PROF. FÁBIO Química <ul><ul><li>Hidrocarbonetos    São compostos formados por carbono e hidrogênio. </li></ul></ul>Caract...
PROF. FÁBIO Química <ul><ul><li>1.1. ALCANOS    São hidrocarbonetos alifáticos saturados. São chamados de hidrocarbonetos...
PROF. FÁBIO Química Radicais MONOVALENTES dos ALCANOS   Radical do metano Radical do  etano
FÁBIO Química
PROF. FÁBIO Química Radicais do butano
FÁBIO Química Radicais do isobutano
PROF. FÁBIO Química <ul><ul><li>1.1.4. Regras da nomenclatura dos Alcanos (segue-se à IUPAC - União Internacional de Quími...
FÁBIO Química CH 4  Metano H 3 C-CH 3  Etano H 3 C-CH 2 -CH 3  _  Propano 2-metil-butano 2,3-dimetil-pentano 2,2,4-trimeti...
PROF. FÁBIO Química Radicais  Bivalentes de Alcanos ILENO    Apresentam  duas   valências livres em carbonos  distintos
FÁBIO Química <ul><ul><li>ILIDENO    Apresentam  duas  valências livres no  mesmo  carbono. </li></ul></ul>Etilideno Prop...
PROF. FÁBIO Química Radicais TRIVALENTES dos ALCANOS ILIDINO    Apresentam  três  valências livres no  mesmo  carbono. Me...
PROF. FÁBIO Química ALCENOS Apresentam cadeias alifáticas  insaturadas  por uma  dupla  ligação. São chamados de  alquenos...
FÁBIO Química Regras da nomenclatura dos ALCENOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher a cadei...
PROF. FÁBIO Química 3 – metil – but -1- eno 3,4 – dimetil – pent – 2 - eno 2 – etil – 4 metil – hex – 1 - eno
FÁBIO Química Radical do  eteno Radicais do  propeno
PROF. FÁBIO Química ALCINOS Apresentam cadeias alifáticas  insaturadas  por uma  tripla  ligação. São chamados de hidrocar...
PROF. FÁBIO Química Radicais MONOVALENTES dos ALCINOS:  Ocorre a perda de  um  hidrogênio. Radical do  etino Radicais do  ...
PROF. FÁBIO Química <ul><li>Regras da nomenclatura dos ALCINOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) </...
FÁBIO Química 3,4-dimetil-pent-1- ino 6-etil-3-metil-oct-4 - ino 2 – metil – hept – 1- ino 4 – metil – pent – 2- ino
FÁBIO Química OBS.: Alcinos Verdadeiros  São aqueles que apresentam pelo menos um hidrogênio ligado ao carbono da tripla l...
FÁBIO Química <ul><ul><li>Alcadienos acumulados </li></ul></ul><ul><ul><li>As duplas ligações estão localizadas no  mesmo ...
Química Regras da nomenclatura dos ALCADIENOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher a cadeia m...
FÁBIO Química <ul><ul><li>Exemplos </li></ul></ul><ul><li>H 2 C=C=CH 2 </li></ul><ul><li>b)  H 2 C=CH-CH=CH 2 </li></ul><u...
Química 4- metil – penta -1,2 - dieno   2- metil – penta -1,4 - dieno 3- t-butil– penta -1,3 - dieno 3- isobutil - 6 – met...
CICLANOS ou CICLOALCANOS São hidrocarbonetos cíclicos saturados, isto é, só apresentam ligações simples. Características F...
Química Radicais MONOVALENTES dos CICLANOS: Ocorre a perda de um hidrogênio. Radical do ciclopropano Radical do ciclobutan...
FÁBIO Química Regras da nomenclatura dos CICLANOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher a cade...
FÁBIO Química ciclopropano ciclobutano ciclopentano ciclohexano metil-ciclopentano 1,1,-dietil-3-metil-ciclohexano
FÁBIO Química CICLENOS ou CICLOALCENOS: São hidrocarbonetos cíclicos insaturados por uma dupla ligação. Características Fó...
PROF. FÁBIO Química Regras da nomenclatura dos CICLENOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher ...
