SlideShare uma empresa Scribd logo
PRIMEIRA GUERRA
    MUNDIAL

Prof.ª Fátima de Freitas
INTRODUÇÃO

• Analisar a I Guerra como consequencia do
  imperialismo do século XIX, analisar o sistema
  de alianças entre os países industrializados, as
  etapas e o avanço da guerra pela Europa,
  conhecer o tratado de paz, a criação da Liga
  das Nações e seus objetivos, bem como as
  consequencias da guerra.
                               Profª. Fatima Freitas
TENSÕES EUROPEIAS NO SÉCULO XX
 No início do século XX, havia uma enorme
 tensão e rivalidade entre os governos das
 grandes     potências     européias  como
 Alemanha, Inglaterra e França.
 Essa tensão resultava de disputas
 comerciais e territoriais, tanto na
 Europa quanto fora dela.
 Os governos buscavam mercados
 consumidores para seus produtos e
 disputavam colônias na África e
 Ásia.
MOVIMENTOS NACIONALISTAS

 Os movimentos nacionalistas buscavam
  agrupar sob um mesmo Estado, povos de
  culturas semelhantes, o que levava a um
  desejo de expansão territorial.
 Entre      os   principais      movimentos
  nacionalistas, destacaram-se o pan-
  eslavismo e o pangermanismo
A PAZ ARMADA

 Com o clima de rivalidade que ocorria
 na Europa no início do século XX, os
 países, diante do risco de uma guerra,
 procuraram aumentar seu poder militar
 fortalecendo seus exércitos e formando
 alianças políticas, dando origem a
 chamada paz armada.
POLÍTICA DE ALIANÇAS

As potências europeias procuraram somar forças
 para enfrentar os rivais por meio de tratados de
 aliança. Depois de muitas negociações, em 1907 a
 Europa ficou dividida em:

Tríplice Aliança: Formada      inicialmente   por
 Alemanha, Áustria e Itália.

Tríplice Entente: Formada      inicialmente   por
 Inglaterra, França e Rússia.
Primeira guerra mundial
ESTOPIM DA GUERRA


 O estopim da Primeira
  guerra mundial foi o
  assassinato do arquiduque
  Francisco       Ferdinando,
  herdeiro do trono austríaco,
  e de sua esposa, na cidade
  de Sarajevo, na Bósnia, em
  28 de junho de 1914.
Primeira guerra mundial
 O assassino era um
  estudante pertencente a uma
  organização apoiada pelo
  governo da Sérvia.
 O assassinato provocou uma
  reação militar da Áustria
  contra a Sérvia.
 Então devido a política de
  alianças,    várias   outras
  nações entraram no conflito.
Primeira guerra mundial
Após a invasão da Sérvia pelo exército Austríaco,
ocorreram uma série de acontecimentos que consolidaram
o início da guerra:
 28 de Julho – A Áustria declarou guerra à Sérvia;
 29 de Julho – Em apoio à Sérvia, a Rússia mobilizou
  seus exércitos contra a Áustria e Alemanha;
 1º de Agosto – A Alemanha declarou guerra à Rússia e
  posteriormente, à França;
 4 de Agosto – Para atingir a França, os exércitos alemão
  e austríaco invadiram a Bélgica, até então neutra;
 5 de Agosto – A Inglaterra declarou guerra à Alemanha;
UNIÃO DE FORÇAS
A guerra durou cerca de quatro anos, de 1914 a
 1918, envolvendo dois grandes blocos rivais.
De um lado, as forças da Tríplice Aliança: Alemanha,
 Turquia, Bulgária e Império Austro-Húngaro;
Do outro, as da Tríplice Entente: França, Inglaterra,
 Rússia, Bélgica, Sérvia, Grécia e Itália que se juntou
 a Entente em Maio de 1915, além do Japão, Estados
 Unidos, entre outros.
O Brasil foi o único país sul-americano a entrar
 efetivamente no conflito, declarando guerra à
 Alemanha e cooperando com a Inglaterra.
FASES DA GUERRA
• Os quatro longos anos da Primeira
  Guerra Mundial podem ser divididos em
  três fases:
• A guerra de movimento (1914-1915),
• A guerra de trincheiras (1915-1916),
• E uma nova guerra de movimento
  (1917-1918.
PRINCIPAIS FASES DO CONFLITO
          PRIMEIRA FASE (1914-1915)

