SlideShare uma empresa Scribd logo
1
Peter B. S. Mello, PMP, PMI-SP, SpS
http://peter.smello.email
Gestão de Recursos Compartilhados
e Análise de Portfolio
2
A Gestão de Recursos Compartilhados é um dos maiores desafios no desenvolvimento
de uma carteira de projetos em empresas de qualquer segmento.
O objetivo da apresentação é o de demonstrar as perspectivas de aplicação do
desenvolvimento de cronogramas baseado em restrições de recursos e a sua
aplicação em projetos, programas e na análise do Portfolio de uma empresa.
Os conceitos apresentados tem aplicação tanto na área de Serviços
(Tecnologia da Informação / desenvolvimento de software, por exemplo) como em
projetos de Engenharia, Construção e Montagem.
Gestão de Recursos Compartilhados
e Análise de Portfolio
33
• Nivelamento de Conceitos
– Restrições
– Processos x Projetos x Portfolio
– Recursos
• Projetos em um Portfolio
• Cenários com Recursos Compartilhados
• A restrição TEMPO
• Restrições por Tempo & Recursos
• Gestão de Recursos no Portfolio
Agenda
4
Restrições 4

Recomendado para você

Roadmap do PMO
Roadmap do PMORoadmap do PMO
Roadmap do PMO

Este documento fornece um guia detalhado para planejar e implementar um escritório de gerenciamento de projetos (PMO), dividido em 4 seções principais: 1) Revisão e fundamentos, 2) Planejamento, 3) Implementação, 4) Gerenciamento. A seção de planejamento inclui mapear stakeholders, definir escopo, avaliar maturidade, revisar caso de negócios e desenvolver métricas. A implementação abrange comunicação, mudança organizacional, treinamento, ferramentas e transição. A gerência trata de

pmo
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docGestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc

O documento discute os processos de gerenciamento de projetos. Ele apresenta perguntas e respostas sobre organização de projetos, funções de gerentes e coordenadores de projetos, identificação de partes interessadas e desenvolvimento de planos e orçamentos.

Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS ProjectPalestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project

Palestra proferida na III Semana Acadêmica de Construção de Edifícios - IFMA Campus Santa Inês. Tema: Gerenciamento, planejamento e execução de obras – utilização do software MS Project.

projetosms projectgestão de projetos
5
Restrições 5
6
6
• MÉTODO e
MEDIÇÃO
• (LEIS, NORMAS,
CONTRATOS, CULTURA,
PROJETO, etc...)
RESTRIÇÃO
POLÍTICA:
NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS...
• MATERIAL, MÁQUINA,
MEIO-AMBIENTE e MÃO-
DE-OBRA
• (CONCRETO, CAMINHÃO-
PIPA, CHUVA, SOLDADOR
etc...)
RESTRIÇÃO
FÍSICA:
7
7NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS...
MOEDA
8
8NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS...
 As tarefas e/ou atividades de um projeto são:
PROCESSOS
 Um Processo existe ao longo da
LINHA DO TEMPO
 Um Processo é caracterizado por:
Entrada, Transformação e Saída

Recomendado para você

FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...

O projeto tem como objetivo implantar um sistema ERP nos módulos de contas a pagar, receber, contabilidade e faturamento da empresa Importex Ltda. A implantação do ERP visa integrar os processos atualmente fragmentados da empresa, melhorando a produtividade e competitividade. O projeto terá duração de 18 meses e orçamento de R$1,5 milhão. O gerente de projeto, Sr. GP, liderará a equipe multidisciplinar na seleção do sistema, configuração, testes e treinamento.

escopo pmbok projetos fgv bauru natalia venanzoni
Implantação do Escritório de Projetos
Implantação do Escritório de ProjetosImplantação do Escritório de Projetos
Implantação do Escritório de Projetos

Titulo: Implantação do Escritório de Projetos Alunos:Amora Vieira,Ana Cristiane Cesário,Juan Alberto,Jupira Nunes de Carvalho, Cidade: Natal Disciplina: Integração Turma: GP06 Data:23-05-2014 Hora:01:11 Comentarios: Publico até ápos a correção

Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos

O documento discute a gestão do escopo de projetos, incluindo a definição de necessidades, objetivos, planejamento do escopo e qualidade. Ele explica como identificar as necessidades do negócio, requisitos e características do produto, e razões para selecionar o projeto. Também discute a estrutura analítica de projetos e como decompor o escopo em entregáveis menores.

riscosqualidadegestão
9
9NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS...
 Um Processo consome:
RECURSOS
 Recursos podem ser:
Reutilizáveis
(mão-de-obra e equipamentos)
Consumíveis
(materiais)
10
10NA GESTÃO DO PORTFOLIO ...
 PROJETOS são PROCESSOS, caracterizados por:
 Entrada
 TRANSFORMAÇÃO
 Saída
11
11NA GESTÃO DO PORTFOLIO ...
 PROJETOS são PROCESSOS, que consomem
 Recursos próprios
 Recursos compartilhados
12
12NA GESTÃO DO PORTFOLIO ...
Portfolio Standard, PMI, 3ª ed.
 Como são selecionados projetos em
um portfolio?
 Até onde são analisadas
interdependências de recursos?

