O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA

7.224 visualizações

Publicada em

Subsídios elaborados pelo Pr. Natalino das Neves (Pastor auxiliar na IEADC-Sede)
Acesse demais vídeos e respectivos arquivos de slides com comentários no blog:
http://goo.gl/PPDRnr

Se você gostar deste vídeo, favor clicar no ícone "gostei", que fica logo abaixo, lado esquerdo do vídeo.

Se ainda não se inscreveu neste canal, favor clicar no ícone “inscrever-se”, que fica na parte superior direita da página principal de meu canal.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA

  1. 1. TEXTO DO DIA "Porque também a nós foram pregadas as boas- novas, como a eles, mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram." (Hb 4.2)
  2. 2. SÍNTESE Isaías anuncia boas notícias ao povo, profetizando que o tempo de sofrimento estava chegando ao fim, que o castigo divino estava para terminar, e bênçãos e salvação estavam a caminho.
  3. 3. TEXTO BÍBLICO Isaías 40.3,4, 6, 9, 11
  4. 4. 3 Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus. 4 Todo vale será exaltado, e todo monte e todo outeiro serão abatidos; e o que está torcido se endireitará, e o que é áspero se aplainará. 8 Seca-se a erva, e caem as flores, mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente. 9 Tu, anunciador de boas-novas a Sião, sobe a um monte alto. Tu, anunciador de boas-novas a Jerusalém, levanta a voz fortemente; levanta-a, não temas e dize às cidades de Judá: Eis aqui está o vosso Deus. 11 Como pastor, apascentará o seu rebanho; entre os braços, recolherá os cordeirinhos e os levará no seu regaço; as que amamentam, ele as guiará mansamente.
  5. 5. INTRODUÇÃO
  6. 6. INTRODUÇÃO • As profecias de Isaías que dizem respeito a salvação e esperança se referem a dois períodos basicamente: 1. Cativeiro babilônico - o povo precisava ter esperança em Deus naquele lugar de sofrimentos. Palavras de ânimo e resistência em período de adversidades. 2. Retorno do cativeiro - as condições precárias da longa viagem, em boa parte pelo deserto, bem como a própria situação de Jerusalém devastada, era preciso palavras de encorajamento para que o remanescente não desfalecesse. • Releitura das profecias de Isaías no NT, amplia o horizonte, a salvação que se daria por meio de Cristo. • Isaias, o anunciador de Boas-Novas, a grande salvação ao seu povo.
  7. 7. I - O PROFETA EVANGELISTA
  8. 8. 1. A situação do povo no cativeiro • A destruição de Jerusalém e do templo, reforçada pela cultura da época de que quando um nação derrotava a outra nação, na realidade era a principal divindade da nação vencedora que havia vencido a divindade da nação vencida, chocou com a fé de muitos judeus. • O povo precisava de uma palavra de encorajamento e esperança. • Embora temporariamente os babilônios tenham sido vencedores, essa realidade não duraria para sempre (boas-novas).
  9. 9. 1. A situação do povo no cativeiro • Após a última leva de Judeus e destruição de Jerusalém, muro e Templo, além de bairros da elite no ano 586/587 a.C., ficaram na terra mais pobres e iletrados dentre o povo. • Somente em 539 a.C., com o decreto de Ciro, os judeus começaram a voltar para Jerusalém e a reconstruí-la, juntamente com o Templo.
  10. 10. 2. O significado de Boas-Novas • Boas-Novas vem da palavra hebraica basar, que no grego é euangelizo, de onde provém a palavra "evangelho". • O profeta é chamado de anunciador de boas-novas (Is 40.9). • Boas-Novas = Deus interviria e salvaria seu povo do cativeiro. • O cumprimento pleno das Boas-Novas viria a acontecer somente com o advento de Cristo, que apresentaria a salvação além do aspecto político e social, mas espiritual.
  11. 11. 3. O anunciador de Boas-Novas • Por quatro vezes em seu livro, o profeta se refere ao anúncio de Boas-Novas (40.9; 41.27; 52.7; 61.1). • No tempo do profeta, boas-novas designavam notícias e relatos de que alguma coisa muito boa havia acontecido, e sempre era motivo de muito júbilo e alegria. • Em sua profecia, Isaiais evoca diversas vezes a obra da criação (Is 40.12-17,21-31 dentre outros), como se no momento do exílio estivesse tudo "sem forma e vazio", mas Deus reverteria a situação (Gn 1.2).
  12. 12. PENSE Tal como o profeta Isaías, somos desafiados por Deus a sermos jovens que anunciam as Boas-Novas de seu Reino.
  13. 13. PONTO IMPORTANTE O conceito de "Boas-Novas" vem da palavra hebraica "basar," que no grego é "euangelizo", de onde provém a palavra "evangelho". A palavra evangelho é diretamente ligada ao Novo Testamento, mas sua essência já vem desde o Antigo Testamento.
  14. 14. II - AS BOAS-NOVAS DO EVANGELHO
  15. 15. 1. No NT, o Evangelho é o próprio Cristo • No NT, o Evangelho é a própria pessoa de Cristo (Mc 1.1,15; Mt 1.22,23; 2.15,23; 4.12-17; 21.4,5) nele se concentra toda a boa-nova de Deus para o resgate do ser humano. • Todo aquele que está em Cristo é amado do Pai (Jo 14.23), dá muito fruto (Jo 15.7,8) e passou da morte para a vida (Jo 5.24). • Jesus, faz uso das palavras de Isaías (Is 9.2, 42.6,7; 61.1- 3) e aplica a si mesmo em Lc 4.16-21.