 Houve uma rápida ofensiva alemã contra
a França que organizou um contra-ataque,
detendo o avanço germânico sobre Paris.
A partir desse momento, nenhum dos
lados conseguiu uma vitória significativa
sobre o outro, mantendo-se um equilíbrio
de forças nas frentes de combate
SEGUNDA FASE (1915-1917)


 A intensa movimentação das tropas na
 fase anterior foi substituída por um guerra
 de trincheiras,em que cada lado
 procurava garantir suas posições e deter
 o avanço do inimigo.
 Foi uma fase extremamente dura e
  desgastante para as tropas em conflito
Primeira guerra mundial
TERCEIRA FASE (1917-1918)
 Marcada pela entrada de outros países na
  guerra.
 A marinha alemã, usando seus submarinos,
  afundou navios de países como Estados
  Unidos e Brasil, alegando que estes
  transportavam recursos para os inimigos.
 Durante esta fase destacaram-se dois
  acontecimentos: A entrada dos Estados
  Unidos no conflito, em 6 de Abril de 1917 e a
  saída da Rússia, em 3 de Março de 1918.
Primeira guerra mundial
MUDANÇAS PROVOCADAS PELA GUERRA

A guerra provocou diversas mudanças na vida
 da população europeia. A economia dos países
 foi prejudicada devido a produção de guerra e
 a miséria e as doenças se espalharam pela
 Europa.
Devido a grande quantidade de homens nos
 combates, uma parcela grande de mulheres
 ingressou no mercado de trabalho industrial,
 especialmente na Inglaterra, França e Itália.
O FIM DA GUERRA
     O apoio financeiro dos Estados Unidos foi
    decisivo para a vitória da Entente e seus aliados.
 Em 11 de Novembro de 1918, o governo alemão
  assinou um tratado de paz em condições bastante
  desvantajosas.
 Nos locais onde os combates foram travados as
  cenas de destruição eram comuns, além dos
  diversos sacrifícios humanos.
 Alguns historiadores estimam que a guerra deixou
  cerca de 10 milhões de mortos e 30 milhões de
  feridos
Primeira guerra mundial
O TRATADO DE VERSALHES
 Após a rendição da Alemanha, foi formulado pelas 27
  nações vencedoras da guerra o Tratado de Versalhes
  que impunha duras condições aos alemães, tais como
  reduzir o poderio militar de seu exército, pagar
  indenização aos vencedores, entregar parte de suas
  possessões, etc.
 Além do Tratado de Versalhes, foram assinados outros
  tratados entre os países envolvidos no conflito.
 Alguns países ganharam territórios, outros perderam e
  outros foram formados como Tchecoslováquia, Hungria,
  Polônia, Iugoslávia, etc.
A LIGA DAS NAÇÕES

 Em 28 de Abril de 1919, os membros da
 Conferência de Paz de Versalhes aprovaram a
 criação da Liga das Nações.
Integradas por países de todos os continentes, seu
 principal objetivo era prevenir a ocorrência de
 novos conflitos, procurando preservar a paz
 mundial.
No entanto vários países como Estados Unidos
 Alemanha e URSS, não participaram da Liga das
 Nações tornando a organização pouco eficiente.
ASCENSÃO DOS ESTADOS UNIDOS

 Desde o final do século XX, a produção industrial
  norte-americana vinha se expandindo e aumentando
  seu campo de ação econômica pelo mundo.
 Os Estados Unidos foi uma das nações que mais lucrou
  com a Primeira guerra Mundial fornecendo seus
  produtos aos países em conflito e ocupando e suprindo
  os mercados na Ásia e América Latina.
 Após o fim da Primeira Guerra Mundial os bancos
  norte-americanos concentravam cerca de metade de
  todo o ouro que circulava nos mercados financeiros do
  mundo.
ARMAS UTILIZADAS NA 1ª. GUERRA MUNDIAL
ACORDOS COM OS ALIADOS DOS ALEMÃES
• Tratado de Neuilly: assinado com a Bulgária, pelo
  qual onde perdia várias partes de seu território para
  seus vizinhos.
• Tratado de Saint-Germain, imposto à Áustria, fez com
  que seu império fosse desmembrado, surgindo novos
  países: Hungria, Tchecoslováquia, e outros
• Tratado de Trianon: assinado com a Hungria,
  demarcando limites desse país devido à perda de
  partes de seu território para seus novos vizinhos.
CONSEQUENCIAS DA GUERRA
• O aparecimento de novas nações; Tchecoslováquia, Hungria,
  Polônia, Iugoslávia, Letônia, Lituânia e Estônia;
• Desmembramento do Império Austro-Húngaro;
• A Inglaterra divide sua hegemonia com os Estados Unidos;
• Desvalorização do marco alemão, do franco e do dólar;
• Crise de 1929;
• O protecionismo que impossibilitou a Alemanha de pagar suas
  dívidas por meio da exportação de produtos;
• O encarecimento do custo de vida;
• A guerra gerou 10 milhões de mortos, o triplo de feridos, destruiu
  campos agrícolas, indústrias, etc.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
• HISTÓRIA GLOBAL - Brasil e Geral/volume único (GILBERTO COTRIM)
• HISTÓRIA NOVO OLHAR – CARLOS PELLEGRINI


