Acofi cap06 endividamento

2.450 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.450
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
160
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acofi cap06 endividamento

  1. 1. Capítulo importante! 6. Analisando o Endividamento Adriano Leal Bruni [email_address]
  2. 2. Observação importante <ul><li>Estes slides foram elaborados com o objetivo de facilitar a transmissão dos conteúdos do livro “A Análise Contábil e Financeira” de Adriano Leal Bruni publicado pela Editora Atlas. </li></ul>
  3. 3. Para conhecer o livro ... www.MinhasAulas.com.br Site do livro, apresenta todos os recursos complementares www.EditoraAtlas.com.br Site da Editora Atlas, oferece a possibilidade de aquisição do livro
  4. 4. Analisando o trade-off Dívida relativamente barata ...
  5. 5. Onde eu estou? Analisando as dívidas no Balanço Patrimonial
  6. 6. Separando as fontes … PC PNC PL Terceiros Próprio CP LP
  7. 7. Analisando … O custo da dívida!
  8. 8. Analisando o … <ul><li>Capital de terceiros </li></ul>É preciso considerar o benefício fiscal dos juros!
  9. 9. Importante!!! <ul><li>Benefício fiscal </li></ul><ul><li>... </li></ul><ul><li>Empresas tributadas por lucro real </li></ul>
  10. 10. Símbolo do custo externo Kd Custo de Capital Dívida
  11. 11. Benefício fiscal <ul><li>Juros representam despesas financeiras </li></ul><ul><li>Dedutíveis do IR </li></ul><ul><li>Parte dos juros pagos retorna sob a forma de IR não pago </li></ul>
  12. 12. Nada Deve e Algo Deve Desembolso efetivo = $28,00   Nada Deve Algo Deve Ativos 400 400 Dívidas (20% a.a.) 0 200 PL 400 200 Passivos 400 400 Resultado     LAJIR 100 100 (-) Juros 0 -40 LAIR 100 60 (-) IR (30%) -30 -18 LL 70 42
  13. 13. Assim … <ul><li>Do custo aparente da dívida, deve ser extraído o benefício fiscal </li></ul>Kd = Ka (1 - IR) Custo aparente da dívida Alíquota do IR Custo efetivo da dívida
  14. 14. Kd de Nada Deve Kd = Ka (1 - IR) Kd = 20 %(1 – 0,30) Kd = 14% a.a. Kd = 28/200 Kd = 14% a.a. ou O endividamento valeu a pena? ROI = LL/AT ROE = LL/PL 70/400 = 17,5% 42/200 = 21%   Nada Deve Algo Deve Ativos 400 400 Dívidas (20%) 0 200 PL 400 200 Passivos 400 400 Resultado     LAJIR 100 100 (-) Juros 0 -40 LAIR 100 60 (-) IR (30%) -30 -18 LL 70 42
  15. 15. Sob a ponto de vista do ganho <ul><li>Análise do ROE </li></ul><ul><li>Return on Equity </li></ul>ROE = Lucro Líquido Patr Líquido Análise do ROI Return on Investment ROI = Lucro Líquido Ativos Depois discutiremos com mais intensidade!
  16. 16. Uma dúvida não tão cruel! Por quê o ROE aumentou?
  17. 17. Rentabilidades e custos Situação Base ROI = LL/AT ROI = 70/400 = 17,5% Kd = 14% a.a. ROI > Kd Dívida melhora ROE!   Nada Deve Algo Deve Ativos 400 400 Dívidas (20%) 0 200 PL 400 200 Passivos 400 400 Resultado     LAJIR 100 100 (-) Juros 0 -40 LAIR 100 60 (-) IR (30%) -30 -18 LL 70 42
  18. 18. Uma analogia importante ROI Kd ROE
  19. 19. Um vice do barulho … O custo de capital no Brasil é um absoluto despropósito!!! Inflação alta Selic alta Kd alto ROE baixo
  20. 20. Analisando médias Ativos Obrigações Capital dos sócios ROI 17,5% Kd 14% ROE ? ROI é média de Kd e ROE Endividamento = 50% ROI = (Kd + ROE)/2 ROE = 2ROI - Kd ROE = 2(17,5%) – (14%) = 21%
  21. 21. Outra dúvida não tão cruel! Por quê?
  22. 22. A importância do estudo da ... Alavancagem!
  23. 23. Um conceito físico <ul><li>Alavancagem </li></ul>Arquimedes matemático grego (287 AC e 212 AC) “ Dê-me uma alavanca e um ponto de apoio, e eu moverei o mundo”.
