SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
O Modelo de Auto-Avaliação assenta, na sua concepção e metodologia de aplicação, na apropriação da biblioteca escolar
pela escola e no reconhecimento do seu valor, enquanto estrutura de apoio pedagógico ao serviço das aprendizagens.

Procure os factores críticos de sucesso que correspondem a estes domínios/ subdomínios e, a partir deles, faça uma
análise à situação da sua biblioteca escolar. Identifique pontos fracos e fortes e delineie estratégias que conduzam a uma
maior apropriação e reconhecimento do valor da BE.

Depois desta análise, identifique o domínio que requer mais atenção e que em função de mais algumas circunstâncias
contextuais deva ser objecto de avaliação.
Obs: - A tabela divide-se, por conveniência de gestão de espaço, em duas partes.



                                                                        Tabela – Parte 1


Indicadores                                Pontos fortes                                                                  Pontos fracos
A - Articulação curricular da biblioteca   - A BE colabora com o CP da escola e integra-se no PAA do    - Colaboração com todos os departamentos
escolar com as estruturas de               Agrupamento e no PE da escola;                               curriculares / áreas disciplinares com vista ao
coordenação e supervisão pedagógica e                                                                   conhecimento do currículo, programa e orientações
com os docentes.                           - O PAA foi elaborado em articulação com alguns              curriculares;
                                           Departamentos, tendo essa parceria resultado nas seguintes
                                           actividades:                                                 - Colaboração na planificação das ACND;
                                           Divulgação dos “Textos do Mês” (Língua Portuguesa);
                                           Organização de um recital de poesia pelo grupo de jograis U- - Participação nos CT com vista à integração da BE
Tópico (Língua Portuguesa);                                        no PCT no planeamento de actividades;
                                         Organização do “Concurso de Leitura” (Língua Portuguesa);
                                         Exposição de trabalhos realizados pelos alunos (História);         - Participação da BE na planificação / elaboração
                                         Exibição de filmes relativos a conteúdos leccionados (História);   dos currículos dos alunos com NEE;
                                         Distribuição de marcadores de livros e divulgação de
                                         bibliografia para o Dia Mundial da Alimentação (Ciências           - Pouco definido o papel da BE na OTE dos alunos;
                                         Naturais);
                                         Construção dos sinalizadores para as estantes que estão a ser      - Pouco definido o papel da BE no encaminhamento
                                         adquiridas (Educação Tecnológica);                                 de alunos expulsos da sala de aula (existe um núcleo
                                         Confecção de cortinas para a BE (Área de Projecto).                mediador, mas, quando o nº de alunos expulsos
                                                                                                            excede a capacidade deste, os alunos são
                                         - A BE é regularmente utilizada por alguns docentes para           encaminhados para a BE);
                                         realização de trabalhos de pesquisa e promoção da leitura;
                                                                                                    - Necessidade de produção de materiais didácticos
                                         - A Equipa da BE participa em actividades de sala de aula para apoio à leitura e pesquisa.
                                         sempre que solicitado;
                                                                                                    - Promover sessões de utilizadores para alunos e
                                         - Tem vindo a promover uma parceria com o núcleo de professores;
                                         currículo funcional com quem está a dinamizar as seguintes
                                         actividades:                                               - Produzir materiais formativos de apoio à formação
                                         Hora do conto;                                             de utilizadores;
                                         Teatro de fantoches;
                                         Eu sei o que procuro! (Trabalho de pesquisa).              - Divulgação dos materiais produzidos através do
                                                                                                    blog.


A - Promoção das literacias         da   - Estão a ser adquiridos novos materiais que vão dinamizar a       - Participação no PTE e no plano das TIC, no sentido
informação, tecnológica e digital        utilização das novas tecnologias;                                  de promover a sua utilização no contexto das
                                                                                                            actividades curriculares;
                                         - A PB auxilia os alunos na selecção e pesquisa de fontes;
                                                                                                            - Produção de materiais informativos e de apoio à
- A BE é rentabilizada pelos docentes em actividades             utilização da Internet;
                          relacionadas com as TIC.
                                                                                           - Organização e participação em actividades de
                                                                                           formação para docentes e alunos no domínio da
                                                                                           literacia digital.


B - Leitura e literacia   - A BE disponibiliza uma colecção diversificada e adequada aos   - Identificar necessidades e dificuldades neste
                          gostos e necessidades dos alunos;                                domínio e delinear um plano de acção;

                          - A maioria dos alunos da escola utiliza a Biblioteca para       - Organizar sessões de leitura, de reconto com o
                          requisitar livros para leitura domiciliária;                     objectivo de promover o gosto pela leitura;

                          - Tem vindo a adequar a sua oferta às novas realidades da        - Dinamizar actividades promotoras da leitura em
                          escola (turmas CEF) que tem reagido com algum entusiasmo;        diferentes ambientes e suportes (clubes, blogues,
                                                                                           etc);
                          - A maioria dos alunos da escola utiliza a Biblioteca para
                          realizar trabalho de pesquisa;                                   - Incentivar a leitura em ambientes digitais;

