SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Identidade dos Espíritos
Estelionatário Marco Antônio de
Castro
Pedagogo e escritor Roberto Carlos Ramos
Dr. Albert Schweitzer, 1º Médico Sem Fronteiras Dr. Harold Shipman, o “Dr. Morte”
Mary Jane Bethune, educadora
americana pioneira e líder dos direitos
civis
Dorothea Puente, serial killer americana
Bonnie & Clyde, casal de ladrões e assassinos
americanos
Pierre e Marie Curie, casal de cientistas responsáveis
pela descoberta da radiação, ganhadores do Nobel
Como reconhecer a identidade
dos Espíritos?
• A questão da identidade dos Espíritos é complexa, exigindo bom
senso e sólido conhecimento espírita, senão de outras áreas do saber
humano, sobretudo no que diz respeito à manifestação de Espíritos
que se identificam com o nome de personalidades importantes que
viveram em épocas passadas. Todo cuidado é pouco em relação a
este assunto.
• Uma vez que no meio dos Espíritos se encontram todos os caprichos
da humanidade, não podem deixar de existir entre eles os ardilosos e
os mentirosos, alguns não tem o menor escrúpulo de se apresentar
sob os mais respeitáveis nomes, com o fim de inspirarem mais
confiança. Devemos, pois, abster-nos de crer de um modo absoluto na
autenticidade de todas as assinaturas de Espíritos
Emmanuel, Vinha de Luz
• Se o mensageiro não traz as características de Jesus, convém negar-
lhe guarida, de caráter absoluto, na casa íntima, proporcionando-lhe,
porém, algo das preciosas bênçãos que conseguimos recolher, em
nosso benefício, no setor das utilidades essenciais. [...] O problema
não é o de nos informarmos se alguém está falando em nome do
Senhor, antes de tudo, importa saber se o portador possui algo do
Cristo para dar. (15)
questão 464 de O Livro dos Espíritos:
• “Como distinguirmos se um pensamento sugerido procede de um
bom Espírito ou de um Espírito mau?
• Estudai o caso. Os bons Espíritos só para o bem aconselham.
Compete-vos discernir”.
• “Se a identidade absoluta dos Espíritos é, em muitos casos,
uma questão acessória e sem importância, o mesmo já não se
dá com a distinção a ser feita entre bons e maus Espíritos.
Pode ser-nos indiferente a individualidade deles; suas
qualidades, nunca”. ( Item 262 - Livro dos Médiuns)
• É preciso distinguir como os Espíritos são, para podermos
tratar com eles. Conforme o caso, advertir, esclarecer,
confortar; ou, então, pedir ajuda e receber instruções.
NAS COMUNICAÇÕES INSTRUTIVAS
Quando o Espírito comunicante quer nos instruir e orientar, é
necessário, mais do que nunca:
1) analisar sua mensagem, comportamento e
linguagem, para avaliar a sua natureza(saber se
é um bom ou mau espírito);
2) dialogar com ele, pedindo explicações para
esclarecermos pontos para nós obscuros;
•3) Devemos rejeitar tudo que não nos parecer
aproveitável, benéfico, lógico e de bom senso.
•“Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma
única falsidade, uma só teoria errônea”.
( Erasto,Cap. 20, item 230, “O Livro dos Médiuns”).
• Não poderemos permitir que o Espírito use um nome querido e
venerado se não se mostrar à altura da identidade assumida.
• Se usar de nomes famosos ou históricos, também é preciso avaliar
se o que diz e faz está de acordo com o nome sob o qual se
apresenta.
• Mas não basta que um Espírito tenha sido, na Terra, um grande
homem para que, no mundo espiritual, se ache de posse da
soberana ciência; pode estar, ainda, sob o império dos preconceitos
da vida corpórea.
• Não constituem sinal de superioridade os conhecimentos de que
alguns Espíritos se enfeitam, se não acompanhados de pureza de
sentimentos morais.
Filtros
Ao avaliar a produção de um espírito através da mediunidade, é preciso
lembrar que médium e meio sempre exercem influência na
manifestação do espírito.
Assim, convém Levar em conta:
 1) as condições do ambiente da reunião e as qualidades do médium que
serviu de intermediário;
 2) qual o clima mental do médium na oportunidade da comunicação
(nem sempre o médium consegue a melhor sintonia com o espírito).
 Item 186, Cap. XVI, 2ª Parte, de “O Livro dos Médiuns”
DIFERENÇA NAS ATITUDES DOS BONS E DOS MAUS ESPÍRITOS
Aula 8   Identidade dos Espíritos
Aula 8   Identidade dos Espíritos
Aula 8   Identidade dos Espíritos
Aula 8   Identidade dos Espíritos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan KardecSonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardecmarjoriestavismeyer
 
