SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
16/03/2014
1
DMPL
Professora Yasmin F. S. Fernandes
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
CONCEITO
 A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) é
um relatório contábil que visa a evidenciar as variações ocorridas
em todas as contas que compõem o Patrimônio Líquido em
determinado período.
 Não existe um modelo fixo de DMPL, mas convencionalmente,
as empresas têm elaborado em um gráfico com colunas, sendo
destinada uma coluna para cada conta integrante do Patrimônio
Líquido, observando-se que a primeira coluna é reservada para a
descrição da natureza das transações que provocaram as
mutações, e a última linha, os respectivos saldos finais.
16/03/2014
2
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
MODELO
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
EXEMPLO PRÁTICO
 DRE:
16/03/2014
3
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
EXEMPLO PRÁTICO
 BP (ATIVO):
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
EXEMPLO PRÁTICO
 BP (PASSIVO + P.L.):
16/03/2014
4
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
EXEMPLO PRÁTICO
 DMPL:
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
RESERVAS
 Reservas são recursos retidos no patrimônio, com fins
específicos, devidamente representadas por contas classificadas
no grupo do Patrimônio Líquido. As reservas podem originar de
duas fontes:
 a) do lucro líquido do exercício; e
 b) de receitas que, por força da Lei 6.404/1976, não devam
integrar o resultado do exercício.
16/03/2014
5
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
RESERVAS
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
RESERVAS DE LUCROS
 RESERVA LEGAL: corresponde à parcela do lucro líquido que, no
final de cada exercício social, é acumulada por determinação da lei
6.404/1976 com o fim de manter a integridade do capital social,
podendo ser utilizada somente para compensar prejuízos ou para
aumentar o capital. A aplicação deverá ser de 5% do lucro líquido
do exercício e não deve exceder 20% do capital social.
 RESERVAS ESTATUTÁRIAS: são aquelas criadas em virtude de
disposições contidas nos estatutos das companhias, os quais
fixarão seus limites.
16/03/2014
6
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
RESERVAS DE LUCROS
 RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS: consiste em uma parcela do
lucro líquido que fica retida no patrimônio para garantir aos
acionistas o recebimento de dividendos nos exercícios em que os
lucros forem reduzidos devido a perdas decorrentes de fatos
possíveis porém incertos. (Ex. agricultura)
 RESERVA DE LUCRO A REALIZAR: é facultativa, e pode ser
constituída sempre que o montante realizado do lucro líquido do
exercício for inferior ao valor dos dividendos obrigatórios a pagar,
devidos no respectivo exercício.
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
RESERVAS DE CAPITAL
São ganhos patrimoniais não relacionados com as operações da
empresa ou com os valores integrantes do ativo e que, por isso,
não podem ser computados na apuração do resultado.
RESERVA DE DOAÇÕES E SUBVENÇÕES: A prefeitura de uma
determinada cidade resolver conceder como doação, para uma
firma que queria se instalar em seu município, um terreno
avaliado em R$ 200 mil. Como o aumento de ativo da firma
representa um ganho não vinculado às suas operações, esse ganho
só poder ser originário de uma reserva de capital.
16/03/2014
7
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
RESERVAS DE CAPITAL
RESERVA DE ÁGIO NA EMISSÃO DE AÇÕES: Uma companhia
aberta emite ações pelo valor nominal de $ 20 milhões, mas, por
causa do grande interesse por parte dos investidores, resolve
vendê-las por $ 30 milhões. Esse ágio representa um aumento
líquido de ativo, pois o caixa vai aumentar em um valor maior do
que a conta capital. Essa diferença vai ser contabilizada como
“ágio na emissão de ações”.
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
OUTRAS CONTAS NO P.L.
AÇÕES EM TESOURARIA: Ações em tesouraria correspondem a
ações representativas do capital da companhia adquiridas por ela
mesma.
Como regra, a companhia não pode comprar suas próprias
ações. Mas é permitido nos seguintes casos:
 - operações de resgate, reembolso ou amortização da ações;
 - recebimento dessas ações por doação;
 - aquisição para diminuição do capital social (limitado pela
legislação)
16/03/2014
8
DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L.
BIBLIOGRAFIA
CONTABILIDADE AVANÇADA, Osni Moura Ribeiro,
Editora Saraiva.
CONTABILIDADE AVANÇADA, Arnaldo Reis e José
Carlos Marion, Editora Saraiva.
CONTABILIDADE AVANÇADA, Paulo Viceconti e Silvério
das Neves, Editora Saraiva.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Danilo Pereira
 
Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)
Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)
Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)Adriano Bruni
 
Caderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCaderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCadernos PPT
 
Contabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosContabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosrazonetecontabil
 
