de profeta, nem profeta “profissional”, mas pregava porque Deus o havia chamado (Am 7.14). Ele era boieiro e colhedor de sicômoros. ● Esse profeta deixou sua profissão e sua terra para cumprir o chamado de Deus. Amós era de uma cidade próxima a Belém chamada Tecoa, em Judá (Am 1.1), e foi pregar em Israel, na cidade de Betel (Am 7.13).
  • 9. Amós Contra o Mundo ● Amós era homem comum e ouviu o chamado de Deus para confrontar a injustiça de sua época, profetizando em uma terra que não era sua (Am 7.15). Homem de convicção e firmeza. Quando foi confrontado por Amazias, não cedeu. Amós Amazias Am 7.14 Não era profissional da religião Am 7.10 Sacerdote de Betel, profissional Am 7.15 Obedecia a Deus sem pensar em agradar a ninguém Am 7.13 Serviano santuário do rei e no templo do reino Am 7.17 Dominado pela coragem e ousadia do Senhor e queria agradar somente a Deus Am 7.11 Totalmente dominado pela vontade do rei e fazendo tudo para agradar-lhe
  • 10. Amós Contra o Mundo ● O debate entre Amós e Amazias (Am 7.10-17) é um alerta para nós: Devemos ouvir homens que mantém o compromisso de pregar apenas a mensagem de Deus, sem autopromoção ou vanglória e sem comprometer o evangelho em troca de qualquer favor ou benefício.
  • 11. Amós Contra a Religião ● Amós, mais do que qualquer outro profeta, clamou contra a injustiça social do reino que deveria ser exemplo para as nações. O fato de a cruzada desse profeta ter acontecido em Betel, centro do culto idólatra de Israel (Am 3.14), é significativo. Os centros da injustiça contra os pobres (Am 2.7; 4.1; 5.11; 8.6) são locais de práticas idólatras (Am 4.4; 5.5; 7.13). ● A expressão “por três transgressões (...) e por quatro” indica o grande número de pecados cometidos pelas nações (Am 1.3, 6, 9, 11, 13; 2.1). Dentre essas nações que chegaram ao limite de transgressões toleráveis, encontra-se o povo que deveria ser diferente, mas que abandonou a Deus (Am 2.4,6).
  • 12. Deus Contra Israel ● Na mensagem profética de Amós, Deus concede ao profeta cinco visões que expressam o caráter do seu julgamento sobre Israel, por meio de analogias. – Misericórdia – As duas primeiras visões: do gafanhoto (Am 7.1-3) e do fogo (Am 7.4-6). – Justiça – A terceira visão: do prumo (Am 7.7-9). – Iminência – A quarta visão: da cesta de frutos (Am 8.1-3). – Inevitável – A quinta visão: de Deus junto ao altar (Am 9.1-10)
  • 13. Doutrinas ● A palavra de Deus – A palavra de Deus é poderosa e eficaz. Amós destaca o chamado a ouvir a palavra de Deus para juízo, correção e condenação (Am 3.1; 4.1; 5.1; 7.16). Ele denuncia o povo de Israel, que decidiu ignorar a palavra revelada pelos servos e profetas de Deus (Am 2.12; 7.12-13,16).
  • 14. Doutrinas ● A responsabilidade da Aliança – Os pecados do povo estão vinculados a questões sociais estabelecidas na lei, que visavam o cuidado pelos pobres e necessitados (Am 8.4), a administração da justiça social (Am 5.11) e até mesmo o uso de pesos justos no comércio (Am 8.5-6). Tais transgressões violavam as menores leis de convívio social prescritas pela Lei, como a lei de não reter vestes penhoradas (Êx 22.26; violada conforme Am 2.8), até as leis pela santidade (Nm 6.2-3; violada conforme Am 2.12) e para a manutenção dos sacerdotes (Dt 14.28; violada conforme Am 4.4). Apesar disso, Deus cumpriu Sua parte da aliança, ao suscitar remanescentes (Am 9.8-10), dos quais Ele reergueria Seu povo eleito (Am 9.11-15).
