SlideShare uma empresa Scribd logo
Sessão 4 – Tarefa 2
                               Canais RSS temáticos
Para iniciar esta tarefa, e depois de fazer uma análise exaustiva a várias bibliotecas
e páginas com RSS organizadas de uma forma temática, percebi que não existiam
muitas bibliotecas com esta caraterística. Também investiguei algumas bibliotecas
escolares em que os tópicos dos feeds de algumas se reportavam a conteúdos
muito próprios, específicos a notícias de atividades por elas dinamizadas, como a
biblioteca escolar do Agrupamento de Escolas António Correia Oliveira que pode
ser seguida através de dois canais: Posts permitindo seguir as várias notícias que
vão surgindo e Comentários permitindo seguir os comentários que vão sendo
feitos.
Achei interessantes os canais RSS para publicações periódicas disponíveis no
catálogo da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian, pois permite
encontrar um conjunto de canais que integram os mais importantes títulos de
revistas assinantes da instituição e estão organizados de acordo com as grandes
temáticas das Artes Visuais e da História de Arte.
No entanto a minha opção recaiu sobre a página Web “Viagens Literárias”
(http://viagensliterarias.wordpress.com/) pelo interesse de conteúdos que podem
ser utilizados/disponibilizados em contexto de biblioteca escolar.
Possui RSS feeds (http://viagensliterarias.wordpress.com/feed/) para temas
muito pertinentes, com viagens literárias e uma série de recursos a nível da Web
2.0, pensados para os alunos do ensino básico e secundário e que poderemos
considerar no Plano Anual de Atividades da Biblioteca, como uma mais-valia,
principalmente no âmbito do Apoio ao Currículo.
Esta página reúne uma série de recursos pensados para as aulas de Língua
Portuguesa, envolvendo outras disciplinas, motivados pelo Google Earth e pelo site
Google Lit Trips, que dada a riqueza e potencial da ferramenta, o conceito alargou-
se à criação de recursos educativos digitais aproveitando a geo-referenciação e a
articulação com outras ferramentas Google.
Podendo ser ordenado por data, título e autor o feed aparece em diversas
categorias que vão desde os Descobrimentos, aos Contos, à Matemática, à Poesia,
Poetas, ao Google Earth, entre outras.
Pode ser feito um comentário e/ou sugestão, clicando no número de Comentários
no topo à esquerda em cadapost.
O conteúdo do feed nesta página é atualizado com frequência, o que releva,
também, para a sua subscrição.
Fiz o teste através da subscrição deste feed, assim como de outros que fui
considerando de interesse. Está agora inscrito na minha conta do Google Reader,
incluído numa pasta já criada, organizada com outros feeds e intitulada Literacia
da Informação.
Aconselho vivamente os colegas a fazerem o mesmo.


                                      Sessão 4
                                 Tarefa 3 – 1ªfase
Reflexão sobre a temática da agregação de conteúdos e o trabalho da
Biblioteca


