Mensagem texto base - gen.30-30 b

2.738 visualizações

Publicada em

Estudo bíblico para famílias - Base em Gen. 30:30b

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.738
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mensagem texto base - gen.30-30 b

  1. 1. Quando farei algo em favor da minha própria família? Texto bíblico: Gen. 30:30b
  2. 2. Qual o contexto histórico desta passagem? Os personagens: Jacó, Labão (tio e sogro), Lia e Raquel (esposas) A história entre eles: Gen. 29:13-30 e 30:25-30 Os fatos: Jacó era muito trabalhador e sábio. Multiplicou exponencialmente a riqueza de Labão - 29 e 30. Jacó era muito honesto – 31-33. Ele quis partir para a terra natal com sua família – 25 e 26.
  3. 3. “... Contudo, quando farei algo por minha família?” Jacó havia feito tudo o que podia pelo sogro. Trabalhou 14 anos de graça para Labão só para ter sua amada Raquel. Além dos 14 anos, Jacó trabalhou por pelo menos mais 10 anos sem receber nada. Então ele pede uma parte do rebanho de Labão como fonte de renda (salário). Agora ele queria sua independência financeira para poder cuidar de suas esposas e 8 filhos. Foram mais de vinte anos cuidando apenas dos interesses de Labão. Isto tinha que acabar!
  4. 4. Jacó havia percebido algo muito importante... Cuidar, de verdade, de uma família envolve muitas outras coisas que vão além de esforço e trabalho! Em nossos dias é muito comum vermos que vários chefes de família pensam que o cuidado mais importante com a família é ser responsável e trabalhar. Sem dúvida isto é muito importante, mas há muito mais por fazer por nossas famílias.
  5. 5. O que devemos fazer por nossa família? Quais os cuidados necessários para proteger, amar e cuidar de nossa casa?
  6. 6. Antes de começarmos devemos nos lembrar que o desejo de Deus é que nossas famílias sejam abençoadas. Vejamos o que a Bíblia diz: “Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera, no interior da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira, ao redor da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor.” (Salmo 128.1-4)
  7. 7. Também notamos que Deus não somente abençoa a família, mas também vê a própria família em si mesma como uma bênção oferecida aos homens: “Deus dá um lar aos solitários, liberta os presos e os faz prosperar; mas os rebeldes habitam em terra árida.” (Salmo 68.6)
  8. 8. Que tipos de cuidado nossa família precisa? 01) Precisamos do governo de Cristo em nossos lares! Nossa casa precisa ser um lugar onde servimos a Deus (Josué 24;15). Todos querem governar a casa, mas só Cristo pode fazê-lo perfeitamente. Portanto faça de seu lar uma extensão da Igreja e do Reino de Deus! 02) Nossa família precisa estar ligada à uma Igreja sadia e Bíblica! Todos devem ser alunos da Escola Dominical e assíduos nos cultos e atividades.
  9. 9. 03) Nossa família precisa de amor, carinho e respeito. É impossível chamar de “lar” uma casa onde reina a discórdia, o ódio e a falta de respeito. O casal precisa ensinar estes valores aos filhos! Muitas famílias estão destruídas por causa da ausência destes três elementos. 04) Nossa família precisa entender e colocar em prática o real sentido da palavra “perdão”. Sem ele nosso lar desmorona. Promova o perdão em sua casa! Seja ou perdoador e ensine seu cônjuge e filhos a perdoar!
  10. 10. 05) As famílias precisam mais de nossa presença do que de nosso dinheiro!
  11. 11. Esteja presente na vida das pessoas que você ama! Hoje em dia os pais deixam seus filhos em casa ou na escola e saem para o mercado de trabalho em busca de dinheiro, fama ou poder. Para compensar suas ausências, compram presentes e muita coisa supérflua para os filhos. Isto os torna arrogantes, materialistas, solitários e emocionalmente instáveis com o passar do tempo! Seu tempo é seu melhor presente! Faça parte da vida privada, social e religiosa de sua família.
  12. 12. Crianças mimadas... Um desastre para as futuras gerações
  13. 13. 06) Nossas famílias precisam urgentemente que os homens voltem a desempenhar o papel de sacerdote do lar. A responsabilidade espiritual da casa foi dada por Deus aos homens e não às mulheres - “Porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo” (Ef 5.23). “Mas quero que entendam que Cristo tem autoridade sobre todo marido, que o marido tem autoridade sobre a esposa e que Deus tem autoridade sobre Cristo” (1Co 11.3).
  14. 14. Sua esposa e seus filhos estão clamando para que você assuma seu papel!
  15. 15. 07) Nossas famílias precisam de nossa capacidade de “percepção”, que é a capacidade de ver além das quatro paredes. Os pais veem situações no lar que as demais pessoas não veem. Os pais sentem ou percebem quando algo está errado nos relacionamentos familiares ou quando alguma coisa não vai bem em casa com os filhos. Esta é uma capacidade dada por Deus que precisamos colocar em prática. Muitos problemas familiares seriam resolvidos ou nem aconteceriam se prestássemos mais atenção em nossa família.
  16. 16. 08) Nossas famílias precisam que oremos juntos. O tempo de oração não existe mais. Temos tempo para tudo, menos para orar! Os cultos nos lares desapareceram!
  17. 17. Se observarmos estes “oito passos”, nossa família será muito abençoada! Temos em nossas mãos o poder de abençoar ou não nossa casa! É uma decisão pessoal que tomamos que não pode ser delegada à outra pessoa! Temos que fazer como Jacó fez: decidiu dedicar-se à sua família e seus futuros descendentes. Para isso tomou coragem e rompeu com todas as barreiras que o impediam de abençoar sua família. Você pode fazer muitas coisas em favor de sua família, basta confiar em Deus e se dedicar a cumprir todas as suas responsabilidades!
  18. 18. E você? O quem feito por sua família ? Vamos orar?

×