SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Djalma Pessoa
Alunos (as): Matheus Cerqueira, Rafael Coelho, Rebeca Maria e
Tâmara Cordeiro.
Professor (a): Ivânia Teixeira
Série/Turma: 3º ano M
Relatório de Química
Reação de composto orgânico
Produção de Sabão
SALVADOR
15/08/2012
1. Introdução Teórica
Reações orgânicas são reações químicas que ocorrem entre compostos orgânicos
de qualquer tipo, ou seja, compostos formados. Compostos orgânicos são aquelas
substâncias formadas (natural ou artificialmente) essencialmente por carbono e
hidrogênio podendo estar ligados a outros átomos.
Existe uma quantidade muito grande de reações orgânicas: adição, redução, rearranjo,
entre outras. Algumas delas podem ocorrer normalmente na natureza, outras só em
laboratório, como a reação em questão.
A reação de produção do sabão ocorre mais comumente a nível industrial para a
confecção de sabão em barra, ela é mais conhecida como saponificação e consiste
basicamente na hidrólise (adição de água) de um éster em solução básica (base
inorgânica), na presença de calor e com o agitamento.
O produto final é o sabão (um sal orgânico) e álcool (substância também
orgânica). O sabão produzindo é um sal carboxílico com uma cadeia longa por isso é
solúvel tanto a substâncias polares quanto apolares.
2. Objetivo
Produzir sabão a partir de óleo vegetal
3. Materiais reagentes
. Proveta de 50 mL
. Béquer de 25 mL
. Bastão de vidro
. Balança Semi-analítica
.Estufa
.Óculos de Proteção.
.Luvas
.Papel de filtro.
.Manta aquecedora
.Tubo de ensaio.
.Rolha
.Hidróxido de Sódio (NaOH) 10mol/L
.Óleo vegetal
4. Procedimentos
a) Pesamos em um béquer 15 g de Hidróxido de sódio, adicionamos 37,5
mL de agua destilada e agitamos até dissolver o NaOH.
b) Taramos a balança e pesamos 5g do óleo vegetal no próprio béquer onde
foi pesado o hidróxido de sódio.
c) Levamos à mistura a manta aquecedora a (300° C), e com auxilio de um
bastão de vidro homogeneizamos a, por cerca de dez minutos, até que se
formou uma pasta e uma fase líquida.
d) Com auxilio de um papel de filtro, separamos a fase sólida da fase
líquida da mistura;
e) Levamos a pasta até a estufa por cerca de 5 minutos, a fim de retirar a
umidade;
f) Fizemos um teste de espuma, com auxilio de um tubo de ensaio. –
Misturando com água, produzindo espuma.
5. Resultados e discussão
Produção do Sabão
Glicerídeo Soda Cáustica Glicerol Sabão
Obs. Professora nós não conseguimos montar a equação no Word então
pegamos uma imagem.
O sabão consegue retirar as sujeiras em geral porque ele possui um caráter polar e
apolar, por ele ser formado pela mistura de ésteres, que são gorduras e soluções
alcalinas como o hidróxido de sódio que foi utilizado na experiência, produzindo um
produto que reage em água e retira gorduras. A molécula que tem a parte apolar é
aquela ligada aos óleos a que consegue dissolver as gorduras, já a parte polar é aquela
que reage com a água.
6. Conclusão
Conclui-se que ao juntar o hidróxido de sódio (NaOH) considerado base com o óleo
vegetal e agitar o béquer ocorreu uma reação de hidrólise básica, pelo fato de óleos e
gordura serem ésteres, produzindo assim o glicerol (álcool) e sais de ácidos graxos, os
quais por sua vez denominamos de sabão, o que explica o fato da reação ser chamada de
saponificação. O sabão, mesmo contendo a gordura e óleos como matérias-primas no
processo da saponificação, consegue retirar sujeiras de utensílios domésticos em geral
por possuir moléculas anfóteras, que por sua vez são compostas por uma parte polar,
responsável por agir com a água que também é polar, e possuir outra parte apolar que
tem aversão a água e reage com as moléculas do óleo de cozinha e como consequência
facilita a limpeza dos objetos domésticos. Por fim é possível obter sabões de boa
qualidade através da utilização de resíduos e obtendo sucesso no experimento realizado
no laboratório.
7. Referências
Sites:
http://www.agracadaquimica.com.br/index.php?acao=simula&i=36 as 22:03
15/08/2012
http://www.brasilescola.com/quimica/como-sabao-limpa.htm as 19:40 15/08/2012
Livros:
Manual para atividades práticas de laboratório 3º ano Ensino Medio. Escola
Djalma Pessoa 2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório aula pratica química geral experimental
Relatório aula pratica química geral experimentalRelatório aula pratica química geral experimental
Relatório aula pratica química geral experimental
Queler X. Ferreira
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Marta Pinheiro
 
Relatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoRelatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de Precipitação
Dhion Meyg Fernandes
 
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscinaRelatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
arceariane87
 
Solubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e MiscibilidadeSolubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e Miscibilidade
Alex Junior
 
Soluções e Solubilidade
Soluções e SolubilidadeSoluções e Solubilidade
Soluções e Solubilidade
Luana Salgueiro
 
Aula de gravimetria
Aula de gravimetriaAula de gravimetria
Aula de gravimetria
Endler Marcel Borges
 
Relatório de cromatografia- organica - aula 8
Relatório de cromatografia- organica - aula 8Relatório de cromatografia- organica - aula 8
Relatório de cromatografia- organica - aula 8
Karen Pirovano
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Jenifer Rigo Almeida
 
Relatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em QuímicaRelatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em Química
Lauryenne Oliveira
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Ana Morais Nascimento
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG... RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
Ezequias Guimaraes
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Erica Souza
 
Relatório precipitação das proteínas
Relatório precipitação das proteínasRelatório precipitação das proteínas
Relatório precipitação das proteínas
Ilana Moura
 
Reações de Aldeídos e Cetonas
Reações de Aldeídos e CetonasReações de Aldeídos e Cetonas
Reações de Aldeídos e Cetonas
José Nunes da Silva Jr.
 
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Dhion Meyg Fernandes
 
Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04
Fabiane Sousa Bento
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres
nataschabraga
 
Padronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHPadronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOH
Rodrigo Henrique
 
Analise instrumental
Analise instrumentalAnalise instrumental
Analise instrumental
J. Messias Britto
 

Mais procurados (20)

Relatório aula pratica química geral experimental
Relatório aula pratica química geral experimentalRelatório aula pratica química geral experimental
Relatório aula pratica química geral experimental
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
 
Relatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoRelatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de Precipitação
 
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscinaRelatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
 
Solubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e MiscibilidadeSolubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e Miscibilidade
 
Soluções e Solubilidade
Soluções e SolubilidadeSoluções e Solubilidade
Soluções e Solubilidade
 
Aula de gravimetria
Aula de gravimetriaAula de gravimetria
Aula de gravimetria
 
Relatório de cromatografia- organica - aula 8
Relatório de cromatografia- organica - aula 8Relatório de cromatografia- organica - aula 8
Relatório de cromatografia- organica - aula 8
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
 
Relatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em QuímicaRelatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em Química
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG... RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
 
Relatório precipitação das proteínas
Relatório precipitação das proteínasRelatório precipitação das proteínas
Relatório precipitação das proteínas
 
Reações de Aldeídos e Cetonas
Reações de Aldeídos e CetonasReações de Aldeídos e Cetonas
Reações de Aldeídos e Cetonas
 
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
 
Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres
 
Padronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHPadronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOH
 
Analise instrumental
Analise instrumentalAnalise instrumental
Analise instrumental
 

Destaque

Sabões e detergentes
Sabões e detergentesSabões e detergentes
Sabões e detergentes
arceariane87
 
Seminario de quimica sabao e sabonte
Seminario de quimica sabao e sabonteSeminario de quimica sabao e sabonte
Seminario de quimica sabao e sabonte
Carolayne Carvalho dos Santos
 
Aula prática de saponificação
Aula prática de saponificaçãoAula prática de saponificação
Aula prática de saponificação
Gramile Meira
 
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
Trabalhando  com a  química dos sabões  e detergentesTrabalhando  com a  química dos sabões  e detergentes
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
Adrianne Mendonça
 
Slide Sabão
Slide SabãoSlide Sabão
Slide Sabão
Marlova Balke
 
Sabao
SabaoSabao
como fazer sabão caseiro
como fazer sabão caseirocomo fazer sabão caseiro
como fazer sabão caseiro
Paulo Cesar Moreira
 