Com este trabalho de estudo/pesquisa mais aprofundado sobre a temática da
agregação de conteúdos e da sua apropriação numa vertente pragmática, apesar de
já conhecer os RSS feeds, tenho de admitir que só agora me apercebo com mais
profundidade das suas vantagens e potencialidades e, simultaneamente, da sua
simplicidade, nomeadamente em contexto de trabalho na biblioteca.
De uma maneira geral, esta tecnologia permite a receção rápida de notícias ou
informações, sincronizadas com os respetivos fornecedores de conteúdos, não só
conteúdos escritos mas também audiovisuais e multimédia, de facto o podcasting e
o videocasting popularizaram-se graças ao RSS.
Os blogs, as novidades e as notícias são os feeds mais utilizados.
É verdadeiramente aliciante e motivador que através do agregador Google Reader
(onde já estava inscrita e não me tinha apercebido) consigamos receber, em tempo
real, atualizações de vários blogues ou sítios com RSS que consideramos fidedignos
e subscrevemos dado o seu interesse, sem que para isso seja necessário abri-los e
percorrê-los Assim, relativamente à forma de consumir e difundir informação a
sindicação de conteúdos é, sem dúvida, uma revolução. Já não é o consumidor que
vai de encontro à informação mas sim a informação que acaba por chegar ao
consumidor.
A interatividade da navegação por feeds consegue-se ao permitir “pedir” a opinião
aos leitores e oferecer incentivos à sua participação, assim como instalar “follow”
nos comentários com lista com os últimos comentários, subscrever e partilhar.
O bibliotecário poupa muito tempo, pois com o RSS ele verá o conteúdo das suas
fontes favoritas, visitando apenas um lugar. Fideliza-se o utilizador na biblioteca
quando este visita a sua página subscrevendo o seu feed (são livres de spam, ao
contrário de outro tipo de subscrições por e-mail). Assim, a biblioteca poderá estar
em permanente atualização, dispondo de novidades e conteúdos ativos que os
alunos e professores poderão considerar nas suas pesquisas e investigações
permanentes. É também importante reforçar que a seleção das novidades e
conteúdos ativos deverá ser feita em articulação/cooperação com os docentes da
escola subscrevendo blogues e sítios que respondam às solicitações apresentadas
conhecendo, antecipadamente, as necessidades e interesses do público-alvo.
A quantidade de informação que se recebe é enorme podendo levar, a curto prazo,
à subscrição de uma imensidão de feeds. Como vem referenciado no texto de
introdução à temática “Agregação de conteúdos (RSS readers)” deveremos utilizar
truques para gerir eficazmente os feeds: “lançar periodicamente um olhar sobre
todos os nossos feeds”, “ser seletivo”, “analisar um blogue antes de o subscrever”
e” filtrar os feeds”.
A agregação de conteúdos RSS é uma ferramenta fundamental para potenciar a
imagem e a ação da biblioteca. Professores e alunos e comunidade em geral,
aprendem a realizar cada vez mais um trabalho que propicia a sua autonomia e
capacidade de pesquisa constante, elaborado de forma rápida, sintética e de fácil
consulta, contribuindo para a sua formação contínua e construção de saberes que
se querem cada vez mais diversificados.


                                       Sessão 4
                                   Tarefa 3 – 2ªfase
                        Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Li a reflexão da colega Adosinda e felicito-a pela forma abrangente, esclarecedora e
bem estruturada de como abordou a temática da agregação de conteúdos.
Descreveu as vantagens, potencialidades, formas de otimização e outros usos na
Biblioteca que eu subscrevo.
Quando refere que relativamente a esta ferramenta as bibliotecas escolares
portuguesas estão numa fase embrionária, penso realmente que um longo caminho
ainda tem que ser percorrido, no entanto e paulatinamente têm sido feitas
pequenas/grandes conquistas, que não devemos descurar, e estas formações são
realmente uma ajuda preciosa, remetendo-nos para a questão relevante do papel
do professor bibliotecário reforçado quando a Adosinda diz ser fundamental que
tanto professor bibliotecário como a equipa estejam sensibilizados para por em
prática algumas das suas funções na condução do processo da evolução da
Biblioteca 2.0.
Realço na sua reflexão a anotação à diversificação dos públicos-alvo e a
necessidade de os blogues e as páginas terem em conta funções e estratégias para
suscitar o seu interesse assim como a atenção aos conteúdos que subscreve e
disponibiliza.    Aproveitaria    para     acrescentar     a     importância        da
articulação/cooperação com os docentes dos restantes departamentos ao sugerir
para a página da BE temas com interesse a serem subscritos pelos mesmos e pelos
alunos através dos canais RSS.
Cada vez mais teremos que procurar ferramentas que otimizem a qualidade dos
produtos e serviços e as potencialidades dos RSS feeds não se podem descurar na
dinâmica das bibliotecas.


                   Comentário à reflexão de Arminda Afonso
Como a colega Arminda também só agora compreendi, com mais profundidade, as
vantagens e potencialidades da agregação de conteúdos.
Destacaria na sua reflexão as grandes vantagens destes agregadores relacionadas
com o facto de a informação chegar até nós mais facilmente, sem termos de a
procurar, e o tempo que se poupa ao recebermos em tempo real atualizações de
diferentes fontes. Sem dúvida que, nesta sociedade cada vez mais complexa em que
vivemos, este fator é crucial para agilizar o trabalho da biblioteca e não
esqueçamos, também, o interesse suscitado por alunos e professores ao dispor de
novidades e conteúdos ativos que os poderão considerar nas suas pesquisas e
investigações permanentes, remetendo-nos para a importância de fidelizar o
utilizador na biblioteca quando este visita a sua página subscrevendo o seu feed.
Partilho da opinião da Arminda quando refere a importância nesta área de formas
de trabalho partilhado com professores das diferentes áreas, acrescentaria que
esta seleção de novidades e conteúdos ativos deverá responder às solicitações
apresentadas mas conhecendo, antecipadamente, as necessidades e interesses do
público-alvo, pois só assim se conseguirá responder de uma forma mais eficaz e
com conteúdos adaptados.
A agregação de conteúdos RSS é realmente uma ferramenta fundamental para
potenciar a imagem e a ação da biblioteca.