                          - Muitos alunos procuram a Biblioteca para actividades de - Promover a criação de instrumentos de apoio a
                          estudo individual ou em pequenos grupos;                       actividades de leitura e escrita e na produção de
                                                                                         informação em diversos ambientes;
                          - Incentiva a leitura informativa;
                                                                                         - Promover encontros com escritores;
                          - A BE promove acções de incentivo à leitura, como recitais de
                          poesia, divulgação dos “Textos do Mês”;                        -Promover a discussão conjunta da importância da
                                                                                         leitura na formação pessoal e no sucesso educativo
                          - A BE promove a leitura domiciliária, verificando-se uma
                          grande adesão, em particular das turmas do 2º ciclo;

                          - Em parceria com as outras bibliotecas do agrupamento, tem
vindo a enriquecer a colecção de livros do PNL, promovendo a
                                       sua utilização na sala de aula.
C - Apoio a actividades livres, extra- - Os alunos beneficiam de acesso livre e permanente à BE;          - Promover um programa de animação cultural
curriculares   e   de   enriquecimento                                                                    regular e constante;
curricular.                              - Participação em Comemorações (“Dia da Escola”) e eventos;
                                                                                                          - Promover práticas de estudo variadas;
                                         - Promoção das actividades dinamizadas pelo Atelier de teatro
                                         (recital de poesia, teatro de fantoches) que são apresentadas à - Falta de pessoal para organizar/dinamizar as
                                         comunidade escolar;                                             actividades.

                                         - Apoio às actividades dos alunos fora do seu horário lectivo,
                                         nomeadamente na realização de trabalhos de casa, de
                                         pesquisa para trabalhos escolares, ou na pesquisa de outros
                                         assuntos do seu interesse;

                                         - Alguns alunos propõe e organizam autonomamente
                                         Projectos;

                                         - Promoção de hábitos de trabalho e organização do estudo;

                                         - Disponibilização de um espaço agradável que os alunos têm
                                         vindo a utilizar de uma forma correcta;

                                         - Neste momento, estamos a montar a exposição “A Biblioteca
                                         da escola através do tempo” para dar a conhecer diversas
                                         iniciativas que a BE dinamizou desde a sua formação.
C - Projectos e parecerias               - A BE trabalha em parceria com os diversos departamentos - Desenvolver projectos com parcerias locais;
                                         curriculares nas actividades já referidas;
                                                                                                     - Promover acções de formação para pais e E.E.;
                                         - Deseja promover a participação dos encarregados de
                                         educação e está a preparar sessões de leitura com os pais e -Produzir materiais formativos e de apoio
encarregados de educação dos alunos do 5º ano;                destinados aos pais e E,E;

                                    - Promove, anualmente, uma Feira do Livro em parceria com - Desenvolver projectos e actividades continuadas
                                    editoras.                                                 com os Pais e E.E..

                                         - Participa nas reuniões de concelhia e inter-concelhia
                                         promovidas pelos parceiros.
D - Articulação da biblioteca com a - A coordenadora das BE do agrupamento participa nas - Implementar um sistema de auto-avaliação
escola. Acesso e serviços prestados pela reuniões do CP, onde promove as actividades desenvolvidas contínuo;
biblioteca                               pela BE;
                                                                                                   - Envolver o órgão de direcção neste processo.
                                         - A coordenadora das BE do agrupamento apresentou ao CP o
                                         Modelo de Auto-Avaliação das BE;

                                    - O PAA da BE faz parte do PAA do agrupamento;

                                    - O horário da BE cobre, praticamente, o horário da escola;

                                    - A BE integra a RBE.
D - Condições humanas e materiais   - A PB está empenhada em mudar a imagem da BE junto da
para a prestação dos serviços       comunidade educativa;                                        - Pouca formação das professoras da equipa no
                                                                                                 âmbito das TIC;
                                    - A PB tem uma boa relação com os órgãos de gestão e
                                    departamentos;                                               - Ausências da auxiliar de acção educativa da BE que
                                                                                                 está constantemente a ser chamada para outros
                                    - Junto dos alunos, a PB tem vindo a desenvolver uma nova locais;
                                    forma de estar na BE, como espaço de apoio ao currículo, mas
                                    também como espaço de lazer;                                 - A Direcção deverá pôr em prática uma política de
                                                                                                 afectação de recursos humanos adequada Às
                                    - A BE funciona em horário contínuo e lalargado;             necessidades de funcionamento da BE:
- Duas professoras que têm nove horas do seu horário na BE
                                        colaboram de forma activação nas actividades promovidas;

                                        - A BE encontra-se em fase de aquisição de novos materiais
                                        que a irão enriquecer e tornar o espaço mais confortável;

D - Gestão da colecção/ da informação   - Estamos a adquirir fundo documental (livros, DVD, CD-rom)      - Formação da auxiliar de acção educativa com
                                        estimulante e adequado à actividade educativa;                   horário na BE para que possa dar um contributo
                                                                                                         mais significativo nesta área;
                                        - O livro de registo da BE está a ser informatizado;
                                                                                                     - Pouca disponibilidade por parte da PB (por falta de
                                        - Procedeu-se à classificação, carimbagem e registo de fundo pessoal) para dar um bom andamento a este
                                        documental impresso que não se encontrava disponível;        processo.

