SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
GESTÃOGESTÃO
DEMOCRATICADEMOCRATICA
Dra Sônia Maria dos Santos
GESTÃO DEMOCRÁTICA
 A gestão democrática é, portanto,
atitude e método. A atitude
democrática é necessária, mas não é
suficiente. Precisamos de métodos
democráticos de efetivo exercício da
democracia. Ela também é um
aprendizado. Demanda tempo,
atenção e trabalho. (GADOTTI,
1980, p.4).
GESTÃO DEMOCRÁTICA
 ... A gestão democrática poderá constituir
um caminho real de melhoria da qualidade
de ensino se ela for concebida, em
profundidade, como mecanismo capaz de
alterar práticas pedagógicas.(SPOSITO,)
PRESSUPOSTO BÁSICO
O QUE É REALMENTE DEMOCRÁTICO
NA ESCOLA PÚBLICA?
A SOCIALIZAÇÃO DO
CONHECIMENTO
FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA PÚBLICA
GESTÃO DEMOCRÁTICA
... Trata-se também de se pensar em uma
educação, compreendida enquanto
processo de formação humana e não
apenas instrução escolar, que permita aos
sujeitos que estão no cotidiano da escola,
ter acesso a experiências democráticas,
seja através de estudos e troca de
experiências, seja através do próprio
currículo. (APPLE)
INSTÂNCIAS COLEGIADAS
Gestão Escolar
Papel do Coordenador pedagógico e
Direção
Responsáveis pela mediação, organização,
integração e articulação do trabalho
pedagógico, legitimando–se também no
movimento de organização do currículo
pela via da gestão.
INSTÂNCIAS COLEGIADAS
...mais do que integração da escola com a
família e a comunidade ou colaboração dos
pais, é preciso entender essa presença como
mecanismo de representação e participação
política (SPÓSITO).
INSTÂNCIAS COLEGIADAS
... Trata-se da percepção de que, para
funcionar a contento, a escola necessita da
adesão de seus usuários (não só de alunos,
mas também de seus pais ou responsáveis)
aos propósitos educativos a que ela deve
visar, e que essa adesão precisa redundar
em ações efetivas que contribuam para o
bom desempenho do estudante (PARO).
GRÊMIO ESTUDANTIL
Papel do coordenador pedagógico
ENTENDIMENTO DO SIGNIFICADO DO REPRESENTANTE
DO CORPO DISCENTE CONCEPÇÃO DE
REPRESENTAÇÃO/REPRESENTATIVIDADE
CONSELHO DE CLASSE
O Conselho de Classe é um dos poucos
organismos na escola, talvez o único, que
permite a discussão do trabalho
pedagógico em sua especificidade, de
forma espontânea e natural, já que discute
o próprio resultado do aluno, a própria
relação que tem sido estabelecida entre
aluno, professor e conteúdo, num momento
de análise e decisão para a tomada de
novos rumos desse mesmo processo. É
uma relação imediata, direta, que orienta
novas relações próximas e futuras.
CONSELHO DE CLASSE
O Conselho de Classe é um órgão colegiado
que pode propiciar o debate permanente e a
geração de ideias numa produção social. A
dimensão dos espaços coletivos é essencial
para o estabelecimento de uma relação
social transformadora, e torna-se
fundamental o resgate das instâncias
colegiadas na escola.
PRÉ- CONSELHO
Papel da equipe pedagógica é mediar a
relação ensino e aprendizagem buscando
no professor e no aluno os condicionantes
desse processo.
PRÉ- CONSELHO(com aluno)
fundamenta-se no diálogo
PÓS- CONSELHO
Implica nas providências previstas em C.C.
que possam dar condições para que a
aprendizagem ocorra como a retomada de
conteúdos por parte do professor, retomada
da metodologia de ensino, orientações aos
alunos e familiares.
ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
PEDAGÓGICO
PAPEL DO COORDENADOR PEDAGOGICO
 O CP visto em uma multidimensão: social,
política, humana e cultural, sem implicar na
plurifunção;
 Intelectual orgânico das massas (como diria
Gramsci) profissional que compreenda a natureza
do trabalho coletivo na escola e que percebe a
necessidade de pensar a educação neste processo
de contradição,
ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
PEDAGÓGIGO
que toma por base as condições concretas e articula
a educação às relações sociais democráticas e
emancipadoras;
 Pensa o papel da escola historicamente
mediando as relações pedagógicas: professor,
aluno, currículo, metodologia, processo de
avaliação, processo de ensino e aprendizagem
ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
PEDAGÓGIGO
à luz de uma concepção de educação voltada a
um projeto de sociedade: não excludente, não
alienada, não reacionária ou conservadora e
sim projeto de educação coletivo, democrático e
comprometido com o acesso das classes
populares ao conhecimento sistematizado.
ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
PEDAGÓGIGO
 O CP delineia a ação intencional que
media e orienta a prática docente à luz de
uma concepção progressista.
 Segundo Kuenzer...
A ampliação do trabalho doCP é necessário, mas
não se basta senão fundamentada nas categorias
de uma pedagogia emancipatória. Somente
mudar os termos não basta, corremos o risco de
promover a substituição do trabalho
especializado do taylorismo/fordismo pelo
trabalhador multitarefa, em ações esvaziadas.
ENSINO (professor)
Papel do Coordenador Pedagógico
 Assessorar o professor na identificação e
planejamento para o atendimento às
dificuldades de aprendizagem.
 Acompanhar o planejamento das aulas dos
professores se está de acordo com a
Proposta Curricular Pedagógica e o Projeto
Político Pedagógico;
ENSINO (professor)
Papel do Pedagogico
 Contribuir com encaminhamentos
metodológicos, sugestões de leitura em
torno de uma prática comum e articulada
com a concepção de escola pública.
 Assessorar os professores frente a
concepção de avaliação da
aprendizagem, adequando-as à prática
pedagógica.
Organizar atendimento na hora- atividade de
maneira que garanta o espaço- tempo seja
para reflexão-ação sobre o processo
pedagógico desenvolvido em sala de aula.
ENSINO (professor)
 Subsidiar o aprimoramento teórico-
metodológico do coletivo de professores
da escola, promovendo estudos
sistemáticos, troca de experiência, debates
e oficinas pedagógicas;
 Orientar o processo de elaboração do
plano de trabalho docente junto ao coletivo
APRENDIZAGEM (ALUNO)
 Organizar meios de intervenção para
trabalhar com os que apresentam
dificuldades de aprendizagem;
 Acompanhar o aluno em suas
dificuldades, encaminhando-o a outros
especialistas ou espaços de aprendizagem
(sala de recurso, sala de apoio à
aprendizagem);
•APRENDIZAGEM (ALUNO)
- Escuta
- Acompanhamento escola/ família
- Diálogo
- Orientação de estudos
- Acompanhar freqüência
A Educação numa concepção
transformadora, pressupõe tomar o aluno
na sua totalidade, não em um momento
reduzido como “aluno”, e isso implica em
entendê-lo dentro de uma dinâmica social,
onde as ações são determinadas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5CÉSAR TAVARES
 
