SlideShare uma empresa Scribd logo
SEMINÁRIO EXCELENCIA DA GESTÃO
Michelle Raimundo dos Santos
Gilson Santo Inacio Ribeiro
ESCRITÓRIO REGIONAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
O Sebrae-SP é pra você!
www.sebraesp.com.br
Conteúdo
PARTE 1:
 Palestra: O Modelo de Excelência da Gestão
 Diagnóstico da Gestão: Preenchimento simultâneo
PARTE 2:
 Monitoramento da Gestão através de Resultados
PARTE 1:
O Modelo de Excelência da Gestão
Orientações para preenchimento do MPE Diagnóstico da Gestão
É a nossa maneira de estimular e apoiar as organizações
brasileiras no desenvolvimento e na evolução de sua
gestão para que se tornem sustentáveis, cooperativas e
gerem valor para a sociedade.
O Modelo de Excelência da Gestão
MEG
O Modelo de Excelência da Gestão
MEG
O Modelo de Excelência da Gestão® (MEG), é uma metodologia de avaliação,
auto avaliação e reconhecimento das boas práticas de gestão.
MPE Diagnóstico
MEG – Parceria Sebrae
RAZÃO SOCIAL:
CNPJ:
NOMEDO CONTATO: CPF:
TELEFONE: CELULAR:
EMAIL: VISTO:
SIM NÃO
x
1 A B C D
2 A B C D
3 A B C D
4 A B C D
5 A B C D
6 A B C D
7 A B C D
DIAGNÓSTICO DA GESTÃO - MEG- MODELO DE EXCELENCIA EM GESTÃO
CODIGO CLIENTE- PJ:ORIGEM:
RESPONDA SIM OU NÃO
Sua empresa faz parte de algum grupo econômico, cuja gestão seja compartilhada ou que tenha
empresas coligadas, cujo principal líder seja o mesmo ?
Sua empresa é uma fundação ou associação ou ONG ou OSCIP?
O domicílio fiscal de sua empresa está no mesmo Estado de São Paulo?
Os donos ou sócios da empresa são empregados, prestadores de serviço, têm relação de
parentesco com os promotores do Prêmio MPEBRASIL?
Sua empresa tem pelo menos 1 ano fiscal desde sua abertura (aberta até o dia 31/12/2013) ?
MISSÃO DA EMPRESA:
PERIODICIDADE DA ANALISE DO DESEMPENHO:
LIDERANÇA
Os dirigentes têm clareza do que a empresa deverá ser no futuro ?
Existem ações definidas para alcançar o que a empresa quer ser no futuro ?
As necessidades dos clientes são conhecidas e atendidas ?
As receitas e despesas são controladas para garantir a permanência da empresa no mercado?
Aceito concorrer ao Prêmio M PE Brasil do Ciclo 2015 conforme o Regulamento disponível no site10/04/2015 http://mpepremio.postbox.com.br/login.
PREENCHIMENTO INICIAL
Critério Liderança
Este critério analisa como os dirigentes exercem a liderança na
empresa; o incentivo ao comportamento ético; a aplicação dos
conhecimentos e também como são promovidas inovações.
1. A missão da empresa está
definida e é conhecida pelos
colaboradores?
2. O comportamento ético é
incentivado pelos dirigentes nas
relações internas e externas?
3. O desempenho da empresa é
analisado pelos dirigentes?
4. Os dirigentes compartilham
informações com os
colaboradores?
5. Os dirigentes investem em seu
desenvolvimento gerencial e
aplicam os conhecimentos
adquiridos na empresa?
6. A busca de informações para
identificar oportunidades de
inovação incluem as fontes
externas e os colaboradores são
incentivados a apresentarem
ideias que podem se converter
em inovações?
Cultura organizacional e desenvolvimento da gestão, da governança, dos riscos, da
interação com as partes interessadas, do exercício da liderança e da análise do
desempenho da organização.
Critério Liderança
Diagnóstico
1. A missão da empresa está definida e é conhecida pelos colaboradores?
2. O comportamento ético é incentivado pelos dirigentes nas relações
internas e externas?
Critério Liderança
Diagnóstico
3. O desempenho da empresa é analisado pelos dirigentes?
4. Os dirigentes compartilham informações com os colaboradores?
Critério Liderança
Diagnóstico
5. Os dirigentes investem em seu desenvolvimento gerencial e aplicam os
conhecimentos adquiridos na empresa?
Critério Liderança
Diagnóstico
6. A busca de informações para identificar oportunidades de inovação
incluem as fontes externas e os colaboradores são incentivados a
apresentarem ideias que podem se converter em inovações?
Este critério analisa a formulação da Visão de Futuro e sua
comunicação aos colaboradores; o cumprimento da visão e o
cumprimento das metas associadas aos indicadores.
7. A visão da empresa está
definida e é conhecida
pelos colaboradores?
8. As estratégias que
permitem alcançar os
objetivos da empresa
estão definidas?
9. Os indicadores e metas
relacionados às
estratégias estão
estabelecidos?
10. Os planos de ação,
visando alcançar as metas
da empresa relacionadas
às estratégias, estão
definidos?
Critério Estratégias e Planos
Formulação e implementação das estratégias, por meio de análise dos ambientes
interno e externo, ativos intangíveis, como a definição de indicadores e metas,
desdobramentos de planos de ação.
Critério Estratégias e Planos
Diagnóstico
7. A visão da empresa está definida e é conhecida pelos colaboradores?
8. As estratégias que permitem alcançar os objetivos da empresa estão definidas?
9. Os indicadores e metas relacionados às estratégias estão estabelecidos?
10. Os planos de ação, visando alcançar as metas da empresa relacionadas às
estratégias, estão definidos?
Critério Estratégias e Planos
Diagnóstico
PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP
Critério Estratégias e Planos
Curso Na Medida:
Planejamento
Estratégico
Oficina: Planeja Fácil
Consultorias
online e presencial
Consultoria na
empresa
Oficina: Transforme
sua Ideia em Modelo
de Negócios
EMPRETEC
Critério Liderança
Este critério analisa as práticas de gestão da empresa em relação a
seus clientes atuais e potenciais; observa a divulgação dos
produtos/serviços; analisa o relacionamento; trata as reclamações
e satisfação e se utiliza dessas informações para a fidelização dos
clientes atuais e captação de novos clientes.
11. Os clientes são
agrupados e suas
necessidades e
expectativas são
identificadas?
12. Os produtos e serviços
são divulgados aos
clientes?
13. As reclamações dos
clientes são registradas e
tratadas?
14. A satisfação dos
clientes é avaliada?
15. As informações obtidas dos
clientes são analisadas e
utilizadas para intensificar a
sua fidelidade e captar novos?
Critério Clientes
