SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
LEAN SIX SIGMA
E AGILE
JOÃO PAULO PINTO
APRESENTAÇÃO
• Agradecimentos e parabéns à Organização do Evento!
• Quem sou e quem represento aqui?
• O que vos venho apresentar? Lean Six Sigma e Agile
• Qual o meu objectivo? It’s all about Value
2
www.cltservices.net
2019
2009
2017
O nosso legado
neste domínio:
Formação;
Consultoria;
Certificação Scrum
Master (2015)
LEAN THINKING E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE
 Lean (Thinking) Management surge no Japão
após a WWII (1940/50s);
 Enfase na eliminação dos Muda e
na criação de Valor;
 Ganhou popularidade em todos os
sectores de actividade empresarial;
 Por volta de 2000, foi adaptado ao
desenvolvimento de software por Mary
Poppendiecks et al (2003)  Sete princípios
do Lean Software Development.
Definir o valor
para o Cliente
Avaliar a capacidade para
responder aos pedidos do Cliente
Analisar os processos para
identificar melhorias
Melhorar e
inovar processos
Controlar os processos e
manter o desempenho
PROJECTOS
EXCELENTES
CLIENTE
SATISFEITO
STAKEHOLDERS
SATISFEITOS
LEAN WORKFLOW
Mapear o
processo
Set-based
Design (SBD)
Mapa visual do projecto
(detalhado e transparente)
Testas as melhores opções e
ver a que melhor se adequa
(fail fast).
Entregar o
MVP
Identificar o melhor
“candidato” e entregar o MVP
(minimum viable product)
Melhoria
contínua
Melhorar continuamente o
produto trabalhando no MVP
BENEFÍCIOS DA APLICAÇÃO LEAN NA GST PROJECTOS
 Melhoria da qualidade dos processo e dos deliverables;
 Cumprimento do prazo de entrega do projecto (e redução do lead time);
 Eliminação das actividades que não acrescentam valor (muda);
 Redução de custos;
 Respeito pelos Orçamentos;
 Adição de valor à Equipa, ao Projecto e demais Stakeholders;
 Standardização! Dado que a maioria dos projectos são únicos (ie, novos)
uniformizar as práticas de trabalho é essencial para melhorar o
desempenho dos projectos.
O SISTEMA KANBAN
 O termo japonês “Kanban” que significa “cartão” ou “sinal”;
 Usado para controlar o fluxo de materiais evitando o “muda” excesso de
produção;
 No sistema Kanban as actividades a realizar estão sempre associadas às
necessidades do Cliente e existe uma conexão entre a equipa de projecto
e o Cliente – nada é executado a não ser que seja pedido;
 Quando aplicado à gestão de projectos, o Kanban assume a forma de um
quadro usado como ferramenta visual;
 Similar ao Scrumboard, o quadro Kanban acompanha as tarefas a fazer,
em progresso e as executadas, mas limita-as ao WIP definido pela equipa.
Limitar o WIP no quadro Kanban é uma
forma simples de combater o Multitasking
muito típico na Gestão de Projectos.
Considerem esta sugestão:
“Stop starting and start finishing”
O FLUXO DE
TRABALHO DO
SISTEMA
KANBAN
SIX SIGMA (6σ)
 Metodologia de melhoria que se foca na
eliminação da variabilidade dos resultados
de um processo;
 Desenvolvida pela Motorola nos anos 1980s,
“it’s heavily data-driven”;
 Assenta no ciclo de melhoria DMAIC
(Define, Measure, Analyze, Improve and Control);
 Enquanto que Lean Mgt altera os processos
para eliminar os muda, 6σ altera os
processos para melhorar a consistência dos
resultados.
Definir o problema
Mapear o processo
Recolher dados
Concluir a análise de causas
Identificar a causa-raiz
Apresentar soluções e prevenção
Iniciar a implementação das soluções
Conclusão da implementação
Controlar e monitorizar
Documentar as lições aprendidas
DESCRIÇÃO DO PROBLEMA:
(Usar ferramentas como 5W, 5W2H, Ishikawa, SIPOC e A3)
D
M
A
I
C
SIX SIGMA: RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
ANALISE
DEVELOP
IMPLEMENT
TESTING
DELIVER
TRADITIONALAPPROACH:WATERFALLValue for the Customer
Time
START
DELIVER
AGILEAPPROACH:SCRUM
Performingseveral“Sprints”
Planear e estimar
Implementar
Rever e retrospetiva
Sprint#1
Planear e estimar
Implementar
Rever e retrospetiva
Sprint#2
Planear e estimar
Implementar
Rever e retrospetiva
Sprint#3
Planear e estimar
Implementar
Rever e retrospetiva
Sprint#4
Time
Value for the Customer
3 CASES
TRAINING
AS PESSOAS E O
COACHING NUMA
ESTRUTURA ÁGIL
Projectos ágeis exigem pessoas ágeis (saber, fazer e ser)
AS PESSOAS
ASPECTOS A CONSIDERAR
 Hitozukuri – Monozukuri;
 O trabalho em Equipa;
 A transparência;
 A motivação;
 Servant Leadership;
 Autoconfiança.
OBRIGADO
PELA ATENÇÃO!
João Paulo Pinto, 2019 XI 16
mgt@cltservices.net

