Malaquias - Cap. 02 parte 02

1.621 visualizações

Publicada em

Estudo do livro do profeta Malaquias

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
92
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Malaquias - Cap. 02 parte 02

  1. 1. Malaquias cap. 02 – parte 02 02:10-16 FAMÍLIAS EM PERIGO!
  2. 2. A maior crise que a Sociedade Moderna vive hoje é a crise familiar ou a crise conjugal. O resultado desta crise é que estamos formatando um modelo de Sociedade onde a família perde sua importância e as causas são devastadoras! Por isso o tema deste estudo é de suma importância. Vejamos o que a Bíblia diz no livro de Malaquias. Algumas questões serão respondidas sem rodeios e sem “maquiagem”. O profeta não esconde a vontade de Deus e os resultados desastrosos de quem não ouve a voz do Senhor! Sinceramente você está disposto (a) a entender de uma vez por todas o que significa jugo desigual e suas sequelas? Então vamos ouvir de uma vez por todas a voz que troveja lá do céu.
  3. 3. 2 princípios importantes: 1º - Fé na prática determina seu padrão de vida – Os sacerdotes deixaram de ouvir a voz de Deus e consequentemente o povo se corrompeu. Práticas erradas são frutos de princípios e escolhas erradas. Quando lidamos de maneira errada com Deus isto se reflete na forma como lidamos com os outros. 2º - A família determina a Igreja – Os casamentos mistos estavam ameaçando a espiritualidade e a integridade da nação judaica. O divórcios colocava em risco o futuro das famílias do povo de Deus. O abandono do cônjuge estava desmoronando o sistema familiar de todo o Israel. Famílias desestruturadas = igrejas desestruturadas.
  4. 4. Versos 10-12: A maldição do jugo desigual. O profeta Malaquias traça um perfil com quatro fortes razões para provar que o casamento misto (entre duas confissões de fé diferentes) é totalmente contras os propósitos de Deus. 1º lugar: Casamentos mistos são uma deslealdade a paternidade de Deus – Deus é o Pai de Seu povo, nos criou para sua possessão. Nós pertencemos à família de Deus, fomos adotados por Deus em Cristo, somos participantes e herdeiros de Suas promessas, pois, Deus fez uma aliança conosco. Por isso o casamento misto leva o casal a servir dois senhores mas, isto é impossível aos olhos de Deus (Mateus 06:24). Casamentos mistos são uma quebra de aliança com Deus. O apóstolo Paulo pergunta: que harmonia há entre Cristo e o maligno? Ou que união entre o crédulo e o incrédulo? Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? (II Cor. 06:15-16).
  5. 5. O casamento misto é uma porta de entrada bem larga para o desvio da fé. Foi assim que aconteceu antes do dilúvio. Uma geração de pessoas impiedosas havia de estabelecido por causa dos casamentos entre o povo de Deus com mulheres e homens de outras religiões. Números cap. 25 nos mostra como as jovens moabitas prepararam o caminho para a idolatria. Os casamentos mistos foi a causa principal da apostasia de Israel. Foi reprovado por Esdras (09:01-02), Neemias (10:30; 13:23-27) além de Malaquias.
  6. 6. 2º lugar: Casamento misto é uma quebra de aliança feita pelos pais. Quando o povo recebeu a lei de Deus no Monte Sinai, prometeu a Deus que seus filhos os filhas não se casariam com adoradores de outros deuses (Êxodo 34:16 e Deut. 07:03). O problema não era o casamento inter-raciais mas o casamento com pessoas de outras religiões. 3º lugar: Casamento misto é um ato de infidelidade a Deus. É uma quebra de alianças. É um atentado contra a família, pois se perde o propósito do casal viver juntos para a Glória de Deus. O casamento deve ser um exemplo da união de Cristo com a Igreja. O lar precisa ser uma igreja santa, adorando a um Deus santo. Também o casamento misto é uma armadilha para a criação de filhos. Ele se constitui em um obstáculo à criação dos filhos segundo a Palavra de Deus.
  7. 7. Uma casa dividida não pode se manter em pé. Os filhos nascem e crescem sendo puxados de um lado para o outro, ouvindo ensinos contraditórios com exemplos contraditórios. AS MAIORES VÍTIMAS DOS CASAMENTOS MISTOS SÃO OS FILHOS!