Recomendado para você

Gestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casosGestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casos

O documento discute a gestão de projetos através do estudo de caso da Lockheed Martin no Programa Joint Strike Fighter. O caso demonstra como a Lockheed assumiu riscos técnicos e organizacionais para desenvolver uma solução inovadora, formou parcerias com concorrentes e gerenciou stakeholders de forma efetiva para vencer a competição.

Gerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em ProjetosGerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em Projetos

O documento discute o gerenciamento do escopo de projetos, incluindo a importância de definir claramente o escopo, criar uma estrutura analítica de projeto para decompor as entregas e monitorar continuamente o escopo para lidar com mudanças.

pmiescopoprojetos
Pt pmp handbook_full_portuguese
Pt pmp handbook_full_portuguesePt pmp handbook_full_portuguese
Pt pmp handbook_full_portuguese

Este documento fornece informações sobre o processo de certificação PMP, incluindo: 1) Os requisitos de elegibilidade para a credencial PMP, que incluem uma combinação de educação, experiência em gerenciamento de projetos e horas de formação; 2) O passo-a-passo do processo de certificação, desde a inscrição até a manutenção da credencial; 3) Detalhes sobre o exame PMP, como agendamento, local, duração, cobrança de taxas e políticas.

13
13
PortfolioStandard,PMI,3ªed.
14
14
PortfolioStandard,PMI,3ªed.
15
15
PortfolioStandard,PMI,3ªed.
16
16
PortfolioStandard,PMI,3ªed.

Recomendado para você

Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...

O documento discute a situação das organizações brasileiras em relação ao uso da gestão de portfólio de projetos para alinhar projetos com a estratégia organizacional. Apresenta a introdução, objetivos, referencial teórico e revisão de literatura sobre gestão de portfólio e modelos de alinhamento. A metodologia propõe grupos focais para explorar como as organizações brasileiras abordam o alinhamento de projetos e estratégia.

mestradogestão de portfólio de projetosgestão estratégica
Orientação de projetos
Orientação de projetosOrientação de projetos
Orientação de projetos

Este documento fornece orientações para a elaboração de projetos educacionais no programa Reinventando o Ensino Médio. Ele descreve o modelo de projeto "Skopos" que inclui: 1) Escopo com a definição do problema, justificativa, objetivos e resultados esperados; 2) Plano de ação com detalhamento de atividades e cronograma; 3) Plano de monitoramento e avaliação. O documento fornece exemplos para auxiliar na aplicação deste modelo na construção de projetos nas escolas.

Gerencia do Escopo do Projeto
Gerencia do Escopo do ProjetoGerencia do Escopo do Projeto
Gerencia do Escopo do Projeto

A gerência do escopo do projeto envolve definir o trabalho necessário para concluir o projeto e garantir que apenas esse trabalho esteja incluído. Isso é feito por meio de planejamento, declaração de escopo e controle de mudanças no escopo. A verificação do escopo ocorre no final do projeto e de fases para aceitar formalmente o trabalho concluído.

17
17Cenários com Recursos Compartilhados
Área
1
Área
2
Área
3
Operações Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3
Recursos Próprios
do Projeto
18
18Restrição: Tempo
Definir Desenvolver Implementar
Definir Desenvolver Implementar
10 dias 10 dias 5 dias
5 dias 10 dias 5 dias
19
19Restrição: Tempo
Definir Desenvolver Implementar
Definir Desenvolver Implementar
10 dias 10 dias 5 dias
5 dias 10 dias 5 dias
25 dias
20
20Restrição: Tempo & Recursos
Definir Desenvolver Implementar
Definir Desenvolver Implementar
10 dias 10 dias 5 dias
5 dias 10 dias 5 dias
25 dias
Joe
Joe
Lucy
Lucy

Recomendado para você

Tcc grupo
Tcc grupoTcc grupo
Tcc grupo

O documento propõe implantar um PMO (Project Management Office) na gerência de planejamento de uma grande empresa para integrar e eficientizar a gestão de projetos. A pesquisa será quantitativa, exploratória e descritiva, baseada em bibliografia e entrevistas com 10 gerentes, usando questionários e estatística.

Elaboração de projetos acadêmicos
Elaboração de projetos acadêmicosElaboração de projetos acadêmicos
Elaboração de projetos acadêmicos

O documento discute a metodologia para elaboração de projetos. Ele define projeto, apresenta exemplos e fatores de sucesso. Também descreve a estrutura da gerência de projetos segundo o PMI, incluindo gestão de escopo, tempo, custo e riscos. Por fim, aborda detalhes como lista de atividades, cronogramas, orçamentos e a estrutura comum de projetos.

projetosacademicosprojetos
Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5

Este documento resume as principais mudanças na quinta edição do guia PMBOK, incluindo: 1) A adição de um décimo processo de gerenciamento de partes interessadas; 2) A adição de seis novos processos; 3) A alteração do nome de dez processos.