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão do conhecimento - Gestão de processos
Gestão do conhecimento - Gestão de processosGestão do conhecimento - Gestão de processos
Gestão do conhecimento - Gestão de processosRodrigo Everton
 
Aula 1 Modelagem De Processos
Aula 1   Modelagem De ProcessosAula 1   Modelagem De Processos
Aula 1 Modelagem De ProcessosMarcos Barato
 
Introdução Executiva ao Lean six sigma
Introdução Executiva ao Lean six sigmaIntrodução Executiva ao Lean six sigma
Introdução Executiva ao Lean six sigmaPaulo Bandeira
 
Fundação Vanzolini :: Lean Seis Sigma
Fundação Vanzolini :: Lean Seis SigmaFundação Vanzolini :: Lean Seis Sigma
Fundação Vanzolini :: Lean Seis SigmaFundação Vanzolini
 
[Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas
[Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas [Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas
[Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas EloGroup
 
Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivo
 Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivo Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivo
Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivoEloGroup
 
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...EloGroup
 
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4Thiago Reis
 
Aula 01-Conceitos de Qualidade
Aula 01-Conceitos de QualidadeAula 01-Conceitos de Qualidade
Aula 01-Conceitos de QualidadeCris Fidelix
 
Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015
Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015
Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015EloGroup
 
Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...
Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...
Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...EloGroup
 
O papel do an na agilidade
O papel do an na agilidadeO papel do an na agilidade
O papel do an na agilidadeCamila Capellão
 
Palestra - Como mapear os processos da sua empresa
Palestra - Como mapear os processos da sua empresaPalestra - Como mapear os processos da sua empresa
Palestra - Como mapear os processos da sua empresaMichelle Raimundo dos Santos
 

Mais procurados (20)

Gestão de processos
Gestão de processosGestão de processos
Gestão de processos
 
Como criar um mapa de processos da sua empresa
Como criar um mapa de processos da sua empresaComo criar um mapa de processos da sua empresa
Como criar um mapa de processos da sua empresa
 
Gestão por Processos
Gestão por ProcessosGestão por Processos
Gestão por Processos
 
Gestão do conhecimento - Gestão de processos
Gestão do conhecimento - Gestão de processosGestão do conhecimento - Gestão de processos
Gestão do conhecimento - Gestão de processos
 
Aula 1 Modelagem De Processos
Aula 1   Modelagem De ProcessosAula 1   Modelagem De Processos
Aula 1 Modelagem De Processos
 
Introdução Executiva ao Lean six sigma
Introdução Executiva ao Lean six sigmaIntrodução Executiva ao Lean six sigma
Introdução Executiva ao Lean six sigma
 
