SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Espinal Medula 
DE: FRANCISCO MARTINS, Nº9, 10ºGD 
NUNO CAPELA, Nº 1 5 , 10ºGD 
DISCIPLINA: PAFD 
PROFESSOR: HUGO PINTO
Indice 
 3- Espinal Medula 
 4- Arco Reflexo 
 5- Lesões na Espinal Medula 
 5.1- Emergências 
 5.2- Testes na Espinal Medula 
 6- Conclusão
Introdução 
 Vamos falar sobre a Medula espinal, as suas funções, onde 
se situa no corpo humano, as suas leões e as suas 
consequências, sintomas.
Espinal Medula 
 A espinal medula nasce no interior do crânio, a nível do bolbo, e desce 
pelo canal raquidiano, ao centro da coluna vertebral. 
 Esta contém também os centros nervosos que supervisionam a 
respiração, a atividade cardíaca, o estado de vigilância… 
 É constituída por fibras nervosas que têm origem no cérebro e 
terminam nos órgãos. Estas fibras nervosas ligam-se na espinal 
medula, com o objetivo de permitir que os impulsos nervosos alcancem 
o seu destino. 
 Pode-se dizer que as funções da espinal medula são a função condutora 
(transportam informação sensorial para o encéfalo e do encéfalo para 
os músculos) e a função coordenadora (comunicação entre encéfalo e o 
organismo, coordenando as atividades reflexas).
Espinal Medula 
 Arco reflexo, são respostas motoras da espinal medula a 
estímulos externos, sendo este processados sem a 
intervenção do cérebro.
Espinal Medula 
 A espinal medula pode ser lesionada de muitas maneiras, produzindo 
diversos padrões de sintomas, estes padrões permitem que o médico 
possa determinar a localização da lesão espinal. As lesões da espinal 
medula podem ser consequência de uma secção ocorrida durante um 
acidente, uma compressão ou uma infeção. Pode sofrer danos quando é 
interrompido o fluxo sanguíneo ou por doenças que alteram a função 
nervosa (como quistos da medula espinal, espondilose cervical ou 
esclerose múltipla).
Espinal Medula 
 O trauma na espinal medula é uma emergência médica que requer 
atenção imediata. 
 O médico realizará um exame físico, inclusive neurológico. Isso vai 
ajudar a identificar a localização exata da lesão, se ela ainda for 
desconhecida. Alguns reflexos podem ficar irregulares ou ausentes. 
Alguns reflexos podem lentamente retornar conforme o inchaço vai 
diminuindo.
Espinal Medula 
 Os seguintes testes podem ser requisitados: 
 Uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética da coluna 
para mostrar a localização e extensão do trauma e revelar problemas 
como coágulos sanguíneos (hematomas). 
 Mielograma (um raio X da coluna após a injeção de um corante) pode 
ser necessário em casos raros. 
 Exames de potencial evocado somatossensorial ou estimulação 
magnética podem mostrar se os sinais nervosos conseguem passar 
através da medula espinal. 
 Raios X da coluna podem mostrar fraturas ou lesões nos ossos da 
coluna.
Conclusão 
 Com este trabalho aprendi o que era a Espinal 
Medula, como funciona, suas lesões, perigo das 
lesões, testes que devem/podem ser feitos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Anatomia do sistema nervoso periférico
Anatomia do sistema nervoso periféricoAnatomia do sistema nervoso periférico
Anatomia do sistema nervoso periféricoCaio Maximino
 
Atlas de neuroanatomia
Atlas de neuroanatomiaAtlas de neuroanatomia
Atlas de neuroanatomiacarlos freire
 
Anatomia do sistema nervoso i
Anatomia do sistema nervoso iAnatomia do sistema nervoso i
Anatomia do sistema nervoso iKárita Botelho
 
3. Organização estrutural do sistema nervoso
3. Organização estrutural do sistema nervoso3. Organização estrutural do sistema nervoso
3. Organização estrutural do sistema nervosoAntonio Francisco
 
Sistema nervoso-2014-
Sistema nervoso-2014-Sistema nervoso-2014-
Sistema nervoso-2014-Ana Loren
 
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO Laiz Cristina
 
Nervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhais
Nervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhaisNervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhais
Nervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhaisOlavo Valente
 