  24. 24. Gastos fixos e alavancagem Variação nos lucros!!! Variação nas vendas!!!
  25. 25. Três exemplos <ul><li>Receitas iguais a $100 e GV iguais a 40% </li></ul><ul><li>Brisa: apresenta gastos fixos iguais a $20 por período e não possui endividamento </li></ul><ul><li>Vento: apresenta gastos fixos iguais a $40 por período e não possui endividamento </li></ul><ul><li>Tempestade: apresenta gastos fixos iguais a $40 por período e possui endividamento que provoca o pagamento de juros iguais a $5 por período </li></ul>
  26. 26. Números da Brisa 30% 30%
  27. 27. Números da Brisa
  28. 28. Números da Vento 60% 60%
  29. 29. Números da Vento
  30. 30. Números da Tempestade 60% 80%
  31. 31. Números da Tempestade
  32. 32. Calculando a alavancagem GAo Apresenta o efeito multiplicador da variação percentual das Vendas sobre LAJIR GAf Apresenta o efeito multiplicador da variação percentual do LAIR sobre LAJIR GAc Apresenta o efeito multiplicador da variação percentual das Vendas sobre o LAIR
  33. 33. Calculando a alavancagem GAo Apresenta o efeito multiplicador da variação percentual das Vendas sobre LAJIR GAf Apresenta o efeito multiplicador da variação percentual do LAIR sobre LAJIR GAc Apresenta o efeito multiplicador da variação percentual das Vendas sobre o LAIR
  34. 34. Outras fórmulas <ul><li>Grau de alavancagem operacional </li></ul><ul><li>GAO = (Variação % do Lajir) / (Variação % das Vendas) </li></ul><ul><li>Grau de alavancagem financeira </li></ul><ul><li>GAF = (Variação % do LL) / (Variação % do Lajir) </li></ul><ul><li>Grau de alavancagem combinada </li></ul><ul><li>GAC = GAO x GAF </li></ul>
  35. 35. Analisando os ... Índices de Endividamento ou de Estrutura de Capital!
  36. 36. Endividamento IE = Dívidas Dívidas + PL Quanto usamos de capital de terceiros ? Quanto financiamentos? Percentual do financiamento obtido por meio de dívidas Nossas dívidas em percentual!
  37. 37. Variantes do endividamento <ul><li>Participação do capital de terceiros </li></ul><ul><li>IPCT = (Capital Terceiros/Patr. Liquido) </li></ul><ul><li>Alavancagem dos recursos próprios </li></ul><ul><li>IARP = Ativo / Patrimônio Líquido </li></ul>
  38. 38. Composição do Endividamento ICE = Dívidas CP Dívidas Quanto pagaremos no CP? Quanto pagaremos ao todo? Percentual de dívidas no curto prazo Dívidas de CP em percentual!
  39. 39. Outros índices <ul><li>Imobilização do Patrimônio Líquido </li></ul><ul><li>IIPL = (Ativo Imobilizado/Patrimônio Líquido) </li></ul><ul><li>Imobilização dos Recursos Não Correntes </li></ul><ul><li>IIRNC = (Ativo Imobilizado/(ELP + REF + Patrimônio Líquido)) </li></ul>
  40. 40. Para pensar … <ul><li>Análise da estrutura de capital </li></ul><ul><li>Mix de financiamento </li></ul>
  41. 41. Como escolher … <ul><li>A melhor forma de se financiar? </li></ul>Capital Próprio versus Capital de Terceiros Decisões de Estrutura de Capital
  42. 42. Mariiiiiiissssaaaaa
  43. 43. Elevação do endividamento …   Endividamento 0% 50% 80% Ativos 400 400 400 Dívidas (20% a.a.) 0 200 320 PL 400 200 80 Passivos 400 400 400 Resultado       LAJIR 100 100 100 (-) Juros 0 -40 -64 LAIR 100 60 36 (-) IR (30%) -30 -18 -10,8 LL 70 42 25,2 ROE (%) 17,5 21 31,5
  44. 44. No mundo perfeito <ul><li>DRE </li></ul><ul><li>Receitas </li></ul><ul><li>(-) Deduções </li></ul><ul><li>(-) Custos </li></ul><ul><li>(-) Despesas </li></ul><ul><ul><li>Despesas financeiras </li></ul></ul><ul><li>(-) IR </li></ul><ul><li>(=) Lucro Líquido </li></ul>Credores Sócios Acionista corre maior risco!!! No mundo real … Capital próprio é mais caro!!!

×