SlideShare uma empresa Scribd logo
Redemocratização
no Brasil
Diretas Já!
Democracia Corintiana
Redemocratização no Brasil
 Nos últimos anos do governo militar, o Brasil
apresenta vários problemas. A inflação é alta e a
recessão também.
 Enquanto isso a oposição ganha terreno com o
surgimento de novos partidos e com o
fortalecimento dos sindicatos.
 Em 1984, políticos de oposição, artistas, jogadores
de futebol e milhões de brasileiros participam do
movimento das Diretas Já.
Redemocratização no Brasil
Redemocratização no Brasil
 O movimento era favorável à aprovação da Emenda
Dante de Oliveira que garantiria eleições diretas
para presidente naquele ano.
 Para a decepção do povo, a emenda não foi
aprovada pela Câmara dos Deputados.
 No dia 15 de janeiro de 1985, o Colégio Eleitoral
escolheria o deputado Tancredo Neves, que
concorreu com Paulo Maluf, como novo presidente
da República.
Redemocratização no Brasil
Redemocratização no Brasil
Redemocratização no Brasil
Redemocratização no Brasil
Redemocratização no Brasil
 Ele fazia parte da Aliança Democrática – o grupo de
oposição formado pelo PMDB e pela Frente Liberal.
 Era o fim do regime militar.
 Porém Tancredo Neves fica doente antes de assumir
e acaba falecendo.
 Assume o vice-presidente José Sarney.
 Em 1988 é aprovada uma nova constituição para o
Brasil.
 A Constituição de 1988 apagou os rastros da
ditadura militar e estabeleceu princípios
democráticos no país.
Redemocratização no Brasil
Diretas Já!
 Diretas Já foi um movimento político democrático
com grande participação popular que ocorreu no
ano de 1984.
 Este movimento era favorável e apoiava a emenda
do deputado Dante de Oliveira que restabeleceria as
eleições diretas para presidente da República no
Brasil.
 Durante o movimento ocorreram diversas
manifestações populares em muitas cidades
brasileiras como, por exemplo, passeatas e
comícios.
 Estes eventos populares contaram com a
participação de milhares de brasileiros.
Diretas Já!
Diretas Já!
Diretas Já!
Diretas Já!
 O movimento das Diretas Já contou com o apoio de
diversos políticos da época como, por exemplo,
Franco Montoro, Fernando Henrique Cardoso,
Tancredo Neves, Ulysses Guimarães, José Serra,
Mário Covas, Teotônio Vilela, Eduardo Suplicy,
Leonel Brizola, Luis Inácio Lula da Silva, Miguel
Arraes, entre outros.
 Teve também a participação de artistas, jogadores
de futebol, cantores, religiosos, etc.
Diretas Já!
Diretas Já!
Diretas Já!
Diretas Já!
Diretas Já!
Diretas Já!
 Em 25 de abril de 1984, a emenda constitucional
das eleições diretas foi colocada em votação.
 Porém, para a desilusão do povo brasileiro, ela não
foi aprovada.
 Porém, em função de uma doença, Tancredo
faleceu antes de assumir o cargo, sendo que o vice,
José Sarney, tornou-se o primeiro presidente civil
após o regime de Ditadura Militar (1964-1985).
 As eleições diretas para presidente do Brasil só
ocorreriam em 1989, após ser estabelecida
na Constituição de 1988.
Democracia Corintiana
 Foi o nome dado pelo publicitário Washington
Olivetto ao período em que os jogadores do
Corinthians participavam das decisões do clube.
 De 1981 a 1985, tudo era resolvido pelo voto, das
contratações ao local de concentração.
 Em abril de 1982, o clube elegeu Waldemar Pires
como presidente, encerrando o reinado de Vicente
Matheus.
 Pires indicou para a diretoria de futebol o sociólogo
Adílson Monteiro Alves, um cartola inexperiente que
ouvia os jogadores. Entre eles estavam os
politizados Sócrates e Wladimir.
Democracia Corintiana
Democracia Corintiana
Democracia Corintiana
Democracia Corintiana
Democracia Corintiana
Democracia Corintiana
 Foi aí que começou a revolução.
 Entre outras medidas, os atletas liberaram os
casados da concentração.
 Em campo, a autogestão rendeu gols.
 O técnico Mário Travaglini levou o time às semifinais
do Brasileiro e faturou o campeonato paulista de
1982.
Democracia Corintiana
Democracia Corintiana
 A Democracia começou a minguar em 1984, quando
Sócrates foi para a Itália e Casagrande para o São
Paulo.
 Em 1985, Pires tentou eleger Alves como sucessor e
foi derrotado.
 Era o fim.
Democracia Corintiana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
Daniel Alves Bronstrup
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
3° ano República da Espada
3° ano   República da Espada3° ano   República da Espada
3° ano República da Espada
Daniel Alves Bronstrup
 
