SlideShare uma empresa Scribd logo
Queda da Monarquia 
Implantação da República 
História 9º ano Prof. Carla Freitas
70 
60 
50 
40 
30 
20 
10 
0 
1870 1880 1890 1900 1910 
Milhares de contos de reis 
O comércio externo português de 1870 a 1910 
Importações 
Exportações
43   da queda da monarquia à implantação da república
Atraso agrícola e industrial 
Balança comercial desfavorável com o 
consequente aumento da dívida pública 
Crise económico-financeira de 1890-92 
(provocou a desvalorização da moeda e o 
aumento do desemprego, dos impostos e dos 
preços) 
Agravamento das condições de vida e de 
trabalho da população, principalmente da 
classe média e do operariado
Situação Política 
Rotativismo dos principais partidos 
progressista e regenerador 
Descontentamento perante o Ultimato 
Inglês 
Difusão dos ideais republicanos e socialistas 
Revolta de 1891 no Porto (1ª tentativa 
fracassada de implantar a República) 
Entrega do Governo a João Franco que 
impõe uma ditadura 
Aumento da atividade da Maçonaria e 
Carbonária 
31 de Janeiro de 1891
1 de Fevereiro de 1908 
Assassinato do rei D. Carlos e do príncipe 
herdeiro D. Luís, no Terreiro do Paço. 
Assassinos foram os republicanos Manuel 
Buiça e Alfredo Costa
Sobe ao trono com 19 anos 
Demite João Franco 
Forma governo com todos os partidos que 
apoiavam a monarquia 
Agravamento da situação económica e 
política
 
 
 
 
 
 
 