gerenciamento de projetospmbok 5gestão de projetos
21
21Restrição: Tempo & Recursos
Definir Desenvolver Implementar
Definir Desenvolver Implementar
10 dias 10 dias 5 dias
5 dias10 dias5 dias
35 dias
Joe Lucy
Joe
Lucy
22
22Restrição: Tempo & Recursos
Definir Desenvolver Implementar
Definir Desenvolver Implementar
10 dias 10 dias 5 dias
5 dias10 dias5 dias
35 dias
Joe Lucy
Joe
Lucy
Retardo em
função de JOE
Retardo em
função da
Tarefa
Retardo em
função de
Lucy
Retardo em
função da
Tarefa
10 dias 10 dias 10 dias 5 dias
23
23Caminho Crítico por Recursos
Definir Desenvolver Implementar
Definir Desenvolver Implementar
10 dias 10 dias 5 dias
5 dias10 dias5 dias
35 dias
Joe Lucy
Joe
Lucy
Retardo em
função de JOE
Retardo em
função da
Tarefa
Retardo em
função de
Lucy
Retardo em
função da
Tarefa
10 dias 10 dias 10 dias 5 dias
24
24Disponibilidade para o Portfolio
Definir Desenvolver Implementar
Definir Desenvolver Implementar
10 dias 10 dias 5 dias
5 dias10 dias5 dias
35 dias
Joe Lucy
Joe
Lucy
Disponibilidade
de Joe
Outras
disponibilidades

Recomendado para você

Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project
Ferramentas de gestão do tempo no Spider ProjectFerramentas de gestão do tempo no Spider Project
Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project

EAP, Diagramas de Rede, Gantt de Atividades e de Recursos, Histogramas, sobrecargas e capacidade, orçamento de projeto, despesas e cronogramas de pagamento. Descubra custos "escondidos" com a aplicação de atividades "hammock"

pmicronogramaspmello
1o projeto Spider Project SCPM
1o projeto Spider Project SCPM1o projeto Spider Project SCPM
1o projeto Spider Project SCPM

Apresentação base para apresentação em vídeo para a aplicação do Spider CPM para novos usuários. Esta apresentação substitui os outros cinco conjuntos apresentados anteriormente. O video está em www.thespiderteam.com/slides/slide001

pmiscpmms-project
Metricas, indicadores, planejamento & controle em projetos.
Metricas,  indicadores,  planejamento & controle em projetos.Metricas,  indicadores,  planejamento & controle em projetos.
Metricas, indicadores, planejamento & controle em projetos.

Métricas, Indicadores, desenvolvimento de Curvas-S, Análise de Valor Agregado, Estrutura Analítica de Projetos, Desenvolvimento de Cronogramas e quebra de paradigmas para a Gestão de Projetos

gestão de projetospmianálise de valor agregado
25
Definir Desenvolver Implementar
25Caminho Crítico por Recursos (2)
Definir Desenvolver Implementar 30 dias
Retardo em
função de JOE
Retardo em
função de
JOE e LUCY
Retardo em
função de
Lucy
Retardo em
função da
Tarefa
5 dias 10 dias 10 dias 5 dias
26
26Comparativo entre alternativas
5 dias 5 dias 5 dias 5 dias 5 dias 5 dias 5 dias
35 dias
30 dias
27
27Gestão de Recursos no Portfolio
 Criar biblioteca de Padrões
 Fases / Atividades / Recursos / Métricas
 Unificar dados
 Empresa / Subfornecedores
 Nivelar recursos baseado em:
 Prioridades;
 Disponibilidades;
 Produtividade;
 Habilidades;
28
28Gestão de Recursos no Portfolio
 Substituir o CPM (Método do Caminho Crítico)
pelo RCP (Caminho Crítico dos Recursos
 Investir no Planejamento
 Aplicar o PDCA continuamente
 Planejar / Desenvolver
 Controlar / Agir
 Aplicar o 7M
 Material, Mão-de-Obra, Máquina, Método, Meio-Ambiente,
Medição, Moeda

Recomendado para você

Introdução ao Spider CPM (5)
Introdução ao Spider CPM (5)Introdução ao Spider CPM (5)
Introdução ao Spider CPM (5)

Este documento discute conceitos relacionados ao caminho crítico em projetos. Explica que o caminho crítico é a sequência de atividades que determina a duração mínima de um projeto. Também destaca que, na prática, fatores como fins de semana podem aumentar a duração real de um projeto em relação à duração calculada apenas com base nas atividades.

pmiscpmpmbok
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)

O documento descreve um aplicativo para calcular a variação de prazo de um projeto com base no método do prazo agregado. Ele apresenta exemplos ilustrativos de como calcular a variação de prazo a cada mês comparando o avanço real com o planejado. O aplicativo permite acompanhar facilmente a tendência de melhoria ou piora do desempenho do projeto em relação aos prazos planejados.

pmivalor agregadopmbok
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso ProfissionalSpider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional

O documento resume as principais diferenças e funcionalidades em comum entre os softwares SpiderCPM e SpiderDesk200. O SpiderCPM possui um conjunto mais completo de recursos enquanto o SpiderDesk200 suporta projetos de até 200 atividades de forma gratuita. Ambos compartilham diversas funcionalidades avançadas de gerenciamento e planejamento de projetos.

