O slideshow foi denunciado.
Professor João Luís – 3º ano
 Filósofo e matemático do período Clássico Grego;
 Autor de diversos diálogos filosóficos;
 Fundador da Academia em Ate...
 A Teoria das Ideias ou Teoria das Formas:
 As coisas que captamos com os "olhos do corpo" são
formas físicas;
 As cois...
O mito fala sobre prisioneiros (desde o nascimento) que vivem presos em
correntes numa caverna e que passam todo tempo olh...
 O Mito da Caverna ou “Alegoria da Caverna” é uma
passagem do livro “A República” de Platão.
 Com essa metáfora é possív...
Os seres humanos tem uma visão distorcida da realidade.
No mito, os prisioneiros somos nós que enxergamos e
acreditamos ap...
 foi um filósofo grego, aluno de Platão e professor de
Alexandre o Grande.
 Aristóteles é visto como um dos fundadores d...
 O termo Metafísica não é aristotélico;
 O que hoje chamamos de metafísica era chamado por
Aristóteles de "filosofia pri...
 De que é feito isso? Procura a causa material das
coisas.
 Como é isso? Revela a causa formal da coisa.
 Quem iniciou ...
 Em sua obra A política, Aristóteles chega a uma
conclusão: o ser humano é um animal político
 A política aristotélica é...
 Democracia – poder do povo – demagogia;
 Monarquia – poder de uma só pessoa – Tirania;
 Aristocracia – poder dos melho...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A influência de Platão e Aristóteles na Filosofia ocidental

474 visualizações

Publicada em

Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A influência de Platão e Aristóteles na Filosofia ocidental

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A influência de Platão e Aristóteles na Filosofia ocidental

  1. 1. Professor João Luís – 3º ano
  2. 2.  Filósofo e matemático do período Clássico Grego;  Autor de diversos diálogos filosóficos;  Fundador da Academia em Atenas;  Teve como mentor: Sócrates;  Pupilo: Aristóteles;
  3. 3.  A Teoria das Ideias ou Teoria das Formas:  As coisas que captamos com os "olhos do corpo" são formas físicas;  As coisas que captamos com os "olhos da alma" são as formas não físicas;  A inteligência capta formas inteligíveis que são as essências puras.
  4. 4. O mito fala sobre prisioneiros (desde o nascimento) que vivem presos em correntes numa caverna e que passam todo tempo olhando para a parede do fundo que é iluminada pela luz gerada por uma fogueira. Nesta parede são projetadas sombras de estátuas representando pessoas, animais, plantas e objetos, mostrando cenas e situações do dia-a-dia. Os prisioneiros ficam dando nomes às imagens (sombras), analisando e julgando as situações. Vamos imaginar que um dos prisioneiros fosse forçado a sair das correntes para poder explorar o interior da caverna e o mundo externo. Entraria em contato com a realidade e perceberia que passou a vida toda analisando e julgando apenas imagens projetadas por estátuas. Ao sair da caverna e entrar em contato com o mundo real ficaria encantado com os seres de verdade, com a natureza, com os animais e etc. Voltaria para a caverna para passar todo conhecimento adquirido fora da caverna para seus colegas ainda presos. Porém, seria ridicularizado ao contar tudo o que viu e sentiu, pois seus colegas só conseguem acreditar na realidade que enxergam na parede iluminada da caverna. Os prisioneiros vão o chamar de louco, ameaçando-o de morte caso não pare de falar daquelas ideias consideradas absurdas.
  5. 5.  O Mito da Caverna ou “Alegoria da Caverna” é uma passagem do livro “A República” de Platão.  Com essa metáfora é possível conhecer uma importante teoria platônica:  Através do conhecimento, é possível:  Captar a existência do mundo sensível (conhecido através dos sentidos);  E do mundo inteligível (conhecido somente através da razão).
  6. 6. Os seres humanos tem uma visão distorcida da realidade. No mito, os prisioneiros somos nós que enxergamos e acreditamos apenas em imagens criadas pela cultura, conceitos e informações que recebemos durante a vida. A caverna simboliza o mundo, pois nos apresenta imagens que não representam a realidade. Só é possível conhecer a realidade, quando nos libertamos destas influências culturais e sociais, ou seja, quando saímos da caverna.
  7. 7.  foi um filósofo grego, aluno de Platão e professor de Alexandre o Grande.  Aristóteles é visto como um dos fundadores da filosofia ocidental.  Em 335 a. C. Aristóteles volta para Atenas onde funda o Liceu.
  8. 8.  O termo Metafísica não é aristotélico;  O que hoje chamamos de metafísica era chamado por Aristóteles de "filosofia primeira", sendo por isso identificada com a teologia.  A Metafísica de Aristóteles é uma modificação da Teoria das ideias de Platão.
  9. 9.  De que é feito isso? Procura a causa material das coisas.  Como é isso? Revela a causa formal da coisa.  Quem iniciou isso?chega-se a causa eficiente.  Para que se faz isso? Descobre-se a causa final.
  10. 10.  Em sua obra A política, Aristóteles chega a uma conclusão: o ser humano é um animal político  A política aristotélica é essencialmente unida à moral, porque o fim último do estado é a virtude.
  11. 11.  Democracia – poder do povo – demagogia;  Monarquia – poder de uma só pessoa – Tirania;  Aristocracia – poder dos melhores - Oligarquia

×