 
1) Bombardeamento do Palácio 
Real pelos republicanos. 
2) Fuga do rei D. Manuel II para 
Inglaterra. 
3) Prisão dos padres jesuítas 
pelos republicanos. 
4) Barricadas republicanas na 
Rotunda. 
5) Desembarque da marinha no 
Terreiro do Paço. 
6) Proclamação da República na 
Câmara Municipal. 
7) Visita do Governo Provisório 
aos revolucionários 
acampados na Rotunda.
5 de Outubro de 1910 
Proclamação da República 
na varanda da 
Câmara Municipal de Lisboa 
Apoios: 
 Partido republicano 
 Maçonaria 
 Carbonária 
Revoltosos: 
 Pequena burguesia 
 Classe Média 
 Operariado 
D. Amélia e D. Manuel II fogem para o 
exílio em Inglaterra
Constituição de um Governo 
provisório, presidido pelo professor 
Joaquim Teófilo Braga. 
Elaboração e aprovação de uma nova 
Constituição (21/Agosto/1911). 
Eleição do primeiro Presidente da 
República, o professor Manuel de 
Arriaga (24/Agosto/1911). 
Adoção de novos símbolos: moeda, 
bandeira, hino.
Estabelece a separação de poderes. 
Defendia a igualdade e a liberdade. 
Podiam votar todos os cidadãos alfabetizados com mais de vinte anos (do sexo 
masculino). 
Parlamento era o órgão de soberania mais importante. 
Parlamento elegia o Presidente. 
Governo era nomeado pelo Presidente da República.
 O verde,que é a cor da 
Natureza, simboliza a liberdade. 
 O vermelho, que é a cor do 
sangue, representa a vida. 
 A esfera armilar simboliza o 
mundo que os navegadores 
Portugueses descobriram. 
 Os sete castelos simbolizam a 
independência de Portugal. 
 O escudo com as cinco quinas 
representa o nascimento da 
Nação.
43   da queda da monarquia à implantação da república
43   da queda da monarquia à implantação da república
Finanças 
• Tentativa de pôr fim ao défice das 
contas públicas 
• Imposição de restrições nas 
despesas 
Sociedade 
• Autorização e regulamentação da 
Greve 
• Descanso semanal obrigatório 
• Limitação dos horários de trabalho 
• Direito à Assistência Social 
(protecção em casos de doença e de 
velhice). 
• Reconhecimento do filhos ilegítimos
Laicização do estado 
• Lei da Separação da Igreja e do Estado 
• Expulsão das Ordens religiosas 
• Nacionalização dos bens da Igreja 
• Proibição do Ensino Religioso nas Escolas 
• Registo Civil Obrigatório 
• Legalização do Divórcio 
Educação 
• Criação do Ministério de Instrução Pública 
• Instrução Obrigatória para todas as crianças 
dos 7 aos 12 anos. 
• Fundação de mais de 1500 escolas 
• Desenvolvimento do ensino técnico e 
agrícola 
• Fundação das Universidades do Porto e de 
Lisboa 
80% 
70% 
60% 
50% 
40% 
30% 
20% 
10% 
0% 
Evolução do analfabetismo em Portugal 
1870 1890 1900 1911 1920 1930
Causas da participação portuguesa: 
• Garantir posse das colónias em África 
(atacadas pela Alemanha e cobiçadas pela 
Inglaterra). 
• Maior prestígio para legitimar a jovem 
“República” a nível internacional. 
• Pressão dos Aliados. 
Portugal junta-se à Tríplice Entente 
em 1916 
Criação do CEP 
(Corpo Expedicionário Português) 
Consequências 
• Grande Despesa 
• Muitos Mortos 
• Desvalorização da Moeda 
• Aumento dos Preços 
• Os salários não acompanhavam a subida dos 
Preços
43   da queda da monarquia à implantação da república
43   da queda da monarquia à implantação da república
43   da queda da monarquia à implantação da república
Instabilidade Política 
• Divisão do Partido Republicano em vários partidos rivais (Partido Democrático, Partido 
Evolucionista e União Republicana). 
• Existência de dois períodos de ditadura (Pimenta de Castro, 1915, Sidónio Pais, 1917-18). 
• Frequentes quedas de governos e de Presidentes da República Em 16 anos existiram 45 
governos e 8 Presidentes. 
• Oposição da Igreja e dos Monárquicos. 
Crise económica 
• Aumento dos impostos 
• Aumento da inflação 
• Desvalorização da moeda 
• Fome 
• Diminuição do poder de compra 
• Aumento da dívida pública 
Agitação Social 
• Greves 
• Atentados terroristas pelos anarquistas e bolchevistas 
Participação na 1ª Guerra Mundial 
• Agravamento da situação económica e política 
• Descontentamento perante o número de baixas.
28 de Maio de 1926 
Derrube da 1ª República 
É instaurada uma ditadura militar 
comandada pelo general Costa Gomes 
O Parlamento é dissolvido 
Suspensão das liberdades individuais 
1928 – António de Oliveira Salazar é 
convidado para ministro das finanças 
com extensos poderes 
1932 – Salazarismo 
Salazar assume o governo com o cargo 
de Presidente do Conselho
Rotativismo Político – Alternância de poder entre dois partidos com uma linha distinta. 
Partido Republicano Português – Fundado em 1876, congregava intelectuais, 
comerciantes, industriais, profissionais liberais, funcionários e proletariado urbano. Defendia 
ideais de patriotismo, de anticlericalismo, de progresso, liberdade, justiça e a abolição do 
regime monárquico. 
Partido Socialista Português – Fundado em 1875, criticava a sociedade capitalista e não 
aceitava a propriedade privada dos meios de produção. Era dirigido essencialmente à 
classe operária. 
Maçonaria – Organização semissecreta, com rituais próprios, defensora da fraternidade e 
da liberdade. Era constituída predominantemente por elementos da burguesia. 
Carbonária – Organização secreta, com algumas ligações à Maçonaria, embora 
independente dela. Era anticlerical e defendia a queda da Monarquia, considerando 
legítimos todos os meios, incluindo os meios violentos. 
Regicídio – Assassínio de Rei ou Raínha. Em Portugal foi o assassinato de D. Carlos e do 
filho D. Luís. 
Governo provisório - É um governo criado após situações revolucionárias e/ou de 
emergência. 
Sufrágio - Processo de escolha através do qual os indivíduos selecionados terão o direito 
ao voto; processo de seleção feito através de uma votação; eleição. 
Laicização – Tornar leigo, ou seja, deixar de ser religioso ou associado à religião. 
Constituição – Texto fundamental que regula os direitos e garantias dos cidadãos 
e a organização política de um Estado. 
Diradura – Governo em que os poderes do Estado se concentram nas mãos de um só 
homem. 
Golpe Militar - Operação, geralmente armada, para tomar o poder político 
Golpe de Estado –Acão de uma autoridade que viola as formas constitucionais; conquista 
do poder político por meios ilegais.
1. Caracterizar a situação Portuguesa no início do 
século XX. 
2. Justificar o desenvolvimento das doutrinas 
republicanas. 
3. Localizar no tempo o Regicídio e os intervenientes 
na ocorrência. 
4. Localizar no tempo a implantação da república. 
5. Explicar a ação dos governos republicanos nos 
diferentes campos. 
6. Justificar a participação de Portugal na 1ª Guerra 
Mundial. 
7. Justificar o descontentamento perante a 
República. 
8. Localizar no tempo o Golpe Militar e a 
implantação de uma ditadura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1ª Republica
1ª Republica1ª Republica
1ª Republica
Carlos Vieira
 