Processos Ágeis
Processos Ágeis Processos Ágeis
Processos Ágeis
 
Fundação Vanzolini :: Lean Seis Sigma
Fundação Vanzolini :: Lean Seis SigmaFundação Vanzolini :: Lean Seis Sigma
Fundação Vanzolini :: Lean Seis Sigma
 
[Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas
[Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas [Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas
[Café com BPM] Concepção e desenvolvimento de sistemas
 
Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivo
 Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivo Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivo
Jan vom Brocke - Palestra - Trazendo o BPM para o nível executivo
 
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
 
Engenharia De Processos
Engenharia De ProcessosEngenharia De Processos
Engenharia De Processos
 
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
Gerenciamento da Rotina_MODULO_4
 
Os Gurus da Qualidade - Falconi
Os Gurus da Qualidade - FalconiOs Gurus da Qualidade - Falconi
Os Gurus da Qualidade - Falconi
 
Aula 01-Conceitos de Qualidade
Aula 01-Conceitos de QualidadeAula 01-Conceitos de Qualidade
Aula 01-Conceitos de Qualidade
 
Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015
Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015
Escritório de Processos - Anac BPM Day_2015
 
Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...
Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...
Inovação - Parte 4 - Maturidade em Processos - De Boas Ideias para uma Gestão...
 
Lean
LeanLean
Lean
 
O papel do an na agilidade
O papel do an na agilidadeO papel do an na agilidade
O papel do an na agilidade
 
Palestra - Como mapear os processos da sua empresa
Palestra - Como mapear os processos da sua empresaPalestra - Como mapear os processos da sua empresa
Palestra - Como mapear os processos da sua empresa
 

Semelhante a LEAN SIX SIGMA E AGILE

Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case RiachueloKanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case RiachueloFábio Micheletti
 
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do ConhecimentoMétodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do ConhecimentoClaudia Hofart Guzzo
 
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzulWorkshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzulMayra de Souza
 
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4André Vidal
 
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4Agile Think® Share
 
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na CathoWorkshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na CathoMayra de Souza
 
Proposta comercial do curso de Introdução White Belt 2019
Proposta comercial  do curso de Introdução White Belt 2019Proposta comercial  do curso de Introdução White Belt 2019
Proposta comercial do curso de Introdução White Belt 2019Magda Soraia Delfino
 
PUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green BeltsPUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green Beltsejedelmal
 

Semelhante a LEAN SIX SIGMA E AGILE (20)

Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case RiachueloKanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
 
Sustentacao agilidade
Sustentacao agilidadeSustentacao agilidade
Sustentacao agilidade
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
 
Artigo sixsigma
Artigo sixsigmaArtigo sixsigma
Artigo sixsigma
 
O Mal do Produtismo
O Mal do ProdutismoO Mal do Produtismo
O Mal do Produtismo
 
Entregando Software com Valor
Entregando Software com ValorEntregando Software com Valor
Entregando Software com Valor
 
Seja ágil com o Scrum - parte 01
Seja ágil com o Scrum - parte 01Seja ágil com o Scrum - parte 01
Seja ágil com o Scrum - parte 01
 
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do ConhecimentoMétodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
Métodos Ágeis de Gestão de Projetos aplicados à Gestão do Conhecimento
 
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzulWorkshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
Workshop Inception Enxuta em Joinville na ContaAzul
 
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
 
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
Cursos Agile Think - Feature Driven Development (FDD) - 4/4
 
Work in Slow Motion
Work in Slow MotionWork in Slow Motion
Work in Slow Motion
 
Treinamento Ágil / Scrum
Treinamento Ágil / ScrumTreinamento Ágil / Scrum
Treinamento Ágil / Scrum
 
Institucional_FM2S_
Institucional_FM2S_Institucional_FM2S_
Institucional_FM2S_
 
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na CathoWorkshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
Workshop Inception Enxuta em Alphaville na Catho
 
Proposta comercial do curso de Introdução White Belt 2019
Proposta comercial  do curso de Introdução White Belt 2019Proposta comercial  do curso de Introdução White Belt 2019
Proposta comercial do curso de Introdução White Belt 2019
 