Fábrica de sabão ecológico
Fábrica de sabão ecológicoFábrica de sabão ecológico
Fábrica de sabão ecológico
Iris Aparecida
 
Sabão e Detergente
Sabão e DetergenteSabão e Detergente
Sabão e Detergente
Fábio Oisiovici
 
História do sabão trabalho final
História do sabão trabalho finalHistória do sabão trabalho final
História do sabão trabalho final
Os Mosqueteiros da Ciência
 
Matematica
MatematicaMatematica
Matematica
Marlova Balke
 
Tig iv automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barra
Tig iv   automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barraTig iv   automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barra
Tig iv automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barra
helygalvaojr
 
Sabão ecologico
Sabão ecologicoSabão ecologico
Sabão ecologico
Flavia Gomes
 
Reação de saponificação
Reação de saponificaçãoReação de saponificação
Reação de saponificação
Adrianne Mendonça
 
Projeto oleo
Projeto oleoProjeto oleo
Projeto oleo
Paulinho Preto
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
Adrianne Mendonça
 
Reciclagem de óleo
Reciclagem de óleoReciclagem de óleo
Reciclagem de óleo
maria monica silva ferreira
 
Reciclagem de óleo de cozinha
Reciclagem de óleo de cozinhaReciclagem de óleo de cozinha
Reciclagem de óleo de cozinha
soradinda_59
 
Folder óleo de cozinha
Folder   óleo de cozinhaFolder   óleo de cozinha
Folder óleo de cozinha
Kislaine Cavalieri
 
Tcc
TccTcc

Destaque (20)

Sabões e detergentes
Sabões e detergentesSabões e detergentes
Sabões e detergentes
 
Seminario de quimica sabao e sabonte
Seminario de quimica sabao e sabonteSeminario de quimica sabao e sabonte
Seminario de quimica sabao e sabonte
 
Aula prática de saponificação
Aula prática de saponificaçãoAula prática de saponificação
Aula prática de saponificação
 
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
Trabalhando  com a  química dos sabões  e detergentesTrabalhando  com a  química dos sabões  e detergentes
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
 
Slide Sabão
Slide SabãoSlide Sabão
Slide Sabão
 
Sabao
SabaoSabao
Sabao
 
como fazer sabão caseiro
como fazer sabão caseirocomo fazer sabão caseiro
como fazer sabão caseiro
 
Fábrica de sabão ecológico
Fábrica de sabão ecológicoFábrica de sabão ecológico
Fábrica de sabão ecológico
 
Sabão e Detergente
Sabão e DetergenteSabão e Detergente
Sabão e Detergente
 
História do sabão trabalho final
História do sabão trabalho finalHistória do sabão trabalho final
História do sabão trabalho final
 
Matematica
MatematicaMatematica
Matematica
 
Tig iv automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barra
Tig iv   automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barraTig iv   automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barra
Tig iv automação do processo produtivo de fabricação de sabão em barra
 
Sabão ecologico
Sabão ecologicoSabão ecologico
Sabão ecologico
 
Reação de saponificação
Reação de saponificaçãoReação de saponificação
Reação de saponificação
 
Projeto oleo
Projeto oleoProjeto oleo
Projeto oleo
 
Determinação de calcio no leite
Determinação de  calcio no leiteDeterminação de  calcio no leite
Determinação de calcio no leite
 
Reciclagem de óleo
Reciclagem de óleoReciclagem de óleo
Reciclagem de óleo
 
Reciclagem de óleo de cozinha
Reciclagem de óleo de cozinhaReciclagem de óleo de cozinha
Reciclagem de óleo de cozinha
 
Folder óleo de cozinha
Folder   óleo de cozinhaFolder   óleo de cozinha
Folder óleo de cozinha
 
Tcc
TccTcc
Tcc
 

Semelhante a Relatorio tamara producao de sabao

Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi...
 Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi... Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi...
Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi...
Daiana Freitas
 
Producao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e Detergente Producao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e Detergente
Rock Dellura
 
Desafio santander[2]
Desafio santander[2]Desafio santander[2]
Desafio santander[2]
kamilajp2
 
Banner salve oleo
Banner salve oleoBanner salve oleo
Banner salve oleo
Ana Carolina Rodrigues
 