A 1ª república portuguesa
A 1ª república portuguesaA 1ª república portuguesa
A 1ª república portuguesa
BibliotecaAroes
 
ImplantaçãO RepúBlica
ImplantaçãO RepúBlicaImplantaçãO RepúBlica
ImplantaçãO RepúBlica
Margarida Moreira
 
A Revolução dos Transportes
A  Revolução dos  TransportesA  Revolução dos  Transportes
A Revolução dos Transportes
amgmrodrigues
 
Fim da monarquia e implantação da república
Fim da monarquia e implantação da repúblicaFim da monarquia e implantação da república
Fim da monarquia e implantação da república
vanessasequeira
 
5 de outubro
5 de outubro 5 de outubro
5 de outubro
Ana Barreiros
 
1ª RepúBlica
1ª RepúBlica1ª RepúBlica
1ª RepúBlica
crie_historia9
 
1ª RepúBlica
1ª RepúBlica1ª RepúBlica
1ª RepúBlica
crie_historia9
 
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
Vítor Santos
 
A Crise Da Monarquia
A Crise Da MonarquiaA Crise Da Monarquia
A Crise Da Monarquia
Gina Rodrigues
 
A primeira república portuguesa
A primeira república portuguesaA primeira república portuguesa
A primeira república portuguesa
cattonia
 
A 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlicaA 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlica
Ana Barreiros
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Inês e Beatriz
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Inês e Beatriz
 
A arte e a cultura em Portugal do século XIX
A arte e a cultura em Portugal do século XIXA arte e a cultura em Portugal do século XIX
A arte e a cultura em Portugal do século XIX
anabelasilvasobral
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Rui Neto
 
A queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª repúblicaA queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª república
Becre Celorico de Basto
 
5 04 a implantacao do liberalismo em portugal
5 04 a implantacao do liberalismo em portugal5 04 a implantacao do liberalismo em portugal
5 04 a implantacao do liberalismo em portugal
Vítor Santos
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
Vítor Santos
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
Rui Neto
 

Mais procurados (20)

1ª Republica
1ª Republica1ª Republica
1ª Republica
 
A 1ª república portuguesa
A 1ª república portuguesaA 1ª república portuguesa
A 1ª república portuguesa
 
ImplantaçãO RepúBlica
ImplantaçãO RepúBlicaImplantaçãO RepúBlica
ImplantaçãO RepúBlica
 
A Revolução dos Transportes
A  Revolução dos  TransportesA  Revolução dos  Transportes
A Revolução dos Transportes
 
Fim da monarquia e implantação da república
Fim da monarquia e implantação da repúblicaFim da monarquia e implantação da república
Fim da monarquia e implantação da república
 
5 de outubro
5 de outubro 5 de outubro
5 de outubro
 
1ª RepúBlica
1ª RepúBlica1ª RepúBlica
1ª RepúBlica
 
1ª RepúBlica
1ª RepúBlica1ª RepúBlica
1ª RepúBlica
 
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
 
A Crise Da Monarquia
A Crise Da MonarquiaA Crise Da Monarquia
A Crise Da Monarquia
 
A primeira república portuguesa
A primeira república portuguesaA primeira república portuguesa
A primeira república portuguesa
 
A 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlicaA 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlica
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
 