  16. 16. 2. O Evangelho é uma mensagem • Evangelho = boas-novas de salvação em Jesus Cristo, o caminho de salvação para toda a humanidade (Jo 14.6). • Crer no Evangelho e confessar a Cristo leva à salvação, mas rejeitar o Evangelho leva à condenação (Rm 10.9). • O Evangelho é o poder de Deus operando para a salvação de todo aquele que crê (Rm 1.16). • Aceitação do Evangelho = libertação de pecados, medos e culpas e a vida de liberdade em Cristo. • Convite do Evangelho: proclamar Cristo a todas as pessoas que não o conhecem (Rm 10.15).
  17. 17. 3. O Evangelho é um estilo de vida • O estilo de vida proposto pelo Evangelho é diferente da cultura gospel impregnada em nosso país. • É preciso coragem para tomar cada dia a cruz e seguir Jesus. • Evangelho = estilo de vida que imita Jesus. AP – Seu estilo de vida imita o estilo de Jesus?
  18. 18. PENSE A mensagem do Evangelho tem poder para transformar famílias, bairros, municípios, cidades e Estados. Seus agentes somos nós (jovens), por isso podemos iniciar anunciando as Boas- Novas nos lugares em que estamos inseridos.
  19. 19. PONTO IMPORTANTE O estilo de vida proposto pelo Evangelho é diferente da cultura gospel impregnada em nosso país. É um estilo de vida que imita Jesus em todas as coisas.
  20. 20. III - SALVAÇÃO E ESPERANÇA
  21. 21. 1. Deus ampara seu povo no cativeiro • Retorno do cativeiro = livramento do Senhor virá em meio ao deserto e que este se tornará em caminho reto (Is 40.3,4). • Promessa de que os cansados e afadigados que esperam no Senhor serão renovados (Is 40.29-31). • No exílio, o Senhor saciaria a sede do povo, como um manancial que sacia o sedento no deserto. • O Deus provedor (Is 41.17,18).
  22. 22. 2. Deus livra seu povo do cativeiro • Deus daria visão aos cegos, mostrando o caminho da salvação (Jo 14.6) nunca antes trilhado. • Ele lhes tornaria as trevas em luz e o que era torto seria endireitado (Is 42.16). • Além dessa condução e cuidado de Deus, Ele promete perdoar e apagar todos os pecados (Is 43.24,25).
  23. 23. 3. Um derramar abundante do seu Espírito • Derramamento de água sobre a terra seca = Espírito de Deus abundantemente derramado (Is 44.3,4). • O Senhor faria brotar da terra a justiça, tão desprezada pelo povo antes do cativeiro, bem como muito motivo de louvor (Is 61.11).
  24. 24. PENSE O Espírito de Deus é a força que ajuda o cristão a passar os diversos cativeiros dessa caminhada humana.
  25. 25. PONTO IMPORTANTE Deus ampara seu povo no cativeiro, o livra, restaura sua identidade e história. Esse é o agir pleno de Deus.
  26. 26. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  27. 27. CONSIDERAÇÕES FINAIS Nesta lição nos aprendemos que: 1. Isaias é chamado de anunciador de boas-novas, pois ele anuncia o retorno do exílio babilônico, como libertação de Deus. 2. Isaias anuncia as boas-novas de salvação do povo de seu cativeiro político e bélico, mas Jesus anuncia a salvação espiritual da humanidade. 3. A Palavra de Deus renova o crente em suas adversidades. O Espírito do Senhor está sobre nós para nos dar a vitória.
  28. 28. HORA DA REVISÃO 1. Para quais situações o profeta está prevendo salvação e esperança? R) Para o tempo de cativeiro, para a jornada de volta a Jerusalém e para o tempo em que Deus salvaria o mundo através de seu Filho. 2. Qual o significado de Boas-Novas no Novo Testamento? R) Significa "Evangelho". 3. Quem é a pessoa principal retratada nos Evangelhos? R) A pessoa de Jesus Cristo e sua obra salvadora. 4. O que significa o Evangelho como um estilo de vida? R) Tomar cada dia a sua cruz e seguir Jesus, e dizer sim para a vida abundante, para a alegria e obediência a Deus. 5. Segundo o profeta, o que acontece com os que têm sede de Deus? R) Deus derramaria água e onde houvesse uma terra seca Ele transformaria em rios, prevendo que seu Espírito seria abundante.
  29. 29. Referências
  30. 30. REFERÊNCIAS ANDRADE, Claudionor Corrêa de. Fundamentos Bíblicos de um Autêntico Avivamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. ARAUJO, Israel de. Dicionário do Movimento Pentecostal. 1ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2007. Comentário Bíblico Beacon. Vol 4. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. CROATTO, J. S. Isaías. Vol I: 1-39. O profeta da justiça e da fidelidade. Petrópolis: Vozes, 1989. FEINBERG, Charles L. Os profetas menores. São Paulo: Vida, 1988. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Isaias: eis-me aqui, envia-me a mim. 3º Trim, Edição Professor, Rio de Janeiro, 2016.
  31. 31. REFERÊNCIAS MERRILL, H. Eugene. História de Israel no Antigo Testamento: O reino de sacerdotes que Deus colocou entre as nações. 12.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013. NAKANOSE, Shigeyuki; PEDRO, Enilda de Paula. Como ler o Primeiro Isaías (Is 1-39). São Paulo: Paulus, 2002. RENDTORFF, Rolf. Antigo Testamento: uma introdução. Santo André- SP: Academia Cristã, 2009. SCHOKEL, Alonso Luís; SICRE. José Luís. Os profetas. São Paulo: Paulus, 2004. SICRE, José Luís. Profetismo em Israel. Petrópolis: Vozes, 1996. SILVA, Airton José. A voz necessária: encontro com os profetas do século VIII a.C. São Paulo: Paulus, 1998.
  32. 32. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Facebook: www.facebook.com/natalino.neves Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094 (TIM)

×