                                Sessão 4 - Tarefa 4
Bons exemplos de páginas/blogues a seguir no âmbito do trabalho da
Biblioteca


Foi-nos solicitado a escolha de um bom exemplo de um blogue ligado à temática
das bibliotecas e que no nosso entender valesse a pena acompanhar. Depois de
analisar diversos blogs, resolvi selecionar um entre alguns que tinha guardado nos
favoritos, numa pasta ordenada com este tema. “Entre Estantes”, da autoria de
Bruno Duarte Eiras, com o endereço: http://entreestantes.blogspot.com/. Foi o
eleito por o considerar importante na divulgação de informação relativa à
biblioteca, conhecimento e literacias.
Neste blogue divulga-se informação muito variada, como notícias, formação
(online learning), livros (e-books), eventos, reunindo um conjunto de recursos de
informação on-line, sendo também um espaço de partilha sobre assuntos que nos
remetem para a temática das bibliotecas.
O tema e mensagem ficam subentendidos no título do Blogue e na fotografia que o
acompanha, aliás bastante apelativa e sugestiva, reforçando o dito “uma imagem
vale por mil palavras”.
O autor é bibliotecário nas Bibliotecas Municipais de Oeiras e formador, como vem
referenciado no seu curriculum vitae bastante completo.
A informação revela atualidade e é pertinente pela adequação, sobretudo, aos
temas/assuntos que apresenta.
O aspeto gráfico e visual do blogue é simples e coerente. As cores utilizadas são
harmoniosas. A cor e tamanho do grafismo tornam-se adequados ao tema a tratar.
A organização dos diversos elementos da página, a composição e a distribuição
possibilitam um fácil acesso à informação. As imagens surgem num tamanho
adequado e são indicados os seus autores.
Não existe limite para o número de leitores, que neste momento atinge os 44.524.
Este blogue permite uma boa interação com o utilizador através de páginas sociais
como     o    Twitter    (http://twitter.com/bruno_eiras#)     e   o    Facebook
(http://www.facebook.com/bruno.eiras). O autor também subscreve Second Life e
Exit. Há também a possibilidade de subscrever a mensagem através dos canais
XML RSS (http://entreestantes.blogspot.com/feeds/posts/default) com temas
diversificados e pertinentes: ebooks, formação, congressos, notícias, prémios
literários…
 Neste blogue podemos também ter acesso a uma imensa lista de blogues
favoritos, dignos de consulta pela sua atualidade e pertinência, além de inúmeras
hiperligações e etiquetas com uma estrutura bem definida permitindo a pesquisa e
acesso fácil a informação importante. Existem cartazes com hiperligação ao Diigo e
vídeos importados do Youtube que remetem para atividades/eventos direcionados
para a especificidade do tema.
Trata-se de um blogue gratuito e de livre acesso.
Estamos perante um bom exemplo de boa utilização da web 2.0 na ótica da
Biblioteca/Bibliotecários.

Mais conteúdo relacionado

Destaque (7)

Consumidor 2.0
Consumidor 2.0Consumidor 2.0
Consumidor 2.0
 
Declaração de renda 2003
Declaração de renda 2003Declaração de renda 2003
Declaração de renda 2003
 
Transparência, a base para as novas relações de consumo
Transparência, a base para as novas relações de consumoTransparência, a base para as novas relações de consumo
Transparência, a base para as novas relações de consumo
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
 
Carol
CarolCarol
Carol
 
Relaciones interpersonales
Relaciones interpersonales Relaciones interpersonales
Relaciones interpersonales
 
Turismo Rura L Grupo Da Catia
Turismo Rura L Grupo Da CatiaTurismo Rura L Grupo Da Catia
Turismo Rura L Grupo Da Catia
 

Semelhante a Sessão 4

Ferramenta RSS
Ferramenta RSSFerramenta RSS
Ferramenta RSS
Linda Jane
 
Bibliotekisses
BibliotekissesBibliotekisses
Bibliotekisses
literacias
 
Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3
Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3
Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3
Nuno Maria
 