A arte e a cultura em Portugal do século XIX
A arte e a cultura em Portugal do século XIXA arte e a cultura em Portugal do século XIX
A arte e a cultura em Portugal do século XIX
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
A queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª repúblicaA queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª república
 
5 04 a implantacao do liberalismo em portugal
5 04 a implantacao do liberalismo em portugal5 04 a implantacao do liberalismo em portugal
5 04 a implantacao do liberalismo em portugal
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
 

Destaque

Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02
Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02
Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02
Soraya Gomes
 
Entre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicanoEntre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicano
eb23ja
 
A queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª repúblicaA queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª república
Lúcia Martins
 
República da espada (1889 1894)
República da espada (1889 1894)República da espada (1889 1894)
República da espada (1889 1894)
Vitor Hugo Almeida
 
9º ano Brasil República
9º ano Brasil República9º ano Brasil República
9º ano Brasil República
Expedito Martins
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
Professora Natália de Oliveira
 
A República Oligárquica - 9º ano
A República Oligárquica - 9º anoA República Oligárquica - 9º ano
A República Oligárquica - 9º ano
Profª Bruna Morrana
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
Portal do Vestibulando
 
Da espada a república oligarquica
Da espada a república oligarquicaDa espada a república oligarquica
Da espada a república oligarquica
Douglas Barraqui
 
Brasil república 9º ano
Brasil república 9º anoBrasil república 9º ano
Brasil república 9º ano
Eloy Souza
 
Slidshare
SlidshareSlidshare
Slidshare
mapaz91
 
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
Vítor Santos
 
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
Vítor Santos
 
Primeira república
Primeira repúblicaPrimeira república
Primeira república
Evanilde Chuva
 
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
Vítor Santos
 
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
carlosbidu
 
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
João Medeiros
 
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 3010 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
Vítor Santos
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
Rosária Zamith
 

Destaque (19)

Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02
Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02
Mesopotmiaslideshare 110316160606-phpapp02
 
Entre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicanoEntre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicano
 
A queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª repúblicaA queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª república
 
República da espada (1889 1894)
República da espada (1889 1894)República da espada (1889 1894)
República da espada (1889 1894)
 
9º ano Brasil República
9º ano Brasil República9º ano Brasil República
9º ano Brasil República
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
A República Oligárquica - 9º ano
A República Oligárquica - 9º anoA República Oligárquica - 9º ano
A República Oligárquica - 9º ano
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
Da espada a república oligarquica
Da espada a república oligarquicaDa espada a república oligarquica
Da espada a república oligarquica
 
Brasil república 9º ano
Brasil república 9º anoBrasil república 9º ano
Brasil república 9º ano
 
Slidshare
SlidshareSlidshare
Slidshare
 
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
 
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
 
Primeira república
Primeira repúblicaPrimeira república
Primeira república
 
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
 
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
 
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
 
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 3010 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
 

Semelhante a 43 da queda da monarquia à implantação da república

Trabalho De Historia
Trabalho De HistoriaTrabalho De Historia
Trabalho De Historia
guest600ffe1
 
Dificuldade Da 1ªRepublica
Dificuldade Da 1ªRepublicaDificuldade Da 1ªRepublica
Dificuldade Da 1ªRepublica
Sílvia Mendonça
 
Arevolucaorepublicanaeaquedadamonarquia
ArevolucaorepublicanaeaquedadamonarquiaArevolucaorepublicanaeaquedadamonarquia
Arevolucaorepublicanaeaquedadamonarquia
Marta Pereira
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
filipafonso
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
filipafonso
 
Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1
Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1
Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1
Li Tagarelinhas
 
Republica ruben leandro
Republica ruben leandroRepublica ruben leandro
Republica ruben leandro
eb23ja
 
Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015
Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015
Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015
João Alves Dos Reis
 
Caderno Diário 1ª República
Caderno Diário 1ª RepúblicaCaderno Diário 1ª República
Caderno Diário 1ª República
Laboratório de História
 
1ª RepúBlica
1ª RepúBlica1ª RepúBlica
1ª RepúBlica
crie_historia9
 
1.ª Republica
1.ª Republica 1.ª Republica
1.ª Republica
crie_historia9
 
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
Vítor Santos
 
1republica
1republica1republica
1republica
aprendizes
 
1º Republica B
1º Republica B1º Republica B
1º Republica B
Ana Barreiros
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caç
eb23cv
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caç
eb23cv
 
