Portugal – Estado Novo Carlos Jorge Canto Vieira
Estado Novo (1933-1974)
Portugal – Estado Novo “ O Salvador da Pátria” Ditador: António Oliveira Salazar (1928-1968) Slogan: “ Deus, Pátria e Famí...
Portugal - Estado Novo <ul><li>Contexto em que surgiu </li></ul><ul><ul><li>1926  – queda da 1ª República, instauração da ...
Portugal - Estado Novo <ul><li>Crise Económica </li></ul><ul><ul><li>Durante a primeira República os diferentes governos n...
Portugal - Estado Novo <ul><li>Crise Económica II </li></ul>Antes de Salazar As contas públicas apresentavam um saldo nega...
Portugal - Estado Novo Em 1933, Salazar consegue, reunir o apoio político necessário para a aprovação de uma nova Constitu...
Organização Política do Estado Constituição de 1933
Portugal - Estado Novo <ul><li>Constituição de 1933 </li></ul><ul><ul><li>O texto constitucional foi plebiscitado em 11 de...
Portugal - Estado Novo <ul><li>Constituição de 1933 </li></ul>
Portugal – Estado Novo <ul><li>1ª Assembleia Nacional (1934) </li></ul><ul><ul><li>eleita por sufrágio directo dos cidadão...
Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade  </li></ul><ul><ul><li>suspensão das liberdades funda...
Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade I </li></ul><ul><ul><ul><li>Polícia Política - PIDE <...
Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade II </li></ul><ul><ul><ul><li>Prisões Políticas </li><...
Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade III </li></ul><ul><li>Campos de Deportação </li></ul>...
Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade IV </li></ul><ul><ul><ul><li>Censura </li></ul></ul><...
Portugal – Estado Novo
Portugal – Estado Novo <ul><li>Culto da personalidade  </li></ul><ul><ul><li>Salazar é considerado o &quot;salvador&quot; ...
Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade VI </li></ul><ul><ul><li>Secretariado de Propaganda N...
<ul><li>Valores do Estado Novo </li></ul><ul><li>Nacionalismo  (Escudo Central) </li></ul><ul><li>Culto dos Heróis ( D. Af...
Portugal – Estado Novo <ul><li>  Ideologia Oficial: </li></ul><ul><ul><li>Partido Único  - A União Nacional  </li></ul></u...
Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Proibição dos partidos políticos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>apenas se reconhecia a...
Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Mocidade Portuguesa </li></ul></ul>
Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Legião Portuguesa </li></ul></ul>
Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Anti-comunista </li></ul></ul>
Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Corporativismo </li></ul></ul>
Portugal - Colonialismo
Portugal - Colonialismo <ul><li>O Estado Novo publicou vários diplomas sobre a política ultramarina portuguesa.  </li></ul...
Portugal - Colonialismo
Portugal - Obras Públicas <ul><li>Construir as infra-estruturas necessárias ao país:  </li></ul><ul><ul><li>A rede de cami...
Portugal - Obras Públicas
LIÇÃO DE SALAZAR
 
Portugal – Estado Novo Características Nacionalismo Ideologia Oficial Imperialismo Totalitarismo Corporativismo Autoritari...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portugal Estado Novo

59.837 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
6 comentários
31 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
59.837
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18.072
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.726
Comentários
6
Gostaram
31
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portugal Estado Novo