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso HumanoAnatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso HumanoEgberto Neto
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointBio
 
Sistema nervoso2
Sistema nervoso2Sistema nervoso2
Sistema nervoso2mariabraz
 
Órgãos dos sentidos e o sistema nervoso
Órgãos dos sentidos e o sistema nervosoÓrgãos dos sentidos e o sistema nervoso
Órgãos dos sentidos e o sistema nervosoGeo
 
Medresumos 2016 neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebral
Medresumos 2016   neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebralMedresumos 2016   neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebral
Medresumos 2016 neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebralJucie Vasconcelos
 

Mais procurados (19)

Neuroanatomia
NeuroanatomiaNeuroanatomia
Neuroanatomia
 
Anatomia do sistema nervoso periférico
Anatomia do sistema nervoso periféricoAnatomia do sistema nervoso periférico
Anatomia do sistema nervoso periférico
 
Introdução a Neuroanatomia e Neurofisiologia
Introdução a Neuroanatomia e NeurofisiologiaIntrodução a Neuroanatomia e Neurofisiologia
Introdução a Neuroanatomia e Neurofisiologia
 
Filogenese do Sistema Nervoso
Filogenese do Sistema NervosoFilogenese do Sistema Nervoso
Filogenese do Sistema Nervoso
 
Atlas de neuroanatomia
Atlas de neuroanatomiaAtlas de neuroanatomia
Atlas de neuroanatomia
 
Anatomia do sistema nervoso i
Anatomia do sistema nervoso iAnatomia do sistema nervoso i
Anatomia do sistema nervoso i
 
Neuroanatomia
NeuroanatomiaNeuroanatomia
Neuroanatomia
 
3. Organização estrutural do sistema nervoso
3. Organização estrutural do sistema nervoso3. Organização estrutural do sistema nervoso
3. Organização estrutural do sistema nervoso
 
Sistema nervoso-2014-
Sistema nervoso-2014-Sistema nervoso-2014-
Sistema nervoso-2014-
 
Anatomia aula ii
Anatomia aula iiAnatomia aula ii
Anatomia aula ii
 
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
 
Neuroanatomia Inicial
Neuroanatomia Inicial Neuroanatomia Inicial
Neuroanatomia Inicial
 
Nervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhais
Nervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhaisNervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhais
Nervos em geral – terminações nervosas – nervos espinhais
 
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso HumanoAnatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
 
Sistema nervoso2
Sistema nervoso2Sistema nervoso2
Sistema nervoso2
 
Órgãos dos sentidos e o sistema nervoso
Órgãos dos sentidos e o sistema nervosoÓrgãos dos sentidos e o sistema nervoso
Órgãos dos sentidos e o sistema nervoso
 
Medresumos 2016 neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebral
Medresumos 2016   neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebralMedresumos 2016   neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebral
Medresumos 2016 neuroanatomia 14 - aspectos funcionais do córtex cerebral
 
Princípios de neuroanatomia
Princípios de neuroanatomiaPrincípios de neuroanatomia
Princípios de neuroanatomia
 

Destaque (20)

A espinal medula
A espinal medula A espinal medula
A espinal medula
 
MEDULA ESPINAL
MEDULA ESPINALMEDULA ESPINAL
MEDULA ESPINAL
 
Medula Espinal
Medula EspinalMedula Espinal
Medula Espinal
 
Sistema nervoso 2011
Sistema nervoso 2011Sistema nervoso 2011
Sistema nervoso 2011
 
sistema nervoso
sistema nervoso sistema nervoso
sistema nervoso
 
Medula espinal
Medula espinalMedula espinal
Medula espinal
 
Hematologia
Hematologia Hematologia
Hematologia
 
Leucemias ucb
Leucemias ucbLeucemias ucb
Leucemias ucb
 
Hematologia
HematologiaHematologia
Hematologia
 
Sn sistema nervoso periférico
Sn sistema nervoso periféricoSn sistema nervoso periférico
Sn sistema nervoso periférico
 
Fisiologia - Sistema Nervoso Central
Fisiologia - Sistema Nervoso CentralFisiologia - Sistema Nervoso Central
Fisiologia - Sistema Nervoso Central
 