1republica
1republica1republica
1republica
Álvaro Maurício
 
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlicaDa Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica
Minokitas 1
 
Fim Da Monarquia
Fim Da MonarquiaFim Da Monarquia
Fim Da Monarquia
anacristina soares
 
Fim Da Monarquia
Fim Da MonarquiaFim Da Monarquia
Fim Da Monarquia
anacristina soares
 

Semelhante a 43 da queda da monarquia à implantação da república (20)

Trabalho De Historia
Trabalho De HistoriaTrabalho De Historia
Trabalho De Historia
 
Dificuldade Da 1ªRepublica
Dificuldade Da 1ªRepublicaDificuldade Da 1ªRepublica
Dificuldade Da 1ªRepublica
 
Arevolucaorepublicanaeaquedadamonarquia
ArevolucaorepublicanaeaquedadamonarquiaArevolucaorepublicanaeaquedadamonarquia
Arevolucaorepublicanaeaquedadamonarquia
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
 
Da queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da RepúblicaDa queda da Monarquia à Implantação da República
Da queda da Monarquia à Implantação da República
 
Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1
Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1
Republicarubenleandro 100607164858-phpapp02-1
 
Republica ruben leandro
Republica ruben leandroRepublica ruben leandro
Republica ruben leandro
 
Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015
Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015
Aquedadamonarquia 1ªrepublica hgp2015
 
Caderno Diário 1ª República
Caderno Diário 1ª RepúblicaCaderno Diário 1ª República
Caderno Diário 1ª República
 
1ª RepúBlica
1ª RepúBlica1ª RepúBlica
1ª RepúBlica
 
1.ª Republica
1.ª Republica 1.ª Republica
1.ª Republica
 
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
 
1republica
1republica1republica
1republica
 
1º Republica B
1º Republica B1º Republica B
1º Republica B
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caç
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caç
 
1republica
1republica1republica
1republica
 
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlicaDa Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica
 
Fim Da Monarquia
Fim Da MonarquiaFim Da Monarquia
Fim Da Monarquia
 
Fim Da Monarquia
Fim Da MonarquiaFim Da Monarquia
Fim Da Monarquia
 

Mais de Carla Freitas

11 ha m6 u1
11 ha m6 u111 ha m6 u1
11 ha m6 u1
Carla Freitas
 
11 Ha M5 u3
11 Ha M5 u311 Ha M5 u3
11 Ha M5 u3
Carla Freitas
 
11 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 111 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 1
Carla Freitas
 
Módulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - RomantismoMódulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - Romantismo
Carla Freitas
 
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIXMódulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Carla Freitas
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Carla Freitas
 
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e RealismoMódulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
Carla Freitas
 
11 ha m5 u4
11 ha m5 u411 ha m5 u4
11 ha m5 u4
Carla Freitas
 
11 ha m5 u2
11 ha m5 u211 ha m5 u2
11 ha m5 u2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 311 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 3
Carla Freitas
 
11 ha m5 u1
11 ha m5 u111 ha m5 u1
11 ha m5 u1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 311 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 3
Carla Freitas
 
11 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 211 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 211 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 111 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 211 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 111 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u1
11 ha m4 u111 ha m4 u1
11 ha m4 u1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 311 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 3
Carla Freitas
 

Mais de Carla Freitas (20)

11 ha m6 u1
11 ha m6 u111 ha m6 u1
11 ha m6 u1
 
11 Ha M5 u3
11 Ha M5 u311 Ha M5 u3
11 Ha M5 u3
 
11 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 111 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 1
 
Módulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - RomantismoMódulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - Romantismo
 
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIXMódulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
 
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e RealismoMódulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
 
11 ha m5 u4
11 ha m5 u411 ha m5 u4
11 ha m5 u4
 
11 ha m5 u2
11 ha m5 u211 ha m5 u2
11 ha m5 u2
 
11 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 311 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 3
 
11 ha m5 u1
11 ha m5 u111 ha m5 u1
11 ha m5 u1
 
11 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 311 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 3
 