Biodiesel
BiodieselBiodiesel
Biodiesel
belavideira
 
Aula Sabões e reação de saponificação.pptx
Aula Sabões e reação de saponificação.pptxAula Sabões e reação de saponificação.pptx
Aula Sabões e reação de saponificação.pptx
Andre Luiz Nascimento
 
Cinetica parte i
Cinetica parte iCinetica parte i
Cinetica parte i
Leandro Da Paz Aristides
 
Cinetica parte i
Cinetica parte iCinetica parte i
Cinetica parte i
Leandro Da Paz Aristides
 
Exp 11 novo
Exp 11 novoExp 11 novo
Poster biodiesel
Poster biodieselPoster biodiesel
Poster biodiesel
belavideira
 
6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...
6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...
6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...
Anne Carolina Vieira Sampaio
 
Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001
Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001
Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001
Đean Moore
 
53º cbq acido teraftalico r0575 1
53º cbq acido teraftalico r0575 153º cbq acido teraftalico r0575 1
53º cbq acido teraftalico r0575 1
sergioviroli
 
Relatório3 bioq.i
Relatório3   bioq.iRelatório3   bioq.i
Relatório3 bioq.i
marcelazmarques
 
Cartaz biodiesel
Cartaz biodieselCartaz biodiesel
Cartaz biodiesel
belavideira
 
Constituição do Mundo Material
Constituição do Mundo MaterialConstituição do Mundo Material
Constituição do Mundo Material
João França
 
Estequiometria - Apresentação
Estequiometria - ApresentaçãoEstequiometria - Apresentação
Estequiometria - Apresentação
Esquadrão Do Conhecimento
 
Reações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisãoReações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisão
Fábio Oisiovici
 
Producao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e DetergenteProducao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e Detergente
Rock Dellura
 
Sintese da aspirina e oleo de banana
Sintese da aspirina e oleo de bananaSintese da aspirina e oleo de banana
Sintese da aspirina e oleo de banana
Gabriela Begalli
 

Semelhante a Relatorio tamara producao de sabao (20)

Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi...
 Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi... Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi...
Extração de óleo de coco utilizando extrator Soxhlet e determinação dos índi...
 
Producao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e Detergente Producao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e Detergente
 
Desafio santander[2]
Desafio santander[2]Desafio santander[2]
Desafio santander[2]
 
Banner salve oleo
Banner salve oleoBanner salve oleo
Banner salve oleo
 
Biodiesel
BiodieselBiodiesel
Biodiesel
 
Aula Sabões e reação de saponificação.pptx
Aula Sabões e reação de saponificação.pptxAula Sabões e reação de saponificação.pptx
Aula Sabões e reação de saponificação.pptx
 
Cinetica parte i
Cinetica parte iCinetica parte i
Cinetica parte i
 
Cinetica parte i
Cinetica parte iCinetica parte i
Cinetica parte i
 
Exp 11 novo
Exp 11 novoExp 11 novo
Exp 11 novo
 
Poster biodiesel
Poster biodieselPoster biodiesel
Poster biodiesel
 
6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...
6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...
6 relatorio de orgânica experimental 2 (redução biológica do acetoacetato de ...
 
Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001
Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001
Relatório de Química Processo de Separação das Misturas 001
 
53º cbq acido teraftalico r0575 1
53º cbq acido teraftalico r0575 153º cbq acido teraftalico r0575 1
53º cbq acido teraftalico r0575 1
 
Relatório3 bioq.i
Relatório3   bioq.iRelatório3   bioq.i
Relatório3 bioq.i
 
Cartaz biodiesel
Cartaz biodieselCartaz biodiesel
Cartaz biodiesel
 
Constituição do Mundo Material
Constituição do Mundo MaterialConstituição do Mundo Material
Constituição do Mundo Material
 
Estequiometria - Apresentação
Estequiometria - ApresentaçãoEstequiometria - Apresentação
Estequiometria - Apresentação
 
Reações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisãoReações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisão
 
Producao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e DetergenteProducao de Sabao e Detergente
Producao de Sabao e Detergente
 
Sintese da aspirina e oleo de banana
Sintese da aspirina e oleo de bananaSintese da aspirina e oleo de banana
Sintese da aspirina e oleo de banana
 

