SlideShare uma empresa Scribd logo
O Trabalho nas 
nossas vidas. 
A História do Trabalho 
Suas divisões: sexuais, etárias e manufatureira.
O Trabalho 
• O trabalho é um assunto sobre o qual sempre há muitas 
perguntas a fazer. Afinal. Para que ele existe? Quem o 
inventou? Seu significado é semelhante nas diferentes 
sociedade? 
• Podemos definir trabalho como qualquer atividade física ou 
intelectual, realizada por ser humano, cujo objetivo é fazer, 
transformar ou obter algo. 
• Sendo assim, se dizermos que o trabalho existe para satisfazer 
as necessidades humanas, desde as mais simples, como as de 
alimento, vestimenta e abrigo, até as mais complexas, como as 
de lazer, crença e fantasia. É uma simples humana.
O Trabalho 
• O trabalho sempre fez parte da vida dos seres humanos. Foi 
através dele que as civilizações conseguiram se desenvolver e 
alcançar o nível atual. 
• O trabalho gera conhecimentos, riquezas materiais, satisfação 
pessoal e desenvolvimento econômico. 
• Por isso ele é e sempre foi muito valorizado em todas as 
sociedades. 
• Mas hoje o trabalho tem outro sentido.
Trabalho X Emprego 
• Vale dizer que há diferença entre trabalho e emprego. 
Enquanto o primeiro envolve a atividade executada em si, o 
segundo refere-se ao cargo ou ocupação de um indivíduo 
numa empresa ou órgão público. 
Sem trabalho eu não sou nada 
Não tenho dignidade 
Não sinto o meu valor 
Não tenho identidade 
Mas o que eu tenho 
É só um emprego 
E um salário miserável 
Eu tenho o meu ofício 
Que me cansa de verdade 
Tem gente que não tem nada 
E outros que tem mais do que precisam 
Tem gente que não quer saber de 
trabalhar...
O Trabalho e sua História 
• Nas sociedades tribais diferenciam-se uma das outras em 
muitos aspectos, mas pode–se dizer, em termos gerais, a 
denominação de trabalho é diferente do nosso termo. 
• As sociedades tribais todos fazem quase tudo, e as atividades 
relacionadas à obtenção do que as pessoas necessitam para se 
manter – caça, coleta, agricultura e criação. 
• A organização dessas atividades caracteriza-se pela divisão das 
tarefas por sexo e por idade. 
• O Antropólogo, Marshall Sahlins, chamam essa sociedade de 
“Sociedades da Abundancia” ou “Sociedade do Lazer”. Pois 
eles dedicavam um mínimo de horas diárias ao que chamamos 
de trabalho.
O Trabalho e sua História
O Trabalho e sua História
O Trabalho e sua História 
Os Ianomâmis
O Trabalho e sua História 
• A explicação para o fato de os povos tribais trabalharem muito 
menos do que nós está no modo como se relaciona, com a 
natureza, também diferente de nosso. 
• Por um lado, para eles, a terra é o espaço em que vivem e tem 
valor cultural, pois dá aos humanos seus frutos: a floresta 
presenteia os caçadores com os animais de que necessitam 
parar a sobrevivência e os rios oferecem os peixes que ajudam 
na alimentação. 
• Tudo isso é um presente da “mãe natureza”
O Trabalho e sua História 
Avatar – James Cameron - 2009
O Trabalho e sua História 
• Na Antiguidade Clássica o termo trabalho pode ser nascido do 
vocábulo latino tripallium, que significa “instrumento de 
tortura”, e por muito tempo este associado à ideia de 
atividade penosa e torturante. 
• Existiam outros tralhadores além dos escravos, como os 
meeiros, os artesões e os camponeses. 
• No entanto, mesmo os trabalhadores livres eram explorados e 
oprimidos pelos senhores e proprietários.
O Trabalho e sua História 
Imagem ilustrando o trabalho na antiguidade
O Trabalho e sua História 
Imagem ilustrando o trabalho na antiguidade
O Trabalho e sua História 
Os Meeiros - Hoje
O Trabalho e sua História 
O Artesão - Hoje
O Trabalho e sua História 