Medula espinal
Medula espinalMedula espinal
Medula espinal
 
Leucemias
LeucemiasLeucemias
Leucemias
 
Sistema Nervoso Periférico
Sistema Nervoso PeriféricoSistema Nervoso Periférico
Sistema Nervoso Periférico
 
O Papel do Laboratório no Diagnóstico das Neoplasias Hematológicas
O Papel do Laboratório no Diagnóstico das Neoplasias HematológicasO Papel do Laboratório no Diagnóstico das Neoplasias Hematológicas
O Papel do Laboratório no Diagnóstico das Neoplasias Hematológicas
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
2º aula medula espinhal
2º aula medula espinhal2º aula medula espinhal
2º aula medula espinhal
 
Medula Espinhal - Macroscopia
Medula Espinhal - MacroscopiaMedula Espinhal - Macroscopia
Medula Espinhal - Macroscopia
 
Psicologia: cérebro
Psicologia: cérebroPsicologia: cérebro
Psicologia: cérebro
 
Medula espinhal
Medula espinhalMedula espinhal
Medula espinhal
 

Semelhante a Espinal medula

TRM -puc goiás sem fotos pctes (1).ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes (1).pptTRM -puc goiás sem fotos pctes (1).ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes (1).pptELIANAPEREIRA93
 
TRM -puc goiás sem fotos pctes.ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes.pptTRM -puc goiás sem fotos pctes.ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes.pptELIANAPEREIRA93
 
Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...
Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...
Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...Clécia Maria Limeira
 
introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema Nervosos
 introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema Nervosos introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema Nervosos
introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema NervososMarliaSousa8
 
Traumatismo crânio encefálico
Traumatismo crânio encefálicoTraumatismo crânio encefálico
Traumatismo crânio encefálicoNadjadBarros
 
Sistema nervoso e as principais doenças.ppt
Sistema nervoso e as principais doenças.pptSistema nervoso e as principais doenças.ppt
Sistema nervoso e as principais doenças.pptFernandoAugusto790354
 
Sistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptx
Sistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptxSistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptx
Sistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptxGabrielaRodrigues515262
 
Anatomia dos animais de produção ii
Anatomia dos animais de produção iiAnatomia dos animais de produção ii
Anatomia dos animais de produção iiFrancismara Carreira
 
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptxAULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptxFabianoDoVale
 
Semiologia i aula 8 -semiologia neurológica i
Semiologia i   aula 8 -semiologia neurológica iSemiologia i   aula 8 -semiologia neurológica i
Semiologia i aula 8 -semiologia neurológica iadrianomedico
 
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimentoO papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimentomluisavalente
 

Semelhante a Espinal medula (20)

TRM -puc goiás sem fotos pctes (1).ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes (1).pptTRM -puc goiás sem fotos pctes (1).ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes (1).ppt
 
TRM -puc goiás sem fotos pctes.ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes.pptTRM -puc goiás sem fotos pctes.ppt
TRM -puc goiás sem fotos pctes.ppt
 
Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...
Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...
Aparelho que auxilia na localização do nervo facial durante cirurgia de parót...
 
Nervoso
NervosoNervoso
Nervoso
 
Traumatismo cranioencefálico (1)
Traumatismo cranioencefálico (1)Traumatismo cranioencefálico (1)
Traumatismo cranioencefálico (1)
 
Fasciculo3
Fasciculo3Fasciculo3
Fasciculo3
 
Wesley- 8A1
Wesley- 8A1Wesley- 8A1
Wesley- 8A1
 
introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema Nervosos
 introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema Nervosos introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema Nervosos
introd a neuro, filogenese, embriologia e divisão do Sistema Nervosos
 
Traumatismo crânio encefálico
Traumatismo crânio encefálicoTraumatismo crânio encefálico
Traumatismo crânio encefálico
 
Neuro ciências
Neuro ciênciasNeuro ciências
Neuro ciências
 
Paralisia Facial.pptx
Paralisia Facial.pptxParalisia Facial.pptx
Paralisia Facial.pptx
 
dst
dstdst
dst
 
Sistema nervoso e as principais doenças.ppt
Sistema nervoso e as principais doenças.pptSistema nervoso e as principais doenças.ppt
Sistema nervoso e as principais doenças.ppt
 