FÁBIO Química ciclopropeno ciclobuteno ciclohexeno 1-metil-ciclohexeno 4-metil-ciclohexeno
Química HIDROCARBONETOS AROMÁRICOS:  Apresentam ressonância dos elétrons pi (  ) na cadeia carbônica. O nome aromático te...
FÁBIO Química Fenantreno Metil-benzeno ou tolueno Etenil-benzeno ou estireno 1-etil-naftaleno 3-etil-2-metil-naftaleno
FÁBIO Química <ul><ul><li>Substituintes ORTO (O), META (m) e PARA (p) </li></ul></ul><ul><li>1.ORTO (o): Substituintes nos...
PROF. FÁBIO Química Radical MONOVALENTE do BENZENO: Ocorre a perda de um hidrogênio. fenil (a)
FÁBIO Química
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Radicaisorganicos

3.810 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.810
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Radicaisorganicos

  1. 1. PROF. FÁBIO Química <ul><ul><li>Hidrocarbonetos  São compostos formados por carbono e hidrogênio. </li></ul></ul>Características  São pouco reativos; apolares; insolúveis em água; possuem baixo P.F. e P.E., aumentando de acordo com o acréscimo de átomos de carbono na cadeia; seu P.E. aumenta de 20-30ºC com o aumento de mais um átomo de carbono; as cadeias ramificadas apresentam P.F. e P.E. mais baixos que as cadeias normais (mesma massa molecular ou próximas); solúveis em benzeno, éter e clorofórmio; apresentam ligações covalentes; são menos densos que a água, tendem a aumentar com o acréscimo de mais um átmomo de carbono na cadeia, chegando ao máximo de d = 0,8 g/m  .
  2. 2. PROF. FÁBIO Química <ul><ul><li>1.1. ALCANOS  São hidrocarbonetos alifáticos saturados. São chamados de hidrocarbonetos parafínicos ( parum = pouco; affinis = afinidade) ou metânicos (derivados do gás metano). </li></ul></ul><ul><ul><li>Características </li></ul></ul><ul><li>Fórmula Geral  C n H 2n+2 </li></ul>Terminação  ANO Indicativo de Função  O (hidrocarboneto) Indicativo de Ligação Simples  AN Terminação dos Radicais  IL(A) De C 1 a C 4 são gases, de C 5 a C 17 são líquidos e, acima de C 17 são sólidos.
  3. 3. PROF. FÁBIO Química Radicais MONOVALENTES dos ALCANOS Radical do metano Radical do etano
  4. 4. FÁBIO Química
  5. 5. PROF. FÁBIO Química Radicais do butano
  6. 6. FÁBIO Química Radicais do isobutano
  7. 7. PROF. FÁBIO Química <ul><ul><li>1.1.4. Regras da nomenclatura dos Alcanos (segue-se à IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) </li></ul></ul><ul><ul><li>Escolher a cadeia mais longa como sendo a principal; </li></ul></ul><ul><ul><li>Se existem várias cadeias longas, siga a mais ramificada; </li></ul></ul><ul><ul><li>Numerar a cadeia principal, começando mais próximo à ramificação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Dar a localização das ramificações seguidas do nome do seu radical e por fim, dar o nome da cadeia principal. </li></ul></ul>
  8. 8. FÁBIO Química CH 4 Metano H 3 C-CH 3 Etano H 3 C-CH 2 -CH 3 _ Propano 2-metil-butano 2,3-dimetil-pentano 2,2,4-trimetil-pentano
  9. 9. PROF. FÁBIO Química Radicais Bivalentes de Alcanos ILENO  Apresentam duas valências livres em carbonos distintos
  10. 10. FÁBIO Química <ul><ul><li>ILIDENO  Apresentam duas valências livres no mesmo carbono. </li></ul></ul>Etilideno Propilideno Butilideno Metilideno
  11. 11. PROF. FÁBIO Química Radicais TRIVALENTES dos ALCANOS ILIDINO  Apresentam três valências livres no mesmo carbono. Metilidino Etilidino Propilidino Butilidino
  12. 12. PROF. FÁBIO Química ALCENOS Apresentam cadeias alifáticas insaturadas por uma dupla ligação. São chamados de alquenos ou olefinas ( oleum = óleo; affinis = afinidade). <ul><ul><li>Características </li></ul></ul><ul><li>Fórmula Geral: C n H 2n ; onde n ≥ 2 </li></ul><ul><li>Terminação: ENO ( EN = dupla ligação; O = indicativo de função) </li></ul>
  13. 13. FÁBIO Química Regras da nomenclatura dos ALCENOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher a cadeia mais longa que tiver uma dupla ligação; Numerar a cadeia principal, começando mais próximo à dupla ligação; Dar a localização da(s) ramificação(ões) seguidas do nome do(s) seu radical(is) e por fim, dar o nome da cadeia principal localizando a dupla ligação.