Um Camponês
O Trabalho e sua História 
• Nas sociedades feudais, como no mundo greco-romano, havia 
também aqueles que trabalhavam – os servos, os camponeses 
livres e os aldeões – e aqueles que viviam de trabalho dos 
outros - os senhores feudais e os membros do clero. 
• Muitos trabalhavam em regime de servidão, no qual não 
gozavam de plena liberdade, mas também não eram escravos. 
• Além de cultivar as terras a ele destinadas, servo era obrigado 
a trabalhar nas terras do senhor. 
• Outras formas de trabalho merecem destaque, como as 
atividades artesanais , desenvolvidas nas cidades e mesmo 
nos feudos, e as atividades comerciais.
O Trabalho e sua História 
• Nas cidades, o artesanato tinha uma organização rígida 
baseada nas corporações de ofício. 
• Nas sociedades que vemos neste tópico, da antiguidade até o 
fim da idade média, as concepções do que denominamos 
trabalho apresentam variações, mas poucas alterações. 
• Sempre muito desvalorizado, trabalho não era o elemento 
central, o núcleo que orientava as relações sociais.
O Trabalho e sua História 
Mapa de um feudo.
O Trabalho e sua História 
Ilustração do Trabalho Medieval - Campo.
O Trabalho e sua História 
Ilustração do Trabalho Medieval - Artesanal.
O Trabalho e sua História 
Ilustração da feira medieval.
O Trabalho como 
a gente conhece. 
• Começou no período moderno com a emergência do 
mercantilismo e do capitalismo, o trabalho “mudou de figura”. 
• Aos poucos começou a ser visto como algo positivo. 
• Isso aconteceu porque, não sendo possível contar com o 
serviço compulsório, foi preciso convencer as pessoas de que 
trabalhar para os outros era bom. 
• Mas como a estrutura anterior foi desagregada? Como os 
artesões e pequenos produtores se transformaram em 
assalariados? 
• Simples. Primeiro casa e local de trabalho foram separados; 
depois, separaram o trabalhador de seus instrumentos; por 
fim tiraram dele a possibilidade de conseguir a própria 
matéria-prima.
O Trabalho como 
a gente conhece. 
• Os comerciantes e industriais (hoje são também os 
empresários) que haviam acumulados riquezas passaram a 
financiar, organizar e coordenar a produção de mercadorias, 
definindo o que produzir e em quantidade. Afinal, o dinheiro 
era deles. 
• A transformação foi através de dois pontos a cooperação 
simples e o processo da manufatura. 
• A cooperação simples era mantida a hierarquia entre mestre 
artesão e seu aprendiz. 
• O processo manufatureiro, ou seja, uma cooperação 
avançada, o trabalhador continuava a ser o artesão, mas não 
fazia tudo do começo ao fim.
O Trabalho como 
a gente conhece. 
• A manufatura foi o segundo passo para o surgimento do 
trabalhador coletivo, ou seja, o artesão tornou-se um 
trabalhador sem entendimento da totalidade d o processo de 
trabalho e perdeu também seu controle. 
• Surgiu, então, A Maquinofatura. Com ela, o espaço de tralho, 
definitivamente, passou a ser a fábrica, pois era lá que 
estavam as máquinas que “comandavam” o processo de 
produção. 
• Com esse processo ocorreu o convencimento do trabalhador 
de que a situação presente era melhor do que anterior.
O Trabalho como 
a gente conhece. 
• Diversas instituições que colaboraram com essa cultura de 
trabalhar é bom: 
• As Igrejas: Não trabalhar é preguiça. E preguiça é pegado! 
• Os Governantes: Criaram leis para punir pessoas que não 
eram empregados, aqueles que eram desempregados eram 
considerados vagabundos e presos por vadiagem! 
• Os Empresários: Desenvolveram disciplinas bem rígidas para 
“domesticar” o trabalhador, como exemplo os horários de 
trabalho! 
• As Escolas: Passaram a colocar às crianças a cultura do 