• http://www.youtube.com/watch?v=1KgDqJKJT0k


• http://www.google.com.br/search?hl=pt-
  BR&gbv=2&biw=1003&bih=509&tbm=isch&btnG=Pesquisar&oq=mortos+da++
  primeira+guerra+mundial&aq=f&aqi=&q=mortos%20da%20primeira%20guerra
  %20mundial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
Fabiana Tonsis
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
7 de Setembro
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
Daniel Alves Bronstrup
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
Simone P Baldissera
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
Valéria Shoujofan
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
eiprofessor
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
Elaine Bogo Pavani
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Alan
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
Isaquel Silva
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
Daniel Alves Bronstrup
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundial9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundial
Janaína Bindá
 
Estado nação, território e poder
Estado nação, território e poderEstado nação, território e poder
Estado nação, território e poder
Vinicius Coelho
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
Douglas Barraqui
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
Aulas de História
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
Janaína Bindá
 
Escravidão no Brasil
Escravidão no BrasilEscravidão no Brasil
Escravidão no Brasil
bastianbe
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasil
Marilia Pimentel
 
2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.
Daniel Alves Bronstrup
 
ESCRAVIDÃO
ESCRAVIDÃOESCRAVIDÃO

Mais procurados (20)

Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundial9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundial
 
Estado nação, território e poder
Estado nação, território e poderEstado nação, território e poder
Estado nação, território e poder
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
 
Escravidão no Brasil
Escravidão no BrasilEscravidão no Brasil
Escravidão no Brasil
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasil
 
2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.
 
ESCRAVIDÃO
ESCRAVIDÃOESCRAVIDÃO
ESCRAVIDÃO
 

Destaque

Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.
Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.
Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.
História Pensante
 
A primeira guerra mundial slides
A primeira guerra mundial   slidesA primeira guerra mundial   slides
A primeira guerra mundial slides
Juliana_hst
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)
Valéria Shoujofan
 
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra MundialImperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Douglas Barraqui
 
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Valéria Shoujofan
 
Slides 1ª guerra mundial
Slides  1ª guerra mundialSlides  1ª guerra mundial
Slides 1ª guerra mundial
Ferdinando Scappa
 
2ª. guerra mundial
2ª. guerra mundial2ª. guerra mundial
2ª. guerra mundial
Fatima Freitas
 
A Primeira Guerra Mundial
A Primeira Guerra MundialA Primeira Guerra Mundial
A Primeira Guerra Mundial
Alex Ferreira dos Santos
 
1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial
crie_historia9
 
O período napoleônico
O período napoleônicoO período napoleônico
O período napoleônico
Geovane Lima da Silva
 
O período napoleônico
O período napoleônicoO período napoleônico
O período napoleônico
araujombarbara
 
Periodo napoleonico
Periodo napoleonicoPeriodo napoleonico
Periodo napoleonico
profabiorodrigues
 
C:\fakepath\periodo napoleonico
C:\fakepath\periodo napoleonicoC:\fakepath\periodo napoleonico
C:\fakepath\periodo napoleonico
Professor Duda - História
 
As alianças na primeira guerra mundial
As alianças na primeira guerra mundialAs alianças na primeira guerra mundial
As alianças na primeira guerra mundial
Scriba Digital
 
Bizantinos
BizantinosBizantinos
Bizantinos
Fatima Freitas
 
O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)
Vitor Ferreira
 
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Fatima Freitas
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Fatima Freitas
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Carlos Teles de Menezes Junior
 
Augusto comte e o positivismo
Augusto comte e o positivismoAugusto comte e o positivismo
Augusto comte e o positivismo
Fatima Freitas
 

Destaque (20)

Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.
Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.
Resumo - Primeira Guerra Mundial (1914-1918) - História Pensante.
 
