SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares:
           metodologias de operacionalização (Workshop)




Práticas e modelos de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares




O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de
operacionalização (Workshop)




2ª Parte



ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de enunciados específicos



Analise os enunciados 3 e 4, apontando as suas fragilidades e propondo eventuais
alterações que os transformem em enunciados específicos e que concretizem
hipóteses reais de acções para a melhoria.




Enunciados:
3. Reforçar o trabalho articulado

4. Reforçar a produção de instrumentos de apoio a ser usados por professores e alunos
ENUNCIADOS
    ENUNCIADO GERAL de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares:
            O Modelo         FRAGILIDADES
               metodologias de operacionalização (Workshop)ESPECÍFICOS
3- Reforçar o trabalho articulado   Este enunciado é generalista e          Reforçar o trabalho articulado ao
                                    abstracto. Não especifica o tipo de     nível da promoção da leitura.
                                    trabalho, os intervenientes no          - Participação do professor
                                    processo, as áreas a abranger e os      bibliotecário nas reuniões de todos
                                    níveis de articulação.                  os departamentos no início de cada
                                                                            período e sempre que se achar
                                                                            pertinente, delineando-se
                                                                            estratégias e acções concertadas de
                                                                            promoção da leitura, garantindo-se
                                                                            a transversalidade de competências
                                                                            associadas a esta actividade.
                                                                            - Reunir com os professores da
                                                                            Área Disciplinar de Português para
                                                                            planificar actividades no âmbito do
                                                                            projecto”Ler + em Família”, da
                                                                            Semana da Leitura, do Dia da
                                                                            Poesia…
                                                                            - Reforçar o trabalho articulado da
                                                                            BE com a família ao nível da
                                                                            promoção do gosto e hábitos de
                                                                            leitura e promovendo formações no
                                                                            âmbito desta temática.
                                                                            - Promover concursos na
                                                                            BE(concursos de poesia e de
                                                                            leitura) em articulação com a
                                                                            Biblioteca Municipal, planeando
                                                                            encontros de Animação da Leitura,
                                                                            com carácter lúdico, a nível do 1º
                                                                            ciclo.

4- Reforçar a produção de           É na mesma um enunciado vago e          Reforçar a produção de instrumentos
instrumentos de apoio a ser         pouco revelador. Não especifica quais   de apoio em diferentes suportes, a
usados por professores e alunos     são os instrumentos concretos de        serem usados no desenvolvimento de
                                    apoio e qual a razão que leva ao        competências das literacias através
                                    reforço dos mesmos.                     de:
                                                                            - criação de dossiers temáticos de
                                                                            apoio ao desenvolvimento das
                                                                            literacias e de educação para a
                                                                            cidadania.
                                                                            - maletas pedagógicas de apoio à
                                                                            promoção da leitura.
                                                                            - fichas de trabalho.
                                                                            - power-points.
                                                                            - guiões de leitura orientada com
                                                                            metodologias concretas e
                                                                            esclarecedoras.
                                                                            - guiões de pesquisa orientada nos
                                                                            diversos suportes de forma a que a
                                                                            informação possa ser localizada em
                                                                            diferentes ambientes.
                                                                            -blogs, onde se difunde a informação.
                                                                            Estes instrumentos de apoio irão
                                                                            informar e esclarecer os utilizadores,
                                                                            favorecendo a construção do
                                                                            Conhecimento e contribuindo para o
                                                                            sucesso educativo.
O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares:
   metodologias de operacionalização (Workshop)




                                      A formanda Marta Medeiros

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8anabraga
 
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefaTabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefaisabelsousaalves
 
Tabela Matriz Novo Curso Manuela Varejao
Tabela Matriz   Novo Curso Manuela VarejaoTabela Matriz   Novo Curso Manuela Varejao
Tabela Matriz Novo Curso Manuela VarejaoManuela Varejao
 