  14. 14. PROF. FÁBIO Química 3 – metil – but -1- eno 3,4 – dimetil – pent – 2 - eno 2 – etil – 4 metil – hex – 1 - eno
  15. 15. FÁBIO Química Radical do eteno Radicais do propeno
  16. 16. PROF. FÁBIO Química ALCINOS Apresentam cadeias alifáticas insaturadas por uma tripla ligação. São chamados de hidrocarbonetos acetilênicos (derivados do gás acetileno). Características Fórmula Geral: C n H 2n-2 ; onde n ≥ 2 Terminação: INO ( IN = ligação tripla; O = indicativo de função)
  17. 17. PROF. FÁBIO Química Radicais MONOVALENTES dos ALCINOS: Ocorre a perda de um hidrogênio. Radical do etino Radicais do propino
  18. 18. PROF. FÁBIO Química <ul><li>Regras da nomenclatura dos ALCINOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) </li></ul><ul><li>Escolher a cadeia mais longa que tiver uma tripla ligação; </li></ul><ul><li>Numerar a cadeia principal, começando mais próximo à tripla ligação; </li></ul><ul><li>Dar a localização da(s) ramificação(ões) seguidas do nome do(s) seu radical(is) e por fim, dar o nome da cadeia principal localizando a tripla ligação. </li></ul><ul><li>Podemos ainda, considerar o etino ( acetileno ) como cadeia principal. </li></ul>
  19. 19. FÁBIO Química 3,4-dimetil-pent-1- ino 6-etil-3-metil-oct-4 - ino 2 – metil – hept – 1- ino 4 – metil – pent – 2- ino
  20. 20. FÁBIO Química OBS.: Alcinos Verdadeiros São aqueles que apresentam pelo menos um hidrogênio ligado ao carbono da tripla ligação. <ul><li>ALCADIENOS ou DIENOS: </li></ul><ul><li>São hidrocarbonetos alifáticos que apresentam duas duplas ligações. </li></ul><ul><li>Características </li></ul><ul><li>Fórmula Geral: C n H 2n-2 ; onde n ≥ 3 </li></ul><ul><li>Terminação : DIENO ( Di = dois; EN = ligação dupla; O = indicativo de função) </li></ul>
  21. 21. FÁBIO Química <ul><ul><li>Alcadienos acumulados </li></ul></ul><ul><ul><li>As duplas ligações estão localizadas no mesmo carbono. </li></ul></ul><ul><ul><li>Alcadienos conjugados </li></ul></ul><ul><ul><li>As duplas ligações estão separadas por uma ligação simples . </li></ul></ul><ul><ul><li>Alcadienos isolados </li></ul></ul><ul><ul><li>As duplas ligações estão separadas por duas ou mais ligações simples . </li></ul></ul>
  22. 22. Química Regras da nomenclatura dos ALCADIENOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher a cadeia mais longa que tiver duas duplas ligações; Numerar a cadeia principal, começando mais próximo à dupla ligação; Dar a localização da(s) ramificação(ões) seguidas do nome do(s) seu radical(is) e por fim, dar o nome da cadeia principal localizando as duplas ligações. Podemos ainda, considerar o propadieno (aleno) como cadeia principal.