A primeira guerra mundial slides
A primeira guerra mundial   slidesA primeira guerra mundial   slides
A primeira guerra mundial slides
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)
 
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra MundialImperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
 
Slides 1ª guerra mundial
Slides  1ª guerra mundialSlides  1ª guerra mundial
Slides 1ª guerra mundial
 
2ª. guerra mundial
2ª. guerra mundial2ª. guerra mundial
2ª. guerra mundial
 
A Primeira Guerra Mundial
A Primeira Guerra MundialA Primeira Guerra Mundial
A Primeira Guerra Mundial
 
1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial
 
O período napoleônico
O período napoleônicoO período napoleônico
O período napoleônico
 
O período napoleônico
O período napoleônicoO período napoleônico
O período napoleônico
 
Periodo napoleonico
Periodo napoleonicoPeriodo napoleonico
Periodo napoleonico
 
C:\fakepath\periodo napoleonico
C:\fakepath\periodo napoleonicoC:\fakepath\periodo napoleonico
C:\fakepath\periodo napoleonico
 
As alianças na primeira guerra mundial
As alianças na primeira guerra mundialAs alianças na primeira guerra mundial
As alianças na primeira guerra mundial
 
Bizantinos
BizantinosBizantinos
Bizantinos
 
O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)
 
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Augusto comte e o positivismo
Augusto comte e o positivismoAugusto comte e o positivismo
Augusto comte e o positivismo
 

Semelhante a Primeira guerra mundial

A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
Antonia Josileny Alves
 
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Lais Pereira
 
Primeira guerra
Primeira guerra Primeira guerra
Primeira guerra
Marilda Pereira
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
janahlira
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Portal do Vestibulando
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
historiando
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
janahlira
 
1 guerra mundial
1 guerra mundial1 guerra mundial
1 guerra mundial
Jorge Coelho
 
I guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aserieI guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aserie
sesi8
 
I guerra mundial
I guerra mundialI guerra mundial
I guerra mundial
Bruno-machado Bruno
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Joao Paulo
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Joao Paulo
 
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIALPRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
Conceição Fontolan
 
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundialEsquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
FJDOliveira
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
Kerby Barros
 
3º ano primeira guerra mundial
3º ano   primeira guerra mundial3º ano   primeira guerra mundial
3º ano primeira guerra mundial
Daniel Alves Bronstrup
 
Primeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdfPrimeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdf
wladson2011
 
Iª GM.pdf
Iª GM.pdfIª GM.pdf
Iª GM.pdf
Kamyla Nunes
 
primeira guerra.pdf
primeira guerra.pdfprimeira guerra.pdf
primeira guerra.pdf
AndersonJCR
 
Aula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerraAula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerra
MOHAMMEDDASILVA
 

Semelhante a Primeira guerra mundial (20)

A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
 
Primeira guerra
Primeira guerra Primeira guerra
Primeira guerra
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
1 guerra mundial
1 guerra mundial1 guerra mundial
1 guerra mundial
 
I guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aserieI guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aserie
 
I guerra mundial
I guerra mundialI guerra mundial
I guerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIALPRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
 
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundialEsquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
Esquema de-estudo-da-1c2aa-guerra-mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
3º ano primeira guerra mundial
3º ano   primeira guerra mundial3º ano   primeira guerra mundial
3º ano primeira guerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdfPrimeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdf
 
Iª GM.pdf
Iª GM.pdfIª GM.pdf
Iª GM.pdf
 
primeira guerra.pdf
primeira guerra.pdfprimeira guerra.pdf
primeira guerra.pdf
 
Aula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerraAula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerra
 

Mais de Fatima Freitas

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
Fatima Freitas
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
Fatima Freitas
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
Fatima Freitas
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
Fatima Freitas
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Fatima Freitas
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
Fatima Freitas
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
Fatima Freitas
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
Fatima Freitas
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Fatima Freitas
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
Fatima Freitas
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
Fatima Freitas
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
Fatima Freitas
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
Fatima Freitas
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Fatima Freitas
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
Fatima Freitas
 
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Fatima Freitas
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
Fatima Freitas
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
Fatima Freitas
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
Fatima Freitas
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
Fatima Freitas
 

Mais de Fatima Freitas (20)