Análise e desenvolvimento de mercado, entendimento das necessidades e
expectativas dos clientes atuais e potenciais, gerenciamento da marca e imagem da
organização e relacionamento com clientes.
Critério Clientes
Diagnóstico
11. Os clientes são agrupados e suas necessidades e expectativas
são identificadas?
12. Os produtos e serviços são divulgados aos clientes?
Critério Clientes
Diagnóstico
13. As reclamações dos clientes são registradas e tratadas?
14. A satisfação dos clientes é avaliada?
Critério Clientes
Diagnóstico
15. As informações obtidas dos clientes são analisadas e utilizadas para
intensificar a sua fidelidade e captar novos?
PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP
Oficinas SEI
Consultorias
online e presencial
Consultoria na
empresa
Seminários e Palestras
Curso Na Medida:
Plano de Marketing
Critério Clientes
Este critério analisa as práticas de gestão da empresa em relação à
sociedade no atendimento às exigências legais, aspectos
ambientais e sociais; trata os impactos ao meio ambiente,
provocados pelos produtos, serviços e atividades da empresa e
desenvolve ações voluntárias ou projetos sociais, com
envolvimento, também voluntário, de seus dirigentes e
colaboradores.
16. As exigências legais
necessárias para o
funcionamento da empresa
são conhecidas e mantidas
atualizadas?
17. Os impactos negativos
causados pela empresa ao
meio ambiente são
conhecidos e tratados?
18. A empresa demonstra
seu comprometimento com a
comunidade por meio de
ações ou projetos sociais?
Critério Sociedade
Responsabilidade socioambiental e desenvolvimento social, que incluem
identificação das necessidades e expectativas da sociedade, atendimento à
legislação.
16. As exigências legais necessárias para o funcionamento da empresa
são conhecidas e mantidas atualizadas?
17. Os impactos negativos causados pela empresa ao meio ambiente
são conhecidos e tratados?
Critério Sociedade
Diagnóstico
18. A empresa demonstra seu comprometimento com a
comunidade por meio de ações ou projetos sociais?
Critério Sociedade
Diagnóstico
PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP
Critério Sociedade
Oficinas SEI
Consultorias
online e presencial
Consultoria na
empresa
Seminários e Palestras
Este critério analisa as informações necessárias à execução das atividades da
empresa; observa como o conhecimento adquirido pelas pessoas é
compartilhado entre os dirigentes e colaboradores, assegurando o domínio
das técnicas no seu setor de negócios.
19. As informações necessárias
para o planejamento, a execução
e análise das atividades e para a
tomada de decisão estão
definidas e disponibilizadas aos
colaboradores?
20. O compartilhamento
do conhecimento é
promovido?
21. São promovidas
melhorias nas práticas de
gestão?
22. São obtidas e utilizadas
informações comparativas na
análise do desempenho e
melhoria dos
produtos/serviços e
processos?
Critério Informações e Conhecimento
Informações da organização, desde a identificação de necessidades até a
implantação do sistema de informação, e gestão do conhecimento organizacional,
ao identificar, desenvolver, reter e proteger, difundir e utilizar os conhecimentos
necessários para a implementação das estratégias.
Critério Informações e Conhecimento
19. As informações necessárias para o planejamento, a execução e análise
das atividades e para a tomada de decisão estão definidas e
disponibilizadas aos colaboradores?
20. O compartilhamento do conhecimento é promovido?
Critério Informações e Conhecimento
21. São promovidas melhorias nas práticas de gestão?
22. São obtidas e utilizadas informações comparativas na análise
do desempenho e melhoria dos produtos/serviços e processos?
Este critério analisa as práticas de gestão em relação a definição das
funções e a responsabilidades; a seleção e a capacitação das pessoas
para o exercício das funções; analisa os riscos e perigos associados
ao trabalho e identifica e trata dos fatores que afetam o bem-estar e a
satisfação dos colaboradores.
Colaboradores: incluem empregados, temporários, aprendizes, estagiários e terceirizados.
Critério Pessoas
Sistemas de trabalho, identificação de competências, seleção e integração de pessoas,
avaliação de desempenho, remuneração e reconhecimento, capacitação e desenvolvimento,
preparação de novos líderes e qualidade de vida.
23. As funções e
responsabilidades das pessoas
(dirigentes e colaboradores)
estão definidas?
24. A seleção dos colaboradores é
feita segundo padrões definidos e
considera os requisitos da
função?
25. Os colaboradores são
capacitados nas suas funções?
26. Os perigos e riscos
relacionados à saúde e segurança
no trabalho são identificados e
tratados?
27. O bem-estar e a satisfação
dos colaboradores são
promovidos?
Critério Pessoas
Diagnóstico
23. As funções e responsabilidades das pessoas (dirigentes e
colaboradores) estão definidas?
24. A seleção dos colaboradores é feita segundo padrões definidos e
considera os requisitos da função?
25. Os colaboradores são capacitados nas suas funções?
26. Os perigos e riscos relacionados à saúde e segurança no trabalho
são identificados e tratados?
Critério Pessoas
Diagnóstico
27. O bem-estar e a satisfação dos colaboradores são promovidos?
Critério Pessoas
Diagnóstico
PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP
Critério Pessoas
Oficinas SEI
Consultorias
online e presencial
Consultoria na
empresa
Seminários e Palestras
Curso Na Medida:
Gestão de Pessoas
Este critério analisa os processos do negócio da empresa; o
relacionamento dos fornecedores com a empresa, por meio da análise
de sua seleção e avaliação do desempenho e assegura os recursos
financeiros necessários às operações e aos investimentos da
empresa.
28. Os processos principais do
negócio são executados de forma
padronizada, com padrões
documentados?
29. Os processos principais
do negócio são controlados
para garantir a satisfação
das necessidades dos
clientes?
30. Os fornecedores da
empresa são selecionados e
avaliados segundo critérios
definidos?
31. As finanças da empresa
são controladas a fim de
otimizar a utilização dos