Quarto Módulo - 11ª aula identidade dos espíritos e evocação dos espiritos
Quarto Módulo - 11ª aula   identidade dos espíritos e evocação dos espiritosQuarto Módulo - 11ª aula   identidade dos espíritos e evocação dos espiritos
Quarto Módulo - 11ª aula identidade dos espíritos e evocação dos espiritosCeiClarencio
 
Estados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hsEstados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hshome
 
Livro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos Espiritos
Livro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos EspiritosLivro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos Espiritos
Livro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos EspiritosPatricia Farias
 
Desencarne
DesencarneDesencarne
DesencarneFatoze
 
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 
Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Graça Maciel
 
2.9.3 Afeição dos Espíritos por certas pessoas
2.9.3   Afeição dos Espíritos por certas pessoas2.9.3   Afeição dos Espíritos por certas pessoas
2.9.3 Afeição dos Espíritos por certas pessoasMarta Gomes
 
Terceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meio
Terceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meioTerceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meio
Terceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meioCeiClarencio
 
Mistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismoMistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismojcevadro
 
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provasReencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provasEduardo Ottonelli Pithan
 
6ª aula manifestaçoes visuais - coem
6ª aula   manifestaçoes visuais - coem6ª aula   manifestaçoes visuais - coem
6ª aula manifestaçoes visuais - coemWagner Quadros
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusAntonino Silva
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoHenrique Vieira
 
12ª aula riscos da mediunidade, perda e suspensão da faculdade
12ª aula   riscos da  mediunidade, perda e suspensão da faculdade12ª aula   riscos da  mediunidade, perda e suspensão da faculdade
12ª aula riscos da mediunidade, perda e suspensão da faculdadeWagner Quadros
 

Mais procurados (20)

Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
Palestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritualPalestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritual
 
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan KardecSonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
 
Quarto Módulo - 11ª aula identidade dos espíritos e evocação dos espiritos
Quarto Módulo - 11ª aula   identidade dos espíritos e evocação dos espiritosQuarto Módulo - 11ª aula   identidade dos espíritos e evocação dos espiritos
Quarto Módulo - 11ª aula identidade dos espíritos e evocação dos espiritos
 
Estados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hsEstados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hs
 
Livro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos Espiritos
Livro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos EspiritosLivro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos Espiritos
Livro dos Mediuns cap XXI_Da Identidade dos Espiritos
 
Desencarne
DesencarneDesencarne
Desencarne
 
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
 
Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!
 
Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1
 
Vida no plano espíritual
Vida no plano espíritualVida no plano espíritual
Vida no plano espíritual
 
2.9.3 Afeição dos Espíritos por certas pessoas
2.9.3   Afeição dos Espíritos por certas pessoas2.9.3   Afeição dos Espíritos por certas pessoas
2.9.3 Afeição dos Espíritos por certas pessoas
 
Terceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meio
Terceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meioTerceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meio
Terceiro Módulo - 7ª aula - Da influência do meio
 
Mistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismoMistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismo
 
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provasReencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
 
6ª aula manifestaçoes visuais - coem
6ª aula   manifestaçoes visuais - coem6ª aula   manifestaçoes visuais - coem
6ª aula manifestaçoes visuais - coem
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
12ª aula riscos da mediunidade, perda e suspensão da faculdade
12ª aula   riscos da  mediunidade, perda e suspensão da faculdade12ª aula   riscos da  mediunidade, perda e suspensão da faculdade
12ª aula riscos da mediunidade, perda e suspensão da faculdade
 
Sonhos na visão espírita
Sonhos na visão espíritaSonhos na visão espírita
Sonhos na visão espírita
 

Destaque

Aula 6 Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6   Mecanismo das Comunicações MediúnicasAula 6   Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6 Mecanismo das Comunicações MediúnicasEHMANA
 
O Desafio de Identificar os Espíritos
O Desafio de Identificar os EspíritosO Desafio de Identificar os Espíritos
O Desafio de Identificar os Espíritosigmateus
 
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...Leonardo Pereira
 
3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coemWagner Quadros
 
Qualificação e prática da mediunidade
Qualificação e prática da mediunidadeQualificação e prática da mediunidade
Qualificação e prática da mediunidadeFrancisco José
 
Como avaliar se a reunião mediúnica esta bem
Como avaliar  se a reunião mediúnica esta bemComo avaliar  se a reunião mediúnica esta bem
Como avaliar se a reunião mediúnica esta bemGraça Maciel
 
