Colossenses - Cap. 03 parte 01

897 visualizações

Publicada em

Estudo do Livro de Colossenses

Publicada em: Espiritual
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
897
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Colossenses - Cap. 03 parte 01

  1. 1. AS EVIDÊNCIAS DE UMA VERDADEIRA CONVERSÃO Colossenses 03:01-11
  2. 2. Paulo mostra que há uma estreita conexão entre aquilo que nós cremos e aquilo que praticamos. Não pode existir um abismo entre fé e prática. Versos 01-04 – Evidenciamos que somos verdadeiramente convertidos quando desejamos mais as coisas lá do céu do que as da Terra. Segundo o apóstolo a conversão pode ser percebida por nossa identificação com Cristo. Nós morremos com Cristo, vivemos Nele e ressuscitamos com Ele. Todos os que recebem Cristo em suas vidas estão plenamente identificados com Ele.
  3. 3. Nossa maior satisfação não está mais ligada a nada neste mundo e sim na glória eterna. Os verdadeiros convertidos buscam mais a glória de Cristo do que as glórias deste mundo. Uma pessoa convertida busca em primeiro lugar o Reino de Deus e Sua justiça. Busca prioritariamente as coisas lá do céu. Deseja mais os tesouros do céu do que os daqui da Terra. Um individuo convertido tem saudade do céu, pois lá é o seu lar! As coisas lá do alto são mais importantes do que as da Terra e o convertido vive olhando além desta vida com vistas a um dia estar presente na glória eterna. As coisas lá do alto devem inspirar e controlar a vida dos cristãos. Nossos pés estão sobre a Terra, mas nossos corações e mentes devem estar no céu. Hoje vivemos uma inversão de valores e os cristãos querem uma paraíso neste mundo e juntar tesouros sobre a Terra.
  4. 4. Evidenciamos uma verdadeira conversão quando mortificamos nossa natureza terrena – 03:05-09 O apóstolo aborda 3 sublimes verdades: 01) Devemos morrer para este mundo: O apóstolo dá uma ordem: “Fazei pois, morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês...”. A palavra grega que Paulo utiliza neste verso é “nekrosate” que é a mesma coisa que “necrotério”. Temos que lembrar que morremos com Cristo para este mundo. Nossa certidão de óbito já foi emitida! Devemos nos considerar “mortos para o pecado” – Romanos 06:11. Leia agora o que Jesus disse sobre isso – Mateus 05:29.
  5. 5. É óbvio que Jesus não está falando de modo literal. O mal não vem do olhos, da mão ou do pé, mas sim do coração que abriga desejos perversos. 02) Devemos saber para quais coisas morremos – Paulo enumera vários pecados (05) que fazia parte da velha vida dos colossenses e estes atraem a ira de Deus (06). 03) Devemos nos despojar da velha vida e deixá-las na sepultura (08,09) – O apóstolo prossegue na lista de pecados que devemos abandonar. Paulo especificamente fala de mais duas categorias de pecados:
  6. 6. Pecados ligados ao temperamento (08) Paulo menciona 03 pecados: ira; indignação e maldade. Esses pecados falam de uma pessoa não controlada pelo Espírito. A “ira” descreve um temperamento explosivo ou rude. Por outro lado a “indignação” que é uma ira invertida, que arde sem parar, que se recusa a ser pacificada, é um estado constante de irritação. Já a “maldade” fala da depravação. É um mal que invade tudo em nosso ser. Trata-se de um desejo maligno, perturbador, um verdadeiro destruidor da vontade de Deus dentro de nós.
  7. 7. Pecados ligados à língua (09) A lista agora é substituída por uma novo catálogo que consiste em pecados ligados à língua. Paulo inclui outros três: maledicência; linguagem indecente (08) e mentira (09). Maledicência é a mesma coisa que blasfêmia, que neste contexto se refere a uma difamação do caráter humano. Aqui maledicência é falar mal dos outros! A linguagem indecente ou obscena, só aparece aqui em todo o N.T. Sugere uma linguagem suja, carregada de torpeza e imundícies. Significa ter a “boca suja”, falar palavrões, ter uma comunicação vulgar, e de baixo calão. Já a mentira é bem mais fácil de se entender. Quando um servo de Deus mente está cooperando com Satanás e seus propósitos, pois ele é o pai da mentira – João 08:44
  8. 8. Evidenciamos verdadeira conversão quando nos revestimos de Cristo (10-11). O apóstolo menciona 4 verdades aqui: Em primeiro lugar: revestir-se de um novo homem – porque vivemos em Cristo devemos buscar as coisas lá do alto (01). Só seremos semelhantes a Jesus quando começarmos a elevar nosso pensamento e nossas prioridades! O velho homem é sepultado e no novo homem quem controla é o Espírito de Deus. O verbo “revestir” significa “vestir-se de...”. E em Cristo este revestimento é de um novo coração, uma nova família, um novo comportamento, novas prioridades.
  9. 9. Segundo lugar: porque o velho homem morreu o novo homem é continuamente renovado em Cristo – “...está sendo renovado à imagem de Seu Criador” (10). Não se trata mais apenas de conhecer sobre Jesus, mas conhecer a Jesus. A imagem deformada pelo pecado agora se renova e se reveste de uma nova vida. Terceiro lugar: porque o velho homem morreu o novo homem já não está mais separado de Deus (11) – Jesus derrubou todos os muros de separação. As barreiras raciais, culturais, sociais e religiosas caem por terra. Na presença de Deus não há nenhum tipo de diferenciação, Deus não faz acepção de pessoas, ou de culturas, ou sociais etc.
  10. 10. Em quarto lugar: porque o velho homem morreu, Cristo agora é tudo para nós! (11) – Realmente Jesus é tudo para nós: Ele é o Filho Amado (01:13), A Imagem do Deus invisível e primogênito de toda Criação (01:15); Ele é o Eterno, Onipotente Criador (01:16); O cabeça da Igreja (01:18); Nosso Redentor (01:14), Detentor de todos os tesouros da sabedoria (02:03); Ele é a Plenitude de Deus (02:09); Ele é tudo em todos (03:11). Cristo é o centro da História, da criação, da salvação, do mundo e do céu. Cristo é tudo para a alma redimida. Cristo é tudo, ontem, hoje e para sempre! Aleluia!
  11. 11. Próxima semana: Evidências da verdadeira santificação (03:12-17)

×