A importância pedagógica dos blogues no contexto da be
A importância pedagógica dos blogues no contexto da beA importância pedagógica dos blogues no contexto da be
A importância pedagógica dos blogues no contexto da be
Helena Quadrado
 
Biblioteca escolar desafios e oportunidades no contexto da mudança
Biblioteca escolar   desafios e oportunidades no contexto da mudançaBiblioteca escolar   desafios e oportunidades no contexto da mudança
Biblioteca escolar desafios e oportunidades no contexto da mudança
antoniopadeira
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
guest01f6968
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
guest6740092
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
guest01f6968
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
guest01f6968
 

Semelhante a Sessão 4 (20)

A1 ana ribeiro
A1 ana ribeiroA1 ana ribeiro
A1 ana ribeiro
 
A1 marta lapa
A1 marta lapaA1 marta lapa
A1 marta lapa
 
Ferramenta RSS
Ferramenta RSSFerramenta RSS
Ferramenta RSS
 
refexão
refexãorefexão
refexão
 
Bibliotekisses
BibliotekissesBibliotekisses
Bibliotekisses
 
Tarefa1
Tarefa1Tarefa1
Tarefa1
 
Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3
Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3
Reflexão nuno tarefa 2 sessao 3
 
Artigo Seminário Utilização da Web 2.0 numa Biblioteca
Artigo Seminário Utilização da Web 2.0 numa BibliotecaArtigo Seminário Utilização da Web 2.0 numa Biblioteca
Artigo Seminário Utilização da Web 2.0 numa Biblioteca
 
A importância pedagógica dos blogues no contexto da be
A importância pedagógica dos blogues no contexto da beA importância pedagógica dos blogues no contexto da be
A importância pedagógica dos blogues no contexto da be
 
Tabela 1 27_10
Tabela 1 27_10Tabela 1 27_10
Tabela 1 27_10
 
Tabela 1 27_10
Tabela 1 27_10Tabela 1 27_10
Tabela 1 27_10
 
Biblioteca escolar desafios e oportunidades no contexto da mudança
Biblioteca escolar   desafios e oportunidades no contexto da mudançaBiblioteca escolar   desafios e oportunidades no contexto da mudança
Biblioteca escolar desafios e oportunidades no contexto da mudança
 
Tarefa 7
Tarefa 7Tarefa 7
Tarefa 7
 
2ª sessão a importância pedagógica dos blogues no contexto da biblioteca es...
2ª sessão   a importância pedagógica dos blogues no contexto da biblioteca es...2ª sessão   a importância pedagógica dos blogues no contexto da biblioteca es...
2ª sessão a importância pedagógica dos blogues no contexto da biblioteca es...
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
 
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um BlogSete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
Sete Motivos Para Um Professor Criar Um Blog
 
Biblioteca pública
Biblioteca públicaBiblioteca pública
Biblioteca pública
 
Biblioteca escolar
Biblioteca escolarBiblioteca escolar
Biblioteca escolar
 

Mais de martamedeiros

A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)
martamedeiros
 
Reflexão crítica final
Reflexão crítica final Reflexão crítica final
Reflexão crítica final
martamedeiros
 
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda PiresTarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Pires
martamedeiros
 
Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2
martamedeiros
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Pires
martamedeiros
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Pires
martamedeiros
 
Planificação de uma atividade
Planificação de uma atividadePlanificação de uma atividade
Planificação de uma atividade
martamedeiros
 
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaisTarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
martamedeiros
 
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedesComentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedes
martamedeiros
 
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
martamedeiros
 
Ana maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçadaAna maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçada
martamedeiros
 
Feira do livro estatística
Feira do livro   estatísticaFeira do livro   estatística
Feira do livro estatística
martamedeiros
 

Mais de martamedeiros (20)

A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)A noite dos animais inventados (resumo da história)
A noite dos animais inventados (resumo da história)
 
À Roda dos Livros
À Roda dos LivrosÀ Roda dos Livros
À Roda dos Livros
 
Reflexão crítica final
Reflexão crítica final Reflexão crítica final
Reflexão crítica final
 
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda PiresTarefa 3 -  Comentário à reflexão de Adosinda Pires
Tarefa 3 - Comentário à reflexão de Adosinda Pires
 