Trabalho de 6 sigmas administração da produção 2
Trabalho de 6 sigmas   administração da produção 2Trabalho de 6 sigmas   administração da produção 2
Trabalho de 6 sigmas administração da produção 2
 
Como Desenhar Os Processos Corporativos
Como Desenhar Os Processos CorporativosComo Desenhar Os Processos Corporativos
Como Desenhar Os Processos Corporativos
 
PUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green BeltsPUC Formacao de Green Belts
PUC Formacao de Green Belts
 
TDC SP Online 2020 | Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
TDC SP Online 2020 | Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?TDC SP Online 2020 | Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
TDC SP Online 2020 | Design Sprint e Lean Inception se complementam. Como?
 

Mais de CLT Valuebased Services (20)

Estudo de um Caso
Estudo de um CasoEstudo de um Caso
Estudo de um Caso
 
Caso testo lean
Caso testo leanCaso testo lean
Caso testo lean
 
CPFR lean SCM
CPFR lean SCMCPFR lean SCM
CPFR lean SCM
 
Case study Parfois
Case study  ParfoisCase study  Parfois
Case study Parfois
 
Ikea case study
Ikea  case studyIkea  case study
Ikea case study
 
Case study Walmart
Case study WalmartCase study Walmart
Case study Walmart
 
Logistica Milk Run e Mizu
Logistica Milk Run e MizuLogistica Milk Run e Mizu
Logistica Milk Run e Mizu
 
Last Mile Logistics
Last Mile LogisticsLast Mile Logistics
Last Mile Logistics
 
Industry 4.0
Industry 4.0Industry 4.0
Industry 4.0
 
Tabelas MTM ln IPC
Tabelas MTM ln IPCTabelas MTM ln IPC
Tabelas MTM ln IPC
 
Bordo de linha
Bordo de linhaBordo de linha
Bordo de linha
 
Scrum Book
Scrum BookScrum Book
Scrum Book
 
Booklet Estudo do Trabalho final
Booklet Estudo do Trabalho finalBooklet Estudo do Trabalho final
Booklet Estudo do Trabalho final
 
Domotica
DomoticaDomotica
Domotica
 
Retrato de Poortugal 2019
Retrato de Poortugal 2019Retrato de Poortugal 2019
Retrato de Poortugal 2019
 
Fut global-edition
Fut  global-editionFut  global-edition
Fut global-edition
 
Tabelas MTM LM IPC
Tabelas MTM LM IPCTabelas MTM LM IPC
Tabelas MTM LM IPC
 
Exercicio de Dimensionamento do Mizu
Exercicio de Dimensionamento do MizuExercicio de Dimensionamento do Mizu
Exercicio de Dimensionamento do Mizu
 
TWI JI
TWI JITWI JI
TWI JI
 
Exercicio de Antropometria
Exercicio de AntropometriaExercicio de Antropometria
Exercicio de Antropometria
 