trabalho ocioso com essas famosas história de contos de 
fadas, como “A Cigarra e A Formiga”, “Os Três Porquinhos”
O Trabalho como a gente conhece. 
Preguiça, ato considerado pecado por quem não trabalha!
O Trabalho como a gente conhece. 
O Governo utiliza meios para obrigar as pessoas trabalhar!
O Trabalho como a gente conhece. 
Os Empresários manipulavam horários para controlar o trabalhador!
O Trabalho como a gente conhece. 
Voltaire, filósofo francês
O Trabalho como a gente conhece. 
Ana Pavlova, Bailarina Russa
O Trabalho como a gente conhece. 
Fernandes Soares, Professor
O Trabalho como a gente conhece. 
Thomas Paine, Político Britânico.
O Trabalho como a gente conhece. 
Elbert Hubbard, Escritor e Filosofo Norte-Americano.
O Trabalho como a gente conhece. 
Steve Jobs, Empresário, Magnata da Informática americana.
O Trabalho como 
a gente conhece. 
Inglaterra França 
1650-1750 45 a 55 horas 50 a 60 horas 
1750-1850 72 a 80 horas 72 a 80 horas 
1850-1937 58 a 60 horas 60 a 68 horas 
Tabela da Carga horaria trabalhada no período moderno.
O Trabalho como 
a gente conhece. 
• Max Weber, em seu livro História econômica, publicado em 
1923, afirma que isso era necessário para que o capitalismo 
existisse. 
• O trabalhador era livre apenas legalmente porque, na 
realidade via-se forçado, pela necessidade e para não passar 
fome, a fazer o que lhe impunham. 
• Max Weber também tem outra obra chamada Ética 
Protestante e o Espirito do Capitalismo. 
• Neste livro, Weber avança a tese de que a ética e as 
ideias puritanas influenciaram o desenvolvimento do 
capitalismo.
O Trabalho como a gente conhece. 
Max Weber.
Marx e o Trabalho. 
• É muito dificil falar de Trabalho Assalariado e não falar de Karl 
Marx. 
• Marx é idealizador de uma sociedade com uma distribuição de 
renda justa e equilibrada, o economista, cientista social e 
revolucionário socialista alemão Karl Heinrich Marx, nasceu na 
data de 05 de maio de 1818, cursou Filosofia, Direito e 
História nas Universidades de Bonn e Berlim e foi um dos 
seguidores das ideias de Hegel. 
• Para Marx o trabalho tem como uma função algo assim: 
“ A relação capital, trabalho e alienação promovem a 
coisificação ou retificação do mundo, tornando-o objetivo, sendo 
que suas regras devem ser seguidas passivamente pelos seus 
componentes.”
Marx e o Trabalho. 
• Ou seja, o trabalho fica de uma forma em que o homem se 
tornar uma coisa, mais um objeto do sistema capitalista. 
• De uma forma simbólica, o homem é como se fossem dentes 
de uma engrenagem chamada capital que fica girando, 
quando um dente quebra ou se danificar, ou seja, quando um 
trabalhador não quer mais seguir as regras do sistema é 
demitido e colocado outro no lugar. 
• Para que serve o trabalhador segundo Marx, o operário serve 
com um o produto que faz surge o lucro do patrão, sendo 
assim o burguês, dono dos meios de produção, da fábrica e da 
mão-de-obra, tira adquiri seu capital no salário pago incorreto 
e injustamente ao proletariado. Isso se chama Mais - Valia
Marx e o Trabalho. 
Karl Marx.
Marx e o Trabalho. 
Max Weber.
Marx e o Trabalho. 
Mais Valia.
Divisão do Trabalho: Sexual. 
A mulher sendo descriminada no mercado de trabalho.
Divisão do Trabalho: Etária. 
Jovem aprendiz, chance ou exploração?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Indústria Cultural
Indústria CulturalIndústria Cultural
Indústria Cultural
Beatriz Schnaider Tontini
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
joana71
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Do artesanato à indústria
Do artesanato à indústriaDo artesanato à indústria
Do artesanato à indústria
Henrique Pontes
 
