Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida

32.488 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
55 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32.488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
55
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida

  1. 1. LESÃO CELULARD R . J O S É A L E X A N D R E P . D E A L M E I D APatologia Geral
  2. 2. Mecanismos de Lesão Celular Lesão Celular Reversível: célula agredida peloestímulo nocivo, tendo alterações funcionais emorfológicas, mantendo-se viva e recuperando-sequando o estímulo nocivo é retirado. Lesão Celular Irreversível: célula incapaz de serecuperar depois de cessada a agressão até a mortecelular.
  3. 3. Mecanismos de Lesão Celular Agentes causadores de lesão celular:- Hipóxia- Isquemia- Agentes Físicos: traumas, queimaduras, radiação- Agentes Químicos: álcool, medicamentos, poluentesambientais, venenos- Agentes Infecciosos: Vírus, Bactérias, Fungos- Reações Imunológicas: Patologias auto-imunes- Anomalias Genéticas: Anemia Falciforme- Alterações Nutricionais: obesidade, má nutrição
  4. 4. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Atrofia: resposta adaptativa em que a célula diminuide tamanho e paralisa suas funções, reduzindo suasnecessidades de energia ao mínimo.
  5. 5. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Atrofia
  6. 6. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Hipertrofia: é uma resposta aos sinais tróficos ouuma demanda funcional e gera um aumento devolume da célula e maior capacidade funcional.
  7. 7. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Hipertrofia
  8. 8. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Hiperplasia: aumento do número de células de umórgão ou tecido mediante estímulo hormonal,demanda funcional (altas altitudes), lesão celularcrônica (calos)
  9. 9. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Hiperplasia
  10. 10. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Displasia: crescimento e maturação desordenados.Pertence à uma fase na evolução cancerígena comoLesão Pré-neoplásica, no entanto, dependendo desua etiologia; pode ter sua evolução retrocedida.
  11. 11. Mecanismos de Lesão Celular Reações ao estresse persistente e à lesão celular- Displasia
  12. 12. Mecanismos de Lesão Celular Lesão Celular Reversível (Consequências)- Edema Celular: incapacidade de a célula manter seuequilíbrio iônico, acumulando água e Ca+ no meiointracelular.- Esteatose: agressão por toxinas ou alteraçõesmetabólicas, formando vacúolos de gordura nocitoplasma.
  13. 13. Mecanismos de Lesão Celular Hipóxia: dano às células por diminuição da PO2 nosangue.- ↓ na concentração de O2- Comprometimento da Mecânica Pulmonar,consequente comprometimento na difusão dosGases- Dificuldade no carreamento de moléculas de O2 nosangue
  14. 14. Mecanismos de Lesão Celular
  15. 15. Mecanismos de Lesão Lesão reversível pode levar ao acúmulo de água nointerior da célula (edema) ou ao acúmulo de gordurano interior da célula (esteatose).
  16. 16. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível = Morte celular (Leva àNecrose ou à Apoptose)- Necrose: alterações que ocorrem após a mortecelular. Inicialmente microscópicas até seremtotalmente macroscópicas. As membranas dascélulas necróticas perdem sua integridade, comextravazamento de substâncias intracelulares aomeio extracelular.Ex: CK-MB (Creatina Quinase) = IAM
  17. 17. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose Coagulante(Isquêmica)- Perda da nitidez dos elementos nucleares commanutenção do contorno celular devido à permanênciade proteínas coaguladas no citoplasma, semrompimento da membrana celular.
  18. 18. Mecanismos de Lesão Celular O2 é o combustível celular para produzir ATP ↓ATP leva à entrada de Ca+ no meio intracelular Falência na Bomba Ca+/K+ (reversível com aportede O2) ↑Ca+ no meio intracelular ativa fosfolipases(enzima) da membrana celular Destruição Celular (irreversível) por ruptura damembrana
  19. 19. Mecanismos de Lesão Celular Isquemia: diminuição ou ausência de fluxosanguíneo- Lesão mais rápida e mais grave- Leva à uma hipoxemia- Causa uma necrose celular coagulativa (permanênciade células necróticas no tecido, sendo removidas porfagocitose a partir da periferia da área necrótica)
  20. 20. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose por Liquefação- Comum em infecções bacterianas, o tecido necróticofica limitado à uma região, encapsulando umaquantidade de neutrófilos e outras célulasinflamatórias (pus). Observadas em abcessos e lesõescerebrais.
  21. 21. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose por Liquefação
  22. 22. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose Caseosa- Tecido esbranquiçado, granuloso e amolecido.Aspecto de “queijo frágil”.Ex: Sífilis
  23. 23. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose Fibrinóide- Lesão com aspecto hialino (translúcido).Ex: Aterosclerose
  24. 24. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose Gangrenosa- Pode ser isquêmica ou por ação microbiana, úmidaou seca (depende da quantidade de água presente nomeio)Ex: Gangrena de MMII
  25. 25. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose GangrenosaEx: Gangrena de MMII
  26. 26. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose Enzimática- Liberação de desordenada de enzimas nos tecidos.Ocorre geralmente no pâncreas, desintegrando agordura neutra dos adipócitos desse órgão.* PS: Pâncreas – Glândula endo e exócrina. Enzimasdigestivas.
  27. 27. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Necrose Enzimática* PS: Pâncreas – Glândula endo e exócrina. Enzimasdigestivas.
  28. 28. Mecanismos de Lesão Lesão Celular Irreversível – Apoptose- Morte celular “programada”, ocorrendo a fagocitoseda célula apóptica, degradação do material genético(DNA e RNA) e das proteínas celulares, segundo umprograma celular específico. Não há vazamento deproteínas ao meio extracelular.
  29. 29. Mecanismos de Lesão
  30. 30. Mecanismos de Lesão Celular Conclusão:A lesão celular é resultado de qualquer alteraçãobioquímica ou estrutural que comprometa a capacidadefuncional normal de uma célula. Ela tem graus variáveis epode ser reversível ou irreversível. Agressões mais intensasou prolongadas podem levar a alterações celularesreversíveis como a esteatose. Estas alterações sãochamadas reversíveis, pois caso o estímulo agressor sejaretirado ou cesse, as células retornam ao seu estadonormal, funcionalmente e morfologicamente. Caso oestímulo agressor seja mais prolongado ou mais intenso,ocorre lesão celular irreversível, culminando com a morteda célula.

×