Unidade 7 pacto

1.769 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.769
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
100
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Unidade 7 pacto

  1. 1. O DIREITO DE SER ALFABETIZADO UNIDADE 7 TUTORA: CELISMARA GNANN S.
  2. 2. Refletiremos, ainda, sobre a questão da diversificação das atividades e das formas de agrupamento dos alunos, assim como acerca do atendimento específico a alunos que estejam com dificuldades em seu processo de alfabetização.
  3. 3. Os objetivos são: - Entender a concepção de alfabetização na perspectiva do letramento, considerando o fenômeno da heterogeneidade como intrínseco aos processos educativos;
  4. 4. - Criar um ambiente alfabetizador, que favoreça a aprendizagem, consideran do a heterogeneidade de conhecimentos dos aprendizes no processo de alfabetização;
  5. 5. Compreender a importância de organizar diferentes agrupamentos em sala de aula, considerando a heterogeneidade de aprendizagens, e adequando os modos de organização da turma aos objetivos pretendidos; ;
  6. 6. - Planejar o ensino na alfabetização, analisando e criando propostas de organização de rotinas da alfabetização na perspectiva do letramento, adequando-as às diferentes necessidades de aprendizagem dos alunos;
  7. 7. - Analisar e planejar projetos didáticos e sequências didáticas para turmas de alfabetização, contemplando crianças que tenham diferentes conhecimentos sobre a escrita;
  8. 8. Compreender a importância da avaliação no ciclo de alfabetização, refletindo sobre a função do diagnóstico no acompanhamento das aprendizagens realizadas pelos alunos e na (re)organização do ensino a eles proposto;
  9. 9. - Conhecer os recursos didáticos distribuídos pelo Ministério da Educação e planejar situações didáticas em que tais materiais sejam usados.
  10. 10. DINAMICA – BRINCAR POUQUINHO... VAMOS UM
  11. 11. HISTÓRIA DO BONECO DE BORRACHA Era uma vez um boneco de borracha que ficava de todos os jeitos com o corpo, mas não falava, não fazia barulho e mexia-se bem devagar. Ele gostava de passear no jardim olhando as flores coloridas, os pássaros, as borboletas e as abelhas que voavam no alto.
  12. 12. De repente, veio um vento forte...Nossa! O boneco de borracha ficou torto e agora ele anda todo torto, virado só para um lado. E assim ele continuou o passeio. Ufa! O vento parou, e ele então voltou ao normal. Agora ele conseguia andar tanto para frente como para trás.
  13. 13. O vento voltou de novo. Ai, ele entortouse para frente e anda olhando para baixo. Parece até que procura alguma coisa no chão. Mas de repente, o vento mudou de direção e fez o boneco entortar-se para trás. Agora ele só vê o que está lá no alto: O céu, os pássaros e as borboletas.
  14. 14. Finalmente o vento parou de vez. O boneco de borracha endireitou-se e continuou o passeio observando tudo que estava ao seu redor. Engraçado é que quando o boneco de borracha chegava perto de uma árvore ficava bem magrinho e bem comprido, do tamanho da árvore. Então o boneco andava elegante, esticado e comprido, quase alcançando o céu.
  15. 15. Quando chegava perto de uma roseira e sentia o cheiro das rosas, o boneco ficava todo gordo e pesado, como um elefantinho. Para andar, até fazia um barulhão. Ah! O boneco de borracha estava cansado de tanto passear. Então ele deitou-se no chão para descansar e... surpresa! Ele ficou pequenininho, encolhidinho. Podia até caber numa caixa de sapato. Bem pequeno mesmo.
  16. 16. De repente crescia, crescia, espalhava-se para todos os lados, crescia, crescia e crescia. Crescia tanto que ocupava um grande espaço no chão. Ficava pequeno de novo, pequeno, pequeno, bem pequeno e adormecia todo pequenininho.
  17. 17. Até que amanheceu o sol. O boneco de borracha, que estava quietinho, foi se mexendo devagar, esticando-se para todos os lados, esticando os pés, as pernas, o tronco, os dedos, as mãos e os braços.
  18. 18. Ele levantou-se e virou gente, agora sim, ele consegue conversar, falar bem baixinho, com quem está perto dele. Essa é a história do boneco de borracha que virou gente.
  19. 19. Dividir os grupos e fazer a leitura dos textos:  Heterogeneidade e direitos de aprendizagem na alfabetização: os diferentes percursos dos estudantes;  Planejando o ensino para Diversificação no trabalho docente todos:
  20. 20. Escrita também é coisa de criança
  21. 21. Observarmos algumas obras de Artes de: • Tarsila do Amaral Biografia • Claude Monet
  22. 22. ATIVIDADES: Retomem os quadros de Direito de Arte e após identifiquem atividades nos livros didáticos em que estejam contemplados tais Direitos, bem como, analise se as propostas de tais livros levam em conta a heterogeneidade. ( dois grupos por fase; tendo 30 minutos para análise )
  23. 23. APRESENTAÇÃO DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO 10 minutos para apresentação.
  24. 24. Leiam individualmente unidade sete (15 minutos) os textos do Aprofundando o tema para que respondam alguns questionamentos. Agora vamos formar dois grupos (grupo de verbalização e grupo de observação); sortear as questões que serão discutidas. (10 minutos para cada questão)
  25. 25.   1 - Os alunos aprendem as mesmas coisas, da mesma forma e no mesmo momento? Por quê?  Como você acompanha os conhecimentos sobre o SEA que os alunos constroem ao longo do ano letivo?
  26. 26.  Que estratégias você utilizaria para atender aos alunos com defasagem de aprendizagem na alfabetização?
  27. 27.  2Como nós, professores, podemo s organizar nossa prática pedagógica, de modo que os alfabetizandos de diferentes níveis possam aprender a ler e escrever, considerando suas reais necessidades?
  28. 28.  Como envolver outros educadores da escola e os pais, de modo a atender as crianças que estão com mais dificuldade em se alfabetizar?
  29. 29. ..
  30. 30. ..
  31. 31. TANGRAM - Elaborar e Montar uma história com Tangram , abordando os Direitos de Arte.
  32. 32. TAREFA O Professor alfabetizador deverá elaborar um PROJETO DIDÁTICO, levando em conta a participação dos alunos na
  33. 33. Após a execução do projeto, o alfabetizador deverá apresentar o relato da sua experiência em PowerPoint ao Orientador de Estudos.

×