                                        - Está-se a proceder à verificação de fundo documental não
                                        impresso;

                                        - As estantes foram reorganizadas e elaborou-se, para todas, a
                                        respectiva sinalética.
Tabela – Parte 2



Indicadores                                Acções de comunicação e de trabalho com a escola que contribuam para uma melhorar apropriação da BE e
                                           reconhecimento do seu valor.
A - Articulação curricular da biblioteca   - Promover a participação da BE nas reuniões de planificação dos diferentes órgãos pedagógicos da Escola.
escolar com as estruturas de               - Organizar acções informais de formação sobre a BE junto dos docentes.
coordenação e supervisão pedagógica e      - Apresentar aos docentes sugestões de trabalho conjunto em torno do tratamento de diferentes unidads de ensino
com os docentes.                           ou temas;
                                           - Promover a integração de novos docentes no trabalho da BE;
                                           - Promover reuniões com os docentes responsáveis pelas OTE e planificar actividades conjuntas;
                                           - Reforçar a cooperação e o diálogo com todos os docentes;
                                           - Incluir na Equipa da BE elementos provenientes de áreas curriculares disciplinares variadas;
                                           - Diversificar a forma de produção dos materiais produzidos;
                                           - Organizar com os Directores de Turma um calendário de sessões de formação de utilizadores com as respectivas
                                           turmas;
                                           - Criar um grupo de monitores da BE
A - Promoção das literacias          da    - Reforçar a articulação da BE com as Áreas de Projecto e outras áreas de carácter transversal que fomentem a
informação, tecnológica e digital          utilização contextualizada das TIC;
                                           - Implicar a BE nos projectos existentes na área das TIC e da gestão de informação;
                                           - Inscrever no Guia de Utilizador da BE um conjunto de orientações para o uso responsável dos recursos de
                                           informação;
                                           - Incentivar a formação da equipa da BE na área das TIC e da literacia da informação;
                                           - Produzir guiões e outros materiais de apoio à pesquisa e utilização da informação pelos alunos.
B - Leitura e literacia                    - Promover actividades de leitura em voz alta, de leitura partilhada ou animações que cativem as crianças e jovens;
                                           - Criar grupos ou comunidades de leitores;
                                           - Reforçar o trabalho articulado com departamentos, docentes e a abertura a projectos exteriores;
                                           - Encontrar parcerias com a Biblioteca Pública ou com outras instituições.
C - Apoio a actividades livres, extra-     - Aumentar a participação da BE na dinamização de actividades culturais na escola;
curriculares e de enriquecimento           - Rentabilizar as iniciativas programadas, partilhando-as com outras escolas;
curricular.                             - Melhorar os mecanismos de Promoção e Marketing da BE.

C - Projectos e parecerias               - Aumentar o grau de intervenção da BE na escola através da concepção de projectos relevantes;
                                         - Solicitar a colaboração da Autarquia para projectos;
                                         - Organizar visitas a bibliotecas escolares e municipais;
                                         - Organizar no início do ano, uma sessão de acolhimento na BE com os Pais/EE dos novos alunos;
                                         - Desenhar um programa de promoção da leitura envolvendo as famílias;
                                         - Promover uma “campanha” de oferta de um livro para a BE.
D - Articulação da biblioteca com a - Rever os documentos existentes (Projecto Educativo, Regulamento Interno) e proceder às alterações necessárias;
escola. Acesso e serviços prestados pela - Divulgar recursos e sugerir projectos e actividades;
biblioteca                               - Elaborar um plano de marketing que acentue e reforce o valor da BE e as possibilidades e as mais-valias que
                                         faculta;
                                         - Promover exposições, divulgar trabalhos, promover encontros, envolver os encarregados de educação;
                                         - recorrer diferentes meios e ambientes
D - Condições humanas e materiais para - Sensibilizar a direcção da escola para a necessidade de ter uma equipa composta por professores de várias áreas
a prestação dos serviços                 disciplinares e ter uma funcionária a tempo inteiro.
                                         - Utilizar e divulgar, junto dos órgãos de administração e gestão, os resultados da auto-avaliação.


D - Gestão da colecção/ da informação
                                        - Elaborar o documento orientador da gestão da colecção.

                                        - Adquirir fundo documental impresso e não impresso de acordo com as necessidades dos alunos.

                                        - Dar continuidade à informatização do fundo documental impresso.
Perante a análise da situação, qual dos domínios lhe parece dever ser já objecto de avaliação? Indique, se necessário outros factores que foram
considerados.