cpmpmipmbok
29
Peter Berndt de Souza Mello, PMP (2003), SpS (2007), PMI-SP
(2008), tem mais de 15 anos de experiência na aplicação das
melhores práticas preconizadas pelo Project Management Institute,
em empresas de variados segmentos, como Mineração, TI, Telecom,
Óleo e Gás, entre outros. Atualmente é Consultor em Gerenciamento
de Projetos na TMSA – Tecnologia em Movimentação, atuando em
projetos de Engineering-to-Order, Manufatura, Montagem
Eletromecânica e Automação de Transportadores de Correia e
Carregadores de Navios para Mineração e Agronegócio.
Especialista em Otimização de Recursos através da aplicação do
Spider Project Professional; receptor do prêmio PMI Best of the Best
2009 por excelência em Gestão de Projetos.
| http://peter.smello.email | http://spiderproject.com.br |
Sobre o palestrante
peter@smello.email
Parte do conteúdo desta palestra foi desenvolvido a partir de trabalhos anteriores com Jefferson Guimarães, EdwardFern, Vladimir Liberzon e Marcus Possi

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Implantação de um PMO
Implantação de um PMOImplantação de um PMO
Implantação de um PMO
Marco Coghi
 
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico GonzalesGestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Marcus Vinícius Godinho, MBA BPM
 
Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...
Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...
Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...
IMED Virtual
 
Roadmap do PMO
Roadmap do PMORoadmap do PMO
Roadmap do PMO
CompanyWeb
 
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docGestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
neyfds
 
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS ProjectPalestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
elonvila
 
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
nvenanzoni
 
Implantação do Escritório de Projetos
Implantação do Escritório de ProjetosImplantação do Escritório de Projetos
Implantação do Escritório de Projetos
Marco Coghi
 
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Gestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casosGestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casos
Eduardo Longo
 
Gerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em ProjetosGerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em Projetos
Mauro Sotille, MBA, PMP
 
Pt pmp handbook_full_portuguese
Pt pmp handbook_full_portuguesePt pmp handbook_full_portuguese
Pt pmp handbook_full_portuguese
Cristiano Santos
 
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
Fernando Dantas
 
Orientação de projetos
Orientação de projetosOrientação de projetos
Orientação de projetos
pactoensinomedioufu
 
Gerencia do Escopo do Projeto
Gerencia do Escopo do ProjetoGerencia do Escopo do Projeto
Gerencia do Escopo do Projeto
Robson Silva Espig
 
Tcc grupo
Tcc grupoTcc grupo
Tcc grupo
farbache
 
Elaboração de projetos acadêmicos
Elaboração de projetos acadêmicosElaboração de projetos acadêmicos
Elaboração de projetos acadêmicos
Cursos Profissionalizantes
 
Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5
Fernando Palma
 

Mais procurados (18)

Implantação de um PMO
Implantação de um PMOImplantação de um PMO
Implantação de um PMO
 
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico GonzalesGestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
 
Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...
Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...
Principais estratégias de Gestão de Projetos para minimizar a probabilidade d...
 
Roadmap do PMO
Roadmap do PMORoadmap do PMO
Roadmap do PMO
 
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docGestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
 
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS ProjectPalestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
Palestra_ III SEMACED_ Gestão de projetos e MS Project
 
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
FGV Bauru GPJ7 - Plano de Gerenciamento de Escopo v1 - Disciplina Concorrênci...
 
Implantação do Escritório de Projetos
Implantação do Escritório de ProjetosImplantação do Escritório de Projetos
Implantação do Escritório de Projetos
 
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
 
Gestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casosGestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casos
 
Gerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em ProjetosGerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em Projetos
 
Pt pmp handbook_full_portuguese
Pt pmp handbook_full_portuguesePt pmp handbook_full_portuguese
Pt pmp handbook_full_portuguese
 
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
Situação das organizações Brasileiras quanto ao uso da gestão de portfólio de...
 
Orientação de projetos
Orientação de projetosOrientação de projetos
Orientação de projetos
 
Gerencia do Escopo do Projeto
Gerencia do Escopo do ProjetoGerencia do Escopo do Projeto
Gerencia do Escopo do Projeto
 
Tcc grupo
Tcc grupoTcc grupo
Tcc grupo
 
Elaboração de projetos acadêmicos
Elaboração de projetos acadêmicosElaboração de projetos acadêmicos
Elaboração de projetos acadêmicos
 
Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5Resumo das mudanças no PMBOK 5
Resumo das mudanças no PMBOK 5
 

Destaque

Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project
Ferramentas de gestão do tempo no Spider ProjectFerramentas de gestão do tempo no Spider Project
Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project
Peter Mello
 
1o projeto Spider Project SCPM
1o projeto Spider Project SCPM1o projeto Spider Project SCPM
1o projeto Spider Project SCPM
Peter Mello
 
Metricas, indicadores, planejamento & controle em projetos.
Metricas,  indicadores,  planejamento & controle em projetos.Metricas,  indicadores,  planejamento & controle em projetos.
Metricas, indicadores, planejamento & controle em projetos.
Peter Mello
 
Introdução ao Spider CPM (5)
Introdução ao Spider CPM (5)Introdução ao Spider CPM (5)
Introdução ao Spider CPM (5)
Peter Mello
 
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
Peter Mello
 
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso ProfissionalSpider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
Peter Mello
 
Aplicabilidade da arbitragem em PCH
Aplicabilidade da arbitragem em PCHAplicabilidade da arbitragem em PCH
Aplicabilidade da arbitragem em PCH
Aldo Mattos
 