Plano actividades bes 09
Plano actividades bes 09Plano actividades bes 09
Plano actividades bes 09tiagosouselo
 
MAFpmavdrec3sessao2tarefa1
MAFpmavdrec3sessao2tarefa1MAFpmavdrec3sessao2tarefa1
MAFpmavdrec3sessao2tarefa1ameliafig
 
Tabela Matriz Novo Curso Acmatias
Tabela Matriz   Novo Curso AcmatiasTabela Matriz   Novo Curso Acmatias
Tabela Matriz Novo Curso AcmatiasAna Cristina Matias
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Cursobibliotecasalir
 
Sessão 1 online-Fórum 1-Tabela Matriz
Sessão 1 online-Fórum 1-Tabela MatrizSessão 1 online-Fórum 1-Tabela Matriz
Sessão 1 online-Fórum 1-Tabela MatrizManuela Mantas
 
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudançaA biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudançaIsabel Martins
 
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...mariaantoniadocarmo
 

Mais procurados (16)

Diretrizes curriculares para imprensão
Diretrizes curriculares para imprensãoDiretrizes curriculares para imprensão
Diretrizes curriculares para imprensão
 
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
 
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefaTabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
 
Tabela Matriz Novo Curso Manuela Varejao
Tabela Matriz   Novo Curso Manuela VarejaoTabela Matriz   Novo Curso Manuela Varejao
Tabela Matriz Novo Curso Manuela Varejao
 
Plano actividades bes 09
Plano actividades bes 09Plano actividades bes 09
Plano actividades bes 09
 
Modelo De Auto
Modelo De AutoModelo De Auto
Modelo De Auto
 
Tabela Isabel Trabucho 2 Nov
Tabela Isabel Trabucho 2 NovTabela Isabel Trabucho 2 Nov
Tabela Isabel Trabucho 2 Nov
 
MAFpmavdrec3sessao2tarefa1
MAFpmavdrec3sessao2tarefa1MAFpmavdrec3sessao2tarefa1
MAFpmavdrec3sessao2tarefa1
 
Tabela Matriz Novo Curso Acmatias
Tabela Matriz   Novo Curso AcmatiasTabela Matriz   Novo Curso Acmatias
Tabela Matriz Novo Curso Acmatias
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
 
Matriz[1]
Matriz[1]Matriz[1]
Matriz[1]
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
Sessão 1 online-Fórum 1-Tabela Matriz
Sessão 1 online-Fórum 1-Tabela MatrizSessão 1 online-Fórum 1-Tabela Matriz
Sessão 1 online-Fórum 1-Tabela Matriz
 
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudançaA biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
 
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
 
Tarefa 5.1
Tarefa 5.1Tarefa 5.1
Tarefa 5.1
 

Destaque

Desafios Do Gestor De Varejo Trabalho
Desafios Do Gestor De Varejo TrabalhoDesafios Do Gestor De Varejo Trabalho
Desafios Do Gestor De Varejo Trabalhoguestfdf7b46c
 
Preguntas y respuestas sobre la evolución.
Preguntas y respuestas sobre la evolución.Preguntas y respuestas sobre la evolución.
Preguntas y respuestas sobre la evolución.LauNay2026
 
Contaminacion ambiental adhjfadsjf
Contaminacion ambiental adhjfadsjfContaminacion ambiental adhjfadsjf
Contaminacion ambiental adhjfadsjfvanessashive
 
Top 10 de lugares insolitos en el mundo
Top 10 de lugares insolitos en el mundoTop 10 de lugares insolitos en el mundo
Top 10 de lugares insolitos en el mundojulia tessio
 
Expresion oral I
Expresion oral IExpresion oral I
Expresion oral Ikarole14
 
Limitaciones y procedimientos de correo
Limitaciones y procedimientos de correoLimitaciones y procedimientos de correo
Limitaciones y procedimientos de correooperaciones1
 
Honduras al Mundial 2014
Honduras al Mundial 2014Honduras al Mundial 2014
Honduras al Mundial 2014ValeVidales
 
