Estudo Preliminar dasDiferenças de Género noRendimento Cognitivo na   Esclerose Múltipla                                Au...
IntroduçãoA Esclerose Múltipla (EM) é uma doença decarácter inflamatório, com provável etiologiaauto-imune, que afecta os ...
Quanto ao Género          É no género feminino que a expressão da          doença é prevalente (Antulov et al., 2009; Marr...
DesenvolvimentoÉ uma doença maioritariamente do adultojovem;Tem uma incidência duas a três vezes mais nosexo feminino;    ...
EpidemiologiaA prevalência da EM aumenta com a latitude, ou seja, équase inexistente nas regiões equatoriais, tornando-se ...
PatogeniaPensa-se que a EM seja uma doençaimunomediada, onde os factores genéticos eambientais contribuem para a respostai...
Patogenia (Cont.)                           Activam                  Penetram na  Factores              subpopulações     ...
Tipos de Esclerose Múltipla        - Surtos-Remissão        - Progressiva Primária        - Progressiva Secundária  VI Jor...
Tipos de Esclerose Múltipla   Homens                               Mulheres     Forma                                     ...
Sintomatologia                                  ParésiaMedula                         EspasticidadeEspinhal            Per...
Sintomatologia (Cont.)                                 Desequilíbrio                        Descoordenação dos movimentosC...
Alterações Neuropsicológicas e       Comportamentais                      Dificuldades na evocação                      Le...
Alterações Neuropsicológicas e      Comportamentais (Cont.)                               Baixa iniciativa no discurso esp...
Protocolo                        Teste do Mapa do Zoo                        WCST                        Prova de Memória ...
Amostra Homens                                      Mulheres                         N = 60               N= 40  N= 20 2 -...
Resultados                                                Média                                        Vocabulário   Memór...
Resultados (Cont.)                                                   Média                                                ...
Resultados (Cont.)                                                   Média                                                ...
Resultados (Cont.)                                              Média WCST                                                ...
Resultados (Cont.)                 ANOVA – OneWay                  (Entre Grupos)                                         ...
Resultados (Cont.)                 ANOVA – OneWay                  (Entre Grupos)                      WCST               ...
Resultados (Cont.)               ANOVA – TwoWay         (Entre Escolaridade e Género)                                     ...
Resultados (Cont.)               ANOVA – TwoWay         (Entre Escolaridade e Género)                      WCST           ...
Discussão                     •   Memória Espacial;                     •   Processamento da Informação;Homens            ...
Discussão      Homens vs. Mulheres Não       foram    encontradas        diferenças estatisticamente significativas entre ...
ConclusãoComparando o grupo homens com esclerosemúltipla e mulheres com esclerose múltipla, eapesar de existirem algumas v...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Esclerose Múltipla - Estudo Preliminar das Diferenças de Género no Rendimento Cognitivo

2.458 visualizações

Publicada em

No âmbito das VI Jornadas da Unidade de Neuropsicologia do CHLO "Neuropsicologia de Intervenção", Dezembro de 2010.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.458
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
201
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esclerose Múltipla - Estudo Preliminar das Diferenças de Género no Rendimento Cognitivo