LEAN SIX SIGMA E AGILE

  • 1. LEAN SIX SIGMA E AGILE JOÃO PAULO PINTO
  • 2. APRESENTAÇÃO • Agradecimentos e parabéns à Organização do Evento! • Quem sou e quem represento aqui? • O que vos venho apresentar? Lean Six Sigma e Agile • Qual o meu objectivo? It’s all about Value 2 www.cltservices.net
  • 3. 2019 2009 2017 O nosso legado neste domínio: Formação; Consultoria; Certificação Scrum Master (2015)
  • 4. LEAN THINKING E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE  Lean (Thinking) Management surge no Japão após a WWII (1940/50s);  Enfase na eliminação dos Muda e na criação de Valor;  Ganhou popularidade em todos os sectores de actividade empresarial;  Por volta de 2000, foi adaptado ao desenvolvimento de software por Mary Poppendiecks et al (2003)  Sete princípios do Lean Software Development.
  • 5.
  • 6. Definir o valor para o Cliente Avaliar a capacidade para responder aos pedidos do Cliente Analisar os processos para identificar melhorias Melhorar e inovar processos Controlar os processos e manter o desempenho PROJECTOS EXCELENTES CLIENTE SATISFEITO STAKEHOLDERS SATISFEITOS
  • 7. LEAN WORKFLOW Mapear o processo Set-based Design (SBD) Mapa visual do projecto (detalhado e transparente) Testas as melhores opções e ver a que melhor se adequa (fail fast). Entregar o MVP Identificar o melhor “candidato” e entregar o MVP (minimum viable product) Melhoria contínua Melhorar continuamente o produto trabalhando no MVP
  • 8. BENEFÍCIOS DA APLICAÇÃO LEAN NA GST PROJECTOS  Melhoria da qualidade dos processo e dos deliverables;  Cumprimento do prazo de entrega do projecto (e redução do lead time);  Eliminação das actividades que não acrescentam valor (muda);  Redução de custos;  Respeito pelos Orçamentos;  Adição de valor à Equipa, ao Projecto e demais Stakeholders;  Standardização! Dado que a maioria dos projectos são únicos (ie, novos) uniformizar as práticas de trabalho é essencial para melhorar o desempenho dos projectos.
  • 9. O SISTEMA KANBAN  O termo japonês “Kanban” que significa “cartão” ou “sinal”;  Usado para controlar o fluxo de materiais evitando o “muda” excesso de produção;  No sistema Kanban as actividades a realizar estão sempre associadas às necessidades do Cliente e existe uma conexão entre a equipa de projecto e o Cliente – nada é executado a não ser que seja pedido;  Quando aplicado à gestão de projectos, o Kanban assume a forma de um quadro usado como ferramenta visual;  Similar ao Scrumboard, o quadro Kanban acompanha as tarefas a fazer, em progresso e as executadas, mas limita-as ao WIP definido pela equipa.
  • 10. Limitar o WIP no quadro Kanban é uma forma simples de combater o Multitasking muito típico na Gestão de Projectos. Considerem esta sugestão: “Stop starting and start finishing”
  • 11. O FLUXO DE TRABALHO DO SISTEMA KANBAN
  • 12. SIX SIGMA (6σ)  Metodologia de melhoria que se foca na eliminação da variabilidade dos resultados de um processo;  Desenvolvida pela Motorola nos anos 1980s, “it’s heavily data-driven”;  Assenta no ciclo de melhoria DMAIC (Define, Measure, Analyze, Improve and Control);  Enquanto que Lean Mgt altera os processos para eliminar os muda, 6σ altera os processos para melhorar a consistência dos resultados. Definir o problema Mapear o processo Recolher dados Concluir a análise de causas Identificar a causa-raiz Apresentar soluções e prevenção Iniciar a implementação das soluções Conclusão da implementação Controlar e monitorizar Documentar as lições aprendidas DESCRIÇÃO DO PROBLEMA: (Usar ferramentas como 5W, 5W2H, Ishikawa, SIPOC e A3) D M A I C SIX SIGMA: RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
  • 13. ANALISE DEVELOP IMPLEMENT TESTING DELIVER TRADITIONALAPPROACH:WATERFALLValue for the Customer Time START DELIVER AGILEAPPROACH:SCRUM Performingseveral“Sprints” Planear e estimar Implementar Rever e retrospetiva Sprint#1 Planear e estimar Implementar Rever e retrospetiva Sprint#2 Planear e estimar Implementar Rever e retrospetiva Sprint#3 Planear e estimar Implementar Rever e retrospetiva Sprint#4 Time Value for the Customer
  • 15. AS PESSOAS E O COACHING NUMA ESTRUTURA ÁGIL Projectos ágeis exigem pessoas ágeis (saber, fazer e ser)
  • 16. AS PESSOAS ASPECTOS A CONSIDERAR  Hitozukuri – Monozukuri;  O trabalho em Equipa;  A transparência;  A motivação;  Servant Leadership;  Autoconfiança.
  • 17. OBRIGADO PELA ATENÇÃO! João Paulo Pinto, 2019 XI 16 mgt@cltservices.net