  • 15. O Caráter de Deus em Amós ● Deus é santo: 4.2 ● Deus é providente: 3.6
  • 16. Amós e o Novo Testamento ● Preocupação Social – A preocupação social com os pobres e necessitados, assim como em Amós, é alvo de constantes exortações pelos apóstolos e líderes da igreja no Novo Testamento. Era preciso recordar os cristãos que não deveria haver diferenciação no tratamento a pobres e ricos (1Co 11.21; Tg 2.1-9; 5.1-6), bem como frisar que a precoupação social é indispensável aos seguidores de Cristo (Tg 1.27).
  • 17. Amós e o Novo Testamento ● Referências messiânicas – A principal referência messiânica em Amós diz respeito à restauração de Israel por meio da linhagem de Judá, pelo próprio Senhor, abrangendo todo tabernáculo- cidade-campo e estabelecendo o Seu povo definitivamente na terra (Am 9.11-15). Destaque a esses versos é a possível citação deles em Atos 15.16- 18.
  • 18. Prenúncios ● O livro de Amós termina com uma gloriosa promessa para o futuro. "Plantá-los-ei na sua terra, e, dessa terra que lhes dei, já não serão arrancados, diz o SENHOR, teu Deus" (9.15). O cumprimento final da promessa de terra por parte de Deus para Abraão (Gn 12.7; 15.7; 17.8) ocorrerá durante o reino milenar de Cristo na terra (ver Joel 2.26,27). Apocalipse 20 descreve o reinado de mil anos de Cristo sobre a terra, um tempo de paz e alegria sob o governo perfeito do próprio Salvador. Naquela época, crédula Israel e os Cristãos gentios serão combinados na Igreja e viverão e reinarão com Cristo.
  • 19. Aplicação Prática ● Às vezes pensamos que somos um "apenas"! Somos apenas um vendedor, apenas um funcionário, apenas uma dona de casa. Amós seria considerado um "apenas". Ele não era um profeta, um sacerdote ou um filho de um dos dois. Ele era apenas um pastor, um pequeno empresário em Judá. Quem iria escutá-lo? No entanto, ao invés de inventar desculpas, Amós obedeceu e tornou-se a voz poderosa de Deus para mudança. ● Deus tem usado vários "apenas" como pastores, carpinteiros e pescadores em toda a Bíblia. Independente do que você seja nesta vida, Deus pode usar você. Amós não era muito. Ele era um "apenas". "Apenas" um servo de Deus. É bom ser um "apenas" de Deus.
  • 20. Conclusão ● O livro de Amós exprime uma dimensão importante da história bíblica, e de maneira enfática: a verdadeira religião e a justiça social andam de mãos dadas; de outro modo, a aliança com Deus está sendo violada.

Notas do Editor

  1. Sincretismo: fusão de diferentes cultos ou doutrinas religiosas, com reinterpretação de seus elementos.
  2. 1) Punição dos inimigos de Israel Punição de Judá Punição de Israel 2) Sermões: pecado da irresponsabilidade Pecado da idolatria Pecado da decadência moral/ética 3) Visões:Visão dos gafanhotos Visão do fogo Visão do prumo Visão dos cestos de frutas Visão do altar Quase não há palavras de salvação, livramento, bençãos. Apenas 9.11-15 diz que um dia o Senhor restaurará.
  3. Boeiro e colhedor de sicômoros: condutor de bois e uma espécia de figos, figueira de raízes profundas, árvore grande.
  4. .
  5. Livro de Wayne Grudem, A Pobreza das Nações.
  6. As duas primeira visões falam de uma promessa de Deus de preservar um remanescente, enquanto as três últimas anunciam o castigo inevitável.
  7. Tiago usa essa profecia sobre o reino milenar para mostrar que a salvação dos gentios já estava prevista no plano de Deus.