  23. 23. FÁBIO Química <ul><ul><li>Exemplos </li></ul></ul><ul><li>H 2 C=C=CH 2 </li></ul><ul><li>b) H 2 C=CH-CH=CH 2 </li></ul><ul><li>c) H 2 C=C=CH-CH 2 -CH 3 </li></ul><ul><li>d) H 2 C=CH-(CH 2 ) 4 CH=CH 2 </li></ul>Propadieno Buta- 1,3 - dieno Penta -1,2 - dieno Octa -1,7- dieno
  24. 24. Química 4- metil – penta -1,2 - dieno 2- metil – penta -1,4 - dieno 3- t-butil– penta -1,3 - dieno 3- isobutil - 6 – metil- octa -1,4 - dieno
  25. 25. CICLANOS ou CICLOALCANOS São hidrocarbonetos cíclicos saturados, isto é, só apresentam ligações simples. Características Fórmula Geral: C n H 2n ; onde n ≥ 3 Nomenclatura: CICLO + HIDROCARBONETO (semelhante aos alcanos) Radicais: São chamados de CICLOALQUIL(A). Terminação dos Radicais: CICLO + HIDROCARBONETO + IL(A) (semelhante aos alcanos) FÁBIO Química
  26. 26. Química Radicais MONOVALENTES dos CICLANOS: Ocorre a perda de um hidrogênio. Radical do ciclopropano Radical do ciclobutano Radical do ciclopentano Radical do ciclohexano
  27. 27. FÁBIO Química Regras da nomenclatura dos CICLANOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher a cadeia mais longa como sendo a principal; Numerar a cadeia principal, começando da ramificação (se houver); Dar a localização das ramificações seguidas do nome do seu radical e por fim, dar o nome da cadeia principal observando o caminho mais curto entre os radicais. Dar a localização da(s) ramificação(ões) seguidas do nome do(s) seu radical(is) e por fim, dar o nome da cadeia principal observando o caminho mais curto entre os radicais.
  28. 28. FÁBIO Química ciclopropano ciclobutano ciclopentano ciclohexano metil-ciclopentano 1,1,-dietil-3-metil-ciclohexano
  29. 29. FÁBIO Química CICLENOS ou CICLOALCENOS: São hidrocarbonetos cíclicos insaturados por uma dupla ligação. Características Fórmula Geral: C n H 2n-2 ; onde n ≥ 3 Nomenclatura: CICLO + HIDROCARBONETO (semelhante aos alcenos) Radicais: São chamados de CICLOALQUENIL(A). Terminação dos Radicais: CICLO + HIDROCARBONETO + ENIL(A) (semelhante aos alcenos)
  30. 30. PROF. FÁBIO Química Regras da nomenclatura dos CICLENOS (IUPAC - União Internacional de Química Pura e Aplicada) Escolher a cadeia mais longa como sendo a principal; Numerar a cadeia principal, começando da dupla ligação; Dar a localização da(s) ramificação(ões) seguidas do nome do(s) seu radical(is) e por fim, dar o nome da cadeia principal observando o caminho mais curto entre a dupla e o(s) radical(is).
  31. 31. FÁBIO Química ciclopropeno ciclobuteno ciclohexeno 1-metil-ciclohexeno 4-metil-ciclohexeno
  32. 32. Química HIDROCARBONETOS AROMÁRICOS: Apresentam ressonância dos elétrons pi (  ) na cadeia carbônica. O nome aromático tem origem no aroma (odor) característico. a) Benzeno ou ciclohexatrieno b) Naftaleno; naftalina c) Antraceno; antracito
  33. 33. FÁBIO Química Fenantreno Metil-benzeno ou tolueno Etenil-benzeno ou estireno 1-etil-naftaleno 3-etil-2-metil-naftaleno
  34. 34. FÁBIO Química <ul><ul><li>Substituintes ORTO (O), META (m) e PARA (p) </li></ul></ul><ul><li>1.ORTO (o): Substituintes nos carbonos 1 e 2. </li></ul><ul><li>2.META (m): Substituintes nos carbonos 1 e 3. </li></ul><ul><li>3.PARA (p): Substituintes nos carbonos 1 e 3. </li></ul>1,2-dimetilbenzeno; 2-metiltolueno; o-metiltolueno; 1,3-dimetilbenzeno; 3-metiltolueno; m-metiltolueno; 1,4-dimetilbenzeno; 4-metiltolueno; p-metiltolueno;
  35. 35. PROF. FÁBIO Química Radical MONOVALENTE do BENZENO: Ocorre a perda de um hidrogênio. fenil (a)
  36. 36. FÁBIO Química

×