Último

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 

Relatorio tamara producao de sabao

  • 1. Escola Djalma Pessoa Alunos (as): Matheus Cerqueira, Rafael Coelho, Rebeca Maria e Tâmara Cordeiro. Professor (a): Ivânia Teixeira Série/Turma: 3º ano M Relatório de Química Reação de composto orgânico Produção de Sabão SALVADOR 15/08/2012
  • 2. 1. Introdução Teórica Reações orgânicas são reações químicas que ocorrem entre compostos orgânicos de qualquer tipo, ou seja, compostos formados. Compostos orgânicos são aquelas substâncias formadas (natural ou artificialmente) essencialmente por carbono e hidrogênio podendo estar ligados a outros átomos. Existe uma quantidade muito grande de reações orgânicas: adição, redução, rearranjo, entre outras. Algumas delas podem ocorrer normalmente na natureza, outras só em laboratório, como a reação em questão. A reação de produção do sabão ocorre mais comumente a nível industrial para a confecção de sabão em barra, ela é mais conhecida como saponificação e consiste basicamente na hidrólise (adição de água) de um éster em solução básica (base inorgânica), na presença de calor e com o agitamento. O produto final é o sabão (um sal orgânico) e álcool (substância também orgânica). O sabão produzindo é um sal carboxílico com uma cadeia longa por isso é solúvel tanto a substâncias polares quanto apolares.
  • 3. 2. Objetivo Produzir sabão a partir de óleo vegetal 3. Materiais reagentes . Proveta de 50 mL . Béquer de 25 mL . Bastão de vidro . Balança Semi-analítica .Estufa .Óculos de Proteção. .Luvas .Papel de filtro. .Manta aquecedora .Tubo de ensaio. .Rolha .Hidróxido de Sódio (NaOH) 10mol/L .Óleo vegetal 4. Procedimentos a) Pesamos em um béquer 15 g de Hidróxido de sódio, adicionamos 37,5 mL de agua destilada e agitamos até dissolver o NaOH. b) Taramos a balança e pesamos 5g do óleo vegetal no próprio béquer onde foi pesado o hidróxido de sódio. c) Levamos à mistura a manta aquecedora a (300° C), e com auxilio de um bastão de vidro homogeneizamos a, por cerca de dez minutos, até que se formou uma pasta e uma fase líquida. d) Com auxilio de um papel de filtro, separamos a fase sólida da fase líquida da mistura; e) Levamos a pasta até a estufa por cerca de 5 minutos, a fim de retirar a umidade; f) Fizemos um teste de espuma, com auxilio de um tubo de ensaio. – Misturando com água, produzindo espuma.
  • 4. 5. Resultados e discussão Produção do Sabão Glicerídeo Soda Cáustica Glicerol Sabão Obs. Professora nós não conseguimos montar a equação no Word então pegamos uma imagem. O sabão consegue retirar as sujeiras em geral porque ele possui um caráter polar e apolar, por ele ser formado pela mistura de ésteres, que são gorduras e soluções alcalinas como o hidróxido de sódio que foi utilizado na experiência, produzindo um produto que reage em água e retira gorduras. A molécula que tem a parte apolar é aquela ligada aos óleos a que consegue dissolver as gorduras, já a parte polar é aquela que reage com a água.
  • 5. 6. Conclusão Conclui-se que ao juntar o hidróxido de sódio (NaOH) considerado base com o óleo vegetal e agitar o béquer ocorreu uma reação de hidrólise básica, pelo fato de óleos e gordura serem ésteres, produzindo assim o glicerol (álcool) e sais de ácidos graxos, os quais por sua vez denominamos de sabão, o que explica o fato da reação ser chamada de saponificação. O sabão, mesmo contendo a gordura e óleos como matérias-primas no processo da saponificação, consegue retirar sujeiras de utensílios domésticos em geral por possuir moléculas anfóteras, que por sua vez são compostas por uma parte polar, responsável por agir com a água que também é polar, e possuir outra parte apolar que tem aversão a água e reage com as moléculas do óleo de cozinha e como consequência facilita a limpeza dos objetos domésticos. Por fim é possível obter sabões de boa qualidade através da utilização de resíduos e obtendo sucesso no experimento realizado no laboratório.
  • 6. 7. Referências Sites: http://www.agracadaquimica.com.br/index.php?acao=simula&i=36 as 22:03 15/08/2012 http://www.brasilescola.com/quimica/como-sabao-limpa.htm as 19:40 15/08/2012 Livros: Manual para atividades práticas de laboratório 3º ano Ensino Medio. Escola Djalma Pessoa 2012