Gestão democrática e a autonomia da escola
Gestão democrática e aautonomia da escolaGestão democrática e aautonomia da escola
Gestão democrática e a autonomia da escolaCEEJA VILHENA
 
O que é gestão escolar césar tavares
O que é gestão  escolar césar tavaresO que é gestão  escolar césar tavares
O que é gestão escolar césar tavaresCÉSAR TAVARES
 
A história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolarA história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolarmarliceci
 
ApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc JussaraApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc Jussaraadrianacarrazoni
 
Gestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao finalGestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao finalProfessora Josete
 
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...KATIA CAVALCANTI
 
GestãO DemocráTica
GestãO DemocráTicaGestãO DemocráTica
GestãO DemocráTicaguest0c0b6b
 
A importancia da gestão democratica
A importancia da gestão democraticaA importancia da gestão democratica
A importancia da gestão democraticaJose Gomes DE Abreu
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democráticaeliasdemoch
 
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosGestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosUlisses Vakirtzis
 
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.  Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação. SEDUC/RO
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLAGESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLAFlavia Carvalho
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolarJoao Balbi
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democráticaappfoz
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democráticaguestba32bfa
 

Mais procurados (20)

Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Gestão democrática e a autonomia da escola
Gestão democrática e aautonomia da escolaGestão democrática e aautonomia da escola
Gestão democrática e a autonomia da escola
 
O que é gestão escolar césar tavares
O que é gestão  escolar césar tavaresO que é gestão  escolar césar tavares
O que é gestão escolar césar tavares
 
A história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolarA história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolar
 
ApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc JussaraApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc Jussara
 
Gestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao finalGestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao final
 
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...
 