Decidimos este ano avaliar o domínio D por diversos motivos:
Como já referi, iniciei o meu trabalho de Professora Bibliotecária em Setembro. Encontrei uma biblioteca que, no ano anterior, funcionara graças à boa
vontade das professoras que lá cumpriam algumas horas de serviço e que não tinham outra hipótese senão, simplesmente, mantê-la aberta. O trabalho
que tenho pela frente é imenso. Relativamente aos alunos, estes rapidamente se estão a habituar a uma nova forma de funcionamento, mais tranquila,
mas mais exigente no que diz respeito ao comportamento. Estão a ser mais acompanhados e eles sentem-no e começam cada vez mais a procurar a BE.
Relativamente aos professores, há muito trabalho a fazer no sentido de criar parcerias que praticamente só existiam com o departamento de Língua
Portuguesa.
Ao nível do fundo documental há muito trabalho que se encontra a ser desenvolvido, mas tivemos a feliz notícia de que vamos receber fundos para
aquisição de mobiliário e fundo documental.
Por sentirmos que a gestão da Biblioteca deve ser sólida, decidimos começar por este domínio, enquanto vamos criando uma nova dinâmica da BE dentro
da escola.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (13)

Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
 
Dominio B Indicadores B1 E B3
Dominio B    Indicadores B1 E B3Dominio B    Indicadores B1 E B3
Dominio B Indicadores B1 E B3
 
Tabela 1
Tabela 1Tabela 1
Tabela 1
 
Plano Biblioteca Escolar 07 08
Plano Biblioteca Escolar  07 08Plano Biblioteca Escolar  07 08
Plano Biblioteca Escolar 07 08
 
Dinamizador Estrategia
Dinamizador  EstrategiaDinamizador  Estrategia
Dinamizador Estrategia
 
Resposta sessao2 tarefa2-enviar
Resposta sessao2 tarefa2-enviarResposta sessao2 tarefa2-enviar
Resposta sessao2 tarefa2-enviar
 
Nelida nabais trabalho_1_forum_2[1]
Nelida nabais trabalho_1_forum_2[1]Nelida nabais trabalho_1_forum_2[1]
Nelida nabais trabalho_1_forum_2[1]
 
Trabalho 1
Trabalho 1Trabalho 1
Trabalho 1
 
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth AlmeidaWie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
 
Plano de accao_2009-2013
Plano de accao_2009-2013Plano de accao_2009-2013
Plano de accao_2009-2013
 
Mabe 2011
Mabe 2011Mabe 2011
Mabe 2011
 
Tabela para o_trabalho_1_
Tabela para o_trabalho_1_Tabela para o_trabalho_1_
Tabela para o_trabalho_1_
 
Sessão 3 tabela para-o_trabalho_1
Sessão 3 tabela para-o_trabalho_1Sessão 3 tabela para-o_trabalho_1
Sessão 3 tabela para-o_trabalho_1
 

Destaque

Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
Pauprofe
 
Apresentação juma lodge versão reduzida
Apresentação juma lodge   versão reduzidaApresentação juma lodge   versão reduzida
Apresentação juma lodge versão reduzida
Caio Fonseca
 
02 organismes
02 organismes02 organismes
02 organismes
cimioms
 
Compu pixel terminado
Compu pixel terminadoCompu pixel terminado
Compu pixel terminado
monsegonzalez
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
eb23am
 
Slaide festa da criança
Slaide festa da criançaSlaide festa da criança
Slaide festa da criança
demervalm
 
Gestion de calidad dayana torres
Gestion de calidad dayana torresGestion de calidad dayana torres
Gestion de calidad dayana torres
19347219
 
Trabalho1
Trabalho1Trabalho1
Trabalho1
eb23am
 

Destaque (20)

Dica 023
Dica 023Dica 023
Dica 023
 
LA lMPORTANCIA DEL DEPORTE ; DEPORTE COLECTIVO E INDIVIDUAL
LA lMPORTANCIA DEL DEPORTE ; DEPORTE COLECTIVO E INDIVIDUALLA lMPORTANCIA DEL DEPORTE ; DEPORTE COLECTIVO E INDIVIDUAL
LA lMPORTANCIA DEL DEPORTE ; DEPORTE COLECTIVO E INDIVIDUAL
 
Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
 
Os olhos de quem ve
Os olhos de quem veOs olhos de quem ve
Os olhos de quem ve
 
Apresentação juma lodge versão reduzida
Apresentação juma lodge   versão reduzidaApresentação juma lodge   versão reduzida
Apresentação juma lodge versão reduzida
 
Distribuidora.
Distribuidora.Distribuidora.
Distribuidora.
 
Evaluación software estimasol
Evaluación software estimasolEvaluación software estimasol
Evaluación software estimasol
 
02 organismes
02 organismes02 organismes
02 organismes
 
Manual de orientacao do e social versao 1.0
Manual de orientacao do e social   versao 1.0Manual de orientacao do e social   versao 1.0
Manual de orientacao do e social versao 1.0
 
Positivismo
PositivismoPositivismo
Positivismo
 
Imunes, isentas, cooperativas e a ECD resposta de consulta cosit1442014
Imunes, isentas, cooperativas e a ECD resposta de consulta cosit1442014Imunes, isentas, cooperativas e a ECD resposta de consulta cosit1442014
Imunes, isentas, cooperativas e a ECD resposta de consulta cosit1442014
 