  1. 1. Portugal – Estado Novo Carlos Jorge Canto Vieira
  2. 2. Estado Novo (1933-1974)
  3. 3. Portugal – Estado Novo “ O Salvador da Pátria” Ditador: António Oliveira Salazar (1928-1968) Slogan: “ Deus, Pátria e Família” Partido Único: União Nacional Regime: Autoritário
  4. 4. Portugal - Estado Novo <ul><li>Contexto em que surgiu </li></ul><ul><ul><li>1926 – queda da 1ª República, instauração da Ditadura Militar </li></ul></ul><ul><ul><li>1928 – António de Oliveira Salazar assumiu a pasta das Finanças </li></ul></ul><ul><ul><li>1930 – Promulgação do “Acto colonial” </li></ul></ul><ul><ul><li>1932 - Salazar assumiu a chefia do Governo </li></ul></ul><ul><ul><li>1933 – Aprovação da Constituição; Consolidação do Estado Novo; Salazar tornou-se presidente do Conselho de Ministros </li></ul></ul>
  5. 5. Portugal - Estado Novo <ul><li>Crise Económica </li></ul><ul><ul><li>Durante a primeira República os diferentes governos não conseguiram resolver o problema do deficit. </li></ul></ul><ul><ul><li>Salazar após assumir a pasta das finanças impôs uma política de forte autoridade, equilibrou as contas públicas, o que lhe granjeou grande prestígio. </li></ul></ul>
  6. 6. Portugal - Estado Novo <ul><li>Crise Económica II </li></ul>Antes de Salazar As contas públicas apresentavam um saldo negativo Depois de Salazar As contas públicas apresentavam um saldo positivo
  7. 7. Portugal - Estado Novo Em 1933, Salazar consegue, reunir o apoio político necessário para a aprovação de uma nova Constituição, base para a reforma institucional do país que ficou conhecida como o Estado Novo.
  8. 8. Organização Política do Estado Constituição de 1933
  9. 9. Portugal - Estado Novo <ul><li>Constituição de 1933 </li></ul><ul><ul><li>O texto constitucional foi plebiscitado em 11 de Abril de 1933; </li></ul></ul><ul><ul><li>Projecto elaborado por Salazar e alguns seus colaboradores. </li></ul></ul>
  10. 10. Portugal - Estado Novo <ul><li>Constituição de 1933 </li></ul>
  11. 11. Portugal – Estado Novo <ul><li>1ª Assembleia Nacional (1934) </li></ul><ul><ul><li>eleita por sufrágio directo dos cidadãos maiores de 21 anos ou emancipados; </li></ul></ul><ul><ul><li>os analfabetos só podiam votar se pagassem impostos não inferiores a 100$00; </li></ul></ul><ul><ul><li>as mulheres eram admitidas a votar se possuidoras de curso especial, secundário ou superior. </li></ul></ul>
  12. 12. Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade </li></ul><ul><ul><li>suspensão das liberdades fundamentais e criação de órgãos de repressão: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Polícia Política; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Prisões Políticas; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Campos de Deportação; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estabelecimento da Censura; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Proibição dos Partidos Políticos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Propaganda – SPN (Secretariado de Propaganda Nacional); </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Culto da Personalidade; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Nacionalismo. </li></ul></ul></ul>
  13. 13. Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade I </li></ul><ul><ul><ul><li>Polícia Política - PIDE </li></ul></ul></ul>
  14. 14. Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade II </li></ul><ul><ul><ul><li>Prisões Políticas </li></ul></ul></ul>Forte de Peniche
  15. 15. Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade III </li></ul><ul><li>Campos de Deportação </li></ul><ul><ul><li>Tarrafal, em Cabo Verde </li></ul></ul>
  16. 16. Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade IV </li></ul><ul><ul><ul><li>Censura </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>à imprensa, rádio e a todo o tipo de espectáculos </li></ul></ul></ul>
  17. 17. Portugal – Estado Novo
  18. 18. Portugal – Estado Novo <ul><li>Culto da personalidade </li></ul><ul><ul><li>Salazar é considerado o &quot;salvador&quot; da Nação; </li></ul></ul><ul><li>Nacionalismo </li></ul><ul><ul><li>exaltação do passado e de certas épocas da história portuguesa para engrandecimento e orgulho da Nação; </li></ul></ul><ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade V </li></ul>
  19. 19. Portugal – Estado Novo <ul><li>Instrumentos de controlo da sociedade VI </li></ul><ul><ul><li>Secretariado de Propaganda Nacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Dirigido por António Ferro, organizou diversos tipos de espectáculos, como concursos e exposições, com destaque para a exposição do Mundo Português, realizada em Lisboa em 1940 (com o fim de comemorar o 82 centenário da independência nacional e o 32 da Restauração). </li></ul></ul>
  20. 20.
  21. 21. <ul><li>Valores do Estado Novo </li></ul><ul><li>Nacionalismo  (Escudo Central) </li></ul><ul><li>Culto dos Heróis ( D. Afonso Henriques, D. Nuno Álvares Pereira); </li></ul><ul><li>Colonialismo (Infante D. Henrique, Vasco da Gama e os indígenas); </li></ul><ul><li>Cristianismo (missionários); </li></ul><ul><li>Pátria (Defesa da Pátria, soldados com a bandeira, guerra da restauração, Invasões Francesas, Primeira Guerra Mundial); </li></ul><ul><li>Família (pai, mãe e filho); </li></ul><ul><li>- Ruralismo (trabalho no campo) </li></ul>
  22. 22. Portugal – Estado Novo <ul><li>  Ideologia Oficial: </li></ul><ul><ul><li>Partido Único - A União Nacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Decálogo do Estado Novo - carta dos princípios orientadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Mocidade Portuguesa - enquadramento e doutrinação da juventude; </li></ul></ul><ul><ul><li>Legião Portuguesa - organização de forças paramilitares para a defesa do regime; </li></ul></ul><ul><ul><li>Corporativismo (para assegurar a ordem social e controlar os trabalhadores); </li></ul></ul><ul><ul><li>Anticomunista e antiliberal . </li></ul></ul>
  23. 23. Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Proibição dos partidos políticos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>apenas se reconhecia a União Nacional; </li></ul></ul></ul><ul><li>Ideologia Oficial </li></ul>
  24. 24. Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Mocidade Portuguesa </li></ul></ul>
  25. 25. Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Legião Portuguesa </li></ul></ul>
  26. 26. Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Anti-comunista </li></ul></ul>
  27. 27. Portugal – Estado Novo <ul><ul><li>Corporativismo </li></ul></ul>
  28. 28. Portugal - Colonialismo
  29. 29. Portugal - Colonialismo <ul><li>O Estado Novo publicou vários diplomas sobre a política ultramarina portuguesa. </li></ul><ul><li>1930 - Acto Colonial. </li></ul><ul><ul><li>determinava que cabia à Nação defender, civilizar e colonizar os territórios do &quot;Império Colonial Português&quot;. </li></ul></ul><ul><ul><li>Contudo, durante algumas décadas, o Estado Novo limitou-se a desenvolver as regiões agrícolas e mineiras mais ricas das colónias. </li></ul></ul>
  30. 30. Portugal - Colonialismo
  31. 31. Portugal - Obras Públicas <ul><li>Construir as infra-estruturas necessárias ao país: </li></ul><ul><ul><li>A rede de caminhos-de-ferro; </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção e reparação de estradas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Edificação de pontes; </li></ul></ul><ul><ul><li>Expansão das redes telegráfica e telefónica; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alargamento e melhoria dos portos e aeroportos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Expansão da electrificação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Restauro de monumentos históricos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de hospitais, escolas, edifícios universitários, bairros operários, estádios, tribunais, prisões, repartições públicas, quartéis, estaleiros e pousadas. </li></ul></ul>
  32. 32. Portugal - Obras Públicas
  33. 33. LIÇÃO DE SALAZAR
  34. 34.
  35. 35.
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39.
  40. 41. Portugal – Estado Novo Características Nacionalismo Ideologia Oficial Imperialismo Totalitarismo Corporativismo Autoritarismo Culto da Personalidade Militarismo Colonialismo Ruralismo

×