Criar aprender - Prof. Paulo Campos

756 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
756
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criar aprender - Prof. Paulo Campos

  1. 1. Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e MBA Criar e Aprender Prof. MSc. Paulo Campos Abril 2012Prof. MSc. Paulo Campos Criar e Aprender
  2. 2. cria & aprender
  3. 3. Agenda de hoje!Abertura e objetivosSua experiência e sua trilha aqui....Criatividade e InovaçãoEstilos de aprendizadoSaber e não fazer, ainda é não saberComentários e Próximos Passos
  4. 4. A Motivação internaé composta por três elementos fundamentais: Necessidade de se autodirigir, DIFERENTE de ser Autonomia independente. Necessidade de Propósito fazer parte de algo maior. O Excelência Necessidade de trabalho precisa fazer algo melhor ou fazer sentido. de forma mais eficiente. Vontade de se superar.
  5. 5. Você éCriativo ou criativa?
  6. 6. Qual é a figura diferente das demais? B AC E D
  7. 7. CONCEITOS SOBRE A CRIATIVIDADE 1. Qualquer ato pode ser criativo.2. A criatividade é uma questão de perspectiva. 3. Sempre há mais de uma resposta certa.4. Reenquadre problemas como oportunidades. 5. Não tenha medo de cometer erros. 6. Rompa o padrão. 7. Treine a sua técnica. 8. Você precisa realmente se importar.9. Olhar para o ordinário e ver o extraordinário.
  8. 8. Os componentes da criatividade Motivação Conhecimento Habilidade
  9. 9. DE QUE MANEIRAS chegamos à idéia criativa ?• DIVERGÊNCIA • Adiar o Julgamento • Pegar Carona • Quantidade• CONVERGÊNCIA • Julgar Afirmativamente • Aceitar o novo • Qualidade A Idéia é o início do Pensamento Criativo
  10. 10. DURANTE E DEPOIS DO PROCESSO CRIATIVO... Substituir Combinar Acrescentar Modificar Propor outros usos Eliminar Reverter
  11. 11. Processo CriativoExplorador Artista Juiz Guerreiro
  12. 12. EXPLORADORÉ o personagem que usamos quando é preciso procurarmatéria-prima paragerar novas idéias.
  13. 13. EXPLORADORSeja CuriosoAdote a visão perceptivaCrie um mapa para se orientarTenha em mente o que procuraSaia do seu quintalExplore outras áreas, outros ramos e setoresBastante não bastaTenha idéias aos montesNão tenha medo de se perderEncontrará coisas que nem imaginavaQuebra a rotinaUse obstáculos para sair dos trilhosMude a sintoniaAtente para diferentes tipos de informaçãoNão subestime o óbvioO que está bem diante do seu nariz
  14. 14. ARTISTA É o personagem que nosabre a imaginação e o bomhumor. Sua tarefa é pegar o material coletado peloExplorador e transformá-lo em idéias originais e inovadoras.
  15. 15. ARTISTAAdapteEncontre outros contextos para sua idéia.ImagineE se...?InvertaComo a idéia fica de cabeça para baixo?ConecteAssocie sua idéia a outros finsCompareCrie uma metáforaElimineQuais os tabus? Quais regras podem ser quebradas?ParodieBrinque com as idéias.IncubeDeixe algumas em banho-maria.
  16. 16. JUIZÉ o personagem que avalia. Sua função é examinar acriação do artista e decidir o que fazer com ela: realizá-la, modificá-la ou descartá-la.
  17. 17. JUIZObjetivoPara que serve?PrósQuais as vantagens?ContrasQuais as desvantagens?ProbabilidadeQuais as chances de êxito?RevertérioSe falhar o que podemos salvar?MaturidadeO momento ideal para lançar uma idéia?ViesesDe que pressupostos estamos partindo?Veredicto
  18. 18. GUERREIRO É o “empreendedor”. O papel desse personagemé implementar as idéias que o Juiz validou.