Sessão 8 -Tarefa 2
Sessão 8 -Tarefa 2Sessão 8 -Tarefa 2
Sessão 8 -Tarefa 2
 
Sessão 8 -Tarefa 1
Sessão 8 -Tarefa 1Sessão 8 -Tarefa 1
Sessão 8 -Tarefa 1
 
O pato submarino
O pato submarinoO pato submarino
O pato submarino
 
O pato submarino
O pato submarinoO pato submarino
O pato submarino
 
Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2Sessão 7 - Tarefa 2
Sessão 7 - Tarefa 2
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Pires
 
Comentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda PiresComentário à atividade de Adosinda Pires
Comentário à atividade de Adosinda Pires
 
Planificação de uma atividade
Planificação de uma atividadePlanificação de uma atividade
Planificação de uma atividade
 
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriaisTarefa 3 - Comentários aos tutoriais
Tarefa 3 - Comentários aos tutoriais
 
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedesComentario a reflexao_de_fernanda_guedes
Comentario a reflexao_de_fernanda_guedes
 
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
Vencedores do 1.º período - Autor do Mês -
 
Ana maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçadaAna maria magalhães e isabel alçada
Ana maria magalhães e isabel alçada
 
R.l.styne
R.l.styneR.l.styne
R.l.styne
 
Bibliografia
BibliografiaBibliografia
Bibliografia
 
Bibliografia
BibliografiaBibliografia
Bibliografia
 
Feira do livro estatística
Feira do livro   estatísticaFeira do livro   estatística
Feira do livro estatística
 

Último

GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
rarakey779
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 