O centro espírita os médiuns e a prática cópia
O centro espírita os médiuns e a prática   cópiaO centro espírita os médiuns e a prática   cópia
O centro espírita os médiuns e a prática cópiaLeonardo Pereira
 
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...CeiClarencio
 
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritosTerceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritosCeiClarencio
 
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hsO papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hshome
 
Mediunidade aula 15 - reunioes mediunicas
Mediunidade   aula 15 - reunioes mediunicasMediunidade   aula 15 - reunioes mediunicas
Mediunidade aula 15 - reunioes mediunicasAugusto Luvisotto
 
Identidade e evocação dos espíritos
Identidade e evocação dos espíritosIdentidade e evocação dos espíritos
Identidade e evocação dos espíritosPower Point
 
27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunica
27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunica27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunica
27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunicaAntonio SSantos
 
8ª aula do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coem
8ª aula   do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coem8ª aula   do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coem
8ª aula do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coemWagner Quadros
 
Causas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência UrbanaCausas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência UrbanaThiago Rodrigues
 
Aula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇAAula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇAFlávio Soares
 

Destaque (20)

Aula 6 Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6   Mecanismo das Comunicações MediúnicasAula 6   Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6 Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
 
O Desafio de Identificar os Espíritos
O Desafio de Identificar os EspíritosO Desafio de Identificar os Espíritos
O Desafio de Identificar os Espíritos
 
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...
 
3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coem
 
Qualificação e prática da mediunidade
Qualificação e prática da mediunidadeQualificação e prática da mediunidade
Qualificação e prática da mediunidade
 
Como avaliar se a reunião mediúnica esta bem
Como avaliar  se a reunião mediúnica esta bemComo avaliar  se a reunião mediúnica esta bem
Como avaliar se a reunião mediúnica esta bem
 
O centro espírita os médiuns e a prática cópia
O centro espírita os médiuns e a prática   cópiaO centro espírita os médiuns e a prática   cópia
O centro espírita os médiuns e a prática cópia
 
Reuniões Mediúnicas
Reuniões MediúnicasReuniões Mediúnicas
Reuniões Mediúnicas
 
Dairson: Reunião Mediúnica
Dairson: Reunião MediúnicaDairson: Reunião Mediúnica
Dairson: Reunião Mediúnica
 
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
 
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritosTerceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
 
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hsO papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
 
Mediunidade aula 15 - reunioes mediunicas
Mediunidade   aula 15 - reunioes mediunicasMediunidade   aula 15 - reunioes mediunicas
Mediunidade aula 15 - reunioes mediunicas
 
Identidade e evocação dos espíritos
Identidade e evocação dos espíritosIdentidade e evocação dos espíritos
Identidade e evocação dos espíritos
 
Curso para doutrinadores
Curso para doutrinadoresCurso para doutrinadores
Curso para doutrinadores
 
Olm 101020-identidade dos espíritos-das evocações
Olm 101020-identidade dos espíritos-das evocaçõesOlm 101020-identidade dos espíritos-das evocações
Olm 101020-identidade dos espíritos-das evocações
 
27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunica
27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunica27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunica
27 a epifise e o mecanismo da comunicação mediunica
 
8ª aula do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coem
8ª aula   do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coem8ª aula   do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coem
8ª aula do papel dos mediuns nas comunicações espiritas - coem
 
Causas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência UrbanaCausas para explicar a Violência Urbana
Causas para explicar a Violência Urbana
 
Aula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇAAula 2 CENTROS DE FORÇA
Aula 2 CENTROS DE FORÇA
 

Semelhante a Aula 8 Identidade dos Espíritos

Doutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismoDoutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismoProf. Paulo Ratki
 
Doutrina Espírita
Doutrina EspíritaDoutrina Espírita
Doutrina Espíritadivinaluztk
 
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Falsos Cristos  - Falsos ProfetasFalsos Cristos  - Falsos Profetas
Falsos Cristos - Falsos ProfetasClea Alves
 
19 identificação dos espíritos
19 identificação dos espíritos19 identificação dos espíritos
19 identificação dos espíritosAntonio SSantos
 
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptA Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptEdsonAguiar30
 
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetasPalestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetasTiburcio Santos
 
10ª aula riscos da mediunidade - coem
10ª aula   riscos da mediunidade - coem10ª aula   riscos da mediunidade - coem
10ª aula riscos da mediunidade - coemWagner Quadros
 
