Eliane Aparecida GuimarãesGisláide Aparecida Ferreira de Sena        Sara Cristina Gomes Pereira     Sônia Maria Martinell...
   A escola possui localização estratégica,para atender a    comunidade do Ensino Fundamental da rede pública de ensino....
   Na metodologia de Projetos de    Aprendizagem, as decisões são    engendradas coletivamente num    ambiente heterárqui...
   A necessidade de propor uma    metodologia          diferenciada    devido à realidade do contexto    sociocultural e ...
   Conceber a gestão escolar    como democrática é realizar a    avaliação     processual     e    continua a fim de reor...
   No espaço da organização escolar    é indispensável que o educador    desenvolva         de     maneira    simultânea,...
   O Regimento Escolar é um    instrumento que aliado aos demais,    ao compromisso dos profissionais e    comunidade con...
   Os tempos e os espaços escolares são colocados a    serviço de novas relações de poder entre    estudantes e professor...
   CANDAU, Vera Maria e LELIS, Isabel Alice. A relação teoria-prática na formação do educador.    In: CANDAU, Vera Maria ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Formação Lucas do Rio Verde

641 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
641
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação Lucas do Rio Verde

  1. 1. Eliane Aparecida GuimarãesGisláide Aparecida Ferreira de Sena Sara Cristina Gomes Pereira Sônia Maria Martinelli Ferreira
  2. 2.  A escola possui localização estratégica,para atender a comunidade do Ensino Fundamental da rede pública de ensino. Documentos pedagógicos copiados de outras escolas e os modelos de regimento e PPP retratavam uma realidade totalmente distorcida e incoerente da que era vivenciada pela comunidade escolar. O papel da Formação Continuada e Sala do Educador na reestruturação pedagógica e documental. A escola Organizada por Ciclos de Formação Humana. A Metodologia de Projetos de Aprendizagem e em Salas Ambientes.
  3. 3.  Na metodologia de Projetos de Aprendizagem, as decisões são engendradas coletivamente num ambiente heterárquico, e não impostas pelo professor. O aluno é desafiado a levantar suas dúvidas, seus questionamentos, seus anseios, medos, angústias, sem temer ser punido ou repreendido por não ter correspondido àquilo que o professor esperava. A aprendizagem é o resultado do esforço individual e grupal (SILVA, 2005, p. 48).
  4. 4.  A necessidade de propor uma metodologia diferenciada devido à realidade do contexto sociocultural e econômico em que a escola está inserida. O Currículo inter/transdisciplinar não se prende mais no “que” se transmite, mas no “como” se constrói o conhecimento. Planejamento coletivo.
  5. 5.  Conceber a gestão escolar como democrática é realizar a avaliação processual e continua a fim de reorganizar a prática e possibilitar novas e/ou experiências e atividades que proporcionem melhor desempenho.
  6. 6.  No espaço da organização escolar é indispensável que o educador desenvolva de maneira simultânea, uma prática pedagógica crítica e construtiva que permita ao estudante aprender a aprender, a desvendar o tecido social que o cerca. Nesse sentido entende-se que o Projeto Político Pedagógico é “[...] justamente a ferramenta, o instrumento, a mediação que propiciará a mudança.” (VASCONCELOS, 2002, p.27)
  7. 7.  O Regimento Escolar é um instrumento que aliado aos demais, ao compromisso dos profissionais e comunidade contribui para uma educação de qualidade; que forma pessoas para o exercício da cidadania, como defini o Projeto Político Pedagógico. Para que possa atender a Escola Organizada por Ciclos de Formação Humana, o mesmo é flexível, de forma que atenda as necessidades sociais e legais da comunidade em que atende.
  8. 8.  Os tempos e os espaços escolares são colocados a serviço de novas relações de poder entre estudantes e professores proporcionando, então, uma nova visão de mundo e de sociedade. O Estado de Mato Grosso ao adotar essa forma de organização curricular, segundo a resolução 262/02 no seu artigo 5º aponta que “A adoção do regime escolar por ciclos de formação pressupõe a duração do ensino fundamental ampliada para 9 anos, tendo em vista a ampliação do tempo de permanência na escolaridade obrigatória” 1º ciclo: Infância (6 à 8 anos), 2º ciclo:Pré– adolescência (9 à 11 anos) e adolescência (12 à 14 anos) As Salas Ambientes.
  9. 9.  CANDAU, Vera Maria e LELIS, Isabel Alice. A relação teoria-prática na formação do educador. In: CANDAU, Vera Maria (org.). Rumo a uma nova didática. Petrópolis, RJ: Vozes, 3ª edição, 1990, 49-63. FAGUNDES, Léa da Cruz; SATO, L.; MAÇADA, D. L. Aprendizes do futuro: as inovações começaram! MEC, 1999. (Coleção Informática para a Mudança na Educação). FAZENDA, I. C. A. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro, São Paulo. Edições Loyola, 1979. MIZUKAMI, M. G. N., et al. Escola e aprendizagem da docência: processos de investigação e formação. São Carlos: EdUFSCar, 2002. NÓVOA, A. (Org.). Vidas de Professores. Porto: Porto Editora, 1992. SILVA, Albina P. de P. O uso educativo da tecnologias da informação e da comunicação: uma pedagogia democrática na escola. UFRGS, 2005.180 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005. THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 4 ed. São Paulo: Cortez, 1998.

×