Sessão 4

  • 1. Sessão 4 – Tarefa 2 Canais RSS temáticos Para iniciar esta tarefa, e depois de fazer uma análise exaustiva a várias bibliotecas e páginas com RSS organizadas de uma forma temática, percebi que não existiam muitas bibliotecas com esta caraterística. Também investiguei algumas bibliotecas escolares em que os tópicos dos feeds de algumas se reportavam a conteúdos muito próprios, específicos a notícias de atividades por elas dinamizadas, como a biblioteca escolar do Agrupamento de Escolas António Correia Oliveira que pode ser seguida através de dois canais: Posts permitindo seguir as várias notícias que vão surgindo e Comentários permitindo seguir os comentários que vão sendo feitos. Achei interessantes os canais RSS para publicações periódicas disponíveis no catálogo da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian, pois permite encontrar um conjunto de canais que integram os mais importantes títulos de revistas assinantes da instituição e estão organizados de acordo com as grandes temáticas das Artes Visuais e da História de Arte. No entanto a minha opção recaiu sobre a página Web “Viagens Literárias” (http://viagensliterarias.wordpress.com/) pelo interesse de conteúdos que podem ser utilizados/disponibilizados em contexto de biblioteca escolar. Possui RSS feeds (http://viagensliterarias.wordpress.com/feed/) para temas muito pertinentes, com viagens literárias e uma série de recursos a nível da Web 2.0, pensados para os alunos do ensino básico e secundário e que poderemos considerar no Plano Anual de Atividades da Biblioteca, como uma mais-valia, principalmente no âmbito do Apoio ao Currículo. Esta página reúne uma série de recursos pensados para as aulas de Língua Portuguesa, envolvendo outras disciplinas, motivados pelo Google Earth e pelo site Google Lit Trips, que dada a riqueza e potencial da ferramenta, o conceito alargou- se à criação de recursos educativos digitais aproveitando a geo-referenciação e a articulação com outras ferramentas Google. Podendo ser ordenado por data, título e autor o feed aparece em diversas categorias que vão desde os Descobrimentos, aos Contos, à Matemática, à Poesia, Poetas, ao Google Earth, entre outras.
  • 2. Pode ser feito um comentário e/ou sugestão, clicando no número de Comentários no topo à esquerda em cadapost. O conteúdo do feed nesta página é atualizado com frequência, o que releva, também, para a sua subscrição. Fiz o teste através da subscrição deste feed, assim como de outros que fui considerando de interesse. Está agora inscrito na minha conta do Google Reader, incluído numa pasta já criada, organizada com outros feeds e intitulada Literacia da Informação. Aconselho vivamente os colegas a fazerem o mesmo. Sessão 4 Tarefa 3 – 1ªfase Reflexão sobre a temática da agregação de conteúdos e o trabalho da Biblioteca Com este trabalho de estudo/pesquisa mais aprofundado sobre a temática da agregação de conteúdos e da sua apropriação numa vertente pragmática, apesar de já conhecer os RSS feeds, tenho de admitir que só agora me apercebo com mais profundidade das suas vantagens e potencialidades e, simultaneamente, da sua simplicidade, nomeadamente em contexto de trabalho na biblioteca. De uma maneira geral, esta tecnologia permite a receção rápida de notícias ou informações, sincronizadas com os respetivos fornecedores de conteúdos, não só conteúdos escritos mas também audiovisuais e multimédia, de facto o podcasting e o videocasting popularizaram-se graças ao RSS. Os blogs, as novidades e as notícias são os feeds mais utilizados. É verdadeiramente aliciante e motivador que através do agregador Google Reader (onde já estava inscrita e não me tinha apercebido) consigamos receber, em tempo real, atualizações de vários blogues ou sítios com RSS que consideramos fidedignos e subscrevemos dado o seu interesse, sem que para isso seja necessário abri-los e percorrê-los Assim, relativamente à forma de consumir e difundir informação a sindicação de conteúdos é, sem dúvida, uma revolução. Já não é o consumidor que vai de encontro à informação mas sim a informação que acaba por chegar ao consumidor.
  • 3. A interatividade da navegação por feeds consegue-se ao permitir “pedir” a opinião aos leitores e oferecer incentivos à sua participação, assim como instalar “follow” nos comentários com lista com os últimos comentários, subscrever e partilhar. O bibliotecário poupa muito tempo, pois com o RSS ele verá o conteúdo das suas fontes favoritas, visitando apenas um lugar. Fideliza-se o utilizador na biblioteca quando este visita a sua página subscrevendo o seu feed (são livres de spam, ao contrário de outro tipo de subscrições por e-mail). Assim, a biblioteca poderá estar em permanente atualização, dispondo de novidades e conteúdos ativos que os alunos e professores poderão considerar nas suas pesquisas e investigações permanentes. É também importante reforçar que a seleção das novidades e conteúdos ativos deverá ser feita em articulação/cooperação com os docentes da escola subscrevendo blogues e sítios que respondam às solicitações apresentadas conhecendo, antecipadamente, as necessidades e interesses do público-alvo. A quantidade de informação que se recebe é enorme podendo levar, a curto prazo, à subscrição de uma imensidão de feeds. Como vem referenciado no texto de introdução à temática “Agregação de conteúdos (RSS readers)” deveremos utilizar truques para gerir eficazmente os feeds: “lançar periodicamente um olhar sobre todos os nossos feeds”, “ser seletivo”, “analisar um blogue antes de o subscrever” e” filtrar os feeds”. A agregação de conteúdos RSS é uma ferramenta fundamental para potenciar a imagem e a ação da biblioteca. Professores e alunos e comunidade em geral, aprendem a realizar cada vez mais um trabalho que propicia a sua autonomia e capacidade de pesquisa constante, elaborado de forma rápida, sintética e de fácil consulta, contribuindo para a sua formação contínua e construção de saberes que se querem cada vez mais diversificados. Sessão 4 Tarefa 3 – 2ªfase Comentário à reflexão de Adosinda Pires Li a reflexão da colega Adosinda e felicito-a pela forma abrangente, esclarecedora e bem estruturada de como abordou a temática da agregação de conteúdos. Descreveu as vantagens, potencialidades, formas de otimização e outros usos na Biblioteca que eu subscrevo.