Jornal e 10_d_ez1
Jornal e 10_d_ez1Jornal e 10_d_ez1
Jornal e 10_d_ez1
 
Compu pixel terminado
Compu pixel terminadoCompu pixel terminado
Compu pixel terminado
 
PRODUCTO 12
PRODUCTO 12PRODUCTO 12
PRODUCTO 12
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Slaide festa da criança
Slaide festa da criançaSlaide festa da criança
Slaide festa da criança
 
Gestion de calidad dayana torres
Gestion de calidad dayana torresGestion de calidad dayana torres
Gestion de calidad dayana torres
 
Trabalho1
Trabalho1Trabalho1
Trabalho1
 
5ª EDIÇÃO - CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL | Analista em Mapeamento de Perfil Com...
5ª EDIÇÃO - CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL | Analista em Mapeamento de Perfil Com...5ª EDIÇÃO - CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL | Analista em Mapeamento de Perfil Com...
5ª EDIÇÃO - CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL | Analista em Mapeamento de Perfil Com...
 
Filosofia Para A Velhice
Filosofia Para A  VelhiceFilosofia Para A  Velhice
Filosofia Para A Velhice
 

Semelhante a Minha tabela

Plano de acção
Plano de acçãoPlano de acção
Plano de acção
gracabib
 
Tabela análise à situação da be
Tabela   análise à situação da beTabela   análise à situação da be
Tabela análise à situação da be
isabelsilvareis
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
candidamatos
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
candidamatos
 
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
mariaantoniadocarmo
 
Tabela D2[1]
Tabela D2[1]Tabela D2[1]
Tabela D2[1]
Macogomes
 
Plano Avaliacao Be Alcanede
Plano Avaliacao Be AlcanedePlano Avaliacao Be Alcanede
Plano Avaliacao Be Alcanede
elizabetejesus
 
1ª Parte Da 1ª Tarefa
1ª Parte Da 1ª Tarefa1ª Parte Da 1ª Tarefa
1ª Parte Da 1ª Tarefa
joana56
 
Resposta sessao2 tarefa2-enviar
Resposta sessao2 tarefa2-enviarResposta sessao2 tarefa2-enviar
Resposta sessao2 tarefa2-enviar
esperancasantos
 
Apresentação cp síntese mabe
Apresentação cp   síntese mabeApresentação cp   síntese mabe
Apresentação cp síntese mabe
becresforte
 
Dominio B Indicadores B1 E B3
Dominio B    Indicadores B1 E B3Dominio B    Indicadores B1 E B3
Dominio B Indicadores B1 E B3
Fernanda Esberard
 

Semelhante a Minha tabela (20)

Plano de acção
Plano de acçãoPlano de acção
Plano de acção
 
Tabela análise à situação da be
Tabela   análise à situação da beTabela   análise à situação da be
Tabela análise à situação da be
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
 
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de operaci...
 
A
AA
A
 
A Biblioteca escolar na Sociedade de Informação: missão, funções, objetivos e...
A Biblioteca escolar na Sociedade de Informação: missão, funções, objetivos e...A Biblioteca escolar na Sociedade de Informação: missão, funções, objetivos e...
A Biblioteca escolar na Sociedade de Informação: missão, funções, objetivos e...
 
Regimento Interno da BECRE José Fanha
Regimento Interno da BECRE José FanhaRegimento Interno da BECRE José Fanha
Regimento Interno da BECRE José Fanha
 
Tabela D2[1]
Tabela D2[1]Tabela D2[1]
Tabela D2[1]
 
Plano de avaliação
Plano de avaliaçãoPlano de avaliação
Plano de avaliação
 
Plano de avaliação
Plano de avaliaçãoPlano de avaliação
Plano de avaliação
 
4 SessãO
4 SessãO4 SessãO
4 SessãO
 
Plano Avaliacao Be Alcanede
Plano Avaliacao Be AlcanedePlano Avaliacao Be Alcanede
Plano Avaliacao Be Alcanede
 
Regulamento interno 2010 2011
Regulamento interno 2010 2011Regulamento interno 2010 2011
Regulamento interno 2010 2011
 
SessãO 3 Tarefa 2
SessãO 3   Tarefa 2SessãO 3   Tarefa 2
SessãO 3 Tarefa 2
 
1ª Parte Da 1ª Tarefa
1ª Parte Da 1ª Tarefa1ª Parte Da 1ª Tarefa
1ª Parte Da 1ª Tarefa
 
Resposta sessao2 tarefa2-enviar
Resposta sessao2 tarefa2-enviarResposta sessao2 tarefa2-enviar
Resposta sessao2 tarefa2-enviar
 
Apresentação cp síntese mabe
Apresentação cp   síntese mabeApresentação cp   síntese mabe
Apresentação cp síntese mabe
 
Tarefa 1
Tarefa 1Tarefa 1
Tarefa 1
 
Dominio B Indicadores B1 E B3
Dominio B    Indicadores B1 E B3Dominio B    Indicadores B1 E B3
Dominio B Indicadores B1 E B3
 

