Work in Slow Motion

366 visualizações

Publicada em

Palestra 4 de 4 das XIII Jornadas Boas Práticas Lean Management.

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
366
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Work in Slow Motion

  1. 1. WORK IN SLOW MOTION XIII JORNADAS BOAS PRÁTICAS LEAN Implementação Lean na Indústria e nos Serviços, 16 Jan 2015 www.cltservices.net
  2. 2. PORQUÊ? “WORK IN SLOW MOTION”
  3. 3. OBSERVAR PORMENORES. • Registar e medir aquilo que não é visível à velocidade normal. • Aquilo que é visível está por demais explorado.
  4. 4. TRABALHAR COM REALIDADES COMPLEXAS
  5. 5. AJUDAR A ELIMINAR DESPERDÍCIOS
  6. 6. STAKEHOLDERS •De entre os vários Stakeholders, os colaboradores (stakeholder interno) são aqueles que tem um papel preponderante na eliminação dos desperdícios e na melhoria continua; • O sucesso está diretamente relacionado com a atitude de cada um;
  7. 7. O PERCURSO COM OS COLABORADORES • Na organização ( Como nos organizamos); • Na envolvência (Como os envolvemos); • Na comunicação (Como comunicamos);
  8. 8. COMO NOS ORGANIZAMOS Reuniões de Definição Anual Reunião Preparação Mensal Reunião Mensal Reuniões Setoriais
  9. 9. Nível 1 Nível 2 Encarregados Trabalhador de base Trabalhador de base Encarregados Trabalhador de base Nível 2 Encarregados Encarregados Trabalhador de base EXEMPLO DE UMA ESTRUTURA TIPO DE EMPRESA
  10. 10. QUEM PARTICIPA? • Nível 1 e Nível 2; AGENDA • Definição dos KPI’s; • Definição da forma de apresentação dos KPI’s; • Definição dos Intervenientes na Reunião Mensal; • Definição de quem deve estar presente; • Definição da estrutura da agenda mensal; REUNIÃO DE DEFINÇÃO (ANUAL)
  11. 11. QUEM PARTICIPA? • Nível 1 e Nível 2; AGENDA • Análise de KPI’s; • Decisão da informação a transmitir à restante equipa na reunião mensal; • Definição da parte formativa a dar à restante equipa em função dos resultados obtidos e dos desafios futuros; REUNIÃO DE PREPARAÇÃO MENSAL
  12. 12. QUEM PARTICIPA? • Nível 1, Nível 2, Nível 3 e convidados (operadores que se destacam); AGENDA • Apresentação da evolução mensal dos KPI’s; • Discussão sobre a origem dos possíveis desvios; • Criação de grupos de trabalho com o objetivo de encontrar soluções para os desvios aos KPI’s; • Apresentação dos grupos de trabalho (trabalho anteriores e/ou a decorrer); • Formação • Redireccionamento se necessário (o que aprendemos e bússola de ideias); REUNIÃO MENSAL
  13. 13. SEGUIMENTO DE KPI’S
  14. 14. CONCURSO
  15. 15. VOTAÇÃO DE TODOS OS PROJETOS POR TODOS OS COLABORADORES
  16. 16. CRIAÇÃO DE VALOR VALOR HABILIDADE CONHECIMENTO ATITUDE
  17. 17. Respeito pelas responsabilidades dos colaboradores É forma mais eficaz de também nos respeitarem; Respeitar para ser respeitado!
  18. 18. ENVOLVER TODOS COLABORADORES NA PROCURA DAS SOLUÇÕES.
  19. 19. DAR FEEDBACK •A importância do feedback para ser produtivo; • Feedback como forma de posicionamento e construção do caminho a percorrer; GPS
  20. 20. DIFERENTESPERPECTIVAS MESMOASSUNTO
  21. 21. PAU ÍNDIO
  22. 22. Usa o Pau Índio para compreender primeiro para depois ser compreendido. Devemos primeiro entender os outros para depois ser entendidos.

×