O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO
Rudolf Rotchild Costa Cavalcante
 
Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)
Andrea Rios
 
Trabalho e Sociedade
Trabalho e SociedadeTrabalho e Sociedade
Trabalho e Sociedade
Portal do Vestibulando
 
Empreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividadesEmpreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividades
Ana Valeria Silva
 
Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais
Isaquel Silva
 
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe AssunçãoAtividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
Marcioveras
 
Paisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugarPaisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugar
André Luiz Marques
 
Independência do Brasil
Independência do BrasilIndependência do Brasil
Independência do Brasil
Janaína Tavares
 
Obsolescência programada
Obsolescência programadaObsolescência programada
Obsolescência programada
Alexandre bezerraxan
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
Leonardo Caputo
 
Slide consumo-e-consumismo
Slide consumo-e-consumismoSlide consumo-e-consumismo
Slide consumo-e-consumismo
Cristina Meireles
 
As fases da revolução industrial
As fases  da revolução industrialAs fases  da revolução industrial
As fases da revolução industrial
Nelia Salles Nantes
 
História, fontes e historiadores
História, fontes e historiadoresHistória, fontes e historiadores
História, fontes e historiadores
Ivanilton Junior
 
Espaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalizaçãoEspaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalização
José Maria Ribeiro
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
homago
 

Mais procurados (20)

Indústria Cultural
Indústria CulturalIndústria Cultural
Indústria Cultural
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
Do artesanato à indústria
Do artesanato à indústriaDo artesanato à indústria
Do artesanato à indústria
 
O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO
 
Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)
 
Trabalho e Sociedade
Trabalho e SociedadeTrabalho e Sociedade
Trabalho e Sociedade
 
Empreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividadesEmpreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividades
 
Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais
 
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe AssunçãoAtividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
Atividade do filme tempos modernos - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
 
Paisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugarPaisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugar
 
Independência do Brasil
Independência do BrasilIndependência do Brasil
Independência do Brasil
 
Obsolescência programada
Obsolescência programadaObsolescência programada
Obsolescência programada
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
 
Slide consumo-e-consumismo
Slide consumo-e-consumismoSlide consumo-e-consumismo
Slide consumo-e-consumismo
 
As fases da revolução industrial
As fases  da revolução industrialAs fases  da revolução industrial
As fases da revolução industrial
 
História, fontes e historiadores
História, fontes e historiadoresHistória, fontes e historiadores
História, fontes e historiadores
 
Espaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalizaçãoEspaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalização
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 

Semelhante a O trabalho nas nossas vidas blog

IECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EM
IECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EMIECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EM
IECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EM
profrodrigoribeiro
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
Raphaelszm
 
Cp aula 3
Cp aula 3 Cp aula 3
Cp aula 3
Maira Conde
 
Trabalho.ppt
Trabalho.pptTrabalho.ppt
Trabalho.ppt
Igor da Silva
 
Ficha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdf
Ficha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdfFicha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdf
Ficha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdf
Alcinda Carmelino
 
Aula 01 sociologia do trabalho
Aula 01 sociologia do trabalhoAula 01 sociologia do trabalho
Aula 01 sociologia do trabalho
Daniel Alves
 
Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho? Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho?
Leticia Santos
 
Trabalho e Capitalismo
Trabalho e CapitalismoTrabalho e Capitalismo
Trabalho e Capitalismo
Jean Carlos Dantas Formiga Formiga
 
PP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptx
PP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptxPP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptx
PP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptx
600RuiDrioTeixeiraSo
 
As bases do trabalho
As bases do trabalhoAs bases do trabalho
As bases do trabalho
Ricardo739
 
Evolução e História do trabalho 3º Ano.pptx
Evolução e História do trabalho 3º Ano.pptxEvolução e História do trabalho 3º Ano.pptx
Evolução e História do trabalho 3º Ano.pptx
GeDomingues1
 
Trabalho enquanto categoria sociológica
Trabalho enquanto categoria sociológicaTrabalho enquanto categoria sociológica
Trabalho enquanto categoria sociológica
Matheus Rodrigues
 
5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf
5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf
5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf
margaridabotanica
 
Emprego aki
Emprego akiEmprego aki
Pdf vds dvdp_an_c09_m
Pdf vds dvdp_an_c09_mPdf vds dvdp_an_c09_m
Pdf vds dvdp_an_c09_m
Everton Pimenta
 
AI_M4_6.1.pdf
AI_M4_6.1.pdfAI_M4_6.1.pdf
AI_M4_6.1.pdf
Sandra Costa
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
roberto mosca junior
 
Aula - trabalho (conceito e texto apostila).ppt
Aula - trabalho (conceito e texto apostila).pptAula - trabalho (conceito e texto apostila).ppt
Aula - trabalho (conceito e texto apostila).ppt
MarceloCardosodaCost
 