  1. 1. Estudo Preliminar dasDiferenças de Género noRendimento Cognitivo na Esclerose Múltipla Autores: Carina Gonçalves & Góis Horácio VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  2. 2. IntroduçãoA Esclerose Múltipla (EM) é uma doença decarácter inflamatório, com provável etiologiaauto-imune, que afecta os determinantesantigénicos de mielina neuronal, bloqueandoou distorcendo a transmissão dos impulsosnervosos VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  3. 3. Quanto ao Género É no género feminino que a expressão da doença é prevalente (Antulov et al., 2009; Marruso, 2007). Os estudos recentes indicam a probabilidade da existência de determinantes epigénicas, tais como as hormonas ou a dependência da genética sexual, na modulação da doença (Beaumont et al., 1999; Marruso, 2007). O reconhecimento actual do decréscimo da susceptibilidade dos homens em desenvolver a EM (Tremlett, Paty & Devonshire, 2006; Marruso, 2007).VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  4. 4. DesenvolvimentoÉ uma doença maioritariamente do adultojovem;Tem uma incidência duas a três vezes mais nosexo feminino; VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  5. 5. EpidemiologiaA prevalência da EM aumenta com a latitude, ou seja, équase inexistente nas regiões equatoriais, tornando-se maior nas regiões mais próximas dos pólos Doença de etiologia multifactorial Factores Ambientais Factores Genéticos VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  6. 6. PatogeniaPensa-se que a EM seja uma doençaimunomediada, onde os factores genéticos eambientais contribuem para a respostaimunológica alterada Inflamação, desmielinização e perda axonal VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  7. 7. Patogenia (Cont.) Activam Penetram na Factores subpopulações barreira hemato-Desconhecidos de células T encefálica SNC Inflamação Desmielinização Atacam a Perda Axonal membrana de mielina VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  8. 8. Tipos de Esclerose Múltipla - Surtos-Remissão - Progressiva Primária - Progressiva Secundária VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  9. 9. Tipos de Esclerose Múltipla Homens Mulheres Forma Forma Surtos- Primariamente Remissão Progressiva Lesões mais Lesões mais degenerativas inflamatórias VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  10. 10. Sintomatologia ParésiaMedula EspasticidadeEspinhal Perturbações da estabilidade postural Disfunção sexual e esfincteriana Diminuição da acuidade visual Nervos Escotoma Ópticos Alteração da percepção cromática Diplopia Tronco DisartriaCerebral Vertigem Disfagia VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  11. 11. Sintomatologia (Cont.) Desequilíbrio Descoordenação dos movimentosCerebelo Tremor intencional DisartriaHemisférios Cerebrais Grande variabilidade de sinais e sintomas A fadiga é uma das queixas mais comuns e debilitantes, afectando cerca de 90% dos pacientes, com 40% considerando a fadiga como o seu sintoma mais sério VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  12. 12. Alterações Neuropsicológicas e Comportamentais Dificuldades na evocação Lentificação no processamento da informação Dificuldades de Aprendizagem Defeito Baixa fluência verbalCognitivo Dificuldades no planeamento e organização Dificuldades na sustentação da atenção Dificuldades no raciocínio lógico Dificuldades na memória VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  13. 13. Alterações Neuropsicológicas e Comportamentais (Cont.) Baixa iniciativa no discurso espontâneo Labilidade emocional Depressão Sintomas Doença BipolarComportamentais Euforia e Psiquiátricos Psicose Alterações de personalidade Disfunção sexual Fadiga crónica VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  14. 14. Protocolo Teste do Mapa do Zoo WCST Prova de Memória Selectiva (SRT) Prova de Memória Espacial (7/24) Prova de Fluência Verbal (FAS) PASAT Recordação tardia do SRT Recordação tardia do 7/24 Subprova Vocabulário da WAIS-III Bateria de Rao modificadaVI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  15. 15. Amostra Homens Mulheres N = 60 N= 40 N= 20 2 - <8º ano 5 - <8º ano6 – 9-11º ano 14 – 9-11º ano12 - ≥ 12º ano 21 - ≥ 12º ano VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  16. 16. Resultados Média Vocabulário Memória Retenção Verbal da Memória Verbal Homem 44,95 38,95 34,20 Mulher 44,08 44,02 38,68VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  17. 17. Resultados (Cont.) Média Homem Mulher Mem. Espacial A 29,10 27,48 Mem. Espacial B 4,30 3,95 Mem. Espacial C 5,40 4,42 Mem. Espacial D 5,65 5,02VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  18. 18. Resultados (Cont.) Média Homem Mulher PASAT A 41,35 37,26 PASAT B 33,50 31,72 Lista de Palavras 28,50 29,70 Zoo - A 6,95 6,45VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  19. 19. Resultados (Cont.) Média WCST Homem Mulher Nº total tentativas 114,15 108,85 Nº total erros 41,50 43,02 Respostas perseveração 24,15 26,78 Erros perseveração 19,05 19,95 Nº erros não perseveração 21,40 17,65 Insight dos princípios 58,65 51,75 Nº categorias completadas 4,20 4,60 Failure maintain set 1,50 0,77VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  20. 20. Resultados (Cont.) ANOVA – OneWay (Entre Grupos) Sig. Vocabulário ,783 Memória Verbal ,291 Retenção Mem. Verbal ,399 M. Espacial A ,328 M. Espacial B ,531 M. Espacial C ,087 M. Espacial D ,228 PASAT A ,323 PASAT B ,618 Lista Palavras ,694 ZOO - A ,283 α = 5% * Diferenças Significativas (P-value < 0.05)VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  21. 21. Resultados (Cont.) ANOVA – OneWay (Entre Grupos) WCST Sig. Nº Total Tentativas ,361 Nº Total Erros ,803 Respostas Perseveração ,622 Erros Perseveração ,795 Erros Não Perseveração ,231 Insight dos Princípios ,215 Nº Categorias Completadas ,433 Failure to maintain set ,055 α = 5% * Diferenças Significativas (P-value < 0.05)VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  22. 22. Resultados (Cont.) ANOVA – TwoWay (Entre Escolaridade e Género) Sig. Vocabulário ,796 Memória verbal ,421 Retenção memória verbal ,666 Memória Espacial A ,884 Memória Espacial B ,800 Memória Espacial C ,984 Memória Espacial D ,406 PASAT A ,486 PASAT B ,819 Lista Palavras ,473 ZOO A ,739 α = 5% * Diferenças Significativas (P-value < 0.05)VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  23. 23. Resultados (Cont.) ANOVA – TwoWay (Entre Escolaridade e Género) WCST Sig. Nº total tentativas ,929 Nº total erros ,323 Respostas perseveração ,914 Erros perseveração ,507 Nº erros não perseveração ,204 Insight dos princípios da prova ,314 Nº categorias completadas ,843 Failure to maintain set ,159 α = 5% * Diferenças Significativas (P-value < 0.05)VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  24. 24. Discussão • Memória Espacial; • Processamento da Informação;Homens • Menos Respostas de Perseveração; • Menos Erros de Perseveração; • Melhor Insight dos Princípios da Prova; • Memória Verbal; • Fluência Verbal;Mulheres • Melhor capacidade para adequar o desempenho tendo em conta o feedback do examinador; VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  25. 25. Discussão Homens vs. Mulheres Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre homens e mulheres, mesmo tendo em conta o grau de escolaridade.VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz
  26. 26. ConclusãoComparando o grupo homens com esclerosemúltipla e mulheres com esclerose múltipla, eapesar de existirem algumas variações emtermos de média nas diferentes provas utilizadasno protocolo, estas não são estatisticamentesignificativas, ou seja, não foi possível encontrarum perfil de alterações neuropsicológicasbaseadas no género. VI Jornadas de Neuropsicologia – Hospital Egas Moniz

×