Mais de eb23am

Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
eb23am
 
Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be
Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das beAnálise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be
Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be
eb23am
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
eb23am
 
Paula de oliveira-pp
Paula de oliveira-ppPaula de oliveira-pp
Paula de oliveira-pp
eb23am
 
Apresentacao do maabe_em_cp
Apresentacao do maabe_em_cpApresentacao do maabe_em_cp
Apresentacao do maabe_em_cp
eb23am
 
Exemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçaoExemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçao
eb23am
 
Exemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçaoExemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçao
eb23am
 

Mais de eb23am (7)

Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
 
Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be
Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das beAnálise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be
Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das be
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Paula de oliveira-pp
Paula de oliveira-ppPaula de oliveira-pp
Paula de oliveira-pp
 
Apresentacao do maabe_em_cp
Apresentacao do maabe_em_cpApresentacao do maabe_em_cp
Apresentacao do maabe_em_cp
 
Exemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçaoExemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçao
 
Exemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçaoExemplo ficha de inscriçao
Exemplo ficha de inscriçao
 

Minha tabela

  • 1. O Modelo de Auto-Avaliação assenta, na sua concepção e metodologia de aplicação, na apropriação da biblioteca escolar pela escola e no reconhecimento do seu valor, enquanto estrutura de apoio pedagógico ao serviço das aprendizagens. Procure os factores críticos de sucesso que correspondem a estes domínios/ subdomínios e, a partir deles, faça uma análise à situação da sua biblioteca escolar. Identifique pontos fracos e fortes e delineie estratégias que conduzam a uma maior apropriação e reconhecimento do valor da BE. Depois desta análise, identifique o domínio que requer mais atenção e que em função de mais algumas circunstâncias contextuais deva ser objecto de avaliação. Obs: - A tabela divide-se, por conveniência de gestão de espaço, em duas partes. Tabela – Parte 1 Indicadores Pontos fortes Pontos fracos A - Articulação curricular da biblioteca - A BE colabora com o CP da escola e integra-se no PAA do - Colaboração com todos os departamentos escolar com as estruturas de Agrupamento e no PE da escola; curriculares / áreas disciplinares com vista ao coordenação e supervisão pedagógica e conhecimento do currículo, programa e orientações com os docentes. - O PAA foi elaborado em articulação com alguns curriculares; Departamentos, tendo essa parceria resultado nas seguintes actividades: - Colaboração na planificação das ACND; Divulgação dos “Textos do Mês” (Língua Portuguesa); Organização de um recital de poesia pelo grupo de jograis U- - Participação nos CT com vista à integração da BE
  • 2. Tópico (Língua Portuguesa); no PCT no planeamento de actividades; Organização do “Concurso de Leitura” (Língua Portuguesa); Exposição de trabalhos realizados pelos alunos (História); - Participação da BE na planificação / elaboração Exibição de filmes relativos a conteúdos leccionados (História); dos currículos dos alunos com NEE; Distribuição de marcadores de livros e divulgação de bibliografia para o Dia Mundial da Alimentação (Ciências - Pouco definido o papel da BE na OTE dos alunos; Naturais); Construção dos sinalizadores para as estantes que estão a ser - Pouco definido o papel da BE no encaminhamento adquiridas (Educação Tecnológica); de alunos expulsos da sala de aula (existe um núcleo Confecção de cortinas para a BE (Área de Projecto). mediador, mas, quando o nº de alunos expulsos excede a capacidade deste, os alunos são - A BE é regularmente utilizada por alguns docentes para encaminhados para a BE); realização de trabalhos de pesquisa e promoção da leitura; - Necessidade de produção de materiais didácticos - A Equipa da BE participa em actividades de sala de aula para apoio à leitura e pesquisa. sempre que solicitado; - Promover sessões de utilizadores para alunos e - Tem vindo a promover uma parceria com o núcleo de professores; currículo funcional com quem está a dinamizar as seguintes actividades: - Produzir materiais formativos de apoio à formação Hora do conto; de utilizadores; Teatro de fantoches; Eu sei o que procuro! (Trabalho de pesquisa). - Divulgação dos materiais produzidos através do blog. A - Promoção das literacias da - Estão a ser adquiridos novos materiais que vão dinamizar a - Participação no PTE e no plano das TIC, no sentido informação, tecnológica e digital utilização das novas tecnologias; de promover a sua utilização no contexto das actividades curriculares; - A PB auxilia os alunos na selecção e pesquisa de fontes; - Produção de materiais informativos e de apoio à
