Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)

8.054 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.054
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.141
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)

  1. 1. Controle Neural da Ventilação (Respiração) Esp. José Alexandre Pires de Almeida
  2. 2. Introdução A respiração é um processo complexo que envolve eventos celulares químicos e fisiológicos a partir da conversão de substratos do metabolismo em ATP, através da captação de moléculas de O2 e remoção do CO2 (GANONG, 2002). Segundo Ganong (2000), é uma atividade mecânica e propriedades da caixa torácica e músculos ventilatórios, sendo que a propriedade contrátil destes músculos é dependente de tractos e nervos que os ligam às estruturas supra-segmentares. → Geração e Modulação da ventilação.
  3. 3. A respiração Controle Voluntário e Metabólico Descargas rítmicas são geradas no Tronco Encefálico e reguladas pelas alterações nas pressões parciais de gases no sangue envolvidos no processo.
  4. 4. Centro respiratório Núcleo ParabraquialTronco Encefálico Mesencéfalo Medial Ponte (Centro Núcleo Parabraquial Pneumotáxico) Lateral Complexo Köllinger-Fuse Grupamento Neural Núcleo do Tracto Dorsal Solitário (NTS) Bulbo Núcleo Ambíguo Grupamento Neural Ventral Núcleo Retroambíguo
  5. 5. Centro Respiratório
  6. 6. Grupamento Neural RespiratórioDorsal (Bulbar)
  7. 7. Grupamento Neural RespiratórioDorsal (Bulbar) O Núcleo do Tracto Solitário (NTS), de caráter inspiratório, recebe aferências provenientes dos barorreceptores aórticos e carotídeos + quimiorreceptores carotídeos + Fibras C (fibras não mielinizadas de transmissão lenta); gerando reflexo cárdiopulmonar (Reflexo Bezold-Jarisch) que gera uma hipotensão sistêmica (MOREIRA et al., 2008). Terminação Nervosa do Nervo Vago e Glossofaríngeo Gera impulso para os músculos inspiratórios (diafragma e intercostais externos) + Respostas Cardiovasculares
  8. 8. Sinal Inspiratório em “Rampa” Segundo Guyton & Hall, este é um sinal nervoso aos músculos inspiratórios primários, que começa fracamamente e aumenta de modo constante, dura cerca de 2 segundos e cessa durante os 3 segundos subsequentes; desativando a excitação do diafragma, permitindo a retração elástica dos pulmões (expiração). Todo este processo ocorre durante uma respiração normal.
  9. 9. Centro Pneumotáxico (Pontino)
  10. 10. Centro Pneumotáxico (Pontino) Responsável pela modulação do ritmo ventilatório (SAPER, 2003), limitando as inspirações através da expiração, aumentando assim; a frequência respiratória e determinando o volume inspirado. Controle do “Sinal de Rampa Inspiratório”
  11. 11. Grupamento Neural RespiratórioVentral (Bulbar)
  12. 12. Grupamento Neural RespiratórioVentral (Bulbar) Núcleo Ambíguo e Núcleo retroambíguo Inativo durante a respiração normal (GUYTON & HALL, 2002), são estimulados para um aumento da ventilação. Estímulo na musculatura abdominal. Alguns Neurônios são responsáveis pela inspiração e outros pela expiração. (BANSAI et al., 2008).
  13. 13. Controle Químico da Respiração Objetivo final da respiração Manutenção das concentrações apropriadas de O2, CO2 e íons de Hidrogênio nos tecidos. Controle feito através de quimiorreceptores centrais e periféricos. Quimiorreceptores Centrais localizam-se na zona quimiossensível do bulbo no Centro Respiratório, ativado pelo CO2 e Íons de Hidrogênio. Quimiorreceptores Periféricos ativados pelo O2 (corpos carotídeos e aórticos)
  14. 14. Referências Bibliográficas Ganong WF. Fisiologia Médica. 19ª edição. Rio de Janeiro: McGraw- Hill, 2000, 623p. Moreira TS, Takakura AC, Colombari E, West GH, Guyenet PG. Inhibitory input from slowly adapting lung stretch receptors to retrotrapezoid nucleus chemoreceptors. J Physiol 2007;580:285-300. Moreira TS, Takakura AC, Colombari E, Guyenet PG. Activation of 5- hydroxytryptamine type 3 receptor-expressing C-fiber vagal afferents inhibits retrotrapezoid nucleus chemoreceptors in rats. J Neurophysiol 2007;98:3627-37. Saper CB. Tronco encefálico, comportamento reflexo e nervos cranianos. In: Kandel ER, Schwartz JH, Jessel TM. Princípios da Neurociência. 4ª ed. Barueri: Manole, 2003, pp.873-88. Banjai C, Valenti VE, Nascimento CL, Abreu LC. Neural Control of ventilation: Contribution of Medulla Oblongata and Cerebellum. Faculdade de Medicina do ABC, Santo André-Sp - 2008. Guyton AC & Hall JE, Fisiologia Médica. 10ª Ed Rio de Janeiro Guanabara Koogan SA, 2002.

×