recursos?
Critério Processos
Processos da cadeia de valor em interação, projetados para atender aos requisitos de produtos,
das partes interessadas, que realizam as transformações e entregas da organização,
considerando em destaque os relativos a fornecedores e os econômico-financeiros.
Critério Processos
Diagnóstico
28. Os processos principais do negócio são executados de forma
padronizada, com padrões documentados?
29. Os processos principais do negócio são controlados para garantir
a satisfação das necessidades dos clientes?
Critério Processos
Diagnóstico
30. Os fornecedores da empresa são selecionados e avaliados
segundo critérios definidos?
31. As finanças da empresa são controladas a fim de otimizar
a utilização dos recursos?
PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP
Critério Processos e
Informações e Conhecimento
Curso Na Medida:
Gestão Financeira
Consultorias
online e presencial
Consultoria na
empresa
Seminários e Palestras
PAT – Programa de
Alavancagem
Tecnológica
PARTE 2:
Monitoramento da Gestão através de Resultados
Apresentação de planilha de monitoramento da gestão através dos resultados
Este critério analisa os resultados apresentados pela empresa
relativos aos clientes, aos colaboradores, aos processos principais do
negócio e aos resultados financeiros.
32. Existem resultados
relativos à satisfação dos
clientes?
33. Existem resultados
relativos a reclamações de
clientes?
34. Existem resultados
relativos às capacitações
ministradas para os
colaboradores?
35. Existem resultados
relativos a acidentes com
colaboradores?
36. Existem resultados
relativos à produtividade
no trabalho?
37. Existem resultados
relativos à margem de
lucro?
Critério Resultados
Apresentação de resultados estratégicos e operacionais relevantes para a organização, na
forma de indicadores que permitam avaliar, no conjunto, a melhoria dos resultados, o nível de
competitividade e o cumprimento de compromissos com requisitos de partes interessadas, nas
perspectivas econômico-financeira, socioambiental e relativas a clientes e mercados, a pessoas
e aos processos da cadeia de valor.
32. Existem resultados relativos à satisfação dos clientes?
Critério Resultados
Diagnóstico
33. Existem resultados relativos a reclamações de clientes?
Critério Resultados
Diagnóstico
34. Existem resultados relativos às capacitações ministradas para os colaboradores?
Critério Resultados
Diagnóstico
35. Existem resultados relativos a acidentes com colaboradores?
Critério Resultados
Diagnóstico
36. Existem resultados relativos à produtividade no trabalho?
Critério Resultados
Diagnóstico
37. Existem resultados relativos à margem de lucro?
Critério Resultados
Diagnóstico
Critério Resultados
Diagnóstico
PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP
Critério Resultados
Oficina:
Indicadores e Metas
Consultorias
online e presencial
Consultoria na
empresa
Seminários e Palestras
Curso Sebrae Mais:
Estratégias
Empresariais
A Planilha
Diagnóstico da Gestão
RAZÃO SOCIAL:
CNPJ:
NOMEDO CONTATO:
CPF:
TELEFONE:
CELULAR:
EMAIL:
VISTO: SIM
NÃO
x
1
A
B
C
D
2
A
B
C
D
3
A
B
C
D
4
A
B
C
D
5
A
B
C
D
6
A
B
C
D
7
A
B
C
D
DIAGNÓSTICO DA GESTÃO - MEG- MODELO DE EXCELENCIA EM GESTÃO
CODIGO CLIENTE- PJ:
ORIGEM:
RESPONDA SIM OU NÃO
Sua empresa faz parte de algum grupo econômico, cuja gestão seja compartilhada ou que tenha
empresas coligadas, cujo principal líder seja o mesmo ?
Sua empresa é uma fundação ou associação ou ONG ou OSCIP?
O domicílio fiscal de sua empresa está no mesmo Estado de São Paulo?
Os donos ou sócios da empresa são empregados, prestadores de serviço, têm relação de
parentesco com os promotores do Prêmio MPEBRASIL?
Sua empresa tem pelo menos 1 ano fiscal desde sua abertura (aberta até o dia 31/12/2013) ?
MISSÃO DA EMPRESA:
PERIODICIDADE DA ANALISE DO DESEMPENHO:
LIDERANÇA
Os dirigentes têm clareza do que a empresa deverá ser no futuro ?
Existem ações definidas para alcançar o que a empresa quer ser no futuro ?
As necessidades dos clientes são conhecidas e atendidas ?
As receitas e despesas são controladas para garantir a permanência da empresa no mercado?
Aceito concorrer ao Prêmio M PE Brasil do Ciclo 2015 conforme o Regulamento disponível no site10/04/2015 http://mpepremio.postbox.com.br/login.
1. Recolhimento do
Diagnóstico
preenchido
2. Lançamento no Sistema MPE 2015
Recebimento dos Resultados
e Oportunidades de
Melhoria por email.
Considerações Finais
QUAIS SÃO AS MEDICAÇÕES PARA:
 Clientes: satisfação e reclamações de clientes
 Colaboradores: capacitações ministradas e acidentes
 Produção/Operação: produtividade no trabalho
 Finanças: margem de lucro
INDICADOR
Considerações Finais
A Excelência da Gestão:
 Promove a competitividade e a sustentabilidade.
 Proporciona um referencial para a gestão de organizações.
 Promove o aprendizado organizacional.
 Possibilita a avaliação e melhoria da gestão de forma
abrangente.
 Prepara para participar do Prêmio MPE BRASIL
 Melhora a compreensão de anseios das partes
interessadas.
 Mensura os resultados do negócio de forma objetiva.
“Aperfeiçoar constante e continuamente todo o processo de
planejamento, produção e serviços, com o objetivo de aumentar a
qualidade e a produtividade e, consequentemente, reduzir os custos.”
Deming, 1990
De acordo com o item 8.4 da norma ISO 9001:2008, “a organização deve determinar,
coletar e analisar dados apropriados para demonstrar a adequação e eficácia do sistema
de gestão da qualidade e para avaliar onde a melhoria contínua da eficácia pode ser
feita.”
CUIDE DA SAÚDE DA SUA EMPRESA !
INDICADOR
Obrigado(a).
Michelle Raimundo dos Santos
michellers@sebraesp.com.br
Fone: (12) 3922-2977
Gilson Santo Inácio Ribeiro
gilsonsir@sebraesp.com.br
Fone: (12) 3922-2977
O Sebrae-SP é pra você!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Institucional Exo - Excelência Operacional
Apresentação Institucional Exo - Excelência OperacionalApresentação Institucional Exo - Excelência Operacional
Apresentação Institucional Exo - Excelência Operacional
Exo - Excelência Operacional
 