Por que os cronogramas furam?
Por que os cronogramas furam?Por que os cronogramas furam?
Por que os cronogramas furam?
Aldo Mattos
 
Além do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project Management
Além do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project ManagementAlém do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project Management
Além do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project Management
Peter Mello
 
Aceleração racional
Aceleração racionalAceleração racional
Aceleração racional
Aldo Mattos
 
Abordagem probabilística
Abordagem probabilísticaAbordagem probabilística
Abordagem probabilística
Aldo Mattos
 
Apresentacao cpm
Apresentacao cpmApresentacao cpm
Apresentacao cpm
Eduardo Alves
 
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Paulo Junior
 
Gerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms projectGerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms project
Paulo Junior
 

Destaque (14)

Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project
Ferramentas de gestão do tempo no Spider ProjectFerramentas de gestão do tempo no Spider Project
Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project
 
1o projeto Spider Project SCPM
1o projeto Spider Project SCPM1o projeto Spider Project SCPM
1o projeto Spider Project SCPM
 
Metricas, indicadores, planejamento & controle em projetos.
Metricas,  indicadores,  planejamento & controle em projetos.Metricas,  indicadores,  planejamento & controle em projetos.
Metricas, indicadores, planejamento & controle em projetos.
 
Introdução ao Spider CPM (5)
Introdução ao Spider CPM (5)Introdução ao Spider CPM (5)
Introdução ao Spider CPM (5)
 
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
Variação de Prazo (com base ao Earned Schedule / Aplicativo)
 
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso ProfissionalSpider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
Spider CPM e Desk200: Gratuito para uso Profissional
 
Aplicabilidade da arbitragem em PCH
Aplicabilidade da arbitragem em PCHAplicabilidade da arbitragem em PCH
Aplicabilidade da arbitragem em PCH
 
Por que os cronogramas furam?
Por que os cronogramas furam?Por que os cronogramas furam?
Por que os cronogramas furam?
 
Além do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project Management
Além do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project ManagementAlém do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project Management
Além do Método do Caminho Crítico: Success Driven Project Management
 
Aceleração racional
Aceleração racionalAceleração racional
Aceleração racional
 
Abordagem probabilística
Abordagem probabilísticaAbordagem probabilística
Abordagem probabilística
 
Apresentacao cpm
Apresentacao cpmApresentacao cpm
Apresentacao cpm
 
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
 
Gerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms projectGerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms project
 

Semelhante a Recursos Compartilhados e Portfolio (Sucesu-RS / GUGP)

Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de PortfolioGestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
GUGP SUCESU-RS
 
Project builder puc minas
Project builder puc minasProject builder puc minas
Project builder puc minas
Thiago Reis
 
Gerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TIGerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TI
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
 
Pmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 PortfolioPmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 Portfolio
Peter Mello
 
Escritório de Projetos - PMO
Escritório de Projetos - PMOEscritório de Projetos - PMO
Escritório de Projetos - PMO
Bruno Henrique de Macedo Machado
 
Pm bok x prince2
Pm bok x prince2Pm bok x prince2
Pm bok x prince2
Wagner Xantre Tagarro
 
Trabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos Nicolau
Trabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos NicolauTrabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos Nicolau
Trabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos Nicolau
Diego de Arvelos Nicolau
 
Lecture 2 :: Planejamento do Projeto de SW
Lecture 2 :: Planejamento do Projeto de SWLecture 2 :: Planejamento do Projeto de SW
Lecture 2 :: Planejamento do Projeto de SW
Rogerio P C do Nascimento
 
Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)
Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)
Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)
maryvascon
 
Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...
Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...
Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...
Carlos Alberto Alves
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Por um LISARB Melhor
Por um LISARB MelhorPor um LISARB Melhor
Por um LISARB Melhor
Marco Coghi
 
Doc.Igor_6
Doc.Igor_6Doc.Igor_6
Doc.Igor_6
Igor Melo
 
Pmibok
PmibokPmibok
Plano de Projeto x Plano de Gerenciamento de Projeto
Plano de Projeto x Plano de Gerenciamento de ProjetoPlano de Projeto x Plano de Gerenciamento de Projeto
Plano de Projeto x Plano de Gerenciamento de Projeto
IETEC - Instituto de Educação Tecnológica
 
Implantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARBImplantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARB
Marco Coghi
 
Berrini-GP7-PMO-Grupo1
Berrini-GP7-PMO-Grupo1Berrini-GP7-PMO-Grupo1
Berrini-GP7-PMO-Grupo1
Marco Coghi
 
Gerenciamento de projetos 2016
Gerenciamento de projetos 2016Gerenciamento de projetos 2016
Gerenciamento de projetos 2016
Ricardo Mendes Jr
 
Gestão de projetos módulo 1
Gestão de projetos   módulo 1Gestão de projetos   módulo 1
Gestão de projetos módulo 1
Jefferson Heraclito
 
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.pptMarco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
JulianaPimentelMacar
 

Semelhante a Recursos Compartilhados e Portfolio (Sucesu-RS / GUGP) (20)

Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de PortfolioGestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
 
Project builder puc minas
Project builder puc minasProject builder puc minas
Project builder puc minas
 
Gerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TIGerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TI
 
Pmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 PortfolioPmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 Portfolio
 