GestãO DemocráTica
GestãO DemocráTicaGestãO DemocráTica
GestãO DemocráTica
 
A importancia da gestão democratica
A importancia da gestão democraticaA importancia da gestão democratica
A importancia da gestão democratica
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosGestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
 
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.  Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLAGESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
 
Gestão Democrática "Novo Paradigma para Responder os Desafios da Escola Atual"
Gestão Democrática "Novo Paradigma para Responder os Desafios da Escola Atual" Gestão Democrática "Novo Paradigma para Responder os Desafios da Escola Atual"
Gestão Democrática "Novo Paradigma para Responder os Desafios da Escola Atual"
 
gestão democrática
gestão democráticagestão democrática
gestão democrática
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 

Destaque

3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...Paulo Lima
 
Atividade 6 gestão democrática e participativa- relatos das possibilidades
Atividade 6  gestão democrática e participativa- relatos das possibilidadesAtividade 6  gestão democrática e participativa- relatos das possibilidades
Atividade 6 gestão democrática e participativa- relatos das possibilidadesIvana MArta da Silva
 
Pesquisa - A gestão escolar em uma dimensão democrática e participativa
Pesquisa - A gestão escolar em uma dimensão   democrática e participativaPesquisa - A gestão escolar em uma dimensão   democrática e participativa
Pesquisa - A gestão escolar em uma dimensão democrática e participativaJose Arnaldo Silva
 
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeirocandidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiroc.e. benedicto
 
GESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA
GESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVAGESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA
GESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVAPedagogo Santos
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...
GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...
GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...Miltinho Rodrigues
 
Gestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da EducaçãoGestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da Educaçãoregicenci
 
Encontro do Profuncionário
Encontro do ProfuncionárioEncontro do Profuncionário
Encontro do Profuncionáriomarcilene1311
 
Impacto das novas tecnologias na gestão escolar
Impacto das novas tecnologias na gestão escolarImpacto das novas tecnologias na gestão escolar
Impacto das novas tecnologias na gestão escolarSeduc Net
 
O PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEM
O PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEMO PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEM
O PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEMSilvana Moreli
 
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]guest3da0fb
 
Fechamento teórico oficina caderno 5
Fechamento teórico oficina caderno 5Fechamento teórico oficina caderno 5
Fechamento teórico oficina caderno 5pactoensinomedioufu
 
GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICA
GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICAGESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICA
GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICAlissandra pereira
 
Preservação da informação na biblioteca digital
Preservação da informação na biblioteca digitalPreservação da informação na biblioteca digital
Preservação da informação na biblioteca digitalCariniana Rede
 
GestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãOGestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãOevelyg
 
Shimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestação
Shimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestaçãoShimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestação
Shimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestaçãoPaulinha2011
 

Destaque (20)

3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
3. Gestão escolar democrática e gestão escolar participativa - Prof. Dr. Paul...
 
Atividade 6 gestão democrática e participativa- relatos das possibilidades
Atividade 6  gestão democrática e participativa- relatos das possibilidadesAtividade 6  gestão democrática e participativa- relatos das possibilidades
Atividade 6 gestão democrática e participativa- relatos das possibilidades
 
Pesquisa - A gestão escolar em uma dimensão democrática e participativa
Pesquisa - A gestão escolar em uma dimensão   democrática e participativaPesquisa - A gestão escolar em uma dimensão   democrática e participativa
Pesquisa - A gestão escolar em uma dimensão democrática e participativa
 
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeirocandidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
candidados a direção colegio benedicto joão cordeiro
 
GESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA
GESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVAGESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA
GESTÃO ESOLAR DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA
 
Gestão Escolar
Gestão EscolarGestão Escolar
Gestão Escolar
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...
GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...
GESTÃO DEMOCRÁTICA:desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma e...
 
Gestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da EducaçãoGestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da Educação
 
PPP2012
PPP2012PPP2012
PPP2012
 
Encontro do Profuncionário
Encontro do ProfuncionárioEncontro do Profuncionário
Encontro do Profuncionário
 
Ppp 2015
Ppp 2015Ppp 2015
Ppp 2015
 
Impacto das novas tecnologias na gestão escolar
Impacto das novas tecnologias na gestão escolarImpacto das novas tecnologias na gestão escolar
Impacto das novas tecnologias na gestão escolar
 
O PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEM
O PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEMO PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEM
O PAPEL DO GESTOR E O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEM
 
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
 
Fechamento teórico oficina caderno 5
Fechamento teórico oficina caderno 5Fechamento teórico oficina caderno 5
Fechamento teórico oficina caderno 5
 
GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICA
GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICAGESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICA
GESTÃO ESCOLAR DEMOCRÁTICA, UM COMPROMISSO COM A ESCOLA PÚBLICA
 
Preservação da informação na biblioteca digital
Preservação da informação na biblioteca digitalPreservação da informação na biblioteca digital
Preservação da informação na biblioteca digital
 
GestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãOGestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãO
 
Shimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestação
Shimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestaçãoShimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestação
Shimamoto - Cap II - Gestão escolar democrática - espaço de contestação
 
Slides capacitaçao inicial 2010 circuito campeao
Slides capacitaçao inicial 2010 circuito campeaoSlides capacitaçao inicial 2010 circuito campeao
Slides capacitaçao inicial 2010 circuito campeao
 

Semelhante a Gestão Democrática Sônia_02

TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdfTEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdfDrikaSato
 
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...Sandra Menucelli
 
Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6Liberty Ensino
 
Professor como protagonista
Professor como protagonistaProfessor como protagonista
Professor como protagonistaJovina Aguiar
 
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1ArtigoCONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigocefaprodematupa
 
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuhAndressa Rafaela Bandeira
 
Formação técnicos em educação use 16
Formação técnicos em educação use 16Formação técnicos em educação use 16
Formação técnicos em educação use 16Wany Goes Dias
 
Gorete exercicio
Gorete exercicioGorete exercicio
Gorete exercicioNaya Vitas
 
Formação para professores 2015
Formação para professores 2015Formação para professores 2015
Formação para professores 2015Alekson Morais
 
O coordenador pedagógico e o espaço de mudança
O coordenador pedagógico e o espaço de mudançaO coordenador pedagógico e o espaço de mudança
O coordenador pedagógico e o espaço de mudançagabrielbertoldo
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostasAndré Alencar
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostasAndré Alencar
 
20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.Fernanda Ledesma
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela Silva
 
Administração educacional areas de atuação
Administração educacional areas de atuaçãoAdministração educacional areas de atuação
Administração educacional areas de atuaçãoIsrael serique
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoBeatriz
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoBeatriz
 

Semelhante a Gestão Democrática Sônia_02 (20)

Papel pedagogo
Papel pedagogo Papel pedagogo
Papel pedagogo
 
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdfTEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
TEXTO3.2-Percepção acerca do prof reflexivo.pdf
 
Estagio surper
Estagio surperEstagio surper
Estagio surper
 
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
 
Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6
 
Professor como protagonista
Professor como protagonistaProfessor como protagonista
Professor como protagonista
 
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1ArtigoCONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
 
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
 
Livro de Didatica
Livro de DidaticaLivro de Didatica
Livro de Didatica
 
Formação técnicos em educação use 16
Formação técnicos em educação use 16Formação técnicos em educação use 16
Formação técnicos em educação use 16
 
Gorete exercicio
Gorete exercicioGorete exercicio
Gorete exercicio
 
Formação para professores 2015
Formação para professores 2015Formação para professores 2015
Formação para professores 2015
 
O coordenador pedagógico e o espaço de mudança
O coordenador pedagógico e o espaço de mudançaO coordenador pedagógico e o espaço de mudança
O coordenador pedagógico e o espaço de mudança
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
 
20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012
 
Administração educacional areas de atuação
Administração educacional areas de atuaçãoAdministração educacional areas de atuação
Administração educacional areas de atuação
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogo
 
Áreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogoÁreas de atuação do pedagogo
Áreas de atuação do pedagogo
 