Incofidencia mineira e baiana
Incofidencia mineira e baianaIncofidencia mineira e baiana
Incofidencia mineira e baiana
Fatima Freitas
 
Governo Wenceslau Braz - 1914-1918
Governo Wenceslau Braz - 1914-1918Governo Wenceslau Braz - 1914-1918
Governo Wenceslau Braz - 1914-1918
Guilherme Drumond
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
Daniel Alves Bronstrup
 
Regimes totalitarios
Regimes totalitariosRegimes totalitarios
Regimes totalitarios
Creusa Lima
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
Paulo Alexandre
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
Fatima Freitas
 
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
Nefer19
 
Redemocratização: esperanças e decepções...
Redemocratização: esperanças e decepções...Redemocratização: esperanças e decepções...
Redemocratização: esperanças e decepções...
Glasiely Virgílio Silva
 
O populismo no brasil
O populismo no brasilO populismo no brasil
O populismo no brasil
homago
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
catlencunha
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
Raquel Avila
 
Introdução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricosIntrodução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricos
Paulo Alexandre
 
Brasil república
Brasil repúblicaBrasil república
Brasil república
dmflores21
 
Era Vargas e o Período Populista
Era Vargas e o Período PopulistaEra Vargas e o Período Populista
Era Vargas e o Período Populista
Edenilson Morais
 
Ditadura Militar
Ditadura MilitarDitadura Militar
Ditadura Militar
guest12728e
 
3º ano - Era Vargas 1930-1945
3º ano  - Era Vargas 1930-19453º ano  - Era Vargas 1930-1945
3º ano - Era Vargas 1930-1945
Daniel Alves Bronstrup
 
Liberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIXLiberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIX
Edenilson Morais
 

Mais procurados (20)

3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
3° ano República da Espada
3° ano   República da Espada3° ano   República da Espada
3° ano República da Espada
 
Incofidencia mineira e baiana
Incofidencia mineira e baianaIncofidencia mineira e baiana
Incofidencia mineira e baiana
 
Governo Wenceslau Braz - 1914-1918
Governo Wenceslau Braz - 1914-1918Governo Wenceslau Braz - 1914-1918
Governo Wenceslau Braz - 1914-1918
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
 
Regimes totalitarios
Regimes totalitariosRegimes totalitarios
Regimes totalitarios
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
 
Redemocratização: esperanças e decepções...
Redemocratização: esperanças e decepções...Redemocratização: esperanças e decepções...
Redemocratização: esperanças e decepções...
 
O populismo no brasil
O populismo no brasilO populismo no brasil
O populismo no brasil
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
 
Introdução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricosIntrodução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricos
 
Brasil república
Brasil repúblicaBrasil república
Brasil república
 
Era Vargas e o Período Populista
Era Vargas e o Período PopulistaEra Vargas e o Período Populista
Era Vargas e o Período Populista
 
Ditadura Militar
Ditadura MilitarDitadura Militar
Ditadura Militar
 
3º ano - Era Vargas 1930-1945
3º ano  - Era Vargas 1930-19453º ano  - Era Vargas 1930-1945
3º ano - Era Vargas 1930-1945
 
Liberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIXLiberalismo e Socialismo no século XIX
Liberalismo e Socialismo no século XIX
 