Modelo De Gestao Por Processos Anatel
Modelo De Gestao Por Processos AnatelModelo De Gestao Por Processos Anatel
Modelo De Gestao Por Processos Anatel
Eduardo Rocha
 
Gerenciamento da rotina do trabalho
Gerenciamento da rotina do trabalhoGerenciamento da rotina do trabalho
Gerenciamento da rotina do trabalho
SILMAR PEREIRA
 
Mapeamento de processos técnicas e vantagens
Mapeamento de processos   técnicas e vantagensMapeamento de processos   técnicas e vantagens
Mapeamento de processos técnicas e vantagens
mateuspizetta
 
Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte
Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte
Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte
Stratec Informática
 
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Lilian Resende
 
Processos on line aula 01
Processos   on line  aula 01Processos   on line  aula 01
Processos on line aula 01
Sérgio Azevedo Sampaio
 
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
EloGroup
 
Gerenciamento da rotina 1 modulo
Gerenciamento da rotina 1 moduloGerenciamento da rotina 1 modulo
Gerenciamento da rotina 1 modulo
Thiago Reis
 
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialPortfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Fabricio Macedo
 
Integrando o diagnóstico financeiro à Gestão por Processos
Integrando o diagnóstico financeiro à Gestão por ProcessosIntegrando o diagnóstico financeiro à Gestão por Processos
Integrando o diagnóstico financeiro à Gestão por Processos
EloGroup
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
CompanyWeb
 
Como criar um mapa de processos da sua empresa
Como criar um mapa de processos da sua empresaComo criar um mapa de processos da sua empresa
Como criar um mapa de processos da sua empresa
Virgilio Marques dos Santos, Dr.
 
Diagnostico Empresarial
Diagnostico EmpresarialDiagnostico Empresarial
Diagnostico Empresarial
Adriano Probst
 
Os desafios do empreendedor
Os desafios do empreendedorOs desafios do empreendedor
Os desafios do empreendedor
Alessandra Aparecida Sanches
 
Criação e gestão de indicadores processo 1a parte
Criação e gestão de indicadores processo   1a parteCriação e gestão de indicadores processo   1a parte
Criação e gestão de indicadores processo 1a parte
Priscila Nogueira
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
Templum Consultoria Online
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas GerenciaisMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
Marco Viveiros
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados
Marcos Abreu
 
Aulas Gestão de Processos & Produtividade
Aulas Gestão de Processos & ProdutividadeAulas Gestão de Processos & Produtividade
Aulas Gestão de Processos & Produtividade
Marcos Magnanti
 

Mais procurados (20)

Apresentação Institucional Exo - Excelência Operacional
Apresentação Institucional Exo - Excelência OperacionalApresentação Institucional Exo - Excelência Operacional
Apresentação Institucional Exo - Excelência Operacional
 
Modelo De Gestao Por Processos Anatel
Modelo De Gestao Por Processos AnatelModelo De Gestao Por Processos Anatel
Modelo De Gestao Por Processos Anatel
 
Gerenciamento da rotina do trabalho
Gerenciamento da rotina do trabalhoGerenciamento da rotina do trabalho
Gerenciamento da rotina do trabalho
 
Mapeamento de processos técnicas e vantagens
Mapeamento de processos   técnicas e vantagensMapeamento de processos   técnicas e vantagens
Mapeamento de processos técnicas e vantagens
 
Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte
Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte
Criação e gestão de indicadores processo - 2a parte
 
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
 
Processos on line aula 01
Processos   on line  aula 01Processos   on line  aula 01
Processos on line aula 01
 
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cult...
 
Gerenciamento da rotina 1 modulo
Gerenciamento da rotina 1 moduloGerenciamento da rotina 1 modulo
Gerenciamento da rotina 1 modulo
 
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialPortfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
 
Integrando o diagnóstico financeiro à Gestão por Processos
Integrando o diagnóstico financeiro à Gestão por ProcessosIntegrando o diagnóstico financeiro à Gestão por Processos
Integrando o diagnóstico financeiro à Gestão por Processos
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
 
Como criar um mapa de processos da sua empresa
Como criar um mapa de processos da sua empresaComo criar um mapa de processos da sua empresa
Como criar um mapa de processos da sua empresa
 
Diagnostico Empresarial
Diagnostico EmpresarialDiagnostico Empresarial
Diagnostico Empresarial
 
Os desafios do empreendedor
Os desafios do empreendedorOs desafios do empreendedor
Os desafios do empreendedor
 
Criação e gestão de indicadores processo 1a parte
Criação e gestão de indicadores processo   1a parteCriação e gestão de indicadores processo   1a parte
Criação e gestão de indicadores processo 1a parte
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas GerenciaisMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados
 
Aulas Gestão de Processos & Produtividade
Aulas Gestão de Processos & ProdutividadeAulas Gestão de Processos & Produtividade
Aulas Gestão de Processos & Produtividade
 

Semelhante a Seminario Excelencia da Gestao - 2015

Processo A+
Processo A+Processo A+
Pi mmodelo
Pi mmodeloPi mmodelo
Pi mmodelo
dynahina
 
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Claudio Seixas
 
Artigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderes
Artigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderesArtigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderes
Artigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderes
Caliper Brasil
 
7 princípios da iso 9001 15
7 princípios da iso 9001 157 princípios da iso 9001 15
7 princípios da iso 9001 15
HGF Consultoria Sistemas de Gestão
 