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
 
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
 

Último

Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 

Primeira guerra mundial

  • 1. PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL Prof.ª Fátima de Freitas
  • 2. INTRODUÇÃO • Analisar a I Guerra como consequencia do imperialismo do século XIX, analisar o sistema de alianças entre os países industrializados, as etapas e o avanço da guerra pela Europa, conhecer o tratado de paz, a criação da Liga das Nações e seus objetivos, bem como as consequencias da guerra. Profª. Fatima Freitas
  • 3. TENSÕES EUROPEIAS NO SÉCULO XX No início do século XX, havia uma enorme tensão e rivalidade entre os governos das grandes potências européias como Alemanha, Inglaterra e França.
  • 4.  Essa tensão resultava de disputas comerciais e territoriais, tanto na Europa quanto fora dela.  Os governos buscavam mercados consumidores para seus produtos e disputavam colônias na África e Ásia.
  • 5. MOVIMENTOS NACIONALISTAS  Os movimentos nacionalistas buscavam agrupar sob um mesmo Estado, povos de culturas semelhantes, o que levava a um desejo de expansão territorial.  Entre os principais movimentos nacionalistas, destacaram-se o pan- eslavismo e o pangermanismo
  • 6. A PAZ ARMADA  Com o clima de rivalidade que ocorria na Europa no início do século XX, os países, diante do risco de uma guerra, procuraram aumentar seu poder militar fortalecendo seus exércitos e formando alianças políticas, dando origem a chamada paz armada.
  • 7. POLÍTICA DE ALIANÇAS As potências europeias procuraram somar forças para enfrentar os rivais por meio de tratados de aliança. Depois de muitas negociações, em 1907 a Europa ficou dividida em: Tríplice Aliança: Formada inicialmente por Alemanha, Áustria e Itália. Tríplice Entente: Formada inicialmente por Inglaterra, França e Rússia.
  • 9. ESTOPIM DA GUERRA  O estopim da Primeira guerra mundial foi o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austríaco, e de sua esposa, na cidade de Sarajevo, na Bósnia, em 28 de junho de 1914.
  • 11.  O assassino era um estudante pertencente a uma organização apoiada pelo governo da Sérvia.  O assassinato provocou uma reação militar da Áustria contra a Sérvia.  Então devido a política de alianças, várias outras nações entraram no conflito.
  • 13. Após a invasão da Sérvia pelo exército Austríaco, ocorreram uma série de acontecimentos que consolidaram o início da guerra:  28 de Julho – A Áustria declarou guerra à Sérvia;  29 de Julho – Em apoio à Sérvia, a Rússia mobilizou seus exércitos contra a Áustria e Alemanha;  1º de Agosto – A Alemanha declarou guerra à Rússia e posteriormente, à França;  4 de Agosto – Para atingir a França, os exércitos alemão e austríaco invadiram a Bélgica, até então neutra;  5 de Agosto – A Inglaterra declarou guerra à Alemanha;
  • 14. UNIÃO DE FORÇAS A guerra durou cerca de quatro anos, de 1914 a 1918, envolvendo dois grandes blocos rivais. De um lado, as forças da Tríplice Aliança: Alemanha, Turquia, Bulgária e Império Austro-Húngaro; Do outro, as da Tríplice Entente: França, Inglaterra, Rússia, Bélgica, Sérvia, Grécia e Itália que se juntou a Entente em Maio de 1915, além do Japão, Estados Unidos, entre outros. O Brasil foi o único país sul-americano a entrar efetivamente no conflito, declarando guerra à Alemanha e cooperando com a Inglaterra.
  • 15. FASES DA GUERRA • Os quatro longos anos da Primeira Guerra Mundial podem ser divididos em três fases: • A guerra de movimento (1914-1915), • A guerra de trincheiras (1915-1916), • E uma nova guerra de movimento (1917-1918.
  • 16. PRINCIPAIS FASES DO CONFLITO PRIMEIRA FASE (1914-1915)  Houve uma rápida ofensiva alemã contra a França que organizou um contra-ataque, detendo o avanço germânico sobre Paris. A partir desse momento, nenhum dos lados conseguiu uma vitória significativa sobre o outro, mantendo-se um equilíbrio de forças nas frentes de combate
  • 17. SEGUNDA FASE (1915-1917)  A intensa movimentação das tropas na fase anterior foi substituída por um guerra de trincheiras,em que cada lado procurava garantir suas posições e deter o avanço do inimigo.  Foi uma fase extremamente dura e desgastante para as tropas em conflito