11 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 211 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 2
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
 
11 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 211 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 2
 
11 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 111 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 1
 
11 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 211 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 2
 
11 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 111 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 1
 
11 ha m4 u1
11 ha m4 u111 ha m4 u1
11 ha m4 u1
 
11 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 311 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 3
 

Último

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 

Último (20)

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 

43 da queda da monarquia à implantação da república

  • 1. Queda da Monarquia Implantação da República História 9º ano Prof. Carla Freitas
  • 2. 70 60 50 40 30 20 10 0 1870 1880 1890 1900 1910 Milhares de contos de reis O comércio externo português de 1870 a 1910 Importações Exportações
  • 4. Atraso agrícola e industrial Balança comercial desfavorável com o consequente aumento da dívida pública Crise económico-financeira de 1890-92 (provocou a desvalorização da moeda e o aumento do desemprego, dos impostos e dos preços) Agravamento das condições de vida e de trabalho da população, principalmente da classe média e do operariado
  • 5. Situação Política Rotativismo dos principais partidos progressista e regenerador Descontentamento perante o Ultimato Inglês Difusão dos ideais republicanos e socialistas Revolta de 1891 no Porto (1ª tentativa fracassada de implantar a República) Entrega do Governo a João Franco que impõe uma ditadura Aumento da atividade da Maçonaria e Carbonária 31 de Janeiro de 1891
  • 6. 1 de Fevereiro de 1908 Assassinato do rei D. Carlos e do príncipe herdeiro D. Luís, no Terreiro do Paço. Assassinos foram os republicanos Manuel Buiça e Alfredo Costa
  • 7. Sobe ao trono com 19 anos Demite João Franco Forma governo com todos os partidos que apoiavam a monarquia Agravamento da situação económica e política
  • 8.         1) Bombardeamento do Palácio Real pelos republicanos. 2) Fuga do rei D. Manuel II para Inglaterra. 3) Prisão dos padres jesuítas pelos republicanos. 4) Barricadas republicanas na Rotunda. 5) Desembarque da marinha no Terreiro do Paço. 6) Proclamação da República na Câmara Municipal. 7) Visita do Governo Provisório aos revolucionários acampados na Rotunda.
  • 9. 5 de Outubro de 1910 Proclamação da República na varanda da Câmara Municipal de Lisboa Apoios:  Partido republicano  Maçonaria  Carbonária Revoltosos:  Pequena burguesia  Classe Média  Operariado D. Amélia e D. Manuel II fogem para o exílio em Inglaterra
  • 10. Constituição de um Governo provisório, presidido pelo professor Joaquim Teófilo Braga. Elaboração e aprovação de uma nova Constituição (21/Agosto/1911). Eleição do primeiro Presidente da República, o professor Manuel de Arriaga (24/Agosto/1911). Adoção de novos símbolos: moeda, bandeira, hino.
  • 11. Estabelece a separação de poderes. Defendia a igualdade e a liberdade. Podiam votar todos os cidadãos alfabetizados com mais de vinte anos (do sexo masculino). Parlamento era o órgão de soberania mais importante. Parlamento elegia o Presidente. Governo era nomeado pelo Presidente da República.
  • 12.  O verde,que é a cor da Natureza, simboliza a liberdade.  O vermelho, que é a cor do sangue, representa a vida.  A esfera armilar simboliza o mundo que os navegadores Portugueses descobriram.  Os sete castelos simbolizam a independência de Portugal.  O escudo com as cinco quinas representa o nascimento da Nação.
  • 15. Finanças • Tentativa de pôr fim ao défice das contas públicas • Imposição de restrições nas despesas Sociedade • Autorização e regulamentação da Greve • Descanso semanal obrigatório • Limitação dos horários de trabalho • Direito à Assistência Social (protecção em casos de doença e de velhice). • Reconhecimento do filhos ilegítimos