  19. 19. GUERREIROSeja OusadoQuais as suas qualidades para realizar?Trace um planoQual a sua estratégia?Atice sua chama interiorO que o motiva a agir?Afie sua espadaQue habilidades precisa desenvolver para implementar?Reforce seu escudoPrepare-se tanto para as críticas e como neutralizá-las.Force a passagemQuais os obstáculos previsíveis?Use bem sua energiaEvite as batalhas inúteis.Saboreie a vitória e aprenda com as derrotasO que você realizou e o que aprendeu?
  20. 20. Ok...Mas o que fazer?ConsciênciaRepertórioExercícios e provocações (diários)Prazer pelo diferente, pelo novoPaixão pela realizaçãoFerramentas
  21. 21. O Ambiente Criativo• Desafio• Liberdade• Recursos• Grupo• Apoio Superior• Apoio da Empresa
  22. 22. Atividade Individual Um amigo conta a você que precisa aprender a andar de BICICLETA. Quais as principais dicas (sugestões de comportamento e ações práticas) que você daria para o desenvolvimento desta competência? Anote sua resposta.
  23. 23. Estilos de AprendizagemAprendizagem VivencialDavid Kolb (1984)Aprendizagem a partir de experiência. Diga-me e esquecerei. Mostre-me e talvez eu me lembrarei. Envolva-me e eu então compreenderei Confúcio, 450 A.C.
  24. 24. Ciclo de Kolb – Para quê? Para melhorar nossas habilidades de: Aprender a aprender Aprender a ensinar Aprender a conduzir organizações
  25. 25. Formas de aprender Experiência Concreta aprender experimentando Relacionar-se com as pessoas Experiências especificas Sensível ao sentimento das pessoasExperimentação Ativa Observação Reflexiva aprender fazendo aprender refletindoMostra capacidade de fazer as coisas Observa antes de julgar Corre riscos Perspectivas diferentes Influenciar pessoas pela ação Significado das coisas Conceituação Abstrata aprender pensando Analisa ideias de forma lógica Planeja de forma sistêmica Usa conhecimento intelectual
  26. 26. Estilos de Aprendizagem Acomodador EC Divergente (Prático) (experiência) Imaginação forte; excelente Ativista; adapta idéias; ligado gerador de idéias; emocional; emocionalmente às pessoas; raciocínio indutivo; interesses intuitivo na tentativa e erro; culturais diversos espontâneo e impaciente EA OR (experimentação) (observação) Convergente AssimiladorAplica idéias; raciocínio dedutivo; prático e aplicado CA Teórico; integra informações; lógico e preciso; interesse nas (conceitos) ciências; reflexivo e paciente
  27. 27. Estilos de Aprendizagem Acomodador EC Divergente (Prático) (experiência) Ser imaginativoFazer o que é necessário Compreender as pessoas Liderar Reconhecer os problemas Correr riscos Brainstorming Ser adaptável Mente aberta EA OR (experimentação) (observação) Convergente Assimilador Solucionar problemas Planejar Tomar decisões CA Criar modelos Raciocinar Definir problemas (conceitos) Definir problemas Desenvolver teorias Ser lógico Ser paciente
  28. 28. Reflexões sobre o ciclo… • Cada processo gera uma forma diferente de conhecimento • Cada processo pode acontecer de maneira independente • A aprendizagem pode começar em qualquer processo do ciclo • A aprendizagem é incompleta se não completa o ciclo
  29. 29. Caracterização dos estilos individuais de aprendizagem EC EXPERIÊNCIA CONCRETA Como você aceita SENTIR a experiência EA OR EXPERIÊNCIA FAZER OBSERVAR OBSERVAÇÃO ATIVA REFLEXIVA PENSARComo você se relaciona CA CONCEITUAÇÃOcom a experiência ABSTRATA
  30. 30. Questões para crescimento1. COM QUE ESTILO EU APRENDO BEM?2. QUAL DOS OUTROS ESTILOS EU MAIS PRECISO DESENVOLVER?3. COMO USAR ESTE APRENDIZADO NA MINHA PRÁTICA?
  31. 31. pvcampos10 pvcampos@terra.com.brPaulo Campos Mochileiro Corporativo

×