Bsc notas de aula
Bsc notas de aulaBsc notas de aula
Bsc notas de aula
Wellington Boness
 
DISC
DISCDISC
Plano de Negócio Analise SWOT para farmácias
Plano de Negócio Analise SWOT para farmáciasPlano de Negócio Analise SWOT para farmácias
Plano de Negócio Analise SWOT para farmácias
farmwaine
 
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdfportfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
Donno|DHC
 
Apresentação Martins e Marcon
Apresentação Martins e MarconApresentação Martins e Marcon
Apresentação Martins e Marcon
Martins & Marcon
 
Seminário Planejamento Estratégico Dígitro
Seminário Planejamento Estratégico DígitroSeminário Planejamento Estratégico Dígitro
Seminário Planejamento Estratégico Dígitro
Andrei Cavalheiro
 
Chek list para uma boa gestão
Chek list para uma boa gestãoChek list para uma boa gestão
Chek list para uma boa gestão
Marcos Luthero
 
As 18 etapas da avaliação de Competências
As 18 etapas da avaliação de CompetênciasAs 18 etapas da avaliação de Competências
As 18 etapas da avaliação de Competências
Alvaro Mello
 
Estratégia e BSC
Estratégia e BSCEstratégia e BSC
Estratégia e BSC
Buccelli
 
Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...
Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...
Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...
Samuel Reis
 
Rede evolue slideshare
Rede evolue slideshareRede evolue slideshare
Rede evolue slideshare
RedeEvolue
 
BSC - Balance Score Card
BSC - Balance Score CardBSC - Balance Score Card
BSC - Balance Score Card
Wagner Gonsalez
 
Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013
Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013
Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013
Gand Mansur
 
FNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.ppt
FNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.pptFNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.ppt
FNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.ppt
Pedro Luis Moraes
 
2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes
2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes
2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes
Sollcomm Empresariais
 

Semelhante a Seminario Excelencia da Gestao - 2015 (20)

Processo A+
Processo A+Processo A+
Processo A+
 
Pi mmodelo
Pi mmodeloPi mmodelo
Pi mmodelo
 
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
 
Artigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderes
Artigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderesArtigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderes
Artigo - Como acompanhar e assegurar o desenvolvimento de seus líderes
 
7 princípios da iso 9001 15
7 princípios da iso 9001 157 princípios da iso 9001 15
7 princípios da iso 9001 15
 
Bsc notas de aula
Bsc notas de aulaBsc notas de aula
Bsc notas de aula
 
DISC
DISCDISC
DISC
 
Plano de Negócio Analise SWOT para farmácias
Plano de Negócio Analise SWOT para farmáciasPlano de Negócio Analise SWOT para farmácias
Plano de Negócio Analise SWOT para farmácias
 
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdfportfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
portfólio_padrão_v5_2023_donno.dhc.pdf
 
Apresentação Martins e Marcon
Apresentação Martins e MarconApresentação Martins e Marcon
Apresentação Martins e Marcon
 
Seminário Planejamento Estratégico Dígitro
Seminário Planejamento Estratégico DígitroSeminário Planejamento Estratégico Dígitro
Seminário Planejamento Estratégico Dígitro
 
Chek list para uma boa gestão
Chek list para uma boa gestãoChek list para uma boa gestão
Chek list para uma boa gestão
 
As 18 etapas da avaliação de Competências
As 18 etapas da avaliação de CompetênciasAs 18 etapas da avaliação de Competências
As 18 etapas da avaliação de Competências
 
Estratégia e BSC
Estratégia e BSCEstratégia e BSC
Estratégia e BSC
 
Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...
Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...
Modelo de gestão - Planejamento Estratégico, Gestão de Desempenho e Gerenciam...
 
Rede evolue slideshare
Rede evolue slideshareRede evolue slideshare
Rede evolue slideshare
 
BSC - Balance Score Card
BSC - Balance Score CardBSC - Balance Score Card
BSC - Balance Score Card
 
Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013
Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013
Apresentação do IPB - Instituto Prosperar Brasil 2013
 
FNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.ppt
FNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.pptFNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.ppt
FNQ Modelo de Excelência da Gestao e Organizacao 2006 slides.ppt
 
2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes
2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes
2013 agosto-v2 - apresentacao sollcomm e servicos - clientes
 

Mais de Michelle Raimundo dos Santos

Satisfaça e encante seu cliente
Satisfaça e encante seu clienteSatisfaça e encante seu cliente
Satisfaça e encante seu cliente
Michelle Raimundo dos Santos
 
Palestra - Planejamento programação e controle da produção
Palestra - Planejamento programação e controle da produçãoPalestra - Planejamento programação e controle da produção
Palestra - Planejamento programação e controle da produção
Michelle Raimundo dos Santos
 
Palestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiro
Palestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiroPalestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiro
Palestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiro
Michelle Raimundo dos Santos
 
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do LarPalestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
Michelle Raimundo dos Santos
 
Workshop de Produção
Workshop de ProduçãoWorkshop de Produção
Workshop de Produção
Michelle Raimundo dos Santos
 
Sustentabilidade para Pequenos Negocios
Sustentabilidade para Pequenos NegociosSustentabilidade para Pequenos Negocios
Sustentabilidade para Pequenos Negocios
Michelle Raimundo dos Santos
 

Mais de Michelle Raimundo dos Santos (6)

Satisfaça e encante seu cliente
Satisfaça e encante seu clienteSatisfaça e encante seu cliente
Satisfaça e encante seu cliente
 
Palestra - Planejamento programação e controle da produção
Palestra - Planejamento programação e controle da produçãoPalestra - Planejamento programação e controle da produção
Palestra - Planejamento programação e controle da produção
 
Palestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiro
Palestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiroPalestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiro
Palestra Sebrae - Controle seu estoque e não perca dinheiro
 
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do LarPalestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
 
Workshop de Produção
Workshop de ProduçãoWorkshop de Produção
Workshop de Produção
 
Sustentabilidade para Pequenos Negocios
Sustentabilidade para Pequenos NegociosSustentabilidade para Pequenos Negocios
Sustentabilidade para Pequenos Negocios
 