Escritório de Projetos - PMO
Escritório de Projetos - PMOEscritório de Projetos - PMO
Escritório de Projetos - PMO
 
Pm bok x prince2
Pm bok x prince2Pm bok x prince2
Pm bok x prince2
 
Trabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos Nicolau
Trabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos NicolauTrabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos Nicolau
Trabalho de Conclusão de Curso FDC - Diego de Arvelos Nicolau
 
Lecture 2 :: Planejamento do Projeto de SW
Lecture 2 :: Planejamento do Projeto de SWLecture 2 :: Planejamento do Projeto de SW
Lecture 2 :: Planejamento do Projeto de SW
 
Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)
Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)
Gerencia deprojeos modulo_1_final_ (2)
 
Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...
Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...
Método de Monte Carlo – elaboração de um modelo em Excel para planejamento fí...
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetos
 
Por um LISARB Melhor
Por um LISARB MelhorPor um LISARB Melhor
Por um LISARB Melhor
 
Doc.Igor_6
Doc.Igor_6Doc.Igor_6
Doc.Igor_6
 
Pmibok
PmibokPmibok
Pmibok
 
Plano de Projeto x Plano de Gerenciamento de Projeto
Plano de Projeto x Plano de Gerenciamento de ProjetoPlano de Projeto x Plano de Gerenciamento de Projeto
Plano de Projeto x Plano de Gerenciamento de Projeto
 
Implantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARBImplantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARB
 
Berrini-GP7-PMO-Grupo1
Berrini-GP7-PMO-Grupo1Berrini-GP7-PMO-Grupo1
Berrini-GP7-PMO-Grupo1
 
Gerenciamento de projetos 2016
Gerenciamento de projetos 2016Gerenciamento de projetos 2016
Gerenciamento de projetos 2016
 
Gestão de projetos módulo 1
Gestão de projetos   módulo 1Gestão de projetos   módulo 1
Gestão de projetos módulo 1
 
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.pptMarco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
 

Mais de Peter Mello

Scrum Smart
Scrum Smart Scrum Smart
Scrum Smart
Peter Mello
 
Métodos de Corrente Crítica
Métodos de Corrente CríticaMétodos de Corrente Crítica
Métodos de Corrente Crítica
Peter Mello
 
White Paper - Spider Project
White Paper - Spider ProjectWhite Paper - Spider Project
White Paper - Spider Project
Peter Mello
 
Análise e Simulação de Riscos
Análise e Simulação de RiscosAnálise e Simulação de Riscos
Análise e Simulação de Riscos
Peter Mello
 
Introdução ao Spider CPM (4)
Introdução ao Spider CPM (4)Introdução ao Spider CPM (4)
Introdução ao Spider CPM (4)
Peter Mello
 
Introdução ao Spider CPM (3)
Introdução ao Spider CPM (3)Introdução ao Spider CPM (3)
Introdução ao Spider CPM (3)
Peter Mello
 
Introdução ao Spider CPM (2)
Introdução ao Spider CPM (2)Introdução ao Spider CPM (2)
Introdução ao Spider CPM (2)
Peter Mello
 
Introdução ao Spider CPM (1)
Introdução ao Spider CPM (1)Introdução ao Spider CPM (1)
Introdução ao Spider CPM (1)
Peter Mello
 
Técnicas para o Desenvolvimento de Cronogramas
Técnicas para o Desenvolvimento de CronogramasTécnicas para o Desenvolvimento de Cronogramas
Técnicas para o Desenvolvimento de Cronogramas
Peter Mello
 
Riscos Problemas Oportunidades A07 V1
Riscos Problemas Oportunidades A07 V1Riscos Problemas Oportunidades A07 V1
Riscos Problemas Oportunidades A07 V1
Peter Mello
 
Riscos Ger Ativo A07 V3 Pt
Riscos Ger Ativo A07 V3 PtRiscos Ger Ativo A07 V3 Pt
Riscos Ger Ativo A07 V3 Pt
Peter Mello
 
Resumo Animacao Indicadores Sucesso
Resumo Animacao Indicadores SucessoResumo Animacao Indicadores Sucesso
Resumo Animacao Indicadores Sucesso
Peter Mello
 
Tirando os Riscos do Papel
Tirando os Riscos do PapelTirando os Riscos do Papel
Tirando os Riscos do Papel
Peter Mello
 
Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1
Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1
Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1
Peter Mello
 
PMI Global 2007 - Urucu/Manaus
PMI Global 2007 - Urucu/ManausPMI Global 2007 - Urucu/Manaus
PMI Global 2007 - Urucu/Manaus
Peter Mello
 
SDPM (Success Driven Project Management)
SDPM (Success Driven Project Management)SDPM (Success Driven Project Management)
SDPM (Success Driven Project Management)
Peter Mello
 
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Peter Mello
 
Tutorial Spider: Análise de Riscos
Tutorial Spider: Análise de RiscosTutorial Spider: Análise de Riscos
Tutorial Spider: Análise de Riscos
Peter Mello
 
Vi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente Critica
Vi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente CriticaVi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente Critica
Vi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente Critica
Peter Mello
 
Seminario Riscos 2006 - Vladimir
Seminario Riscos 2006 - VladimirSeminario Riscos 2006 - Vladimir
Seminario Riscos 2006 - Vladimir
Peter Mello
 