Estudo das contas da classe 5-completo Ali Aidar
Estudo das contas da classe 5-completo Ali AidarEstudo das contas da classe 5-completo Ali Aidar
Estudo das contas da classe 5-completo Ali AidarCalculos Na Veia
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentossimuladocontabil
 
Aula sobre Lei de Responsabilidade Fiscal
Aula sobre Lei de Responsabilidade FiscalAula sobre Lei de Responsabilidade Fiscal
Aula sobre Lei de Responsabilidade FiscalAlexandraCRufino
 
Noções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair martaNoções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair martaAltair Marta
 
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Capitulo 7   abc  custeio baseado em atividadesCapitulo 7   abc  custeio baseado em atividades
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividadesDaniel Moura
 
Escrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbilEscrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbilJesus Bandeira
 
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladasMoore Stephens Brasil
 
Dva .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva  .:. www.tc58n.wordpress.comDva  .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeissimuladocontabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedracontacontabil
 

Mais procurados (20)

Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)
 
Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)
Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)
Aulas de Custos (Margem de Contribuicao)
 
Caderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCaderno - Análise Financeira
Caderno - Análise Financeira
 
Contabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosContabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidos
 
DRE
DREDRE
DRE
 
Estudo das contas da classe 5-completo Ali Aidar
Estudo das contas da classe 5-completo Ali AidarEstudo das contas da classe 5-completo Ali Aidar
Estudo das contas da classe 5-completo Ali Aidar
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentos
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
 
Aula dlpa
Aula dlpaAula dlpa
Aula dlpa
 
Aula sobre Lei de Responsabilidade Fiscal
Aula sobre Lei de Responsabilidade FiscalAula sobre Lei de Responsabilidade Fiscal
Aula sobre Lei de Responsabilidade Fiscal
 
Noções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair martaNoções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair marta
 
Balancetes e razonetes cap 12
Balancetes e razonetes cap 12Balancetes e razonetes cap 12
Balancetes e razonetes cap 12
 
Contabilidade geral ppt
Contabilidade geral   pptContabilidade geral   ppt
Contabilidade geral ppt
 
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Capitulo 7   abc  custeio baseado em atividadesCapitulo 7   abc  custeio baseado em atividades
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
 
Escrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbilEscrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbil
 
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
 
Dva .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva  .:. www.tc58n.wordpress.comDva  .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeis
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
 

Destaque

Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Claudio Parra
 
Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03Claudio Parra
 
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11  RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11 Claudio Parra
 
Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96Claudio Parra
 
02 mapa mental preparação para o exame do crc
02   mapa mental preparação para o exame do crc02   mapa mental preparação para o exame do crc
02 mapa mental preparação para o exame do crcClaudio Parra
 
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comMatemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Contabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunosContabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunosClaudio Parra
 
Consolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisãoConsolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisãoClaudio Parra
 
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasingClaudio Parra
 
Resolução crc trechos teóricos
Resolução crc trechos teóricosResolução crc trechos teóricos
Resolução crc trechos teóricosClaudio Parra
 
Relatórios e pareceres_parte 04
Relatórios e pareceres_parte 04Relatórios e pareceres_parte 04
Relatórios e pareceres_parte 04Claudio Parra
 
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01   preparação para o exame de suficiência do crc 201401   preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014Claudio Parra
 
Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01Claudio Parra
 
Relatórios e pareceres_parte 05
Relatórios e pareceres_parte 05Relatórios e pareceres_parte 05
Relatórios e pareceres_parte 05Claudio Parra
 
Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01Claudio Parra
 
2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstr2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstrClaudio Parra
 
Princípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunosPrincípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunosClaudio Parra
 
Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.Claudio Parra
 
Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Claudio Parra
 
Relatórios e pareceres_parte 02_alunos
Relatórios e pareceres_parte 02_alunosRelatórios e pareceres_parte 02_alunos
Relatórios e pareceres_parte 02_alunosClaudio Parra
 

Destaque (20)

Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93
 
Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03
 
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11  RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
 
Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96
 
02 mapa mental preparação para o exame do crc
02   mapa mental preparação para o exame do crc02   mapa mental preparação para o exame do crc
02 mapa mental preparação para o exame do crc
 
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comMatemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Contabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunosContabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunos
 
Consolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisãoConsolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisão
 
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
 
Resolução crc trechos teóricos
Resolução crc trechos teóricosResolução crc trechos teóricos
Resolução crc trechos teóricos
 
Relatórios e pareceres_parte 04
Relatórios e pareceres_parte 04Relatórios e pareceres_parte 04
Relatórios e pareceres_parte 04
 
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01   preparação para o exame de suficiência do crc 201401   preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014
 
Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01
 
Relatórios e pareceres_parte 05
Relatórios e pareceres_parte 05Relatórios e pareceres_parte 05
Relatórios e pareceres_parte 05
 
Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01
 
2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstr2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstr
 
Princípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunosPrincípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunos
 
Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.
 
Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93
 
Relatórios e pareceres_parte 02_alunos
Relatórios e pareceres_parte 02_alunosRelatórios e pareceres_parte 02_alunos
Relatórios e pareceres_parte 02_alunos
 

Semelhante a Dmpl aula extra

Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquidoDemonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquidosaleteturra
 
Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011tati_lrv
 
Demonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativas
Demonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativasDemonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativas
Demonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativasConcurseiro Antenado
 
Aula 04 - Constituição das Empresas .pptx
Aula 04 - Constituição das Empresas .pptxAula 04 - Constituição das Empresas .pptx
Aula 04 - Constituição das Empresas .pptxWillianFabris2
 
Aspectos Tecnicos Da D O A R 1
Aspectos Tecnicos Da  D O A R 1Aspectos Tecnicos Da  D O A R 1
Aspectos Tecnicos Da D O A R 1guest3061e9
 
Cpc destaques
Cpc destaquesCpc destaques
Cpc destaquessuelen23
 
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...Universidade Pedagogica
 
Escrituração
EscrituraçãoEscrituração
Escrituraçãoalbumina
 
07 contabilidade (balanço patrimonial)
07   contabilidade (balanço patrimonial)07   contabilidade (balanço patrimonial)
07 contabilidade (balanço patrimonial)Elizeu Ferro
 
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de DividendosPolítica de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de DividendosFelipe Pontes
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr financeadmcontabil
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr financeapostilacontabil
 

Semelhante a Dmpl aula extra (20)

Aps glaucia
Aps glauciaAps glaucia
Aps glaucia
 
Patrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumoPatrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumo
 
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquidoDemonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
Demonstracao das-mutacoes-do-patrimonio-liquido
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Aula 3
 
Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011
 
Demonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativas
Demonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativasDemonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativas
Demonstrações contábeis dlpa, dmpl, dva e notas explicativas
 
Aula 04 - Constituição das Empresas .pptx
Aula 04 - Constituição das Empresas .pptxAula 04 - Constituição das Empresas .pptx
Aula 04 - Constituição das Empresas .pptx
 
Aspectos Tecnicos Da D O A R 1
Aspectos Tecnicos Da  D O A R 1Aspectos Tecnicos Da  D O A R 1
Aspectos Tecnicos Da D O A R 1
 
Cpc destaques
Cpc destaquesCpc destaques
Cpc destaques
 
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...
 
Escrituração
EscrituraçãoEscrituração
Escrituração
 
Capital individual e social
Capital individual e socialCapital individual e social
Capital individual e social
 
Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
 
Exercicio dlpa
Exercicio dlpaExercicio dlpa
Exercicio dlpa
 
07 contabilidade (balanço patrimonial)
07   contabilidade (balanço patrimonial)07   contabilidade (balanço patrimonial)
07 contabilidade (balanço patrimonial)
 
DLPA
DLPADLPA
DLPA
 
Aula 04 auxiliar de contabilidade
Aula 04 auxiliar de contabilidadeAula 04 auxiliar de contabilidade
Aula 04 auxiliar de contabilidade
 
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de DividendosPolítica de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr finance
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr finance
 

Mais de Claudio Parra

Lei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domesticaLei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domesticaClaudio Parra
 
Empresário x Consumidor
Empresário x ConsumidorEmpresário x Consumidor
Empresário x ConsumidorClaudio Parra
 
“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"Claudio Parra
 
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.comModulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.comClaudio Parra
 
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.comLingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.comBALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.comNoções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.comBalanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.comContabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Custos conjuntos teoria a
Custos conjuntos  teoria  aCustos conjuntos  teoria  a
Custos conjuntos teoria aClaudio Parra
 
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.comCONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacionalClaudio Parra
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03Claudio Parra
 
Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03Claudio Parra
 

Mais de Claudio Parra (20)

DCTF e RETENÇOES
DCTF e RETENÇOESDCTF e RETENÇOES
DCTF e RETENÇOES
 
Lei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domesticaLei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domestica
 
Empresário x Consumidor
Empresário x ConsumidorEmpresário x Consumidor
Empresário x Consumidor
 
“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"
 
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.comModulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
 
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.comLingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Relatorio natura
Relatorio naturaRelatorio natura
Relatorio natura
 
Relatorio natura
Relatorio naturaRelatorio natura
Relatorio natura
 
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.comBALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.com
 
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.comNoções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.comBalanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.comContabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Custos conjuntos teoria a
Custos conjuntos  teoria  aCustos conjuntos  teoria  a
Custos conjuntos teoria a
 
Those
ThoseThose
Those
 
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.comCONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
 