Seminario Excelencia da Gestao - 2015

  • 1. SEMINÁRIO EXCELENCIA DA GESTÃO Michelle Raimundo dos Santos Gilson Santo Inacio Ribeiro ESCRITÓRIO REGIONAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
  • 2. O Sebrae-SP é pra você! www.sebraesp.com.br
  • 3. Conteúdo PARTE 1:  Palestra: O Modelo de Excelência da Gestão  Diagnóstico da Gestão: Preenchimento simultâneo PARTE 2:  Monitoramento da Gestão através de Resultados
  • 4. PARTE 1: O Modelo de Excelência da Gestão Orientações para preenchimento do MPE Diagnóstico da Gestão
  • 5. É a nossa maneira de estimular e apoiar as organizações brasileiras no desenvolvimento e na evolução de sua gestão para que se tornem sustentáveis, cooperativas e gerem valor para a sociedade. O Modelo de Excelência da Gestão MEG
  • 6. O Modelo de Excelência da Gestão MEG O Modelo de Excelência da Gestão® (MEG), é uma metodologia de avaliação, auto avaliação e reconhecimento das boas práticas de gestão.
  • 7. MPE Diagnóstico MEG – Parceria Sebrae RAZÃO SOCIAL: CNPJ: NOMEDO CONTATO: CPF: TELEFONE: CELULAR: EMAIL: VISTO: SIM NÃO x 1 A B C D 2 A B C D 3 A B C D 4 A B C D 5 A B C D 6 A B C D 7 A B C D DIAGNÓSTICO DA GESTÃO - MEG- MODELO DE EXCELENCIA EM GESTÃO CODIGO CLIENTE- PJ:ORIGEM: RESPONDA SIM OU NÃO Sua empresa faz parte de algum grupo econômico, cuja gestão seja compartilhada ou que tenha empresas coligadas, cujo principal líder seja o mesmo ? Sua empresa é uma fundação ou associação ou ONG ou OSCIP? O domicílio fiscal de sua empresa está no mesmo Estado de São Paulo? Os donos ou sócios da empresa são empregados, prestadores de serviço, têm relação de parentesco com os promotores do Prêmio MPEBRASIL? Sua empresa tem pelo menos 1 ano fiscal desde sua abertura (aberta até o dia 31/12/2013) ? MISSÃO DA EMPRESA: PERIODICIDADE DA ANALISE DO DESEMPENHO: LIDERANÇA Os dirigentes têm clareza do que a empresa deverá ser no futuro ? Existem ações definidas para alcançar o que a empresa quer ser no futuro ? As necessidades dos clientes são conhecidas e atendidas ? As receitas e despesas são controladas para garantir a permanência da empresa no mercado? Aceito concorrer ao Prêmio M PE Brasil do Ciclo 2015 conforme o Regulamento disponível no site10/04/2015 http://mpepremio.postbox.com.br/login. PREENCHIMENTO INICIAL
  • 8. Critério Liderança Este critério analisa como os dirigentes exercem a liderança na empresa; o incentivo ao comportamento ético; a aplicação dos conhecimentos e também como são promovidas inovações. 1. A missão da empresa está definida e é conhecida pelos colaboradores? 2. O comportamento ético é incentivado pelos dirigentes nas relações internas e externas? 3. O desempenho da empresa é analisado pelos dirigentes? 4. Os dirigentes compartilham informações com os colaboradores? 5. Os dirigentes investem em seu desenvolvimento gerencial e aplicam os conhecimentos adquiridos na empresa? 6. A busca de informações para identificar oportunidades de inovação incluem as fontes externas e os colaboradores são incentivados a apresentarem ideias que podem se converter em inovações? Cultura organizacional e desenvolvimento da gestão, da governança, dos riscos, da interação com as partes interessadas, do exercício da liderança e da análise do desempenho da organização.
  • 9. Critério Liderança Diagnóstico 1. A missão da empresa está definida e é conhecida pelos colaboradores? 2. O comportamento ético é incentivado pelos dirigentes nas relações internas e externas?
  • 10. Critério Liderança Diagnóstico 3. O desempenho da empresa é analisado pelos dirigentes? 4. Os dirigentes compartilham informações com os colaboradores?
  • 11. Critério Liderança Diagnóstico 5. Os dirigentes investem em seu desenvolvimento gerencial e aplicam os conhecimentos adquiridos na empresa?
  • 12. Critério Liderança Diagnóstico 6. A busca de informações para identificar oportunidades de inovação incluem as fontes externas e os colaboradores são incentivados a apresentarem ideias que podem se converter em inovações?
  • 13. Este critério analisa a formulação da Visão de Futuro e sua comunicação aos colaboradores; o cumprimento da visão e o cumprimento das metas associadas aos indicadores. 7. A visão da empresa está definida e é conhecida pelos colaboradores? 8. As estratégias que permitem alcançar os objetivos da empresa estão definidas? 9. Os indicadores e metas relacionados às estratégias estão estabelecidos? 10. Os planos de ação, visando alcançar as metas da empresa relacionadas às estratégias, estão definidos? Critério Estratégias e Planos Formulação e implementação das estratégias, por meio de análise dos ambientes interno e externo, ativos intangíveis, como a definição de indicadores e metas, desdobramentos de planos de ação.
  • 14. Critério Estratégias e Planos Diagnóstico 7. A visão da empresa está definida e é conhecida pelos colaboradores? 8. As estratégias que permitem alcançar os objetivos da empresa estão definidas?
  • 15. 9. Os indicadores e metas relacionados às estratégias estão estabelecidos? 10. Os planos de ação, visando alcançar as metas da empresa relacionadas às estratégias, estão definidos? Critério Estratégias e Planos Diagnóstico
  • 16. PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP Critério Estratégias e Planos Curso Na Medida: Planejamento Estratégico Oficina: Planeja Fácil Consultorias online e presencial Consultoria na empresa Oficina: Transforme sua Ideia em Modelo de Negócios EMPRETEC Critério Liderança
  • 17. Este critério analisa as práticas de gestão da empresa em relação a seus clientes atuais e potenciais; observa a divulgação dos produtos/serviços; analisa o relacionamento; trata as reclamações e satisfação e se utiliza dessas informações para a fidelização dos clientes atuais e captação de novos clientes. 11. Os clientes são agrupados e suas necessidades e expectativas são identificadas? 12. Os produtos e serviços são divulgados aos clientes? 13. As reclamações dos clientes são registradas e tratadas? 14. A satisfação dos clientes é avaliada? 15. As informações obtidas dos clientes são analisadas e utilizadas para intensificar a sua fidelidade e captar novos? Critério Clientes Análise e desenvolvimento de mercado, entendimento das necessidades e expectativas dos clientes atuais e potenciais, gerenciamento da marca e imagem da organização e relacionamento com clientes.