Mais de pactoensinomedioufu

Material rem apoio para os oe[1]
Material   rem apoio para os oe[1]Material   rem apoio para os oe[1]
Material rem apoio para os oe[1]pactoensinomedioufu
 
Trabalho em grupo sobre rocas e fusos
Trabalho em grupo sobre rocas e fusosTrabalho em grupo sobre rocas e fusos
Trabalho em grupo sobre rocas e fusospactoensinomedioufu
 
Sugestão atividade em grupo apólogo branca de neve_ caderno 6
Sugestão atividade em grupo  apólogo branca de neve_ caderno 6Sugestão atividade em grupo  apólogo branca de neve_ caderno 6
Sugestão atividade em grupo apólogo branca de neve_ caderno 6pactoensinomedioufu
 
Sugestão de dinâmica caixas de presente
Sugestão de dinâmica caixas de presenteSugestão de dinâmica caixas de presente
Sugestão de dinâmica caixas de presentepactoensinomedioufu
 
Mariana fechamento teórico avaliação no ensino medio
Mariana fechamento teórico avaliação no ensino medioMariana fechamento teórico avaliação no ensino medio
Mariana fechamento teórico avaliação no ensino mediopactoensinomedioufu
 
Atividade em grupo apólogo branca de neve módulo x
Atividade em grupo  apólogo branca de neve  módulo x Atividade em grupo  apólogo branca de neve  módulo x
Atividade em grupo apólogo branca de neve módulo x pactoensinomedioufu
 
Integração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o remIntegração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o rempactoensinomedioufu
 
Discussões dinâmica boneco_desarticulado
Discussões dinâmica boneco_desarticuladoDiscussões dinâmica boneco_desarticulado
Discussões dinâmica boneco_desarticuladopactoensinomedioufu
 
Desenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdo
Desenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdoDesenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdo
Desenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdopactoensinomedioufu
 
Comandos dinâmica boneco_desarticulado
Comandos dinâmica boneco_desarticuladoComandos dinâmica boneco_desarticulado
Comandos dinâmica boneco_desarticuladopactoensinomedioufu
 
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolaAtividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolapactoensinomedioufu
 
Texto para estudo ou atividade a ciência da integração
Texto para estudo ou atividade a ciência da integraçãoTexto para estudo ou atividade a ciência da integração
Texto para estudo ou atividade a ciência da integraçãopactoensinomedioufu
 
Texto para estudo ou atividade a natureza da educação
Texto para estudo ou atividade  a natureza da educaçãoTexto para estudo ou atividade  a natureza da educação
Texto para estudo ou atividade a natureza da educaçãopactoensinomedioufu
 

Mais de pactoensinomedioufu (20)

Material rem apoio para os oe[1]
Material   rem apoio para os oe[1]Material   rem apoio para os oe[1]
Material rem apoio para os oe[1]
 
Caderno 1- otpem-final
Caderno 1- otpem-finalCaderno 1- otpem-final
Caderno 1- otpem-final
 
Trabalho em grupo sobre rocas e fusos
Trabalho em grupo sobre rocas e fusosTrabalho em grupo sobre rocas e fusos
Trabalho em grupo sobre rocas e fusos
 
Texto sobre rocas e fusos
Texto sobre rocas e fusosTexto sobre rocas e fusos
Texto sobre rocas e fusos
 
Texto apólogo branca de neve
Texto apólogo branca de neveTexto apólogo branca de neve
Texto apólogo branca de neve
 
Sugestão atividade em grupo apólogo branca de neve_ caderno 6
Sugestão atividade em grupo  apólogo branca de neve_ caderno 6Sugestão atividade em grupo  apólogo branca de neve_ caderno 6
Sugestão atividade em grupo apólogo branca de neve_ caderno 6
 
Sugestão de dinâmica caixas de presente
Sugestão de dinâmica caixas de presenteSugestão de dinâmica caixas de presente
Sugestão de dinâmica caixas de presente
 
Reflexões caderno 6
Reflexões caderno 6Reflexões caderno 6
Reflexões caderno 6
 
Mariana fechamento teórico avaliação no ensino medio
Mariana fechamento teórico avaliação no ensino medioMariana fechamento teórico avaliação no ensino medio
Mariana fechamento teórico avaliação no ensino medio
 