Mi primera presentacion francy yasmin martinez bastidas
Mi primera presentacion francy yasmin martinez bastidasMi primera presentacion francy yasmin martinez bastidas
Mi primera presentacion francy yasmin martinez bastidasfrancyyasmin
 
tipos de redes de computadora
tipos de redes de computadoratipos de redes de computadora
tipos de redes de computadoraIsaac Vergara
 
Nuevos Dispositivos De Almacenamiento
Nuevos Dispositivos De AlmacenamientoNuevos Dispositivos De Almacenamiento
Nuevos Dispositivos De AlmacenamientoRodolfo
 
E portafolio-gestion empresarial
E portafolio-gestion empresarialE portafolio-gestion empresarial
E portafolio-gestion empresarialmxsilvac
 
Gerenciamento Projetos Software - Virtual Business
Gerenciamento Projetos Software - Virtual BusinessGerenciamento Projetos Software - Virtual Business
Gerenciamento Projetos Software - Virtual BusinessVirtual Business
 

Destaque (20)

El cern
El cernEl cern
El cern
 
1
11
1
 
Desafios Do Gestor De Varejo Trabalho
Desafios Do Gestor De Varejo TrabalhoDesafios Do Gestor De Varejo Trabalho
Desafios Do Gestor De Varejo Trabalho
 
Preguntas y respuestas sobre la evolución.
Preguntas y respuestas sobre la evolución.Preguntas y respuestas sobre la evolución.
Preguntas y respuestas sobre la evolución.
 
Contaminacion ambiental adhjfadsjf
Contaminacion ambiental adhjfadsjfContaminacion ambiental adhjfadsjf
Contaminacion ambiental adhjfadsjf
 
E-portafolio LAUDITH CARRASCAL ANTELIZ
E-portafolio LAUDITH CARRASCAL ANTELIZE-portafolio LAUDITH CARRASCAL ANTELIZ
E-portafolio LAUDITH CARRASCAL ANTELIZ
 
Top 10 de lugares insolitos en el mundo
Top 10 de lugares insolitos en el mundoTop 10 de lugares insolitos en el mundo
Top 10 de lugares insolitos en el mundo
 
Paracetamol
ParacetamolParacetamol
Paracetamol
 
Slideshare nSLY
Slideshare nSLYSlideshare nSLY
Slideshare nSLY
 
codigo civil
codigo civilcodigo civil
codigo civil
 
Expresion oral I
Expresion oral IExpresion oral I
Expresion oral I
 
Limitaciones y procedimientos de correo
Limitaciones y procedimientos de correoLimitaciones y procedimientos de correo
Limitaciones y procedimientos de correo
 
Honduras al Mundial 2014
Honduras al Mundial 2014Honduras al Mundial 2014
Honduras al Mundial 2014
 
Mi primera presentacion francy yasmin martinez bastidas
Mi primera presentacion francy yasmin martinez bastidasMi primera presentacion francy yasmin martinez bastidas
Mi primera presentacion francy yasmin martinez bastidas
 
tipos de redes de computadora
tipos de redes de computadoratipos de redes de computadora
tipos de redes de computadora
 
1
11
1
 
Nuevos Dispositivos De Almacenamiento
Nuevos Dispositivos De AlmacenamientoNuevos Dispositivos De Almacenamiento
Nuevos Dispositivos De Almacenamiento
 
E portafolio-gestion empresarial
E portafolio-gestion empresarialE portafolio-gestion empresarial
E portafolio-gestion empresarial
 
Gerenciamento Projetos Software - Virtual Business
Gerenciamento Projetos Software - Virtual BusinessGerenciamento Projetos Software - Virtual Business
Gerenciamento Projetos Software - Virtual Business
 
1
11
1
 

Semelhante a Sessão 7 Fórum 2

Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2BE/CRE
 
2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos
2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos
2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicosmariaantoniadocarmo
 