Trabalho
Trabalho Trabalho
Evolução histórica do conceito de trabalho
Evolução histórica do conceito de trabalhoEvolução histórica do conceito de trabalho
Evolução histórica do conceito de trabalho
Tony Abreu
 

Semelhante a O trabalho nas nossas vidas blog (20)

IECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EM
IECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EMIECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EM
IECJ - Cap. 04 - Trabalho - 1º ano - EM
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
 
Cp aula 3
Cp aula 3 Cp aula 3
Cp aula 3
 
Trabalho.ppt
Trabalho.pptTrabalho.ppt
Trabalho.ppt
 
Ficha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdf
Ficha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdfFicha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdf
Ficha de Trabalho Nº 1 - 369663947-Ficha-de-Trabalho-Nº-1.pdf
 
Aula 01 sociologia do trabalho
Aula 01 sociologia do trabalhoAula 01 sociologia do trabalho
Aula 01 sociologia do trabalho
 
Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho? Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho?
 
Trabalho e Capitalismo
Trabalho e CapitalismoTrabalho e Capitalismo
Trabalho e Capitalismo
 
PP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptx
PP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptxPP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptx
PP_O TRAB, EVOLUÇÃO E ESTATUTO OCIDENTE.pptx
 
As bases do trabalho
As bases do trabalhoAs bases do trabalho
As bases do trabalho
 
Evolução e História do trabalho 3º Ano.pptx
Evolução e História do trabalho 3º Ano.pptxEvolução e História do trabalho 3º Ano.pptx
Evolução e História do trabalho 3º Ano.pptx
 
Trabalho enquanto categoria sociológica
Trabalho enquanto categoria sociológicaTrabalho enquanto categoria sociológica
Trabalho enquanto categoria sociológica
 
5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf
5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf
5 - SLIDE MUNDO DO TRABALHO - 2º ANO.pdf
 
Emprego aki
Emprego akiEmprego aki
Emprego aki
 
Pdf vds dvdp_an_c09_m
Pdf vds dvdp_an_c09_mPdf vds dvdp_an_c09_m
Pdf vds dvdp_an_c09_m
 
AI_M4_6.1.pdf
AI_M4_6.1.pdfAI_M4_6.1.pdf
AI_M4_6.1.pdf
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Aula - trabalho (conceito e texto apostila).ppt
Aula - trabalho (conceito e texto apostila).pptAula - trabalho (conceito e texto apostila).ppt
Aula - trabalho (conceito e texto apostila).ppt
 
Trabalho
Trabalho Trabalho
Trabalho
 
Evolução histórica do conceito de trabalho
Evolução histórica do conceito de trabalhoEvolução histórica do conceito de trabalho
Evolução histórica do conceito de trabalho
 

Mais de dinicmax

Símbolos blog
Símbolos   blogSímbolos   blog
Símbolos blog
dinicmax
 
O que nos une blog
O que nos une   blogO que nos une   blog
O que nos une blog
dinicmax
 
Estado e governo blog
Estado e governo   blogEstado e governo   blog
Estado e governo blog
dinicmax
 
O povo e suas manifestações
O povo e suas manifestaçõesO povo e suas manifestações
O povo e suas manifestações
dinicmax
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homem
dinicmax
 
O jovem na sociedade
O jovem na sociedadeO jovem na sociedade
O jovem na sociedade
dinicmax
 
A sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedadeA sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedade
dinicmax
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniadinicmax
 
Diversidades no brasil
Diversidades no brasilDiversidades no brasil
Diversidades no brasil
dinicmax
 
Redemocratização e neoliberalismo
Redemocratização e  neoliberalismoRedemocratização e  neoliberalismo
Redemocratização e neoliberalismo
dinicmax
 
Reforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasilReforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasil
dinicmax
 
Redemocratização
RedemocratizaçãoRedemocratização
Redemocratização
dinicmax
 
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditaduraManifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
dinicmax
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
dinicmax
 
História
HistóriaHistória
História
dinicmax
 
Ditadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanosDitadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanos
dinicmax
 
Década de 60
Década de 60Década de 60
Década de 60
dinicmax
 
História 2º ano 3º
História   2º ano 3ºHistória   2º ano 3º
História 2º ano 3º
dinicmax
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independencias
dinicmax
 
Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50
dinicmax
 

Mais de dinicmax (20)