  8. 8. 3º lugar: Casamentos mistos são considerados por toda a Bíblia como desobediência a um mandamento de Deus (11). Tanto no antigo como no novo Testamento não encontramos amparo para defender o casamento misto. Ele não é a vontade de Deus para o Seu povo – II Cor. 06:14-17. 4º lugar: O casamento misto é alvo certo da juízo de Deus (12). Nunca se esqueça: desobediência traz o juízo de Deus sobre nós. As consequências são sempre amargas para aqueles que entram na contramão da vontade de Deus.
  9. 9. DEUS ODEIA O DIVÓRCIO! 02: 13-16
  10. 10. Três verdades solenes sobre o divórcio 1ª verdade: A natureza do divórcio – Não foi instituído por Deus (16). Deus odeia o divórcio! Há regulamentações bíblicas para o divórcio, mas não foi Deus quem o desejou. Deus instituiu o casamento e não o contrário. A permissão para o divórcio encontra-se na Lei Mosaica (Deut. 24;01-04), mas é para proteger a mulher por causa dos abusos que os homens cometiam de se divorciar por qualquer motivo. Deus não se agrada desta situação. 2ª verdade: Divórcio é uma evidencia clara de pecado. Melhor que o divórcio é o perdão e a restauração. Divórcio é resultado da dureza de coração de uma ou mais pessoas.
  11. 11. 3ª verdade: O divórcio é a quebra de uma aliança feita na presença de Deus – O divórcio é a apostasia do amor! É rejeitar alguém que um dia foi desejado. É descumprir as promessas feitas na presença de Deus. É a quebra da aliança que o homem fez com a mulher de sua mocidade e com sua companheira, sua esposa (14). Divórcio é a falta de cuidado dos cônjuges. É falta de bom senso! O divórcio nunca é indolor. É a mais destrutiva das crises emocionais; é uma dor que corta como a faca. É um ato de violência contra o cônjuge e contra os filhos. Divórcio é como um terremoto emocional, provoca grandes estragos e alguns irreversíveis. O divórcio é o naufrágio dos sonhos e da esperança.
  12. 12. Quais são as suas consequências?
  13. 13. 1ª - Provoca muita dor na pessoa abandonada (13). O divórcio muitas vezes dói mais que o luto, tanto para o cônjuge quanto para os filhos. Há lágrimas e dor por todos os lados. 2ª - O divórcio afeta gravemente a vida dos filhos. Uma pesquisa com 16 mil filhos de pais divorciados nos EUA revelou os seguintes resultados: 01) Filhos de pais divorciados tem 30% de chances a mais de sofrer com acidentes graves. 02) Filhos de pais separados tem maior chance de desenvolver doenças psicossomáticas (entre elas perturbações na área sexual). 3) As crianças desenvolvem uma probabilidade de 50 a 70% de repetir o ano escolar). 4) Filhos de pais divorciados são mais suscetíveis a serem jovens rebeldes. Esta proporção é de 70% de chances. 05) Na grande maioria filhos de pais divorciados são pessoas com grande dificuldade de desenvolver o senso de obediência e respeito.
  14. 14. 3ª - O divórcio provoca crises espirituais. Uma delas é subestimar as consequências do pecado. O povo chorava mas não obedecia. Há um aumento da iniquidade e da desobediência (divorciados normalmente se envolvem em relacionamentos ilícitos). Deus não aceita o culto destas pessoas porque rejeita a oferta e o culto de pessoas em desobediência. Aumenta-se também o uso de artifícios para driblarem a própria consciência buscando justificativas para o divórcio e para outros pecados. 4ª - O divórcio provoca repúdio de Deus (16). Deus não aceita o divórcio como algo natural. O problema é que muitos veem o divórcio como algo natural. Não deu certo? Divorcia. Vou tentar, se der errado eu me divorcio. O divórcio é bom porque posso experimentar outros relacionamentos... Numa época que tudo é norma, temos que estar atentos para a voz de Deus.
  15. 15. Conclusão: precisamos reafirmar que o povo de Deus, que tem uma aliança com Ele, não deve entrar em aliança com alguém que não pertence à família de Deus. Deus é a testemunha fiel de todas as cerimônias de casamento, mas também será a testemunha de toda violação de votos. Finalmente temos que de uma vez por todas entender que o divórcio é algo abominável para Deus. UM APELO: Você é pai, mãe, avó ou avó? É professor na Escola Dominical ou líder em sua Igreja? Você é pastor? Em NOME DE JESUS ensine as crianças, jovens e adultos o que significa casamento e qual a vontade de Deus para a união entre um homem e uma mulher antes que seja muito tarde! Sempre é maravilhoso obedecer a Deus!
  16. 16. Este é o desejo de Deus. Foi para isso que criou a família!

×