Distinguir enunciados gerais de específicos
Distinguir enunciados gerais de específicosDistinguir enunciados gerais de específicos
Distinguir enunciados gerais de específicosmariaemilianovais
 
Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]
Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]
Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]bibliotecaesla
 
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª TarefaTabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefaisabelsousaalves
 
Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01
Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01
Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01Beco
 
Minha tabela
Minha tabelaMinha tabela
Minha tabelaeb23am
 
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopesTabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopesalexandranuneslopes
 
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopesTabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopesalexandranuneslopes
 
Analisar Os Enunciados 3 E 4
Analisar Os Enunciados 3 E 4Analisar Os Enunciados 3 E 4
Analisar Os Enunciados 3 E 4anamariabpalma
 
FóRum 2 HéLia Pereira
FóRum 2   HéLia PereiraFóRum 2   HéLia Pereira
FóRum 2 HéLia PereiraHélia Jacob
 
Tabela 1
Tabela 1Tabela 1
Tabela 1tritao
 

Semelhante a Sessão 7 Fórum 2 (20)

Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2
 
2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos
2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos
2ª ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos
 
Distinguir enunciados gerais de específicos
Distinguir enunciados gerais de específicosDistinguir enunciados gerais de específicos
Distinguir enunciados gerais de específicos
 
7ª SessãO 2
7ª SessãO   27ª SessãO   2
7ª SessãO 2
 
Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]
Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]
Plano%20 de%20actividades%202010 2011%20-%20para%20integrar%20informação[2]
 
Plano de avaliação
Plano de avaliaçãoPlano de avaliação
Plano de avaliação
 
Plano de avaliação
Plano de avaliaçãoPlano de avaliação
Plano de avaliação
 
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª TarefaTabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
 
Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01
Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01
Planoactividadesbes09 100315153956-phpapp01
 
Minha tabela
Minha tabelaMinha tabela
Minha tabela
 
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopesTabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopes
 
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopesTabela matriz sessao1_alexandra_lopes
Tabela matriz sessao1_alexandra_lopes
 
SessãO 8 FóRum2 Grupo3
SessãO 8 FóRum2 Grupo3SessãO 8 FóRum2 Grupo3
SessãO 8 FóRum2 Grupo3
 
SessãO 8 FóRum2 Grupo3
SessãO 8 FóRum2 Grupo3SessãO 8 FóRum2 Grupo3
SessãO 8 FóRum2 Grupo3
 
Analisar Os Enunciados 3 E 4
Analisar Os Enunciados 3 E 4Analisar Os Enunciados 3 E 4
Analisar Os Enunciados 3 E 4
 
A
AA
A
 
Tarefa 7 2ª Parte
Tarefa 7  2ª ParteTarefa 7  2ª Parte
Tarefa 7 2ª Parte
 
FóRum 2 HéLia Pereira
FóRum 2   HéLia PereiraFóRum 2   HéLia Pereira
FóRum 2 HéLia Pereira
 
Tabela 1
Tabela 1Tabela 1
Tabela 1
 
Actividade 1_on-line
Actividade 1_on-lineActividade 1_on-line
Actividade 1_on-line
 

Mais de martamedeiros

A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)martamedeiros
 
Reflexão crítica final
Reflexão crítica final Reflexão crítica final
Reflexão crítica final martamedeiros
 
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda PiresTarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Piresmartamedeiros
 
Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2martamedeiros
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Piresmartamedeiros
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Piresmartamedeiros
 
Planificação de uma atividade
Planificação de uma atividadePlanificação de uma atividade
Planificação de uma atividademartamedeiros
 
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaisTarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaismartamedeiros
 
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedesComentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedesmartamedeiros
 
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -martamedeiros
 
Ana maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçadaAna maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçadamartamedeiros
 

Mais de martamedeiros (20)

A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)
 