  • 3. - A BE é rentabilizada pelos docentes em actividades utilização da Internet; relacionadas com as TIC. - Organização e participação em actividades de formação para docentes e alunos no domínio da literacia digital. B - Leitura e literacia - A BE disponibiliza uma colecção diversificada e adequada aos - Identificar necessidades e dificuldades neste gostos e necessidades dos alunos; domínio e delinear um plano de acção; - A maioria dos alunos da escola utiliza a Biblioteca para - Organizar sessões de leitura, de reconto com o requisitar livros para leitura domiciliária; objectivo de promover o gosto pela leitura; - Tem vindo a adequar a sua oferta às novas realidades da - Dinamizar actividades promotoras da leitura em escola (turmas CEF) que tem reagido com algum entusiasmo; diferentes ambientes e suportes (clubes, blogues, etc); - A maioria dos alunos da escola utiliza a Biblioteca para realizar trabalho de pesquisa; - Incentivar a leitura em ambientes digitais; - Muitos alunos procuram a Biblioteca para actividades de - Promover a criação de instrumentos de apoio a estudo individual ou em pequenos grupos; actividades de leitura e escrita e na produção de informação em diversos ambientes; - Incentiva a leitura informativa; - Promover encontros com escritores; - A BE promove acções de incentivo à leitura, como recitais de poesia, divulgação dos “Textos do Mês”; -Promover a discussão conjunta da importância da leitura na formação pessoal e no sucesso educativo - A BE promove a leitura domiciliária, verificando-se uma grande adesão, em particular das turmas do 2º ciclo; - Em parceria com as outras bibliotecas do agrupamento, tem
  • 4. vindo a enriquecer a colecção de livros do PNL, promovendo a sua utilização na sala de aula. C - Apoio a actividades livres, extra- - Os alunos beneficiam de acesso livre e permanente à BE; - Promover um programa de animação cultural curriculares e de enriquecimento regular e constante; curricular. - Participação em Comemorações (“Dia da Escola”) e eventos; - Promover práticas de estudo variadas; - Promoção das actividades dinamizadas pelo Atelier de teatro (recital de poesia, teatro de fantoches) que são apresentadas à - Falta de pessoal para organizar/dinamizar as comunidade escolar; actividades. - Apoio às actividades dos alunos fora do seu horário lectivo, nomeadamente na realização de trabalhos de casa, de pesquisa para trabalhos escolares, ou na pesquisa de outros assuntos do seu interesse; - Alguns alunos propõe e organizam autonomamente Projectos; - Promoção de hábitos de trabalho e organização do estudo; - Disponibilização de um espaço agradável que os alunos têm vindo a utilizar de uma forma correcta; - Neste momento, estamos a montar a exposição “A Biblioteca da escola através do tempo” para dar a conhecer diversas iniciativas que a BE dinamizou desde a sua formação. C - Projectos e parecerias - A BE trabalha em parceria com os diversos departamentos - Desenvolver projectos com parcerias locais; curriculares nas actividades já referidas; - Promover acções de formação para pais e E.E.; - Deseja promover a participação dos encarregados de educação e está a preparar sessões de leitura com os pais e -Produzir materiais formativos e de apoio
  • 5. encarregados de educação dos alunos do 5º ano; destinados aos pais e E,E; - Promove, anualmente, uma Feira do Livro em parceria com - Desenvolver projectos e actividades continuadas editoras. com os Pais e E.E.. - Participa nas reuniões de concelhia e inter-concelhia promovidas pelos parceiros. D - Articulação da biblioteca com a - A coordenadora das BE do agrupamento participa nas - Implementar um sistema de auto-avaliação escola. Acesso e serviços prestados pela reuniões do CP, onde promove as actividades desenvolvidas contínuo; biblioteca pela BE; - Envolver o órgão de direcção neste processo. - A coordenadora das BE do agrupamento apresentou ao CP o Modelo de Auto-Avaliação das BE; - O PAA da BE faz parte do PAA do agrupamento; - O horário da BE cobre, praticamente, o horário da escola; - A BE integra a RBE. D - Condições humanas e materiais - A PB está empenhada em mudar a imagem da BE junto da para a prestação dos serviços comunidade educativa; - Pouca formação das professoras da equipa no âmbito das TIC; - A PB tem uma boa relação com os órgãos de gestão e departamentos; - Ausências da auxiliar de acção educativa da BE que está constantemente a ser chamada para outros - Junto dos alunos, a PB tem vindo a desenvolver uma nova locais; forma de estar na BE, como espaço de apoio ao currículo, mas também como espaço de lazer; - A Direcção deverá pôr em prática uma política de afectação de recursos humanos adequada Às - A BE funciona em horário contínuo e lalargado; necessidades de funcionamento da BE:
  • 6. - Duas professoras que têm nove horas do seu horário na BE colaboram de forma activação nas actividades promovidas; - A BE encontra-se em fase de aquisição de novos materiais que a irão enriquecer e tornar o espaço mais confortável; D - Gestão da colecção/ da informação - Estamos a adquirir fundo documental (livros, DVD, CD-rom) - Formação da auxiliar de acção educativa com estimulante e adequado à actividade educativa; horário na BE para que possa dar um contributo mais significativo nesta área; - O livro de registo da BE está a ser informatizado; - Pouca disponibilidade por parte da PB (por falta de - Procedeu-se à classificação, carimbagem e registo de fundo pessoal) para dar um bom andamento a este documental impresso que não se encontrava disponível; processo. - Está-se a proceder à verificação de fundo documental não impresso; - As estantes foram reorganizadas e elaborou-se, para todas, a respectiva sinalética.