Semelhante a Redemocratização

Diretas já
Diretas jáDiretas já
Diretas já
DeaaSouza
 
Pelos Trilhos da História
Pelos Trilhos da HistóriaPelos Trilhos da História
Pelos Trilhos da História
Daniel Silva
 
Reproducao capitulo 5_ano_mah
Reproducao capitulo 5_ano_mahReproducao capitulo 5_ano_mah
Reproducao capitulo 5_ano_mah
Diana Azevedo
 
A experiência democrática.pptx
A experiência democrática.pptxA experiência democrática.pptx
A experiência democrática.pptx
DANILOARAUJOSANTANA
 
Década de 1950
Década de 1950Década de 1950
Década de 1950
Maju Ramos
 
Indiretas já e Constituição
Indiretas já e ConstituiçãoIndiretas já e Constituição
Indiretas já e Constituição
CINTYAWANKA
 
Trabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historiaTrabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historia
Mateus Cabral
 
Texto ditadura 2[1]
Texto ditadura 2[1]Texto ditadura 2[1]
Texto ditadura 2[1]
PIBIDSolondeLucena
 
Regime Militar no Brasil - Prof. Altair Aguilar
Regime Militar no Brasil - Prof. Altair AguilarRegime Militar no Brasil - Prof. Altair Aguilar
Regime Militar no Brasil - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Resistência e repressão na ditadura militar
Resistência  e repressão na ditadura militarResistência  e repressão na ditadura militar
Resistência e repressão na ditadura militar
Hernane Freitas
 
Ditadura no brasil 3 parte
Ditadura no brasil   3  parteDitadura no brasil   3  parte
Ditadura no brasil 3 parte
harlissoncarvalho
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
guiurey
 
Governos Geisel e Figueiredo
Governos Geisel e FigueiredoGovernos Geisel e Figueiredo
Governos Geisel e Figueiredo
Edenilson Morais
 
Redemocratização e neoliberalismo
Redemocratização e  neoliberalismoRedemocratização e  neoliberalismo
Redemocratização e neoliberalismo
dinicmax
 
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptxDitadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ânderson Barbosa
 
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
DaiseRocha6
 
Politica brasileira
Politica brasileiraPolitica brasileira
Politica brasileira
Iara Das Dunas
 
a-ditadura-militar-no-brasil.pdf
a-ditadura-militar-no-brasil.pdfa-ditadura-militar-no-brasil.pdf
a-ditadura-militar-no-brasil.pdf
ReginaldoRossettodaS
 
Panorama da Ditadura Militar_atividade educacional
Panorama da Ditadura Militar_atividade educacionalPanorama da Ditadura Militar_atividade educacional
Panorama da Ditadura Militar_atividade educacional
Eliudecp
 
Brasil 1945 1954 - até 2º governo de vargas
Brasil 1945   1954 - até 2º governo de vargasBrasil 1945   1954 - até 2º governo de vargas
Brasil 1945 1954 - até 2º governo de vargas
historiando
 

Semelhante a Redemocratização (20)

Diretas já
Diretas jáDiretas já
Diretas já
 
Pelos Trilhos da História
Pelos Trilhos da HistóriaPelos Trilhos da História
Pelos Trilhos da História
 
Reproducao capitulo 5_ano_mah
Reproducao capitulo 5_ano_mahReproducao capitulo 5_ano_mah
Reproducao capitulo 5_ano_mah
 
A experiência democrática.pptx
A experiência democrática.pptxA experiência democrática.pptx
A experiência democrática.pptx
 
Década de 1950
Década de 1950Década de 1950
Década de 1950
 
Indiretas já e Constituição
Indiretas já e ConstituiçãoIndiretas já e Constituição
Indiretas já e Constituição
 
Trabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historiaTrabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historia
 
Texto ditadura 2[1]
Texto ditadura 2[1]Texto ditadura 2[1]
Texto ditadura 2[1]
 
Regime Militar no Brasil - Prof. Altair Aguilar
Regime Militar no Brasil - Prof. Altair AguilarRegime Militar no Brasil - Prof. Altair Aguilar
Regime Militar no Brasil - Prof. Altair Aguilar
 