  • 18. Critério Clientes Diagnóstico 11. Os clientes são agrupados e suas necessidades e expectativas são identificadas? 12. Os produtos e serviços são divulgados aos clientes?
  • 19. Critério Clientes Diagnóstico 13. As reclamações dos clientes são registradas e tratadas? 14. A satisfação dos clientes é avaliada?
  • 20. Critério Clientes Diagnóstico 15. As informações obtidas dos clientes são analisadas e utilizadas para intensificar a sua fidelidade e captar novos?
  • 21. PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP Oficinas SEI Consultorias online e presencial Consultoria na empresa Seminários e Palestras Curso Na Medida: Plano de Marketing Critério Clientes
  • 22. Este critério analisa as práticas de gestão da empresa em relação à sociedade no atendimento às exigências legais, aspectos ambientais e sociais; trata os impactos ao meio ambiente, provocados pelos produtos, serviços e atividades da empresa e desenvolve ações voluntárias ou projetos sociais, com envolvimento, também voluntário, de seus dirigentes e colaboradores. 16. As exigências legais necessárias para o funcionamento da empresa são conhecidas e mantidas atualizadas? 17. Os impactos negativos causados pela empresa ao meio ambiente são conhecidos e tratados? 18. A empresa demonstra seu comprometimento com a comunidade por meio de ações ou projetos sociais? Critério Sociedade Responsabilidade socioambiental e desenvolvimento social, que incluem identificação das necessidades e expectativas da sociedade, atendimento à legislação.
  • 23. 16. As exigências legais necessárias para o funcionamento da empresa são conhecidas e mantidas atualizadas? 17. Os impactos negativos causados pela empresa ao meio ambiente são conhecidos e tratados? Critério Sociedade Diagnóstico
  • 24. 18. A empresa demonstra seu comprometimento com a comunidade por meio de ações ou projetos sociais? Critério Sociedade Diagnóstico
  • 25. PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP Critério Sociedade Oficinas SEI Consultorias online e presencial Consultoria na empresa Seminários e Palestras
  • 26. Este critério analisa as informações necessárias à execução das atividades da empresa; observa como o conhecimento adquirido pelas pessoas é compartilhado entre os dirigentes e colaboradores, assegurando o domínio das técnicas no seu setor de negócios. 19. As informações necessárias para o planejamento, a execução e análise das atividades e para a tomada de decisão estão definidas e disponibilizadas aos colaboradores? 20. O compartilhamento do conhecimento é promovido? 21. São promovidas melhorias nas práticas de gestão? 22. São obtidas e utilizadas informações comparativas na análise do desempenho e melhoria dos produtos/serviços e processos? Critério Informações e Conhecimento Informações da organização, desde a identificação de necessidades até a implantação do sistema de informação, e gestão do conhecimento organizacional, ao identificar, desenvolver, reter e proteger, difundir e utilizar os conhecimentos necessários para a implementação das estratégias.
  • 27. Critério Informações e Conhecimento 19. As informações necessárias para o planejamento, a execução e análise das atividades e para a tomada de decisão estão definidas e disponibilizadas aos colaboradores? 20. O compartilhamento do conhecimento é promovido?
  • 28. Critério Informações e Conhecimento 21. São promovidas melhorias nas práticas de gestão? 22. São obtidas e utilizadas informações comparativas na análise do desempenho e melhoria dos produtos/serviços e processos?
  • 29. Este critério analisa as práticas de gestão em relação a definição das funções e a responsabilidades; a seleção e a capacitação das pessoas para o exercício das funções; analisa os riscos e perigos associados ao trabalho e identifica e trata dos fatores que afetam o bem-estar e a satisfação dos colaboradores. Colaboradores: incluem empregados, temporários, aprendizes, estagiários e terceirizados. Critério Pessoas Sistemas de trabalho, identificação de competências, seleção e integração de pessoas, avaliação de desempenho, remuneração e reconhecimento, capacitação e desenvolvimento, preparação de novos líderes e qualidade de vida. 23. As funções e responsabilidades das pessoas (dirigentes e colaboradores) estão definidas? 24. A seleção dos colaboradores é feita segundo padrões definidos e considera os requisitos da função? 25. Os colaboradores são capacitados nas suas funções? 26. Os perigos e riscos relacionados à saúde e segurança no trabalho são identificados e tratados? 27. O bem-estar e a satisfação dos colaboradores são promovidos?
  • 30. Critério Pessoas Diagnóstico 23. As funções e responsabilidades das pessoas (dirigentes e colaboradores) estão definidas? 24. A seleção dos colaboradores é feita segundo padrões definidos e considera os requisitos da função?
  • 31. 25. Os colaboradores são capacitados nas suas funções? 26. Os perigos e riscos relacionados à saúde e segurança no trabalho são identificados e tratados? Critério Pessoas Diagnóstico
  • 32. 27. O bem-estar e a satisfação dos colaboradores são promovidos? Critério Pessoas Diagnóstico
  • 33. PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP Critério Pessoas Oficinas SEI Consultorias online e presencial Consultoria na empresa Seminários e Palestras Curso Na Medida: Gestão de Pessoas
