Método Científico
em 6 passos
Blog da Ciência
por: Thiago Xavier
Método Científico
O método científico é um manual de instruções que descreve “como
fazer ciência”.
É uma série de passos que...
1. Observação
Observar a natureza, algum evento, o comportamento das pessoas ou qualquer que
seja o seu objeto de estudo.
...
2. Questionamento
Questione por que aquilo que você observou acontece.
Suas perguntas serão seu guia numa espécie de formu...
3. Hipótese
Levante uma hipótese.
Essa será a sua sugestão de solução do problema formulado durante o
questionamento.
É im...
Falseabilidade
Precisamos de algumas definições antes de continuar
Uma ideia ganha mais força quando outras pessoas validam...
4. Experimentação
Crie um ou mais experimentos controlados, cujos resultados esperados possam
reforçar a sua hipótese.
5. Análise
Verifique bem os resultados dos experimentos. Analise os dados. Refaça as contas.
Certifique-se de que não houve ...
Lei, Hipótese e Teoria
Veja + sobre lei, hipótese e teoria em http://blogdaciencia.com/teoria-x-hipotese/
Uma lei é a
gene...
6. Conclusão
Caso o experimento não tenha saído como esperado, tente entender o por quê e retorne
ao passo 3. Ajuste a sua...
O Método é de Todos
O método científico é para todos, e não apenas para cientistas.
Você pode usá-lo no seu dia a dia, mesm...
Referências
• Science: The Definitive Visual Guide, DK
• O Livro da Ciência, Editora Globo
• BYNUM, William; Uma Breve Hist...
Referências
Atribuições das imagens:
• Foto Observação: visualhunt.com
• Foto Questionamento: Josh Felise via unsplash.com...
Obrigado!
Blog da Ciência
por: Thiago Xavier
Acompanhe o Blog da Ciência
facebook.com/blogdaciencia
twitter.com/blogdaciencia
blogdaciencia.com
contato@blogdaciencia.c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Método Científico em 6 passos

816 visualizações

Publicada em

Guia sobre o método científico e sua importância.
Nesta apresentação, busquei expor a essência do método científico da forma mais objetiva possível. É uma abordagem rápida, com os conceitos principais. Ajude a divulgar a ciência e mostre esse conteúdo para seus amigos e colegas.

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
816
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
550
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Método Científico em 6 passos