Atividade em grupo apólogo branca de neve módulo x
Atividade em grupo  apólogo branca de neve  módulo x Atividade em grupo  apólogo branca de neve  módulo x
Atividade em grupo apólogo branca de neve módulo x
 
Integração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o remIntegração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o rem
 
Discussões dinâmica boneco_desarticulado
Discussões dinâmica boneco_desarticuladoDiscussões dinâmica boneco_desarticulado
Discussões dinâmica boneco_desarticulado
 
Desenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdo
Desenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdoDesenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdo
Desenvolvimento dinâmica boneco_desarticualdo
 
Comandos dinâmica boneco_desarticulado
Comandos dinâmica boneco_desarticuladoComandos dinâmica boneco_desarticulado
Comandos dinâmica boneco_desarticulado
 
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolaAtividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
 
Texto para estudo ou atividade a ciência da integração
Texto para estudo ou atividade a ciência da integraçãoTexto para estudo ou atividade a ciência da integração
Texto para estudo ou atividade a ciência da integração
 
Texto para estudo ou atividade a natureza da educação
Texto para estudo ou atividade  a natureza da educaçãoTexto para estudo ou atividade  a natureza da educação
Texto para estudo ou atividade a natureza da educação
 
Texto 4 bullying na escola
Texto 4 bullying na escolaTexto 4 bullying na escola
Texto 4 bullying na escola
 
Texto 3 racismo é burrice
Texto 3  racismo é burriceTexto 3  racismo é burrice
Texto 3 racismo é burrice
 
Texto 1 petição
Texto 1 petiçãoTexto 1 petição
Texto 1 petição
 

Último

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 

Último (20)