Símbolos blog
Símbolos   blogSímbolos   blog
Símbolos blog
 
O que nos une blog
O que nos une   blogO que nos une   blog
O que nos une blog
 
Estado e governo blog
Estado e governo   blogEstado e governo   blog
Estado e governo blog
 
O povo e suas manifestações
O povo e suas manifestaçõesO povo e suas manifestações
O povo e suas manifestações
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homem
 
O jovem na sociedade
O jovem na sociedadeO jovem na sociedade
O jovem na sociedade
 
A sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedadeA sociologia e a sociedade
A sociologia e a sociedade
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadania
 
Diversidades no brasil
Diversidades no brasilDiversidades no brasil
Diversidades no brasil
 
Redemocratização e neoliberalismo
Redemocratização e  neoliberalismoRedemocratização e  neoliberalismo
Redemocratização e neoliberalismo
 
Reforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasilReforma agrária no brasil
Reforma agrária no brasil
 
Redemocratização
RedemocratizaçãoRedemocratização
Redemocratização
 
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditaduraManifestações culturais no brasil durante a ditadura
Manifestações culturais no brasil durante a ditadura
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
História
HistóriaHistória
História
 
Ditadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanosDitadura militar e direitos humanos
Ditadura militar e direitos humanos
 
Década de 60
Década de 60Década de 60
Década de 60
 
História 2º ano 3º
História   2º ano 3ºHistória   2º ano 3º
História 2º ano 3º
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independencias
 
Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50
 

O trabalho nas nossas vidas blog

  • 1. O Trabalho nas nossas vidas. A História do Trabalho Suas divisões: sexuais, etárias e manufatureira.
  • 2. O Trabalho • O trabalho é um assunto sobre o qual sempre há muitas perguntas a fazer. Afinal. Para que ele existe? Quem o inventou? Seu significado é semelhante nas diferentes sociedade? • Podemos definir trabalho como qualquer atividade física ou intelectual, realizada por ser humano, cujo objetivo é fazer, transformar ou obter algo. • Sendo assim, se dizermos que o trabalho existe para satisfazer as necessidades humanas, desde as mais simples, como as de alimento, vestimenta e abrigo, até as mais complexas, como as de lazer, crença e fantasia. É uma simples humana.
  • 3. O Trabalho • O trabalho sempre fez parte da vida dos seres humanos. Foi através dele que as civilizações conseguiram se desenvolver e alcançar o nível atual. • O trabalho gera conhecimentos, riquezas materiais, satisfação pessoal e desenvolvimento econômico. • Por isso ele é e sempre foi muito valorizado em todas as sociedades. • Mas hoje o trabalho tem outro sentido.
  • 4. Trabalho X Emprego • Vale dizer que há diferença entre trabalho e emprego. Enquanto o primeiro envolve a atividade executada em si, o segundo refere-se ao cargo ou ocupação de um indivíduo numa empresa ou órgão público. Sem trabalho eu não sou nada Não tenho dignidade Não sinto o meu valor Não tenho identidade Mas o que eu tenho É só um emprego E um salário miserável Eu tenho o meu ofício Que me cansa de verdade Tem gente que não tem nada E outros que tem mais do que precisam Tem gente que não quer saber de trabalhar...
  • 5. O Trabalho e sua História • Nas sociedades tribais diferenciam-se uma das outras em muitos aspectos, mas pode–se dizer, em termos gerais, a denominação de trabalho é diferente do nosso termo. • As sociedades tribais todos fazem quase tudo, e as atividades relacionadas à obtenção do que as pessoas necessitam para se manter – caça, coleta, agricultura e criação. • A organização dessas atividades caracteriza-se pela divisão das tarefas por sexo e por idade. • O Antropólogo, Marshall Sahlins, chamam essa sociedade de “Sociedades da Abundancia” ou “Sociedade do Lazer”. Pois eles dedicavam um mínimo de horas diárias ao que chamamos de trabalho.
  • 6. O Trabalho e sua História
  • 7. O Trabalho e sua História
  • 8. O Trabalho e sua História Os Ianomâmis
  • 9. O Trabalho e sua História • A explicação para o fato de os povos tribais trabalharem muito menos do que nós está no modo como se relaciona, com a natureza, também diferente de nosso. • Por um lado, para eles, a terra é o espaço em que vivem e tem valor cultural, pois dá aos humanos seus frutos: a floresta presenteia os caçadores com os animais de que necessitam parar a sobrevivência e os rios oferecem os peixes que ajudam na alimentação. • Tudo isso é um presente da “mãe natureza”
  • 10. O Trabalho e sua História Avatar – James Cameron - 2009
  • 11. O Trabalho e sua História • Na Antiguidade Clássica o termo trabalho pode ser nascido do vocábulo latino tripallium, que significa “instrumento de tortura”, e por muito tempo este associado à ideia de atividade penosa e torturante. • Existiam outros tralhadores além dos escravos, como os meeiros, os artesões e os camponeses. • No entanto, mesmo os trabalhadores livres eram explorados e oprimidos pelos senhores e proprietários.
  • 12. O Trabalho e sua História Imagem ilustrando o trabalho na antiguidade
  • 13. O Trabalho e sua História Imagem ilustrando o trabalho na antiguidade
  • 14. O Trabalho e sua História Os Meeiros - Hoje
  • 15. O Trabalho e sua História O Artesão - Hoje
  • 16. O Trabalho e sua História Um Camponês
  • 17. O Trabalho e sua História • Nas sociedades feudais, como no mundo greco-romano, havia também aqueles que trabalhavam – os servos, os camponeses livres e os aldeões – e aqueles que viviam de trabalho dos outros - os senhores feudais e os membros do clero. • Muitos trabalhavam em regime de servidão, no qual não gozavam de plena liberdade, mas também não eram escravos. • Além de cultivar as terras a ele destinadas, servo era obrigado a trabalhar nas terras do senhor. • Outras formas de trabalho merecem destaque, como as atividades artesanais , desenvolvidas nas cidades e mesmo nos feudos, e as atividades comerciais.
  • 18. O Trabalho e sua História • Nas cidades, o artesanato tinha uma organização rígida baseada nas corporações de ofício. • Nas sociedades que vemos neste tópico, da antiguidade até o fim da idade média, as concepções do que denominamos trabalho apresentam variações, mas poucas alterações. • Sempre muito desvalorizado, trabalho não era o elemento central, o núcleo que orientava as relações sociais.
  • 19. O Trabalho e sua História Mapa de um feudo.
  • 20. O Trabalho e sua História Ilustração do Trabalho Medieval - Campo.
  • 21. O Trabalho e sua História Ilustração do Trabalho Medieval - Artesanal.
  • 22. O Trabalho e sua História Ilustração da feira medieval.