20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiões
20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiões20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiões
20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiõesfree
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosEduardo Henrique Marçal
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritosAntonio SSantos
 
Seminario_mediuns obsidiados.pptx
Seminario_mediuns obsidiados.pptxSeminario_mediuns obsidiados.pptx
Seminario_mediuns obsidiados.pptxmsdbiasi
 
20 evocações dos espíritos
20 evocações dos espíritos20 evocações dos espíritos
20 evocações dos espíritosAntonio SSantos
 
Mistificações
MistificaçõesMistificações
Mistificaçõesigmateus
 
Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasVanda Machado
 
Falsos cristos falsos profetas
Falsos cristos   falsos profetasFalsos cristos   falsos profetas
Falsos cristos falsos profetasClea Alves
 

Semelhante a Aula 8 Identidade dos Espíritos (20)

Doutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismoDoutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismo
 
Doutrina Espírita
Doutrina EspíritaDoutrina Espírita
Doutrina Espírita
 
01
0101
01
 
01
0101
01
 
O livro dos médiuns - Sistemas
O livro dos médiuns -  SistemasO livro dos médiuns -  Sistemas
O livro dos médiuns - Sistemas
 
Falsos Cristos - Falsos Profetas
Falsos Cristos  - Falsos ProfetasFalsos Cristos  - Falsos Profetas
Falsos Cristos - Falsos Profetas
 
19 identificação dos espíritos
19 identificação dos espíritos19 identificação dos espíritos
19 identificação dos espíritos
 
O Livro dos Médiuns.pptx
O Livro dos Médiuns.pptxO Livro dos Médiuns.pptx
O Livro dos Médiuns.pptx
 
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptA Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
 
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetasPalestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
Palestra ESE 21 Falsos cristos e profetas
 
10ª aula riscos da mediunidade - coem
10ª aula   riscos da mediunidade - coem10ª aula   riscos da mediunidade - coem
10ª aula riscos da mediunidade - coem
 
20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiões
20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiões20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiões
20ª aula parte a O Sobrenatural e as Religiões
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os Espíritos
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos
 
Seminario_mediuns obsidiados.pptx
Seminario_mediuns obsidiados.pptxSeminario_mediuns obsidiados.pptx
Seminario_mediuns obsidiados.pptx
 
20 evocações dos espíritos
20 evocações dos espíritos20 evocações dos espíritos
20 evocações dos espíritos
 
Ética
Ética Ética
Ética
 
Mistificações
MistificaçõesMistificações
Mistificações
 
Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetas
 
Falsos cristos falsos profetas
Falsos cristos   falsos profetasFalsos cristos   falsos profetas
Falsos cristos falsos profetas
 

Mais de EHMANA

Aula 8 Identidade dos Espíritos
Aula 8   Identidade dos EspíritosAula 8   Identidade dos Espíritos
Aula 8 Identidade dos EspíritosEHMANA
 
Influencia dos Espiritos
Influencia dos EspiritosInfluencia dos Espiritos
Influencia dos EspiritosEHMANA
 
Aula 5 Centros de Força
Aula 5   Centros de ForçaAula 5   Centros de Força
Aula 5 Centros de ForçaEHMANA
 
Aula 4 mediunidade e moral
Aula 4   mediunidade e moralAula 4   mediunidade e moral
Aula 4 mediunidade e moralEHMANA
 
REGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANA
REGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANAREGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANA
REGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANAEHMANA
 
Aula 3 perispírito
Aula 3   perispíritoAula 3   perispírito
Aula 3 perispíritoEHMANA
 

Mais de EHMANA (6)

Aula 8 Identidade dos Espíritos
Aula 8   Identidade dos EspíritosAula 8   Identidade dos Espíritos
Aula 8 Identidade dos Espíritos
 
Influencia dos Espiritos
Influencia dos EspiritosInfluencia dos Espiritos
Influencia dos Espiritos
 
Aula 5 Centros de Força
Aula 5   Centros de ForçaAula 5   Centros de Força
Aula 5 Centros de Força
 
Aula 4 mediunidade e moral
Aula 4   mediunidade e moralAula 4   mediunidade e moral
Aula 4 mediunidade e moral
 
REGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANA
REGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANAREGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANA
REGULAMENTO INTERNO ESPAÇO UMBANDA - EHMANA
 
Aula 3 perispírito
Aula 3   perispíritoAula 3   perispírito
Aula 3 perispírito
 

Último

Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...edsonjsmarques
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024thandreola
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfFrancisco Baptista
 
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2emprego2
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxCelso Napoleon
 

Último (11)

Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
 
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 

Aula 8 Identidade dos Espíritos

  • 2. Estelionatário Marco Antônio de Castro Pedagogo e escritor Roberto Carlos Ramos
  • 3. Dr. Albert Schweitzer, 1º Médico Sem Fronteiras Dr. Harold Shipman, o “Dr. Morte”
  • 4. Mary Jane Bethune, educadora americana pioneira e líder dos direitos civis Dorothea Puente, serial killer americana
  • 5. Bonnie & Clyde, casal de ladrões e assassinos americanos Pierre e Marie Curie, casal de cientistas responsáveis pela descoberta da radiação, ganhadores do Nobel
  • 6. Como reconhecer a identidade dos Espíritos?
  • 7.
  • 8.
  • 9. • A questão da identidade dos Espíritos é complexa, exigindo bom senso e sólido conhecimento espírita, senão de outras áreas do saber humano, sobretudo no que diz respeito à manifestação de Espíritos que se identificam com o nome de personalidades importantes que viveram em épocas passadas. Todo cuidado é pouco em relação a este assunto.
  • 10. • Uma vez que no meio dos Espíritos se encontram todos os caprichos da humanidade, não podem deixar de existir entre eles os ardilosos e os mentirosos, alguns não tem o menor escrúpulo de se apresentar sob os mais respeitáveis nomes, com o fim de inspirarem mais confiança. Devemos, pois, abster-nos de crer de um modo absoluto na autenticidade de todas as assinaturas de Espíritos
  • 11. Emmanuel, Vinha de Luz • Se o mensageiro não traz as características de Jesus, convém negar- lhe guarida, de caráter absoluto, na casa íntima, proporcionando-lhe, porém, algo das preciosas bênçãos que conseguimos recolher, em nosso benefício, no setor das utilidades essenciais. [...] O problema não é o de nos informarmos se alguém está falando em nome do Senhor, antes de tudo, importa saber se o portador possui algo do Cristo para dar. (15)
  • 12. questão 464 de O Livro dos Espíritos: • “Como distinguirmos se um pensamento sugerido procede de um bom Espírito ou de um Espírito mau? • Estudai o caso. Os bons Espíritos só para o bem aconselham. Compete-vos discernir”.
  • 13. • “Se a identidade absoluta dos Espíritos é, em muitos casos, uma questão acessória e sem importância, o mesmo já não se dá com a distinção a ser feita entre bons e maus Espíritos. Pode ser-nos indiferente a individualidade deles; suas qualidades, nunca”. ( Item 262 - Livro dos Médiuns) • É preciso distinguir como os Espíritos são, para podermos tratar com eles. Conforme o caso, advertir, esclarecer, confortar; ou, então, pedir ajuda e receber instruções.
  • 14. NAS COMUNICAÇÕES INSTRUTIVAS Quando o Espírito comunicante quer nos instruir e orientar, é necessário, mais do que nunca: 1) analisar sua mensagem, comportamento e linguagem, para avaliar a sua natureza(saber se é um bom ou mau espírito); 2) dialogar com ele, pedindo explicações para esclarecermos pontos para nós obscuros;
  • 15. •3) Devemos rejeitar tudo que não nos parecer aproveitável, benéfico, lógico e de bom senso. •“Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma única falsidade, uma só teoria errônea”. ( Erasto,Cap. 20, item 230, “O Livro dos Médiuns”).
  • 16. • Não poderemos permitir que o Espírito use um nome querido e venerado se não se mostrar à altura da identidade assumida. • Se usar de nomes famosos ou históricos, também é preciso avaliar se o que diz e faz está de acordo com o nome sob o qual se apresenta. • Mas não basta que um Espírito tenha sido, na Terra, um grande homem para que, no mundo espiritual, se ache de posse da soberana ciência; pode estar, ainda, sob o império dos preconceitos da vida corpórea. • Não constituem sinal de superioridade os conhecimentos de que alguns Espíritos se enfeitam, se não acompanhados de pureza de sentimentos morais.
  • 17. Filtros Ao avaliar a produção de um espírito através da mediunidade, é preciso lembrar que médium e meio sempre exercem influência na manifestação do espírito. Assim, convém Levar em conta:  1) as condições do ambiente da reunião e as qualidades do médium que serviu de intermediário;  2) qual o clima mental do médium na oportunidade da comunicação (nem sempre o médium consegue a melhor sintonia com o espírito).  Item 186, Cap. XVI, 2ª Parte, de “O Livro dos Médiuns”
  • 18. DIFERENÇA NAS ATITUDES DOS BONS E DOS MAUS ESPÍRITOS