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 

Gestão Democrática Sônia_02

  • 2. GESTÃO DEMOCRÁTICA  A gestão democrática é, portanto, atitude e método. A atitude democrática é necessária, mas não é suficiente. Precisamos de métodos democráticos de efetivo exercício da democracia. Ela também é um aprendizado. Demanda tempo, atenção e trabalho. (GADOTTI, 1980, p.4).
  • 3. GESTÃO DEMOCRÁTICA  ... A gestão democrática poderá constituir um caminho real de melhoria da qualidade de ensino se ela for concebida, em profundidade, como mecanismo capaz de alterar práticas pedagógicas.(SPOSITO,)
  • 4. PRESSUPOSTO BÁSICO O QUE É REALMENTE DEMOCRÁTICO NA ESCOLA PÚBLICA? A SOCIALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA PÚBLICA
  • 5. GESTÃO DEMOCRÁTICA ... Trata-se também de se pensar em uma educação, compreendida enquanto processo de formação humana e não apenas instrução escolar, que permita aos sujeitos que estão no cotidiano da escola, ter acesso a experiências democráticas, seja através de estudos e troca de experiências, seja através do próprio currículo. (APPLE)
  • 6. INSTÂNCIAS COLEGIADAS Gestão Escolar Papel do Coordenador pedagógico e Direção Responsáveis pela mediação, organização, integração e articulação do trabalho pedagógico, legitimando–se também no movimento de organização do currículo pela via da gestão.
  • 7. INSTÂNCIAS COLEGIADAS ...mais do que integração da escola com a família e a comunidade ou colaboração dos pais, é preciso entender essa presença como mecanismo de representação e participação política (SPÓSITO).
  • 8. INSTÂNCIAS COLEGIADAS ... Trata-se da percepção de que, para funcionar a contento, a escola necessita da adesão de seus usuários (não só de alunos, mas também de seus pais ou responsáveis) aos propósitos educativos a que ela deve visar, e que essa adesão precisa redundar em ações efetivas que contribuam para o bom desempenho do estudante (PARO).
  • 9. GRÊMIO ESTUDANTIL Papel do coordenador pedagógico ENTENDIMENTO DO SIGNIFICADO DO REPRESENTANTE DO CORPO DISCENTE CONCEPÇÃO DE REPRESENTAÇÃO/REPRESENTATIVIDADE
  • 10. CONSELHO DE CLASSE O Conselho de Classe é um dos poucos organismos na escola, talvez o único, que permite a discussão do trabalho pedagógico em sua especificidade, de forma espontânea e natural, já que discute o próprio resultado do aluno, a própria relação que tem sido estabelecida entre aluno, professor e conteúdo, num momento de análise e decisão para a tomada de novos rumos desse mesmo processo. É uma relação imediata, direta, que orienta novas relações próximas e futuras.
  • 11. CONSELHO DE CLASSE O Conselho de Classe é um órgão colegiado que pode propiciar o debate permanente e a geração de ideias numa produção social. A dimensão dos espaços coletivos é essencial para o estabelecimento de uma relação social transformadora, e torna-se fundamental o resgate das instâncias colegiadas na escola.
  • 12. PRÉ- CONSELHO Papel da equipe pedagógica é mediar a relação ensino e aprendizagem buscando no professor e no aluno os condicionantes desse processo.
  • 14. PÓS- CONSELHO Implica nas providências previstas em C.C. que possam dar condições para que a aprendizagem ocorra como a retomada de conteúdos por parte do professor, retomada da metodologia de ensino, orientações aos alunos e familiares.
  • 15. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO PAPEL DO COORDENADOR PEDAGOGICO  O CP visto em uma multidimensão: social, política, humana e cultural, sem implicar na plurifunção;  Intelectual orgânico das massas (como diria Gramsci) profissional que compreenda a natureza do trabalho coletivo na escola e que percebe a necessidade de pensar a educação neste processo de contradição,
  • 16. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGIGO que toma por base as condições concretas e articula a educação às relações sociais democráticas e emancipadoras;  Pensa o papel da escola historicamente mediando as relações pedagógicas: professor, aluno, currículo, metodologia, processo de avaliação, processo de ensino e aprendizagem
  • 17. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGIGO à luz de uma concepção de educação voltada a um projeto de sociedade: não excludente, não alienada, não reacionária ou conservadora e sim projeto de educação coletivo, democrático e comprometido com o acesso das classes populares ao conhecimento sistematizado.
  • 18. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGIGO  O CP delineia a ação intencional que media e orienta a prática docente à luz de uma concepção progressista.
  • 19.  Segundo Kuenzer... A ampliação do trabalho doCP é necessário, mas não se basta senão fundamentada nas categorias de uma pedagogia emancipatória. Somente mudar os termos não basta, corremos o risco de promover a substituição do trabalho especializado do taylorismo/fordismo pelo trabalhador multitarefa, em ações esvaziadas.
  • 20. ENSINO (professor) Papel do Coordenador Pedagógico  Assessorar o professor na identificação e planejamento para o atendimento às dificuldades de aprendizagem.  Acompanhar o planejamento das aulas dos professores se está de acordo com a Proposta Curricular Pedagógica e o Projeto Político Pedagógico;
  • 21. ENSINO (professor) Papel do Pedagogico  Contribuir com encaminhamentos metodológicos, sugestões de leitura em torno de uma prática comum e articulada com a concepção de escola pública.  Assessorar os professores frente a concepção de avaliação da aprendizagem, adequando-as à prática pedagógica.
  • 22. Organizar atendimento na hora- atividade de maneira que garanta o espaço- tempo seja para reflexão-ação sobre o processo pedagógico desenvolvido em sala de aula.
  • 23. ENSINO (professor)  Subsidiar o aprimoramento teórico- metodológico do coletivo de professores da escola, promovendo estudos sistemáticos, troca de experiência, debates e oficinas pedagógicas;  Orientar o processo de elaboração do plano de trabalho docente junto ao coletivo
  • 24. APRENDIZAGEM (ALUNO)  Organizar meios de intervenção para trabalhar com os que apresentam dificuldades de aprendizagem;  Acompanhar o aluno em suas dificuldades, encaminhando-o a outros especialistas ou espaços de aprendizagem (sala de recurso, sala de apoio à aprendizagem);
  • 25. •APRENDIZAGEM (ALUNO) - Escuta - Acompanhamento escola/ família - Diálogo - Orientação de estudos - Acompanhar freqüência
  • 26. A Educação numa concepção transformadora, pressupõe tomar o aluno na sua totalidade, não em um momento reduzido como “aluno”, e isso implica em entendê-lo dentro de uma dinâmica social, onde as ações são determinadas.