  • 16. Laicização do estado • Lei da Separação da Igreja e do Estado • Expulsão das Ordens religiosas • Nacionalização dos bens da Igreja • Proibição do Ensino Religioso nas Escolas • Registo Civil Obrigatório • Legalização do Divórcio Educação • Criação do Ministério de Instrução Pública • Instrução Obrigatória para todas as crianças dos 7 aos 12 anos. • Fundação de mais de 1500 escolas • Desenvolvimento do ensino técnico e agrícola • Fundação das Universidades do Porto e de Lisboa 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Evolução do analfabetismo em Portugal 1870 1890 1900 1911 1920 1930
  • 17. Causas da participação portuguesa: • Garantir posse das colónias em África (atacadas pela Alemanha e cobiçadas pela Inglaterra). • Maior prestígio para legitimar a jovem “República” a nível internacional. • Pressão dos Aliados. Portugal junta-se à Tríplice Entente em 1916 Criação do CEP (Corpo Expedicionário Português) Consequências • Grande Despesa • Muitos Mortos • Desvalorização da Moeda • Aumento dos Preços • Os salários não acompanhavam a subida dos Preços
  • 21. Instabilidade Política • Divisão do Partido Republicano em vários partidos rivais (Partido Democrático, Partido Evolucionista e União Republicana). • Existência de dois períodos de ditadura (Pimenta de Castro, 1915, Sidónio Pais, 1917-18). • Frequentes quedas de governos e de Presidentes da República Em 16 anos existiram 45 governos e 8 Presidentes. • Oposição da Igreja e dos Monárquicos. Crise económica • Aumento dos impostos • Aumento da inflação • Desvalorização da moeda • Fome • Diminuição do poder de compra • Aumento da dívida pública Agitação Social • Greves • Atentados terroristas pelos anarquistas e bolchevistas Participação na 1ª Guerra Mundial • Agravamento da situação económica e política • Descontentamento perante o número de baixas.
  • 22. 28 de Maio de 1926 Derrube da 1ª República É instaurada uma ditadura militar comandada pelo general Costa Gomes O Parlamento é dissolvido Suspensão das liberdades individuais 1928 – António de Oliveira Salazar é convidado para ministro das finanças com extensos poderes 1932 – Salazarismo Salazar assume o governo com o cargo de Presidente do Conselho
  • 23. Rotativismo Político – Alternância de poder entre dois partidos com uma linha distinta. Partido Republicano Português – Fundado em 1876, congregava intelectuais, comerciantes, industriais, profissionais liberais, funcionários e proletariado urbano. Defendia ideais de patriotismo, de anticlericalismo, de progresso, liberdade, justiça e a abolição do regime monárquico. Partido Socialista Português – Fundado em 1875, criticava a sociedade capitalista e não aceitava a propriedade privada dos meios de produção. Era dirigido essencialmente à classe operária. Maçonaria – Organização semissecreta, com rituais próprios, defensora da fraternidade e da liberdade. Era constituída predominantemente por elementos da burguesia. Carbonária – Organização secreta, com algumas ligações à Maçonaria, embora independente dela. Era anticlerical e defendia a queda da Monarquia, considerando legítimos todos os meios, incluindo os meios violentos. Regicídio – Assassínio de Rei ou Raínha. Em Portugal foi o assassinato de D. Carlos e do filho D. Luís. Governo provisório - É um governo criado após situações revolucionárias e/ou de emergência. Sufrágio - Processo de escolha através do qual os indivíduos selecionados terão o direito ao voto; processo de seleção feito através de uma votação; eleição. Laicização – Tornar leigo, ou seja, deixar de ser religioso ou associado à religião. Constituição – Texto fundamental que regula os direitos e garantias dos cidadãos e a organização política de um Estado. Diradura – Governo em que os poderes do Estado se concentram nas mãos de um só homem. Golpe Militar - Operação, geralmente armada, para tomar o poder político Golpe de Estado –Acão de uma autoridade que viola as formas constitucionais; conquista do poder político por meios ilegais.
  • 24. 1. Caracterizar a situação Portuguesa no início do século XX. 2. Justificar o desenvolvimento das doutrinas republicanas. 3. Localizar no tempo o Regicídio e os intervenientes na ocorrência. 4. Localizar no tempo a implantação da república. 5. Explicar a ação dos governos republicanos nos diferentes campos. 6. Justificar a participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial. 7. Justificar o descontentamento perante a República. 8. Localizar no tempo o Golpe Militar e a implantação de uma ditadura.