Ex 1 a
Ex 1 aEx 1 a
Ex 1 a
 
Teoria aula 1
Teoria aula 1Teoria aula 1
Teoria aula 1
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
 
Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03
 

Último

HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfSandra Pratas
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 

Último (20)

HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 

Dmpl aula extra

  • 1. 16/03/2014 1 DMPL Professora Yasmin F. S. Fernandes DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. CONCEITO  A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) é um relatório contábil que visa a evidenciar as variações ocorridas em todas as contas que compõem o Patrimônio Líquido em determinado período.  Não existe um modelo fixo de DMPL, mas convencionalmente, as empresas têm elaborado em um gráfico com colunas, sendo destinada uma coluna para cada conta integrante do Patrimônio Líquido, observando-se que a primeira coluna é reservada para a descrição da natureza das transações que provocaram as mutações, e a última linha, os respectivos saldos finais.
  • 2. 16/03/2014 2 DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. MODELO DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. EXEMPLO PRÁTICO  DRE:
  • 3. 16/03/2014 3 DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. EXEMPLO PRÁTICO  BP (ATIVO): DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. EXEMPLO PRÁTICO  BP (PASSIVO + P.L.):
  • 4. 16/03/2014 4 DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. EXEMPLO PRÁTICO  DMPL: DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. RESERVAS  Reservas são recursos retidos no patrimônio, com fins específicos, devidamente representadas por contas classificadas no grupo do Patrimônio Líquido. As reservas podem originar de duas fontes:  a) do lucro líquido do exercício; e  b) de receitas que, por força da Lei 6.404/1976, não devam integrar o resultado do exercício.
  • 5. 16/03/2014 5 DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. RESERVAS DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. RESERVAS DE LUCROS  RESERVA LEGAL: corresponde à parcela do lucro líquido que, no final de cada exercício social, é acumulada por determinação da lei 6.404/1976 com o fim de manter a integridade do capital social, podendo ser utilizada somente para compensar prejuízos ou para aumentar o capital. A aplicação deverá ser de 5% do lucro líquido do exercício e não deve exceder 20% do capital social.  RESERVAS ESTATUTÁRIAS: são aquelas criadas em virtude de disposições contidas nos estatutos das companhias, os quais fixarão seus limites.
  • 6. 16/03/2014 6 DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. RESERVAS DE LUCROS  RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS: consiste em uma parcela do lucro líquido que fica retida no patrimônio para garantir aos acionistas o recebimento de dividendos nos exercícios em que os lucros forem reduzidos devido a perdas decorrentes de fatos possíveis porém incertos. (Ex. agricultura)  RESERVA DE LUCRO A REALIZAR: é facultativa, e pode ser constituída sempre que o montante realizado do lucro líquido do exercício for inferior ao valor dos dividendos obrigatórios a pagar, devidos no respectivo exercício. DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. RESERVAS DE CAPITAL São ganhos patrimoniais não relacionados com as operações da empresa ou com os valores integrantes do ativo e que, por isso, não podem ser computados na apuração do resultado. RESERVA DE DOAÇÕES E SUBVENÇÕES: A prefeitura de uma determinada cidade resolver conceder como doação, para uma firma que queria se instalar em seu município, um terreno avaliado em R$ 200 mil. Como o aumento de ativo da firma representa um ganho não vinculado às suas operações, esse ganho só poder ser originário de uma reserva de capital.
  • 7. 16/03/2014 7 DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. RESERVAS DE CAPITAL RESERVA DE ÁGIO NA EMISSÃO DE AÇÕES: Uma companhia aberta emite ações pelo valor nominal de $ 20 milhões, mas, por causa do grande interesse por parte dos investidores, resolve vendê-las por $ 30 milhões. Esse ágio representa um aumento líquido de ativo, pois o caixa vai aumentar em um valor maior do que a conta capital. Essa diferença vai ser contabilizada como “ágio na emissão de ações”. DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. OUTRAS CONTAS NO P.L. AÇÕES EM TESOURARIA: Ações em tesouraria correspondem a ações representativas do capital da companhia adquiridas por ela mesma. Como regra, a companhia não pode comprar suas próprias ações. Mas é permitido nos seguintes casos:  - operações de resgate, reembolso ou amortização da ações;  - recebimento dessas ações por doação;  - aquisição para diminuição do capital social (limitado pela legislação)
  • 8. 16/03/2014 8 DMPL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO P.L. BIBLIOGRAFIA CONTABILIDADE AVANÇADA, Osni Moura Ribeiro, Editora Saraiva. CONTABILIDADE AVANÇADA, Arnaldo Reis e José Carlos Marion, Editora Saraiva. CONTABILIDADE AVANÇADA, Paulo Viceconti e Silvério das Neves, Editora Saraiva.