À Roda dos Livros
À Roda dos LivrosÀ Roda dos Livros
À Roda dos Livros
 
Reflexão crítica final
Reflexão crítica final Reflexão crítica final
Reflexão crítica final
 
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda PiresTarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Pires
 
Sessão 8 -Tarefa 2
Sessão 8 -Tarefa 2Sessão 8 -Tarefa 2
Sessão 8 -Tarefa 2
 
Sessão 8 -Tarefa 1
Sessão 8 -Tarefa 1Sessão 8 -Tarefa 1
Sessão 8 -Tarefa 1
 
O pato submarino
O pato submarinoO pato submarino
O pato submarino
 
O pato submarino
O pato submarinoO pato submarino
O pato submarino
 
Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Pires
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Pires
 
Planificação de uma atividade
Planificação de uma atividadePlanificação de uma atividade
Planificação de uma atividade
 
Sessão 4
Sessão 4Sessão 4
Sessão 4
 
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaisTarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
 
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedesComentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedes
 
Tarefa1
Tarefa1Tarefa1
Tarefa1
 
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
 
Ana maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçadaAna maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçada
 
R.l.styne
R.l.styneR.l.styne
R.l.styne
 
Bibliografia
BibliografiaBibliografia
Bibliografia
 

Último

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfCarlos Gomes
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfLarissa Souza
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 

Último (6)

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 

Sessão 7 Fórum 2

  • 1. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Workshop) Práticas e modelos de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Workshop) 2ª Parte ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de enunciados específicos Analise os enunciados 3 e 4, apontando as suas fragilidades e propondo eventuais alterações que os transformem em enunciados específicos e que concretizem hipóteses reais de acções para a melhoria. Enunciados: 3. Reforçar o trabalho articulado 4. Reforçar a produção de instrumentos de apoio a ser usados por professores e alunos
  • 2. ENUNCIADOS ENUNCIADO GERAL de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: O Modelo FRAGILIDADES metodologias de operacionalização (Workshop)ESPECÍFICOS 3- Reforçar o trabalho articulado Este enunciado é generalista e Reforçar o trabalho articulado ao abstracto. Não especifica o tipo de nível da promoção da leitura. trabalho, os intervenientes no - Participação do professor processo, as áreas a abranger e os bibliotecário nas reuniões de todos níveis de articulação. os departamentos no início de cada período e sempre que se achar pertinente, delineando-se estratégias e acções concertadas de promoção da leitura, garantindo-se a transversalidade de competências associadas a esta actividade. - Reunir com os professores da Área Disciplinar de Português para planificar actividades no âmbito do projecto”Ler + em Família”, da Semana da Leitura, do Dia da Poesia… - Reforçar o trabalho articulado da BE com a família ao nível da promoção do gosto e hábitos de leitura e promovendo formações no âmbito desta temática. - Promover concursos na BE(concursos de poesia e de leitura) em articulação com a Biblioteca Municipal, planeando encontros de Animação da Leitura, com carácter lúdico, a nível do 1º ciclo. 4- Reforçar a produção de É na mesma um enunciado vago e Reforçar a produção de instrumentos instrumentos de apoio a ser pouco revelador. Não especifica quais de apoio em diferentes suportes, a usados por professores e alunos são os instrumentos concretos de serem usados no desenvolvimento de apoio e qual a razão que leva ao competências das literacias através reforço dos mesmos. de: - criação de dossiers temáticos de apoio ao desenvolvimento das literacias e de educação para a cidadania. - maletas pedagógicas de apoio à promoção da leitura. - fichas de trabalho. - power-points. - guiões de leitura orientada com metodologias concretas e esclarecedoras. - guiões de pesquisa orientada nos diversos suportes de forma a que a informação possa ser localizada em diferentes ambientes. -blogs, onde se difunde a informação. Estes instrumentos de apoio irão informar e esclarecer os utilizadores, favorecendo a construção do Conhecimento e contribuindo para o sucesso educativo.
  • 3. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Workshop) A formanda Marta Medeiros