Resistência e repressão na ditadura militar
Resistência  e repressão na ditadura militarResistência  e repressão na ditadura militar
Resistência e repressão na ditadura militar
 
Ditadura no brasil 3 parte
Ditadura no brasil   3  parteDitadura no brasil   3  parte
Ditadura no brasil 3 parte
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
 
Governos Geisel e Figueiredo
Governos Geisel e FigueiredoGovernos Geisel e Figueiredo
Governos Geisel e Figueiredo
 
Redemocratização e neoliberalismo
Redemocratização e  neoliberalismoRedemocratização e  neoliberalismo
Redemocratização e neoliberalismo
 
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptxDitadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
 
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
 
Politica brasileira
Politica brasileiraPolitica brasileira
Politica brasileira
 
a-ditadura-militar-no-brasil.pdf
a-ditadura-militar-no-brasil.pdfa-ditadura-militar-no-brasil.pdf
a-ditadura-militar-no-brasil.pdf
 
Panorama da Ditadura Militar_atividade educacional
Panorama da Ditadura Militar_atividade educacionalPanorama da Ditadura Militar_atividade educacional
Panorama da Ditadura Militar_atividade educacional
 
Brasil 1945 1954 - até 2º governo de vargas
Brasil 1945   1954 - até 2º governo de vargasBrasil 1945   1954 - até 2º governo de vargas
Brasil 1945 1954 - até 2º governo de vargas
 

Mais de dinicmax

Símbolos blog
Símbolos   blogSímbolos   blog
Símbolos blog
dinicmax
 
O que nos une blog
O que nos une   blogO que nos une   blog
O que nos une blog
dinicmax
 
Estado e governo blog
Estado e governo   blogEstado e governo   blog
Estado e governo blog
dinicmax
 
O trabalho nas nossas vidas blog
O trabalho nas nossas vidas   blogO trabalho nas nossas vidas   blog
O trabalho nas nossas vidas blog
dinicmax
 
O povo e suas manifestações
O povo e suas manifestaçõesO povo e suas manifestações
O povo e suas manifestações
dinicmax
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homem
dinicmax
 
O jovem na sociedade
O jovem na sociedadeO jovem na sociedade
O jovem na sociedade
dinicmax
 
A sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedadeA sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedade
dinicmax
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadania
dinicmax
 
Diversidades no brasil
Diversidades no brasilDiversidades no brasil
Diversidades no brasil
dinicmax
 
Reforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasilReforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasil
dinicmax
 
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditaduraManifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
dinicmax
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
dinicmax
 
História
HistóriaHistória
História
dinicmax
 
Ditadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanosDitadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanos
dinicmax
 
Década de 60
Década de 60Década de 60
Década de 60
dinicmax
 
História 2º ano 3º
História   2º ano 3ºHistória   2º ano 3º
História 2º ano 3º
dinicmax
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independencias
dinicmax
 
Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50
dinicmax
 
Pós 2ª guerra
Pós 2ª guerraPós 2ª guerra
Pós 2ª guerra
dinicmax
 

Mais de dinicmax (20)

Símbolos blog
Símbolos   blogSímbolos   blog
Símbolos blog
 
O que nos une blog
O que nos une   blogO que nos une   blog
O que nos une blog
 
Estado e governo blog
Estado e governo   blogEstado e governo   blog
Estado e governo blog
 
O trabalho nas nossas vidas blog
O trabalho nas nossas vidas   blogO trabalho nas nossas vidas   blog
O trabalho nas nossas vidas blog
 
O povo e suas manifestações
O povo e suas manifestaçõesO povo e suas manifestações
O povo e suas manifestações
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homem
 
O jovem na sociedade
O jovem na sociedadeO jovem na sociedade
O jovem na sociedade
 
A sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedadeA sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedade
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadania
 
Diversidades no brasil
Diversidades no brasilDiversidades no brasil
Diversidades no brasil
 
Reforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasilReforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasil
 
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditaduraManifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
História
HistóriaHistória
História
 
Ditadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanosDitadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanos
 
Década de 60
Década de 60Década de 60
Década de 60
 
História 2º ano 3º
História   2º ano 3ºHistória   2º ano 3º
História 2º ano 3º
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independencias
 
Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50
 
Pós 2ª guerra
Pós 2ª guerraPós 2ª guerra
Pós 2ª guerra
 

Redemocratização

  • 2. Redemocratização no Brasil  Nos últimos anos do governo militar, o Brasil apresenta vários problemas. A inflação é alta e a recessão também.  Enquanto isso a oposição ganha terreno com o surgimento de novos partidos e com o fortalecimento dos sindicatos.  Em 1984, políticos de oposição, artistas, jogadores de futebol e milhões de brasileiros participam do movimento das Diretas Já.
  • 4. Redemocratização no Brasil  O movimento era favorável à aprovação da Emenda Dante de Oliveira que garantiria eleições diretas para presidente naquele ano.  Para a decepção do povo, a emenda não foi aprovada pela Câmara dos Deputados.  No dia 15 de janeiro de 1985, o Colégio Eleitoral escolheria o deputado Tancredo Neves, que concorreu com Paulo Maluf, como novo presidente da República.
  • 9. Redemocratização no Brasil  Ele fazia parte da Aliança Democrática – o grupo de oposição formado pelo PMDB e pela Frente Liberal.  Era o fim do regime militar.  Porém Tancredo Neves fica doente antes de assumir e acaba falecendo.  Assume o vice-presidente José Sarney.  Em 1988 é aprovada uma nova constituição para o Brasil.  A Constituição de 1988 apagou os rastros da ditadura militar e estabeleceu princípios democráticos no país.
  • 11. Diretas Já!  Diretas Já foi um movimento político democrático com grande participação popular que ocorreu no ano de 1984.  Este movimento era favorável e apoiava a emenda do deputado Dante de Oliveira que restabeleceria as eleições diretas para presidente da República no Brasil.  Durante o movimento ocorreram diversas manifestações populares em muitas cidades brasileiras como, por exemplo, passeatas e comícios.  Estes eventos populares contaram com a participação de milhares de brasileiros.
  • 15. Diretas Já!  O movimento das Diretas Já contou com o apoio de diversos políticos da época como, por exemplo, Franco Montoro, Fernando Henrique Cardoso, Tancredo Neves, Ulysses Guimarães, José Serra, Mário Covas, Teotônio Vilela, Eduardo Suplicy, Leonel Brizola, Luis Inácio Lula da Silva, Miguel Arraes, entre outros.  Teve também a participação de artistas, jogadores de futebol, cantores, religiosos, etc.
  • 21. Diretas Já!  Em 25 de abril de 1984, a emenda constitucional das eleições diretas foi colocada em votação.  Porém, para a desilusão do povo brasileiro, ela não foi aprovada.  Porém, em função de uma doença, Tancredo faleceu antes de assumir o cargo, sendo que o vice, José Sarney, tornou-se o primeiro presidente civil após o regime de Ditadura Militar (1964-1985).  As eleições diretas para presidente do Brasil só ocorreriam em 1989, após ser estabelecida na Constituição de 1988.
  • 22. Democracia Corintiana  Foi o nome dado pelo publicitário Washington Olivetto ao período em que os jogadores do Corinthians participavam das decisões do clube.  De 1981 a 1985, tudo era resolvido pelo voto, das contratações ao local de concentração.  Em abril de 1982, o clube elegeu Waldemar Pires como presidente, encerrando o reinado de Vicente Matheus.  Pires indicou para a diretoria de futebol o sociólogo Adílson Monteiro Alves, um cartola inexperiente que ouvia os jogadores. Entre eles estavam os politizados Sócrates e Wladimir.
  • 28. Democracia Corintiana  Foi aí que começou a revolução.  Entre outras medidas, os atletas liberaram os casados da concentração.  Em campo, a autogestão rendeu gols.  O técnico Mário Travaglini levou o time às semifinais do Brasileiro e faturou o campeonato paulista de 1982.
  • 30. Democracia Corintiana  A Democracia começou a minguar em 1984, quando Sócrates foi para a Itália e Casagrande para o São Paulo.  Em 1985, Pires tentou eleger Alves como sucessor e foi derrotado.  Era o fim.