Mais de Peter Mello (20)

Scrum Smart
Scrum Smart Scrum Smart
Scrum Smart
 
Métodos de Corrente Crítica
Métodos de Corrente CríticaMétodos de Corrente Crítica
Métodos de Corrente Crítica
 
White Paper - Spider Project
White Paper - Spider ProjectWhite Paper - Spider Project
White Paper - Spider Project
 
Análise e Simulação de Riscos
Análise e Simulação de RiscosAnálise e Simulação de Riscos
Análise e Simulação de Riscos
 
Introdução ao Spider CPM (4)
Introdução ao Spider CPM (4)Introdução ao Spider CPM (4)
Introdução ao Spider CPM (4)
 
Introdução ao Spider CPM (3)
Introdução ao Spider CPM (3)Introdução ao Spider CPM (3)
Introdução ao Spider CPM (3)
 
Introdução ao Spider CPM (2)
Introdução ao Spider CPM (2)Introdução ao Spider CPM (2)
Introdução ao Spider CPM (2)
 
Introdução ao Spider CPM (1)
Introdução ao Spider CPM (1)Introdução ao Spider CPM (1)
Introdução ao Spider CPM (1)
 
Técnicas para o Desenvolvimento de Cronogramas
Técnicas para o Desenvolvimento de CronogramasTécnicas para o Desenvolvimento de Cronogramas
Técnicas para o Desenvolvimento de Cronogramas
 
Riscos Problemas Oportunidades A07 V1
Riscos Problemas Oportunidades A07 V1Riscos Problemas Oportunidades A07 V1
Riscos Problemas Oportunidades A07 V1
 
Riscos Ger Ativo A07 V3 Pt
Riscos Ger Ativo A07 V3 PtRiscos Ger Ativo A07 V3 Pt
Riscos Ger Ativo A07 V3 Pt
 
Resumo Animacao Indicadores Sucesso
Resumo Animacao Indicadores SucessoResumo Animacao Indicadores Sucesso
Resumo Animacao Indicadores Sucesso
 
Tirando os Riscos do Papel
Tirando os Riscos do PapelTirando os Riscos do Papel
Tirando os Riscos do Papel
 
Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1
Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1
Curso Ger. Riscos - Dia 01 / Parte 1
 
PMI Global 2007 - Urucu/Manaus
PMI Global 2007 - Urucu/ManausPMI Global 2007 - Urucu/Manaus
PMI Global 2007 - Urucu/Manaus
 
SDPM (Success Driven Project Management)
SDPM (Success Driven Project Management)SDPM (Success Driven Project Management)
SDPM (Success Driven Project Management)
 
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
 
Tutorial Spider: Análise de Riscos
Tutorial Spider: Análise de RiscosTutorial Spider: Análise de Riscos
Tutorial Spider: Análise de Riscos
 
Vi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente Critica
Vi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente CriticaVi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente Critica
Vi Seminario Pmi (SP): Portfolio e Corrente Critica
 
Seminario Riscos 2006 - Vladimir
Seminario Riscos 2006 - VladimirSeminario Riscos 2006 - Vladimir
Seminario Riscos 2006 - Vladimir
 

Recursos Compartilhados e Portfolio (Sucesu-RS / GUGP)