Nervoso importancia
Nervoso importanciaNervoso importancia
Nervoso importancia
 
Sistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptx
Sistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptxSistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptx
Sistema_nervoso_----_corrigido_ (1).pptx
 
Anatomia dos animais de produção ii
Anatomia dos animais de produção iiAnatomia dos animais de produção ii
Anatomia dos animais de produção ii
 
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptxAULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Semiologia i aula 8 -semiologia neurológica i
Semiologia i   aula 8 -semiologia neurológica iSemiologia i   aula 8 -semiologia neurológica i
Semiologia i aula 8 -semiologia neurológica i
 
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimentoO papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
 

Último

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...azulassessoria9
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...azulassessoria9
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfAutonoma
 
Aula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemáticaAula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemáticaJulianeNassaralla1
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxOrações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxKtiaOliveira68
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreLeandroLima265595
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 

Último (20)

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
 
Aula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemáticaAula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemática
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxOrações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 

Espinal medula

  • 1. Espinal Medula DE: FRANCISCO MARTINS, Nº9, 10ºGD NUNO CAPELA, Nº 1 5 , 10ºGD DISCIPLINA: PAFD PROFESSOR: HUGO PINTO
  • 2. Indice  3- Espinal Medula  4- Arco Reflexo  5- Lesões na Espinal Medula  5.1- Emergências  5.2- Testes na Espinal Medula  6- Conclusão
  • 3. Introdução  Vamos falar sobre a Medula espinal, as suas funções, onde se situa no corpo humano, as suas leões e as suas consequências, sintomas.
  • 4. Espinal Medula  A espinal medula nasce no interior do crânio, a nível do bolbo, e desce pelo canal raquidiano, ao centro da coluna vertebral.  Esta contém também os centros nervosos que supervisionam a respiração, a atividade cardíaca, o estado de vigilância…  É constituída por fibras nervosas que têm origem no cérebro e terminam nos órgãos. Estas fibras nervosas ligam-se na espinal medula, com o objetivo de permitir que os impulsos nervosos alcancem o seu destino.  Pode-se dizer que as funções da espinal medula são a função condutora (transportam informação sensorial para o encéfalo e do encéfalo para os músculos) e a função coordenadora (comunicação entre encéfalo e o organismo, coordenando as atividades reflexas).
  • 5. Espinal Medula  Arco reflexo, são respostas motoras da espinal medula a estímulos externos, sendo este processados sem a intervenção do cérebro.
  • 6. Espinal Medula  A espinal medula pode ser lesionada de muitas maneiras, produzindo diversos padrões de sintomas, estes padrões permitem que o médico possa determinar a localização da lesão espinal. As lesões da espinal medula podem ser consequência de uma secção ocorrida durante um acidente, uma compressão ou uma infeção. Pode sofrer danos quando é interrompido o fluxo sanguíneo ou por doenças que alteram a função nervosa (como quistos da medula espinal, espondilose cervical ou esclerose múltipla).
  • 7. Espinal Medula  O trauma na espinal medula é uma emergência médica que requer atenção imediata.  O médico realizará um exame físico, inclusive neurológico. Isso vai ajudar a identificar a localização exata da lesão, se ela ainda for desconhecida. Alguns reflexos podem ficar irregulares ou ausentes. Alguns reflexos podem lentamente retornar conforme o inchaço vai diminuindo.
  • 8. Espinal Medula  Os seguintes testes podem ser requisitados:  Uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética da coluna para mostrar a localização e extensão do trauma e revelar problemas como coágulos sanguíneos (hematomas).  Mielograma (um raio X da coluna após a injeção de um corante) pode ser necessário em casos raros.  Exames de potencial evocado somatossensorial ou estimulação magnética podem mostrar se os sinais nervosos conseguem passar através da medula espinal.  Raios X da coluna podem mostrar fraturas ou lesões nos ossos da coluna.
  • 9. Conclusão  Com este trabalho aprendi o que era a Espinal Medula, como funciona, suas lesões, perigo das lesões, testes que devem/podem ser feitos.