2014 02 25_análise demonstr

1.474 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.474
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
988
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2014 02 25_análise demonstr

  1. 1. 17/02/2014 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Parte 03 - Professora Yasmin Fernandes ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONCEITO Indica como ocorreram as saídas e entradas de dinheiro no Caixa durante o período e o resultado desse fluxo; Avalia a capacidade da empresa de gerar dinheiro;  Substitui a DOAR; É obrigatória para todas as cias de capital aberto; É obrigatória para cias de capital fechado com PL superior a 2 milhões;  Cia fechada com Ativo total superior a 240 milhões ou Receita Bruta Anual superior a 300 milhões , equipara-se a cia aberta. 1
  2. 2. 17/02/2014 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONCEITO Método Direto: pelos recebimentos e pagamentos efetuados durante o período;  Método Indireto: parte do lucro líquido do período e pela variação das contas do BP que envolvem a operação da empresa, referente a 2 períodos. OBS: Esse método é o mais utilizado para publicação. CPC 03. ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ESTRUTURA 2
  3. 3. 17/02/2014 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA MODELO FLUXO DE CAIXA - MÉTODO INDIRETO 2010 ATIVIDADES OPERACIONAIS Lucro do Exercício Despesas com Depreciação (=) Lucro que afeta o caixa 210.000,00 40.000,00 250.000,00 Variações do Circulante Clientes Estoques de Mercadorias Fornecedores Salários a Pagar Tributos a Recolher (=) Caixa Gerado pelas Atividades Operacionais - 1.800.000,00 100.000,00 170.000,00 250.000,00 270.000,00 - 760.000,00 ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Aquisição de Investimentos Aquisição de Imobilizado (=) Caixa Gerado pelas Atividades de Investimentos 600.000,00 500.000,00 - 1.100.000,00 ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS Obtenção de empréstimos Pagamento de Dividendos Aumento de Capital Social (=) Caixa Gerado pelas Atividades de Financiamentos (=) Resultado Final de Caixa (+) Saldo existente em 2009 (=) Saldo existente em 2010 - 1.110.000,00 210.000,00 1.300.000,00 2.200.000,00 340.000,00 200.000,00 540.000,00 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA EXEMPLO PRÁTICO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DA DFC (INDIRETO): 1º) Selecionar o BP dos dois últimos períodos e o DRE do último período; 2º) Efetuar a variação das contas do BP de um período para o outro (período atual – período anterior); 3º) Estruturar a DFC de acordo com os grupos de atividades: Operacionais, de Investimentos e Financiamento: 3
  4. 4. 17/02/2014 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA EXEMPLO PRÁTICO ATIVIDADES OPERACIONAIS: As contas econômicas deverão ser ajustas no método indireto, que são: • Depreciação • Amortização • Exaustão • Equivalência Patrimonial • Ganho ou Perda de Capital • Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa • Impairment ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA EXEMPLO PRÁTICO ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS: • Aquisições ou vendas de investimentos, imobilizados e intangíveis que afetem o caixa ou equivalentes da empresa; • Empréstimos concedidos para controladas e coligadas, considerando a saída e a entrada do caixa ou equivalente; • Adiantamentos concedidos para controladas e coligadas que afetem o caixa ou equivalente. 4
  5. 5. 17/02/2014 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA EXEMPLO PRÁTICO ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS: • Integralização/aumento de capital social em moeda corrente; • Integralização de moeda corrente para compensação de prejuízos por parte dos sócios ou acionistas; • Empréstimos obtidos juntos às controladas e coligadas, considerando a entrada e a saída do caixa ou equivalente; • Empréstimos obtidos junto a instituições financeiras, considerando a entrada e o pagamento; • Pagamentos e amortizações de financiamentos; • Pagamentos de distribuição de lucros aos sócios; 5
  6. 6. 17/02/2014 6
  7. 7. 17/02/2014 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO CONCEITO Informa o valor da riqueza criada pela empresa e a forma de sua distribuição;  Obrigatória para todas as empresas de capital aberto;  CPC 09. ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO ESTRUTURA SINTÉTICA 7
  8. 8. 17/02/2014 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO ESTRUTURA ANALÍTICA ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO EXEMPLO PRÁTICO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DA DVA: 1º) Selecionar o DRE do último período; 2º) Estruturar a DVA de acordo com os 8 grupos. 8
  9. 9. 17/02/2014 9

×