  • 4. Quando refere que relativamente a esta ferramenta as bibliotecas escolares portuguesas estão numa fase embrionária, penso realmente que um longo caminho ainda tem que ser percorrido, no entanto e paulatinamente têm sido feitas pequenas/grandes conquistas, que não devemos descurar, e estas formações são realmente uma ajuda preciosa, remetendo-nos para a questão relevante do papel do professor bibliotecário reforçado quando a Adosinda diz ser fundamental que tanto professor bibliotecário como a equipa estejam sensibilizados para por em prática algumas das suas funções na condução do processo da evolução da Biblioteca 2.0. Realço na sua reflexão a anotação à diversificação dos públicos-alvo e a necessidade de os blogues e as páginas terem em conta funções e estratégias para suscitar o seu interesse assim como a atenção aos conteúdos que subscreve e disponibiliza. Aproveitaria para acrescentar a importância da articulação/cooperação com os docentes dos restantes departamentos ao sugerir para a página da BE temas com interesse a serem subscritos pelos mesmos e pelos alunos através dos canais RSS. Cada vez mais teremos que procurar ferramentas que otimizem a qualidade dos produtos e serviços e as potencialidades dos RSS feeds não se podem descurar na dinâmica das bibliotecas. Comentário à reflexão de Arminda Afonso Como a colega Arminda também só agora compreendi, com mais profundidade, as vantagens e potencialidades da agregação de conteúdos. Destacaria na sua reflexão as grandes vantagens destes agregadores relacionadas com o facto de a informação chegar até nós mais facilmente, sem termos de a procurar, e o tempo que se poupa ao recebermos em tempo real atualizações de diferentes fontes. Sem dúvida que, nesta sociedade cada vez mais complexa em que vivemos, este fator é crucial para agilizar o trabalho da biblioteca e não esqueçamos, também, o interesse suscitado por alunos e professores ao dispor de novidades e conteúdos ativos que os poderão considerar nas suas pesquisas e investigações permanentes, remetendo-nos para a importância de fidelizar o utilizador na biblioteca quando este visita a sua página subscrevendo o seu feed.
  • 5. Partilho da opinião da Arminda quando refere a importância nesta área de formas de trabalho partilhado com professores das diferentes áreas, acrescentaria que esta seleção de novidades e conteúdos ativos deverá responder às solicitações apresentadas mas conhecendo, antecipadamente, as necessidades e interesses do público-alvo, pois só assim se conseguirá responder de uma forma mais eficaz e com conteúdos adaptados. A agregação de conteúdos RSS é realmente uma ferramenta fundamental para potenciar a imagem e a ação da biblioteca. Sessão 4 - Tarefa 4 Bons exemplos de páginas/blogues a seguir no âmbito do trabalho da Biblioteca Foi-nos solicitado a escolha de um bom exemplo de um blogue ligado à temática das bibliotecas e que no nosso entender valesse a pena acompanhar. Depois de analisar diversos blogs, resolvi selecionar um entre alguns que tinha guardado nos favoritos, numa pasta ordenada com este tema. “Entre Estantes”, da autoria de Bruno Duarte Eiras, com o endereço: http://entreestantes.blogspot.com/. Foi o eleito por o considerar importante na divulgação de informação relativa à biblioteca, conhecimento e literacias. Neste blogue divulga-se informação muito variada, como notícias, formação (online learning), livros (e-books), eventos, reunindo um conjunto de recursos de informação on-line, sendo também um espaço de partilha sobre assuntos que nos remetem para a temática das bibliotecas. O tema e mensagem ficam subentendidos no título do Blogue e na fotografia que o acompanha, aliás bastante apelativa e sugestiva, reforçando o dito “uma imagem vale por mil palavras”. O autor é bibliotecário nas Bibliotecas Municipais de Oeiras e formador, como vem referenciado no seu curriculum vitae bastante completo. A informação revela atualidade e é pertinente pela adequação, sobretudo, aos temas/assuntos que apresenta. O aspeto gráfico e visual do blogue é simples e coerente. As cores utilizadas são harmoniosas. A cor e tamanho do grafismo tornam-se adequados ao tema a tratar.
  • 6. A organização dos diversos elementos da página, a composição e a distribuição possibilitam um fácil acesso à informação. As imagens surgem num tamanho adequado e são indicados os seus autores. Não existe limite para o número de leitores, que neste momento atinge os 44.524. Este blogue permite uma boa interação com o utilizador através de páginas sociais como o Twitter (http://twitter.com/bruno_eiras#) e o Facebook (http://www.facebook.com/bruno.eiras). O autor também subscreve Second Life e Exit. Há também a possibilidade de subscrever a mensagem através dos canais XML RSS (http://entreestantes.blogspot.com/feeds/posts/default) com temas diversificados e pertinentes: ebooks, formação, congressos, notícias, prémios literários… Neste blogue podemos também ter acesso a uma imensa lista de blogues favoritos, dignos de consulta pela sua atualidade e pertinência, além de inúmeras hiperligações e etiquetas com uma estrutura bem definida permitindo a pesquisa e acesso fácil a informação importante. Existem cartazes com hiperligação ao Diigo e vídeos importados do Youtube que remetem para atividades/eventos direcionados para a especificidade do tema. Trata-se de um blogue gratuito e de livre acesso. Estamos perante um bom exemplo de boa utilização da web 2.0 na ótica da Biblioteca/Bibliotecários.