  • 1. 1 Peter B. S. Mello, PMP, PMI-SP, SpS http://peter.smello.email Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
  • 2. 2 A Gestão de Recursos Compartilhados é um dos maiores desafios no desenvolvimento de uma carteira de projetos em empresas de qualquer segmento. O objetivo da apresentação é o de demonstrar as perspectivas de aplicação do desenvolvimento de cronogramas baseado em restrições de recursos e a sua aplicação em projetos, programas e na análise do Portfolio de uma empresa. Os conceitos apresentados tem aplicação tanto na área de Serviços (Tecnologia da Informação / desenvolvimento de software, por exemplo) como em projetos de Engenharia, Construção e Montagem. Gestão de Recursos Compartilhados e Análise de Portfolio
  • 3. 33 • Nivelamento de Conceitos – Restrições – Processos x Projetos x Portfolio – Recursos • Projetos em um Portfolio • Cenários com Recursos Compartilhados • A restrição TEMPO • Restrições por Tempo & Recursos • Gestão de Recursos no Portfolio Agenda
  • 6. 6 6 • MÉTODO e MEDIÇÃO • (LEIS, NORMAS, CONTRATOS, CULTURA, PROJETO, etc...) RESTRIÇÃO POLÍTICA: NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS... • MATERIAL, MÁQUINA, MEIO-AMBIENTE e MÃO- DE-OBRA • (CONCRETO, CAMINHÃO- PIPA, CHUVA, SOLDADOR etc...) RESTRIÇÃO FÍSICA:
  • 7. 7 7NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS... MOEDA
  • 8. 8 8NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS...  As tarefas e/ou atividades de um projeto são: PROCESSOS  Um Processo existe ao longo da LINHA DO TEMPO  Um Processo é caracterizado por: Entrada, Transformação e Saída
  • 9. 9 9NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS...  Um Processo consome: RECURSOS  Recursos podem ser: Reutilizáveis (mão-de-obra e equipamentos) Consumíveis (materiais)
  • 10. 10 10NA GESTÃO DO PORTFOLIO ...  PROJETOS são PROCESSOS, caracterizados por:  Entrada  TRANSFORMAÇÃO  Saída
  • 11. 11 11NA GESTÃO DO PORTFOLIO ...  PROJETOS são PROCESSOS, que consomem  Recursos próprios  Recursos compartilhados
  • 12. 12 12NA GESTÃO DO PORTFOLIO ... Portfolio Standard, PMI, 3ª ed.  Como são selecionados projetos em um portfolio?  Até onde são analisadas interdependências de recursos?
  • 17. 17 17Cenários com Recursos Compartilhados Área 1 Área 2 Área 3 Operações Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3 Recursos Próprios do Projeto
  • 18. 18 18Restrição: Tempo Definir Desenvolver Implementar Definir Desenvolver Implementar 10 dias 10 dias 5 dias 5 dias 10 dias 5 dias
  • 19. 19 19Restrição: Tempo Definir Desenvolver Implementar Definir Desenvolver Implementar 10 dias 10 dias 5 dias 5 dias 10 dias 5 dias 25 dias
  • 20. 20 20Restrição: Tempo & Recursos Definir Desenvolver Implementar Definir Desenvolver Implementar 10 dias 10 dias 5 dias 5 dias 10 dias 5 dias 25 dias Joe Joe Lucy Lucy
  • 21. 21 21Restrição: Tempo & Recursos Definir Desenvolver Implementar Definir Desenvolver Implementar 10 dias 10 dias 5 dias 5 dias10 dias5 dias 35 dias Joe Lucy Joe Lucy
  • 22. 22 22Restrição: Tempo & Recursos Definir Desenvolver Implementar Definir Desenvolver Implementar 10 dias 10 dias 5 dias 5 dias10 dias5 dias 35 dias Joe Lucy Joe Lucy Retardo em função de JOE Retardo em função da Tarefa Retardo em função de Lucy Retardo em função da Tarefa 10 dias 10 dias 10 dias 5 dias
  • 23. 23 23Caminho Crítico por Recursos Definir Desenvolver Implementar Definir Desenvolver Implementar 10 dias 10 dias 5 dias 5 dias10 dias5 dias 35 dias Joe Lucy Joe Lucy Retardo em função de JOE Retardo em função da Tarefa Retardo em função de Lucy Retardo em função da Tarefa 10 dias 10 dias 10 dias 5 dias
  • 24. 24 24Disponibilidade para o Portfolio Definir Desenvolver Implementar Definir Desenvolver Implementar 10 dias 10 dias 5 dias 5 dias10 dias5 dias 35 dias Joe Lucy Joe Lucy Disponibilidade de Joe Outras disponibilidades
  • 25. 25 Definir Desenvolver Implementar 25Caminho Crítico por Recursos (2) Definir Desenvolver Implementar 30 dias Retardo em função de JOE Retardo em função de JOE e LUCY Retardo em função de Lucy Retardo em função da Tarefa 5 dias 10 dias 10 dias 5 dias
  • 26. 26 26Comparativo entre alternativas 5 dias 5 dias 5 dias 5 dias 5 dias 5 dias 5 dias 35 dias 30 dias
  • 27. 27 27Gestão de Recursos no Portfolio  Criar biblioteca de Padrões  Fases / Atividades / Recursos / Métricas  Unificar dados  Empresa / Subfornecedores  Nivelar recursos baseado em:  Prioridades;  Disponibilidades;  Produtividade;  Habilidades;
  • 28. 28 28Gestão de Recursos no Portfolio  Substituir o CPM (Método do Caminho Crítico) pelo RCP (Caminho Crítico dos Recursos  Investir no Planejamento  Aplicar o PDCA continuamente  Planejar / Desenvolver  Controlar / Agir  Aplicar o 7M  Material, Mão-de-Obra, Máquina, Método, Meio-Ambiente, Medição, Moeda
  • 29. 29 Peter Berndt de Souza Mello, PMP (2003), SpS (2007), PMI-SP (2008), tem mais de 15 anos de experiência na aplicação das melhores práticas preconizadas pelo Project Management Institute, em empresas de variados segmentos, como Mineração, TI, Telecom, Óleo e Gás, entre outros. Atualmente é Consultor em Gerenciamento de Projetos na TMSA – Tecnologia em Movimentação, atuando em projetos de Engineering-to-Order, Manufatura, Montagem Eletromecânica e Automação de Transportadores de Correia e Carregadores de Navios para Mineração e Agronegócio. Especialista em Otimização de Recursos através da aplicação do Spider Project Professional; receptor do prêmio PMI Best of the Best 2009 por excelência em Gestão de Projetos. | http://peter.smello.email | http://spiderproject.com.br | Sobre o palestrante peter@smello.email Parte do conteúdo desta palestra foi desenvolvido a partir de trabalhos anteriores com Jefferson Guimarães, EdwardFern, Vladimir Liberzon e Marcus Possi

Notas do Editor

  1. Explicar sobre o objetivo da palestra: Apresentar os resultados da pesquisa Pulse
  2. Explicar sobre o objetivo da palestra: Apresentar os resultados da pesquisa Pulse