  • 23. O Trabalho como a gente conhece. • Começou no período moderno com a emergência do mercantilismo e do capitalismo, o trabalho “mudou de figura”. • Aos poucos começou a ser visto como algo positivo. • Isso aconteceu porque, não sendo possível contar com o serviço compulsório, foi preciso convencer as pessoas de que trabalhar para os outros era bom. • Mas como a estrutura anterior foi desagregada? Como os artesões e pequenos produtores se transformaram em assalariados? • Simples. Primeiro casa e local de trabalho foram separados; depois, separaram o trabalhador de seus instrumentos; por fim tiraram dele a possibilidade de conseguir a própria matéria-prima.
  • 24. O Trabalho como a gente conhece. • Os comerciantes e industriais (hoje são também os empresários) que haviam acumulados riquezas passaram a financiar, organizar e coordenar a produção de mercadorias, definindo o que produzir e em quantidade. Afinal, o dinheiro era deles. • A transformação foi através de dois pontos a cooperação simples e o processo da manufatura. • A cooperação simples era mantida a hierarquia entre mestre artesão e seu aprendiz. • O processo manufatureiro, ou seja, uma cooperação avançada, o trabalhador continuava a ser o artesão, mas não fazia tudo do começo ao fim.
  • 25. O Trabalho como a gente conhece. • A manufatura foi o segundo passo para o surgimento do trabalhador coletivo, ou seja, o artesão tornou-se um trabalhador sem entendimento da totalidade d o processo de trabalho e perdeu também seu controle. • Surgiu, então, A Maquinofatura. Com ela, o espaço de tralho, definitivamente, passou a ser a fábrica, pois era lá que estavam as máquinas que “comandavam” o processo de produção. • Com esse processo ocorreu o convencimento do trabalhador de que a situação presente era melhor do que anterior.
  • 26. O Trabalho como a gente conhece. • Diversas instituições que colaboraram com essa cultura de trabalhar é bom: • As Igrejas: Não trabalhar é preguiça. E preguiça é pegado! • Os Governantes: Criaram leis para punir pessoas que não eram empregados, aqueles que eram desempregados eram considerados vagabundos e presos por vadiagem! • Os Empresários: Desenvolveram disciplinas bem rígidas para “domesticar” o trabalhador, como exemplo os horários de trabalho! • As Escolas: Passaram a colocar às crianças a cultura do trabalho ocioso com essas famosas história de contos de fadas, como “A Cigarra e A Formiga”, “Os Três Porquinhos”
  • 27. O Trabalho como a gente conhece. Preguiça, ato considerado pecado por quem não trabalha!
  • 28. O Trabalho como a gente conhece. O Governo utiliza meios para obrigar as pessoas trabalhar!
  • 29. O Trabalho como a gente conhece. Os Empresários manipulavam horários para controlar o trabalhador!
  • 30. O Trabalho como a gente conhece. Voltaire, filósofo francês
  • 31. O Trabalho como a gente conhece. Ana Pavlova, Bailarina Russa
  • 32. O Trabalho como a gente conhece. Fernandes Soares, Professor
  • 33. O Trabalho como a gente conhece. Thomas Paine, Político Britânico.
  • 34. O Trabalho como a gente conhece. Elbert Hubbard, Escritor e Filosofo Norte-Americano.
  • 35. O Trabalho como a gente conhece. Steve Jobs, Empresário, Magnata da Informática americana.
  • 36. O Trabalho como a gente conhece. Inglaterra França 1650-1750 45 a 55 horas 50 a 60 horas 1750-1850 72 a 80 horas 72 a 80 horas 1850-1937 58 a 60 horas 60 a 68 horas Tabela da Carga horaria trabalhada no período moderno.
  • 37. O Trabalho como a gente conhece. • Max Weber, em seu livro História econômica, publicado em 1923, afirma que isso era necessário para que o capitalismo existisse. • O trabalhador era livre apenas legalmente porque, na realidade via-se forçado, pela necessidade e para não passar fome, a fazer o que lhe impunham. • Max Weber também tem outra obra chamada Ética Protestante e o Espirito do Capitalismo. • Neste livro, Weber avança a tese de que a ética e as ideias puritanas influenciaram o desenvolvimento do capitalismo.
  • 38. O Trabalho como a gente conhece. Max Weber.
  • 39. Marx e o Trabalho. • É muito dificil falar de Trabalho Assalariado e não falar de Karl Marx. • Marx é idealizador de uma sociedade com uma distribuição de renda justa e equilibrada, o economista, cientista social e revolucionário socialista alemão Karl Heinrich Marx, nasceu na data de 05 de maio de 1818, cursou Filosofia, Direito e História nas Universidades de Bonn e Berlim e foi um dos seguidores das ideias de Hegel. • Para Marx o trabalho tem como uma função algo assim: “ A relação capital, trabalho e alienação promovem a coisificação ou retificação do mundo, tornando-o objetivo, sendo que suas regras devem ser seguidas passivamente pelos seus componentes.”
  • 40. Marx e o Trabalho. • Ou seja, o trabalho fica de uma forma em que o homem se tornar uma coisa, mais um objeto do sistema capitalista. • De uma forma simbólica, o homem é como se fossem dentes de uma engrenagem chamada capital que fica girando, quando um dente quebra ou se danificar, ou seja, quando um trabalhador não quer mais seguir as regras do sistema é demitido e colocado outro no lugar. • Para que serve o trabalhador segundo Marx, o operário serve com um o produto que faz surge o lucro do patrão, sendo assim o burguês, dono dos meios de produção, da fábrica e da mão-de-obra, tira adquiri seu capital no salário pago incorreto e injustamente ao proletariado. Isso se chama Mais - Valia
  • 41. Marx e o Trabalho. Karl Marx.
  • 42. Marx e o Trabalho. Max Weber.
  • 43. Marx e o Trabalho. Mais Valia.
  • 44. Divisão do Trabalho: Sexual. A mulher sendo descriminada no mercado de trabalho.
  • 45. Divisão do Trabalho: Etária. Jovem aprendiz, chance ou exploração?