  • 34. Este critério analisa os processos do negócio da empresa; o relacionamento dos fornecedores com a empresa, por meio da análise de sua seleção e avaliação do desempenho e assegura os recursos financeiros necessários às operações e aos investimentos da empresa. 28. Os processos principais do negócio são executados de forma padronizada, com padrões documentados? 29. Os processos principais do negócio são controlados para garantir a satisfação das necessidades dos clientes? 30. Os fornecedores da empresa são selecionados e avaliados segundo critérios definidos? 31. As finanças da empresa são controladas a fim de otimizar a utilização dos recursos? Critério Processos Processos da cadeia de valor em interação, projetados para atender aos requisitos de produtos, das partes interessadas, que realizam as transformações e entregas da organização, considerando em destaque os relativos a fornecedores e os econômico-financeiros.
  • 35. Critério Processos Diagnóstico 28. Os processos principais do negócio são executados de forma padronizada, com padrões documentados? 29. Os processos principais do negócio são controlados para garantir a satisfação das necessidades dos clientes?
  • 36. Critério Processos Diagnóstico 30. Os fornecedores da empresa são selecionados e avaliados segundo critérios definidos? 31. As finanças da empresa são controladas a fim de otimizar a utilização dos recursos?
  • 37. PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP Critério Processos e Informações e Conhecimento Curso Na Medida: Gestão Financeira Consultorias online e presencial Consultoria na empresa Seminários e Palestras PAT – Programa de Alavancagem Tecnológica
  • 38. PARTE 2: Monitoramento da Gestão através de Resultados Apresentação de planilha de monitoramento da gestão através dos resultados
  • 39. Este critério analisa os resultados apresentados pela empresa relativos aos clientes, aos colaboradores, aos processos principais do negócio e aos resultados financeiros. 32. Existem resultados relativos à satisfação dos clientes? 33. Existem resultados relativos a reclamações de clientes? 34. Existem resultados relativos às capacitações ministradas para os colaboradores? 35. Existem resultados relativos a acidentes com colaboradores? 36. Existem resultados relativos à produtividade no trabalho? 37. Existem resultados relativos à margem de lucro? Critério Resultados Apresentação de resultados estratégicos e operacionais relevantes para a organização, na forma de indicadores que permitam avaliar, no conjunto, a melhoria dos resultados, o nível de competitividade e o cumprimento de compromissos com requisitos de partes interessadas, nas perspectivas econômico-financeira, socioambiental e relativas a clientes e mercados, a pessoas e aos processos da cadeia de valor.
  • 40. 32. Existem resultados relativos à satisfação dos clientes? Critério Resultados Diagnóstico
  • 41. 33. Existem resultados relativos a reclamações de clientes? Critério Resultados Diagnóstico
  • 42. 34. Existem resultados relativos às capacitações ministradas para os colaboradores? Critério Resultados Diagnóstico
  • 43. 35. Existem resultados relativos a acidentes com colaboradores? Critério Resultados Diagnóstico
  • 44. 36. Existem resultados relativos à produtividade no trabalho? Critério Resultados Diagnóstico
  • 45. 37. Existem resultados relativos à margem de lucro? Critério Resultados Diagnóstico
  • 47. PORTFÓLIO DO SEBRAE-SP Critério Resultados Oficina: Indicadores e Metas Consultorias online e presencial Consultoria na empresa Seminários e Palestras Curso Sebrae Mais: Estratégias Empresariais
  • 49. Diagnóstico da Gestão RAZÃO SOCIAL: CNPJ: NOMEDO CONTATO: CPF: TELEFONE: CELULAR: EMAIL: VISTO: SIM NÃO x 1 A B C D 2 A B C D 3 A B C D 4 A B C D 5 A B C D 6 A B C D 7 A B C D DIAGNÓSTICO DA GESTÃO - MEG- MODELO DE EXCELENCIA EM GESTÃO CODIGO CLIENTE- PJ: ORIGEM: RESPONDA SIM OU NÃO Sua empresa faz parte de algum grupo econômico, cuja gestão seja compartilhada ou que tenha empresas coligadas, cujo principal líder seja o mesmo ? Sua empresa é uma fundação ou associação ou ONG ou OSCIP? O domicílio fiscal de sua empresa está no mesmo Estado de São Paulo? Os donos ou sócios da empresa são empregados, prestadores de serviço, têm relação de parentesco com os promotores do Prêmio MPEBRASIL? Sua empresa tem pelo menos 1 ano fiscal desde sua abertura (aberta até o dia 31/12/2013) ? MISSÃO DA EMPRESA: PERIODICIDADE DA ANALISE DO DESEMPENHO: LIDERANÇA Os dirigentes têm clareza do que a empresa deverá ser no futuro ? Existem ações definidas para alcançar o que a empresa quer ser no futuro ? As necessidades dos clientes são conhecidas e atendidas ? As receitas e despesas são controladas para garantir a permanência da empresa no mercado? Aceito concorrer ao Prêmio M PE Brasil do Ciclo 2015 conforme o Regulamento disponível no site10/04/2015 http://mpepremio.postbox.com.br/login. 1. Recolhimento do Diagnóstico preenchido 2. Lançamento no Sistema MPE 2015 Recebimento dos Resultados e Oportunidades de Melhoria por email.
  • 51. QUAIS SÃO AS MEDICAÇÕES PARA:  Clientes: satisfação e reclamações de clientes  Colaboradores: capacitações ministradas e acidentes  Produção/Operação: produtividade no trabalho  Finanças: margem de lucro INDICADOR Considerações Finais
  • 52. A Excelência da Gestão:  Promove a competitividade e a sustentabilidade.  Proporciona um referencial para a gestão de organizações.  Promove o aprendizado organizacional.  Possibilita a avaliação e melhoria da gestão de forma abrangente.  Prepara para participar do Prêmio MPE BRASIL  Melhora a compreensão de anseios das partes interessadas.  Mensura os resultados do negócio de forma objetiva.
  • 53. “Aperfeiçoar constante e continuamente todo o processo de planejamento, produção e serviços, com o objetivo de aumentar a qualidade e a produtividade e, consequentemente, reduzir os custos.” Deming, 1990 De acordo com o item 8.4 da norma ISO 9001:2008, “a organização deve determinar, coletar e analisar dados apropriados para demonstrar a adequação e eficácia do sistema de gestão da qualidade e para avaliar onde a melhoria contínua da eficácia pode ser feita.” CUIDE DA SAÚDE DA SUA EMPRESA ! INDICADOR
  • 54. Obrigado(a). Michelle Raimundo dos Santos michellers@sebraesp.com.br Fone: (12) 3922-2977 Gilson Santo Inácio Ribeiro gilsonsir@sebraesp.com.br Fone: (12) 3922-2977 O Sebrae-SP é pra você!