  • 19. TERCEIRA FASE (1917-1918)  Marcada pela entrada de outros países na guerra.  A marinha alemã, usando seus submarinos, afundou navios de países como Estados Unidos e Brasil, alegando que estes transportavam recursos para os inimigos.  Durante esta fase destacaram-se dois acontecimentos: A entrada dos Estados Unidos no conflito, em 6 de Abril de 1917 e a saída da Rússia, em 3 de Março de 1918.
  • 21. MUDANÇAS PROVOCADAS PELA GUERRA A guerra provocou diversas mudanças na vida da população europeia. A economia dos países foi prejudicada devido a produção de guerra e a miséria e as doenças se espalharam pela Europa. Devido a grande quantidade de homens nos combates, uma parcela grande de mulheres ingressou no mercado de trabalho industrial, especialmente na Inglaterra, França e Itália.
  • 22. O FIM DA GUERRA  O apoio financeiro dos Estados Unidos foi decisivo para a vitória da Entente e seus aliados.  Em 11 de Novembro de 1918, o governo alemão assinou um tratado de paz em condições bastante desvantajosas.  Nos locais onde os combates foram travados as cenas de destruição eram comuns, além dos diversos sacrifícios humanos.  Alguns historiadores estimam que a guerra deixou cerca de 10 milhões de mortos e 30 milhões de feridos
  • 24. O TRATADO DE VERSALHES  Após a rendição da Alemanha, foi formulado pelas 27 nações vencedoras da guerra o Tratado de Versalhes que impunha duras condições aos alemães, tais como reduzir o poderio militar de seu exército, pagar indenização aos vencedores, entregar parte de suas possessões, etc.  Além do Tratado de Versalhes, foram assinados outros tratados entre os países envolvidos no conflito.  Alguns países ganharam territórios, outros perderam e outros foram formados como Tchecoslováquia, Hungria, Polônia, Iugoslávia, etc.
  • 25. A LIGA DAS NAÇÕES  Em 28 de Abril de 1919, os membros da Conferência de Paz de Versalhes aprovaram a criação da Liga das Nações. Integradas por países de todos os continentes, seu principal objetivo era prevenir a ocorrência de novos conflitos, procurando preservar a paz mundial. No entanto vários países como Estados Unidos Alemanha e URSS, não participaram da Liga das Nações tornando a organização pouco eficiente.
  • 26. ASCENSÃO DOS ESTADOS UNIDOS  Desde o final do século XX, a produção industrial norte-americana vinha se expandindo e aumentando seu campo de ação econômica pelo mundo.  Os Estados Unidos foi uma das nações que mais lucrou com a Primeira guerra Mundial fornecendo seus produtos aos países em conflito e ocupando e suprindo os mercados na Ásia e América Latina.  Após o fim da Primeira Guerra Mundial os bancos norte-americanos concentravam cerca de metade de todo o ouro que circulava nos mercados financeiros do mundo.
  • 27. ARMAS UTILIZADAS NA 1ª. GUERRA MUNDIAL
  • 28. ACORDOS COM OS ALIADOS DOS ALEMÃES • Tratado de Neuilly: assinado com a Bulgária, pelo qual onde perdia várias partes de seu território para seus vizinhos. • Tratado de Saint-Germain, imposto à Áustria, fez com que seu império fosse desmembrado, surgindo novos países: Hungria, Tchecoslováquia, e outros • Tratado de Trianon: assinado com a Hungria, demarcando limites desse país devido à perda de partes de seu território para seus novos vizinhos.
  • 29. CONSEQUENCIAS DA GUERRA • O aparecimento de novas nações; Tchecoslováquia, Hungria, Polônia, Iugoslávia, Letônia, Lituânia e Estônia; • Desmembramento do Império Austro-Húngaro; • A Inglaterra divide sua hegemonia com os Estados Unidos; • Desvalorização do marco alemão, do franco e do dólar; • Crise de 1929; • O protecionismo que impossibilitou a Alemanha de pagar suas dívidas por meio da exportação de produtos; • O encarecimento do custo de vida; • A guerra gerou 10 milhões de mortos, o triplo de feridos, destruiu campos agrícolas, indústrias, etc.
  • 30. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • HISTÓRIA GLOBAL - Brasil e Geral/volume único (GILBERTO COTRIM) • HISTÓRIA NOVO OLHAR – CARLOS PELLEGRINI • http://www.youtube.com/watch?v=1KgDqJKJT0k • http://www.google.com.br/search?hl=pt- BR&gbv=2&biw=1003&bih=509&tbm=isch&btnG=Pesquisar&oq=mortos+da++ primeira+guerra+mundial&aq=f&aqi=&q=mortos%20da%20primeira%20guerra %20mundial