  • 7. Tabela – Parte 2 Indicadores Acções de comunicação e de trabalho com a escola que contribuam para uma melhorar apropriação da BE e reconhecimento do seu valor. A - Articulação curricular da biblioteca - Promover a participação da BE nas reuniões de planificação dos diferentes órgãos pedagógicos da Escola. escolar com as estruturas de - Organizar acções informais de formação sobre a BE junto dos docentes. coordenação e supervisão pedagógica e - Apresentar aos docentes sugestões de trabalho conjunto em torno do tratamento de diferentes unidads de ensino com os docentes. ou temas; - Promover a integração de novos docentes no trabalho da BE; - Promover reuniões com os docentes responsáveis pelas OTE e planificar actividades conjuntas; - Reforçar a cooperação e o diálogo com todos os docentes; - Incluir na Equipa da BE elementos provenientes de áreas curriculares disciplinares variadas; - Diversificar a forma de produção dos materiais produzidos; - Organizar com os Directores de Turma um calendário de sessões de formação de utilizadores com as respectivas turmas; - Criar um grupo de monitores da BE A - Promoção das literacias da - Reforçar a articulação da BE com as Áreas de Projecto e outras áreas de carácter transversal que fomentem a informação, tecnológica e digital utilização contextualizada das TIC; - Implicar a BE nos projectos existentes na área das TIC e da gestão de informação; - Inscrever no Guia de Utilizador da BE um conjunto de orientações para o uso responsável dos recursos de informação; - Incentivar a formação da equipa da BE na área das TIC e da literacia da informação; - Produzir guiões e outros materiais de apoio à pesquisa e utilização da informação pelos alunos. B - Leitura e literacia - Promover actividades de leitura em voz alta, de leitura partilhada ou animações que cativem as crianças e jovens; - Criar grupos ou comunidades de leitores; - Reforçar o trabalho articulado com departamentos, docentes e a abertura a projectos exteriores; - Encontrar parcerias com a Biblioteca Pública ou com outras instituições. C - Apoio a actividades livres, extra- - Aumentar a participação da BE na dinamização de actividades culturais na escola; curriculares e de enriquecimento - Rentabilizar as iniciativas programadas, partilhando-as com outras escolas;
  • 8. curricular. - Melhorar os mecanismos de Promoção e Marketing da BE. C - Projectos e parecerias - Aumentar o grau de intervenção da BE na escola através da concepção de projectos relevantes; - Solicitar a colaboração da Autarquia para projectos; - Organizar visitas a bibliotecas escolares e municipais; - Organizar no início do ano, uma sessão de acolhimento na BE com os Pais/EE dos novos alunos; - Desenhar um programa de promoção da leitura envolvendo as famílias; - Promover uma “campanha” de oferta de um livro para a BE. D - Articulação da biblioteca com a - Rever os documentos existentes (Projecto Educativo, Regulamento Interno) e proceder às alterações necessárias; escola. Acesso e serviços prestados pela - Divulgar recursos e sugerir projectos e actividades; biblioteca - Elaborar um plano de marketing que acentue e reforce o valor da BE e as possibilidades e as mais-valias que faculta; - Promover exposições, divulgar trabalhos, promover encontros, envolver os encarregados de educação; - recorrer diferentes meios e ambientes D - Condições humanas e materiais para - Sensibilizar a direcção da escola para a necessidade de ter uma equipa composta por professores de várias áreas a prestação dos serviços disciplinares e ter uma funcionária a tempo inteiro. - Utilizar e divulgar, junto dos órgãos de administração e gestão, os resultados da auto-avaliação. D - Gestão da colecção/ da informação - Elaborar o documento orientador da gestão da colecção. - Adquirir fundo documental impresso e não impresso de acordo com as necessidades dos alunos. - Dar continuidade à informatização do fundo documental impresso.
  • 9. Perante a análise da situação, qual dos domínios lhe parece dever ser já objecto de avaliação? Indique, se necessário outros factores que foram considerados. Decidimos este ano avaliar o domínio D por diversos motivos: Como já referi, iniciei o meu trabalho de Professora Bibliotecária em Setembro. Encontrei uma biblioteca que, no ano anterior, funcionara graças à boa vontade das professoras que lá cumpriam algumas horas de serviço e que não tinham outra hipótese senão, simplesmente, mantê-la aberta. O trabalho que tenho pela frente é imenso. Relativamente aos alunos, estes rapidamente se estão a habituar a uma nova forma de funcionamento, mais tranquila, mas mais exigente no que diz respeito ao comportamento. Estão a ser mais acompanhados e eles sentem-no e começam cada vez mais a procurar a BE. Relativamente aos professores, há muito trabalho a fazer no sentido de criar parcerias que praticamente só existiam com o departamento de Língua Portuguesa. Ao nível do fundo documental há muito trabalho que se encontra a ser desenvolvido, mas tivemos a feliz notícia de que vamos receber fundos para aquisição de mobiliário e fundo documental. Por sentirmos que a gestão da Biblioteca deve ser sólida, decidimos começar por este domínio, enquanto vamos criando uma nova dinâmica da BE dentro da escola.