  1. 1. Método Científico em 6 passos Blog da Ciência por: Thiago Xavier
  2. 2. Método Científico O método científico é um manual de instruções que descreve “como fazer ciência”. É uma série de passos que ajudam a determinar se uma afirmação tem validade científica ou não. * Na literatura o número de passos varia. Aqui veremos a essência do método científico em 6 passos. 1. Observação 2. Questionamento 3. Hipótese 4. Experimentação 5. Análise 6. Conclusão
  3. 3. 1. Observação Observar a natureza, algum evento, o comportamento das pessoas ou qualquer que seja o seu objeto de estudo. O observador deve ser objetivo, se ater aos fatos e não se deixar influenciar por impressões ou intuições. A observação vai despertar a sua curiosidade, que vai levar a questionamentos.
  4. 4. 2. Questionamento Questione por que aquilo que você observou acontece. Suas perguntas serão seu guia numa espécie de formulação de um problema. A solução desse problema é onde queremos chegar com o uso do método científico. Questionamento e Observação estão muito interligados. A observação leva ao questionamento mas o questionamento também pode estimular observações.
  5. 5. 3. Hipótese Levante uma hipótese. Essa será a sua sugestão de solução do problema formulado durante o questionamento. É importante que essa hipótese seja testável e falseável. Ela será colocada a prova com experimentos. Entenda o que é falseabilidade no próximo slide.
  6. 6. Falseabilidade Precisamos de algumas definições antes de continuar Uma ideia ganha mais força quando outras pessoas validam que ela acontece/ funciona. Daí a importância de uma hipótese ser testável. Assim, temos a capacidade de verificá-la. Uma hipótese falseável é aquela que temos a possibilidade de considerar falsa. Segundo o exemplo do filósofo Alemão Karl Popper, a hipótese de que “todos os cisnes são brancos” é falseável. Basta encontrarmos um cisne negro para refutá-la.
  7. 7. 4. Experimentação Crie um ou mais experimentos controlados, cujos resultados esperados possam reforçar a sua hipótese.
  8. 8. 5. Análise Verifique bem os resultados dos experimentos. Analise os dados. Refaça as contas. Certifique-se de que não houve erro na interpretação das informações. Cuidado! Nosso cérebro tende a interpretar as informações de forma a reforçar hipóteses que julgamos corretas. É o que chamamos de viés da confirmação.
  9. 9. Lei, Hipótese e Teoria Veja + sobre lei, hipótese e teoria em http://blogdaciencia.com/teoria-x-hipotese/ Uma lei é a generalização de um conjunto de observações, não tendo sido encontrada nenhuma exceção a tais observações. Exemplo: Lei da Gravitação Universal As hipóteses são conjecturas, especulações, previsões sobre determinado fenômeno da natureza e como ele se comporta. As teorias são explicações bem fundamentadas para descrever eventos que ocorrem na natureza. Envolvem fatos, leis e hipóteses já testadas exaustivamente. Exemplo: Teoria da Evolução Mais algumas definições antes de continuar
  10. 10. 6. Conclusão Caso o experimento não tenha saído como esperado, tente entender o por quê e retorne ao passo 3. Ajuste a sua hipótese ou formule uma nova. E se os dados obtidos com o experimento comprovam a sua hipótese, chegamos à solução do problema. Sua ideia pode ser refinada, revisada por outros cientistas, ser publicada e até se tornar uma teoria.
  11. 11. O Método é de Todos O método científico é para todos, e não apenas para cientistas. Você pode usá-lo no seu dia a dia, mesmo que seja uma versão mais flexível. Assim, evitamos ser enganados e reafirmamos o nosso compromisso com a verdade. Lembre-se: contra fatos não há argumentos.
  12. 12. Referências • Science: The Definitive Visual Guide, DK • O Livro da Ciência, Editora Globo • BYNUM, William; Uma Breve História da Ciência, Editora L&PM • Simpatia Funciona? - Nerdologia
 https://www.youtube.com/watch?v=D3p0PRYBCPE • Origem da Vida e Método Científico - Descomplica
 https://www.youtube.com/watch?v=KgsIwVCe2H8 • O Método Científico e os Tipos de Pesquisa
 https://www.youtube.com/watch?v=ey9bTshV308 • Falseabilidade - Canal do Pirula
 https://www.youtube.com/watch?v=GJcvAFDW4k4
  13. 13. Referências Atribuições das imagens: • Foto Observação: visualhunt.com • Foto Questionamento: Josh Felise via unsplash.com • Foto Hipótese: pexels.com • Foto Experimentação: Horia Varlan via visualhunt.com • Foto Análise: pexels.com • Foto Conclusão: pexels.com Atribuições dos ícones: • Binoculars by Noe Araujo from the Noun Project • Question by Jardson Almeida from the Noun Project • Thought Bubble by Adriano Emerick from the Noun Project • Flask by Gregory Sujkowski from the Noun Project • Chart Analysis by Mark Shorter from the Noun Project • Declaration by Dominique Vicent from the Noun Project • Information by Guillaume Bahri from the Noun Project • Email by Leonides Delgado from the Noun Project
  14. 14. Obrigado! Blog da Ciência por: Thiago Xavier
  15. 15. Acompanhe o Blog da Ciência facebook.com/blogdaciencia twitter.com/blogdaciencia blogdaciencia.com contato@blogdaciencia.com O que achou desta apresentação? Seu feedback é sempre bem-vindo!

×